casa » ESPORTE » Josué Teixeira conquista seu 2º título em 2014

Josué Teixeira conquista seu 2º título em 2014

COMPARTILHE

JT

O técnico Josué Teixeira conquistou seu segundo “Caneco” na temporada. A Série C do Brasileiro, agora é carioca e conheceu o campeão de 2014 na tarde deste sábado (22). Jogando em um Mangueirão lotado para mais de 38 mil pessoas, o Macaé ignorou a pressão da torcida, empatou em 3 a 3 com o Paysandu e sagrou-se campeão da Terceirona. É a terceira vez que o Macaé não tomou conhecimento de Arena lotada e eliminou seus adversários. O primeiro a provar do Veneno de Josué, foi o Fortaleza. O segundo foi o CRB de Alagoas e hoje o Paysandu dançou o Carimbó em pleno Mangueirão. O gol do título foi marcado por Diego Corrêa, por debaixo das pernas do goleiro Paulo Rafael.

A conquista do título só veio pelo critério dos gols marcados fora de casa. Como o primeiro jogo da final, em Macaé, no Rio de Janeiro, terminou empatado em 1 a 1, o Alvianil praiano levantou a taça por ter marcado mais gols na casa do adversário. Este é o primeiro título nacional do Macaé, que já havia conquistado o vice da Série D de 2009, justamente contra um time paraense, o São Raimundo de Marabá.

TUDO IGUAL

A partida, que já era marcada pelo nervosismo por se tratar de uma decisão, criou ainda mais contornos de tensão devido ao atraso da delegação do Macaé, que começou pressionado. Jogando a decisão em casa, em um Mangueirão lotado para mais de 38 mil pessoas, o Papão foi quem tomou a iniciativa primeiro.

A primeira chance de perigo veio aos nove minutos, quando o atacante João Carlos quase marcou um belo gol depois de girar em cima de dois marcadores, mas bater mal. Aos poucos, o Alvianil praiano foi se soltando e equilibrando a partida, mas aos 16 veio o balde de água fria.

O lateral Airton cruzou na cabeça de Zé Antônio, que, completamente livre, voou pra estufar a rede e abrir o placar para o Paysandu. Daí até mais da metade da primeira etapa, o jogo perdeu em emoção e qualidade, principalmente pelo festival de passes errados dos dois times. Apesar de mais organizado, a primeira chance de perigo criada pelo Macaé só veio aos 35, quando Diego cobrou falta com violência e a bola acertou a trave de Paulo Rafael.

No fim do primeiro tempo, a emoção voltou. O time carioca empatou também com uma cabeçada. João Carlos subiu mais que toda a zaga do Papão e mandou um tiro de cabeça, deixando tudo igual. Na sequência, o atacante só não marcou outro de cabeça, pela boa intervenção do goleiro Paulo Rafael. Aos 47, quase outro do Papão. Yago Pikachu fez fila e quase marcou um golaço de esquerda.

FESTIVAL DE GOLS E EMOÇÃO ATÉ O FINAL

A segunda etapa reservou ainda mais emoção para os torcedores dos dois finalistas e também para quem aprecia um futebol bem jogado. O jogo foi aberto do início ao fim da etapa complementar, com os dois times buscando o gol a todo o momento. Ele veio antes a favor do Paysandu, logo aos sete minutos, quando Ruan chutou de primeira no canto esquerdo de Milton Raphael para delírio total da apaixonada torcida do Papão.

Mas a felicidade paraense não durou muito. Aos 14, brilhou a estrela de João Carlos mais uma vez. Como um típico centroavante, ele se antecipou à marcação para desviar com a ponta do pé, a bola encobriu o goleiro e ainda bateu no travessão antes de entrar. Pouco tempo depois, aos 23, um golaço à altura desta decisão emocionante. Esperto, o lateral Pikachu roubou a bola e cruzou rasteiro para Rômulo, que fez um lindo gol de letra para recolocar o Papão na frente.

Enganou-se quem pensou que, jogando em casa, o time de Belém fosse conseguir segurar o resultado. Muito corajoso, o time carioca saiu pro jogo e insistiu até conseguir o empate, que veio com uma falha do goleiro Paulo Rafael. O autor do gol do título foi Diego Corrêa. Ele tabelou com João Carlos e, de dentro da área, bateu de esquerda. A bola passou caprichosamente por baixo das pernas do goleiro do Papão.

Na base do “abafa”, o Paysandu lutava bravamente e ainda insistia em busca do quarto gol, principalmente com as bolas alçadas na área. Mas em todas as bolas levantadas, o goleiro Milton Raphael foi seguro e conseguiu se sobressair sobre o ataque do Papão. Com o Papão lançado ao ataque, o Macaé ainda desperdiçou algumas boas chances em contra-ataques. Mas não fez falta, pois o time carioca conseguiu suportar a pressão final e sagrou-se campeão da Série C de 2014. Lembrando, que o técnico do Macaé, é o experiente Josué Teixeira, que este ano foi campeão Piauiense pelo River.

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Acompanhado de Fátima Araújo, Flávio Dino entrega Praça reformada no bairro João de Deus

O bairro João de Deus viveu na tarde desta sexta-feira (19), um momento histórico nos ...

Vereadora Fátima Araújo vistoria obras da reforma da Praça da Juventude no bairro João de Deus

A vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB), esteve na manhã desta quarta-feira (10), acompanhada ...

Vereadora Fátima Araújo vistoria reforma da Quadra do João de Deus e encontra obra bastante avançada

A vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB), esteve nesta terça-feira (25), vistoriando os serviços ...

Vereadora Fátima Araújo acompanha Flávio Dino durante vistoria da obra da Quadra Poliesportiva do João de Deus

Na manhã deste sábado, dia 01 de junho, a vereadora de São Luís, Fátima Araújo ...

No Dia Internacional da Mulher é hora de falar sobre futebol

GRANDE ILHA – Durante muito tempo os conceitos enraizados pelo senso comum, estabeleceram como predominante ...