casa » NOTÍCIAS (página 115)

NOTÍCIAS

Memórias do Rádio em exposição

COMPARTILHE

Blog Jorge Aragão

radio antigo e novo frequencia

Segue em exposição até o dia 09 de janeiro, mais uma edição da amostra do acervo fantástico do jornalista Talvane Lukatto, apresentador do programa memórias do rádio todos os sábados na Mirante AM 600 KHZ. O evento está acontecendo na Associação Comercial do Maranhão, na Praça Benedito Leite, Nº 264 no centro de São Luís. A exposição acontece durante o horário comercial.

talvane 1 talvane2

Lukatto levou para a exposição modelos de rádios antigos e dos mais diferentes tipos. Além disso, quem visitar a exposição poderá conhecer ainda um pouco da história de diversos radialistas que fizeram sucesso na radiofonia do Maranhão, com fotos, áudios e contos interessantes.

A exposição faz parte das comemorações de dez anos do programa “Memórias do Rádio” que está no Ar na Rádio Mirante AM, apresentado pelo próprio Talvane Lukatto. Quem ama o rádio e ainda não conhece esse mundo encantado, é bom visita-lo.

 

 

Rádio Difusora AM deve ganhar novo programa

COMPARTILHE

DFS

Se a rádio Educadora AM 560 está perto de perder um dos programas de maior audiência da grade, a Difusora AM 680 deve receber um novo programa a partir de janeiro de 2015. O programa “Canta Maranhão” apresentado pelos radialistas, Helena Leite & Juarez Souza, atualmente na rádio Educadora, deve ganhar novo endereço e sair da Rua Frei Querubim, no Apicum e se mudar para a Avenida Guioberto Alves, 120, Camboa.

A radialista Helena Leite, está em conversa bem adiantada com a direção da Difusora e está perto de bater o martelo. Caso seja acertado o contrato, o “Canta Maranhão” será apresentado de Segunda a Sexta feira, das 14 às 16h. Com isso, o programa “Difusora em debate” perderá 2h de seu tempo e será apresentado das 16 as 17h. Com isso a cultura e o folclore agradecem.

Com direção da presidente do Grupo Difusora, a radialista Paula Lobão, a emissora ganhou nova cara e se tornou a rádio mais querida pelos maranhenses. Com 59 anos de história, a Difusora AM está passando pelo melhor momento. Hoje com um jornalismo comunitário, a rádio mexe com o publico de todas as classes.

O programa “Canta Maranhão” também tem uma história encantadora e mistura informação com a cultura maranhense. Além de tocar as “Toadas” mais lindas do folclore maranhense, o programa mistura cultura e política ao mesmo tempo, que ao final, a receita se transforma em audiência total.

O Portal parabeniza a Difusora AM e deseja que o programa “Canta Maranhão” seja um sucesso na nova casa e que venha para somar e engrandecer a história da emissora, que voltou a ser chamada de “A poderosa”.

Natal com fé & mesa cheia

COMPARTILHE

IVR1

Na semana do natal, o vereador de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), esteve na União de moradores da Vila Luizão, entregando cestas de natal e bíblias com seu amigo Paulo Márcio. Á ação aconteceu hoje (21) e beneficiou muitas famílias da região. O ato é um projeto do vereador, que visa ajudar as pessoas mais carentes do bairro, principalmente nos períodos de festas comemorativas, como Natal, Dia dos Pais, Dia das Mães e dia das crianças.

IVR1 IVR2

Após distribuir dezenas de cestas natalinas, Ivaldo ainda visitou amigos atletas dos esportes radicais, no Olho D´água e tirou fotos com uma fã. Logo após, o vereador participou de uma festa de confraternização com amigos, na região do Turu. Para finalizar o dia, Ivaldo foi visitar seu sobrinho e ganhar um abraço bem apertado.

IVR3 IVR4

Se o domingo (21) foi de muitas atividades, a segunda feira (22) promete ser agitada. Como presidente da comissão de orçamento da câmara, Ivaldo Rodrigues participará da sessão desta segunda (22), quando será votada a LOA – Lei Orçamentária Anual, que está prevista para 2,7 bilhões de reais em 2015. Além disso, outros projetos devem ser votados amanhã (22) antes do recesso de final de ano. Com isso, a sessão de amanhã (22) deve durar o dia inteiro.

 

Rádios Comunitárias no governo FD

COMPARTILHE

abraco-ma

A Associação Brasileira de Rádios Comunitárias no Maranhão (Abraço-MA) reúniu sua diretoria executiva e secretários regionais, juntamente com representantes de emissoras de várias regiões do estado, em uma plenária, dia 22 de novembro, em São Luís, para formular propostas e reivindicações sobre uma plataforma de democratização da Comunicação, à luz do cenário de mudanças com o governo Flávio Dino (PCdoB). “A plenária foi um momento de trabalho e estudos sobre a participação das rádios comunitárias no novo momento político e administrativo que o Maranhão promete viver a partir de 1º de janeiro de 2015”, enunciou Luis Augusto Nascimento, presidente da Abraço- MA.

Os comunicadores e comunicadoras vão aprovar um documento no qual apontam as diretrizes para a efetivação de um conjunto de medidas que atendam ao interesse público com a participação das rádios comunitárias. O documento será entregue ao futuro secretário de Articulação Política, Marcio Jerry, para que dialogue junto às secretarias demandadas pela Abraço-MA.

Entre as medidas, a entidade reivindica a distribuição de verbas publicitárias do governo estadual na rede de emissoras filiadas, mediante a veiculação de spots e campanhas coordenadas pela Secom (Secretaria Estadual de Comunicação). Ainda junto à (Secom), que terá como titular o jornalista Robson Paz, a Abraço-MA vai reivindicar a criação de uma Superintendência de Comunicação Comunitária que atue diretamente com as emissoras, desenvolvendo um programa de formação e requalificação dos comunicadores e comunicadoras. Pulverizadas em todos os municípios do Maranhão, as emissoras comunitárias querem também participar dos programas e projetos de alavancagem dos indicadores sociais e ações na área cultural, de saúde e educação. “As rádios são fundamentais no processo de desenvolvimento local, porque muitas vezes são o único meio de comunicação que chega às comunidades falando a linguagem do povo.

Podemos contribuir também nos programas relacionados ao meio ambiente, que é fundamental para a melhoria da qualidade de vida da população”, explicou José Maria Machado, coordenador das Secretarias Regionais da Abraço-MA.

Outra reivindicação da entidade é a criação do Conselho Estadual de Comunicação, inspirado na iniciativa da Prefeitura de São Luís, que chamou ao diálogo as entidades e profissionais da área para criar o Conselho Municipal de Comunicação, cujo projeto foi enviado à Câmara de Vereadores.

“Queremos, através dos conselhos, criar instâncias de dialógo e permanente debate sobre todas as questões que envolvem a comunicação em São Luís e no Maranhão, estimulando os outros municípios a puxarem esse debate. As rádios comunitárias têm um papel fundamental nesse processo”, explicou o radialista Neuton Cesar, diretor de Assuntos Institucionais da Abraço-MA.

Matéria do Blog Fatos & Casos

Vejam as imagens panorâmicas de Bequimão

COMPARTILHE

ma-bequimao

Fundada em 1935, Bequimão está prestes a completar 80 anos de emancipação política. Povoado pertencente ao município de Alcântara, a vila hoje cidade, era chamada de Cabeceira, em alusão  ao Rio Itapetininga, que corta grande parte do município. Uma cidade de um povo hospitaleiro, uma terra que quando alguém pisa, pode até ir embora, mas com certeza voltará pela saudade desse povo. Vejam as fotos

RBRB1

Estas imagens acima são da Avenida Itapetininga, das Ruas Rio Branco e Santos Dumont e Praça da Bíblia, no Centro da cidade. A foto a direita, é da região do bairro Cidade Nova, onde está localizado o Estádio Municipal Vivaldo Lemos Paixão, carinhosamente chamado pelos desportistas da cidade de Vivaldão.

RB4RB3

Estas fotos acima, são da chegada da cidade via marítima, onde está situado o porto, a ponte do Balandro, ou seja, a área de manguezal da cidade. Do outro lado da cidade está localizado o bairro do Balando que liga grande maioria dos povoados da região norte do município.

RB2BQ9

Aqui, o leitor pode ver as imagens do novo hospital de Bequimão, recém inaugurado pela governadora do Maranhão, Roseana Sarney. O hospital fica localizado as margens da MA 106, no bairro São Luizinho.

#Fotos de Rodiney Luciano

Rádio dá mais Resultados que a TV

COMPARTILHE

radio antigo e novo frequencia

Reproduzimos abaixo, na íntegra, o texto do companheiro Marcel Leal, da Rádio Morena FM, de Itabuna – BA, sobre o rádio e seus resultados, numa comparação com a TV.  O estudo é completo e está disponível também no site da Rádio Morena FM (vide seção “Links”).  Acreditamos que este texto pode ser um grande aliado na hora de conquistar novos anunciantes para sua emissora. O companheiro Marcel Leal franqueou a reprodução do texto, desde que sem mudanças e citada a fonte. Então… o nosso agradecimento ao Marcel… e bom proveito a todos.  Mostrem aos seus colegas do Departamento Comercial e vamos à luta, conquistar novos anunciantes para o rádio.

15 RAZÕES SEM CONTESTAÇÃO

1 – O rádio está junto ao consumidor na hora da compra
Segundo pesquisa Marplan, o rádio é o veículo que está junto a 93% dos consumidores na hora que antecede a compra. Ou seja, não importa o que ele viu na tevê na noite anterior porque quem decide a compra é o rádio, o comercial que ele ouviu antes de ir para o comércio.

2 – As pessoas passam mais tempo ouvindo o rádio
Para convencer o consumidor seu comercial tem que ser ouvido por ele várias vezes ao dia e o rádio é o veículo que ele mais ouve, em média por 3:45h, mas com diversos casos acima de quatro horas diárias. Some a isto que as pessoas absorvem o que ouvem (palavras) com mais facilidade do que o que vêem (imagens), principalmente se a sua mensagem estiver em forma de jingle.

3 – O rádio é imbatível durante o horário comercial
O rádio tem o triplo da audiência da televisão durante a manhã e mais do dobro durante a tarde. E mais: no horário nobre da tv (19 às 22 horas), o rádio atinge mais pessoas do que a tv durante o dia. Note que o rádio é imbatível justamente no horário em que as empresas e o comércio estão abertos, fazendo dele mídia obrigatória para quem quer efetuar uma venda. A tv só tem boa audiência à noite, quando o comércio está fechado e o cliente, em casa.

4 – O consumidor passa 17% mais tempo com o rádio que a tv (e na hora certa).
Pesquisa do Ibope confirma que as pessoas que fazem compras passam 17% mais tempo ouvindo o rádio que vendo a televisão, o que dá ao seu comercial 17% mais chance de ser absorvido que o comercial da tv. E no rádio o consumidor não precisa estar olhando para o aparelho para ser atingido pela propaganda – ele pode estar na cozinha fazendo uma boquinha como é costume dos televisivos, e mesmo assim sua mensagem vai atingi-lo.

5 – O rádio atinge os consumidores dos principais ramos de atividade com mais eficiência. 
Segundo pesquisa do Ibope, o rádio atinge a quase totalidade dos consumidores dos principais ramos de atividade em 15 dias. Observe na tabela abaixo o alcance do rádio e o perfil de consumidor encontrado pelo Ibope em cada ramo:

93% dos consumidores de refrigerante tipo cola foram atingidos pelo rádio nos últimos 15 dias (as classes ABC são 71%)

91% dos consumidores de outros refrigerantes (as classes ABC são 74% do total, com idade entre 15 e 24 anos)

91% de cerveja (predomínio de homens, entre 25 e 45 anos, sendo as classes ABC 76% do total)

88% de vinho (53% são mulheres e 47% homens, entre 35 e 45 anos, com as classes ABC sendo 65% do total)

97% de móveis (58% mulheres e 42% homens, entre 25 e 39 anos, com as classes ABC sendo 72% do total)

90% viagens nacionais (56% mulheres e 44% homens, entre 20 e 40 anos, sendo as classes ABC 81% do total)

94% lanchonete (54% de homens e 46% mulheres, entre 15 e 39 anos, com as classes ABC sendo 76% do total)

94% restaurante (55% homens e 45% mulheres, entre 25 e 45 anos, sendo as classes ABC 78% do total)

93% auto-peças (75% de homens e 25% mulheres, entre 25 e 39 anos, sendo as classes ABC 86% do total)

99% motoristas que passam mais de 10 horas/dia no volante (78% homens e 22% mulheres, com idade entre 25 e 39 anos, sendo que as classes ABC respondem por 96% do total)

6 – O rádio chega onde a tv não vai. 
O rádio é o único veículo que atinge o consumidor em qualquer lugar: começando o dia com o rádio-relógio, sendo companhia no café da manhã, no ônibus e no carro a caminho do trabalho, no restaurante na hora do almoço, na lanchonete à tarde, nas lojas do comércio, no happy-hour do barzinho, à noite no encontro com os amigos, na madrugada boêmia, na praia e na fazenda, no Cooper e na bicicleta com o walkman (possuído por 51% da população), ao lado enquanto surfa na Internet. Enfim, o rádio é o único veículo que tem um público exclusivo, enorme e pronto para receber sua mensagem.

7 – O rádio está em 99% das casas, contra 75% da tv.
Nem todo mundo assiste tv, mas praticamente todo mundo ouve rádio todos os dias. Além desta vantagem nas casas, o rádio está em 83% dos carros contra 1% da tv, e mais da metade da população acorda com o rádio-relógio.

8 – O rádio atinge o consumidor que tem antena parabólica. 
Quem tem antena parabólica assiste seu canal preferido direto da rede sem ver os comerciais da emissora local. Só entre Itabuna e Ilhéus (BA) existem mais de 45.000 antenas parabólicas, o que significa um público potencial de 220.000 pessoas que não vêem os comerciais locais (quantidade igual à da população de uma das cidades!). Some a isto a concorrência das vídeo-locadoras e o “efeito zapping” (detectado através de estudos, ele provou que a maioria das pessoas muda de canal durante os comerciais por causa da facilidade do controle remoto). Anunciar na tv local tem muito menos resultados porque quase metade dos consumidores não vê o comercial local. Em compensação você pode atingi-los através do rádio FM, ouvido por 99% dos donos de parabólica. Você ainda ganha o bônus de atingir o consumidor de vídeo no carro, na ida e na volta da locadora.

9 – O horário nobre do rádio dura 13 horas, o da tv só três. 
O rádio é imbatível das 6 horas da manhã até às 19 horas, mantendo um “horário nobre” de 13 horas contra o pequeno horário nobre da tv, situado entre 19 horas e 22 horas. É quatro vezes mais eficiência a favor do rádio, uma das razões do grande crescimento do veículo nos últimos anos. E com um custo 15 vezes menor.

10 – Só o rádio acompanha o consumidor no verão. 
No verão as pessoas tendem a sair mais de casa durante a noite, o que esvazia o horário nobre da tv e aumenta bastante a audiência do rádio neste horário. Só ele pode ir com o consumidor para os bares, as praças, a beira da praia e os calçadões. É um veículo especializado em acompanhar o consumidor onde ele for, marcando presença nos melhores momentos da vida do seu cliente.

11 – O rádio é o veículo de maior credibilidade. 
Todos os anos são realizadas pesquisas para aferir a credibilidade dos vários setores da sociedade junto ao público, e todos os anos o rádio brilha. Ele é o segundo em credibilidade, logo atrás da Igreja Católica, 7 posições acima dos jornais e 17 posições acima da televisão. Ou seja: as pessoas acreditam muito mais no que é veiculado no rádio do que nos telejornais e isto se reflete também na credibilidade de sua propaganda, aceita com mais facilidade.

12 – Uma produção de alto nível no rádio custa 95% menos. 
Você pode usar dez helicópteros, vinte carros de Fórmula Um, uma fábrica inteira e milhares de pessoas em um comercial de rádio gastando quase nada e em prazo recorde. Isto porque o rádio usa a imaginação do consumidor ao invés de usar o seu bolso. Tente fazer a mesma cena na televisão e ela se transforma em uma superprodução de alguns milhares de dólares e meses de filmagem (se o tempo permitir). Além disso, quando você mostra uma “bela mulher” na tv, ela pode ou não agradar o consumidor. Mas se você diz a ele, no rádio, que ali está uma “bela mulher”, ele imagina a mulher de seus sonhos.

13 – Seu comercial de rádio pode mudar em menos de uma hora. Na tv… 
Um bom comercial de rádio pode ser produzido e estar no ar em menos de uma hora, enquanto o de tv requer mais de um dia e a boa vontade da emissora. Não é à toa que vemos tantos comerciais “de natal” sendo veiculados na tv após 25 de dezembro, coisa que não acontece no rádio porque nele o comercial já mudou na madrugada do dia 26. No rádio sua loja pode fazer uma promoção diferente por dia ou até por hora. Na tv, isto é impossível.

14 – Anunciar no rádio custa 15 vezes menos. 
Parece incrível que um veículo tão superior ainda por cima seja mais barato, mas é verdade. O rádio não só é mais barato que a tv – ele custa quinze vezes menos que a televisão. Com o dinheiro que você gasta anunciando uma semana na tv seu comercial pode passar quinze semanas no rádio atingindo muito mais pessoas com mais eficiência, e isto durante o horário comercial. E ainda chega aos milhares de consumidores que estão em lugares que a tv não alcança.

15 – O rádio é o único que dá certeza da veiculação. 
Desde abril de 2000 o rádio é o único veículo que pode dar certeza absoluta de que seus comerciais foram mesmo veiculados, através do Radio Control. É um sistema de auditagem de comerciais que monitora as emissoras 24 horas por dia, enviando uma mensagem via internet cada vez que o comercial é veiculado inteiramente. O cliente pode conferir o que foi veiculado na própria internet usando uma senha e um browser normal, isto de qualquer lugar do mundo e a qualquer hora.

Como você pode ver, o rádio é um veículo muito superior à tv e custa bem menos. Agora basta escolher uma rádio que tenha o público ideal para o seu produto.

Troféu The Best Saúde Grego

COMPARTILHE

Fabio 1

Na última sexta feira (07), o Hotel Luzeiros, na Ponta d’ Areia, serviu de palco para um  evento voltado para a área médica realizado no Estado, batizado de “Troféu The Best Saúde Maranhão”, que também pode ser chamado de “The Best Grego”.

Idealizado pela equipe da Revista Saúde News, especializada em divulgar assuntos da área de saúde há 08 anos e com circulação em todo Norte/Nordeste do Brasil, o evento deveria ter o objetivo de evidenciar o reconhecimento do serviço prestado pelos homenageados à sociedade maranhense, mas acaba incentivando maus gestores municipais, como foi o caso do Secretário de Saúde do município de Alcântara, Dr. Raimundo Fernandes Cunha (Raimundo Neto), que recebeu troféu de melhor gestor da saúde e no hospital que ele administra, não existe nem esparadrapo, como mostram as imagens abaixo.

AL4 AL9AL12

Agora fica a pergunta para quem promoveu esse tal “The Best”. Se Raimundo Neto está entre os melhores, onde estão os piores? Na verdade, basta pagar que o atendimento é excelente. Como acreditar em um veículo de comunicação, que faz homenagem ao um cidadão que está “Cagando e Andando” para a saúde publica de Alcântara? Só me faltou uma coisa: Dar o prêmio de melhor prefeito à Domingos Araken.

AL1 AL6AL5

Tá na hora dos diretores dessa revista, olharem para a situação como mensageiros da saúde pública e deixarem de lado a visão do pagou mostrou. Ninguém é mais besta para acreditar nesses papos furados.

 

Que daqui em diante, a Revista Saúde News seja The Best!

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

 

Hospital de Bequimão é inaugurado

COMPARTILHE

#Matéria de Assessoria#

BQ9

“Hoje Bequimão está realizando um sonho!”. As palavras são do prefeito Zé Martins e revelam a importância do novo hospital entregue ao povo de Bequimão. Ele discursou na cerimônia de inauguração do Hospital Lídia Martins que aconteceu nesta quinta-feira (02), com presença do secretário estadual de Saúde em exercício, José Márcio Leite, representando a governadora do Maranhão, Roseana Sarney.

BQ6BQ1

Desde o começo do dia, a movimentação foi intensa no novo hospital. Milhares de bequimãoenses passaram por lá para conhecer a estrutura e ficaram impressionados. “Não tenho nem palavras para descrever este hospital. Achei lindo demais, tudo bem montado”, disse a moradora do bairro Barroso, Benedita das Chagas, 63 anos.

BQ4BQ12

O hospital tem 20 leitos, que receberam mobília e equipamentos de primeira qualidade. Foram montadas duas recepções – uma para atendimentos ambulatoriais, urgência e emergência – e outra para acesso à área de internação. Tem serviços de Raio X e ortopedia, dois centros cirúrgicos, para realização de laqueadura, cesariana, hérnia e outros pequenos procedimentos; cinco tipos de ultrassonografias (transvaginal, abdômen total e superior, vias urinárias e pélvica).

BQ3BQ4

Há, ainda, uma Central de Material de Esterilização (CME), com uma autoclave de grande ponte e estufa, desfribilizador, aspirador, oxímetro de pulso, bisturi elétrico, farmácia hospitalar, farmácia básica, internação de adulto e infantil (pediatria), cantinho do bebê dodói e lavanderia, com máquinas industriais para lavar e outra para secar.

B4B5

Melhores condições para quem precisa de assistência à saúde e também para os profissionais que se dedicam a salvar vidas. “Faz tempo que trabalho no interior e nunca tinha visto um hospital com essa estrutura, que nada deixa a desejar aos hospitais de São Luís”, afirmou o clínico geral e obstetra Ciro Coutinho, um dos 14 médicos que compõem a rede municipal de saúde.

B1B7

A situação já é bem diferente da encontrada quase dois anos atrás, quando o prefeito Zé Martins assumiu a administração do município. A saúde estava uma “calamidade”, como relembrou em seu pronunciamento. Mas as melhorias foram acontecendo aos poucos. Primeiro, com a restauração da Unidade Mista de Bequimão e reestruturação das equipes, com médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem.

B12B9

Segundo o prefeito, também foram criadas mais duas equipes do Programa Saúde na Família (PSF) e inauguradas três Unidades Básicas de Saúde (UBSs), nos povoados Jacioca, Areal e Quindíua. Estão sendo ampliadas mais cinco postos, no Santana, Mojó, Macajubal, Deserto e Bebedouro. A Prefeitura de Bequimão adquiriu, ainda, duas novas ambulâncias e criou o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), que conta com serviços de fisioterapia, terapia ocupacional, nutrição e assistência social.

B13B14

“Desde o primeiro ano da nossa administração, demos uma cara nova à saúde de Bequimão. Só não consegue ver a diferença aqueles que continuam torcendo para que o município não se desenvolva”, frisou Zé Martins, que atribuiu os avanços, tanto na área da saúde como em outros setores, ao apoio da governadora Roseana Sarney e de nomes como Sarney Filho e Adriano Sarney. “Esse amor que o povo de Bequimão tem pela governadora é retribuído com o carinho dela por todos nós, que se manifesta em obras, como a do hospital que inauguramos hoje”, enfatizou o prefeito.

HOSPITAL EM BEQUIMÃO

Havia quem não acreditasse na conclusão do hospital. Agora, ele é uma realidade, que começou a ser construída quando surgiu o programa Saúde é Vida, do governo Roseana Sarney. O ex-prefeito Juca Martins teve papel fundamental na articulação e conquista desse projeto para Bequimão, que entrou para o cronograma de hospitais a serem construídos pelo Governo do Estado. “Ele (Juca Martins) não está aqui hoje, mas me ligou e mandou um recado, dizendo que, se o povo de Bequimão está feliz, ele também estará feliz”, disse Zé Martins, emocionado.

BQ2BQ5

A governadora Roseana Sarney não pode participar da cerimônia, em razão de falecimento de um familiar. Ao representá-la, o secretário estadual de Saúde em exercício, José Márcio Leite, destacou o compromisso da governadora de antes do final do seu mandato entregar o hospital ao povo de Bequimão. “Este hospital faz parte de uma rede que está sendo montada pelo governo Roseana Sarney. O que não puder resolver aqui poderá ser encaminhado o hospital de alta complexidade que está sendo finalizado em Pinheiro. A saúde está sendo descentralizada e, em breve, não será mais preciso atravessar de ferry-boat para buscar assistência”, garantiu José Márcio Leite.

HOMENAGEM

O prefeito Zé Martins pediu autorização ao Governo do Estado para homenagear a matriarca de sua família, Lídia Martins, dando o nome dela ao hospital. O pedido foi aceito e, em seguida, os vereadores de Bequimão aprovaram o projeto de lei. Para o prefeito, ela é exemplo de mãe e avó que estimulou seus descendentes a estudar e a vencer por meio da educação.

BQ8BQ6

A cerimônia de inauguração do hospital foi prestigiada pela primeira dama, Vânia Ribeiro Martins, pelo vice-prefeito, Pedro Acará, pela presidente da Câmara, Francinete Pereira Costa; os secretários municipais de Saúde, Bastico Moraes; Administração, José Orlando; Agricultura, Creuber Pereira; Educação, Aristides Amorim; Extrema Pobreza, Sinara Almeida; Indústria e Comércio, Ademar Costa; Segurança, Cassiano Abreu; Assistência Social, Neide Rodrigues; e Pesca, Nhô da Colônia, os vereadores Valmir, Robson Cheira, Amarildo, Jorge Filho e Doutor, além da secretária adjunta de Saúde, Ramone Araújo e diretora do hospital Jane Matos, a médica Marília Martins, a presidente da Jucema, Sueline Moares, e pró-reitora da UEMA, Vânia Martins.

BQ10BQ11

CORPO MÉDICO:

Washington (clínico e Ginecologia e obstetrícia/ultrassom)

Washington Oliveira (clínico geral e cirurgião)

Railma Coutinho (clínica geral)

Luís Fernando (clínico geral)

Wilson Carvalho (clínico geral e cirurgião)

Ciro Coutinho (clínico e obstetra/ultrassom e cirurgião)

E mais dois ainda serão incorporados.

 

Feira movimenta Bequimão

COMPARTILHE

#Texto de Assessoria#

BQ5

Venda de produtos dos agricultores familiares, serviços de saúde, cabeleireiro e manicure, orientações nutricionais foram os serviços prestados. No último sábado (20), o município de Bequimão ficou movimentado com a 3ª Ação dos Idosos do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) e 1ª Feira da Agricultura Familiar, que contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Bequimão e Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Medias Empresas (INAPEM).

BQ2BQ2.1

Na avenida que fica em frente ao sindicato, foram montadas barracas para exposição e comercialização do que é produzido em comunidades rurais bequimoenses. Os produtores foram divididos em nove delegacias sindicais e cada um levou aquilo que produz de melhor. Houve barracas de mandioca, banana, farinha, peixe, caprinos, frangos, além de lanches e artesanato.

BQ5BQ4

A venda foi boa e agradou a população de Bequimão, que conheceu mais o trabalho dos pequenos produtores do município. O que sobrou foi comprado pela Prefeitura. “Cada vez mais, damos apoio à agropecuária local. Neste ano, aderimos ao Programa de Aquisição de Alimentos, que garante a compra do que é produzido na agricultura familiar para a merenda escolar”, destacou o prefeito Zé Martins.

BQ1BQ8

Aproximadamente 95% dos agricultores que participaram da feira, recebem assistência técnica pelo INAPEM. São 7 técnicos e uma engenheira agrônoma desenvolvendo esse trabalho. “Estimulamos o próprio agricultor a tirar seu produto da roça e levar para a feira. Eliminamos o atravessador, como forma de os produtores ganharem mais”, explicou a agrônoma Athyla Gabrielle, que coordena o trabalho.

BQ3 BQ6BQ7

 

AÇÃO DOS IDOSOS:

Foi à terceira vez que o STTR realizou a ação voltada à melhor idade, em comemoração ao Dia do Idoso. Com o apoio da médica Marília Martins, foram feitos exames de colo do útero. Teve ainda oftalmologista, teste de glicemia, verificação da pressão arterial e palestra com nutricionista. Quem participou da ação pode também cortar cabelo, fazer as unhas e cuidar da pele, com esteticistas.

BQB1BQBBQB2

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free