casa » EDUCAÇÃO » Comunidade de Juraraitá aprimora produção de farinha de mandioca

Comunidade de Juraraitá aprimora produção de farinha de mandioca

COMPARTILHE

Encerrou, na última sexta-feira (27), o Curso de Melhoramento da Produção de Farinha de Mandioca, promovido pelo Sebrae/Ma, por meio da Unidade Regional de Pinheiro, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão. Foram capacitados 18 pequenos produtores de mandioca. Os produtores foram orientados para melhor aproveitamento do subproduto da mandioca, com a produção de sabão, vinagre; melhoramento da goma de tapioca; adubação do solo; carrapaticida e pesticida para o controle de pragas e insetos que atacam as lavouras; manejo de fabricação e higiene da matéria prima e base física.

Os dezoito produtores da comunidade Quilombola de Juraraitá ainda aprenderam a aproveitar o tucupi, líquido extraído da mandioca, antes era desperdiçado. No Pará, o tucupi é bastante conhecido e dá origem a um dos pratos típicos mais apreciados no estado vizinho, mas entre todos os participantes bequimãoenses era totalmente desconhecido.

A gerente regional do Sebrae, Unidade Pinheiro,  Rosa Amélia Borges participou do encerramento da atividade. Ela ressalta a importância de uma qualificação dessa natureza. “Todo conhecimento adquirido tem como base a proposta de continuidade da melhoria da produção de farinha, atendendo os padrões de higiene e de qualidade. Todos, sem exceção, passarão assim a ter a garantia da venda de seus produtos no mercado”, destacou.

JU2 JU3

Para o secretário municipal de Indústria e Comércio de Bequimão, Ademar Costa, o curso é uma certificação de que a Prefeitura Municipal apoia os pequenos produtores da região. “O prefeito apoiará a comunidade disponibilizando um box no Mercado Municipal da cidade e também vamos estimular a participação na Feirinha da Agricultura familiar, realizada pela Secretaria de Agricultura”, disse.

Já o secretário de Agricultura, Creuber Pereira, foi categórico ao mostrar o interesse da administração do prefeito Zé Martins em impulsionar a produção do campo. “Estamos a disposição para ajudar a comunidade nessa etapa de capacitação continuada, e quero fazer um apelo aos produtores para que sejam firmes na mudança de alguns hábitos de produção, para que de fato pratiquem o que o Sebrae ensinou nesta capacitação”, finalizou o secretário.

Feliz pela capacitação de seu povo, o presidente da Associação Nova União dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Quilombolas de Juraraitá, Ivan, aproveitou para agradecer a parceria entre Sebrae e Prefeitura de Bequimão. “Quero agradecer a oportunidade e estou muito satisfeito pelos resultados obtidos com a capacitação dos produtores na comunidade”, finalizou a liderança comunitária.

Para o superintendente do Sebrae/MA, João Martins, o órgão tem como estratégia principal ampliar sua atuação, estabelecendo parcerias sustentáveis com todas as esferas do poder público e com a iniciativa privada. “A capacitação sobre mandiocultura realizada pelo Sebrae na comunidade quilombola de Juraraitá, em Bequimão, é uma iniciativa do Sebrae, através do Projeto de Atendimento Territorial, em parceria com a Prefeitura Municipal. O objetivo é oportunizar aos agricultores familiares de comunidades quilombolas boas práticas de gestão, inovação, transferência de tecnologias sociais e melhoria dos processos produtivos. com orientação técnica, planejamento e foco no mercado. A comunidade de Juraraitá se habilita para cultivar mandioca e produzir a farinha e outros derivados de forma qualificada e com garantia de comercialização na sede e em outros municípios vizinhos. Outras comunidades quilombolas serão atendidas, respeitando suas atividades produtivas e potencialidades locais”, destacou Martins.

Sobre João Filho

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*

x

Além disso, verifique

Vereadora Fátima Araújo leva estudantes do “Educar para Vencer” para a Feira do Livro

Uma das maiores incentivadoras da educação básica, a vereadora Fátima Araújo tem feito um trabalho ...

Alunos do projeto Educar para Vencer voltam às aulas

Os quase cem alunos matriculados para as aulas de reforço escolar do projeto Educar para ...

Câmara aprova projeto que amplia horário dos postos da bilhetagem eletrônica em São Luís

De autoria do vereador Raimundo Penha (PDT), o projeto de lei nº 155/17 já foi ...

Prêmio Estácio de Jornalismo distribui R$ 125 mil reais

Inscrições vão até 5 de julho Ainda há tempo para jornalistas de todo o Brasil ...

Curso do seu Sonho na Faculdade Estácio São Luís

Um sonho cada vez mais real e possível. É assim que o acesso ao ensino ...