casa » NOTÍCIAS » Realizado 2º mutirão do glaucoma em Bequimão

Realizado 2º mutirão do glaucoma em Bequimão

COMPARTILHE

*TRIBUNA DE BEQUIMÃO*

Neste domingo (31), aconteceu o segundo mutirão do “Programa do Glaucoma” em Bequimão. Cerca de 90 pacientes foram atendidos no Posto Santo Antônio, que está funcionando na antiga Unidade Mista, no Centro. O programa do Ministério da Saúde está sendo executado pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão e Hospital da Visão do Maranhão.

O glaucoma é uma doença que atinge o nervo óptico e provoca sua degeneração. Caso não seja identificada e tratada precocemente, a enfermidade pode levar à cegueira, no estágio final. “Ela não tem sintomas. Então, a forma primordial é a prevenção, com o exame de fundo de olho. Ela vai provocando a perda da visão periférica, que é a visão dos lados, mas é quase imperceptível aos pacientes. Quando chega ao estágio final está muito avançado e não tem o que fazer”, explicou o oftalmologista Heitor Simões, que realizou as consultas em Bequimão.

Segundo o médico, no Maranhão há um elevado número de casos de glaucoma, em razão das características do clima e da população. “É uma doença que não tem cura, mas pode ser feito o controle com o medicamento disponibilizado pelo governo”, destacou Simões. Os pacientes identificados com o glaucoma já saíram da consulta com a medicação e serão acompanhados a cada três meses, quando é avaliada a dosagem do remédio.

Na consulta, as pessoas diagnosticadas com outros problemas na visão, como a catarata e pterígio (carne no olho), são encaminhadas para cirurgia. Elas fazem um cadastro e partem para fazer o procedimento em São Luís, com as despesas pagas pela Prefeitura de Bequimão. Somente da gestão do prefeito Zé Martins, 580 pacientes bequimãoenses já receberam tratamento de catarata, pterígio e glaucoma, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

A comodidade de fazer a consulta no próprio município está agradando. “Eu tô achando muito bom, porque antes dependia de ir pra fora, despesa grande pra quem não tem condições. Eu quero é minha saúde”, avaliou o morador da Cidade Nova, Eneas Damasceno, de 80 anos.

Para ser atendido no programa de prevenção ao glaucoma, não há restrição de idade. Qualquer pessoa pode participar. Na ação realizada no domingo foram atendidos pacientes de 12 a 84 anos.

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Municípios recebem nesta terça-feira (7) a recomposição do FPM referente à junho; confira os valores

As prefeituras recebem na próxima terça-feira, 7 de julho, a recomposição do Fundo de Participação ...

Vereadora Fátima Araújo visita comunidade do bairro São Cristóvão

Tomando todos os cuidados necessários de prevenção contra a proliferação da Covid-19, poder ser do ...

PEC que adia eleições altera prazos relacionados à administração municipal

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 18/20) que determina a alteração da data das ...

Maranhão vai receber mais de R$ 49 milhões pela Lei Aldir Blanc

A Lei 14.017/2020 sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira, 29 de junho, vai injetar ...

Com o adiamento das eleições, Jeisael Marx volta para o Rádio e TV

A votação da Câmara dos Deputados que confirmou o adiamento das eleições tem uma série ...