casa » 2016 » abril (página 2)

Arquivos Mensais: abril 2016

Weverton Rocha propõe que os recursos de fundo de segurança sejam destinados a municípios com penitenciária.

COMPARTILHE

Tramita, em caráter conclusivo, na Câmara dos Deputados, proposta do deputado federal Weverton Rocha (PDT), que assegura a transferência de recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) para os municípios que possuam penitenciárias, colônias agrícolas ou industriais, casas do albergado, centros de observação e hospitais psiquiátricos. O Projeto de Lei 4484/16 também explicita o uso dos recursos do FNSP nas ações de apoio às famílias de presos e da população dos municípios em questão.

A medida, segundo Weverton, criaria incentivos à construção de estabelecimentos penais, mas com uma compensação para os municípios. “De forma compreensível, os municípios em geral reagem à construção de estabelecimentos penais nas áreas de sua circunscrição. Por outro lado, é notória a carência de recursos em nível municipal que permitam a implementação de projetos sociais destinados à redução e à prevenção da criminalidade”, avaliou.

De acordo com o parlamentar maranhense o texto não altera a destinação do FNSP, uma vez que a lei do fundo já prevê a implementação de programas de prevenção ao delito e à violência, o que incluiria projetos sociais de apoio à família de presos e à população. Ele aponta também que a proposta não inclui a cadeia pública entre os estabelecimentos que ensejam o acesso ao FNSP, em razão de ela se destinar à detenção provisória de presos.

O projeto será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Chaguinhas diz que governador e prefeito deixam a desejar no combate ao Aedes aegypti

COMPARTILHE

O vereador Francisco de São Luís, Francisco Chaguinhas, líder do PP na Câmara Municipal, afirmou em seu discurso nesta segunda-feira (25) que a capital maranhense está aquém do que precisa ser feito na área de saúde. Ele destacou que isso contribui para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.

“Vivemos hoje uma preocupação com o combate à proliferação de vírus, em especial aquele vinculado à dengue e ao zika, e que efetivamente tem uma vinculação muito forte com a ausência de políticas públicas na área da saúde. São Luís, assim como todo o Estado do Maranhão, por mais que nos últimos anos tenha algumas melhorias, infelizmente neste setor ainda está aquém de alcançar um serviço de qualidade” — disse Chaguinhas.

O parlamentar progressista cobrou uma atitude efetiva de todos os entes federativos pela prevenção à doença e questionou a falta de parceria da Prefeitura de São Luís com o Governo do Maranhão no combate a proliferação do vírus.

“Cadê a parceria? O prefeito Edivaldo Júnior só procura o governador Flávio Dino para firmar parceria de asfalto? E a saúde como fica? Por tanto, os governos municipal e estadual estão deixando a desejar. Isto porque não está havendo um empenho suficiente para acalmar esse caos, uma vez que os hospitais não estão bem equipados para receberem os cidadãos infectados pelo mosquito” — declarou o parlamentar.

O vereador cobra providências em relação ao avanço da doença, mas ressaltou que as pessoas estão sendo jogadas à própria sorte por falta de interesse dos gestores em encarar a situação de frente.

“Hoje a cidade vive uma epidemia. Milhares de maranhenses estão em suas casas, não podendo nem se levantar porque essa doença traz muitas dores ao corpo. Você vai às UPAs e não encontra  a medicação. Você vai aos prontos socorros e também não tem a medicação. De que vale o executivo? De que vale o governo do Estado do Maranhão? As pessoas estão sendo jogadas à própria sorte” — disse o vereador.

Texto: Davi Max

 

Flávio Dino mexe tarde e ainda faz substituição errada na secretaria de saúde

COMPARTILHE

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), considerado o Pierre Levy da internet, fez mais uma mexida em seu time de  secretários. A vítima agora foi o médico Marcos Pacheco, que foi substituído pelo advogado Carlos Lula, que é peixe do governador. O assunto está sendo o mais comentado nas redes sociais no momento.

 A exoneração do secretário de estado da Saúde, Marcos Pacheco (PDT), pelo governador Flávio Dino (PCdoB), pegou até os deputados aliados de surpresa. A informação chegou à Assembleia pelos parlamentares de oposição. Como de costume, Marcos Pacheco soube de sua exoneração através das redes sociais. Apesar disso, a saúde do Maranhão agradece, já que esse cidadão apesar de conhecer a área, não conseguiu mudar nada, ou melhor, mudou apenas o aparelho de Tomógrafo do Hospital de Santa Inês para o recém-inaugurado Hospital de Caxias. Mesmo com boas peças, Flávio Dino ainda não conseguiu montar um time competitivo.

Com a saída de Pacheco, quem assume a pasta é o subsecretário de Saúde do Maranhão e presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), Carlos Eduardo Lula. A expectativa agora é pra saber se ele será ou não mantido como titular do cargo. Caso seja mantido como titular da pasta, deve fazer desgraça com a saúde do Estado, haja vista que em uma entrevista ao Blog do Jornalista Clodoaldo Correa, Lula se mostrou contra os hospitais de 20 leitos.

Confira abaixo a entrevista de Carlos Lula, onde se mostra leigo ao assunto saúde pública.

O subsecretário de Saúde do Maranhão e presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), Carlos Eduardo Lula, concedeu entrevista exclusiva aos Blogs Marrapá e Clodoaldo Corrêa. O secretário falou sobre a mudança de diretrizes da gestão da saúde no Maranhão, o período conturbado de transição para a gestão da empresa pública e os novos caminhos da saúde.

O subsecretário enfatizou que o novo modelo de saúde prioriza os hospitais regionais, uma vez que os famigerados hospitais de 20 leitos não são financiados pelo Ministério da Saúde e não resolvem o problema. Ou seja, um grande engodo criado por Ricardo Murad.

Ele assegurou que não existem funcionários da EMSERH com salários atrasados e hoje está solucionado o problema de falta de abastecimento nas unidades de saúde.

Lula enfatizou que o primeiro ano foi para sanar as irregularidades, uma vez que é público e constatado pela Polícia Federal os desvios da secretaria na gestão do ex-secretário Ricardo Murad.  Continue Lendo…

Pela 2ª vez, Prefeitura de Bequimão e MDA realizam mutirão da documentação

COMPARTILHE

Pela segunda vez em pouco menos de seis meses, a classe trabalhadora rural do município de Bequimão (homens e mulheres) teve a grata satisfação de receber o Mutirão da Documentação realizado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) com o apoio da Prefeitura Municipal, em parceria com outros órgãos dos governos federal e estadual. A ação aconteceu no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), no Centro.

Foram dois dias de ação, com participação da equipe de saúde do Hospital Lídia Martins, além do Ônibus Lilás da Secretaria Estadual de Igualdade Racial, levou palestras educativas sobre prevenção, assistência, apuração, investigação e enquadramento legal de crimes contra as mulheres, com foco nas leis Maria da Penha e do Feminicídio e suas aplicações.

O Mutirão da Documentação aconteceu nos dias 18 e 19. Trabalhadoras e trabalhadores do campo tiveram acesso a documentos civis e trabalhistas. Um dos coordenadores do evento, o secretário municipal de Articulações Institucionais, Sidney Bouéres, avaliou o evento. “Estamos satisfeitos com a boa aceitação do Mutirão e, por isso, decidimos trazer pela segunda vez em pouco tempo. Ampliamos os benefícios para a população em geral, com o aval do prefeito Zé Martins, que também entendeu e se preocupa com a população de Bequimão. Sabemos da grande demanda e por isso a grande aceitação”, disse o secretário.

O foco do Programa eram as mulheres, mas homens, jovens e adolescentes puderam ser atendidos durante a ação. Centenas de pessoas compareceram ao Sindicato e puderam adquirir seus documentos gratuitamente. O Mutirão garantiu a emissão de Carteira de Identidade 1ª via (a partir de 13 anos); CPF 1ª via (a partir de 13 anos); Carteira de Trabalho 1ª e 2ª vias (a partir de 16 anos). Durante as ações, também foram feitas inscrição no INSS e no Cadastro Único para participar de programas sociais do Governo Federal.

De acordo com o relatório enviado pelo MDA, o Mutirão atendeu 79 mulheres para retirada do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e 40 homens. Para a emissão do RG (Registro Geral), foram atendidos 214 mulheres e 119 homens. Já na emissão da Carteira de Trabalho, 123 mulheres e 109 homens obtiveram o documento. Para o CCIR (Certificado de Cadastro de Imóvel Rural), apenas 9 pessoas (Homens) procuraram o serviço. Outros atendimentos foram feitos para 327 mulheres e 84 para homens. Na soma geral, foram 1.566 atendimentos registrados. Veja o relatório abaixo.

MDA

O Programa “Documentação para Trabalhadora Rural” reúne vários órgãos do Governo Federal, tais como: MDA; INCRA; INSS; MTE; Receita Federal e o Instituto de Identificação do Maranhão, órgão da estrutura da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Além da presença do representante do MDA em Bequimão, Marcos Aurélio Dutra, o evento ainda teve o apoio do vereador Amarildo Estrela Paixão; da secretária de Assistência Social, Maria Neide; da coordenadora da Mulher, Deca Alves; do secretário adjunto de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Balão; do presidente do STTR, Agnaldo Macedo Rodrigues; e do agente de desenvolvimento, Rodrigo Martins.

FOTOS: Rodrigo Martins

Sebrae e Prefeitura retomam ações da piscicultura no município de Bequimão

COMPARTILHE

Em reunião realizada no último sábado (16), na cidade de Bequimão no litoral ocidental maranhense, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae/MA) apresentou para a Associação dos Piscicultores e Pescadores Artesanais do município de Bequimão (APAB), as ações para o desenvolvimento da piscicultura na região, através do Projeto de Fortalecimento do Agronegócio no município.

Participaram da reunião, além dos piscicultores locais, o diretor superintendente do Sebrae/MA, João Martins; o analista do Sebrae e gestor do projeto de Fortalecimento do Agronegócio, Raimundo Junior, representando a Gerência Regional do Sebrae (Unidade de Pinheiro); o consultor do Sebrae, Claudio Urbano; o presidente da APAB, Tonho Martins; o secretário municipal de Indústria e Comércio, Ademar Costa; a secretária adjunta de Agricultura, Cleonilde Pereira; o agente de desenvolvimento, Rodrigo Martins e o presidente do Sindicato dos Pescadores de Bequimão (SINDPESCA), Odoriel de Paricatíua.

Durante a reunião, o Superintendente do Sebrae/MA, João Martins apresentou as propostas do Projeto de Fortalecimento do Agronegócio na região, para o exercício de 2016, que também atende outros segmentos como: ovinocaprinocultura, meliponicultura e apicultura. “É muito importante que os piscicultores envolvidos estejam comprometidos em aplicar os conhecimentos e orientações recebidos em cursos e consultorias oferecidos no âmbito do projeto que abordam temas de gestão, planejamento, inovação, tecnologia e acesso a mercado, para garantir o crescimento da produção e produtividade e consequentemente melhoria na renda e qualidade de vida dos piscicultores e suas famílias”, destacou o superintendente do Sebrae.

k2 k3

O analista do Sebrae e gestor do projeto de Fortalecimento do Agronegócio, Raimundo Junior, informou que haverá continuação das consultorias em piscicultura no município de Bequimão, além de capacitações voltadas para gestão da propriedade, associativismo e manejo na piscicultura.

Já o presidente da APAB, Tonho Martins, ressaltou a importância da parceria com o Sebrae e o alinhamento de ideias para a continuação do trabalho. “A nossa atividade tornou-se referência na produção de peixe em cativeiro no município, saímos do nível básico e estamos nos aperfeiçoando cada vez mais na gestão do negócio e as parcerias são fundamentais nesse processo” – observou Tonho Martins.

O consultor do Sebrae, Claudio Urbano, abordou a necessidade de realizar um estudo de análise da viabilidade econômico-financeira de investimento do projeto de piscicultura em tanques escavados no município. O objetivo é um só, auxiliar na tomada de decisão de investir ou não no projeto. “É visível à necessidade de se fazer um bom planejamento e gerenciamento das despesas e receitas decorrentes da atividade utilizando técnicas que permitam avaliar os custos e a rentabilidade dos empreendimentos”, destacou o consultor.

Para o agente de desenvolvimento Rodrigo Martins, o município possui um número razoável de piscicultores, o que sinaliza uma necessidade de maior atenção ao setor. “Com a presença do Sebrae será possível auxiliar melhor os criadores e seus projetos, onde consequentemente irá contribuir bastante para o crescimento da economia local”- disse.

Fotos: Rodrigo Martins

“São Luís precisa de uma gestão de excelência”, diz Neto Evangelista

COMPARTILHE

O deputado licenciado e secretário estadual de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista (PSDB), esteve na Redação do jornal O Imparcial con­versando sobre eleições 2016 e o posicionamento do PSDB na disputa municipal de São Luís. Neto Evangelista afirmou que é pré-candidato a prefeito e que conta com apoio de grande maioria dentro de seu partido. O de­putado também ressaltou que acredita que o governador Flávio Dino não se envolverá na disputa deste ano. Como o PSDB não tem Di­retório Municipal e sim comissão provisória, a escolha do candidato será feita por interferência direta do diretório regional ou o nacional.

Hoje são três pré-candidatos perfilados no ninho tucano para disputar a sucessão do prefeito Edivaldo Júnior em outubro: o jovem Neto Evangelista, o deputado federal e ex-pre­feito da capital, João Castelo, que concorreu à reeleição, com Evangelista na vice, e perdeu. Também o deputado estadual Sérgio Frota, presidente do Sampaio Corrêa, promete en­trar firme na disputa interna do PSDB.

O deputado licenciado e secretário es­tadual de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista (PSDB), esteve na Redação do jornal O Imparcial con­versando sobre eleições 2016 e o posiciona­mento do PSDB na disputa municipal de São Luís. Neto Evangelista afirmou que é pré-can­didato a prefeito e que conta com apoio de grande maioria dentro de seu partido. O de­putado também ressaltou que acredita que o governador Flávio Dino não se envolverá na disputa deste ano. Como o PSDB não tem Di­retório Municipal e sim comissão provisória, a escolha do candidato será feita por interferên­cia direta do diretório regional ou o nacional.

Hoje são três pré-candidatos perfilados no ninho tucano para disputar a sucessão do prefeito Edivaldo Júnior em outubro: o jovem Neto Evangelista, o deputado federal e ex-pre­feito da capital, João Castelo, que concorreu à reeleição, com Evangelista na vice, e perdeu. Também o deputado estadual Sérgio Frota, presidente do Sampaio Corrêa, promete en­trar firme na disputa interna do PSDB.

O Imparcial – A pré-candidatura é irreversível?

Neto Evangelista – Em política nada é irreversí­vel. É uma pré-candidatura pos­ta com o apoio de uma maioria partidária, seja municipal, esta­dual e federal. Isso nos dá o res­paldo para entrar numa disputa para a Prefeitura de São Luís e estamos trabalhando pela viabi­lidade desta candidatura.

O Imparcial – O se­nhor é secretário de Desen­volvimento Social do governo Flávio Dino. Acredita que terá apoio dele para conduzir esse processo até o fim?

Neto Evangelista – Flávio Dino foi eleito com uma missão que não é nada fá­cil, que é governar um estado esquecido há uns bons anos. O governador é muito ciente dessa missão que mais de 60% da população entregou pra ele. Ele sempre deixou muito claro que a eleição que ele vai dispu­tar será a de 2018.

O Imparcial – Mas uma eleição puxa a outra, não é mesmo?

Neto Evangelista – Eleições de dois em dois anos são um retrocesso para a admi­nistração pública. O que era mais importante para ser mudado na Reforma Política era a unifica­ção das eleições.

O Imparcial – Dentro do PSDB, o senhor acha que vai ter maioria na Comissão Provisória? Quem vai decidir, já que o deputado federal João Castelo também se apresenta como pré-candidato?

Neto Evangelista – Todos no PSDB têm legitimi­dade para lançar sua pré-candi­datura. O deputado João Castelo lançou e nós estamos lançan­do também a nossa. Dentro do partido nós temos as pessoas que entendem a necessidade de uma troca de projeto para a nossa cidade de São Luís e eu estou muito tranquilo para res­peitar a decisão sobre quem vai representar o PSDB nas eleições de São Luís. Sempre apoiarei o que o PSDB decidir.

O Imparcial – Qual a posição do presidente regional e vice-governador, Car­los Brandão?

Neto Evangelista – Carlos Brandão é muito de­mocrata, é muito transparente. A posição dele só quem pode dizer é ele mesmo. Mas estou muito tranquilo quanto ao in­teresse do partido em ter um re­presentante na disputa de São Luís, fazendo uma candidatura competitiva, com possibilida­de de vitória, sem teto eleitoral.

O Imparcial – Qual sua visão sobre a prefeitura?

Neto Evangelista – Eu, como homem público, não posso me omitir do que a gente vê hoje em São Luís. São Luís tem uma administração sem plane­jamento, sem gestão, uma admi­nistração que parece, aos olhos de quem mora aqui, que acordou agora, tardiamente. Temos que parar com aquela ideia de que o prefeito não consegue gover­nar porque tem o governador e o presidente da República con­tra. Hoje, o atual prefeito de São Luís tem os apoios dos governos estadual e federal e não conse­gue deslanchar a cidade. A gente vê outras capitais, como exem­plo de Salvador, com o prefeito ACM Neto, contrário ao governo estadual da Bahia e contrário ao governo federal, e faz uma bela administração. É o prefeito de ca­pital mais bem avaliado do país.

São Luís precisa de uma ad­ministração voltada para a ex­celência administrativa, gestão de qualidade. O gestor de uma cidade como a nossa tem que ter pulso, saber o que está fazendo, trabalhar com planejamento. Essa é a forma de governar que pro­ponho. Antes de qualquer coisa, é preciso garantir que pelo me­nos os serviços básicos funcio­nem, e com qualidade, algo que não acontece hoje em São Luís.

O Imparcial – Isso não compromete o próprio Flávio Dino, que também é alia­do do prefeito Edivaldo Holan­da Júnior?

Neto Evangelista – Lembre-se: eu também sou. Um aliado do governador es­tando na prefeitura é óbvio que quem ganha é a cidade. Mas se tiver só a vontade de trabalhar do governador pela cidade, sem ter a prefeitura para executar, e executar com planejamento, com qualidade, efetivamente não tem resultados.

O Imparcial – O que o senhor avaliaria da ad­ministração do ex-prefeito João Castelo, que é do seu partido e com o qual concorreu em 2012?

Neto Evangelista – Tenho o maior respeito pelo de­putado federal João Castelo. Mas, mesmo ele sendo do PSDB, o par­tido não participava de sua admi­nistração. Eu mesmo não participei em nada. Houve acertos e erros. O modelo PSDB de administrar não foi implantado em São Luís.

O Imparcial – A partir de que dia o senhor volta para a Assembleia como deputado?

Neto Evangelista – Estamos discutindo interna­mente no partido essas condições de candidatura. Ainda não temos data definida. A data-limite é 2 de junho.

O Imparcial – A disputa em São Luís, hoje, já conta com aproximadamente cerca de 12 candidatos. O se­nhor acha que isso ajuda a po­pulação a compreender?

Neto Evangelista – Acho que todos têm legiti­midade para pleitear a vaga da Prefeitura de São Luís. É natu­ral, sobretudo quando temos um prefeito mal avaliado, mas isso não está acontecendo somente nesta eleição como muitos ten­tam pregar. É obvio que, na hora que chegar o momento das con­venções, tende esse número de candidatos a diminuir. Como to­das as eleições são assim.

Por Raimundo Borges

 

Tribunal Federal cancela concessões de Rádios administradas por deputados

COMPARTILHE

Com base no artigo 54 da Constituição Federal, que veda  parlamentares serem proprietários, controladores ou diretores de empresas de radiodifusão, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região determinou o cancelamento das concessões de cinco emissoras de rádio que têm como sócios-proprietários os deputados federais Luiz Felipe Baleia Tenuto Rossi (PMDB) e Paulo Roberto Gomes Mansur (PRB).

A medida atende à pedido do Ministério Público Federal que ajuizou ações civis públicas contra os parlamentares em novembro do ano passado. Com as decisões, fica suspensa a execução dos serviços de radiodifusão da Rádio Cultura FM Santos, da Sociedade Rádio Cultura São Vicente e da Empresa de Comunicação PRM LTDA, de Beto Mansur. Também foram suspensos os serviços da Rádio Show de Igarapava e da Rádio AM Show, que contam com a participação de Baleia Rossi em seus quadros societários.

Segundo o artigo 54, inciso I, a, da Constituição Federal, deputados e senadores não podem celebrar ou manter contratos com concessionárias de serviço público, o que inclui as emissoras de rádio e TV. Já o inciso II, a, do mesmo artigo veda aos parlamentares serem proprietários, controladores ou diretores de empresas que recebam da União benefícios previstos em lei. Tal regra também impede a participação de congressistas em prestadoras de radiodifusão, visto que tais concessionárias possuem isenção fiscal concedida pela legislação.

Além da proibição prevista na Constituição, o Supremo Tribunal Federal também já se manifestou contra o controle de parlamentares sobre veículos de comunicação. Nas ações, o MPF afirma que o cancelamento das concessões visa evitar o tráfico de influência e proteger os meios de comunicação da ingerência do poder político.

O MPF aponta que a situação revela um conflito de interesses, uma vez que cabe ao Congresso Nacional apreciar os atos de concessão e renovação das licenças de emissoras de rádio e TV, além de fiscalizar o serviço. Dessa forma, parlamentares inclusive já participaram de votações para a aprovação de outorgas e renovações de suas próprias empresas.

Em uma das decisões, referentes às concessões das emissoras vinculadas ao deputado Beto Mansur, a desembargadora federal Marli Ferreira ressaltou que tal situação, além de vedada pelo ordenamento jurídico, é imoral. “As empresas em mãos dos congressistas, alinhados no proibitivo constitucional, constituem um risco para a própria transparência e lisura do pleito eleitoral, na medida em que pode o eventual candidato ser favorecido por ter em mãos a indigitada concessão”, complementou.

AÇÕES EM TODO O PAÍS

As ações foram motivadas por uma denúncia de organizações da sociedade civil que apontaram que 40 parlamentares de 19 estados brasileiros eram sócios de emissoras de rádio e televisão no país, segundo o Sistema de Acompanhamento de Controle Societário (Siacco), da Anatel.

O documento entregue aos procuradores elencava 32 deputados federais e oito senadores dos estados de Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. A representação foi encaminhada às unidades do Ministério Público Federal em cada um dos estados para que os procuradores analisassem as medidas a serem tomadas localmente.

Em São Paulo, além das concessões dos deputados federais Baleia Rossi e Beto Mansur, o Ministério Público ingressou com ação pedindo cancelamento do serviço de rádio outorgado à Rádio Metropolitana Santista, cujo sócio é o deputado federal Antônio Carlos Martins de Bulhões (PRB). O pedido liminar do MPF, rejeitado pela Justiça Federal em primeira instância, ainda aguarda decisão do TRF-3.

Com informações da Assessoria de Imprensa do MPF-SP.

Processos: 0023970-18.2015.4.03.6100, 0023969-33.2015.4.03.6100 e 0023971-03.2015.4.03.6100

Fonte: www.conjur.com.br

Eliziane Gama (PPS) receberá Título de Cidadão na Câmara Municipal de São Luís

COMPARTILHE

A pré-candidata a prefeitura de São Luís e deputada federal Eliziane Gama (PPS), receberá Título de Cidadão na Câmara Municipal de São Luís. O vereador Francisco Chaguinhas (PP) apresentou nesta segunda (25) à Mesa Diretora da Câmara Municipal proposta que concede título de “Cidadão de São Luís” à deputada federal. A parlamentar é natural do município maranhense de Monção e já reside na capital do Maranhão há vários anos.

Líder nas pesquisas para a prefeitura da capital maranhense, Eliziane tem total apoio do vereador Francisco Chaguinhas. Deputada estadual de dois mandatos e agora na Câmara Federal, Eliziane desponta com a principal solução dos ludovicenses nas eleições de 2 de outubro deste ano.

A matéria esteve em tramitação na Ordem do Dia da Câmara desta segunda feira (25) para apreciação e votação dos demais vereadores.

 

Sebrae comemora 20 anos de atuação de sua unidade regional na Baixada Maranhense nesta terça-feira

COMPARTILHE
#Unidade sediada em Pinheiro atende a 25 municípios da região e terá sua atuação destacada na Câmara Municipal de Pinheiro #

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae) comemora, nesta terça-feira (26) 20 anos de atuação de sua unidade regional sediada em Pinheiro, que atende a 25 municípios da região da Baixada e Litoral Ocidental maranhense.

Ao longo de todo o mês de abril, o escritório comemorou o marco histórico realizando cursos gratuitos de capacitação e reuniões com empreendedores locais, e recebe autoridades e convidados nesta próxima terça-feira, em sua sede, para solenidade comemorativa dos 20 anos de atividades.

“Promovemos uma semana inteira de capacitação gratuita em vários municípios da região, reafirmando nosso compromisso em estimular o empreendedorismo e contribuir com o desenvolvimento regional”, destacou o superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

A solenidade está marcada para às 8h30, na sede da Unidade, que fica na Avenida Getúlio Vargas, no Centro, com a presença da diretoria executiva da instituição, autoridades convidadas e ex-funcionários e gerentes que ajudaram a realizar as atividades do escritório nas últimas duas décadas.

Além da solenidade, será lançado o Memorial Eletrônico que contará os 20 anos de atuação do Sebrae na região, disponível em um totem instalado na sede do escritório.

Menção especial na Câmara Municipal – Após a solenidade na sede do Sebrae em Pinheiro, a Câmara Municipal local homenageará também a instituição em sessão ordinária que acontece por iniciativa do presidente da casa legislativa.

Rejeitado pelos pré-candidatos a prefeito da capital, PT deve colocar Zé Inácio como opção em São Luís

COMPARTILHE

O deputado estadual Zé Inácio disse ao Blog do Robert Lobato que está à disposição do PT para ser candidato a prefeito de São Luis. Só que a conversa é outra. Rejeitado por unanimidade dos pré-candidatos a prefeito de São Luís, o PT viu como única opção lançar candidatura própria na capital.

O petista afirmou que nesse momento de crise e desgaste que o partido passa “só um militante de base tem coragem de enfrentar essa conjuntura”. Isso é verdade. Mas esse papo de honrar a camisa, mas parece uma entrevista de jogador de futebol, que de um militante político, até porque se alguém aceitar apoio do PT, o papo será furado.

Segundo o Blogueiro Robert Lobato, o PT tende a apoiar o projeto de reeleição de Edivaldo, mas o prefeito não tem feito qualquer gesto concreto para o conjunto do partido. A pré-candidatura de Zé Inácio, portanto, pode colocar o PT no centro do debate eleitoral em São Luis. Mais o PT precisa de um candidato para defender o projeto nacional do partido nesse momento de grave ofensiva da direita e ninguém melhor para cumprir esse papel do que o um petista do calibre de Zé Inácio. A grande questão, é que Edivaldo Holanda Júnior (PDT) não vai quer nenhum petista o defendendo ou pedindo voto na altura do campeonato, depois de goleada na Câmara Federal.

“Se o partido entender que eu deva assumir esse desafio eu topo, mesmo que tenha desgaste na minha base do interior do estado”, afirmou o deputado. Só que Zé Inácio já tinha esse projeto na cabeça, haja vista que o nobre deputado trocou de domicílio eleitoral desde o ano passado já visando essa candidatura própria do PT.

Zé Inácio disse ainda que irá procurar “construir um amplo entendimento interno no partido, inclusive com os companheiros da direção nacional para viabilizar esse projeto do PT”. Com a candidatura própria do PT, quem poderá comemorar uma vitória será o vereador Honorato Fernandes, que se reelegeria com votos de legenda.

Para Robert Lobato, a atitude do deputado é elogiável nesse momento em que muitos se acovardam. Só que é única opção ou fica fora da corrida.

Vale aguardar os desdobramentos da decisão do petista Zé Inácio.

Robert Lobato (com Edição)