casa » POLÍTICA (página 87)

POLÍTICA

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Provável demissão na Câmara é debatida

COMPARTILHE

ASTRO

Conduzida pelo vereador Astro de Ogum (PMN), presidindo a sessão legislativa desta segunda-feira (1), a situação de uma provável demissão de servidores da Câmara Municipal de São Luís foi debatida ontem no Plenário Simão Estácio da Silveira. Os vereadores procuraram tomar ciência de todo o trâmite do processo, que vem deixando os funcionários do Legislativo Ludovicense apreensivos, diante de uma ameaça de serem exonerados de seus empregos.

Para explicar a situação Astro de Ogum convidou o procurador legislativo Ítalo Azevedo, que vem acompanhando o processo há treze (13) anos. Bastante didático o causídico forneceu explicações sobre todos os recursos impetrados pela Câmara Municipal com a tentativa de evitar a demissão dos servidores. Ítalo Azevedo deixou claro que o Ministério Público solicitou a demissão de 272 funcionários e que a Justiça chegou a conceder a manutenção de apenas 45, restando 227 com a ameaça de exoneração.

EXISTÊNCIA DE LISTA E PRAZO

Havia um boato de que a Câmara Municipal tinha o prazo de até a última sexta-feira, (28), para encaminhar uma lista com o nome dos funcionários que seriam demitidos. Ficou esclarecido que não existia ainda nenhuma lista e que não existe determinação de prazo para que o Legislativo mande a tal lista para o Ministério Público, e que o expediente do MP não tem efeito suspensivo.

BUSCAR MECANISMOS

Diante de uma sugestão de não encaminhar uma lista com prováveis demissionários para o Ministério Público, já que não existe um prazo determinado para tal finalidade, Astro de Ogum falou para os vereadores que iria manter uma conversa ontem a tarde mesmo com o presidente da Casa, vereador Antonio Isaias Pereirinha (PSL), em virtude de não ter a titularidade da Presidência do Legislativo. Falando para todos que “descansem em paz seus corações”, Astro de Ogum ficou de ter um diálogo com todos os vereadores nesta terça-feira, (02), com o objetivo de buscar mecanismos com a finalidade de encontrar uma saída para o problema.

PDT realiza Convenção Municipal

COMPARTILHE

PDT

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) de São Luís realizou, na tarde desta sexta-feira (28), a sua Convenção Municipal para a eleição do Diretório Municipal, que conduzirá a sigla na capital maranhense pelos próximos dois anos, e para debater sobre a intensa participação do partido durante as eleições deste ano.

O deputado federal Weverton Rocha, reeleito como presidente do diretório, destacou a importante participação do partido durante o pleito de 2014, que obteve êxito tanto no âmbito estadual – com a eleição de Flávio Dino -, como no âmbito nacional – com a reeleição da presidente Dilma Rousseff. “O nosso partido vem dia após dia se reinventando e se fortalecendo, e temos demonstrado, tanto a nível nacional, como estadual, a sua importância. Aqui em nosso estado, chegamos neste momento com a sensação de missão cumprida”, declarou Weverton.

O presidente estadual da sigla, Julião Amim, relembrou com orgulho o papel do PDT no estado e destacou a felicidade do partido em contribuir com o próximo governo. “Fomos o primeiro partido a declarar apoio ao Flávio e estou muito feliz por ter participado dessa vitória histórica”, disse.

O momento contou com a participação do governador eleito, Flávio Dino, que prestigiou o evento e destacou o importante trabalho desenvolvido pelo PDT durante as eleições que culminaram em sua eleição. “É uma alegria muito grande partilhar deste momento com todos os companheiros do PDT que muito contribuíram para a nossa vitória no estado. A minha vitória representa a vitória de Neiva Moreira e de Jackson Lago, porque neste ano derrotamos para sempre a oligarquia. Agradeço muito ao PDT pela sua maturidade política e confio muito em sua força, pela sua história e por ser uma força presente que será capaz de nos ajudar a mudar a vida de sete milhões de maranhenses”, falou.

Dino destacou ainda o seu critério em escolher os nomes que irão compor a sua equipe de governo a partir do próximo ano e ressaltou o perfil técnico dos pedetistas que contribuirão de maneira direta com sua administração. “Na formação da minha equipe, eu levei em conta critérios técnicos e políticos, e cada nome foi escolhido com muito cuidado, para que de fato possamos levar para as pessoas aquilo que elas tanto almejam: a mudança”.

Durante o evento, inúmeros nomes do partido, como o vereador de São Luís Pavão Filho, e os deputados estaduais eleitos, Rafael Leitoa e Fábio Macedo, falaram do protagonismo de luta do partido dentro do estado e ressaltaram a disposição de seus mandatos. “No Maranhão é necessário mudar o modelo político que é exercido, e nosso partido sempre foi protagonista nesta luta. E todos arregaçaram as mangas em favor deste momento histórico que vivenciamos”, enfatizou Pavão Filho.

O momento contou, ainda, com a participação do deputado federal Pinto da Itamaraty (PSDB), representantes e militantes de diversos movimentos do partido, além de simpatizantes.

Após a convenção foi feita, ainda, a abertura do Retiro da Juventude Socialista do PDT, que ocorrerá até o próximo domingo (30) e contará com a participação de cerca de 100 jovens de 20 municípios maranhenses. O encontro tem como principal objetivo a formação política dos jovens.

Novo Diretório Municipal do PDT São Luís – Weverton Rocha (presidente), Raimundo Penha (vice-presidente), Pavão Filho (2º vice), Luzimar (tesoureira) Júlio França (secretário), Conceição Maia (1ª vogal).

Jacioca de cara nova

COMPARTILHE

Matéria de Assessoria

JC6

Quem chega ao povoado Jacioca, em Bequimão, e passa pelas comunidades do entorno já pode trafegar em estradas melhores e mais seguras. Nos trechos mais estreitos, as vias foram ampliadas e está sendo construída uma ponte de concreto sobre o Rio Jacioca. O prefeito Zé Martins vistoriou as obras que estão levando mais desenvolvimento à região.

JC JC1

As estradas vicinais recuperadas começam no Ramal do Jacioca e passam pelos povoados Mojó, Centro dos Lopes e Vila do Meio. Ainda serão beneficiadas as comunidades Titara e Baixo Escuro. “O povo pedia muito por essas estradas, porque elas estavam em péssimas condições. Agora, o povo está muito satisfeito com o trabalho que o prefeito Zé Martins está fazendo”, afirmou o vereador Vetinho.

JC2 JC3

O prefeito conversou com moradores e lideranças das comunidades. “Você está fazendo umas estradas bonitas aí. Estão ficando muito boas”, disse o proprietário do Restaurante Mariscos, Adelino Barbosa, ao encontrar Zé Martins, que observava cada detalhe das obras. “Estamos fazendo esse trabalho com todo zelo, para oferecermos à população a melhor estrutura possível. Esta ponte sobre o Rio Jacioca vai ser uma ponte para nunca mais acabar”, garantiu o prefeito.

JC4 JC5

Pescaria no “Asfalto” maranhense

COMPARTILHE

Do Estadão

Foto de Marcos D'eça

Foto do Blog Marcos D’eça

Um mês antes do início da campanha eleitoral, o Ministério da Pesca alterou norma interna e permitiu que carteiras de pescador, antes confeccionadas pela Casa da Moeda, fossem emitidas em papel comum. A medida permitiu que, desde junho, as próprias superintendências da pasta nos Estados, a maioria controlada pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), confeccionassem os documentos, que dão direito a salário durante os cinco meses do defeso e outros benefícios.

As carteiras impressas em papel moeda tinham uma marca d’água para evitar fraudes – uma proteção que as confeccionadas em papel comum não dispõem.

O PRB, ligado à Igreja Universal, comanda a pasta desde março de 2012, quando o senador Marcelo Crivella (RJ) foi nomeado ministro. Ele deixou o cargo para disputar o governo do Rio. O ministério é chefiado hoje pelo pastor Eduardo Lopes, também do PRB e suplente de Crivella. A sigla trabalha para manter a pasta no próximo mandato de Dilma Rousseff. Das 27 superintendências, 17 estão sob a chefia de filiados e dirigentes do partido.

No Acre, a Polícia Federal e o Ministério Público investigam denúncia de que houve um derrame de carteiras no período eleitoral para pessoas que não praticam a atividade pesqueira. A distribuição teria beneficiado Juliana Rodrigues de Oliveira e Alan Rick, respectivamente eleitos deputados estadual e federal pelo PRB. Até março, doutora Juliana, como é conhecida, foi superintendente estadual do ministério. Ela já havia, sem sucesso, disputado uma eleição, antes de ocupar o cargo.

‘CHEQUE PRÉ-DATADO’

Foto Blog Jorge Aragão

Foto Blog Jorge Aragão

A Polícia Federal já tomou depoimento de eleitores que receberam as carteiras cinco dias antes das eleições – parte deles assentados da reforma agrária. Eles disseram ter vendido o voto em troca do benefício. A investigação está sob sigilo da PF.

O registro do pescador é como um “cheque pré-datado”. O seguro-defeso, que garante salário no período em que a pesca é proibida, só pode ser recebido um ano após a emissão da carteira. Há exigências como comprovação por meio de relatório da atividade pesqueira. O documento dá direito a linhas de crédito bancário e aposentadoria especial.

Dados do ministério mostram que, no Acre e no Maranhão, o número de carteiras emitidas no período eleitoral supera o dos demais meses. De agosto a outubro, foram confeccionadas 30.177 carteiras no Maranhão, mais que as 22.581 dos sete meses anteriores do ano.

A Polícia Federal tem 14 inquéritos abertos no Estado para apurar irregularidades no pagamento do seguro-defeso ou na distribuição de carteiras. O Ministério Público informou que tramita um recurso no Tribunal Regional Eleitoral relacionado à distribuição das carteiras, também sob sigilo da PF.

O número de pescadores artesanais registrados no País hoje é de 1.005.888. Dados do Ministério do Trabalho mostram que, de abril a setembro, o número de requerentes do seguro da pesca chegou a 281 mil – foram 198 mil no mesmo período de 2013. A pasta não informou quais Estados tiveram maior crescimento.

A Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca, embrião do ministério, foi criada em 2003 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva para acomodar o petista José Fritsch, candidato derrotado ao governo de Santa Catarina. Quando assumiu o cargo em 2012, Crivella disse em tom de brincadeira que não sabia “colocar uma minhoca no anzol”. De lá para cá, a verba usada para pagar segurados do defeso subiu de R$ 1,2 bilhão para R$ 2 bilhões ao ano. / COLABOROU FÁBIO FABRINI

 

OPINIÃO DO PORTAL

Aqui no Maranhão não precisa consultar Bita do Barão ou Pai Léo, para descobrir quem está envolvido nessa roubalheira. O deputado federal, Kleber Verde, que vive mais enrolado com a justiça que charuto de bêbado, ainda colocou seu irmão Junior verde no bolo negro. Tem municípios do Maranhão, que os “Pescadores” não conhecem o rio e muito menos o mar. Os que verdadeiramente pescam não recebem, mas os que não conhecem um anzol se quer, recebem toda temporada. Além disso, os presidentes de colônias também comem do peixe, OPs! do seguro defeso. A máfia é tão grande, que se todos os pescadores cadastrados pescassem os peixes já estariam em extinção. Tem cidade que tem mais pescadores cadastrados que habitantes. Se o jornal nacional mostra a matéria, esse políticos corruptos devem está morrendo de vergonha. Que pena desses coitados!

 

 

LOA 2015 é apresentada na Câmara

COMPARTILHE

CD6

Em audiência pública realizada na tarde desta segunda feira (24) na Câmara Municipal de São Luís, a Comissão de Orçamento da Casa Legislativa, representada pelo Presidente em exercício, vereador Pedro Lucas (PTB) e o relator da comissão vereador José Joaquim (PSDB), questionaram alguns itens da LOA – Lei Orçamentária anual. O executivo foi representado pelos secretários José Cursino (Planejamento), Lula Fylho (Governo), Raimundo Rodrigues (Fazenda), Robson Paz (Comunicação), Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos), Helena Duailibe (Saúde), Geraldo Castro (Educação), Andréia Lauande (Criança e Assistência Social), Marcelo Coelho (Agricultura e Abastecimento) e Fátima Ribeiro (Segurança Alimentar). Com a ausência do Presidente da comissão, Vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), que estava internado com problemas de saúde, o presidente da Câmara, Isaías Pereirinha (PSL) e os membros da Comissão de Orçamento da Câmara acima citados, conduziram a audiência.

A Prefeitura de São Luís apresentou detalhadamente as ações do Executivo Municipal para o próximo ano, durante audiência pública na Câmara de Vereadores sobre a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2015. O orçamento do próximo ano está estimado em R$ 2,7 bilhões. O secretário municipal de Planejamento, José Cursino Raposo, explicou que a estimativa é a mais realista dentro da conjuntura econômica do país, e que o prefeito Edivaldo garantirá a execução eficiente e coerente.

O secretário de Planejamento esclareceu os critérios técnicos utilizados para a montagem da peça orçamentária e respondeu ao questionamento dos vereadores sobre a estimativa do orçamento para 2015. Ele destacou que os investimentos prioritários da gestão, nas áreas da Educação e Saúde, estão assegurados na peça orçamentária.

“A arrecadação de 2014 ficou bastante abaixo da estimativa original. Ao final do ano devemos ficar com R$ 2,2 bilhões [o estimado era pouco maior de R$ 2,7 bilhões]. Em 2015, a estimativa é bem realista para que não se crie expectativas que não teriam respaldo financeiro no decorrer do exercício. A estimativa leva em conta de forma bastante responsável a incorporação das melhorias que estamos projetando”, salientou Cursino.

O secretário municipal da Fazenda, Raimundo Rodrigues, afirmou aos parlamentares que a Prefeitura está investindo na modernização da pasta para melhoria da arrecadação, sem aumento de impostos. Ele apresentou os projetos estruturantes para aprimorar a arrecadação, como o treinamento de pessoal na questão tributária e a revisão do Código Tributário Municipal, onde espera contar com o apoio da Câmara.

“Gerando processos consistentes, colocando metas, nós trabalhamos de forma mais factível. Quem deve União, Estados e municípios paga primeiro a União. Porque a cobrança é mais eficiente. Temos que evoluir nesse processo da cobrança”, exemplificou.

Raimundo Rodrigues também destacou os fatores positivos de uma estimativa mais conservadora da arrecadação. “A nossa superestimação das receitas gera uma expectativa falsa. Se ficamos mais ‘pé no chão’ o que vem além gera um ‘plus’ na administração. Isso leva a um maior poder de financiamentos, um fator de crescimento para o município”, assinalou.

O secretário de Educação, Geraldo Castro, ressaltou as várias obras em escolas da rede municipal, tanto as já realizadas quanto as em licitação para serem executadas em 2015. Ele também destacou a matrícula digital implantada nesta gestão pela Prefeitura e que melhorará a precisão do Censo Escolar, ferramenta que define os repasses federais.

Dentro do cenário de detalhamento do orçamento municipal, a secretária da Criança e Assistência Social (Semcas), Andréia Lauande, falou da regularização dos alugueis dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e a conquista de recursos para unidades próprias, economizando os gastos com aluguel. “O prefeito Edivaldo está regularizando os espaços da gestão. Esta administração prima pela captação de recurso externo junto aos governos federal e estadual e teremos muitos espaços próprios para que os Cras não sejam mais itinerantes”, informou.

Na área da Saúde, a secretária Helena Duailibe explicou aos vereadores que priorizou a aplicação das emendas parlamentares nas unidades de saúde. “Temos melhorado muito o atendimento das nossas unidades de saúde, e ampliaremos ainda mais para o próximo ano. A Saúde tem sido tratada como prioridade na gestão do prefeito Edivaldo e estamos dando um tratamento digno aos pacientes”, pontuou.

Ela lembrou que acompanhou o prefeito Edivaldo este mês em Brasília discutindo parcerias para a área da saúde na capital maranhense. “Solicitamos o aporte federal na ordem de R$ 4 milhões, especificamente para a manutenção de nossos hospitais de emergência, Socorrão I e II”, disse. Helena Duailibe lembrou que o ministro das Relações Institucionais, Ricardo Berzoini, se prontificou em reforçar o pleito dos recursos junto ao Ministério da Saúde.

Na área de infraestrutura, o secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, destacou as principais ações previstas na LOA 2015. “No próximo ano iremos concluir a drenagem profunda do Mercado Central e Canal do Portinho, assim como o Canal do Renascença. Também serão concluídos os serviços no Canal do Cohatrac e na Rua Cônego Tavares, no Anil”, enumerou.

Antônio Araújo frisou ainda a manutenção no sistema de microdrenagem em todas as regiões da cidade. Também estão previstas as conclusões da Praça de Esportes e Cultura do Coroado e os serviços de drenagem e pavimentação de várias ruas da região Itaqui-Bacanga. Em diversos bairros também serão iniciados os serviços de drenagem, recuperação asfáltica e calçamento. O secretário também destacou o quadro de ações de iluminação pública e limpeza dos bairros de São Luís.

Ivaldo Rodrigues 3 X 0 Silêncio

COMPARTILHE

HJ2

Nesta semana o vereador de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), ocupou a tribuna por duas vezes e mandou ver pra cima daqueles que brincam com a dor da população Ludovicense. Na segunda feira (17) Ivaldo elogiou o trabalho feito pelo DETRAN-MA, através de uma ação realizada na avenida litorânea, em respeito às vitimas do trânsito brasileiro, onde ele também participou. Na ocasião, o vereador pediu mais emprenho do secretário de transportes de São Luís e sugeriu ao prefeito da capital, Edivaldo Junior, que divide a pasta e criasse uma secretaria de transporte e outra de trânsito. Veja o Vídeo do discurso.

Na terça feira (18) Ivaldo Rodrigues participaria de audiência pública, promovida pela vereadora Rose Sales, sobre licitação do transporte público de São Luís. Eu falei participaria. Isso porque os convidados, Secretário da SMTT, Canindé Barros e a Promotora do Consumidor, Lítia Cavalcante, simplesmente não compareceram e deram a desculpa mais esfarrapada do planeta.

“Isso é uma falta de respeito com a casa Estácio da Silveira e também com nós vereadores. Quem for fã de Canindé que seja, mas ele deve explicações ao povo desta cidade” – disse Ivaldo Rodrigues. Veja o vídeo do pronunciamento do vereador.

Hoje (19), o vereador estava bem mais tranquilo, mas subiu a tribuna do plenário e falou a respeito do Orçamento para 2015, explicando como está sendo feito pela comissão à qual é o presidente. Veja os Vídeos do Pronunciamento. A  2ª parte do Vídeo.

Projeto sobre Licitação de Transporte é uma “Colcha de Retalhos”

COMPARTILHE

Texto de Davi Max

RS

A vereadora Rose Sales (PCdoB) fez duras críticas ao projeto enviado pela Prefeitura de São Luís à Câmara Municipal, que trata da licitação do transporte coletivo para a cidade, que seria discutido em Audiência Pública de sua autoria, na terça-feira (18) naquela Casa legislativa.

A Audiência, cujo objetivo era discutir e encontrar meios de resolver a problemática do setor em nossa capital, foi cancelada devido à ausência do Secretário Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros. Além do Secretário, foram convidados os representantes do Sindicato das Empresas de Transportes (SET) e a Promotora de Justiça, Lítia Cavalcante, que também não compareceu.

De acordo com a Parlamentar, a audiência não poderia acontecer sem a presença do Secretário Canindé, que deveria apresentar os subsídios necessários para nortear as discussões sobre o assunto. “É lamentável que ele não tenha vindo porque sem o Gestor da pasta não se tem condições técnicas para o que vamos discutir”, ressaltou a vereadora.

Sobre o Projeto enviado pelo Prefeito Edivaldo Holanda Júnior à Casa, que dispões sobre a licitação, Rose Sales foi taxativa em afirmar que a atual gestão está sendo omissa neste assunto, que já vem se desenrolando desde às administrações passadas, o que exige um caráter emergencial. Para ela, o tempo se esgotou e não dá mais para o Executivo ficar protelando, enquanto a população sofre com a precariedade do sistema de transporte coletivo.

“A questão de implantar efetivamente uma política de mobilidade urbana na cidade que garanta nesse processo de licitação dos transportes um resultado social real, é urgente. É para ontem. E em todo esse tempo a gestão vem protelando e não tem dado a resposta para a população de forma nenhuma. A gestão municipal está sendo na verdade omissa quando não cumpre o Plano Nacional de Mobilidade Urbana, quando não instaura o Plano Municipal ou quando não licita os transportes com um Projeto de Lei consistente”, declarou a Parlamentar.

Continuando as suas críticas, a vereadora comunista chamou o Projeto de “colcha de retalhos”, afirmando que ele não atende aos anseios da sociedade, pelo contrário, se caracteriza num mecanismo de manipulação e de convencimento ao judiciário, que recentemente decidiu pela intervenção na SMTT, a pedido do Ministério Público. “É vergonhoso o Prefeito de São Luís mandar um Projeto desses, inconsistente, que para mim é uma colcha de retalhos, que na verdade é uma forma dele (o Prefeito) se justificar perante a Justiça, e não, para dar uma resposta à população”, lamenta.

 Ao apontar falhas técnicas apresentadas no Projeto, Rose Sales listou exemplos de várias contradições do Prefeito na elaboração do documento, que em determinados momentos chega a ser inconstitucional. “Dentro do Projeto, ele (o Prefeito), diz que precisa ter o Plano Municipal de Mobilidade, o que não existe. Em determinado momento, ele delega a competência restrita ao município em relação ao sistema, e coloca em aberto para terceiros, sendo que isso é inconstitucional. Coloca o prazo de 35 anos para a concessão de transporte, quando é um equívoco. Isso tem que ser um mínimo de, pelo menos 10 anos, a partir de uma avaliação anual da qualidade na prestação de serviço, podendo prorrogar por mais 05 anos, se for o caso”, diz  Rose Sales.

Concluindo, a Parlamentar afirma, que, da maneira como o Projeto foi encaminhado ao Legislativo à apreciação dos vereadores, vai continuar beneficiando apenas os empresários do setor como vem acontecendo devido aos encaminhamentos dados pelas administrações anteriores. Enquanto isso, a mobilidade urbana propriamente dita ficará de lado, o que não dá para ser aprovado na Casa.

“Eles (os empresários) vão ficar mais uma vez fortalecidos. os interesses da população e do empresariado têm que coexistirem de forma equilibrada, e não se fortalecerem  em deprimento da população. Outro item é o reajuste  da tarifa, sem ficar clara de quem será a responsabilidade  Portanto, lamentavelmente, não dá para ser apreciado e tão pouco aprovado esse Projeto do Executivo sobre o Transporte Coletivo do jeito que ele está, quero o que e de direito da população”, alerta Rose Sales.

Weverton Rocha é absolvido pelo STF

COMPARTILHE

weverton-rocha1

Por unanimidade, o deputado federal Weverton Rocha (PDT) foi absolvido na tarde desta terça-feira (18), da ação penal Nº 678, que tratava sobre suposto desvio de colchões que deveriam ser destinados a vítimas de enchentes no estado.

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julgou improcedente a ação, concluindo que não havia quaisquer provas do suposto desvio de colchões cedidos à secretaria de esporte enquanto Weverton Rocha era titular da pasta, durante o Governo Jackson Lago.

Para Weverton, a decisão demonstra a competência da Justiça brasileira em julgar baseada nos fatos e não em se deixar levar pela parcialidade de setores da mídia. “Sempre afirmei e defendi minha inocência e tive fé na Justiça, tanto do homem quanto de Deus. Hoje, tiro este peso, que carreguei injustamente, de meus ombros”, declarou.

Participaram da votação os ministros Dias Toffoli, Luiz Fux, Roberto Barroso e Rosa Weber. A prova mais concreta de que o deputado Pedetista é inocente.

#Matéria de Assessoria#

Assalto na travessia do Ferry Boat

COMPARTILHE

B4

Se não bastasse a falta de conforto na viagem mais cansativa de São Luís até a baixada maranhense, o preço da passagem não para de aumentar quando o assunto é travessia de Ferry Boat. Só em 2014, essa passagem já aumentou 3 vezes. No início do ano a passagem custava R$ 16,00 reais, sendo R$ 8,00 do Ferry e R$8,00 do ônibus.

Meses depois, a passagem teve seu primeiro aumento em 2014 e passou para R$ 20,00 reais, sendo R$8,00 do Ferry e R$12,00 do ônibus. Um aumento de quase 30%. Para os empresários que transportam passageiros para a baixada maranhense, o valor não compensava, haja vista que a gasolina teria aumentado e esta seria a desculpa. Esse valor é para quem viaja com destino ao município de Bequimão, imagina quem vai para cidades como Porto Rico, Turiaçu e Serrano? Na minha opinião isso é um assalto ao consumidor.

FERRY1 FERRY2

Mas foi exatamente pouco menos de quatro meses depois, que a mesma passagem teria novo aumento e passaria de R$20 para R$25,00 reais. Quando os passageiros já estavam se acostumando, veio outro aumento e desta vez a passagem do Ferry Boat passou de R$8,00 para R$11,00 e a passagem total passou a custar R$28,00 reias. Mas isso não durou muito tempo, já que nesta semana, houve novo aumento, o terceiro só este ano e a passagem passou a custar R$33,00 reais, até quando ninguém sabe. Hoje, a viagem de São Luís até a baixada maranhense, já é a mais cara do Estado.

OPINIÃO:

Gostaria de chamar atenção do deputado estadual, Othelino Neto (PCdoB), que durante a campanha política levantou essa bandeira e até agora não se manifestou sobre o assunto. Se não estava sabendo desse abuso, agora deve se mexer, afinal Ele ainda é deputado e reeleito por mais 4 anos. Precisa ter coragem e comprar essa briga de verdade e não falar da boca pra fora. O único deputado estadual que já comprou essa briga contra esses aumentos de passagem de Ferry Boat, foi o Radialista & Jornalista José Raimundo Rodrigues e pagou um preço muito alto por isso, mas teve coragem de enfrentar.

Outro problema que precisa ser visto pelos deputados, é a falta de fiscalização na saída e chegada de São Luís, via Ferry. Acho até, que o porto da Espera seja o único lugar no mundo, onde basta comprar a passagem, que a viagem está garantida. Ninguém pede um documento, e os marginais da capital estão invadindo a baixada maranhense. Tá na hora de alguém acordar ou essa travessia se tornará a maior válvula de fuga de bandidos.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free