casa » POLÍTICA (página 88)

POLÍTICA

Ivaldo Rodrigues participa de evento em Chapadinha

COMPARTILHE
Ivaldo Rodrigues & Nonato Baleco

Ivaldo Rodrigues & Nonato Baleco em Chapadinha

O vereador e pré-candidato a deputado estadual, Ivaldo Rodrigues (PDT), participou hoje (17) de um evento denominado “1° encontro de partidos da oposição” realizado na Câmara Municipal de Chapadinha, na região do baixo Parnaíba. O evento contou com dezenas de lideranças dos municípios da região, e Ivaldo Rodrigues foi o único representante do Partido Democrático Trabalhista (PDT) de São Luís.

Além da presença do vereador Ivaldo Rodrigues; estiveram no evento, Ednaldo Neves que representou o pré-candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino, Dr. Levi Pontes, o presidente da Câmara de vereadores de Chapadinha, Vereador Nonato Baleco, Fernanda Moraes (PCdoB) de Afonso Cunha, Padre Fábio Rondon, entre outras lideranças da região. 

Entre os dirigentes partidários locais que marcaram presença no evento, e fizeram parte da mesa, estavam: O presidente do PC do B (Gilney Baggio), a vereadora Missicley Araújo representando o PR, Louro do Mundô em nome do PP, Irmão Gomes representando o PSB e Zé Baleco se pronunciou em nome do PDT. A imprensa local fez a cobertura total, o Interligado e o Blog do Alexandre.

Tendo em pauta a organização da campanha de Flávio Dino em Chapadinha, seis partidos marcaram presença no encontro, entre eles; o PC do B, PDT, SDD, PSB, PR e PP. “O Maranhão está se unindo em prol do estado, é o povo quem quer e por isso coloquei meu nome ao cargo de deputado estadual e quero ajudar esse povo que tanto precisa e sofre há quase cinquenta anos. Tomaram o governo das mãos do Dr. Jackson Lago na marra, mas agora temos a oportunidade de devolver o Maranhão ao povo – disse Ivaldo Rodrigues”. Veja o vídeo do discurso de Ivaldo Rodrigues, na cidade de Chapadinha. Para ver o vídeo, você precisa está conectado ao facebook.

Cidade do Maranhão está totalmente abandonada

COMPARTILHE

CASA 1

A cidade de Fortaleza dos Nogueiras, à 93 km de Balsas, no sul do Maranhão, distante 631 km da capital maranhense, vive um verdadeiro pesadelo com as obras inacabadas. Fundada em dezembro de 1961, o município hoje conta com uma população de pouco mais de 12 mil habitantes. O prefeito do município, conhecido como Nogueira (PR) que foi eleito com 3.800, cerca de 48,73% do votos válidos, vem faltando com respeito aos eleitores do município, principalmente aqueles que o elegeram.

Considerada uma cidade rica, Fortaleza dos Nogueiras está totalmente abandonada, desde a ultima administração, quando foram iniciadas várias obras no município, que continuam jogadas ao tempo. O Farol da Educação que deveria está funcionando como uma biblioteca e fortalecendo os estudantes do município, está servindo de moradia para morcegos. Com um povo trabalhador, religioso e sofrido, Fortaleza tem belezas naturais como cachoeiras e turismo religioso. 

Conhecida como a terra das fazendas, plantação de milho, soja e arroz, hoje impera uma verdadeira pobreza nos quatro cantos da cidade. Além do patrimônio público está sendo depredado pelo próprio prefeito, o povo ainda mora em casas de taipa e pau-a-pique. É uma verdadeira pobreza a céu aberto e olho nu. Mas isso o prefeito Nogueira não consegue enxergar. São ruas intrafegáveis, escolas abandonadas, creches inacabadas, praças no meio do mato e pessoas em condições de calamidade pública.

Veja neste Vídeo, que mostra a situação de Fortaleza dos Nogueiras e dê sua opinião. A matéria é triste e ao mesmo tempo revoltante. Agora veja abaixo estas imagens da cidade. Cadê o prefeito?

CASA2CASA3CASA4Casa5

Contratos duvidosos da prefeitura de Santa Helena deixou população revoltada

COMPARTILHE
Dr. Lobato e sua farsa

Dr. Lobato e sua farsa em Santa Helena

Depois das publicações no Diário Oficial, onde estão estampados os valores altíssimos para reformas de creches e postos de saúde, a população helenense resolveu denunciar uma verdadeira formação de quadrilha no município. Extratos de contratos publicados no Diário Oficial no dia 14 de Janeiro deste ano (Veja aqui) dão conta de que mais de 200 mil reais foram destinados a reforma de postos de saúde de Santa Helena. Um verdadeiro superfaturamento explícito.  Assim como as creches, os postos de saúde do município foram apenas pintados nas cores da administração do prefeito Lobato somente para mostrar em propagandas da prefeitura de Santa Helena.

A empresa D. de J Sampaio-ME recebeu quase meio milhão de reais para fazer reformas, que se fossem inspecionadas, não seria gasto nem 20% do valor pago. Moradores denunciam que o prefeito Lobato está usando esses contratos para desviar dinheiro. No contrato, o responsável pela empresa é o coordenador de sua campanha política em 2012, Daniel Sampaio, que também já foi sub-secretário de esporte no município. Segundo informações, a empresa de engenharia de Daniel Sampaio existe apenas no papel e sequer tem um engenheiro ou ferramentas para a execução de obras desse porte. Na verdade, as obras são executadas por funcionários já contratados que usam ferramentas, máquinas e veículos da própria prefeitura.

EXT1EXT2

Moradores denunciam que essa é uma forma que o prefeito encontrou de retribuir o empenho de muitos coordenadores de sua campanha. Daniel Sampaio seria apenas um dos que já foram beneficiados com contratos milionários. Seria uma atitude nobre se não fosse uma prática criminosa. Embora os contratos sejam altos e até pareça que Lobato esteja ajudando alguém, dizem que o prefeito fica com 80% dos ganhos. Os donos das empresas usadas para estes atos criminosos são obrigados a aceitar por que a lei em Santa Helena é “ruim com esse, pior sem esse”.

São muitas as denúncias de desvio de dinheiro, crimes e escândalos na prefeitura de Santa Helena. Apesar de tudo, nenhuma providência é tomada. Nem o Ministério Público e muito menos a câmara de vereadores, os fiscais do povo, se preocupam em agir contra os desmandos e trapalhadas da administração atual.

Dizem até que existe um acordo rolando no ar para que todos comam na mesma panelinha. E não é de se duvidar, já que alguns vereadores voltaram atrás, de uma hora para outra, e resolveram votar em projetos cheios de segundas intenções em sessão extraordinária da Câmara municipal.

Joãozinho do PT esclarece polêmica em matéria jornalística

COMPARTILHE
Um coração já bastante ferido

Um coração já bastante ferido

O ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caxias, João Batista da Cruz Rios, o “Joãozinho do PT” enviou nota a este Blog, esclarecendo a polêmica que acabou se espalhando através de uma matéria que foi publicada no Jornal Pequeno, no Domingo (04) e foi replicada por este blog. E como este site sempre trabalha para seu público, irá ceder o direito de resposta, mesmo não sendo citado na nota. Leia abaixo a nota de Joãozinho do PT.

NOTA DE ESCLARECIMENTO:

Venho por meio desta, informar que ha um equivoco na matéria denominada Agente vazou operação da PF para lideranças petistas do Maranhão”, e subtítulo “violação de sigilo funcional”,  publicada no Jornal Pequeno edição de domingo 04 de maio de 2014 de autoria do Jornalista OSWALDO VIVIANI e no blog de propriedade do Sr. JOHN CUTRIM, porém, matéria esta de responsabilidade do Jornal Pequeno e, por conseguinte, do citado blog, devo dizer que o jornalista deve ter sido induzido a erro.

Pois, eu nunca fui alvo daquela e nem de outra operação da Policia Federal, nunca teve e nem tem motivo para isso. Nunca fui sequer investigado, muito menos tive minha casa objeto de busca e apreensão como afirma levianamente a dita matéria.

Nesse sentido, venho a público esclarecer e afirmar que o meu nome foi citado indevidamente pelo Jornalista OSWALDO VIVIANI na referida matéria veiculada no jornal Pequeno e no blog do JOHN CUTRIM, contrariando assim, os princípios do bom jornalismo, que entre outros, deve tomar o cuidado de apurar a realidade dos fatos antes de publicar qualquer matéria para não cometer erro e ou crime de imprensa preconizado na Lei 5.250 de fevereiro de 1967 art. 20.

Assim sendo, não admito ter meu nome veiculado em matéria jornalística ou em qualquer outro veículo de comunicação, sendo acusado de forma caluniosa e leviana, como sendo fraudador e ou tendo desviado recursos públicos, pois, o conteúdo da matéria no que diz respeito ao meu nome, caracteriza crime de calunia conforme preceitua o art. 134 – CP.

Portanto, conforme acima esclarecido e com fulcro nos artigos 29 e 30 da Lei 5.250 de fevereiro de 1967, solicito os responsáveis pela divulgação da matéria supracitada, a publicação da presente nota.

 

São Luís 04 de maio de 2014

  João Batista da Cruz Rios    

Agricultor/Consultor Agrário                                                                          

 

O bicho pegou hoje na Câmara municipal de São Luís

COMPARTILHE
Vereadores Marquinhos X Fábio Câmara

Vereador Marquinhos X Fábio Câmara

Enquanto São Luís pegava fogo na manhã de hoje (12), dois vereadores da capital maranhense perdiam as estribeiras na Câmara municipal. Os dois parlamentares foram contidos pela turma do deixa-disso. A cena lamentável foi protagonizada pelos vereadores Marquinhos (PRB) e Fábio Câmara (PMDB) que discutiam sobre a ida do secretário de trânsito e transporte, Canindé Barros, amanhã a câmara.

O vereador Marquinhos acabou falando que muitas denúncias da Câmara contra o transporte eram sopradas pelo próprio Canindé. Fábio Câmara não gostou da atitude do colega e disse que ele teria que provar as acusações e se iniciou uma discussão entre os dois. No bate boca entre os dois vereadores, Marquinhos insinuou que Fábio não era “macho” para negar esses fatos.

Foi quando o peemedebista falou que “Marquinhos” têm um passado duvidoso na política. O vereador do PRB saiu de sua mesa e foi até a bancada de Fábio: “fala na minha cara agora se tu és homem”.

Após o tumulto o presidente da casa, Isaías Pereirinha, resolveu encerrar a sessão por falta de decoro parlamentar. A partir daí, o peemedebista partiu com tudo para brigar com Marquinhos. No segundo round, Marquinhos ficou na dele. Já Fábio Câmara se empolgou ao ver o irmão dentro do plenário. Novamente muita gente teve que segurar os brigões e a sessão foi encerrada após o vereador Nato, que faz parte da comissão de ética da Câmara, pedir o encerramento.

Com o mau exemplo dos parlamentares, o clima de confusão contagiou até a galeria da Casa. Os membros da Comissão de Ética vão analisar os fatos. Veja o vídeo da confusão.

Pedetista Carioca desce o braço na TV globo

COMPARTILHE
Atuante & Corajosa

Atuante & Corajosa/Imagem retirada da internet

A radialista, colunista do jornal O Dia e deputada estadual, Cidinha Campos (PDT/RJ), publicou, no jornal e em suas páginas de redes sociais, um artigo com duras críticas à apresentadora Regina Casé (Esquenta) e à abordagem feita pela TV Globo, do caso da morte do dançarino “DG”. Leia abaixo e manifeste sua opinião a respeito:

ARTIGO ESCRITO DIA 04/05, DOMINGO:

Rio – Uma hora e meia de irresponsabilidade: foi o que se viu no programa da Regina Casé na tarde do último domingo. A polícia ainda não disse o que aconteceu no Pavão-Pavãozinho, mas a vítima, o dançarino DG, já foi canonizada como um misto de Rudolf Nureyev e São Francisco de Assis.
Eu lamento a morte desse rapaz, assim como lamento a morte de Edilson dos Santos, o jovem com deficiência metal, morto na mesma operação, e todos os PMs assassinados por bandidos nas UPPs e fora delas. Para esses, não se dedicou um programa na TV nem se produziu uma torrente de lágrimas em cadeia nacional.
DG era lindo, alegre, pontual, como disse Regina Casé. Mas o que fazia Ele pulando de um prédio para o outro em plena madrugada? A polícia afirma que ele estava com o bandido maior da área, o tal de Pitbull, foragido da cadeia, que naquela noite promovia um churrasco na comunidade, quando o tiroteio começou.
É fato que o dançarino gostava de companhias pouco recomendáveis. No seu Facebook, postou que era “amigo eterno do Cachorrão” (traficante morto na mesma comunidade em janeiro) e chegou a dizer que os moradores iriam descer o morro “cheios de ódio na veia e bico na mão” para vingar a morte do facínora.
No mesmo domingo do programa, um grupo fez uma manifestação na Avenida Atlântica, mãe da vítima à frente tocando um bumbo, gritando “Fora, UPP!”. Certamente, preferem que os traficantes continuem donos das favelas. Uma repórter do jornal O DIA foi agredida na manifestação. Agora virou moda. Não faz muito tempo, jornalistas e qualquer serviço do estado só subiam a favela com autorização do tráfico. Quem tem saudades desta época?
Nunca houve no Brasil um programa de combate ao domínio do tráfico tão determinado e corajoso quanto a UPP. É mentira que a ocupação social não esteja acontecendo. Pode não ser na velocidade que desejamos, mas acontece na velocidade possível. Só quem não mora no Alemão pode ignorar o teleférico, o cinema, as creches, escolas, biblioteca, centro de computação. O mesmo vale para a Rocinha, para o Santa Marta, Chapéu Mangueira e tantas outras comunidades.
A esquerda caviar, que ganha dinheiro mostrando a cultura da favela, mas gosta de passar férias em Angra e Paris, não vai reconhecer nunca o trabalho do governo, a menos que ganhe cachê para isso. As UPPs são a nossa chance de retomar o Rio para os fluminenses. Alimentar o discurso contra elas equivale a voltar para um passado que uma emissora com a responsabilidade da TV Globo não tem o direito de esquecer.

Seção da Câmara Municipal de São Luís é encerrada por falta de Quórum

COMPARTILHE
Ivaldo Rodrigues em pronunciamento no plenário

Ivaldo Rodrigues em pronunciamento no plenário

Com a galeria do plenário lotada de representantes da cultura maranhense, a seção foi encerrada pelo presidente Isaías Pereirinha (PSL) por falta “Quórum”. Os representantes da cultura maranhense foram recebidos na casa legislativa, pelo vereador Ivaldo Rodrigues (PDT).

Ivaldo ocupou a tribuna do plenário para falar sobre a criação da secretaria municipal de cultura, e foi aplaudido de pé por todos que estavam na galeria, após comprar a briga sobre o edital para contratação das brincadeiras para o período junino deste ano. “Nós temos que resgatar, valorizar e fortalecer a nossa cultura. A cultura não é só bumba-meu-boi. Temos a dança do cacuriá, o tambor de crioula, tambor de mina, o Lelê, danças portuguesas e tantas outras manifestações culturais do Maranhão – disse Ivaldo Rodrigues.

Para Ivaldo Rodrigues, não basta fortalecer uma parte, o executivo tem que ajudar 100% dos grupos. Ontem (4) o Vereador recebeu em sua residência, vários lideres da cultura maranhense. Após seu discurso na tribuna do plenário, Ivaldo foi elogiado pelo companheiro de Câmara, vereador Fábio Câmara (PMDB), por sua brilhante atitude.

A câmara contava hoje (5) com 24 vereadores em plenário, mas acabou sendo reduzido para 15 e por isso foi adiada a votação de um veto, que ficou para amanhã 9hs. Os Vereadores que permaneceram no plenário foram: Isaías Pereirinha, Ivaldo Rodrigues, Rose Sales, Fábio Câmara, Professor Lisboa, Honorato Fernandes, Marquinhos, Estevão Aragão, Bárbara Soeiro, Gutemberg Araújo, Luciana Mendes, Josué Pinheiro, José Joaquim, Bispo Paulo e Nato Gomes.

Já os vereadores que deixaram o plenário para não votar o veto, que poderia derrotar o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PTC), foram: Pavão Filho, Osmar Filho, Armando Costa, Ricardo Diniz, Pedro Lucas Fernandes, Edmilson Jansen, Chaguinhas, Beto Castro e Manoel Rego.

Na última quarta feira (30) o vereador Ivaldo Rodrigues, perdeu a paciência, quando mais uma vez não houve seção por falta de “Quórum”. Na ocasião, Ivaldo falou em voz alta, que quem não quisesse trabalhar, era só entregar o cargo.

Ivaldo Rodrigues visita a baixada maranhense

COMPARTILHE
Em almoço com lideranças em Guimarães

Em almoço com lideranças em Guimarães

O vereador de São Luís e pré-candidato a deputado estadual, Ivaldo Rodrigues (PDT), visitou a baixada maranhense neste final de semana. O conterrâneo da baixada esteve nos municípios de Bequimão, onde se reuniu com Dr. Cesar Cantanhede (PTC) e lideranças da região; em Peri-Mirim, Ele se reuniu com os ex-prefeitos do município, Dr. Geraldo e Dr. Vilázio, além de vereadores, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Peri-Mirim, Chico Grande, o atual vice-prefeito, Eliezer e o Padre do município.

Em Pinheiro, Ivaldo Rodrigues se reuniu com lideranças do município e participou de um café da manhã com o pré-candidato a deputado federal, Vitor Mendes (PV).

No sábado (3) Ivaldo ainda esteve em Guimarães, onde se reuniu com o vereador Osvaldo Gomes (PDT) e várias lideranças do município, justamente na casa onde o Partido Democrático Trabalhista foi fundado na cidade, pelo ex-governador Jackson Lago. Lá, Ivaldo Rodrigues também visitou vários pontos turísticos da cidade, com destaque para a estátua de São José, que fica no alto do Guarapiranga. Alem disso, o bequimãoense ainda conheceu o porto de Guimarães, que tem uma rampa flutuante.

Após grandes reuniões na baixada maranhense, Ivaldo voltou para a capital, São Luís, onde participou de vários encontros com lideranças da grande Ilha. Amado pelo povo da baixada, o vereador Ivaldo Rodrigues, ganha o carinho da população por onde passa. Baixadeiro, como é chamado quem nasce na baixada maranhense, Ivaldo Rodrigues, é bastante querido na região onde nasceu.

Vereador exige do prefeito de Peri-Mirim iluminação pública.

COMPARTILHE
João Felipe, o rei da divisão

João Felipe, o rei da divisão

Se não bastasse o crescimento da criminalidade no Estado do Maranhão, o município de Peri-Mirim, na baixada maranhense, vem ganhando essa fama nos últimos 14 meses. Com vários assaltos registrados, a população vem reclamando de uma verdadeira escuridão que se formou em todo município. Com isso, os marginais se aproveitam para cometerem seus delitos e escolherem suas vítimas.

A falta de iluminação pública na cidade vem causando esses problemas. Mas de quem é a culpa? È claro que é do prefeito João Felipe que não investe a verba que recebe da Companhia Energética do Maranhão, CEMAR. De acordo com Documentos adquiridos por este Blog, a prefeitura de Peri-Mirim, recebeu somente em 2013, o valor de R$ 249.310,16, pagos pelo povo do município de Peri-Mirim através de iluminação pública.

O vereador e presidente da Câmara, Jean Reis, já havia questionado sobre essa verba, que até hoje ninguém sabe onde foi aplicada. Segundo o vereador, ele foi até a CEMAR, buscar informações sobre a arrecadação da iluminação pública municipal e quando chegou lá, foi surpreendido com o montante que o prefeito João Felipe (PT) havia recebido da CEMAR e nunca aplicou. Vejam os documentos abaixo.

jean1jean2

Vereador de São Luís recebe homenagem do COMEFC

COMPARTILHE
Ivaldo recebe a PLACA das mãos do prefeito Altemi Botelho

Ivaldo recebe a PLACA das mãos do prefeito Altemi Botelho

O vereador de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), pré-candidato a deputado estadual, foi homenageado com uma “PLACA” no primeiro aniversário do COMEFC, realizado na noite de sábado (26) no salão de eventos do hotel pestana, no bairro do Calhau, em São Luís. Ivaldo que sempre esteve na luta pelo povo do Maranhão, teve seu trabalho reconhecido e foi agraciado com essa homenagem. Em seu discurso, o vice presidente do COMEFC e prefeito de Tufilândia, Doutor Neto (PPS), agradeceu de público ao vereador de São Luís, Ivaldo Rodrigues, pelo apoio dado durante a criação do consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás no Maranhão (COMEFC). “O vereador Ivaldo Rodrigues, comprou a briga e está com a gente até hoje, precisamos de homens de coragem assim, e espero que os outros municípios abracem esse projeto” – disse Doutor Neto.

 A prefeita de Bom Jesus das Selvas e presidente do Consórcio, Cristiane Damião (PTdoB), destacou que o sonho virou realidade. “O que foi dito aqui hoje me deixa muito feliz. Vocês entenderam e apoiaram a luta deste consórcio. Antes era um sonho e agora é uma realidade de grandes conquistas e vitórias. Este consórcio é uma família, uma irmandade que garantiu todas essas conquistas que nós tivemos, principalmente diante do Marco Regulatório da Mineração”.

Em reconhecimento à contribuição durante o primeiro ano do COMEFC foram homenageados também, o deputado federal Cleber Verde (PRB/MA); o deputado estadual Stênio Resende (PMDB); o vice-prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira (PP); a prefeita de Bom Jesus das Selvas e presidente do Consórcio, Cristiane Damião (PTdoB); o prefeito de Tufilândia e vice-presidente do Consórcio, Doutor Neto (PPS).

Também receberam homenagens o prefeito de Alto Alegre do Pindaré e tesoureiro do Consórcio, Atemir Botelho (PRTB); o prefeito de Santa Rita e segundo vice-presidente do COMEFC, Tim Ribeiro (PRB); o diretor executivo do Consórcio, Leôncio Lima; o deputado federal e relator da Comissão do Novo Marco Regulatório da Mineração, Leonardo Quintão (PMDB/MG), representado na solenidade pelo deputado Cleber Verde, e o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Carlos Nogueira, representado também pelo parlamentar.

A solenidade de homenagens foi prestigiada pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, deputado Arnaldo Melo (PMDB); o deputado estadual Hélio Soares (PMDB); a prefeita de Itinga do Maranhão, Vete Botelho (PDT); o prefeito de Arari, Djalma Melo (PTB); o prefeito de Buriticupu, Zé Gomes (PMDB); o prefeito de Bacabeira, Alan Linhares (PTB); o prefeito de Monção, Queiroz (DEM); o prefeito de Miranda do Norte, Júnior Lourenço (PTB).

 O deputado Cleber Verde (PRB) falou sobre a importância e resultados do COMEFC, formado por 23 municípios maranhenses cortados pela estrada de ferro Carajás. Ele explicou ainda sobre os benefícios com a aprovação do novo marco regulatório da mineração para os municípios e estados. Com a luta do COMEFC, a Vale já disponibilizou linhas de crédito no valor de R$ 85 milhões de reais para projetos nas áreas de saúde, educação e geração de emprego e renda.

O COMEFC é formado pelos municípios de Açailândia, Alto Alegre do Pindaré, Anajatuba, Arari, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Bom Jardim, Bacabeira, Cidelândia, Igarapé do Meio, Itapecuru-Mirim, Itinga do Maranhão, Miranda do Norte, Monção, Pindaré-Mirim, São Luís Gonzaga, Santa Rita, São Pedro da Água Branca, São Francisco do Brejão, Santa Inês, Tufilândia, Vila Nova dos Martírios e Vitória do Mearim, que juntos têm 76% de extensão da malha ferroviária.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free