casa » POLÍTICA (página 38)

POLÍTICA

Governador Flávio Dino inaugura nova unidade do Viva

COMPARTILHE

A nova unidade central do Viva, localizada na Av. Beira Mar, em São Luís, foi inaugurada nesta quarta-feira (11) pelo governador Flávio Dino. Agora instalada no prédio que abrigava o antigo Casino Maranhense, a unidade garante a expansão e descentralização do órgão, com mais qualidade, conforto, segurança e acessibilidade para usuários e servidores.

Com capacidade para mais 5 mil atendimentos diários, em 120 guichês disponíveis, o novo espaço oferecerá diversos serviços com dignidade aos cidadãos e agregará os serviços que eram oferecidos nas unidades da Praia Grande e Jaracati, representando uma economia de 44,20% nos gastos.

“É uma alegria poder estar aqui entregando esse equipamento de grande qualidade, dobrando os pontos de atendimentos e os serviços oferecidos, é uma continuidade do nosso compromisso de atender bem ao cidadão, de ter um Governo de portas abertas, sempre voltado para aqueles que mais precisam”, destacou o governador Flávio Dino, apontando a importância de oferecer ao cidadão uma infinidade de serviços necessários à cidadania num prédio imponente e antes abandonado.

O presidente do Viva, Duarte Júnior, ressaltou o esforço que a gestão tem feito para oferecer mais pontos de atendimento, em regiões descentralizadas para que possa atender com comodidade mais pessoas. “É um dia de muita alegria, em que a gente pode entregar essa unidade que é uma preocupação do governador Flávio Dino, de atender a quem mais precisa. Atender não só bem a população, o cidadão, mas permitir que o servidor do estado do Maranhão tenha um local amplo, um local com qualidade para desenvolver suas atividades”, pontuou Duarte.

MAIS SERVIÇOS

O governador lembrou que o Governo do Estado tem, na verdade, reconstituindo toda a rede de atendimento do Viva. O número de instituições parceiras dentro do órgão subiu de 16 para 30, que passará a oferecer serviços como atendimento da Cemar, Caixa Econômica Federal, bem como a realização de exames do Detran.

Também estão sendo abertas unidades no interior do Maranhão, outras unidades na ilha, com postos nos shoppings visando realizar atendimento no período da noite. No total, com as três novas unidades fixas – Beira-Mar, Shopping da Ilha e Pátio Norte –, o total de guichês que era de 133 nas três unidades anteriores será elevado para 259 com as novas instalações.

Para o secretário de Estado de Direitos Humanos, Francisco Gonçalves, o Viva, do modo que foi estruturado garante que a população possa realizar com dignidade serviços simples, como a emissão de carteira de identidade e de trabalho, serviços que darão acesso a diretos básicos. “O que estamos fazendo aqui hoje é assegurando as condições de direito, mas lembramos que não basta garantir direitos, tem que garantir direito com respeito, e não pode existir respeito sem qualidade no atendimento”, defendeu o secretário.

ESTRUTURA

A nova unidade foi aprovada por quem precisou utilizar os serviços no dia da inauguração. O microempresário Emanuel Batalha foi buscar o documento do carro, acompanhado do filho e elogiou as novas instalações. “A estrutura é excelente, um prédio antigo, que estava desvalorizado e abandonado e aí, fizeram um importante trabalho de revitalização e melhoramento do atendimento. Isso sim é trabalhar para o cidadão”, opinou.

O novo Viva possui 3.601 m² de área útil, e 1.875 m² de área construída. O andar térreo abrigará todos os postos de atendimento, divididos em três corredores e identificados por cor, para facilitar a localização do serviço desejado. Também no térreo estarão localizados os bancos (Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal) e o correspondente bancário (Pague Fácil); uma lanchonete onde os cidadãos e servidores poderão fazer refeições rápidas; e também um espaço dedicado a apresentações culturais, intervenções artísticas, saraus e exposições.

No andar superior ficarão os setores administrativos. Na área externa haverá estacionamento com vagas disponíveis para os usuários dos serviços, 10% delas reservadas para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Esteve presente na solenidade de abertura o vice-governador Carlos Brandão, o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, os deputados estaduais Bira do Pindaré e Levi Pontes, o secretário municipal de Governo, Lula Fylho e os vereadores Lisboa e Rômulo Franco.

 

 

Geraldo Filho (Geraldinho) pode ser o substituto do pai caso continue ficha suja no TCE

COMPARTILHE

O ex-prefeito de Peri-Mirim, Geraldo Amorim (PMDB), comentou com pessoas próximas que está trabalhando o nome do herdeiro Geraldo Filho (Geraldinho) para ser uma segunda opção nas eleições deste ano, caso seu nome continue ficha suja. Nas redes sociais Facebook, Geraldo Filho já faz campanha com a bandeira do pai desde outubro do ano passado. Com medo de perder a hegemonia no município, Geraldo Amorim trabalha nos bastidores para que seu filho seja a segunda opção do grupo.

Mas segundo pessoas próximas dos vereadores, Geraldo Amorim tem prometido aos aliados que se não puder ser candidato, a segunda opção seria um vereador de mandato. A briga dentro do grupo pode acabar em racha, já que as promessas de Geraldo não serão cumpridas. Em uma roda de cervejas, Geraldo falou que seu maior medo é perder o comando do grupo e ter que cair no esquecimento.

Para que isso não aconteça, Geraldo trabalha o nome do filho nos bastidores da política, inclusive com apoio do veterano Filuca Mendes e do deputado federal Victor Mendes, que já transformaram o hospital Antenor Abreu em comitê político para Geraldo Amorim.  Nomes como Jean Reis (PRP), Rui Ribeiro (PRP), Gilmar Pereira (PSC), Irmão Ednaldo (PSC) e Telma Penha (PSC) aos poucos estão sendo colocados para escanteio.

É bom abrirem os olhos quanto é cedo.

Esposa do deputado Zé Inácio vai colocar “Piçarra de Ouro” nas estradas vicinais de Itinga

COMPARTILHE

A prefeita do Município de Itinga do Maranhão e esposa do deputado estadual Zé Inácio (PT), Luzivete Botelho da Silva, vai gastar a quantia de R$ 2.656.030,87 (dois milhões, seiscentos e cinquenta e seis mil, trinta reais e oitenta e sete centavos) com a recuperação de apenas três estradas vicinais, colocando apenas piçarra.

VT1

A prefeitura celebrou três contratos para a execução do serviço, dois com a empresa FCK Engenharia e Construções e um com a empresa Pavicol Service. Os acordos foram firmados no dia 2 de maio deste ano, e assinados pela prefeita de Itinga.

VT2

As obras, que tem prazo de cinco meses, devem recuperar os trechos entre os povoados Casa Branca e Ipanema (R$ 737.149,06); Cajuapara, Tiradentes e Sunil (R$ 1.286.895,57); e o trecho entre a estrada do povoado Chapadão e Rio Itinga (R$ 631.986,24).

VT3

No mês de abril, o Município contratou a empresa Alicerce Construção e Prestação de Serviços para recuperar e revitalizar a pavimentação das vias urbanas, pelo valor de R$ 839.499,96. Portanto, a prefeitura vai gastar uma bagatela de R$ 3.495.530,83 (três milhões, quatrocentos e noventa e cinco mil, quinhentos e trinta reais e oitenta e três centavos) com recuperação de vias urbanas e algumas estradas vicinais. O asfalto e a piçarra são de ouro.

Blog Neto Ferreira

 

Vereador solicita criação de programa de avaliação médica para crianças da rede pública de ensino

COMPARTILHE

Os exercícios são indispensáveis na vida de qualquer pessoa e fundamental para o desenvolvimento de crianças. Elas precisam ser estimuladas para se movimentarem e motivadas a gostar das atividades físicas, possibilitando que estas se tornem parte do cotidiano delas.

No entanto, alguns problemas causados pelo sedentarismo de algumas crianças devem ser diagnosticados para que elas pratiquem atividades físicas sem prejuízo algum. Pensando nisso, o vereador Armando Costa (PSDC), o Vereador Comunitário, protocolou junto à Mesa Diretora da Câmara Municipal, uma indicação solicitando que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (SES) em parceria com a Secretaria de Educação (SEDUC), crie um programa de avaliação médica nas escolas da rede pública de ensino.

Segundo o vereador, a avaliação, realizada por um especialista, vai atestar se o aluno está apto a praticar atividades físicas, além de diagnosticar possíveis restrições. “Os professores de educação física irão programar treino individualizado para o aluno que for diagnosticado com alguma limitação. Após a série de treinos, a criança estará apta a praticar esporte com os outros colegas. Dessa forma os professores não serão surpreendidos e os estudantes terão melhor desempenho nas atividades físicas”, destacou Armando Costa.

O desempenho de alunos na sala de aula é umas das preocupações do vereador Armando. Com a criação do programa, professores e país de alunos estarão seguros em relação a saúde dos pequenos e as crianças serão saudáveis e livres para fazer atividades físicas a vontade.

 

Vereador Chaguinhas dá aula de Metropolização na Assembleia e revisão no plenário da Câmara

COMPARTILHE

O vereador de São Luís, Francisco Chaguinhas (PP) subiu ontem (9) na tribuna da Câmara Municipal de São Luís e deu uma aula gratuita sobre metropolização. O parlamentar já havia participado de um encontro na Assembleia Legislativa do Maranhão na semana passada e ontem (9) repetiu com categoria o mesmo feito.

Chaguinhas que conhece muito bem sobre Metropolização, se dispôs em dá uma verdadeira aula aos deputados. Para o parlamentar ludovicense, “Metropolizar não é discutir limites”. Chaguinhas ainda enfatizou a importância da metropolização para a capital maranhense, mas lembrou das dificuldades dos gestores por não conhecerem o tema.

“Se nós ampliarmos, é muito importante, mas algumas iniciativas ficarão por fora. Metropolizar não é discutir limites. Temos que buscar o ponto de convergência política chamando o Governador do Estado e os Prefeitos dos Municípios. A metropolização tem que ser primária. O governador assume o compromisso e cria uma autarquia chamada agência metropolitana. A vida é uma batalha e tem que ser tratada com muito valor. Esse valor, todos nós estamos multiplicando pelos moradores da região metropolitana. Saber onde estamos, o que temos direito, o que nos falta. E para isso, só a metropolização resultante do ponto de convergência do Governo do Estado e dos Prefeitos”—declarou o vereador progressista.

Segundo Chaguinhas em sua tese, as grandes cidades não estão preocupadas com limites e um exemplo está na Metropolização da região de Campinhas, em São Paulo, hoje uma das grandes potências econômicas do Estado e principalmente da região sudeste, onde o transporte público é a grande vitrine.

 

Diques da Baixada na ponta da língua

COMPARTILHE

*POR FLÁVIO BRAGA*

A fim de dirimir eventuais dúvidas acerca da importância do projeto Diques da Baixada Maranhense, publicamos hoje informações compiladas pelo Dr. Alexandre Abreu, engenheiro civil e membro destacado do Fúrum em Defesa da Baixada Maranhense.

O projeto Diques da Baixada prevê a construção de 71 quilômetros de diques,, abrangendo os municípios de Viana, Matinha, São João Batista, São Vicente Ferrer, Cajapió, São Bento e Bacurituba. A obra consiste em um sistema de diques e vertedouros, em sentido paralelo à margem da baía de São Marcos. Quem conhece bem a realidade social da Baixada sabe do grande alcance social e do impacto positivo desse projeto para a nossa microrregião. Sem exagero, ele representa a redenção dos municípios abrangidos, com melhoria imediata no IDH da população rural beneficiada.

Os objetivos fundamentais do Sistema de Diques da Baixada são: a) proteção das áreas baixas contra a entrada de água salgada pelos igarapés, decorrente das variações da maré, protegendo assim os ecossistemas e os mananciais de água dessa região; b) contenção e armazenamento de água doce nos campos naturais durante a estação chuvosa, retardando assim o escoamento para o mar, sem alterar, no entanto, as cotas máximas naturais de inundação; e c) aumentar a oferta da disponibilidade hídrica em boas condições durante o ano, para usos múltiplos.

O material a ser usado nessa construção é basicamente barro do campo que será retirado ao longo do caminhamento da construção. Serão utilizados também a piçarra para a crista da barragem e o concreto para a construção dos vertedouros.

Serão construídos 23 vertedouros que permitirão o controle da lamina d´água, bem como a velocidade do escoamento das águas do campo. Com a retirada do material ao longo da construção para a execução dos diques, será criado um canal de aproximadamente 1,50m de profundidade e largura variando de 30 a 40m, que acompanhará toda a extensão da construção, permitindo o tráfego de pequenas embarcações (canoas etc) além de servir como reservatório de água doce  propiciando a pesca de peixes nativos durante todo o ano.

Os campos da Baixada não ficarão permanentemente cheios. O ciclo existente hoje será preservado, os campos continuarão possuindo a época da cheia e a época de seca, apenas o ciclo de cheia se prolongará por mais tempo beneficiando toda a região.

Com a construção dos diques, o SEBRAE pretende desenvolver arranjos produtivos para favorecer a agricultura familiar, pecuária, piscicultura, pequenas criações, além de inúmeras outras oportunidades para melhorar a vida dos moradores que serão diretamente beneficiados.

Quem pode ser contra um projeto dessa envergadura?

 

Empresário Anderson Wilker reúne Mães de Oitiua Alcântara em Café da manhã

COMPARTILHE

O empresário e pré-candidato a prefeito de Alcântara, Anderson Wilker (PCdoB) realizou um café da manhã no último sábado (7) na comunidade Oitiua, um dos povoados mais populosos de Alcântara em homenagem ao dia das Mães. Cerca de 150 mamães estiveram presentes em Oitiua, além de comunidades vizinhas. Durante o encontro, vários temas foram debatidos pelos moradores e líderes comunitários presentes.

Mae1 Mae2

Com mesa farta organizada pelas mães de Oitiua, todos os presentes puderam saborear as delícias da região. Após o café da manhã, as mães tiveram a oportunidade de ouvir um debate realizado por vereadores e lideranças que compõe o grupo político liderado pelo empresário Anderson Wilker. Além disso, jovens que fazem história na política de Alcântara, também puderam falar pela primeira vez em defesa de suas comunidades e declarando total apoio ao pré-candidato Anderson Wilker rumo ao Palácio Imperial.

WP_20160507_08_45_16_Pro[1] WP_20160507_09_57_37_Pro[1]

Mas para quem achava que o café da manhã era somente para as Mães, se enganou. O público presente era variado, entre mães, filhos, pais e netos, todos em uma só festa. O clube de Antenor ficou pequeno para tanta gente presente, onde a rua principal da comunidade ficou lotada de gente de toda parte da região.

WP_20160507_09_02_40_Pro WP_20160507_08_43_49_Pro

Para o empresário Anderson Wilker (PCdoB), que já participa do segundo café da manhã realizado em comunidades alcantarenses este ano, o encontro com as Mães foi além das expectativas. “Estou muito feliz pelo prestígio dado pelas pessoas que estiveram presente no café da manhã, na maioria mulheres que deixaram seus a fazeres para nos ouvir. Também quero agradecer a todas as lideranças políticas aqui presentes, os cinco vereadores que também acreditam neste nosso projeto, (Ivan, Ribinha, Zezinho, Biné e Pedro Sacurí), os presidentes de partidos, e toda comunidade presente. Esse sonho que todos estão externando aqui de ver uma Alcântara Melhor é o meu sonho desde 2004 quando entrei na política pela primeira vez e naquela época eu tinha 22 anos e perdi a eleição por 4 votos. Mas isso me motivou a continuar a lutar pelo município, de um dia ser vereador e até mesmo ser prefeito de Alcântara. Em 2008 tive uma votação expressiva e obtive 776 votos e ajudei eleger Dr. Soares, mas rompi por não concordar com algumas atitudes. Em 2012 coloquei meu nome a disposição da população de Alcântara e tive 20% dos votos para prefeito, com apenas dois partidos (PTB e PDT). Fui o segundo colocado na disputa, em uma das eleições mais disputadas na história de Alcântara” – relembrou Anderson Wilker ao falar da força de um sonho.

WP_20160507_08_46_16_Pro WP_20160507_08_47_09_Pro

Em outro momento Anderson falou da mudança pregada pelo atual prefeito, mas que até agora só foi para pior. Segundo o comunista, o atual prefeito recebeu uma votação histórica de 8.112 votos, obtendo 62% do eleitorado local. “O povo de Alcântara deu uma responsabilidade grande, para o atual prefeito colocar as políticas públicas para funcionar, mas isso ainda não acontceu. As esperanças que foram construídas pela população, foram destruídas pelo atual prefeito. E toda essa má gestão do atual prefeito, o povo é quem sofre na pele. Todos precisam usar as estradas, escolas, o hospital, mas infelizmente tudo está abandonado e jogado as cobras. E a cobra maior que tem destruído nosso município é o atual prefeito. E o reflexo já veio nas urnas em 2014, quando nas eleições para deputado o povo virou as costas pra ele. Até o Bolsa Família a atua gestão foi incompetente e que não conseguiram renovar de muitas famílias da zona rural” – desabafou Anderson.

WP_20160507_08_44_05_Pro WP_20160507_09_57_37_Pro[1]

Comporam a mesa os vereadores Boné (SD), Ivan Ferreira (PSDC), Ribinha (PCdoB), Zezinho (PSDC) e Pedro Sacurí (PROS), Além de Tivico, presidente do Solidariedade, Gil, presidente do PSDC, Walterly Costa, vice presidente do PMN, Sargento Leitão (Que deu uma aula de humanismo), José Honorato, presidente do PROS, José Amorim, presidente do PCdoB, e pré-candidatos a vereadores de grande parte da região.

WP_20160507_08_42_52_Pro WP_20160507_08_43_00_Pro WP_20160507_08_43_32_Pro WP_20160507_08_43_39_Pro WP_20160507_08_43_49_Pro WP_20160507_08_44_05_Pro WP_20160507_08_44_27_Pro WP_20160507_08_44_49_Pro WP_20160507_08_44_59_Pro WP_20160507_08_45_16_Pro WP_20160507_08_46_10_Pro WP_20160507_08_46_16_Pro WP_20160507_08_46_29_Pro WP_20160507_08_47_09_Pro WP_20160507_09_02_30_Pro WP_20160507_09_02_40_Pro WP_20160507_09_02_48_Pro WP_20160507_09_02_55_Pro WP_20160507_09_03_21_Pro WP_20160507_09_03_41_Pro WP_20160507_09_03_55_Pro WP_20160507_09_04_09_Pro WP_20160507_09_04_28_Pro WP_20160507_09_57_30_Pro WP_20160507_09_57_33_Pro WP_20160507_09_57_37_Pro WP_20160507_10_00_35_Pro WP_20160507_10_28_13_Pro WP_20160507_10_28_17_Pro WP_20160507_10_43_44_Pro WP_20160507_10_43_50_Pro WP_20160507_11_03_13_Pro WP_20160507_11_03_31_Pro WP_20160509_15_26_00_Pro WP_20160507_09_57_37_Pro[1] WP_20160507_08_45_16_Pro[1] Mae2 Mae1 Cafe

Flávio Dino: O advogado do capeta

COMPARTILHE
O deputado federal, Waldir Maranhão (PP), que também poderia ser chamado de Zé Ruela, Sem Palavras ou Enroladinho, saiu de Brasília para São Luís, em um avião da FAB (Força Aérea Brasileira), simplesmente para pedir opinião para seu fiel amigo, governador Flávio Dino (PCdoB). O assunto seria o cancelamento da votação do impeachment pela Câmara Federal. Na última sexta feira (6), Waldir foi flagrado pela TV Globo saindo da casa de Eduardo Cunha, onde passou mais de 5h de conversa e deve ter sido pressionado a tomar uma medida drástica para salvar o mandato de Cunha, mas preferiu pedir ajuda ao amigo Dino.
Só que o remédio indicado pelo Governador do Maranhão ao deputado federal e presidente interino da Câmara Federal, Waldir Maranhão, acabou causando efeitos colaterais e virou um verdadeiro merdelê político e até agora não foi possível limpar tudo. Quanto mais mexe, mais fede.
Se achando o grande conhecedor de política, Flávio Dino deveria está bêbado ao entrar na barca furada juntamente com Maranhão, e depois da bomba explodida, não consegue mais explicar o inexplicável. Até agora ninguém consegue entender se Dino foi eleito governador do Maranhão em 2014 ou advogado da União para defender Dilma a qualquer preço. Mesmo não sabendo requisitar um bom remédio para Waldir Maranhão, está sendo um bom pediatra para a família Sarney e a cada dose errada aplicada em seu governo, quem cresce é grupo Sarney, que com folga não está esquentando nenhum cabelo do Bigode.
Enquanto Flávio Dino se preocupa em trocar fraudas de Dilma e Lula, os pacientes da UPA do Araçagy esperam por atendimento. Até a internet do Hospital Carlos Macieira não funciona para enviar um laudo de tomografia, e os pacientes aguardam o resultado por até 4 dias.

Prefeitura de Bequimão realiza mutirão da limpeza. Cidade Nova foi primeiro bairro a receber o serviço

COMPARTILHE

No período das chuvas, é comum que a vegetação cresça e até avance nas áreas já urbanizadas. É por isso que, para manter as ruas e avenidas de Bequimão limpas, uma equipe da Prefeitura está fazendo um verdadeiro mutirão de capina. O trabalho começou pelo bairro Cidade Nova. Lá, todas as ruas receberam o serviço de limpeza.

Nove trabalhadores estão envolvidos nessa tarefa, que é uma realização conjunta da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, Secretaria de Administração e Coordenação de Transporte. Além da capina e recolhimento de lixo, estão sendo feitos reparos em algumas ruas que foram prejudicadas pelas fortes chuvas.

Cidade1 Cidade2

“Estamos cuidando bem de nossa cidade, para que ela fique cada vez mais bonita. Nossa equipe está fazendo todo esforço para, até o aniversário de Bequimão, no dia 19 de junho, já estar tudo limpo, como recomendou o nosso prefeito Zé Martins”, disse Nivar, um dos coordenadores da equipe do mutirão de limpeza.

O cemitério que fica no Centro também já foi limpo. Os próximos locais a receberem o mutirão são o portal de entrada da cidade, a avenida Itapetininga, a área que vai da Igreja Matriz até o Cais do Porto e ruas do Centro.

“Metropolizar não é discutir limites”, disse Chaguinhas

COMPARTILHE

O vereador Francisco Chaguinhas, líder do PP na Câmara Municipal de São Luís (CMSL), disse na tarde da última quarta-feira (04), durante audiência pública promovida pela Assembleia Legislativa do Maranhão, para discutir sobre os limites territoriais entre São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar, municípios que integram a Região Metropolitana, que a metropolização é um instrumento de gestão, mas para sua efetivação, é preciso muito trabalho.

A audiência foi o resultado de um clamor da sociedade, principalmente dos moradores que residem em comunidades limítrofes, como é o caso dos bairros Parque Vitória, Jardim Turu e localidades adjacentes, que não sabem a qual município pertencem.

Ao falar sobre o assunto, Chaguinhas disse que discutir limites não vai resolver a questão, pois o importante seria buscar mecanismo para a metropolização que, segundo ele, é um instrumento de gestão excelente, mas precisa de muito trabalho.

“Se nós ampliarmos, é muito importante, mas algumas iniciativas ficarão por fora. Metropolizar não é discutir limites. Temos que buscar o ponto de convergência política chamando o Governador do Estado e os Prefeitos dos Municípios. A metropolização tem que ser primária. O governador assume o compromisso e cria uma autarquia chamada agência metropolitana. A vida é uma batalha e tem que ser tratada com muito valor. Esse valor, todos nós estamos multiplicando pelos moradores da região metropolitana. Saber onde estamos, o que temos direito, o que nos falta. E para isso, só a metropolização resultante do ponto de convergência do Governo do Estado e dos Prefeitos”—declarou o vereador progressista.

Além do vereador de São Luís, participaram da audiência os deputados Adriano Sarney (PV), Bira do Pindaré (PSB), Junior Verde (PRB), Wellington do Curso (PP) e Zé Inácio PT).

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free