casa » ESPORTE » Moto vence campeonato que tinha Sampaio, São José, Santa Quitéria, Cordino, Imperatriz, Bacabal, MAC, FMF, TV Difusora, Governo do Maranhão e Hans Nina

Moto vence campeonato que tinha Sampaio, São José, Santa Quitéria, Cordino, Imperatriz, Bacabal, MAC, FMF, TV Difusora, Governo do Maranhão e Hans Nina

COMPARTILHE

O Moto Club de São Luís conquistou seu 26º título estadual. O time rubro negro sagrou-se campeão maranhense de 2018 na noite deste domingo (8), mesmo perdendo para o Imperatriz no estádio Frei Epifánio D´Abadia. Apesar da derrota por 2 a 1 para o time Cavalino, o Papão do Norte levantou a taça, já que havia vencido a primeira partida por 3 a 0 no estádio Castelão e no resultado agregado deu Papão. A conquista é uma verdadeira resposta a todos aqueles que tentaram prejudicar o clube rubro-negro na competição.

Bem antes de iniciar o Campeonato Maranhense, a Federação Maranhense de Futebol (FMF) montou uma tabela totalmente desfavorável ao Moto Club. Depois tentaram tirar o clube da competição e até o Sampaio Corrêa tentou tirar pontos do rival, mas fracassou. Outras confusões envolvendo tabela e FMF continuaram, mas o rubro-negro foi maior a tudo isso.

O mérito é todo da diretoria, jogadores e torcida. E claro que não se pode deixar de falar do comando de Célio Sérgio e Natanael Júnior, que mesmo sem recursos, mas com muita vontade e entrega pelo Moto Club levaram a essa importante conquista que classifica o Papão para a Copa do Brasil 2019 e Copa do Nordeste 2019, além de garantir vaga na Série D de 2019, caso o Moto não consiga acesso para a série C.

Um campeonato disputado por 8 clubes, acabou sendo formado por 11 adversários que lutaram contra o Moto dia e noite. O papão atropelou todos e não tomou conhecimento de nenhum. Sampaio, São José, Santa Quitéria, Cordino, Imperatriz, Bacabal, MAC, FMF, TV Difusora, Governo do Maranhão e Hans Nina, foram massacrados em campo, para o delírio da torcida. Oito times entraram em campo, os outros 4 tentaram melar a competição. Uma equipe formada por homens que honraram a camisa rubro negra do início ao fim.

Vale registrar que os jogadores do Moto Club também foram muito profissionais, pois estão sem receber os salários de janeiro, fevereiro e março, e ainda foram despachados da pousada em que a direção pagava para hospedar os jogadores de fora. No Moto é assim, tudo é com luta. Um time fe fibra e de garra. Se Raul Meneses fosse vivo, diria: “Esse grupo é um time de macho”.

Com Informações do Blog do Diego Emir

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Rússia espera passar da fase de grupos da Copa pela primeira vez na história

POR PAULO HENRIQUE GOMES – A um mês do início da Copa do Mundo da ...

Estádio Nhozinho Santos entra na milésima reforma só na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Jr

Um ano depois de entregar o estádio municipal Nhozinho Santos “reformado” e que reabriu meia ...

Após virar rei em 2017 no Amapá, Edson Porto confirma retorno ao Santos para a temporada 2018

Macapá-AP – É oficial! O técnico Edson Porto (foto) está de volta ao Santos para a temporada 2018. A informação ...

Vereadora Fátima Araújo cria Escolinha de Futebol que vai beneficiar crianças carentes do João de Deus

A criatividade é a principal arma de quem trabalha pensando na melhoria de vida das ...

Seguidores de Cristo levanta a taça do Campeonato Principal do João de Deus

Um campeonato formado por 14 clubes, mas só dois chegaram à grande final, que aconteceu ...