casa » 2015 » outubro (página 6)

Arquivos Mensais: outubro 2015

Primeira etapa da campanha Doe um Brinquedo Ganhe um Sorriso, fez a alegria das crianças da área Itaqui-Bacanga

COMPARTILHE

Mais de cem crianças tiveram uma tarde de festa e brincadeiras com o palhaço Mixaria na tarde de ontem 12, na vila Ariri região Itaqui-Bacanga.  Os pequenos comemoraram o dia das crianças como nunca havia sido realizado antes no bairro. Além da Vila Ariri, as doações também fizeram a alegria de dois projetos na comunidade do Alto da Esperança.

As crianças da tia Ângela, também foram presenteadas com os brinquedos doados pelos parceiros do projeto que teve o seu primeiro ano de realização. O segundo projeto beneficiado com os presentes também do alto da Esperança as crianças do projeto Os Contadores de Histórias, a dona Lourdes idealizadora do projeto cênico, agradeceu em nome das crianças.

Ro2 Ro1

A festa de encerramento da primeira etapa da Campanha aconteceu na Vila Ariri com a entrega dos brinquedos, além de roupas e calçados, para as crianças da comunidade que compareceram e se divertiram muito com as brincadeiras, bombons, pipocas, refrigerantes.

A iniciativa da Campanha Doe Um Brinquedo Ganhe Um Sorriso, é da radialista e jornalista Rose Castro, moradora da Vila Ariri, a moça agradeceu os parceiros, “Estamos apenas no começo desse trabalho este foi o primeiro ano da nossa campanha e a intenção é poder ajudar o maior número de comunidades possível! Agradeço a todos os parceiros e meu ouvintes sem eles esta festa não seria possível”, disse.

Os demais colaboradores da Campanha foram: Os vereadores Osmar Filho (PDT) e Manoel Rego (PT do B), Severino Sales secretário Municipal de Articulação Política e o secretário adjunto do Trabalho do governo Flávio Dino, Júlio  Guterres (PC do B), o empresário Edivaldo Coelho dono da Distribuidora Jesus, e o deputado Edivaldo Holanda (PTC). Além dos empresários da região. Veja a lista completa no site.

 

Texto: Rose Castro

 

Nhozinho Santos será reformado e terá Memorial

COMPARTILHE

Um requerimento de autoria do vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), aprovado por unanimidade nesta terça feira (13), na Câmara Municipal de São Luís, pede ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PDT) e ao Secretário de Esporte e Lazer, Júlio França, a reforma geral do Estádio Municipal Nhozinho Santos, além de implantar um espaço que seja batizado como Memorial, onde a população possa ter acesso à história dessa importante praça esportiva da capital.

De acordo com o requerimento do vereador Ivaldo Rodrigues, o Estádio Nhozinho Santos, nunca teve uma reforma geral em sua história e precisa ser reconhecido como uma praça esportiva importante para nossa capital. “É uma das praças esportivas mais importantes da história do Maranhão e onde o futebol de nosso Estado fez e faz história. São mais de meio século de existência e precisamos fazer dessa praça esportiva um ponto de lazer para os ludovicenses”, destacou o vereador pedetista que foi categórico ao lembrar da grande paixão da torcida maranhense pelo “Gigante da Vila Passos”, como é carinhosamente chamado o Nhozinho Santos pelos torcedores e crônica esportiva do Maranhão.

 

ESTÁDIO NHOZINHO SANTOS

Inaugurado em 01 de outubro de 1950, com capacidade de 16.500 torcedores, o Gigante da Vila Passos, hoje tem 65 anos de muita história. O primeiro jogo no Estádio Nhozinho Santos foi entre Sampaio 2×1 Paysandu-PA. O primeiro gol marcado no Gigante da Vila Passos, foi por intermédio de Hélio (Paysandu). O maior público já registrado no Nhozinho Santos foi 24.865 torcedores no jogo entre MAC 0x0 Vasco da Gama-RJ. Após a colocação das cadeiras, a capacidade passou para 12.891 pessoas. O Estádio é uma homenagem a Joaquim Moreira Alves dos Santos, o homem que deu início a atividade futebolística no Maranhão.

 

 

Dia das Crianças é comemorado em várias comunidades de São Luís

COMPARTILHE

O Dia das Crianças foi comemorado em grande estilo em São Luís. Vários grupos e instituições sociais como o Instituto Guarani, Grupo Faça uma Criança Feliz, Nelma Marques e moradores da Travessa da Rua Nove, São Francisco, Michel Sousa e moradores da Rua Paquistão, Anjo da Guarda foram responsáveis pelas festas que fizeram a alegria da criançada.

A brincadeira da molecada começou mais cedo no bairro São Francisco. Moradores da Travessa da Rua Nove realizaram no sábado, 11, um dia de recreação e distribuição de presentes. No domingo, 12, a festa foi na localidade Buriti, também São Francisco. Dessa vez o Instituto Guarani, que trabalha com jovens e crianças carentes, garantiu o sorriso da meninada com atividades esportivas e várias brincadeiras. Cerca de 300 crianças participaram da ação, e para o presidente do Instituto, Marcelo Ferreira, o evento superou a expectativa dos organizadores.

Aproximadamente 150 crianças participaram da festa organizada pelos moradores da Rua do Paquistão, Anjo da Guarda. Na Rua do Japão, mesmo bairro, o Grupo Faça uma Criança Feliz, que trabalha com o público infantil há 7 anos, alegraram de cerca de 180 crianças com um palhaço que tirou a gurizada do sério e distribuição de brindes.
“Ver o sorriso nos rostos desses pequeninos não tem preço! Me sinto feliz quando que meu trabalho ajuda a tirar muitos meninos e meninas das drogas”, disse Merenilde Mafra, presidente do grupo.

Diversas ações contaram com o apoio do vereador Armando Costa (PSDC), que trabalha em busca da dignidade, educação das crianças que vivem em São Luís.
Segundo Armando, esses eventos mostram o quanto é importante investir nesses grupos que trabalham com crianças, pois eles cuidam e os deixam longe das drogas.
“Estou muito feliz e satisfeito com estas festas. Elas me permitiram viajar no tempo e relembrar minha infância, senti saudades, percebi como é bom ser criança,” destacou o vereador.

No próximo ano o Dia das Crianças vai se repetir, mas grupos como o Instituto Guarani, Faça uma Criança Feliz, Nelma Marques e moradores da Travessa da Rua Nove, São Francisco, Michel Sousa e moradores da Rua Paquistão continuarão trabalhando dia após dia para garantir o amanhã para aqueles que são o futuro de nossa nação.

Texto: Tarcísio Brandão

Bequimõense viaja para a Itália representando o Maranhão na Universidade Católica de Milão

COMPARTILHE

O bequimõense João Batista Martins, Diretor Superintendente do Sebrae Maranhão, viajou neste sábado (10) para a Itália, juntamente com outros dirigentes do Sebrae de outros estados do país. A passagem de João Martins pela Itália vai durar aproximadamente 15 dias, onde o bequimõense vai passar um período de experimentações na Universidade Católica de Milão.

João Martins foi selecionado entre tantas lideranças do Sistema Sebrae, e será responsável pelo aprendizado que servirá como base de implantação no estado do Maranhão. Durante o período do Superintendente do Sebrae, na Universidade em Milão, João Martins vai ter aulas teóricas com professores-doutores e interlocuções com grandes empreendedores e empresários consagrados da Itália.

Além disso, João Martins vai visitar regiões produtivas e industriais que obtiveram resultados tecnológicos e financeiros diferenciados na Itália. Os temas abordados na Universidade Católica de Milão Serão: Sustentabilidade, Empreendedorismo, Política Econômica e Desenvolvimento do Território, Liderança, Inovação e Competitividade e Encadeamento Produtivo. Tudo isso tendo como foco principal, o tema da produção e disseminação do conhecimento e os Pequenos Negócios no Contexto Global.

Para o Superintendente do Sebrae Maranhão, João Martins, é uma grande oportunidade profissional e principalmente para o Maranhão, se tratando de Brasil. Segundo Martins, é a chance do Brasil decolar na economia produtiva.

“É uma oportunidade única para aprimorar conhecimentos já adquiridos, intercâmbio com outras culturas empresariais e identificar nas realidades que vamos visitar, a possibilidade de trazermos soluções e inovações para o Maranhão e para o Brasil”, destacou João Martins, que foi categórico em mostrar sua felicidade por está representando não só o Maranhão, mas também sua querida terra, o município de Bequimão.

Ao ser questionado sobre sua felicidade de como bequimõense está representando o Maranhão fora do país, João Martins, não mediu palavras e se mostrou um apaixonado por sua terra e revelou gratidão aos livros e a seus pais.

“Em primeiro lugar agradeço a Deus e a meus pais pela oportunidade que me deram de estudar. Depois espero trazer conhecimentos que possam contribuir para a melhoria da vida das pessoas de Bequimão e da nossa Baixada Maranhense. Não estou necessariamente representando o Maranhão, mas a nossa responsabilidade só aumenta, pois o acesso que teremos à novas tecnologias e aspectos comportamentais diversos poderão fazer a diferença se bem discutidos e aplicados em nossas regiões de economia deprimida”, finalizou João Martins.

 

Rose Sales provoca reunião no Ministério Público sobre as Escolas Comunitárias de São Luís

COMPARTILHE

A Vereadora Rose Sales, acompanhada por lideranças comunitárias e por membros do Fórum das Escolas Comunitárias e da diretoria da FUMBESMA – Federação das Uniões de Moradores de Bairros e Entidades Similares do Maranhão, esteve no dia 8/10/15 no MPE – Ministério Público Estadual, com os Promotores de Educação – Dra. Luciane Belo e Dr. Paulo Avelar, reiterando várias reivindicações, a fim de que seja garantida a celebração de convênios entre a Prefeitura de São Luís e as 145 (cento e quarenta e cinco) entidades habilitadas pelo Censo para assegurarem educação infantil às crianças de nossa cidade, através da Secretaria Municipal de Educação – SEMED.

A Prefeitura de São Luís recebeu do Governo Federal, mensalmente em 2015, recursos do FUNDEB, PNAE e PNAC, para efeito de pagamento dos professores, para a manutenção das escolas, para a merenda escolar nas modalidades do Ensino Fundamental, Creche e Pré-Escola; entretanto, até agora não efetuou o repasse, implicando num atraso de 10 (dez) meses.

Indignada com falta de gestão, a senhora Terezinha de Jesus, da Creche Escola Comunitária “Madalena Silveira”, localizada no bairro Santa Clara; diz que “Há uma falta de vontade política de resolver essa situação, pois o dinheiro chega em janeiro e todas as instituições prestaram conta e as que ainda não prestaram conta é porque não tinham recebido o recurso de 2015. Não se pode prestar conta daquilo que não foi recebido. As escolas comunitárias existem porque o poder público não construiu escolas, daí a razão das comunidade se organizarem institucionalmente para suprirem essa necessidade; então queremos o que é de direito, exigimos respeito do prefeito e que ele repasse o que é de direito das escolas”, afirmou.

Já sobre a regularização do repasse mensal dos recursos federais – FUNDEB, PNAE e PNAC, às escolas comunitárias, e que a Prefeitura tem atrasado e prejudicado significativamente as crianças e os trabalhadores das escolas comunitárias – Rose Sales, tem sido firme na luta pelos direitos da educação comunitária, mostrando mais uma vez o seu compromisso com a política de Educação:

“As crianças de São Luís que pertencem à camada popular são atendidas em seu direito à educação infantil, prioritariamente, nos estabelecimentos comunitários, pois só temos 3 (três) creches públicas em São Luís, e por falta de proatividade, de seriedade e de compromisso político da gestão municipal, as crianças e os trabalhadores das escolas comunitárias estão em situação precária. É inadmissível reter recursos federais destinados ao pagamento de trabalhadores, da merenda dessas crianças e do Programa Brasil Carinhoso, que o Prefeito nunca repassou o dinheiro dos exercícios de 2013, 2014 e de 2015. Inclusive, só depois dos nossos reclames junto com o movimento comunitário é que a SEMED requisitou em 2014 abertura de conta bancária às entidades para efetuar repasse do Brasil Carinhoso e o Banco provavelmente já as encerrou, por não ter tido movimentação. Uma vergonha, um ato desumano para com as crianças e os trabalhadores dessas instituições, mas é importante destacar a atuação dos Promotores que estão de parabéns por exercerem o seu trabalho com rigor e transparências”, afirmou Sales.

No mesmo ato, como resultado dessa última mediação com o Ministério Público Estadual junto à Controladoria Geral do Município, foi realizada pela Vereadora, a Presidência da FUMBESMA e membros do Fórum das Escolas Comunitárias, reunião (9/10/15), solicitando ao Controlador – Dr. Délcio Rodrigues – e sua equipe técnica para unificar as orientações, a fim de que todos os auditores homologuem os processos com data retroativa; que deliberem favoravelmente pela assinatura de cláusula resolutiva no MPE para determinar à SEMED: que estabeleça assinatura de convênios com todas as entidades que tenham um histórico regular; que providencie o pagamento global imediato a todas as entidades, dos repasses de recursos do FUNDEB, PNAE, PNAC e do Programa BRASIL CARINHOSO já foram transferidos pelo Governo Federal.

A Sra. Aldeci Ribeiro, presidente da FUMBESMA, exige da Prefeitura de São Luís: “Que resolva essa situação, que o Secretário pague as escolas comunitárias, que já entra para os dez meses de atraso, para que as entidades não fiquem prejudicadas para 2016. Pois, já se apresenta uma nova história, e em janeiro já começa novo ano letivo, e as instituições precisam resolver como vão encaminhar suas atividades para 2016. Que seja cumprido, que termine essa burocracia que impera dentro da SEMED, pois joga essa responsabilidade nas instituições, quando elas estão fazendo nada mais, nada menos que o trabalho voltado para educação infantil e até para a educação básica que é da Prefeitura.”

Na audiência, ficou redefinida nova reunião de trabalho para o dia 14 de outubro, às 15h, no Ministério Público Estadual.

 

Desembargador afasta Helder Aragão e determina busca e apreensão na prefeitura de Anajatuba

COMPARTILHE

Na manhã desta sexta-feira (09), parece que o Tribunal de Justiça do Maranhão, finamente, através do desembargador Tyrone José Silva, da 3ª Câmara Criminal, resolveu acordar para a situação vexatória envolvendo o prefeito de Anajatuba – Helder Lopes Aragão(PMDB), que há mais de seis meses se arrastava sem que nenhuma solução fosse dada ao caso.

Na decisão o desembargador, além do afastamento por crime de improbidade administrativa, pelo interregno de 90 dias, deferiu o pedido de busca e apreensão domiciliar e no local de trabalho do prefeito, do ex-deputado Antônio Carlos Braide, os secretários de Administração – Edinilson dos Santos Dutra, de Educação – Alida Maria Mendes Santos Sousa e Saúde – Luis Fernando Costa Aragão, além de Leonardo Mendes Aragão, Fabiano de Carvalho Bezerra, João Costa Filho, Georgiana Ribeiro Machado e Francisco Marcone Freire Machado.

Os pedidos de prisão preventiva feito pela Procuradoria Geral de Justiça não foram deferidos, muito embora todos, segundo o Grupo de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público Estadual – GAECO – fazem parte de uma organização criminosa suspeita de desviar cerca de R$ 14 milhões de reais dos cofres públicos do município em apenas dois anos.

No dia 14 de agosto do ano em curso, em decisão liminar, a juíza Mirella Cezar Freitas já havia determinado o afastamento do prefeito, por 180 dias, mas em menos de 10 dias, o desembargador Luiz Gonzaga derrubou a liminar e determinou o retorno do prefeito ao cargo.

PREF1 PREF2

Na decisão da juíza de base, Helder Aragão também foi afastado por suspeita de improbidade administrativa. A decisão foi fruto de uma ação civil pública interposta pela Promotoria da Comarca de Anajatuba, onde o representante do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) alegou a existência de inúmeras irregularidades e ilegalidades na realização de processos licitatórios no município maranhense, que teriam resultado no desvio verbas públicas.

DPVAT

E depois de tanto zombar  da justiça, parece que o inferno astral do prefeito Helder Aragão está apenas começando. Recentemente, em decisão proferida no processo de nº 0013067-54.2015.8.10.0001 (018302-2015), na qual o prefeito também foi denunciado, o desembargador José Bernardo, relator do caso, deferiu o sequestro do valor de R$ 17.391,72 (dezessete mil, trezentos e noventa e um reais e setenta e dois centavos), referente ao pagamento de indenização consignada no processo cível n.º 001.2011.059.432-0, que tramitou no 3º Juizado Especial Cível, tendo como autor ERASMO FERREIRA PINTO.

Nesse processo e em vários outros, segundo a empresa Líder, autora da ação, o prefeito é investigado por fraudar o seguro DPVAT. Ainda segundo a seguradora, os documentos apresentados na ação de cobrança de seguro DPVAT ajuizada em nome de Erasmo Ferreira Pinto, sob o patrocínio do prefeito, na condição de advogado, em razão de acidente de trânsito supostamente sofrido no município de Magalhães de Almeida/MA não seriam autênticos, vez que por meio de declaração escrita, o Hospital Municipal de Magalhães de Almeida/MA, informou que o relatório de atendimento médico em nome de Erasmo Ferreira não foi encontrado nos livros de registro de ocorrência nem nos de internação.

Ainda na decisão proferida, o desembargador ressaltou que o advogado Helder Lopes Aragão figura como investigado em diversos casos de fraude, tendo o referido patrono substabelecido o advogado Hugo Arraes de Araújo – OAB 10.810, nos mesmos autos processuais, porém o primeiro continuou a atuar no feito, mesmo sendo impedido pela incompatibilidade do cargo, vez que exerce o cargo de Prefeito do Município de Anajatuba.

 

Texto: Itamargarethe Correa

 

Emap estabelece parceria com o Sebrae Maranhão

COMPARTILHE

Quando o novo Terminal do Cujupe estiver finalizado, as mais de 120 mil pessoas que trafegam por mês pelo local, serão surpreendidas com a maior organização dos ambulantes que comercializam produtos no local. A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) acaba de fechar parceria com o Sebrae para realizar uma pesquisa de identificação de consumo dos usuários do terminal, assim como analisar a viabilidade econômica e as necessidades de adaptação e melhoria dos micro e pequenos empreendimentos instalados no local.

“Este trabalho foi fruto de uma demanda da Emap ao Sebrae.  Faremos o levantamento junto aos usuários para identificar suas preferências de consumo, assim como nos voltaremos, com muita expressividade, aos empreendedores que, hoje, vendem seus produtos sem nenhum controle sanitário”, ressalta o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

Diante da demanda, o Sebrae reuniu sua equipe técnica para idealizar a ação e apresentar a proposta de parceria à Emap, levando em consideração a expertise da instituição em apoiar os pequenos negócios. No caso do Terminal do Cujupe, o Sebrae apresentará aos ambulantes a pessoa jurídica do microempreendedor individual, como alternativa de formalização de suas atividades.

“Chegamos em um bom momento, quando o Terminal do Cujupe está prestes a receber a reforma e há o desejo do Governo do Estado, por meio da Emap, de realizar o ordenamento dos ambulantes, tendo em vista dois fatores: o consumidor, que terá um espaço revitalizado e seguro no que se refere ao consumo de alimentos e os empreendedores, que passarão a enxergar a sua atividade como um negócio que gera renda e pode melhorar, continuamente, a qualidade de vida da população que reside no entorno do terminal e a economia, com o estímulo à produção local”, sinaliza o diretor superintendente do Sebrae que revelou.

Para o presidente da Emap, Ted Lago, o trabalho a ser realizado pelo Sebrae será salutar no desenvolvimento do empreendedorismo na localidade do Cujupe, formalizando os ambulantes e dando uma nova perspectiva às famílias da área. “Focaremos este trabalho nos 100 ambulantes que temos cadastrados e que, hoje, ocupam a área interna do terminal existente e uma tenda armada no local. O Sebrae já é um parceiro do governo do Estado em outras ações e tivemos, aqui, uma convergência de propostas importantes para a economia daquela região”.

A parceria entre a Emap e o Sebrae foi assinada na tarde da última sexta-feira (09.10) pelo presidente Ted Lago e os diretores do Sebrae no Maranhão, José Morais (área Técnica) e a diretora de Administração e Finanças, Rachel Jordão. As visitas para o início das pesquisas de campo devem ocorrer na segunda quinzena de outubro, quando os técnicos e consultores do Sebrae iniciam os trabalhos.

“Estamos muito satisfeitos com esta parceria que reforça o papel do Sebrae como agente de capacitação empreendedora, além de destacar a sua expertise junto aos pequenos negócios maranhenses, dando a oportunidade de vislumbrarem uma mudança de realidades pela via do empreendedorismo. Deste primeiro trabalho, outras parcerias podem ser efetivadas junto à Emap, levando em consideração o papel do Sebrae, de apoiar os pequenos negócios e torná-los sustentáveis”, pontua o diretor técnico da instituição, José Morais.

Texto: Sebrae-Ma

 

Boi Estrela de Bequimão se despede da temporada 2015

COMPARTILHE

Uma das brincadeiras mais tradicionais do Maranhão e a mais querida da baixada maranhense, o Bumba-meu-Boi Estrela de Bequimão, que este ano teve agenda lotada no período junino, vai se despedir neste sábado (10) da população de Bequimão. A tradicional matança do Boi Estrela de Bequimão, está programada para este sábado (10), na Rua João Bouéres, no centro da cidade, local tradicional da festa de final de ano.

A festa que vai ocorrer neste sábado (10), terá várias atrações, entre elas, a Banda Swing Sensual, Projeto Reggae Raiz e o melhor; a festa vai ser aberta ao público a partir das 18h. E para quem gosta de uma cerveja gelada, o churrasco é totalmente liberado. Então vá e leve seus amigos, porque se for por falta de Índias Lindas, a festa nunca vai terminar.

HISTÓRIA DO ESTRELA

Fundado em 03 de maio de 1984 (Hoje com 31 anos de tradição), o Bumba-Meu-Boi Estrela de Bequimão, foi pioneiro na Baixada e Litoral Ocidental maranhense no sotaque de orquestra. Com um repertório de toadas sinceras e empolgantes que retratam a fé religiosa, o amor e a cultura de seu povo, que, sem perder sua originalidade e identidade, mantém-se fiel ao autêntico ritmo do sotaque de orquestra até os dias atuais.  Conhecido pelo pelos cantadores e compositores da terra, o Boi Estrela de Bequimão ganhou inúmeros fãs por todo estado e onde se apresenta arrasta multidões.

SURGIMENTO

Em 1956, um senhor chamado Mestre Antero, homem de bem e querido por toda a população da Cidade de Bequimão, com a ajuda de alguns amigos, deu início a um “bloco de samba”, denominado “Estrela do Samba”, que ao lado de outro bloco chamando “Águia do Samba”, do Sr. Valderez, iniciaram as primeiras festas de Carnaval em Bequimão. Devido a alguns problemas internos, o “Bloco Estrela do Samba”, acabou caindo no esquecimento. Com a mudança de residência do Sr. Mestre Antero para um outro município do Estado, o “Estrela do Samba”, pausou as suas apresentações em carnavais. Decorridos alguns anos, início de 1980, sob a responsabilidade dos Srs. Antônio dos Santos Martins, conhecido por todos como (Tonho Martins), Lucas Gomes, Paulo Campos Neto e Valber Bertoldo Cruz Almeida, carinhosamente como (Vadico), foi reativado o “Bloco Estrela do Samba”.

ESTRELA ESTRELA1

Entretanto, como a nossa principal manifestação popular sempre foi os Festejos Juninos (São João, São Pedro e São Marçal), eis que surge a ideia de organizar uma “brincadeira” de Bumba-Meu-Boi, partida do Sr. Tonho Martins. Como era notório que nossa Cidade privilegiava-se em organizar “O Melhor arraial da Baixada”, rotulado assim pelos municípios vizinhos, veio uma pergunta: “Por que não organizar uma ‘brincadeira’ de Bumba-Meu-Boi, no Sotaque de Orquestra, em Bequimão?”.

O Sr. Tonho Martins, convocou para uma reunião toda a Diretoria da “Escola Estrela do Samba”, entre eles, os Srs. Lucas Gomes, Paulo Campos Neto, Valber Bertoldo Cruz Almeida (Vadico), João Cruz Almeida, carinhosamente chamado (Joca Mucura), Denilson Lemos Martins, Antonio Inácio Rodrigues & Raimundo João Macedo (já falecido), sugerindo a ideia da criação de um grupo de folclore popular, mais precisamente o Bumba-Meu-Boi, no sotaque de orquestra. Explanando aos membros da Diretoria que ali se faziam presentes.

Depois de aprovado pelos organizadores, deu-se início aos ensaios, que na época eram bastante precários, e no seu primeiro ano de apresentação, devido à falta de condições financeiras e incentivos, foram utilizadas fantasias aproveitadas da “Escola de Samba”. Mas com a força de vontade da Diretoria, o apoio da população e principalmente à vontade de Deus (segundo a direção), iniciou-se pela primeira vez, uma maravilhosa e bem sucedida carreira, a agremiação Folclórica de maior representação cultural do Município, o qual passou a se chamar “ASSOCIAÇÃO BUMBA-MEU-BOI ESTRELA DE BEQUIMÃO”, sotaque de orquestra, hoje com o nome de “ASSOCIAÇÃO CULTURAL E FOLCLÓRICA BUMBA-MEU-BOI ESTRELA DE BEQUIMÃO”.

 

SUCESSO EM 31 ANOS

Através de trabalhos gravados em 03 LP’s e 05 CD’s, a maior manifestação popular folclórica do Maranhão, o “Bumba-Meu-Boi” se tornou o maior sucesso do Estado. O Município de Bequimão, Estado do Maranhão – Brasil, localizado no Litoral Ocidental (antes pertencente à Baixada Ocidental Maranhense), foi o pioneiro na sua região, na realização dos Arraiais durante os Festejos Juninos. E hoje conta com um dos Bumba-meu-boi de orquestra mais queridos do Maranhão.

CONHEÇA MAIS, ACESSANDO AQUI NO BLOG BOI ESTRELA

 

 

 

Justiça: “A chave do cadeado chinês”

COMPARTILHE

Desta vez o prefeito de Anajatuba não escapou. Após inúmeras denúncias, hoje (9) a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça acatando o Ministério Público do Maranhão, decidiu afastar o gestor do cargo de prefeito pelo prazo de 90 dias.

Juntamente, com outras 26 pessoas, ele é acusado de participar de uma organização criminosa que fraudava licitações e desviava recursos públicos do município, conforme conclusões decorrentes das investigações efetivadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do MPMA.

O esquema também foi denunciado pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, entre outros.

A decisão judicial prevê, ainda, busca e apreensão de documentos, equipamentos de guarda ou arquivamento de dados, como computadores e pen drives, nas residências e locais de trabalho dos integrantes da organização. Foi determinado ao prefeito de Anajatuba apresentar, no prazo de 10 dias, as vias originais de processos licitatórios que são objeto da denúncia.

Neste caso estão incluídos Helder Aragão, Edinilson dos Santos Dutra, Álida Maria Mendes Santos Sousa, Leonardo Mendes Aragão, Luís Fernando Costa Aragão, Antônio José Fernando Júnior Batista Vieira, Antonio Carlos Braide, Fabiano de Carvalho Bezerra, João Costa Filho, Georgiana Ribeiro Machado e Francisco Marcone Freire Machado.

À pedido do MP foi determinado o bloqueio e a indisponibilidade de veículos e imóveis dos denunciados acima, bem como dos que pertencem de mais 16 pessoas. (Confira todos os nomes AQUI).

Foi determinado ainda ao prefeito de Anajatuba o comparecimento a todos os atos processuais para os quais for convocado; proibição de acesso ou frequência à sede da Prefeitura de Anajatuba, às respectivas Secretarias Municipais, Controladoria Geral e Comissão Permanente de Licitação, bem como à Câmara Municipal do referido município; e proibição de ausentar-se do Estado do Maranhão sem prévia autorização do Tribunal de Justiça.

As investigações foram iniciadas em setembro do ano passado, após representação do vice-prefeito de Anajatuba, Sydnei Costa Pereira. Ele denunciou o desvio de verbas públicas por meio de licitações simuladas.

Diante da situação, o MPMA investigou contratos do Município de Anajatuba com as empresas A4 Entretenimento, M.R. Comércio e Serviços, Vieira e Bezerra LTDA, Construtora Construir, dentre outras, e ao realizar diligências, constatou que as empresas existiam somente no papel.

Para aprofundar as investigações, o Ministério Público pediu e o TJ deferiu medidas cautelares que possibilitaram o oferecimento da ação penal, com provas concretas dos fatos.

Segundo a denúncia, o “núcleo empresarial” do esquema operava por meio de empresas de fachada, com sócios-laranjas que participavam de licitações previamente acertadas com a administração municipal. O dinheiro era dividido entre os chefes da organização e os agentes públicos. Juntamente com a denúncia do MP, foram efetuados pedidos cautelares, pendentes de apreciação pelo Tribunal de Justiça.

Com informações do MINARD.COM.BR

Ivaldo Rodrigues recebe Prêmio Nobre como vereador destaque de São Luís

COMPARTILHE

O vereador de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), recebeu, neste final de semana, o Prêmio Nobre 2015 na categoria Destaque Político da Câmara Municipal de Vereadores de São Luís. O evento aconteceu nos salões do Buffet Fábrica de Recepções e reuniu empresários, diretores de empresas privadas e públicas, autoridades municipais e estaduais, colunistas, jornalistas, estilistas, decoradores, profissionais liberais e personalidades.

O Prêmio Nobre, que está em sua VIII edição, tem o objetivo de reconhecer a trajetória de sucesso de personalidades dos mais diversos segmentos, premiando pelo protagonismo na história do estado.

Ivaldo1 Ivaldo2

O vereador Ivaldo Rodrigues, acompanhado de amigos e assessores, além do secretário de Esporte e Lazer de São Luís, Júlio França, recebeu o prêmio das mãos da apresentadora de TV, Madalena Nobre, anfitriã da festa.

Para o vereador o prêmio é mais uma motivação para continuar trabalhando pelo povo da capital maranhense.

– Ganhar este prêmio representa, além da emoção, a certeza de que estamos caminhando de forma transparente e fazendo a coisa certa. Continuarei na luta por um futuro cada vez melhor para o povo de nossa querida cidade de São Luís – ressaltou o pedetista.