casa » ESPORTE » Josué Teixeira conquista seu 2º título em 2014

Josué Teixeira conquista seu 2º título em 2014

COMPARTILHE

JT

O técnico Josué Teixeira conquistou seu segundo “Caneco” na temporada. A Série C do Brasileiro, agora é carioca e conheceu o campeão de 2014 na tarde deste sábado (22). Jogando em um Mangueirão lotado para mais de 38 mil pessoas, o Macaé ignorou a pressão da torcida, empatou em 3 a 3 com o Paysandu e sagrou-se campeão da Terceirona. É a terceira vez que o Macaé não tomou conhecimento de Arena lotada e eliminou seus adversários. O primeiro a provar do Veneno de Josué, foi o Fortaleza. O segundo foi o CRB de Alagoas e hoje o Paysandu dançou o Carimbó em pleno Mangueirão. O gol do título foi marcado por Diego Corrêa, por debaixo das pernas do goleiro Paulo Rafael.

A conquista do título só veio pelo critério dos gols marcados fora de casa. Como o primeiro jogo da final, em Macaé, no Rio de Janeiro, terminou empatado em 1 a 1, o Alvianil praiano levantou a taça por ter marcado mais gols na casa do adversário. Este é o primeiro título nacional do Macaé, que já havia conquistado o vice da Série D de 2009, justamente contra um time paraense, o São Raimundo de Marabá.

TUDO IGUAL

A partida, que já era marcada pelo nervosismo por se tratar de uma decisão, criou ainda mais contornos de tensão devido ao atraso da delegação do Macaé, que começou pressionado. Jogando a decisão em casa, em um Mangueirão lotado para mais de 38 mil pessoas, o Papão foi quem tomou a iniciativa primeiro.

A primeira chance de perigo veio aos nove minutos, quando o atacante João Carlos quase marcou um belo gol depois de girar em cima de dois marcadores, mas bater mal. Aos poucos, o Alvianil praiano foi se soltando e equilibrando a partida, mas aos 16 veio o balde de água fria.

O lateral Airton cruzou na cabeça de Zé Antônio, que, completamente livre, voou pra estufar a rede e abrir o placar para o Paysandu. Daí até mais da metade da primeira etapa, o jogo perdeu em emoção e qualidade, principalmente pelo festival de passes errados dos dois times. Apesar de mais organizado, a primeira chance de perigo criada pelo Macaé só veio aos 35, quando Diego cobrou falta com violência e a bola acertou a trave de Paulo Rafael.

No fim do primeiro tempo, a emoção voltou. O time carioca empatou também com uma cabeçada. João Carlos subiu mais que toda a zaga do Papão e mandou um tiro de cabeça, deixando tudo igual. Na sequência, o atacante só não marcou outro de cabeça, pela boa intervenção do goleiro Paulo Rafael. Aos 47, quase outro do Papão. Yago Pikachu fez fila e quase marcou um golaço de esquerda.

FESTIVAL DE GOLS E EMOÇÃO ATÉ O FINAL

A segunda etapa reservou ainda mais emoção para os torcedores dos dois finalistas e também para quem aprecia um futebol bem jogado. O jogo foi aberto do início ao fim da etapa complementar, com os dois times buscando o gol a todo o momento. Ele veio antes a favor do Paysandu, logo aos sete minutos, quando Ruan chutou de primeira no canto esquerdo de Milton Raphael para delírio total da apaixonada torcida do Papão.

Mas a felicidade paraense não durou muito. Aos 14, brilhou a estrela de João Carlos mais uma vez. Como um típico centroavante, ele se antecipou à marcação para desviar com a ponta do pé, a bola encobriu o goleiro e ainda bateu no travessão antes de entrar. Pouco tempo depois, aos 23, um golaço à altura desta decisão emocionante. Esperto, o lateral Pikachu roubou a bola e cruzou rasteiro para Rômulo, que fez um lindo gol de letra para recolocar o Papão na frente.

Enganou-se quem pensou que, jogando em casa, o time de Belém fosse conseguir segurar o resultado. Muito corajoso, o time carioca saiu pro jogo e insistiu até conseguir o empate, que veio com uma falha do goleiro Paulo Rafael. O autor do gol do título foi Diego Corrêa. Ele tabelou com João Carlos e, de dentro da área, bateu de esquerda. A bola passou caprichosamente por baixo das pernas do goleiro do Papão.

Na base do “abafa”, o Paysandu lutava bravamente e ainda insistia em busca do quarto gol, principalmente com as bolas alçadas na área. Mas em todas as bolas levantadas, o goleiro Milton Raphael foi seguro e conseguiu se sobressair sobre o ataque do Papão. Com o Papão lançado ao ataque, o Macaé ainda desperdiçou algumas boas chances em contra-ataques. Mas não fez falta, pois o time carioca conseguiu suportar a pressão final e sagrou-se campeão da Série C de 2014. Lembrando, que o técnico do Macaé, é o experiente Josué Teixeira, que este ano foi campeão Piauiense pelo River.

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Vereadora Fátima Araújo reinaugura Estádio Gaiolão reformado

A reinauguração das dependências administrativas do estádio Gaiolão, onde funcionará o Departamento Autônomo de Desportos ...

Seguidores de Cristo conquista o título de campeão do João de Deus

Em jogo realizado na manhã deste domingo (3) no estádio Gaiolão no bairro Vila Conceição/João ...

Rio Negro X Seguidores de Cristo vão fazer a final do Campeonato do João de Deus

Em jogos realizados neste domingo (27) no estádio Gaiolão no bairro Vila Conceição/João de Deus, ...

Neste domingo (27) tem semifinal do Campeonato Principal do bairro João de Deus

Para quem gosta de apreciar um bom futebol amador, a pedida para este domingo (27) ...

Rematrícula para os projetos Educar para Vencer e Sonho na Ponta dos Pés começa nesta segunda (21)

Os projetos Educar para Vencer (Reforço Escolar) & Sonho na Ponta dos Pés (ballet), criados ...