casa » NOTÍCIAS » Médico é preso por omissão de socorro no Hospital Materno Infantil em Pinheiro-MA

Médico é preso por omissão de socorro no Hospital Materno Infantil em Pinheiro-MA

COMPARTILHE

Uma criança recém-nascida, moradora da cidade de São Bento, teve atendimento negado no hospital Materno Infantil na madrugada desta quinta-feira (1) na cidade de Pinheiro e morreu dentro da ambulância na porta do hospital. Segundo policiais que foram chamados, o médico de plantão identificado por Paulo Roberto Penha Costa, se negou à atender, cometendo o crime omissão de socorro, estabelecido no artigo 135 do Código Penal Brasileiro.

De acordo com a Força Tática da Policia Militar do 10º BPM de Pinheiro, a criança chegou ao hospital e não foi atendida porque estaria vindo de outra cidade. Com isso a guarnição foi acionada via rádio informando que teria uma ambulância da cidade de São Bento na porta do hospital Materno infantil de Pinheiro com um recém-nascido em estado grave de saúde e que a equipe do hospital estaria se negando a tendê-lo. O chamado aconteceu por volta das 3h da manhã.

A guarnição da Policia Militar se dirigiu até o local e constatou In loco, a veracidade da denúncia. A Policia solicitou a presença do médico plantonista, e foi informada por uma enfermeira que o médio não poderia atender a criança por ser da vizinha cidade de São Bento e o Materno Infantil de Pinheiro não recebe pacientes desse município.

 Segundo a polícia o médico não saiu do seu quarto, onde estava deitado descançando para atender a criança e nem mesmo para dar explicações a força policial que solicitou a presença do profissional. Diante de tal omissão, a guarnição policial se deslocou até o quatro onde estava o Paulo Roberto Penha Costa, para explicar a gravidade dos fatos, mas não obteve êxitos. O vídeo abaixo mostra o momento da prisão do médico.

Mesmo assim o médico continuou dizendo que não atenderia, negando-se a atender a criança e que se tratava de uma omissão de socorro e por se tratar de um crime foi solicitado que o mesmo  acompanhasse a guarnição até Delegacia de Polícia  para prestar esclarecimentos. Segundo a polícia o médico respondeu que não iria a lugar algum reagindo com agressividade e arrogância, tendo que ser imobiliza-lo pela guarnição e conduzido.

Minutos depois a criança veio a óbito dentro da ambulância na porta do hospital. Tanto o prefeito quanto a direção do hospital serão denunciados na Promotoria Pública por crime de omissão de socorro, um fato lamentável que chocou toda sociedade pinheirense.

OMISSÃO DE SOCORRO

É um dos crimes previstos no Código Penal brasileiro, em seu art. 135. É o exemplo clássico do crime omissivo. Deixar de prestar socorro a quem não tenha condições de socorrer a si próprio ou comunicar o evento a autoridade pública que o possa fazê-lo, quando possível, é crime. Pena na forma simples, detenção de 1 a 6 meses ou multa. Se resultar lesão grave, reclusão de 1 a 4 anos. Se resultar morte, reclusão de 4 a 12 anos. Ação penal pública incondicionada.

Por tanto se a lei for aplicada conforme seu artigo 135 do Código Penal, o médico Paulo Roberto Penha Costa pode ser condenado até 12 anos de cadeia. A fiança para esse tipo de crime é de 50 salários mínimos, ou seja, hoje seria uma total de R$ 47.700,00 (quarenta e sete mil e setecentos reais). Mesmo pagando a fiança não isenta de responder pelo crime culposo. Caso não pague a fiança será mantido peso.

 

Por Vandoval Rodrigues

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Bequimão é o primeiro município do MA a cumprir meta do Busca Ativa Escolar

Mais de quarenta alunos evadidos das escolas de Bequimão vão retornar às salas de aulas ...

Prefeitura de Bequimão recupera estradas vicinais na zona rural

Muito antes do período chuvoso, a Prefeitura de Bequimão, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, ...

Prefeitura de Bequimão convoca usuários do cartão SUS para atualização

A Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), convoca os ...

Prefeitura de Bequimão constrói ponte e bueira de concreto na zona rural

Nem o período chuvoso atrapalha o trabalho de infraestrutura realizado pela Prefeitura de Bequimão na ...

Desesperado, Kabão usa seu último cartucho

O último cartucho A água já passou da boca e agora está no nariz. O ...