casa » POLÍTICA (página 18)

POLÍTICA

Edson Gaguinho pede recuperação asfáltica de avenida na Cidade Olímpica

COMPARTILHE

Foi aprovado na manhã de terça-feira (14), na Câmara Municipal de São Luís, o requerimento de autoria do vereador Edson Gaguinho (PHS). A proposta solicita ao secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo (SEMOSP), para que seja feita, em caráter de urgência, a recuperação asfáltica da Avenida Brasil, que fica no Bairro Cidade Olímpica.

Segundo o vereador, a gestão municipal tem avançado bastante e que terá a sensibilidade em atender a esse pedido, que, segundo ele, foi feito pela comunidade que anseia por este benefício.

“A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior tem avançado bastante em todas as áreas. Creio que o mesmo irá atender a essa nossa reivindicação, que, com certeza, o nosso povo sairá ganhando com isto”, disse.

DEFESA DOS AMBULANTES E AGRADECIMENTOS

Na mesma ocasião, o vereador Edson Gaguinho utilizou a tribuna para saudar os vendedores ambulantes que prestam um serviço relevante para a cidade de São Luís, afirmando que agora eles terão um porta voz na câmara municipal de São Luís.

O parlamentar agradeceu aos ludovicenses por terem lhe dado os votos de confiança e ao presidente da Casa, Astro de Ogum (PR), pela brilhante atuação no comando do parlamento municipal.

Texto: Davi Max

 

Vereador Pedro Lucas propõe audiência para debater mudanças no trânsito da Litorânea e Holandeses

COMPARTILHE

A Câmara Municipal de São Luís aprovou por unanimidade o requerimento do vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB), sobre uma audiência pública, no dia 16 de março, no plenário Simão Estácio da Silveira, para discutir as mudanças implantadas pelo Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB), no tráfego de veículos nas avenidas dos Holandeses e Litorânea, em São Luís.

Para conhecer o projeto, Pedro Lucas fez uma visita ao presidente da MOB, José Artur Cabral Marques, para colher mais informações sobre a proposta que visa transformar as duas vias em mão única.

Pedro Lucas diz que a proposta do sistema binário é interessante, mas afirma que ela precisa ser debatida em audiência pública com os órgãos da prefeitura e do governo, pois a população tem demostrado interesse em conhecer as mudanças propostas.

“Objetivando dar maior fluidez ao tráfego de veículos, o Governo do Estado pretende promover, nos próximos meses, mudanças muito substanciais no trânsito de São Luís, principalmente no trecho das avenidas dos Holandeses e Litorânea. A implantação tem que ser feita sem criar maiores transtornos para a população que circula na área, por isso a comunidade é importante está presente nesta discussão”, ressalta Pedro Lucas.

Um dos pontos que será abordado será em torno tornar a Avenida Litorânea em um sentido único. O tráfego na mesma direção será da avenida São Carlos, no Olho D’Água, até a ponte do Rio Calhau e somente quando tudo estiver pronto para fazer o que chamam de binário, que vai subindo pela Holandeses e voltando pela Litorânea.

As informações preliminares, garante que o trecho só vai funcionar desta forma quando tudo estiver finalizado e com o BRT funcionando.

Segundo o vereador Pedro Lucas, várias vias que hoje ligam a Holandeses com a Litorânea vão ser requalificadas e alargadas. E outras que não são de ligação, se tornarão. “Só pode fazer esse sistema se tiver as vias de ligação”, disse em discurso em plenário ao detalhar e explicar as melhorias do tráfego na região com as mudanças.

Para a audiência serão convidados representantes da Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT); Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação SEMURH, Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMAM), Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP), Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa (SEMPE), do Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB), bem como os vereadores e prefeito dos municípios de Paço do Lumiar, Raposa, São José de Ribamar a comunidade em geral; Dirigentes lojistas de São Luís.

Texto: Dalvana Mendes

Câmara de São Luís lançará jornal com balanço das atividades legislativas

COMPARTILHE

O presidente da Câmara Municipal de São Luís (CMSL), vereador Astro de Ogum (PR) lança, este mês, a primeira edição do Jornal “Notícias da Câmara”, novo veículo de comunicação do Legislativo ludovicense, onde fará um balanço de seus dois anos de gestão no comando da Casa Legislativa.

A publicação que está sendo produzida pela Superintendência de Comunicação para divulgar as atividades da Câmara, vai abordar temas, que vão desde a modernização da Casa à Economia, passando por reforma do imóvel, treinamento, criação de novos espaços, entre outras.

Esta edição também vai destacar o balanço das ações legislativas dos vereadores no último semestre, entrevistas, além de matérias relacionadas ao Programa “Câmara em Destaque”, que foi uma das principais novidades da gestão de Ogum à frente do legislativo da capital.

CIRCULAÇÃO BIMESTRAL

De acordo com a superintendente de Comunicação, Itamargareth Correia Lima, o novo veículo impresso da Câmara terá circulação bimestral e distribuição gratuita, nos órgãos públicos e nos quatro terminais de integração da cidade.

— O jornal que terá circulação bimestral terá como escopo dá mais visibilidade para as ações dos vereadores. A primeira edição será lançada este mês — declarou.

No editorial, assinado pelo chefe do legislativo, vereador Astro de Ogum, será destacado o caráter de transparência que o jornal pretende imprimir, além de abordar assuntos sobre conquistas de sua gestão, mesmo num período de crise econômica.

— A prestação de contas é um compromisso com o cidadão. Se é no legislativo que se encontram representados os ludovicenses na sua totalidade, então o caráter de prestação de contas deve ser permanente e eficaz — assegurou Ogum, ao justificar a necessidade do jornal.

INTERAÇÃO COM SOCIEDADE                   

Outra novidade é a plataforma digital Opine Cidadão, por meio do “Sugira Temas” no novo site institucional (saoluis.ma.leg.br), que permitirá a qualquer pessoa se manifestar em relação aos processos em tramitação na Casa. O novo sistema busca ampliar a participação popular no debate das matérias apreciadas pelo parlamento.

Segundo a superintendente de Comunicação, a plataforma digital é mais uma ação em prol da transparência e interação popular nos assuntos discutidos pelos parlamentares e auxiliar o debate de projetos em tramitação na casa.

— A atual Mesa Diretora tem procurado ampliar as ações de transparência. Havíamos proposto a criação de uma plataforma que permitisse às pessoas participarem do debate parlamentar. O Opine Cidadão, por meio do “Sugira Temas” no novo site institucional, vai cumprir essa função, oferecendo a oportunidade para que cada pessoa possa manifestar sua posição em relação a algum projeto, dizendo se concorda ou não e compartilhando sua opinião em suas redes sociais — disse Itamargareth.

TREINAMENTO SOBRE INOVAÇÕES

O novo portal já está disponível para consulta online, download e compartilhamento em redes sociais os vídeos e áudios, mas por conta da transferência do site antigo para o atual, os conteúdos encontram-se em fase de transição. No entanto, todas as informações serão revisadas e atualizadas nos próximos dias. Nesse período, segundo Itamargareth, a equipe de comunicação da Casa e os assessores de vereadores deverão passar por um treinamento sobre as inovações do novo portal.

Texto: Isaias Rocha

 

Dr. Washington (PDT) assume Prefeitura de Bacuri

COMPARTILHE

Bacuri, Bacabal e Dom Pedro são três municípios que a população segue sem saber ao certo quem é ou será o prefeito municipal. Entretanto, na cidade de Bacuri tivemos nesta quinta-feira (09), mais uma novidade sobre a celeuma criada após a eleição de 2016 e a consequente vitória de Dr. Washington.

O candidato mais votado nas urnas, Dr. Washington, foi diplomado e empossado como prefeito municipal de Bacuri. Após sua diplomação pelo juiz da 107ª Zona Eleitoral, ele foi empossado pela Câmara de vereadores.

A diplomação de Dr. Washington só foi possível após a juíza plantonista do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Katia Coelho de Sousa Dias, conceder uma liminar suspendendo os efeitos do decreto legislativo que reprovava suas contas de governo de 2010, o que permitiu a Dr. Washington tomar posse como prefeito municipal de Bacuri.

Dr. Washington foi eleito pela terceira vez como prefeito de Bacuri nas eleições de Outubro de 2016, concorrendo com 5 candidatos, obtendo 4.961 votos, contra 2.833 votos do segundo colocado.

A expectativa é que a partir de agora a situação volte a se normalizar em Bacuri e a população, enfim, possa ficar mais tranquila e a cidade deixar a insegurança administrativa em que se encontrava.

Do Jorge Aragão

 

Secretário de Meio Ambiente de Alcântara se reúne com Funasa e Sema

COMPARTILHE

O secretário de Meio Ambiente do município de Alcântara, Eraldo Ribeiro Campelo, participou de reunião com a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) para firmar parcerias com os dois órgãos em benefício ao povo alcantarense.

A reunião de Eraldo Campelo na Funasa aconteceu com o coordenador Raimundo Rodrigues Santos Filho, em que vários temas foram debatidos. Durante a reunião ficou acertada uma parceria com a Funasa para avaliar a qualidade das Águas das Fontes alcantarenses, rios e poços a partir do mês de Março deste ano. Um encontro foi agendado com o Prefeito Anderson Wilker (PCdoB) para avaliação e assinatura de um Termo de Cooperação Técnica, Prefeitura/Funasa.

Já na reunião da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) o encontro foi com Liene Soares Pereira (Secretária Adjunta de Desenvolvimento Sustentável), Conceição Marques (Superintendente de Educação Ambiental), Eudes Cunha (Superintendente de Fiscalização) onde firmamos a parceria na área de fiscalização, em que a equipe estadual vai comparecer em Alcântara todo mês para averiguar as denúncias de agressões ao meio ambiente, isso se dará a partir do mês de março, já que o estado ainda não abriu seu orçamento para Meio Ambiente este ano.

Acompanharam o secretário Eraldo nesse encontro, as funcionárias da secretaria de Alcântara, Tamyles Campos de Araújo (Técnica em Meio Ambiente); Ana Carolina Silva Sena e Camila Rafaella Sousa Pereira (Analistas Ambientais).

 

Prefeito de Mirinzal paga servidores e desmonta boato maldoso criado pelas viúvas do ex-prefeito

COMPARTILHE

O prefeito da cidade de Mirinzal, Jadilson Coelho (PSB) autorizou o pagamento dos servidores públicos da Educação, na última sexta feira (3). Como meta de trabalho, salário em dia será uma marca da administração do prefeito, Jadilson Coelho, valorizando os servidores do município.

O prefeito Jadilson garantiu que a administração será sempre voltada para os interesses da população. Depois de efetuado o pagamento dos servidores o prefeito emitiu uma nota esclarecedora em relação a factoides (mentiras) levantados por viúvas do ex-prefeito, derrotado nas urnas nas eleições de 2016.

NOTA DE ESCLARECIMENTO.

O prefeito de Mirinzal caracteriza como inverdade tudo o que foi propagado pela oposição a respeito do seu pedido de fixação do valor das diárias de prefeito, vice-prefeito, secretários e demais servidores que precisem se deslocar, para cumprir suas obrigações relacionadas ao município.

O prefeito ainda esclarece à população que, o seu encaminhamento reduz o valor da diária se comparado ao valor recebido pela gestão passada em suas diárias. O pagamento que antes era baseado no valor do salário mínimo, sofria aumento a cada reajuste salarial, estando hoje no valor de quase R$ 2.000,00 (dois mil reais).

Mas, segundo o reajuste proposto pelo prefeito esse valor agora se fixa em 1.200,00 (mil e duzentos reais) para diárias fora do estado, independentemente de reajuste salarial, durante os próximos quatro anos.

Buscando enxugar despesas aos cofres públicos, o prefeito Jadilson tem feito o máximo para tirar o município da situação difícil (degradante) em que foi deixado, honrando sempre seus compromissos para com a população Mirinzalense! 

 

Prefeitura de Mirinzal 

Compromisso e Ação

 

Prefeitura banca negócio privado de Totens Publicitários em São Luís

COMPARTILHE

POR ED WILSON – A Prefeitura de São Luís comete pelo menos uma irregularidade na implantação dos totens publicitários que ocupam as calçadas e os canteiros centrais das principais avenidas da cidade – o transporte e a fixação das placas são feitos utilizando um caminhão da Secretaria de Urbanismo e Habitação (Semurh).

Em dezembro de 2016, sem que a população tomasse conhecimento, os totens começaram a ser instalados indiscriminadamente, até em rotatórias e cruzamentos, prejudicando a visão de motoristas, ciclistas e pedestres.

Toda a logística para o deslocamento, e a fixação das placas é feita utilizando o caminhão identificado da Semurh (OXQ 0686). Porém, segundo o edital de Concorrência nº 05/2016 da Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Prefeitura de São Luís, a responsabilidade pelo transporte e instalação é da empresa MC Comunicação SLZ, vencedora da concorrência que gerou um contrato superior a R$ 10 milhões.

MOBILIÁRIO URBANO

Os totens são apenas um item de mobiliário urbano contemplados na concorrência, que disciplina a instalação de placas indicativas de sinalização de logradouros, barramento de pedestres (orienta a sinalização de transeuntes em passagens de risco, a exemplo do indicativo de faixa de pedestres), relógios termométricos e placas de parede.

O Blog do Ed Wilson fez dois pedidos formais para a obtenção do contrato celebrado entre a Prefeitura e a empresa MC Comunicação SLZ, mas as informações não foram disponibilizadas pela Prefeitura de São Luís. Os pedidos estão registrados no E-SIC do Portal da Transparência, nos dias 2 e 6 de janeiro de 2017.

Embora o E-SIC não tenha dado resposta à solicitação, está disponível na internet o documento CONCORRÊNCIA Nº 05/2016– CPL/PMSL, onde a Semurh consta como interessada no objeto da licitação para “contratação de empresa para fornecimento, instalação, manutenção e recuperação de mobiliários urbanos, em regime de concessão de serviço público com outorga onerosa, conforme quantidades e especificações constantes no Termo de Referência, anexo I do edital.”

De acordo com a regra estabelecida pela Comissão Permanente de Licitação (CPL), a instalação do mobiliário, incluindo os totens publicitários, não é de responsabilidade da Prefeitura de São Luis. No entanto, o aparato da Semurh vem sendo sistematicamente utilizado para beneficiar a empresa vencedora da licitação.

PÚBLICO E PRIVADO

As placas são recolhidas pelo caminhão da Semurh (OXQ 0686) na sede da MC Comunicação SLZ, localizada na rua dos Acapus, quadra B, casa 18 (Renascença I) e transportadas para diversos pontos da cidade. A fixação dos totens demora, em média, cerca de 40 minutos.

O grupo de trabalhadores faz duas operações. Primeiro, a preparação da base de concreto e dos pinos de fixação. No dia seguinte a mesma equipe faz apenas a instalação dos totens, todos próximos à linha de energia subterrânea dos canteiros centrais. Nas calçadas as placas são implantadas próximo aos postes de iluminação pública, para facilitar a conexão com a fonte de energia.

O Blog do Ed Wilson acompanhou pelo menos uma semana com grande movimentação de trabalhadores fazendo carregamento, transporte e instalação das placas.

Segundo o site da MC Comunicação SLZ Ltda a empresa tem como sócios: Raissa Neiva Martins, Augusto Bacelar de Franca Ferreira, Carlos Guilherme Alves da Guarda e Felipe Ximenes Nogueira.

CONTROVÉRSIAS

Em dezembro 2016 o Blog do Ed Wilson fez quatro ligações telefônicas à sede da MCSLZ para agendar entrevista sobre os totens publicitários, mas obteve a informação de que os sócios estavam viajando ao exterior e só retornariam a São Luís em fevereiro.

Consultado por e_mail, o sócio administrador Carlos Alves da Guarda respondeu a um questionário sobre a implantação dos totens. Perguntado sobre as atribuições da Prefeitura e da empresa, respondeu: “A MC terá todo o custo de instalação e manutenção dos mobiliários urbanos (placas indicativas de ruas, totens, relógios termométricos e barramentos de pedestre) na cidade de São Luís. A atribuição da Prefeitura é de trabalhar em conjunto com a MC para que o serviço seja executado de acordo com contrato de licitação.”

A responsabilidade pela instalação dos totens, que é da empresa, também está confirmada no documento oficial da Prefeitura, CONCORRÊNCIA Nº 05/2016– CPL/PMSL, disponível neste endereço. Segundo o item 8.2. “Correrão às expensas da Concessionária, todas as despesas relacionadas, direta ou indiretamente, com o cumprimento de todas as obrigações assumidas em razão do Termo de Concessão Condicionada de Uso dos mobiliários urbanos, abrangendo, dentre outras, a elaboração dos respectivos projetos executivos, fornecimento, instalação, manutenção, conservação e exploração dos mobiliários urbanos, que se refere este Edital e o respectivo Termo de Concessão Condicionada de Uso, que findo o prazo da Concessão, reverterá ao domínio pleno do Município”.

Porém, não é o que ocorre na prática. Os totens são transportados e instalados pela Semurh, utilizando veículo da Prefeitura de São Luís, configurando a utilização de equipamento público para beneficiar empresa privada.

SEM AUDIÊNCIA

Os totens começaram a ser implantados em dezembro de 2016, no final da gestão do titular da Semurh, Diogo Lima, substituído na minirreforma administrativa da Prefeitura de São Luís por Mádison Leonardo Andrade Silva. Consultado por telefone sobre os totens, o ex-secretário preferiu não se pronunciar, já que estava deixando a pasta. Em janeiro de 2017 o blog telefonou cinco vezes para os números da Semhur, disponíveis no site da Prefeitura, mas uma mensagem da operadora informava que os telefones “não existem”.

Mobiliário urbano é um equipamento fundamental para o desenvolvimento das cidades, mas deve ser implantado com os devidos cuidados, inclusive utilizando audiência pública para consultar a população sobre a implantação de equipamentos que vão interferir no uso e ocupação do solo urbano, na mobilidade e no disciplinamento do olhar na cidade, sem agredir a paisagem.

Em Porto Alegre, a implantação de mobiliário urbano foi realizada mediante audiência pública com a participação da população e de todas as autoridades envolvidas no disciplinamento do espaço público.

ENERGIA

O observador atento da cidade deve recordar uma grande operação de escavação dos canteiros centrais de São Luís, há cerca de dois anos, para a instalação de cabos de energia elétrica. A obra não procurava tatu. O buraco, para o bom entendedor, era mais embaixo.

Pode ser coincidência, mas os cabos de energia estão servindo, agora, para alimentar os totens publicitários que invadiram os canteiros das principais avenidas e também das calçadas.

Segundo o documento da concorrência CPL, no item 8.3, “A rede de energia necessária à instalação e manutenção dos mobiliários urbanos será instalada pela Concessionária, ficando, por conta do poder concedente, o pagamento das respectivas”.

O QUE SERÁ INSTALADO EM SÃO LUÍS

  1. a) relógios eletrônicos: 20 (vinte) unidades;
  2. b) totens publicitários: 80 (oitenta) unidades;
  3. c) conjuntos sinalizadores de logradouros: 2000 (dois mil) unidades;
  4. d) placas de parede de logradouros – 8000 (oito mil) unidades;
  5. e) barramento de pedestres – 1000 (mil) unidades.

 

Prefeito Anderson participa de reunião com Flávio Dino sobre a Metropolização da Ilha de São Luís

COMPARTILHE

O prefeito de Alcântara, Anderson Wilker (PCdoB), participou na manhã desta quarta feira (8) no Palácio dos Leões, de uma reunião para discutir a implantação do Projeto de Metropolização da Grande Ilha de São Luís (RMGSL). O encontro contou com o governador Flávio Dino e mais 11 prefeitos que vão compor a Região Metropolitana, além de secretários de estado.

O primeiro encontro, com todos os prefeitos que irão compor a Região Metropolitana da Grande São Luís, representa mais um passo imenso, já que o Governo do Estado havia formalizada a implementação mediante a Lei Complementar Estadual Nº 174 de 25 de maio de 2015 – e inicia a elaboração de uma pauta temática de interesse comum para atender a população da área, que atualmente está estimada em mais de 1,6 milhões de pessoas.

A instituição da Região Metropolitana da Grande São Luís está em conformidade com o Estatuto das Metrópoles e será composta pelas cidades de São Luís, São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar, Alcântara, Bacabeira, Rosário, Axixá, Santa Rita, Presidente Juscelino, Cachoeira Grande, Morros e Icatu. A população dos 13 municípios detém quase 40% do PIB do Maranhão.

“Essa é uma exigência constitucional e legal que nunca havia sido adequadamente atendida no nosso estado. Nós promovemos a revisão da Lei, de acordo com a Legislação Federal, e agora estamos reafirmando a vontade política do Governo do Estado e dos 13 municípios que nós integramos na Região Metropolitana visando ter uma instância de debates e de soluções, de políticas públicas em comum que signifique a conjugação de esforços, a otimização de recursos públicos e a eliminação de conflitos”, destacou o governador.

Para Flávio Dino, passos concretos estão sendo dados na direção da instituição da RMGSL, e a reunião desta quarta-feira para a implantação do Colegiado Metropolitano – que contará com o governador, 12 secretários de Estado e os 13 prefeitos dos municípios da Grande São Luís – dará início a construção da estrutura de governança interfederativa, que terá o processo concluído ainda no primeiro semestre para que, ainda em 2017, as ações e projetos estratégicos possam começar a ser implementados.

“A nossa intenção é que essa reunião definitiva de instalação se dê em um prazo de 40 a 45 dias, no máximo. É o tempo necessário para a nossa equipe apresentar a proposta de Regimento Interno, assim como o termo de referência da contratação do Plano Diretor da RMGSL. É um momento histórico. Significa um salto de qualidade no relacionamento do Estado com esses municípios para que nós tenhamos uma maior eficiência que é o que o cidadão deseja e precisa”, ressaltou.

Flávio Dino explicou ainda que já é política do Governo do Estado aplicar ações que beneficiem mais de um município, a exemplo do que vem acontecendo com os quatro da Grande Ilha. Além disso, ele informou que a criação da Agência Executiva Metropolitana também faz parte da visão macro de desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a RMGSL.

Durante o diálogo entre o prefeito de Alcântara e o Governo do Estado, Anderson Wilker abordou o tema sobre transporte, que ligaria Alcântara à Capital. “É importante ressaltar que dentro desse mapa apresentado pela secretária, Alcântara está separada de São Luís pela baía de São Marcos, enquanto os outros municípios estão ligados por rodovias. Eu quero colocar como sugestão, a melhoria do transporte para Alcântara, já que a população de nossa cidade tem como referência a capital e também para nossos visitantes” – destacou.

Durante sua fala, o prefeito Anderson ainda fez referência ao turismo de Alcântara, como foco de desenvolvimento do município com a Metropolização. “Alcântara tem um potencial gigantesco em turismo, e você mesmo governador quando estava como presidente da EMBRATUR foi um defensor na questão turística, mas é preciso melhorar a segurança das embarcações. Reconheço o trabalho que a EMAP (Empresa Maranhense de Administração Portuária) tem feito no porto de Cujupe, muito já foi feito, muito já melhorou, e agora será reformado e ampliado o terminal de Cujupe. Vai ser importante para Alcântara na geração de emprego e renda, mas peço ao governador que atente não só para as rodovias, mas também para o transporte aquaviário que liga São Luís/Alcântara, onde a MOB e a Secretaria de Turismo e governo possa nos ajudar a resolver esse problema que se arrasta há muitos anos” – detalhou Anderson.

ESTRUTURA DO PROJETO

A secretária de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Flávia Alexandrina, fez uma apresentação da estrutura e dos passos de implantação da Região Metropolitana da Grande São Luís. Ela será composta pelo Colegiado Metropolitano, que terá caráter executivo e deliberativo; pela Conferência e pelo Conselho Participativo Metropolitanos, que terão caráter consultivo e deliberativo; pela Agência Executiva Metropolitana, que terá especificações consultivas e de apoio técnico e operacional ao Colegiado e ao Conselho Metropolitano; e pelo Fundo de Desenvolvimento Metropolitano.

Ela explicou, ainda, que, após a formação do Colegiado, a primeira reunião terá como pauta: aprovação do Regimento Interno; edital de convocação da I Conferência Metropolitana; e ações e projetos estratégicos para a Região Metropolitana.

Também participaram da reunião os prefeitos de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior; Raposa, Talita Laci; Paço do Lumiar, Domingos Dutra; Bacabeira, Fernanda Gonçalo; Axixá, Sônia Campos; Santa Rita, Hilton Gonçalo; Presidente Juscelino, Magno Teixeira; Cachoeira Grande, Tonhão; Morros, Sidrack; e Icatu, Dunga, além dos 12 secretários de Estado que compõe o Colegiado Metropolitano.

Câmara de São Luís dá início a sua décima nona legislatura

COMPARTILHE

Com a realização de uma sessão solene, a Câmara Municipal de São Luís deu início, na manhã desta segunda-feira, (06), aos trabalhos legislativos do ano de 2017, marcando o começo da 19ª legislatura, que contou com a presença do prefeito Edivaldo Júnior (PDT), vereadores e outras autoridades. Além de fazer a tradicional saudação ao Legislativo Ludovicense e seus integrantes, o chefe do Poder Executivo Municipal, Edivaldo Holanda Junior fez uma prestação de contas sobre o exercício passado, e apontou diretrizes e prioridades para a gestão 2017/2020.

FUNCIONAMENTO DA CASA LEGISLATIVA

Os trabalhos foram iniciados nesta segunda feira (6).  Sem que haja interrupção nas sessões, as mesmas acontecerão sempre às segundas, terças e quartas-feiras, segundo informou o presidente da casa, o Vereador Astro de Ogum. Apesar de alguns contratempos, por conta de trabalhos que estão sendo ultimados para proporcionar melhores acomodações aos parlamentares, servidores e frequentadores da Casa, ele disse ainda que, como toda a rede elétrica está sendo trocada e algumas obras internas ainda estão em andamento, não haverá expediente nas quintas e sextas-feiras para os servidores.

“Havia a necessidade de fazermos essas adequações no prédio, que é histórico e, por isso, requer cuidados especiais. Além disso, estamos fazendo a troca da rede elétrica que foi condenada pela Cemar, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Com isso, a Casa contará com uma nova rede elétrica em todas as dependências do prédio do Legislativo Municipal”, frisou Astro Ogum.

Durante a sessão, foram apresentados os 31 vereadores. Do total da edilidade, 16 foram reeleitos e os outros 15 vão assumir pela primeira vez, sendo que alguns aproveitaram a oportunidade para fazerem suas manifestações.

PALAVRA DE ALGUNS VETERANOS

Reeleito para o seu terceiro mandato, o Vereador Francisco Chaguinhas (PP) aproveitou o momento para agradecer ao povo de São Luis por mais este mandato que lhe foi dado.

“Agradeço ao povo de São Luís por mais esse mandato que a mim foi depositado e quero ratificar de que estarei incansavelmente na luta e defesa do nosso povo”, disse. Já o vereador Marquinhos (DEM), reeleito para o seu segundo mandato, também aproveitou o momento e agradeceu aos ludovicenses pela autoconfiança e pelos mais de 7 mil votos recebidos.

Quem também conversou com o editor deste blog foi o vereador  reeleito Estevão Aragão (PSB), que foi contundente em afirmar que  o trabalho irá continuar. “O nosso trabalho irá continuar. A cidade pode contar com o nosso mandato”, disse. Quem também se manifestou foi o vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB).

“Continuaremos nesta mesma linha, onde o povo de São Luís aprovou a nossa atuação do mandato anterior. Exemplo disso foi a nossa expressiva votação nas eleições de 2016”, disse.

MANIFESTAÇÃO DOS NOVATOS

O jovem Vereador Nato Junior (PP), eleito com mais de 6 mil votos, aproveitou o momento para agradecer aos seus eleitores  e reafirmar o seu compromisso com os ludovicenses.

“O Povo de São Luís pode, sim, esperar do mandato popular do Vereador Nato Junior. Chego aqui com mais uma missão, que é de bem representar o meu povo e lutar incansável por seus direitos. Aproveito a oportunidade para agradecer a todos pela confiança que a mim foi dada”, disse.

Também eleito para o seu primeiro mandato, o Vereador Aldir Júnior (PR) também se manifestou e agradeceu àqueles que torceram por ele e que o ajudaram na construção de todo o processo eleitoral até a vitória.

“Obrigado, São Luís, por mais essa conquista que não é minha, mas, sim, nossa. Pode ter certeza de que estaremos trabalhando para corresponder às expectativas de todos vocês ( povo)”, disse.

Eleito pela coligação “Por Amor a São Luis”, com mais de 4 mil votos, o Vereador Sá Marques (PHS) também aproveitou o nome para agradecer aos seus eleitores.

“Obrigado, São Luís. Irei honrar cada voto recebido”, disse.

Já o Vereador Edson Gaguinho (PHS) também se manifestou e  agradeceu a todos por essa conquista de ser eleito para bem representar os ludovicenses.

Além do prefeito de São Luís, Edivaldo de Holanda Júnior, vice- prefeito, Júlio Pinheiro, secretários municipais, Secretário de Articulação Política do Governo do Estado, Márcio Jerry, deputado federal Weverton Rocha, ex-vereador Ivan Sarney, representando a Academia Maranhense de letras e outras autoridades, um grande público se fez presente ao plenário e na galeria da Câmara Municipal para participar do ato solene e cumprimentar seus vereadores e amigos.

Após a realização da sessão Astro de Ogum esteve reunido com vereadores da sala da Presidência, quando foram tratados assuntos relativos a composição das comissões técnicas da casa, bem como as matérias que serão apreciadas nesse início de legislatura, além do relacionamento com o Poder Executivo.

Texto: Alteré Bernardino e Davi Max

 

 

Prefeitura de Bacabeira lança aplicativo para aproximar cidadãos da gestão

COMPARTILHE

O aplicativo da prefeitura de Bacabeira, desenvolvido para dispositivos móveis, já está disponível gratuitamente para download nos sistemas Android. Agora, a partir de celulares e tablets, os munícipes contam com mais um canal de comunicação direta e gestão compartilhada com a Prefeitura, administrada pela Fernanda Gonçalo (PMN)

Essa iniciativa pioneira tem como objetivo facilitar o acesso do cidadão a notícias, serviços e telefones dos órgãos públicos municipais. Como o aplicativo está totalmente ligado ao sistema de Tecnologia da Informação da administração municipal, a população pode enviar dúvidas, problemas e denúncias por meio de seus Smartphones.

Além disso, é possível encontrar informações básicas sobre a história de Bacabeira, além dos contatos do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais. Ainda é possível ler as notícias publicadas no portal da Prefeitura. Um dos ícones do app direciona o usuário para o já tradicional Portal de Serviços da Prefeitura e outro, intitulado Ajuda, explica como utilizar o aplicativo.

GESTÃO COMPARTILHADA

O aplicativo é uma nova ferramenta de interação na gestão Fernanda Gonçalo, com foco no  diálogo e em rede com a população. Segundo o idealizador do APP, a iniciativa visa aproximar o cidadão da gestão e modernizar a comunicação.

“A ideia é tornar ainda mais transparente as ações da prefeitura e também facilitar alguns serviços.  Pensamos também em modernizar a comunicação e disponibilizar uma ferramenta digital de interação com o executivo”, destacou o assessor de comunicação, Dan Castro.

Estará disponível para a plataforma IOS nos próximos dias. E para baixar gratuitamente basta clicar AQUI.

BLOG da Dalvana Mendes

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free