casa » POLÍTICA » PCdoB de Flávio Dino pode ser uma pedra no sapato dos a favor do golpe

PCdoB de Flávio Dino pode ser uma pedra no sapato dos a favor do golpe

COMPARTILHE

BRASÍLIA — Ás vésperas da votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff no plenário da Câmara, o governo informou que conseguiu reverter votos e agora teria o número necessário para barrar o afastamento da presidente. Após reunião com governadores na sexta-feira, o Planalto comemorou a reversão de deputados, entre eles, Waldir Maranhão (PP-MA), que esteve com a presidente pela manhã.

Por outro lado, a oposição continua a garantir que tem os votos necessários. Durante a tarde, confirmou o apoio do PP, que fechou questão a favor do impeachment e ameaçou expulsar os dissidentes, em resposta à ida de Maranhão ao Planalto. No fim do dia, o partido puniu Maranhão com a perda do comando do diretório estadual. O resultado da votaçao no domingo é incerto.

Em resposta ao movimento do governo, que voltou a se reunir com governadores nesta sexta, o presidente da Câmara, Eduardo Câmara (PMDB-RJ), telefonou para deputados para cobrar apoio, segundo informou o colunista Lauro Jardim. Já o PDT também fez pressão, mas para o voto contrário ao impeachment: repetiu o PP e ameaçou expulsar quem votar pela admissão do processo.

ARTICULAÇÃO DE FLÁVIO DINO

Antes, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e o vice-líder do governo na Câmara Sílvio Costa (PTdoB-PE) anunciaram que o governo conta com votos necessários para superar o impeachment na Câmara. Segundo Costa, que mostrou um papel dobrado dentro do bolso com uma tabela de votos, todos os placares já divulgados estão errados. Dino afirmou que, até domingo, o governo terá de 20 a 30 votos revertidos a seu favor.

— O clima melhorou muito nos últimos dias. Há um entendimento claro, muito nítido, de que a suposta avalanche que havia na direção de apoio ao impeachment não se verificou. Ao contrário, nós temos uma tendência de reversão de expectativa nesse momento — declarou Flávio Dino.

— Nós já ultrapassamos o número de votos de 172, estado por estado. E temos ainda uma coluna que a gente chama “a trabalhar”. Temos 36 votos a trabalhar. Estamos bem acima da margem de erro. Hoje detectamos um desespero grande na oposição — emendou Sílvio Costa depois dele, sem querer especificar o número exato que o governo acredita já contar:

Por meio de sua assessoria, o ministro chefe do Gabinete Pessoal de Dilma, Jaques Wagner, apostou:

— Hoje (sexta-feira) o governo voltou a contar com 200 votos contra o impeachment.

Desde quinta-feira, a presidente tem arregimentado os governadores para atuar junto às bancadas estaduais para conversar com cada deputado na tentativa de reverter votos já declarados a favor do impeachment e convencer os indecisos a apoiar Dilma. Segundo Dino, no Amapá e no Maranhão, foram revertidos de seis a sete votos. Segundo o Planalto, a bancada da Bahia veio com 19 representantes: todos declararam voto contra o impeachment. Entre os deputados baianos, auxiliares de Dilma contabilizam contar com 24, dos 39.

PUBLICIDADE

Dino afirmou que, se o impeachment for aprovado, a população só terá “solução para seus problemas” a partir de 2017, com a “paralisação completa” do Brasil.

— Há uma ilusão de que se eventualmente o impeachment fosse autorizado no domingo, na segunda-feira nós teríamos condições melhores de governabilidade. Ao contrário, nós acreditamos que haveria uma situação muito grave, de uma dualidade de poderes, porque nós teríamos o governo da presidenta Dilma de um lado, por pelo menos mais 30 dias, e de outro um hipotético futuro governo. Depois nós teríamos ainda um longo processo de tramitação no Senado, de quatro, cinco, seis meses em que o Senado passa a ser presidido pelo Supremo Tribunal Federal — declarou o comunista.

Encontraram com Dilma também os governadores do Amapá, Waldez Góes (PDT); da Paraíba, Ricardo Coutinho (PB); do Ceará, Camilo Santana (PT) e da Bahia, Rui Costa (PT). Todos eles trouxeram consigo para falar com Dilma deputados de seus estados. O governo acha que, com o reforço dos governadores, Dilma volta a respirar.

BLOG SILVIA TEREZA

 

 

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Restaurante Popular solicitado por Fátima Araújo para o João de Deus será inaugurado dia 1º de junho

Após solicitação através de Indicação da vereadora Fátima Araújo (PCdoB),  ao governador Flávio Dino (PCdoB), ...

Vereadora Fátima Araújo recupera rua através de mutirão no Residencial João Alberto

Esperar do poder público os moradores do Residencial João Alberto já estavam cansados. Mas uma ...

Deputados estaduais reúnem-se com o governador em exercício no Palácio dos Leões

Deputados estaduais reuniram-se, nesta quinta-feira (16), com o governador em exercício do Maranhão, deputado Othelino ...

“Canindé Barros está brincando com o povo do João de Deus e Vila Conceição”, dispara Fátima Araújo

Em sessão realizada na última segunda-feira (13) no Plenário Simão Estácio da Silveira, na Câmara ...

Vereadora Fátima Araújo solicita ao governador Flávio Dino recapeamento asfáltico para o bairro São Cristóvão

A vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB), solicita através da Indicação Nº 148/2019 ao ...