casa » TRABALHO (página 10)

TRABALHO

Restaurantes de Alcântara participam de Festival Gastronômico Sabores do Pescado

COMPARTILHE

A Prefeitura Municipal de Alcântara avança nas políticas públicas e realizações para o desenvolvimento do turismo com geração de emprego e renda à população. Em mais uma importante ação estratégica para estimular o turismo de eventos, cultural e ecoturismo na sede e povoados, o prefeito Domingos Araken (PT) garantiu a participação de nove restaurantes alcantarenses no Festival Gastronômico Sabores do Pescado, que acontecerá no período de 3 a 18 de outubro/2015.

O lançamento oficial do Festival Gastronômico Sabores do Pescado em Alcântara acontecerá no próximo dia 03 de outubro. A promoção é do Sebrae, em parceria com bares e restaurantes das cidades de São José de Ribamar, Raposa e Alcântara, Abrasel, ABIH-MA, IFMA, Sehama e Prefeitura de Alcântara. O festival disponibilizará os melhores pratos da culinária típica de Alcântara a preços especiais.

Os estabelecimentos alcantarenses participantes são: Restaurante Cantaria, Restaurante da Pousada Jacaré, Restaurante Bella Vistkyma, Restaurante Remanso, Restaurante Dona Maria, Restaurante Brasil, Restaurante da Maria Eugênia, Restaurante da Rosa e o Restaurante da Rosário. “O fortalecimento do turismo em nosso município é mais um avanço da atual gestão para movimentar a economia local e promover geração de emprego e renda para todos”, enfatiza o prefeito Araken.

O público interessado em conhecer as delícias da culinária alcantarense identificará os nove restaurantes participantes por meio de banners e anúncios publicitários de identificação com a logomarca do Festival. São pratos especialmente elaborados para fisgar o paladar de clientes exigentes e de bom gosto. “O público conhecerá a culinária típica de Alcântara, feita a partir de proteínas dos pescados e frutos do mar. Vale e pena conferir”, disse o secretário de turismo, Nailton Lobato.

Além da solenidade de abertura no dia 3 de outubro, acontecerá em Alcântara, no dia 06 um Famtour com as agências de São Luís que conhecerão os restaurantes da cidade e o sabor delicioso dos pratos. A Secretaria Municipal de Turismo ainda oferecerá um roteiro ecológico pela paradisíaca Ilha do Livramento e uma visita ao espetáculo mágico da natureza de Alcântara, com a Revoada dos Guaras.

TEXTO DE ASSESSORIA

 

Baixada Maranhense terá Polo de Empreendedorismo Rural

COMPARTILHE

Um Acordo de Cooperação Técnica foi assinado entre o Sebrae e o Governo do Estado, por meio da  Universidade Estadual do Maranhão (Uema), para a criação do Polo de Empreendedorismo Rural em São Bento, que entrará em funcionamento em breve, na Fazenda Escola da universidade naquele município, beneficiando toda a região da Baixada Maranhense. O acordo foi celebrado na manhã de ontem (quarta-feira, 23) pelo diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins e o Reitor da Uema, professor Gustavo Costa, durante solenidade de abertura da IV Semana de Acadêmica de Ciências Agrárias e II Workshop de Pós-graduação das Ciências Agrárias que acontece até sexta-feira, 25/09, no Auditório e Ciências Biológicas da universidade.

Para João Martins, o Polo de Empreendedorismo Rural em São Bento é um resultado em curto prazo da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão – Agritec, que aconteceu no mês de agosto, na Fazenda Escola da Uema, em São Bento. “A Agritec, que é um evento do Governo do Estado, com a parceria da Embrapa, Sebrae, poder público municipal e apoio de outras instituições, deixou um legado para a Baixada Maranhense, com destaque para o entendimento, por parte do baixadeiro, da importância da inovação e tecnologia para o desenvolvimento das vocações produtivas da região. A criação desse espaço é fruto de uma articulação do Sebrae junto à Uema para que possamos ajudar no fortalecimento das potencialidades regionais, pautados principalmente no tripé gestão, inovação e tecnologia”,  pontuou João Martins para uma plateia formada pela comunidade acadêmica de Ciências Agrárias da Uema, presente ao evento.

A ideia do Polo, ainda segundo Martins, é trabalhar num primeiro momento, para incrementar produtos que já são tradicionais da Baixada Maranhense, como o queijo de São Bento; a farinha biriba de Pinheiro; o mel de abelha nativa (tiúba), produzida em sete municípios da região; o abacaxi de Turiaçu e um produto que poderá ser comercializado como o bacalhau da Baixada, que é a jabiraca seca ou traíra seca, desidratada sem uma técnica de manejo, manipulação e armazenamento adequados. Serão criados, ainda, Selos de Classificação Geográfica e de Denominação de Origem para que os produtos possam ser reconhecidos pelo consumidor como advindos da região.

SEB2SEB1

“Com mais conhecimento por parte de quem está no centro do processo e ferramentas de inovação e tecnologia, esses produtos ganharão um incremento na qualidade e valor de mercado que, certamente, darão um novo horizonte para a agricultura familiar e agronegócio na Baixada Maranhense. Ao Polo de Empreendedorismo Rural poderão ser agregadas outras atividades que são referência na região, como a piscicultura em Itans, onde os produtores já capacitados e desenvolvendo a atividade com muito sucesso podem ser multiplicadores de conhecimento para os demais”, sinalizou o diretor superintendente do Sebrae.

O Reitor da Uema, Gustavo Costa, reinterou a fala de Martins e ressaltou que a parceria com o Sebrae na criação do Polo de Empreendedorismo da Fazenda Escola em São Bento será a primeira de muitas que virão em prol da difusão do conhecimento científico para que este seja aplicado na prática e contribua com o desenvolvimento do Maranhão. “Este é o objetivo do Polo, que o conhecimento e as práticas possam ser difundidas, aplicadas, mude realidades e possa contribuir de maneira significativa para a melhoria de renda da população da Baixada Maranhense e, por conseguinte, para o desenvolvimento econômico do Estado”, colocou Gustavo Costa.

Após a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre Sebrae e Uema, serão efetivadas reuniões para que a implantação do Polo de Empreendedorismo da Fazenda Escola em São Bento possa acontecer de maneira mais célere. A apresentação do espaço será feita para prefeitos da região, juntamente com a apresentação do Governo do Estado dos resultados da Agritec, que aconteceu em São Bento recentemente.

Foto /divulgação: SEBRAE-MA

 

 

Implantação do ‘Empresa Fácil’ avança no Maranhão

COMPARTILHE

A implantação da Rede Nacional para Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim) avança no estado. É o que aponta o levantamento da Junta Comercial do Maranhão (Jucema) ao fazer um balanço da adesão ao sistema, que no estado recebeu o nome de ‘Empresa Fácil’. Até agora, em pouco mais de um mês do trabalho de articulação junto aos gestores públicos, 16 municípios já implantaram o sistema e 10 estão em fase de implantação. Nessa etapa, a ação para sensibilizar os prefeitos tem tido o apoio do Sebrae-MA.

O presidente da Jucema, Sérgio Sombra, disse que o funcionamento do ‘Empresa Fácil’ é uma das prioridades do governo Flávio Dino como uma das medidas de incentivo à classe empresarial com a redução da burocracia. “Há um compromisso e um grande empenho do Governo do Estado para que os maranhenses possam usufruir o mais breve possível dessa ferramenta que vai possibilitar um ambiente empresarial mais favorável no nosso estado. É um desafio que está sendo superado com muito êxito em cada uma das suas etapas”, garantiu o presidente. A meta é que em dois anos todos os municípios maranhenses estejam integrados.

Sérgio Sombra explicou que o ‘Empresa Fácil’ reúne em um mesmo ambiente virtual todo o processo de abertura, fechamento ou alteração de uma empresa. A plataforma vai desburocratizar o registro mercantil, o que deve contribuir para o incremento da economia local. No Maranhão, o órgão integrador do sistema é a Junta Comercial.

“Em vez de o empresário percorrer 12 órgãos em busca do seu registro mercantil, circularão as informações. Com isso, pretendemos abrir uma empresa em apenas dois dias. Um grande passo, sem dúvida, para incentivar a economia do nosso estado, com o desenvolvimento dos pequenos negócios no Maranhão e com o maior controle fiscal por parte dos órgãos responsáveis”, explicou Sérgio Sombra.

Ao aderir ao ‘Empresa Fácil’, além de dar rapidez e transparência ao processo de legalização mercantil, o gestor público ganha com o incremento na arrecadação a partir de um controle efetivo do quantitativo de empresas que operam no município.

Na prática, o sistema integra os principais órgãos envolvidos em processos de abertura e baixa de empresas, como prefeitura, Jucema, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Secretarias Estaduais e Municipais de Fazenda e Receita Federal. “Dessa forma, o empreendedor precisa enviar toda a documentação necessária uma única vez e não mais se dirigir a diferentes órgãos e secretarias, já que o programa torna a Jucema porta única de entrada de informações para a constituição de uma empresa”, explicou Sérgio Sombra.

Sebrae terá Semana de Capacitação sobre Movimento Compre do Pequeno Negócio

COMPARTILHE

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae) montou um calendário de ações para a Semana de Capacitação do Movimento “Compre do Pequeno Negócio” (MCPN), que acontecerá de 21 a 26 de setembro. Na capital, estão programadas ações para a Praça Maria Aragão e para a Divinéia, enquanto que no interior serão 120 ações.

Para a Praça Maria Aragão serão 39 palestras, oficinas, workshops, além do Balcão Sebrae, que oferecerá os serviços de atendimento e orientação para microempreendedores Individuais (MEI), Micro Empresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP), formalização de MEI, consultoria em negócios e o Cine Sebrae, que exibirá vídeos e filmes sobre gestão empresarial, empreendedorismo, vendas e marketing.

Na Divinéia, haverá a Jornada Empresarial Sebrae, que terá quatro palestras, atendimento e orientação para microempreendedores Individuais (MEI), Micro Empresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP) e o Cine Sebrae. No interior, haverão ações em todas as 11 unidades regionais do Sebrae. São Palestras, oficinas, cursos,

 “O Sebrae está atuando em diversas frentes para reforçar a importância dos pequenos negócios, mostrar a diversidade de produtos e serviços oferecidos ao mercado por estas empresas e divulgar o potencial que os pequenos negócios para dinamizar a economia das cidades, do Maranhão e do Brasil. Com estes objetivos montamos uma programação ampla, que, de forma lúdica, mostra tudo isso ainda prevê capacitação e orientação para os empresários da região metropolitana de São Luís”, explicou o diretor superintendente do Sebrae, João Martins.

SERVIÇO

O que? Semana de Capacitação do Movimento Compre do Pequeno Negócio

Onde? Praça Maria Aragão

Quando? de 21 a 26 de setembro

Porta-voz – Diretores e gestores do Sebrae

Personagens – empreendedores e potenciais empresários

CONTATO: Ernesto Batista – (98) 313359-10/98726-2393

Observação: São 39 cursos oficinas e palestra & workshop na praça Maria Aragão, no centro da capital maranhense. Ainda estão programadas a Jornada Empresarial do Sebrae na Divinéia e 120 ações no interior nesta semana

Sebrae tem programação para o Movimento Compre do Pequeno Negócio

COMPARTILHE

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae) montou um calendário de ações para divulgar o Movimento “Compre do Pequeno Negócio” (MCPN), lançado pela instituição com o objetivo de estimular o consumo consciente de produtos e serviços nos negócios micro e pequeno porte. Ao todo são seis grandes ações para a região metropolitana de São Luís.

“O Sebrae está atuando em diversas frentes para reforçar a importância dos pequenos negócios, mostrar a diversidade de produtos e serviços oferecidos ao mercado por estas empresas e divulgar o potencial que os pequenos negócios para dinamizar a economia das cidades, do Maranhão e do Brasil. Com estes objetivos montamos uma programação ampla, que, de forma lúdica, mostra tudo isso ainda prevê capacitação e orientação para os empresários da região metropolitana de São Luís”, explicou o diretor superintendente do Sebrae, João Martins.

A programação começa nesta quarta-feira (16) com a blitzen no comércio varejista e nos shoppings da cidade, que vão acontecer até o final da semana. Ainda estão previstos como ações do Movimento, o Festival Gastronômico Sabores do Pescado, que reunirá ações em Raposa, São José de Ribamar e Alcântara, ações do Inova Moda, Jornada Empresarial e oficinas.

A programação começará com as blitzen em shoppings e corredores de comércio da capital, onde haverá distribuição de kits de divulgação do Movimento “Compre do Pequeno Negócio” e estimular o cadastramento no hotsite (www.compredopequeno.com.br).

BLITZ

No primeiro dia, quarta-feira (16), haverá blitz no Shopping da Ilha e na Cohama. No dia seguinte será a vez dos shoppings Tropical, São Luís e Jaracaty. Na sexta-feira (18) será Shopping Rio Anil e Cohab e no sábado (19), Será nos corredores de comércio do Cohatrac, Cidade Operária e Divinéia.

Simultaneamente, o Sebrae está desenvolvendo o Festival Gastronômico Sabores do Pescado. Trata-se de uma oportunidade de oferecer ao público a degustação de pratos especiais que resgatem a culinária tradicional do Pólo Gastronômico da Região metropolitana de São Luís.

Uma das orientações do Festival é que em sua composição, os pratos devem  ter, preferencialmente, ingredientes típicos que representem a especialidade da casa, além da integração destes ao pescado de viveiro de água doce a preços diferenciados. Estes preços foram pensados como promocionais, confirmando a ação de atrair não apenas os consumidores habituais, mas principalmente novos clientes.

A ação tem como objetivos incentivar o incremento do fluxo turístico; fomentar a inovação gastronômica nos municípios; promover a integração entre os setores e projetos; oferecer oportunidade de degustação de pratos bem elaborados; divulgar os pontos de produção do pescado no município; incrementar a venda participantes (restaurantes e fornecedores) por meio do convite à sua experimentação.

Hoje, estão sendo produzidas fotos dos pratos que serão oferecidos durante o festival e estão previstas capacitações, famtour e o festival acontecerá 3 a 18 de outubro.

MODA

Na próxima semana ainda estão previstas mais ações. No dia 21, está prevista o lançamento do projeto Inova Moda – Criação e Tecnologia, que acontecerá ás 18h30 no salão de eventos da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema). Esta ação é realizada em conjunto com Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Entre 21 e 26 de setembro, serão realizadas Oficinas Gastronômicas para Microempreendedores Individuais (MEI´s), no Núcleo de Atendimento Empresarial (NAE) da Cohab. As oficinas acontecerão no período da atarde e as inscrições podem ser feitas no próprio Núcleo.

No âmbito do projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) da Vila Luizão, Divinéia e Sol e Mar, entre 23 e 24 de setembro, será realizado a Jornada Empresarial Sebrae, que terá palestras, ações de atendimento, atrações culturais, apresentação da Feira do Empreendedor (que acontecerá de 18 a 21 de novembro no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana), entre outras atividades.

Ainda estão previstos as oficinas “Como Captar Recursos para Projetos Culturais” e “Como Divulgar shows e eventos pela Internet, que acontecerá no dia 24, das 8h ás 12h e das 14h ás 18h, no Grand São Luís Hotel, que é resultado de uma parceria entre o Sebrae e a organização do 7º Lençóis Jazz & Blues Festival.

A programação e São Luís e encerra com o Passeio Ciclístico “Biketour – Movimenta-se pelo Empreendedorismo”, que acontecerá no dia 27 ás 7h da manhã, saindo da Praça do Pescador, passando pela Península da Ponta da Areia, Espigão, São Francisco, Centro Histórico, Jaracaty, Cohafuma, Calhau e retorna à Praça do Pescador. Para se inscrever basta acessar o site www.pedalbiketec.com e é preciso confirmar com a entrega de dois quilos de alimentos não perecíveis (exceto sal).

 

FOTO & TEXTO: UCM/Sebrae no Maranhão

 

Sebrae estimula estudantes de Bacabal a empreender

COMPARTILHE

Graças a uma parceria formada entre o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae) e a Secretaria de Educação de Bacabal, os alunos da rede pública de ensino municipal estão recebendo conteúdos exclusivos sobre empreendedorismo através do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), numa iniciativa do Sebrae.

O JEPP busca estimular, em alunos do ensino fundamental, uma inclinação para a educação e a cultura empreendedora. No projeto, a educação é utilizada como ferramenta para a transformação dos participantes, estimulando a capacidade de gerir bem a própria vida pessoalmente, profissionalmente e financeiramente. Em Bacabal o projeto já começa a dar os primeiros frutos.

A aluna Verônica Pereira de Sousa destacou o aprendizado proporcionado pelas oficinas do JEPP. “A gente aprendeu várias coisas, como cuidar melhor do nosso dinheiro. Chegamos a organizar uma locadora de vídeo com a ajuda da professora. Estou muito feliz com essa oportunidade”, disse a estudante.

Pela dinâmica do programa, os alunos aprendem, através de oficinas lúdicas, os primeiros passos de como se tornar um empreendedor. Gradualmente, novos temas são inseridos e os conteúdos são aprofundados, indo desde noções de planos de negócios, passando pela cultura de cooperação, inovação e sustentabilidade.

A educadora Deusimeire Vital, professora de uma das turmas que participam do programa, o projeto tem grande importância na vida de seus alunos. “O mais incrível desse projeto é que os estudantes vão poder usar o que aprenderam quando saírem da escola, tornando-se empreendedores. Eles ficaram muito empolgados e querem as aulas do JEPP todos os dias”, conta a professora.

Para a gestora do Sebrae responsável pela ação em Bacabal, Ana Cristina Lameiras, a emoção de ver o JEPP implantado no município é indescritível. “Eu não sei nem definir a emoção que sinto ao estar aqui com os estudantes, vendo os resultados e os depoimentos dessas crianças, que em uma situação comum, não teriam esta oportunidade. E aí a gente vê que todo o esforço que se fez para implantar o JEPP em Bacabal está valendo muito a pena”, comemora Ana.

FOTO & TEXTO: UCM/Sebrae no Maranhão

Sebrae realiza ações voltadas ao Agronegócio da 59ª Expoema

COMPARTILHE

Com a temática “Viva essa nova experiência”, a 59ª Exposição Agropecuária do Maranhão – Expoema continua no Parque Independência, em São Luís, até terça-feira, 8 de setembro, com atrações diversas e um ambiente familiar, tendo como atrações mostras e leilões de animais, shows, gastronomia e capacitação para o empreendedor rural.

O Sebrae no Maranhão, por exemplo, colocou à disposição do público atendimento e orientação empresarial, cursos de piscicultura, demonstração de projetos executados pela instituição no segmento de Agronegócios e divulgação do Movimento Compre do Pequeno Negócio. O estande da instituição também é palco de concursos de ovinos e caprinos e, inclusive, serve como apoio para alguns produtores do município de Bequimão, participantes da Expocapril, que estão expondo e comercializando animais no evento.

EX1 EX3

O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, ressaltou que a participação da instituição na Expoema, assim como em várias feiras e exposições agropecuárias no Estado, marca a atuação do Sebrae no setor do Agronegócios, onde executa 17 projetos nas cadeias produtivas do Leite, da Piscicultuira, do Mel e da Hortifruticultura, envolvendo todas as 12 unidades regionais e um público superior a 1.200 produtores em mais de 50 municípios.

“Os projetos executados pelo Sebrae na carteira de Agronegócios atendem organizações sócio produtivas e apoiam a produção e comercialização dos produtos do empreendedor rural. Os atendimentos são feitos tanto no âmbito dos projetos quanto de forma individual, com foco na necessidade específica de cada produtor. Uma parte desse trabalho, nós mostramos nas exposições agropecuárias que participamos, como é o caso da 59ª Expoema, onde estamos focando as ações nas capacitações técnicas e demonstrações na área de piscicultura e horticultura”, informa João Martins.

MOVIMENTO

No dia 5 de outubro, o Sebrae realiza um chamado para que os consumidores comprem do pequeno negócio com objetivo de marcar o Dia da Micro e Pequena Empresa por meio de uma grande mobilização que acontecerá em todo o Brasil. No Maranhão, o Sebrae já idealizou as ações e vai realizá-las em todas as suas 12 unidades regionais e nos três Núcleos de Atendimento Empresarial (São Luís, Barreirinhas e Timon). Na Baixada Maranhense, a instituição atende os municípios por meio das regionais em Pinheiro e Santa Inês.

EX2 EX4

A ideia do Movimento é mostrar a importância dos pequenos negócios para a sociedade, fazendo com que as pessoas percebam que ao comprar das micro e pequenas empresas e dos microempreendedores individuais, ajudam a economia a crescer.

“Portanto, ao comprar de pequenos negócios, o cidadão contribui para que a economia se desenvolva, em especial no seu bairro e cidade, fazendo o dinheiro circular e ajudando a promover maior oportunidade de trabalho, ampliação de renda, melhoria na qualidade de vida e, consequentemente, desenvolvimento”, coloca o diretor superintendente do Sebrae.

TEXTO & FOTOS: Sebrae/MA

 

Sebrae inicia implantação de associativismo em Colinas

COMPARTILHE

Encerrando alguns cursos e iniciado outros, a Prefeitura Municipal de Colinas em parceria com o Serviço de Apoio Às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae), vem estimulando o crescimento e a autoestima das mulheres colinenses. Nesse contexto, a Secretaria Municipal da Mulher, implantou o Centro de Capacitação Profissionalizante das Mulheres de Colinas, que já capacitou cerca de 400 mulheres em diversos cursos como artesanatos, informática, costura, doces e salgados.

“Junto com o Governo Federal e Municipal implantamos o Centro de Capacitação Profissionalizante das Mulheres de Colinas, onde cada curso aqui proposto teve uma carga horária de cem horas, com 20 horas de formação, falando sobre empreendedorismo. Agradeço o apoio incondicional do Sebrae nesta formação”, relatou a secretária.

Dando continuidade ao desenvolvimento ao trabalho desenvolvido com esse grupo de mulheres, o foco agora tem sido ações que incentivam a prática e o despertar pelo associativismo. A exemplo disso, foi a palestra realizada recentemente pelo Sebrae, onde o consultor Avelino Jansen, falou sobre a importância do associativismo.

Ao longo de três meses o Sebrae fará o acompanhamento do grupo até que seja de fato concluído o processo de implantação do associativismo. “Nesse primeiro momento, trabalhamos o módulo inicial para associativismo, onde despertamos a prática das políticas de cooperação e enfatizamos a importância dessas mulheres se unirem para vencerem e melhorarem suas vidas economicamente”, afirmou Jansen, entusiasmado com a turma.

Após um trabalhando de fortalecimento na cadeia produtiva, a ação é vista como o primeiro passo dado pelo grupo, no intuito de entrarem no mercado com força de competitividade, aprendendo a competir e a se organizar para obter bons resultados.

A aluna Joana Cunha se diz empolgada com essa nova experiência e cheia de expectativas. “Eu estou muito empolgada com a associação e torcendo muito para que der certo, pois além de melhorar nossos aprendizados, vamos ganhar também mais dinheiro”, disse.

Texto e Foto:UCM/Sebrae

Diretor Superintendente do Sebrae tem agenda com Exército na semana do Soldado

COMPARTILHE

O diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, teve uma agenda intensa com o Exército Brasileiro (EB) no final de agosto. Primeiro ele recebeu o título de colaborador Emérito do EB das mãos do comandante do 24º Batalhão de Infantaria Leve (24º BIL), Tenente Coronel Carlos Frederico de Azevedo Pires, no dia do Soldado, 25 de agosto de 2015.

Na semana seguinte, na segunda-feira (31), Martins participou de um painel sobre Perspectivas Econômicas do Maranhão com oficiais da Escola de Comando e Estado Maior do Exército (Eceme), no Salão Nobre da Fiema, onde ele expôs a visão estratégica do Sebrae.

Martins foi homenageado pelo 24º BIL, também conhecido pela denominação Batalhão Barão de Caxias, localizado em São Luís, pelos relevantes trabalhos de Martins ao Projeto Rondon, que leva estudantes universitários e jovens às regiões mais distantes, como forma de apresentar a diversidade socioeconômica do país à estes jovens, levar serviços aos rincões e dar experiência aos estudantes.

Na solenidade alusiva ao Dia do Soldado, o governador Flávio Dino esteve presente ao 24º BIL e destacou o trabalho do Exército Brasileiro, principalmente na defesa de nossas fronteiras.

EX2 EX3

Baixadeiro de Bequimão, Martins participou da solenidade acompanhado da esposa Janice e da filha Laura e ressaltou o quanto colaborar com Exército Brasileiro e, especificamente, com o Projeto Rondon, contribuíram para reforçar a sua formação como cidadão, consolidando o senso de responsabilidade social, coletiva e da busca de soluções para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes, além da defesa dos interesses nacionais.

Na segunda-feira (31), Martins participou do Painel Econômico do Maranhão, para os oficiais alunos da Eceme. O evento, que apresentou de forma detalhada as perspectivas econômicas para São Luís e Maranhão, fez parte do programa de viagens da escola do exército que tem como objetivo conhecer as características físicas e potencialidades de diversas regiões brasileiras, realizando análises e apontando as necessidades de mudanças militares nesses locais.

EX4

“Mostramos a visão estratégica que o Sebrae tem para o Maranhão. Falamos de perspectivas, oportunidades e de como estamos nos preparando para aproveitar as chances que estão sendo geradas no curto, médio e longo prazo”, disse João Martins.

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae e da Fiema, Edilson Baldez das Neves, também participou das discussões. “Tivemos a honra de receber a Escola de Comando do Exército e informá-los sobre as inúmeras riquezas e particularidades do nosso estado, além de uma reflexão sobre o desenvolvimento regional econômico do Maranhão”, destacou.

Além de Baldez e Martins participaram da reunião com os militares, o Secretário adjunto de desenvolvimento sustentável da Prefeitura de São Luís, Pablo Zarthur, o superintendente da Fecomércio, João Torres; e o consultor da Fiema David Fernandes.

Para o representante geral da Eceme, Coronel Marcos Bessa, o evento foi fundamental para a formação de seus alunos. “Agradecemos a hospitalidade da FIEMA e as informações disponibilizadas nas palestras que agregaram muito ao nosso estudo e à compreensão da região”, finalizou o militar.

Fotos e Texto: UCM/SEBRAE NO MARANHÃO

Empresários da Divinéia, Sol & Mar e Vila Luizão fundam associação com apoio do Sebrae

COMPARTILHE

Um grupo de empresários de micro e pequeno porte dos bairros da Divinéia, Sol & Mar e Vila Luizão fundou a Associação Comercial, Industrial e Serviços da Divinéia, Sol & Mar e Vila Luizão (Acimavil). A primeira diretoria tomou posse nesta terça-feira (1), em uma solenidade, na Chácara Brasil.

A entidade reúne 45 empresários da região e recebeu apoio do Projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Maranhão (Sebrae) para formalização e planejamento estratégico das ações da Acimavil.

Segundo o presidente da Acimavil, Antônio Souza Pereira, afirmou que a participação do Sebrae foi fundamental para a fundação da entidade. “Não tenho dúvidas que chegaríamos a este ponto, mas levaríamos muito mais tempo para organizar a associação. A chegada do Sebrae acelerou o processo e foi fundamental”, comentou.

JB1vila IVALDO

 O diretor superintendente do Sebrae, João Martins

O diretor superintendente do Sebrae, João Martins

Estiveram presentes na solenidade de possa da nova diretoria, o diretor técnico do Sebrae no maranhão, José Morais; o comandante da Unidade de Segurança Comunitária (USC) da Divinéia, major Nicolau Sauaya, e o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT).

PROJETO

Os empresários que formaram a Acimavil começaram a ser atendidos pelo Sebrae dentro do DET em janeiro de 2014. Na ocasião, haviam apenas 15 empresas sendo atendidas a medida que o projeto se desenvolvia, mais empresários dos bairros da Divinéia, Sol & Mar e Vila Luizão se juntaram ao projeto.

“Iniciativas como esta aumentam a nossa rede de relacionamento, facilita o fechamento de negócios entre os sócios e nos permite aproveitar a sinergia que existe entre nossos empreendimentos. Todos ganham”, observou Souza, que tem uma loja de material de construção e já está expandindo seus negócios para outros setores.

Nos 20 meses de desenvolvimento do projeto DET, o grupo de empresários cresceu e foram realizadas duas campanhas de vendas para dois importantes períodos – natal e dia das mães – que obtiveram resultados muito significativos. Hoje, além de fundar a Acimavil, os empresários já estão preparando a campanha de vendas para o natal de 2015.

“Este grupo de empresários de micro e pequeno porte recebeu apoio irrestrito do Sebrae por meio do DET, onde um consultor credenciado do Sebrae foi disponibilizado exclusivamente para dar suporte à formalização e estruturação desta entidade. No entanto, senhoras e senhores, quero ressaltar que sem a vontade dos associados e a visão de negócios dos 45 empresários que abraçaram a iniciativa de criar uma entidade para representar o pequeno negócio nesta região, nada seria possível”, disse o diretor superintendente do Sebrae, João Martins, que esteve presente à solenidade de posse da primeira diretoria da Acimavil.

Martins ainda destacou a importância da visão de negócios que os 45 empresários da região têm para o desenvolvimento da entidade. “De maneira alguma o Sebrae sozinho poderia ter chegado a este resultado. Esta entidade é resultado de um esforço conjunto em direção ao cooperativismo que aqui se coloca como uma vantagem competitiva para a região. Não temos dúvida de que a cultura da cooperação fortalece os pequenos negócios e pavimenta o caminho para o crescimento deste tipo de empresa”, completou o diretor superintendente do Sebrae.

FUTURO

O projeto DET do Sebrae terá continuidade e já mapeou as potencialidades da região, tanto no que diz respeito ao mercado consumidor local, quanto aos universos de empresários em atividade nos três bairros.

“Na região há mais de 900 empresas ativas que atendem um mercado consumidor potencial formado por 60 mil moradores. É um mercado tão grande que se a região fosse um município estaria entre os 25 mais populosos do estado”, completou a gerente do projeto DET, Paula Waldira.

O Para o presidente da Acimavil, agora o desafio é reposicionar a imagem dos três bairros. “Sabemos que podemos atrair mais pessoas para os nossos negócios. O que vamos fazer a partir de agora é mostrar a Divinéia, o Sol e Mar e a Vila Luizão como áreas iguais as demais da cidade e incentivar à moradores dos bairros adjacentes a vir adquirir produtos e serviços aqui”, finalizou Souza.

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free