casa » TRABALHO (página 2)

TRABALHO

Bequimão terá projeto experimental de cultivo de sururu na Comunidade Paricatiua

COMPARTILHE

O sururu (Mytellafalcata) é um molusco bivalve (está inserido entre duas conchas) da ordem Mytiloida, é bastante conhecido no Nordeste e muito presente na culinária do Maranhão, em uma cadeia produtiva que gera renda a pescadores e à gastronomia e turismo do estado. Como parte das ações voltadas para o desenvolvimento da aquicultura no estado, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) implantou um módulo experimental para cultivo de sururu, no povoado de Paricatiua, município de Bequimão, na baixada ocidental maranhense.

sur1sururu

A implantação do projeto é resultado de levantamento que comprovou o potencial da região para criação de bivalves como ostras e sururu. Os bancos de sururu ficam às margens do porto, onde os trabalhadores podem ter acesso até mesmo a pé. Mais de 30 habitantes do povoado já foram capacitados no manejo e cultivo de moluscos e agora tem na atividade mais uma fonte de renda.

sur2

O presidente do Sindicato dos Pescadores Profissionais Artesanais, Aquicultores, Marisqueiros e Trabalhadores na Pesca do município de Bequimão-MA, Odoriel Barata, ressaltou a satisfação dos trabalhadores do município com a chegada do projeto. A gente tinha uma grande expectativa com esse projeto, porque sempre vimos que tinha potencial pra produção, mas faltava o suporte. O empenho da equipe da Sagrima em dar assistência e fornecer os equipamentos foi mais até do que a gente esperava. Agora, já queremos produzir em escala para ser nossa fonte de renda, comemorou. A Universidade Estadual do Maranhão e a Prefeitura de Bequimão são parceiras do projeto.

odorielodoriel1

Como uma das 10 cadeias produtivas prioritárias do Programa “Mais Produção”, a aquicultura vem sendo incentivada com assistência técnica e gerencial em 175 propriedades em 19 municípios, por meio de convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), capacitações em piscicultura, com implantação de tanques redes e projetos como o “Ostras do Maranhão”, em Humberto de Campos, onde a Sagrima capacitou produtores, ofereceu assistência e intermediou a comercialização das primeiras 600 dúzias de ostras, certificadas pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged).

Para o secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, o cultivo de sururu no estado tem grande potencial de crescimento. “Esse projeto será um importante complemento à renda de marisqueiros e pescadores do estado, dando a eles inclusive a possibilidade de inserção num mercado formal, abrangendo não somente o mercado maranhense, como outras regiões do país, já que é alta a demanda por esses mariscos”, explica.

pari1pari2

UEMA para a realização de pesquisas e orientação adequada aos beneficiários e à Prefeitura Municipal que dará apoio na logística. O desenvolvimento desta atividade trará melhorias na qualidade de vida destes comunitários além de introduzir no município novos mercados de comercialização alavancando assim a economia do mesmo e possibilitando que futuramente haja uma a ampliação dos cultivos estabelecendo uma prática sustentável de produção garantindo que os bancos naturais deste molusco sejam preservados.

 

Por Genivaldo Abreu

Mais uma Comunidade rural de Bequimão recebe qualificação na produção de farinha pelo Sebrae-Ma

COMPARTILHE

Encerrou nesta quarta-feira (30), o Curso de Melhoramento da Produção de Farinha de Mandioca, promovido pelo Sebrae/Ma, por meio da Unidade Regional de Pinheiro, em parceria com a Prefeitura Municipal de Bequimão. Foram capacitados 18 (dezoito) pequenos produtores de farinha da comunidade Quilombola do Ramal do Quindíua em Bequimão.

qd3 qd4

O município tem a mandiocultura como uma das principais bases da economia local. Bequimão possui uma alta concentração de casas de farinha. São mais de 40 unidades espalhadas por toda região. Por esse motivo, o Sebrae em parceria com a prefeitura de Bequimão está promovendo a capacitação dos pequenos produtores, com cursos e palestras orientadas para o segmento.

qd2 qd5

O intuito é estimular a competitividade do negócio, através de cursos que serão repassadas orientações de como comercializar o produto e criar estratégias para conquistar novos mercados. Diante da qualificação, os produtores ganham mais estímulo para produzir, já que a venda aumenta pela qualidade do produto, e boa aceitação do mercado.

qd12 qd19

QUALIFICAÇÃO E RESULTADOS

A primeira Comunidade Quilombola em receber a qualificação na produção e manejo da farinha de mandioca em Bequimão, foi Juraraitá, que hoje tem demanda de pedidos do produto colocada na agenda. A farinha “Pingo de Ouro” de Juraraitá está entre as mais vendidas em Bequimão, sendo mostrada em feiras da baixada. Após o sucesso da Pingo de Ouro, a Comunidade de Ramal de Quindiua foi a segunda comunidade a ser beneficiada com a qualificação do Sebrae, em parceria com a prefeitura de Bequimão.

Faculdade Estácio São Luís realiza Feira de Profissões nesta quinta-feira, dia 27

COMPARTILHE

Decisão precisa levar em consideração fatores como a vocação e o mercado de trabalho. Estudantes de todos os níveis escolar podem participar e tirar suas dúvidas sobre o presente e principalmente o futuro do mercado.

OS DESAFIOS DA ESCOLHA PROFISSIONAL

Ao chegar o fim do ano e, com ele, a alegria de muitos estudantes que se formam e concluem o ensino médio. Mas é nesse momento que também surge um dos maiores dilemas da vida desses jovens: a escolha profissional, decisão que costuma mexer com família como um todo. Não são poucos os casos de profissionais formados há anos em áreas escolhidas lá na adolescência que, tempos mais tarde, mudam completamente o desejo, quer seja pela insatisfação com o mercado de trabalho ou por fatores como a não realização pessoal, o que leva a uma rotina de trabalho desprazerosa e maçante.

É na adolescência, fase delicada e cheia de desafios – hormonais, emocionais e metabólicos – que a escolha precisa ser feita, de fato. Psicólogos explicam que, diante de tantas opções, os adolescentes podem se perder nas escolhas e, assim, correm o risco de tomar uma decisão equivocada, que não leve em conta questões como a vocação, a realização pessoal e as chances de se inserir no mercado de trabalho. Nesse momento, o ideal é fazer o que de melhor um estudante faz: pesquisar.

MERCADO DE TRABALHO E VOCAÇÃO

Um dos erros mais comuns na escolha profissional é se deixar influenciar por situações como a expectativa da família, o desejo pessoal de ser bem sucedido financeiramente e acessar o mercado de trabalho promissor e rentável, sem levar em conta a vocação para aquela área de atuação. Por isso, o ideal é que essa avaliação se dê, de preferência, com a orientação de um profissional da psicologia, que vai ajudar o jovem a entender as próprias potencialidades vocacionais.

FEIRA DE PROFISSÕES

Na hora dessa decisão tão importante, algumas instituições de ensino superior realizam eventos frequentemente, a fim de ajudar esses estudantes e as famílias deles. É exatamente o que a Faculdade Estácio São Luís vai promover nesta quinta-feira, dia 27 de outubro, das 9h às 17h, na sede da Faculdade, no Canto da Fabril, Centro de São Luís.

A Estácio abre as portas e convida todos os estudantes do ensino médio para participar da Feira, que vai proporcionar um encontro com os coordenadores de cursos de graduação, professores universitários, alunos da faculdade e todo o corpo administrativo, a fim de orientar a futura decisão dos alunos. Além disso, os estudantes também vão conhecer as vantagens e os diferenciais de ser um acadêmico da Estácio. Haverá, ainda, descontos e sorteios de brindes para todos os participantes.

SERVIÇO:

O que: Feira das Profissões 2016

Onde: Faculdade Estácio São Luís

Quando: 27/10, quinta-feira, das 9h às 17h

Público principal: alunos do ensino médio

Entrada: gratuita

POR CORES COMUNICAÇÃO

[Nota de Utilidade Pública]

COMPARTILHE

A Prefeitura Municipal de Bequimão informa que a empresa Forth Informática, responsável pelo processamento da folha de pagamento dos funcionários do município, enfrentou o mesmo problema que ocorreu no mês passado com sua base de dados. Desse modo, nesta quarta-feira (05), será efetuado o pagamento para a maior parte dos funcionários municipais, mas alguns ainda não receberão. A Prefeitura buscou resolver de imediato a situação, mas encontrou dificuldades em razão da greve dos bancos. A empresa Forth Informática já está tomando as devidas providências para regularizar a base de dados e liberar o pagamento dos demais funcionários do município até terça-feira, dia 11 de outubro. A Prefeitura Municipal de Bequimão lamenta pelo transtorno e reforça seu compromisso em resolver o problema o mais rápido possível.

 

Agradeço pela compreensão de todas e todos!

Zé Martins

Prefeito Municipal de Bequimão

SBT paga até R$ 10 mil por reportagens de freelancers

COMPARTILHE

“Atenção, jornalistas!”. É assim que começa o anúncio do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), que busca profissionais de rádio, jornal ou televisão para reportagens freelas. A ideia da emissora de Silvio Santos é que “casos jornalísticos” sejam veiculados pelo canal, sendo que o dono do material pode ser remunerado em até R$ 10 mil.

O regulamento informa que qualquer jornalista pode participar, sendo que o projeto não se trata de concurso. “O SBT está comprando qualquer assunto que possa ser apresentado em nossos programas de televisão. Não é concurso! É compra de casos jornalísticos”, diz a campanha veiculada pelo canal.

Para oferecer a pauta, basta acessar este link e preencher o questionário com informações como nome, e-mail, telefone e sugestão de caso jornalístico – a descrição limita o texto em até 1000 caracteres com espaço.

PORTAL COMUNIQUE

Capitania dos Portos do Maranhão envia nota sobre denúncia dos Ferryboats

COMPARTILHE

Após denúncia feita por um passageiro na Rádio Mirante AM e publicada aqui neste Portal de Notícias, a Capitania dos Portos do Maranhão enviou nota oficial sobre o problema e será publicada com muito respeito ao órgão. Como espaço democrático, será publicada a nota na integra e colocada uma foto do Email. Confira a Nota Abaixo.

 

NOTA À IMPRENSA

 

O Comando do 4º Distrito Naval, por meio da Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA) informa que tomou conhecimento, no dia 06 de junho, de uma denúncia de que donos de caminhões estão transportando de forma irregular produtos inflamáveis por baixo das lonas de seus veículos nos Ferryboats, na travessia entre os terminais da Ponta da Espera e de Cujupe, no Maranhão. 

A CPMA enviou para o local uma equipe de Inspeção Naval para inspecionar as embarcações e apurar a denúncia.  

A Capitania realiza constantemente inspeções na Ponta da Espera e no Terminal de Cujupe, de forma a garantir a segurança da navegação, a prevenção da poluição hídrica e a salvaguarda da vida humana. Em 2015 foram realizadas 229 inspeções, uma média de 28,6 abordagens a cada Ferryboat. Este ano, as Inspeções Navais nos Ferryboats têm sido realizadas no mínimo três vezes por semana, com ênfase nos finais de semanas e feriados prolongados. Foram emitidas 9 notificações, sendo um Ferryboat retido. 

  Um Inquérito Administrativo será instaurado, caso seja comprovada a denúncia, visando apurar as causas do ocorrido. 

A Marinha do Brasil conclama a população a participar ativamente nesse esforço de fiscalização, informando qualquer situação que possa afetar a segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e vias navegáveis ou que represente risco de poluição ao meio hídrico, por meio do telefone: 0800-098-8432 e pelo e-mail: ouvidoria@cpma.mar.mil.br 

 “Se liga, Você é o Capitão!”

“Segurança da Navegação: Todos somos responsáveis” 

Marinha

 

CEMAR: Atrapalhando sem parar…

COMPARTILHE

A Companhia Energética do Maranhão (Cemar) está indo de mal a pior. Com um slogan que não faz Jus ao que vem acontecendo no Estado, a empresa faz um merdelê atrás do outro. Uma intervenção que a Cemar vem realizando de forma incorreta ao longo da Avenida dos Africanos vai prejudicar centenas de pessoas que usam a única ciclovia da capital. Sem estudo técnico, a Cemar está fixando postes no meio da ciclovia, obstruindo a passagem dos pedestres, além de comprometer o visual paisagístico da cidade. Um verdadeiro de preguiçosos.

HONO4 HONO3

O vereador Honorato Fernandes (PT) denunciou na Tribuna da Câmara. E nas duas vezes que a denúncia foi feita, o parlamentar alertou o secretário municipal de Urbanismo, Diogo Lima para o problema, solicitando uma vistoria da secretaria na intervenção empreendida pela Cemar. Nesta terça feira o vereador esteve com o secretário ao local.

DESDOBRAMENTOS DA DENÚNCIA

No dia 16 do mês corrente, quando a denúncia foi feita pela segunda vez, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação se pronunciou, por meio de nota, esclarecendo que “primará pela observância da acessibilidade ao longo do passeio público, considerando reversível qualquer implantação de estrutura que comprometa tal baliza”. A Secretaria se comprometeu ainda em agendar uma reunião do secretário de Urbanismo, Diogo Diniz com representantes da Cemar e o vereador Honorato, que aconteceu, na última sexta-feira (20).

HONO1 HONO2

Durante a reunião, realizada no Gabinete do Secretário Municipal de Urbanismo e Habitação, técnicos da CEMAR alegaram que a linha de postes que está sendo instalada é apenas uma substituição à rede anterior. A nova linha, segundo os técnicos, foi instalada na mesma locação da anterior. No entanto, mesmo alegando a substituição, os técnicos reconheceram a instalação incorreta de alguns postes. Não satisfeito com a justificativa de substituição da rede anterior, o vereador Honorato ponderou que “já que a linha de postes é uma substituição da rede antiga, reparar os erros da instalação anterior deveria ser um ponto a se considerar no novo projeto”.

Vistoria Feitas as considerações, o secretário Diogo Lima sugeriu que uma vistoria fosse feita, a fim de constatar in loco o problema em questão. Da Secretaria, todos seguiram para a Avenida dos Africanos, onde o vereador Honorato pôde mostrar ao secretário e aos técnicos da Cemar os problemas apontados na denúncia. Ao final da vistoria, os técnicos reconheceram que os postes de algumas instalações não estavam bem posicionados e se comprometeram a apresentar, na segunda-feira (30), um novo projeto, considerando os aspectos e urbanísticos e de mobilidade.

Texto: Tarcila Mendes (Editado)

 

Produtores de farinha de mandioca serão capacitados em Bequimão

COMPARTILHE

A comunidade Quilombola de Juraraitá, na zona rural de Bequimão, receberá a capacitação para “Melhoramento da Produção de Farinha de Mandioca”, com implantação de boas práticas na produção de um dos alimentos mais populares e consumidos no município.  O curso é fruto de uma parceria entre o Sebrae/Ma e Prefeitura Municipal de Bequimão. A intenção é capacitar pequenos produtores rurais que lidam diretamente com o produto em comunidades quilombolas do município, como forma de aprimorar a produção e gerar mais renda familiar.

A formação terá início na próxima segunda-feira (23) e segue até sexta-feira (27), com carga horária de 40 horas. O curso será totalmente grátis, com direito a certificado.

Após essa qualificação, a proposta é que a casa de farinha seja revitalizada. Os produtores terão mais formação técnica e, com isso, conseguirão agregar mais valor ao produto e aumentar a produção.

“A iniciativa visa transmitir informações sobre técnicas de cultivo, variedades de maior rentabilidade, qualidade de subprodutos e formas de comercialização da mandioca”, destacou o agente de desenvolvimento, Rodrigo Martins.

Sebrae atende 5,2 mil microempreendedores individuais na Semana do MEI

COMPARTILHE

O Sebrae no Maranhão atendeu mais de 5,2 mil microempreendedores individuais (MEI) durante a 8ª Semana Nacional do MEI. Com este resultado, a meta de realizar cerca de 3,5 mil atendimentos a MEI’s foi superada com folga e foi 51,9% maior do que o registrado em 2015. Além disso, 197 pessoas se registraram como MEI, o que dá uma média de 33 formalizações diárias nos seis dias de ação no estado.

Segundo a gerente da carteira de atendimento do Sebrae no Maranhão,  Magnólia Ewerton, que coordenou as ações da Semana Nacional do MEI deste ano, o grande volume de atendimento de empresários com este perfil se deu por causa das estratégias adotadas em 2016.

“Focamos as ações no Microempreendedores individuais. As oficinas e palestras foram organizadas em torne assuntos que afetam o dia a dia das operações deste tipo de negócios e convidamos os MEI’s para ações específicas”, observou Magnólia.

Além desses resultados de atendimento específico de MEI’s, o Sebrae realizou 6.058 orientações empresariais, capacitou 4845 pessoas em 229 oficinas e palestras e realizou 647 consultorias, totalizando 11.550 atendimentos.

Em 2016, foram programados cerca 310 ações, em 34 pontos de atendimento localizados em 28 municípios maranhenses. Em São Luís, foram 67 ações em cinco pontos de atendimento, onde foram realizados 1.424 atendimentos a MEI’s, 64 formalizações, 631 orientações empresariais, 293 capacitados em 21 palestras, 441 treinados em 21 oficinas e 87 consultorias.

PANORAMA

Hoje há mais de 83 mil MEI’s ativos no Maranhão em diversos setores da economia maranhense, porém a maior concentração está nos segmentos de beleza, comércio varejista de alimentos e comércio de refeições e lanches, que concentram 45% dos MEI’s maranhenses.

Para o diretor superintendente do Sebrae, João Martins, os resultados mostram o quanto este tipo de empreendedor é importante para a economia maranhense e brasileira. “Os MEI’s já representam 32% das empresas ativas no Maranhão. Há cinco anos eles não representavam nem 20%, o que mostra que os MEI’s vêm ampliando a sua participação no mercado maranhense. E Por isso o Sebrae realiza anualmente um conjunto de ações específica para este grupo de empresários”, comentou.

“Ao se tornar MEI, a pessoa ganha cidadania empresarial com o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e, com isso, pode emitir nota fiscal, participar de licitações públicas, tem acesso mais fácil a empréstimos e se torna um segurado da Previdência Social, com benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outras vantagens”, enumerou Martins.

 

Texto e Foto: UMC/Sebrae

 

Edmar Cutrim e mais uma de suas trapalhadas na política do Maranhão

COMPARTILHE

A grande pergunta feita pela população do Maranhão é como um Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) pode julgar contas de algum político, se o mesmo não fiscaliza nem seu gabinete. O conselheiro Edmar Cutrim que por tantas vezes já se envolveu em escândalos pitorescos na política do Maranhão, hoje (9) foi manchete da Folha de São Paulo por nomear em seu gabinete o filho do deputado federal Waldir Maranhão (PP), que simplesmente mora e trabalha em São Paulo, onde estuda medicina.

Após vir à tona mais essa falcatrua, Edmar Cutrim procurou exonerar o funcionário fantasma, mas não soube explicar nada sobre a contratação de uma pessoa que não sabe nem o endereço do TCE. Questionado pela Folha de São Paulo, Edmar acabou se complicando ainda mais, haja vista que foi contraditório em tudo que falou. Segundo fontes ligadas ao TCE, só no gabinete de Edmar, existe até blogueiros que recebem sem trabalhar, simplesmente para ficarem calados.

EXONERADO

O Tribunal de Contas do Maranhão, TCE, exonerou o médico Thiago Augusto Maranhão, filho do presidente interino da Câmara Federal, Waldir Maranhão (PP), que trabalha em hospitais em São Paulo e cursa pós-graduação na mesma cidade. Lotado no gabinete do conselheiro Edmar Cutrim em uma função que exige expediente diário, o filho de Maranhão já foi condenado ao pagamento de multa pela Justiça Eleitoral por ter doado ao pai mais que o permitido em lei na disputa de 2010. Mesmo nomeado, Edmar não sabia se o rapaz não cumpria seu horário regular. Conta outra, Bigode!

CONT1

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free