casa » POLÍTICA (página 32)

POLÍTICA

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Chaguinhas aprova projeto que cria dia municipal do bombeiro

COMPARTILHE

Foi aprovado por unanimidade nesta segunda feira (30), no plenário da Câmara Municipal de São Luis, o Projeto de Lei de autoria do vereador Francisco Chaguinhas (PP), que institui o dia 12 de janeiro como o “dia municipal do bombeiro civil”. Trabalho considerado de grande importância, a data será celebrada em homenagem à categoria que atua na prevenção e educação contra incêndios nas empresas: comércios (Shoppings), prédios comerciais e de escritórios em geral.

Ao comemorar a aprovação desse projeto, o vereador Francisco Chaguinhas falou da importância do trabalho que é desenvolvido no dia a dia dos bombeiros.

“A aprovação desse projeto traz para o nosso município a valorização desses profissionais, que se dedicam as suas atividades desenvolvidas com tanto carinho e dedicação, mesmo em meio às condições de trabalho que, muitas das vezes,  são precárias. Sabemos também que temos nos empenhado e lutado pela aprovação deste projeto, pois é essencial para os trabalhadores e para a população da nossa Cidade”, finaliza.

Texto: Davi Max

 

 

EDNALDO NEVES: Quem nasceu pra ser Laranja, jamais será uva

COMPARTILHE

O clima esquentou e os Vereadores de São Luís utilizaram nesta terça-feira (31), a tribuna da Câmara Municipal para repudiar supostas declarações dadas pelo ex-assessor especial do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), e atual auxiliar do governador Flávio Dino (PCdoB). A revolta dos parlamentares ludovicenses está baseada está baseada após nota publicada na edição desta terça-feira (31), na coluna Estado Maior (Jornal O Estado do Maranhão), onde o inexpressivo auxiliar comunista teria chamado os 31 vereadores da capital de “malas”, o que acabou gerando um mal-estar na Casa legislativa.

Quem primeiro tomou as dores e chamou atenção sobre a gravidade do fato foi o vereador Francisco Chaguinhas (PP), que cobrou uma posição rígida do Legislativo com relação ao auxiliar do governo comunista. Todo mundo lembra que Ednaldo Neves foi taxado de “laranja” na campanha eleitoral de 2012, supostamente para beneficiar a então candidatura do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Após ser Laranja, Ednaldo se tornou assessor especial do prefeito e agora está no governo Flávio Dino sem nenhuma serventia, já que começou a gestão como adjunto na Infraestrutura e agora foi rebaixado e já caiu duas posições.

Ednaldo Neves aparece na nota do Jornal O Estado por ter chamado os vereadores de “malas” e dizendo ainda que os parlamentares da capital “vivem de sangrar o prefeito” (Edivaldo Holanda Junior). O que muita gente se pergunta é: Os vereadores de São Luís só vivem de pedir ao prefeito? Que pedidos seriam esses?

Além de Chaguinhas (PP), os vereadores Isaías Pereirinha (PSL), Honorato Fernandes (PT), Ricardo Diniz (PCdoB) e Rose Sales (PMB) criticaram o auxiliar de Flávio Dino (PCdoB) e disseram que Ednaldo agrediu a Casa do povo como um todo. Só o vereador Beto Castro (PROS) usou a palavra para defender o indefensável, dizendo que ele tem serviços prestados ao município. Só não disse onde.

O que todo mundo sabe é que Ednaldo Neves tem usado a máquina pública para se beneficiar, distribuindo asfalto para líderes comunitários a fim de se eleger deputado em 2018. A marra é tão grande, que segundo alguns parlamentares, o Laranja usa os requerimentos dos vereadores como GPS e sai pinchando a periferia da capital em nome do Ego.

DO BLOG DE MÁRIO CARVALHO (Com Edição)

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Josué Pinheiro: Um tucano Pedetista?

COMPARTILHE

Uma coisa é certa, ou o vereador Josué Pinheiro (PSDB) esqueceu qual é seu partido ou nunca leu o estatuto do Partido da Social Democracia Brasileira. Parece que o vereador do PSDB não está tão alinhado com a pré-candidata, Eliziane Gama (PPS), apoiada pelos tucanos. Na foto acima, o vereador que se filiou a pouco tempo na sigla aparece ao lado do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) como se ainda fosse aliado.

Neste final de semana, o vereador Josué Pinheiro (PSDB) participou ao lado do prefeito pedetista em inauguração de obras no jardim São Raimundo e fez questão de estar bem à frente durante o ato publico. É bom lembrar, que o PSDB tem quatro vereadores na câmara, mas só Josué teve essa ousadia. O remédio para esse problema, é dar uma cópia do regimento do partido para o nobre parlamentar não apareça mais ao lado de seu postulante adversário.

Embora a cúpula tucana tenha promovido um almoço com os vereadores para demonstrar unidade diante das eleições de 2 de outubro, o presidente municipal do PSDB, o empresário Pinto Itamaraty, falou hoje no programa Ponto & Vírgula da rádio Difusora FM que o vice de Eliziane sairá de uma pesquisa que será realizada na capital maranhense. Vários nomes do partido serão colocados a disposição para escolha, mas sem pressa haja vista que a aliança já está concretizada.

O PSDB tem uma das maiores bancadas da Casa Legislativa Municipal ao lado do PDT com quatro vereadores. A reeleição de quatro parlamentares, mesmo coligado, é muito difícil. E talvez por esse motivo Josué, não quer assumir postura de oposição e triplicar a dificuldade faltando quase quatro meses para a eleição. O certo mesmo é que cada um no seu quadrado, vestindo a camisa de seus partidos.

 Foto: Clodoaldo Corrêa (Texto Fonte)

PROCON: O órgão que mente na cara dura…

COMPARTILHE

Numa simples análise na cronologia dos acontecimentos, através de registros documentados, sobre a notificação do PROCON ao Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão, é possível concluir que se alguém mentiu nesse episódio, foi o PROCON.

ENTENDA O CASO

Na segunda-feira (23), o PROCON disparou a informação de que teria notificado o Sindicombustíveis por “suspeita de venda ilegal de combustíveis”. A assessoria do Sindicato foi procurada por repórteres de uma emissora de TV para se manifestar através de Nota sobre essa notificação. Qual não foi a surpresa do órgão de classe ao descobrir pela imprensa sobre a existência de tal documento que nunca havia sido entregue em sua sede ou a qualquer um de seus representados.

Veja abaixo o release do PROCON informando que havia notificado sindicato. Atente para a data:

PROC1

Agora veja a cópia da notificação que nos foi enviada pelo PROCON. O documento está assinado por sua Diretoria, pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar. Entretanto, o espaço destinado à assinatura do “notificado” está em branco. Ou seja, se não está assinado (protocolado), é porque o sindicato ainda não havia recebido.

PROC2

Já o documento abaixo, com registro de data e hora (24 de maio, às 10h), não deixa dúvidas de que o diretor do PROCON, Sr. Duarte Jr, foi afobado e errou, em razão de sua sede por aparecer na mídia, ao “notificar” a imprensa antes de fazer, de fato, a notificação ao Sindicato.

PROC3

Isso mesmo: a imprensa foi “notificada” segunda-feira (23), e o sindicato só recebeu o documento terça-feira, dia 24.

Dai em diante, a história já foi contada pelo blog do Jeisael, um embate entre o presidente do Sindicombustíveis, Orlando Santos, e o diretor do Procon, Duarte Jr. que o acusou de mentir e de estar com “mi-mi-mi”.

Se tivesse um pouco mais de humildade e espírito público, o diretor do PROCON teria admitido o erro, se desculpado e evitado tanto reboliço em cima desse assunto. Custava? Pra ele parece que sim. Aliás, a própria notificação já seria passível de questionamento em diversos pontos. Primeiro, que o Sindicato não vende combustíveis.

No final das contas, ficou feio, muito feio para o diretor do PROCON que acusou o presidente do sindicato de ser mentiroso, mas, na verdade, a cronologia dos fatos agora mostra quem realmente mentiu.

DO BLOG DO JEISAEL MARX

ONDA ROXA: Pinto Itamaraty deve ser confirmado o vice de Eliziane Gama

COMPARTILHE

Quem fez muitas análises sobre o possível vice de Eliziane Gama à prefeitura da capital maranhense, agora pode apagar tudo que escreveu. Não resta mais nenhuma dúvida que o candidato à vice, na chapa a ser encabeçada pela deputada federal Eliziane Gama (PPS) rumo à Prefeitura de São Luís, será mesmo o bem sucedido empresário do movimento reggae, o ex-vereador ludovicense e ex-deputado federal, hoje 1º suplente de senador Pinto Itamaraty (PSDB).

A confirmação praticamente veio nesta terça-feira (24), após o fechamento da cúpula tucana em torno do nome da “Irmã” para a disputa eleitoral de outubro na capital maranhense. Várias especulações surgiram quanto à candidatura própria do PSDB, onde muitos nomes foram ventilados, mas nenhum vingou. Pinto Itamaraty é experiente e nunca perdeu uma batalha tendo seu nome no jogo. Como empresário ninguém pode reclamar, hoje é um dos maiores gestores do movimento reggae e disparado o mais premiado com sua Radiola Itamaraty.

O apoio do PSDB à candidata de Eliziane Gama foi amarrado em Brasília (DF), nas presenças do presidente nacional do partido, senador Aécio Neves; o dirigente estadual, o vice-governador Carlos Brandão; o próprio empresário Pinto Itamaraty e o deputado federal João Castelo, que literalmente abriu mão de entrar na corrida sucessória ao Palácio La Ravardiére, sede do governo municipal, deixando o terreno livre um nome diferente.

Também estiveram presentes ao evento, o presidente nacional do PPS, Roberto Freire; o deputado federal Rubens Bueno (PR) e a deputada Eliziane Gama, que declarou que esse é um projeto que vem para ganhar as eleições em São Luís.

“Estou muito feliz com essa decisão. Essa aliança significa um grande passo para a consolidação de um projeto vitorioso para as eleições de 2016. Sacramenta um projeto viável e vitorioso para a capital”, afirmou Eliziane Gama.

É sempre bom ressaltar que Pinto Itamaraty não pode pagar a conta de Castelo, haja vista que é um homem ilibado e já mostrou por várias vezes que competência é com ele mesmo. A prova disso foram as votações estrondosas para vereador e deputado federal, além do sucesso de seu empreendimento.

 

OI Telefonia fixa debocha de usuários em Bequimão

COMPARTILHE

A empresa OI telefonia fixa desacata os órgãos fiscalizadores e debocha de usuários na cidade de Bequimão, na baixada ocidental maranhense. Há alguns meses a fiação de rede da OI foi derrubada por um caminhão baú e nunca foi feito o trabalho de conserto da rede telefônica, que prejudica moradores da região central da cidade, como mostram as fotos abaixo relacionadas.

Moradores reclamam que já perderam as contas de quantas vezes já registraram reclamações na operadora e nunca foi resolvido o problema. Enroscado a rede elétrica, os cabos da OI podem ocasionar uma tragédia na cidade, haja vista que as ruas onde está o problema são movimentadas e passam centenas de crianças para escola e cabos de energia da Cemar quebraram junto com a fiação da OI.

OI2 OI1

Moradores da área escoraram os fios com um pedaço de madeira e temem acontecer uma tragédia, principalmente com motoqueiros. O problema está localizado na da Independência no cruzamento da Vitorino Freire, no centro da cidade. Mesma atitude que a OI tomou quando o fato aconteceu pela primeira vez.

O Portal entrou em contato com a OI pelos números 0800-031-0800 e *144 e aguardou mais de 30 minutos e não foi atendido por nenhum funcionário da empresa…

 

Wellington do Curso inaugura “Gabinete Móvel”

COMPARTILHE

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) teve uma ideia que dará voz à população carente da capital e de demais municípios do Maranhão. Wellington inaugurou ontem, dia 24, o “Gabinete Móvel” para ouvir as principais reivindicações de pessoas em diversos bairros da periferia.

Ouvir a população é o que nos motiva a cobrar e a fiscalizar. Por isso, com o Gabinete Móvel queremos percorrer bairros e, assim, os municípios de nosso Maranhão. O que queremos é ouvir os anseios daqueles que não conseguem ir até à Assembleia Legislativa. Além de ouvir, pretendemos encaminhar as reivindicações da população e, assim, cobrar e fiscalizar o cumprimento de direitos”, disse o deputado.

Pré-candidato à Prefeitura de São Luís, o parlamentar disse que ir ao encontro do povo não significa somente pedir votos, mas conhecer e conviver com a realidade diária da população, além de buscar soluções para os problemas da coletividade.

WELL2 WELI1

Para mim, a população deve ter pleno acesso aos políticos que escolheram. Sempre pensei assim. Antes mesmo de ser deputado estadual. Como parlamentar, tenho hoje a certeza do quão importante é participação da população em nossas ações. Foi assim que surgiu a ideia do Gabinete Móvel: para ouvir também aqueles que hoje estão distantes do Parlamento, dando vida e voz ao nosso mandato popular”, afirmou Wellington.

COMO FUNCIONA?

O Gabinete Móvel consiste em uma van em que o deputado Wellington e sua equipe percorrerão bairros da capital e de demais municípios do Maranhão. Nessa van, há uma espécie de “sala de atendimento” que será direcionada à população, a fim de receber denúncias, solicitações e, posteriormente, transformá-las em proposições na Assembleia Legislativa.

Para solicitar a visita do Gabinete Móvel, que possui uma agenda que será previamente divulgada, qualquer cidadão pode entrar em contato com a Equipe de Wellington do Curso através do número (98) 99911 0011 e justificar a solicitação.

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free