casa » POLÍTICA » Vereador Chaguinhas denuncia a extinção da Escola Municipal de Musica de São Luís

Vereador Chaguinhas denuncia a extinção da Escola Municipal de Musica de São Luís

COMPARTILHE

O vereador Francisco Chaguinhas fez um importante pronunciamento na Câmara Municipal de São Luís, para abordar todo o processo de destruição da Escola Municipal de Música e justificativa para a demissão do violonista clássico e professor João Pedro Borges, da direção de um importante estabelecimento de ensino da arte musical.

A iniciativa do vereador feita com informações amplas e detalhadas do processo de sucateamento para em seguida a dolosa aplicação da destruição total da Escola Municipal de Música. Dentro do contexto, estão os gestores maiores do Sistema Municipal de Educação da administração do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. E tudo indica que existiam outros interessados e não está descartada a iniciativa própria do Chefe do Executivo Municipal, em se tratando que foi ele quem exonerou o professor João Pedro Borges, registrou o vereador Francisco Chaguinhas.

Bastante indignado, o vereador fez questão de dar detalhes de um relatório feito pelo violonista João Pedro Borges e encaminhado ao atual secretário Moacir Feitosa, da Educação Municipal. A resposta veio pelo meio cruel, irresponsável e total descompromisso da Prefeitura de São Luís com a educação e a cultura e por considerar a restabelecimento da Escola Municipal de Música, até como um retrocesso, houve a decisão do arquivamento da proposta de reconstrução da escola e exoneração sumária do violonista e professor João Pedro Borges, afirmou o vereador Francisco Chaguinhas para um plenário estarrecido com mais um ato de total irresponsabilidade do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

As lideranças do prefeito na Câmara Municipal, nenhuma delas se atreveu a fazer qualquer manifestação, o que poderia piorar muito mais o sério e o contundente pronunciamento de Chaguinhas. Pode-se dizer que está ficando caracterizado de que a destruição da Escola Municipal de Música e a demissão do violonista João Pedro Borges contaram com outros interessados e até invejosos, uma vez que ter o talento dele é impossível por ser um Dom de Deus e chegar onde ele chegou, requer competência, talento, perseverança, muito estudo e dedicação para mostrar em palcos de teatros de diversos países do mundo  a arte musical, escrevendo o nome do Maranhão e do seu torrão natal – São Luís., destacou o vereador Francisco Chaguinhas.

TEXTO: Aldir Dantas

 

 

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

PAÇO DO LUMIAR: “Construção da Praça do Lima Verde está em fase de licitação”, diz vereador Miguel Ângelo

Na tarde da última sexta-feira (10), o vereador de Paço do Lumiar-MA, Miguel Ângelo reuniu-se ...

Cantor Ivan Marques anuncia sua segunda Live Show em São Luís-MA

Por conta do isolamento social, as Lives Show se tornaram a principal ferramenta para levar ...

Henrique do PT, dirigente nacional da sigla, declara apoio a Rubens Jr

Na tarde desta segunda-feira (13), o suplente de deputado estadual – Henrique Sousa, mais conhecido ...

Moradores da Liberdade dialogam com Rommeo Amin e Rubens Jr

Ainda na manhã deste domingo(12), após assistir missa da igreja matriz da paroquia de Nossa ...

Rubens Jr participa de missa na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição no Coroadinho

Uma pausa para dialogar com Deus! Foi assim que teve início a maratona do deputado ...