casa » Arquivos do Altor: João Filho (página 350)

Arquivos do Altor: João Filho

Agenda lotada nesta segunda feira

COMPARTILHE

7

Esta segunda feira (15) foi pequena para tantas atividades parlamentares do vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), também presidente da comissão de orçamento da câmara municipal de São Luís. Logo bem cedo, o parlamentar atendeu as lideranças comunitárias em seu gabinete. Após agenda cumprida, Ivaldo desceu para o plenário da câmara onde participou da sessão e teve novos requerimentos aprovados.

1 2

Após a sessão, o vereador passou por uma bateria de perguntas sobre a LOA – Lei Orçamentária Anual, em uma entrevista coletiva. Após a coletiva de imprensa, Ivaldo atendeu várias lideranças dentro do plenário da câmara. Já pensando na reunião de amanhã (16) sobre a LOA 2015, o parlamentar tratou logo de organizar todos os documentos, para que sejam cobradas explicações aos secretários municipais de São Luís.

3 4

Em 2014, o vereador Ivaldo Rodrigues esteve de licença Por 120 dias no período da campanha para deputado estadual, mas mesmo assim, o parlamentar que representa a região do Turu, pode se tornar o vereador com maior número de requerimentos aprovados em apenas 9 meses de trabalho este ano.

5IV12

Atuante e assíduo, Ivaldo é sempre um dos primeiros vereadores a chegar ao plenário da câmara todos os dias. Diferente de muitos, que só chegam cedo quando é autor de alguma preposição do dia. Mesmo assim, ainda tem gente que chega atrasado.

 

Último dia para discutir a LOA 2015

COMPARTILHE

IV12

Amanhã (16) de dezembro será um dia decisivo para a Câmara Municipal de São Luís e principalmente para a capital maranhense. Nesta terça feira, será realizada uma reunião às 9h na sala da presidência da Câmara Municipal. O assunto a ser debatido, será a LOA – Lei Orçamentária Anual. A reunião será comandada pelo vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) presidente da Comissão de Orçamento da Câmara, vereador José Joaquim (PSDB) Relator da Comissão e vereador Pedro Lucas (PTB) membro da comissão.

IV121 IV122

Além dos membros da Comissão de Orçamento, estarão presentes na reunião, o atual presidente da casa parlamentar, Isaias Pereirinha (PSL) e o presidente eleito vereador Astro de Ogum (PMN). Mas mesmo assim, todos os vereadores foram convidados a participarem da reunião. A imprensa em geral também está convocada a comparecer.

Já foram realizadas várias reuniões, e até audiência pública na câmara municipal de São Luís, para debater a LOA, que está prevista para 2,7 bilhões de reais em 2015. Nos encontros anteriores, a prefeitura de São Luís foi representada pelo secretário municipal de planejamento, José Cursino Raposo, além do secretário de governo, Lula Fylho.

CD3 CD4

Nesta terça feira (16) a comissão de orçamento espera contar na reunião da LOA, com os secretários municipais de Governo, Fazenda e Planejamento. Os vereadores têm até o dia 22 de dezembro para definirem o valor do orçamento municipal para 2015. Mais informações acesse: www.joaofilho.com

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Provável demissão na Câmara é debatida

COMPARTILHE

ASTRO

Conduzida pelo vereador Astro de Ogum (PMN), presidindo a sessão legislativa desta segunda-feira (1), a situação de uma provável demissão de servidores da Câmara Municipal de São Luís foi debatida ontem no Plenário Simão Estácio da Silveira. Os vereadores procuraram tomar ciência de todo o trâmite do processo, que vem deixando os funcionários do Legislativo Ludovicense apreensivos, diante de uma ameaça de serem exonerados de seus empregos.

Para explicar a situação Astro de Ogum convidou o procurador legislativo Ítalo Azevedo, que vem acompanhando o processo há treze (13) anos. Bastante didático o causídico forneceu explicações sobre todos os recursos impetrados pela Câmara Municipal com a tentativa de evitar a demissão dos servidores. Ítalo Azevedo deixou claro que o Ministério Público solicitou a demissão de 272 funcionários e que a Justiça chegou a conceder a manutenção de apenas 45, restando 227 com a ameaça de exoneração.

EXISTÊNCIA DE LISTA E PRAZO

Havia um boato de que a Câmara Municipal tinha o prazo de até a última sexta-feira, (28), para encaminhar uma lista com o nome dos funcionários que seriam demitidos. Ficou esclarecido que não existia ainda nenhuma lista e que não existe determinação de prazo para que o Legislativo mande a tal lista para o Ministério Público, e que o expediente do MP não tem efeito suspensivo.

BUSCAR MECANISMOS

Diante de uma sugestão de não encaminhar uma lista com prováveis demissionários para o Ministério Público, já que não existe um prazo determinado para tal finalidade, Astro de Ogum falou para os vereadores que iria manter uma conversa ontem a tarde mesmo com o presidente da Casa, vereador Antonio Isaias Pereirinha (PSL), em virtude de não ter a titularidade da Presidência do Legislativo. Falando para todos que “descansem em paz seus corações”, Astro de Ogum ficou de ter um diálogo com todos os vereadores nesta terça-feira, (02), com o objetivo de buscar mecanismos com a finalidade de encontrar uma saída para o problema.

PDT realiza Convenção Municipal

COMPARTILHE

PDT

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) de São Luís realizou, na tarde desta sexta-feira (28), a sua Convenção Municipal para a eleição do Diretório Municipal, que conduzirá a sigla na capital maranhense pelos próximos dois anos, e para debater sobre a intensa participação do partido durante as eleições deste ano.

O deputado federal Weverton Rocha, reeleito como presidente do diretório, destacou a importante participação do partido durante o pleito de 2014, que obteve êxito tanto no âmbito estadual – com a eleição de Flávio Dino -, como no âmbito nacional – com a reeleição da presidente Dilma Rousseff. “O nosso partido vem dia após dia se reinventando e se fortalecendo, e temos demonstrado, tanto a nível nacional, como estadual, a sua importância. Aqui em nosso estado, chegamos neste momento com a sensação de missão cumprida”, declarou Weverton.

O presidente estadual da sigla, Julião Amim, relembrou com orgulho o papel do PDT no estado e destacou a felicidade do partido em contribuir com o próximo governo. “Fomos o primeiro partido a declarar apoio ao Flávio e estou muito feliz por ter participado dessa vitória histórica”, disse.

O momento contou com a participação do governador eleito, Flávio Dino, que prestigiou o evento e destacou o importante trabalho desenvolvido pelo PDT durante as eleições que culminaram em sua eleição. “É uma alegria muito grande partilhar deste momento com todos os companheiros do PDT que muito contribuíram para a nossa vitória no estado. A minha vitória representa a vitória de Neiva Moreira e de Jackson Lago, porque neste ano derrotamos para sempre a oligarquia. Agradeço muito ao PDT pela sua maturidade política e confio muito em sua força, pela sua história e por ser uma força presente que será capaz de nos ajudar a mudar a vida de sete milhões de maranhenses”, falou.

Dino destacou ainda o seu critério em escolher os nomes que irão compor a sua equipe de governo a partir do próximo ano e ressaltou o perfil técnico dos pedetistas que contribuirão de maneira direta com sua administração. “Na formação da minha equipe, eu levei em conta critérios técnicos e políticos, e cada nome foi escolhido com muito cuidado, para que de fato possamos levar para as pessoas aquilo que elas tanto almejam: a mudança”.

Durante o evento, inúmeros nomes do partido, como o vereador de São Luís Pavão Filho, e os deputados estaduais eleitos, Rafael Leitoa e Fábio Macedo, falaram do protagonismo de luta do partido dentro do estado e ressaltaram a disposição de seus mandatos. “No Maranhão é necessário mudar o modelo político que é exercido, e nosso partido sempre foi protagonista nesta luta. E todos arregaçaram as mangas em favor deste momento histórico que vivenciamos”, enfatizou Pavão Filho.

O momento contou, ainda, com a participação do deputado federal Pinto da Itamaraty (PSDB), representantes e militantes de diversos movimentos do partido, além de simpatizantes.

Após a convenção foi feita, ainda, a abertura do Retiro da Juventude Socialista do PDT, que ocorrerá até o próximo domingo (30) e contará com a participação de cerca de 100 jovens de 20 municípios maranhenses. O encontro tem como principal objetivo a formação política dos jovens.

Novo Diretório Municipal do PDT São Luís – Weverton Rocha (presidente), Raimundo Penha (vice-presidente), Pavão Filho (2º vice), Luzimar (tesoureira) Júlio França (secretário), Conceição Maia (1ª vogal).

Troca-Troca: Sai o Vasco, entra o Botafogo

COMPARTILHE

BF

O futebol do Estado do Rio de Janeiro está em decadência total. Após a volta do Vasco à elite do futebol brasileiro, outro carioca volta à segunda divisão. O Botafogo está rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro, com a derrota para o Santos, neste domingo (30), pelo placar de 2 a 0, em tarde inspirada do atacante Leandro Damião, no Estádio da Vila Belmiro, pela 37ª rodada do Brasileirão. O artilheiro marcou os dois gols do descenso do Fogão.

O Santos enfim lavou a alma de seus torcedores do título brasileiro perdido em 1995 pelo próprio Botafogo. O Peixe se vingou e, mesmo cumprindo tabela, rebaixou o rival. Com o resultado, o clube paulista fica com 50 pontos na tabela de classificação.

O Botafogo, por sua vez, não conseguiu o milagre. O Fogão está rebaixado, juntamente com o Criciúma, pois está na penúltima posição com 33 pontos e não pode mais alcançar o Palmeiras (39), primeiro time fora da zona de rebaixamento.

JEFFERSON O SALVADOR?

O Santos começou o jogo assustando os torcedores botafoguenses. Logo no minuto inicial, Robinho arriscou de fora da área e mandou muito perto do gol de Jefferson. Na sequência, o Peixe perdeu um gol incrível. Gabriel invadiu a área e rolou para David Braz, que na frente do goleiro, isolou a bola.

A resposta do Botafogo veio aos 15 minutos. Régis cobrou falta na cabeça de André Bahia, que testou para linha de fundo. Apesar do susto, o Santos jogava melhor e voltou a atacar em seguida. Robinho entortou Dankler e chutou. Jefferson fez grande defesa, salvando o Fogão de sair atrás do marcador.

O goleiro foi o principal destaque da primeira etapa. Na cabeçada de Caju, aos 34 minutos, Jefferson pulou para tirar no canto esquerdo. Aos 41, contou com a sorte no chute de Gabriel. O atacante recebeu dentro da área e mandou no travessão. Ante do apito final, porém, Andreazzi e Dankler se estranharam e trocaram alguns empurrões. Por sorte, o árbitro não os colocou para fora.

DAMIÃO AFUNDOU A ESTRELA

Na segunda etapa, o Santos voltou no mesmo ritmo e finalmente abriu o marcador. Aos dois minutos, Leandro Damião deixou Dankler no chão e chutou no canto esquerdo, sem chances para o goleiro Jefferson. O atacante enfim deu mostras do futebol que o consagrou no Internacional.

Se já parecia aceitar o resultado com o empate, a derrota parcial fez o Botafogo esmorecer de vez. O que se viu daí para frente foi o cenário perfeito da triste realidade botafoguense. Sem reação, os 11 jogadores do clube carioca viam o adversário, completamente desinteressado, tocar a bola.

Aos 44 minutos, o Santos ainda fez o segundo. Lucas Lima fez bela jogada pelo lado direito de campo e rolou para Leandro Damião. Dentro da área, o atacante furou no primeiro arremate, mas ainda conseguiu se recuperar e empurrar para o fundo das redes.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Santos enfrentará o Vitória-BA no domingo, às 17h, no Estádio do Barradão, em Salvador. Já o Botafogo volta a campo no mesmo dia e horário, contra o Atlético-MG, no Mané Garrincha, em Brasília.

 

Jacioca de cara nova

COMPARTILHE

Matéria de Assessoria

JC6

Quem chega ao povoado Jacioca, em Bequimão, e passa pelas comunidades do entorno já pode trafegar em estradas melhores e mais seguras. Nos trechos mais estreitos, as vias foram ampliadas e está sendo construída uma ponte de concreto sobre o Rio Jacioca. O prefeito Zé Martins vistoriou as obras que estão levando mais desenvolvimento à região.

JC JC1

As estradas vicinais recuperadas começam no Ramal do Jacioca e passam pelos povoados Mojó, Centro dos Lopes e Vila do Meio. Ainda serão beneficiadas as comunidades Titara e Baixo Escuro. “O povo pedia muito por essas estradas, porque elas estavam em péssimas condições. Agora, o povo está muito satisfeito com o trabalho que o prefeito Zé Martins está fazendo”, afirmou o vereador Vetinho.

JC2 JC3

O prefeito conversou com moradores e lideranças das comunidades. “Você está fazendo umas estradas bonitas aí. Estão ficando muito boas”, disse o proprietário do Restaurante Mariscos, Adelino Barbosa, ao encontrar Zé Martins, que observava cada detalhe das obras. “Estamos fazendo esse trabalho com todo zelo, para oferecermos à população a melhor estrutura possível. Esta ponte sobre o Rio Jacioca vai ser uma ponte para nunca mais acabar”, garantiu o prefeito.

JC4 JC5

Compra-se um “Anzol” mágico

COMPARTILHE

PRB

Quando penso que já vi de tudo no Maranhão, vem uma surpresa. Mas desta vez, eu não me surpreendi com as matérias sobre derrame de carteiras para pescadores de Asfalto. Não me surpreendi quando falaram que existem pescadores em municípios sem rio, lagoa, grota e mar. Seria surpresa mesmo, se a Polícia Federal, colocassem na cadeia esses “Inventores” de pescadores mágicos, que ao invés de pegarem peixes, pegam apenas o seguro defeso. Mas pra muitos foi surpresa. Alô MP e PF, pra cima deles…e não precisa pegar barco para prender esses pilantras, basta irem a uma Câmara de Vereadores pelo Maranhão, ou até mesmo na Assembleia legislativa. Mas se quiserem pegar peixe grande, a viagem tem que ser aérea e direto a Brasília.

No último domingo (23) o Jornal Estadão, do Estado de São Paulo, mas que circula em todo Brasil, trouxe uma reportagem que para os repórteres, parecia exclusiva. Na segunda feira (24) o Jornal Nacional da rede Globo mostrou uma reportagem baseada na matéria publicada pelo Estadão. O assunto os maranhenses já conhecem Dicó e salteado. “A famosa pescaria de asfalto”. Uma prática que já dura mais de 10 anos no Maranhão e nenhum órgão público se manifestou sobre o assunto. É o famoso derramamento de carteiras de pescador, que já ultrapassou dos limites.

Bem antes do Ministério da Pesca ser gerido pelo PRB (Partido Republicano Brasileiro) os pescadores fantasmas já existiam no Maranhão. Uma forma de conquistarem votos por todos os municípios do Estado. Ter pescadores que não sabem pescar ou que não conhecem um instrumento de pesca, é tolerável, haja vista que os municípios com as maiores colônias de pesca são justamente os que não existem nem grota. Na porta da Superintendência Federal na Praça do bairro Diamante, em São Luís, onde é feito o cadastro dos pescadores, tem gente de todas as idades, classes e perfis.

Os presidentes de colônias de Pescadores no Maranhão cobram a mensalidade mais cara de todos os sindicatos e ainda ficam com uma porcentagem do seguro defeso. Em cidades como Bequimão, na baixada maranhense, tem pescadores que nunca receberam esse tal “Seguro Defeso” e pagam todo mês suas mensalidades. Em Bequimão tem comerciantes que recebem o seguro, gente que nunca foi ao campo e recebe como se fosse pescador e não conhece nem piaba.

No período da eleição, a Superintendência Federal, servia de abrigo para os políticos “Pescadores” de asfalto que passavam horas dentro do prédio, principalmente à noite. A máfia é muito grande e o Ministério Público não se preocupa com isso, assim como o INSS, que aposenta os novos e deixa os velhos morrerem de fome. Em Alcântara, por exemplo, tem um trabalhador doente há mais de 5 anos e os peritos do INSS reprovam ele em todas as perícias.

Os políticos são culpados, os presidentes de colônias também, mas o erro acontece dentro do próprio órgão responsável pelo benefício e que abriga canalhas, corruptos e mercenários. Um exemplo concreto está dentro do INSS, com tantas aposentadorias frias e ninguém da um basta na situação. Só queria ter o prazer um dia de ver os órgãos como INCRA, SUS, DENTRAN e INSS, trabalharem sem desviar dinheiro público. Alguém está se dando muito bem com essa falcatrua. Os culpados já estão maduros de tanto roubarem.

 

 

Pescaria no “Asfalto” maranhense

COMPARTILHE

Do Estadão

Foto de Marcos D'eça

Foto do Blog Marcos D’eça

Um mês antes do início da campanha eleitoral, o Ministério da Pesca alterou norma interna e permitiu que carteiras de pescador, antes confeccionadas pela Casa da Moeda, fossem emitidas em papel comum. A medida permitiu que, desde junho, as próprias superintendências da pasta nos Estados, a maioria controlada pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), confeccionassem os documentos, que dão direito a salário durante os cinco meses do defeso e outros benefícios.

As carteiras impressas em papel moeda tinham uma marca d’água para evitar fraudes – uma proteção que as confeccionadas em papel comum não dispõem.

O PRB, ligado à Igreja Universal, comanda a pasta desde março de 2012, quando o senador Marcelo Crivella (RJ) foi nomeado ministro. Ele deixou o cargo para disputar o governo do Rio. O ministério é chefiado hoje pelo pastor Eduardo Lopes, também do PRB e suplente de Crivella. A sigla trabalha para manter a pasta no próximo mandato de Dilma Rousseff. Das 27 superintendências, 17 estão sob a chefia de filiados e dirigentes do partido.

No Acre, a Polícia Federal e o Ministério Público investigam denúncia de que houve um derrame de carteiras no período eleitoral para pessoas que não praticam a atividade pesqueira. A distribuição teria beneficiado Juliana Rodrigues de Oliveira e Alan Rick, respectivamente eleitos deputados estadual e federal pelo PRB. Até março, doutora Juliana, como é conhecida, foi superintendente estadual do ministério. Ela já havia, sem sucesso, disputado uma eleição, antes de ocupar o cargo.

‘CHEQUE PRÉ-DATADO’

Foto Blog Jorge Aragão

Foto Blog Jorge Aragão

A Polícia Federal já tomou depoimento de eleitores que receberam as carteiras cinco dias antes das eleições – parte deles assentados da reforma agrária. Eles disseram ter vendido o voto em troca do benefício. A investigação está sob sigilo da PF.

O registro do pescador é como um “cheque pré-datado”. O seguro-defeso, que garante salário no período em que a pesca é proibida, só pode ser recebido um ano após a emissão da carteira. Há exigências como comprovação por meio de relatório da atividade pesqueira. O documento dá direito a linhas de crédito bancário e aposentadoria especial.

Dados do ministério mostram que, no Acre e no Maranhão, o número de carteiras emitidas no período eleitoral supera o dos demais meses. De agosto a outubro, foram confeccionadas 30.177 carteiras no Maranhão, mais que as 22.581 dos sete meses anteriores do ano.

A Polícia Federal tem 14 inquéritos abertos no Estado para apurar irregularidades no pagamento do seguro-defeso ou na distribuição de carteiras. O Ministério Público informou que tramita um recurso no Tribunal Regional Eleitoral relacionado à distribuição das carteiras, também sob sigilo da PF.

O número de pescadores artesanais registrados no País hoje é de 1.005.888. Dados do Ministério do Trabalho mostram que, de abril a setembro, o número de requerentes do seguro da pesca chegou a 281 mil – foram 198 mil no mesmo período de 2013. A pasta não informou quais Estados tiveram maior crescimento.

A Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca, embrião do ministério, foi criada em 2003 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva para acomodar o petista José Fritsch, candidato derrotado ao governo de Santa Catarina. Quando assumiu o cargo em 2012, Crivella disse em tom de brincadeira que não sabia “colocar uma minhoca no anzol”. De lá para cá, a verba usada para pagar segurados do defeso subiu de R$ 1,2 bilhão para R$ 2 bilhões ao ano. / COLABOROU FÁBIO FABRINI

 

OPINIÃO DO PORTAL

Aqui no Maranhão não precisa consultar Bita do Barão ou Pai Léo, para descobrir quem está envolvido nessa roubalheira. O deputado federal, Kleber Verde, que vive mais enrolado com a justiça que charuto de bêbado, ainda colocou seu irmão Junior verde no bolo negro. Tem municípios do Maranhão, que os “Pescadores” não conhecem o rio e muito menos o mar. Os que verdadeiramente pescam não recebem, mas os que não conhecem um anzol se quer, recebem toda temporada. Além disso, os presidentes de colônias também comem do peixe, OPs! do seguro defeso. A máfia é tão grande, que se todos os pescadores cadastrados pescassem os peixes já estariam em extinção. Tem cidade que tem mais pescadores cadastrados que habitantes. Se o jornal nacional mostra a matéria, esse políticos corruptos devem está morrendo de vergonha. Que pena desses coitados!

 

 

Rádios Comunitárias no governo FD

COMPARTILHE

abraco-ma

A Associação Brasileira de Rádios Comunitárias no Maranhão (Abraço-MA) reúniu sua diretoria executiva e secretários regionais, juntamente com representantes de emissoras de várias regiões do estado, em uma plenária, dia 22 de novembro, em São Luís, para formular propostas e reivindicações sobre uma plataforma de democratização da Comunicação, à luz do cenário de mudanças com o governo Flávio Dino (PCdoB). “A plenária foi um momento de trabalho e estudos sobre a participação das rádios comunitárias no novo momento político e administrativo que o Maranhão promete viver a partir de 1º de janeiro de 2015”, enunciou Luis Augusto Nascimento, presidente da Abraço- MA.

Os comunicadores e comunicadoras vão aprovar um documento no qual apontam as diretrizes para a efetivação de um conjunto de medidas que atendam ao interesse público com a participação das rádios comunitárias. O documento será entregue ao futuro secretário de Articulação Política, Marcio Jerry, para que dialogue junto às secretarias demandadas pela Abraço-MA.

Entre as medidas, a entidade reivindica a distribuição de verbas publicitárias do governo estadual na rede de emissoras filiadas, mediante a veiculação de spots e campanhas coordenadas pela Secom (Secretaria Estadual de Comunicação). Ainda junto à (Secom), que terá como titular o jornalista Robson Paz, a Abraço-MA vai reivindicar a criação de uma Superintendência de Comunicação Comunitária que atue diretamente com as emissoras, desenvolvendo um programa de formação e requalificação dos comunicadores e comunicadoras. Pulverizadas em todos os municípios do Maranhão, as emissoras comunitárias querem também participar dos programas e projetos de alavancagem dos indicadores sociais e ações na área cultural, de saúde e educação. “As rádios são fundamentais no processo de desenvolvimento local, porque muitas vezes são o único meio de comunicação que chega às comunidades falando a linguagem do povo.

Podemos contribuir também nos programas relacionados ao meio ambiente, que é fundamental para a melhoria da qualidade de vida da população”, explicou José Maria Machado, coordenador das Secretarias Regionais da Abraço-MA.

Outra reivindicação da entidade é a criação do Conselho Estadual de Comunicação, inspirado na iniciativa da Prefeitura de São Luís, que chamou ao diálogo as entidades e profissionais da área para criar o Conselho Municipal de Comunicação, cujo projeto foi enviado à Câmara de Vereadores.

“Queremos, através dos conselhos, criar instâncias de dialógo e permanente debate sobre todas as questões que envolvem a comunicação em São Luís e no Maranhão, estimulando os outros municípios a puxarem esse debate. As rádios comunitárias têm um papel fundamental nesse processo”, explicou o radialista Neuton Cesar, diretor de Assuntos Institucionais da Abraço-MA.

Matéria do Blog Fatos & Casos