casa » Arquivos do Altor: João Filho (página 290)

Arquivos do Altor: João Filho

Câmara Municipal joga domingo contra SMTT

COMPARTILHE

O time da Câmara Municipal de São Luís volta a campo no próximo domingo (23), contra a equipe da SMTT pelo campeonato do IPAM de Futebol Society, após ter aplicado uma sonora goleada de 9 a 1 sobre a SEMAD, no último domingo (16). Com esse resultado a equipe deu um importante passo na disputa do Campeonato do IPAM, que está sendo realizado entre agremiações representando órgãos e instituições da administração municipal.

Durante o certame, o time do Legislativo tem apresentado um bom desempenho, o que pode lhe credenciar a chegar as finais do campeonato e disputar o almejado título de campeão. Para tanto, a equipe vem contando com um trabalho sério e dedicado do trio de treinadores formado por Geraldo, Lula e Magão, que prometem aperfeiçoar o desempenho tático do time.

Nessa goleada da última partida, a equipe entrou em campo formada por: Aldo, Galo Rouco, Welder, Wê, Galêgo, Aldinho, Cedral, Max, Lulinha, Robson e Maninho. Na excelente vitória os responsáveis pelo resultado bastante positivo foram: Wê (03) gols, Aldinho 2, Maninho 2, Galêgo 1 e Galo Rouco 1.

São Mateus intensifica ações de combate à seca na zona rural

COMPARTILHE

A Prefeitura de São Mateus, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca, está intensificando a construção de açudes em várias comunidades rurais do município.
De acordo com Antônio Miranda, secretário adjunto da pasta, desde que assumiu o comando do Município, o prefeito Miltinho Aragão (PSB) deu condições para iniciar as obras que beneficiam o trabalhador rural. Ele afirmou que em apenas dois anos de governo, 60 açudes já foram construídos.
— Graças ao empenho do prefeito e do nosso secretário Clóvis Bernardi, a retroescavadeira da Prefeitura tem trabalhado muito e agora estamos intensificando os serviços, para levar este serviço àqueles que mais precisam e com isso oferecer apoio ao homem do campo. Somente na gestão do prefeito Miltinho já foram construídos 60 açudes — disse.
Com a intensificação do trabalho não vai demorar, para que a prefeitura chegue a todas as comunidades do município com as ações que objetivam diminuir, sobretudo, os efeitos de longos períodos de estiagem.

TEXTO: Dalvana Mendes

Deputado Wellington convida profissionais de comunicação para Audiência Pública

COMPARTILHE

O deputado estadual Wellington do Curso (PPS), vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, utilizou a tribuna, na manhã desta quarta-feira (18), para convidar os radialistas, jornalistas e profissionais da Comunicação para a Audiência Pública, solicitada por ele, junto ao Sindicato dos Radialistas, que discutirá sobre a importância do profissional de comunicação para a sociedade.

Por entender a importância dos comunicadores no processo de socialização e democratização de ideias e informações, Wellington, que sempre teve um bom relacionamento com a imprensa maranhense, foi um dos primeiros parlamentares a promover discussão sobre os interesses da classe no parlamento estadual.

Na oportunidade, o parlamentar reafirmou que sempre estará à disposição para ser a “voz” da comunicação no parlamento.

“É de fundamental importância que prestigiemos e valorizemos os profissionais de comunicação para que se sintam estimulados a se aprimorarem cada vez mais. Por enxergar a comunicação como o agente de industrialização e conteúdo cultural capaz de ser transmitido pelos meios de comunicação de massa, convido a todos os jornalistas, blogueiros, comunicadores e radialistas para que, na próxima sexta-feira, às 14h, possamos realizar a audiência pública na Assembleia Legislativa, no Auditório Fernando Falcão, em defesa da comunicação e da liberdade de expressão, objetivando discutir os direitos trabalhistas da classe, entre eles: o piso salarial; a oficialização do registro dos profissionais; o melhoramento da estrutura do sindicato; a organização da classe patronal; determinação do uso da voz em propagandas publicitárias ou rádio; sindicalização permanente que visa conversar com os trabalhadores, para que eles se sintam representados entre outros”, ressaltou.

A audiência pública acontecerá nesta sexta-feira (21), a partir das 14 horas, no auditório Fernando Falcão (Assembleia Legislativa), e contará com a participação do Sindicato dos Radialistas, profissionais da comunicação, Secretaria de Estado da Comunicação, Delegacia Regional do Trabalho, Secretaria Municipal de Comunicação, rádios AM/FM dentre outros órgãos representativos da classe.

 

Câmara realiza painel sobre os 70 anos de reinstalação da Justiça Eleitoral

COMPARTILHE

A Câmara Municipal de São Luís deu início a comemoração dos 70 (setenta) anos de reinstalação da Justiça Eleitoral no Brasil e no Maranhão, nesta segunda-feira (17), com a realização de um painel, proposto pelo presidente da Casa, vereador Astro de Ogum. Sobre o ato, ele destacou “a importância da Câmara de Vereadores de São Luís ser escolhida para iniciar a comemoração da reinstalação da Justiça Eleitoral, já que esta Casa tem sempre procurado está presente em atos importantes para a nossa população e para a nossa sociedade”.

O evento teve como painelista o vice-presidente e corregedor eleitoral do TRE (Tribunal Regional Eleitoral), desembargador Lourival Serejo, falando inicialmente sobre a escolha do Legislativo Ludovicense para o início das comemorações.

“Primeiramente se deu por uma justificativa histórica, porque as Câmaras foram os primeiros locais de exercício da cidadania, comporta pelos homens de bem da localidade, hoje elegíveis, e também porque aqui estão estes homens que passaram por ficha limpa e outras exigências para estarem aqui”, disse o magistrado.

Logo a seguir passou um histórico da instalação da Justiça Eleitoral no Maranhão no dia 21 de outubro de 1932, sob a presidência do desembargador Alberto Correia Lima, tendo seu funcionamento interrompido em 1937. A sua reinstalação aconteceu em 06 de junho de 1945, com a presidência do desembargador Costa Fernandes.

O desembargador fez observações acerca dos avanços da Justiça Eleitoral como voto para analfabetos, aos 16 anos, urna eletrônica até a implantação do sistema biométrico. Sobre esse tema destacou a existência de 15 (quinze) municípios já contarem com esse sistema, que será estendido a mais 55 (cinquenta e cinco) para as eleições de 2016.

Finalizando “faço a promessa de oferecer aos assessores dos vereadores curso de direito eleitoral focado em questões de elegibilidade e registro de candidaturas”. Convidado por Astro de Ogum a dirigir uma mensagem a todos os vereadores e câmaras maranhenses, Lourival Serejo conclamou a todos “a se apoderarem dessa importância histórica para se transformarem em ouvidores do povo atentos aos clamores, reclamações e angústias da população”.

MANIFESTAÇÕES DE VEREADORES

Após o painelista se manifestaram os vereadores Francisco Chaguinhas (PSB) afirmando que “a Justiça Eleitoral é a maior protagonista para o fortalecimento da democracia brasileira, e que a comemoração dos seus 70 anos mostra a firmeza ao esbanjar sua credibilidade e prestígio”. Já Ivaldo Rodrigues (PDT) disse que “esse painel é importante para todos nós para termos a obrigação de entender todo esse processo, até com mais profundidade”.

O vereador Pavão Filho (PDT) aproveitou para apresentar proposta para a composição do TRE. “Hoje é composto por 07 (sete) membros, entre juízes, desembargadores e 02 (dois) advogados indicados pelo presidente da República a partir de uma lista elaborada pela OAB. A nossa sugestão é que os advogados sejam eleitos numa eleição direta, e não por indicação do presidente”.

Para finalizar José Joaquim (PSDB) inicialmente procurou homenagear o ex-secretário geral do TRE, Ernane Santos, “cuja nome para o plenário da corte eleitoral partiu por indicação desta Casa”; Milson Coutinho, que foi procurador da Câmara Municipal e presidente do Tribunal de Justiça e do TRE, e o advogado Ítalo Azevedo, procurado desta Casa, que foi membro da Justiça Eleitoral”. Por fim ele traçou um paralelo entre a história da Câmara e a Justiça Eleitoral, “pois vivemos um momento de felicidade para que tenhamos uma Justiça Eleitoral cada vez mais forte” arrematou.     

 

Texto: Alteré Bernardino

 

Agricultores e artesãos de Alcântara vão expor na Agritec

COMPARTILHE

MATÉRIA DE ASSESSORIA

Depois de realizar a doação de toneladas de sementes de milho, arroz e feijão, implantar o Programa de Aquisição de Alimentos (PPA), em parceria com os governos estadual e federal e ampliar a assistência técnica e extensão rural de Alcântara, a gestão do Prefeito Domingos Araken (PT) promoverá a participação de agricultores familiares e artesãos locais na Feira da Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec), de 27 a 29 deste mês, em São Bento.

Representando o prefeito Araken, o vice-prefeito, Pastor Pedro se reuniu recentemente com técnicos da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para definir a participação da Prefeitura de Alcântara na Agritec 2015. A parceria é mais uma importante ação estratégica do governo Flávio Dino para o fortalecimento da união entre o Governo do Maranhão e o município de Alcântara.

Participaram da reunião o vice-prefeito Pastor Pedro, a chefe de gabinete da Prefeitura de Alcântara, Soraia Gleide, os assessores municipais, Nonato Santos e João Climaco e Osvaldo Ferreira, este último representando o Secretário Municipal de Agricultura, José Aniceto e técnicos agrícolas municipais, a gerente da regional do Sebrae em Pinheiro, Rosa Amélia Borges e Rafaelle Oliveira, assessora da Secretária de Estado da Agricultura  e assessores da pasta.

Osvaldo Ferreira, respaldado pelo Secretário Aniceto, confirmou a participação da caravana local na Agritec. Nesta semana, a secretaria confirmará o nome de todos os participantes do município.  Na Agritec, o município de Alcântara terá um stand para a divulgação dos seus produtos e também a oportunidade de promover os destaques dos trabalhos institucionais e da produção artesanal.

“Vamos expor a produção artesanal do povoado Santa Maria, feita a partir da fibra natural, e os trabalhos em cerâmica dos povoados São Raimundo Guaranis e Itamatatíua, com suas peças encantadoras de argilas”, disse o Pastor Pedro. Rafaelle Oliveira destacou a importância do município em apresentar o lado cultural no stand e sugeriu que o Alcântara realizasse um desfile com as vestimentas da Festa do Divino e exposição dos doces de espécie e licores.

“Nós ficamos muito felizes pelo convite e afirmamos que o município participará”, garantiu Pastor Pedro. “Será de grande valor para agricultura do município e a nossa produção artesanal participarmos da Agritec”. O Pastor Pedro  aproveitou a reunião para solicitar dos representantes do Governo Estadual, novos benefícios para a melhoria da agricultura familiar de Alcântara.

 “55 técnicos agrícolas de Alcântara estão à espera de uma oportunidade de emprego, mas para isso é necessário que o Estado nos ajude a promover as políticas para os agricultores”, disse o vice-prefeito. Rafaelle Oliveira anotou as solicitações para repassá-las ao secretário da pasta. Ao final da reunião ficou confirmada uma nova audiência entre Prefeitura e Estado para apresentar as necessidades do setor rural local.

Aliados de Helder Aragão organizam carreata em Anajatuba

COMPARTILHE

Desde a última sexta-feira (14), a banca de advogados contratada pelo prefeito afastado de Anajatuba – Helder Lopes Aragão(PMDB) estuda a melhor estratégia jurídica para derrubar a liminar proferida pela juíza de Anajatuba – Mirella Cezar Freitas na Ação de Improbidade Administrativa ajuizada pelo Ministério Público Estadual.

Pela decisão, a juíza determinou o afastamento do prefeito pelo interregno de 180 dias e imediata posse do vice-prefeito – Sydnei Pereira, marcada pela Câmara Municipal de Anajatuba para às 08hs da manhã da próxima sexta-feira (21).

Ocorre que diante do processo que tramita na 1ª Câmara Criminal, na qual a Procuradoria de Justiça pediu o afastamento do prefeito e, ainda, a decretação da prisão preventiva de outras 14 pessoas acusadas de integrar uma organização criminosa, que em apenas dois anos desviou cerca de R$ 14 milhões dos cofres públicos, a defesa ainda não tinha decidido qual seria a melhor estratégia.

Vale ressaltar que a mais de 20 dias, o processo que tramita na 1ª Vara Criminal, permanece sendo analisado pelo desembargador João Santana, designado relator após o pedido de suspeição dos colegas Raimundo Magalhães Melo e Bayma de Araújo.

REGIME DE PLANTÃO

Segundo o art. 522 do CPC, como a decisão interlocutória poderá ocasionar um dano irreparável ou de difícil reparação, o prazo para ajuizamento do Agravo será de até 10 dias. Mas por outro lado, pelo regimento interno da Corte maranhense, somente as petições ajuizadas em até 72hs da notificação dos envolvidos são apreciadas no plantão, após esse prazo, a movimentação deverá seguir a tramitação normal, ou será que neste caso, por conta da força política de alguns dos envolvidos, a chamada subjetividade do magistrado poderá atribuir prazo distinto?

ARTICULAÇÃO

De acordo com informações de pessoas ligadas ao próprio Helder, depois do contato feito com pessoas ligadas à Presidência do TJMMA, durante todo o final de semana e tarde de segunda-feira (17), correligionários de Helder estariam organizando os detalhes de uma carreata para comemorar a derrubada da liminar e o retorno do prefeito ao comando do Executivo Municipal, antes da posse do vice-prefeito.

Ainda na sexta-feira (14), a defesa vislumbrou a possibilidade de entrar com a medida judicial cabível no plantão do desembargador Guerreiro Júnior, mas preferiu recuar. Contudo, segundo aliados, com a chancela de um advogado ligado a presidente do TJMMA – Cleonice Freire, o qual seria genro da desembargadora, a petição deverá ser ajuizada nas próximas horas, mesmo já havendo expirado o prazo para a apreciação do pleito no plantão.

A defesa estaria tentando direcionar o julgamento do Agravo de Instrumento para a própria presidente, contudo, ainda segundo o regimento interno do Tribunal, essa possibilidade só acontecerá se, ainda estivéssemos no prazo do plantão, e o plantonista, no caso o desembargador José Bernardo, conhecido pela sua integridade moral e conduta ilibada, e que estará respondendo pelo plantão até domingo (23), se dê por suspeito, o que dificilmente deverá acontecer.

Vale ressaltar que, diante da farta documentação probante das inúmeras irregularidades acostada tanto na Ação de Improbidade Administrativa proposta pelo promotor de base, bem como no processo que tramita na 1ª Câmara Criminal, deferi o pleito que deverá ser formulado pela defesa, seria loucura para não dizer burrice, pois muito em breve à sociedade maranhense irá conhecer todas as provas e, certamente, a justiça maranhense ficará numa situação nada confortável.

 

TEXTO: Itamargarethe

Prefeitura de Bequimão e IBAM firmam parceria ambiental

COMPARTILHE

Representantes das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Agricultura de Bequimão, estiveram reunidos no último dia (3) no gabinete do prefeito, Zé Martins (PMDB), para definir junto ao Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) agenda de trabalho e capacitação para fortalecimento da gestão ambiental no município.

A coordenadora do IBAM no Maranhão, Nila Fialho, apresentou as linhas de ação, entre elas, a Orientação Técnico-jurídica aos Governos Municipais e a Capacitação em Gestão Ambiental: Cadastro Ambiental Rural (CAR), Introdução a Geotecnologia, Gestão Ambiental Municipal, Política Nacional de Meio Ambiental, Licenciamento Ambiental Municipal, Instrumentos de Gestão Ambiental, Bioma Amazônia e Desmatamento, Capacidades Municipais para a Gestão Ambiental, entre outros.

A Primeira etapa ocorrerá entre os dias 18 e 20 de agosto deste ano, na cidade de Viana (MA), o Curso de Cadastro Ambiental Rural (CAR). O CAR é o principal instrumento para a implantação do Código Florestal. Consiste em um registro eletrônico obrigatório, de abrangência nacional, para todos os imóveis rurais. Nesta etapa 15 municípios da Baixada estarão representados no evento.

A equipe municipal, ainda este mês iniciará o Curso de Geotecnologia, para que os envolvidos obtenham informações que permitam compreender e planejar o uso de geotecnologias para atividades de monitoramento, fiscalização e planejamento ambiental e territorial no município de Bequimão.

A Secretária de Meio Ambiente e Turismo, Keyla Soaresreforçou a importância desses conhecimentos para a gestão territorial e ambiental, na aplicação de políticas públicas no município de Bequimão.

SEMATUR2 SEMATUR1

PREMIAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO AMBIENTAL

O Programa apresenta também como uma de suas linhas de ação a premiação de boas práticas de gestão ambiental. Este prêmio tem por objetivo identificar e premiar experiências desenvolvidas no Bioma Amazônia que promovam a preservação dos recursos naturais e o desenvolvimento local sustentável, em especial a redução do desmatamento. E ainda conta com a parceria da Rede de Capacitação da Amazônia (RECAM).

PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DE GESTÃO AMBIENTAL– PQGA

O PQGA (Programa de Qualificação de Gestão Ambiental) é uma iniciativa do IBAM, com recursos do Fundo Amazônia/BNDES, destinada a fortalecer a governança ambiental dos municípios, contribuindo para o controle e redução do desmatamento no Bioma.

Visando atender esses desafios, o PQGA implementa um conjunto de ações articuladas, ofertando orientações técnico-jurídicas, capacitação a distância  e presencial, identificação  e disseminação de melhores práticas, além de projetos específicos, como estudos e assessorias em apoio à descentralização da gestão ambiental e da melhoria da articulação federativa.

O prefeito Zé Martins (PMDB), aderiu ao PQGA ainda no primeiro semestre de 2015. Considerando o apoio para a qualificação da gestão ambiental no município de Bequimão.

Matéria do Blog SEMATUR/BEQUIMÃO

 

Deputados garantem apoio da AL à Prefeitura de Alcântara

COMPARTILHE

NOTA DE ASSESSORIA

Em audiência pública recente, realizada na Igreja do Carmo, na sede do município de Alcântara (MA), os deputados Zé Inácio (PT) e Wellington do Curso (PPS) garantiram o apoio da Assembleia Legislativa do Maranhão à luta da Prefeitura Municipal e dos moradores por novos avanços na saúde, educação, assistência social, segurança e infraestrutura. Conduzida pelo socialista, a audiência reuniu autoridades e lideranças locais.

Participaram da audiência o prefeito de Alcântara, Domingos Arakem (PT), o ex-deputado Hélio Soares, vereadores e representantes do Governo do Maranhão, Delegacia Regional de Pinheiro, Defensoria Pública, Promotoria de Justiça e das comunidades da sede e povoados. A audiência foi definida a partir das manifestações públicas pelo incidente que ocorreu na Unidade Mista Dr. Neto Guterres e que levou a óbito mãe e filho.

AVANÇOS GARANTIDOS

A união de forças entre moradores, Prefeitura e o Parlamento também recebeu a forte parceria do Governo Maranhão, que já garantiu a aprovação da Samu de Alcântara na Comissão Intergestores Regionais (CIR). O município também terá de volta os recursos do CAPS. O Governo do Estado garantiu ainda apoio à Atenção Básica do Município e que o Hospital Macrorregional de Urgência e Emergência de Pinheiro (MA), que será inaugurado em setembro deste ano. O hospital é mantido pelo Governo Estadual.

O novo hospital será porta de entrada para atendimento aos pacientes graves de Alcântara. Na audiência, Zé Inácio (PT) e Wellington do Curso se comprometeram a intermediar junto ao Governo do Maranhão sobre as questões da segurança e saúde pública do município. Zé Inácio (PT) demonstrou a preocupação em relação aos protestos contra a gestão municipal e que estenderam a outras instituições públicas.

“O Prefeito de Alcântara, Domingos Arakem, teve a altivez e a coragem de vir aqui nesta audiência pública, decisão que talvez muitos prefeitos não teriam, para continuar o diálogo e onde também prestou contas das realizações em favor do povo do seu município”, disse Inácio. O parlamentar, por iniciativa própria, intermediou junto ao Secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, para sanar as questões da saúde pública de Alcântara.

“Com a autorização do próprio secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, o Hospital Regional de Pinheiro será inaugurado em setembro próximo. Com certeza, com essa inauguração do Hospital Macrorregional de Pinheiro, a saúde pública, em Alcântara e ainda dos municípios da região da Baixada, vai melhorar significativamente”, destacou Inácio. Em pronunciamento, Araken destacou importantes realizações da atual gestão.

“Apesar da situação deste momento, realizamos ações importantes, principalmente na zona rural. A recuperação e construção de estradas, a perfuração de poços para implantação de sistemas de abastecimento de água, a construção de pontes, modernização da iluminação pública, a construção da UBS do Mangueiral, ampliação e reforma da UBS do Mangueiral, ampliação de três para nove equipes do PSF, reforma de 48 escolas, aquisição de quatro mil carteiras escolares, fardamento escolar para alunos da sede”, disse Arakem.

Wellington falou da importância do evento. “Fica aqui o alerta e a nossa preocupação com a saúde e a educação para que possamos nos humanizar e não simplesmente ir às ruas procurar a população quando queremos nos beneficiar com a política e o voto. Temos as nossas obrigações e devemos pautar o nosso mandato nessas obrigações, principalmente com o que nos comprometemos durante a campanha”, disse Wellington.

A situação da Unidade Mista Dr. Neto Guterres se agravou desde 2012, quando a então gestão da Secretária de Estado da Saúde cortou os recursos. A receita do hospital caiu de R$ 125 mil para apenas R$ 25 mil reais por mês, recurso insuficiente para manter o quadro de profissionais da saúde, investir em novos equipamentos e aquisição de material hospitalar. Com o corte drástico, a Prefeitura teve que fazer readequações e assumir outras despesas a fim de evitar o fechamento do hospital.

Os encaminhamentos definidos em audiência foram: reativação da Escola Municipal Inácio de Viveiro; mais investimentos em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde para a rede pública de saúde de Alcântara; garantir a atuação da Guarda Municipal; criação do Centro de Zoonoses para a defesa dos animais; atendimento social no CRAS e reativação da Casa do Idoso; autonomia dos conselhos municipais, revitalização do porto e investimentos de políticas públicas para os jovens. (Com informações das respectivas assessorias dos parlamentares)

Cândido Mendes realiza 87ª edição do Círio de Nazaré. Terceiro mais antigo do país

COMPARTILHE

Fé e devoção mobilizaram centenas de pessoas que participaram nos últimos dias do Círio de Estandarte em Cândido Mendes para agradecer e pedir bênçãos de Nossa Senhora de Nazaré. O evento religioso é um dos mais tradicionais do país. De acordo com moradores do município, ele é realizado desde o ano de 1928, sendo o terceiro mais antigo do país, perdendo apenas para Belém e Macapá.

O tema deste ano do festejo foi Maria: “Primeira Cristã, Mulher da Eucaristia”. Em sua 87ª edição, cerca de 5 mil romeiros louvaram e se emocionaram no Círio de Nazaré de Estandarte ao longo de nove dias.

O Padre Raimundo Pereira de Almeida, pároco de Cândido Mendes, destacou a devoção e o amor dos fiéis a Maria e a Igreja Católica. “Apesar de estarmos distantes dos grandes centros, milhares de pessoas passaram por aqui para agradecer e louvar a Nossa Senhora”, destacou.

O Círio de Nazaré de Estandarte também ficou marcado por melhorias promovidas pelo prefeito Mazinho Leite no povoado. A atual administração abriu e recuperou a estrada, assim como a ponte de acesso a região, que tirou Estandarte do isolamento, agora veículos chegam ao lugarejo e o tráfico intenso de veículos foi percebido. Houve também a recuperação do trapiche da vila que possibilita a atracagem de embarcações de maior porte.

FOT1 FOT3

Mazinho Leite prometeu durante a visita em Estandarte que iniciará em breve a urbanização do cais do povoado. “Vou continuar promovendo melhorias para o nosso povo, em breve teremos nossa orla urbanizada”, anunciou.

A programação do Círio de Nazaré em Cândido Mendes foi marcada com missas campais na praça da Igreja de Nossa Senhora de Nazaré. A imagem da santa também foi levada em procissão terrestre e marítima.

Apesar de ser um município maranhense, Cândido Mendes recebe grande influência do Pará e os principais visitantes são oriundos da cidade de Belém e Bragança, esta última exerce grande influência no povoado de Estandarte.

Os devotos de Nossa Senhora de Nazaré estavam muito emocionados. Os semblantes eram de fé e adoração à padroeira da Amazônia. Os moradores e visitantes do povoado também estavam radiantes com as melhorias promovidas, possibilitando o desenvolvimento e a busca pelo bem-estar do povo de Estandarte e de Cândido Mendes como um todo.

A Penúria da rica Baixada Maranhense

COMPARTILHE

Na edição de hoje, peço vênia aos nossos leitores para reproduzir uma primorosa crônica da lavra de Expedito Moraes, administrador e baixadeiro natural de Cajarí. A “deferência” se justifica em razão da aura sentimental de que se reveste o tema abordado. Assim, para o nosso deleite, passemos à leitura do bucólico texto:

“Todo dia Dona Antônia acorda cedo e procura alguma coisa pra fazer o “café” da família. Dona Tunica, como é conhecida, se abastece no povoado mais próximo, na quitanda do Seu Teodoro, com o dinheirinho do Bolsa Família. Além de ser muito pouco, Seu Téo vende tudo muito caro. Mas é o único quitandeiro do povoado. Bem surtido, é abastecido pelos caminhões dos Armazéns Peixoto e Martins e por outros fornecedores alienígenas. Nada, nada mesmo é produzido neste Maranhão de um potencial tão rico.

Tem uma bancada dentro do seu comércio, que chama de frutaria, e lá se encontram laranjas, bananas, melancias, mangas, maçãs, tanjas, atas e outras frutas que vêm da Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, São Paulo etc. Até o quiabo, maxixe, cheiro verde, vinagreira, João Gomes (verdura).  Na Ceasa, 98% dos produtos vêm de fora do nosso estado. Seu Téo está bem sucedido, afinal ele é a ponta de um perverso e quase imperceptível sistema de transferência de renda dos estados não produtores para os produtores.

As crianças, todas as manhãs, precisam percorrer o caminho que atravessa o campo, agora muito seco e cheio de torrões (Barro duro). Descalças, andam uma légua até a escola municipal. Chegam com o suor escorrendo pelo rosto misturado com a poeira e mortos de sede. No caminho não tem água em lugar nenhum. Apenas um pequeno açude, escavado pelo prefeito anterior, resiste até a seca virar tragédia. Mesmo assim é onde os animais bebem e são lavados, as pessoas banham, lavam e recolhem água para consumo doméstico. Essas crianças desnutridas alimentam a esperança de saciar sua fome com a “merenda escolar”.

Com a aflição da pobreza, Dona Tunica se desespera. Sem comida em casa, sem água para suas necessidades, para molhar as plantas e o seu “canteiro”. Da pequena roça, plantada num pedacinho de terra que sobrou do lado de fora da cerca eletrificada do fazendeiro, morreu tudo por causa da escassez de chuvas. O poção (Local cheio de água) mais próximo que dava uns tamatazinhos (Peixe cascudo) e umas taririnhas (Peixe Traíras) secou. Seu Chico, marido de Tunica, não sabe mais o que fazer, apesar de no inverno pegar sua canoa e “empurá-la à vara” até o meio do campo para, com uma puçá (material de pesca) ou uma tarrafa, pegar o “Cumê” (Alimento) da semana em poucos minutos.

Famílias como a de Chico e Tunica existem aos montes nos campos da Baixada. São famílias quase nômades, que no inverno vão pro “Teso” (Pedaço de chão acima do nível do campo), para onde levam as criações, a fim de que não morram afogadas nas enchentes ou atoladas na lama, visto que o  pasto fica submerso nas abundantes águas que recobrem os campos. Ali constroem ranchos cobertos e tapados de pindoba, giral de assoalho de rachas de palmeira ou marajá, portas e janelas de meançabas (Artesanato feito de palha de Palmeira de babaçu). Tudo é improvisado. Mais tarde será descartado, vai virar “tapera” assim que começar o “abaixamento”. Logo estarão em algum lugar perto de uma “baixa”.

Esta crônica parece uma obra de ficção, mas não é. É uma dura realidade. Somente os baixadeiros genuínos conhecem esse infortúnio anual. Por isso, acreditamos que os planos, projetos e ações reivindicados pelo FÓRUM DA BAIXADA são capazes de reverter essa penúria e proporcionar melhoria de vida pra mais de meio milhão de pessoas.”