casa » NOTÍCIAS

NOTÍCIAS

Fátima Araújo apoia Arraiais em Comunidades de São Luís

COMPARTILHE

Investir na cultura popular maranhense é coisa para quem ama seu povo e respeita seus costumes. Esse é o gesto da vereadora Fátima Araújo (PCdoB), que valoriza a cultura popular há décadas na capital maranhense. Mesmo antes de ser vereadora, a Pequena Guerreira, como foi batizada pela população da capital, sempre apoiou projetos relacionados com a cultura.

Este ano Fátima Araújo arregaçou as magas e ajudou na organização dos arraiais nos bairros João de Deus, Vila Lobão, Vila Conceição e bairro João Alberto. A parlamentar teve o apoio da prefeitura de São Luís e governo do Estado, mas a luta da Pequena Guerreira foi incansável na organização do festejo junino.

O primeiro arraial a ser Inaugurado foi o do Movimento Solidariedade e Ação, no bairro João de Deus. A festança junina começou no dia 17 de junho e se estendeu até dia 21. O público prestigiou o evento durante a temporada, que contou com brincadeiras, danças e grupos folclóricos. Já o Arraial do Movimento Solidariedade e Ação, do mesmo projeto, localizado na Rua São Raimundo, no bairro Vila Lobão. O evento foi inaugurado dia 21 e encerrou dia 25 de junho.

Já o arraial da Vila Conceição, do mesmo projeto, inaugurou no di 23, última sexta-feira. Enquanto isso o arraial do Movimento Solidariedade e Ação no bairro João Alberto foi realizado nos dias 21, 22 e 23 de junho.

O projeto cultural da vereadora chamou atenção de várias autoridades da capital, que compareceram aos arraiais, como foi o caso do Presidente do Procon, Duarte Jr, que visitou os arraiais da região.

Para Fátima Araújo, o projeto vai beneficiar muita gente. “Há anos criei o Arraial do Movimento Solidariedade e Ação nos bairros João de Deus, João Alberto e Vila Lobão. Movimento este, com mais de 5.000 pessoas envolvidas. Os arraiais receberam uma programação diversificada com atrações locais, durante o período de 17.06 a 21.06. Brincadeiras de bumba meu boi, cantores maranhenses, grupos folclóricos, tudo para que a comunidade não esqueça nossas tradições. Assim, deixo uma reflexão para que todos valorizem ainda mais a nossa cultura popular” – destacou a vereadora.

ASCOM/VEREADORAFÁTIMA

Cézar Bombeiro pede construção de ponte que ligue os bairros de Santa Efigênia e Geniparana

COMPARTILHE

Depois de verificar de perto o sério problema enfrentado pelas duas comunidades da Santa Efigênia e Geniparana e reunir com segmentos comunitários, o vereador Cézar Bombeiro (PSD), através da Câmara Municipal de São Luís, solicitou ao Governo do Estado e à Secretaria de Estado da Infraestrutura, que em parceria com a Prefeitura de São Luís, seja feita a construção de uma ponte que interligue as duas comunidades facilitando a socialização entre elas e os deslocamentos.

No local havia uma ponte de madeira, construída pelos moradores dos dois bairros, que não resistiu por muito tempo e as últimas chuvas acabaram por destruí-la totalmente. O vereador Cézar Bombeiro destacou que as duas comunidades enfrentam sérios problemas com impactos sérios na saúde, educação  e infraestrutura, mas de acordo com os anseios coletivos para os moradores da Santa Ifigênia e Geniparana, a ponte está dentro do fator primordial, afirmou o vereador.

 

Texto da Assessoria do Vereador

Prefeitura de Alcântara faz troca de bomba em poço artesiano de Oitiua

COMPARTILHE
A prefeitura de Alcântara, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Obras e Serviços, realizou a troca da bomba do poço artesiano que abastece a Rua Principal na Comunidade Oitiua, um dos maiores povoados do município.

De acordo com representante da prefeitura, a bomba que fazia o abastecimento aos moradores acabou queimando no último domingo (11), mas o Secretário de Infraestrutura, imediatamente falou com o prefeito Anderson, que autorizou a compra de uma nova bomba para o povoado.

Após a compra da nova bomba, os servidores da prefeitura fizeram a troca do equipamento que está funcionando a todo vapor. Os moradores aplaudiram a agilidade da gestão, mediante todos os aspectos. Outros reparos ser’ao feitos na casa de maquina.
Para o prefeito Anderson, a ordem é resolver os problemas, independente da situação. “Se os problemas existem e chegam até nosso conhecimento, nossa missão é solucioná-los. Nem sempre vamos resolver de urgência, como foi o caso dessa bomba, que tivemos que comprar em São Luís, mas graças a Deus já foi resolvido” – destacou.

Requerimento de Fátima Araújo leva Feira Livre para o bairro Vila Lobão

COMPARTILHE
A vereadora Fátima Araújo (PCdoB), teve requerimento aprovado pela Câmara Municipal que resultou na criação da Feira Livre no bairro Vila Lobão, em São Luís.
No último domingo (11) a Pequena Guerreira aproveitou para visitar os feirantes que trabalham no local, já esperado pelos moradores há anos e conquistado pela Vereadora através do requerimento número 390/2017.

O requerimento da vereadora pede a Feira Livre semanalmente no bairro. Fátima Araújo diz que os moradores da região são de baixa renda e precisam de uma Feira com produtos de qualidade, mas com preços mais baratos.
Após aprovado pela Câmara Municipal, o requerimento foi encaminhado ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e prontamente atendido pelo secretário municipal de Agricultura e Abastecimento de São Luís, Ivaldo Rodrigues.

Fotos: AscomFátimaAraújo

Quilombolas de Bequimão participam de oficina sobre saúde

COMPARTILHE
Moradores de comunidades quilombolas de Bequimão participaram, entre os dias 9 e 12 de junho, de uma oficina sobre saúde, no Centro de Formação Diocesano, em Mangabeira, município de Santa Helena. Eles viajaram para o curso com apoio da Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio de sua Secretaria Municipal de Saúde.

A oficina teve como foco a saúde da população quilombola, principalmente no que diz respeito ao controle da hipertensão arterial sistêmica. A atividade foi coordenada pelo Núcleo de Extensão e Pesquisa com Populações e Comunidades Rurais, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

O projeto, que objetiva melhorar a vida dos quilombolas, é coordenado pelo professor István van Deursen Varga, em parceria com o Movimento Quilombola do Maranhão (Moquibom) e com apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

Para o membro do Movimento Quilombola de Bequimão (MoqBeq), Fábio Silva, os quilombolas da região passaram a ser mais valorizados, tendo suas demandas atendidas depois de anos de muita luta. “Nos disponibilizamos a receber a próxima oficina em Bequimão. Aqui no município, temos tido amplo apoio da gestão do prefeito Zé Martins nas atividades desenvolvidas pelo Movimento Quilombola de Bequimão”, destacou.

Programação cultural, esportiva e inauguração de obras vão marcar aniversário de 82 anos de Bequimão

COMPARTILHE

Shows, inauguração de obras, desfile cívico, gincana e competições esportivas estão na programação do aniversário de 82 anos de emancipação do município de Bequimão. A Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio de sua Secretaria de Cultura e Promoção da Igualdade Racial divulgou as atrações que vão marcar as comemorações no dia 19 de junho.

Um dia antes, como acontece há cinco anos, o público evangélico dará início às celebrações. Neste ano, começará às 16h, com a Marcha para Cristo, reunindo evangélicos das diversas congregações que têm sede no município. Às 19h, haverá um culto, na Praça Dois de Novembro, com pregação dos pastores e louvor com as bandas locais. A noite será encerrada com a banda gospel Som e Louvor.

No dia 19, logo cedo, às 5h, a cidade será acordada com uma queima de fogos. A partir das 7h, em frente a Prefeitura, será realizada a solenidade do aniversário, com apresentação da banda da escola de música, hasteamento das bandeiras e pronunciamento do prefeito. Logo em seguida, a população de Bequimão será convidada a cantar os parabéns e fazer a partilha do bolo.

A programação segue com o desfile cívico das escolas do município, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e com uma cavalgada. Às 10h, terão início as competições esportivas (corrida e ciclismo). Às 14h, a juventude bequimãoense se encontra em frente à Unidade Escolar Estado de Minas Gerais para a Gincana e, no Estádio Vivaldão, acontecerá a abertura da Taça Cidade de futebol. Às 17h, logo após a Gincana, todo mundo vai dançar e se exercitar com uma aula de zumba.

Também às 17h será celebrada uma missa em ação de graças pela inauguração da Praça Santo Antônio e da Escola Municipal Benedita Gusmão Moraes, construídas pelo prefeito Zé Martins. Após a celebração, será feito o descerramento das placas, marcando a entrega dessas obras ao povo de Bequimão. “O maior presente que nossa terra pode receber é o nosso trabalho e dedicação, que são constantes. Enfrentamos todas as dificuldades para andar de cabeça erguida e cumprir com o compromisso de promover melhores dias para o povo bequimãoense”, destacou o prefeito.

Atrações culturais

Para completar as comemorações do aniversário de 82 anos de Bequimão, a noite será animada por diversas manifestações culturais, com destaque para a apresentação do Boizinho do Batutinhas, Bumba-Meu-Boi Estrela de Bequimão, além dos shows da dupla Criolina (formada por Alê Muniz e Luciana Simões) e Fabrícia e banda.

Um pouco de história

O local onde hoje é situado o município de Bequimão era conhecido, inicialmente, como Cabeceiras, por estar situado às margens (ou à cabeceira) do Rio Itapetininga. Mais tarde, a Igreja Católica recebeu doação de uma área para construção de uma capela que foi dedicada a Santo Antônio, por isso a Freguesia passou a se chamar Santo Antônio e Almas. A ideia partiu de Antônio Rodrigues.

Com o crescimento da população, também aumentava a vontade de tornar aquele povoado, que fazia parte de Alcântara, um município. Foi aí que os habitantes se organizaram, tendo à frente o capitão José Mariano Gomes de Castro e Holfênio João Cantanhedo, parar buscar a emancipação, que ocorreu 1923. Instituiu-se, então, o município de Godofredo Viana, nome do então governador do Estado do Maranhão.

Mas a atual denominação de Bequimão aconteceu sete anos depois, em 1930, pelo decreto estadual nº 7, de 24 de novembro de 1930. No ano seguinte, entretanto, o município voltou a perder sua autonomia, que seria restaurada quatro anos depois, por meio do decreto estadual nº 855, de 19 de junho de 1935. Neste 19 de junho de 2017, Bequimão completa 82 anos, com população estimada, segundo o IBGE, 20.867 habitantes, com uma área territorial de 797.716 km².

Boi de Axixá é batizado em cerimônia no Shopping da Ilha

COMPARTILHE
O Boi de Axixá transformou o Shopping da Ilha, no último fim de semana. É que além de abrir a programação do arraial do shopping, a brincadeira que completa 58 anos nesta temporada, realizou o seu batizado no local.
Em 2017, a brincadeira homenageia a cidade Axixá, que completa 100 anos de emancipação política. O grupo leva aos arraiais o tema: “100 ANOS DE AMOR ÀS CINCO LETRAS”, fazendo alusão à composição de Donato Alves, ‘Cinco Letras’.
Na cerimônia, o bumba-boi – que é referência no folclore do Maranhão – recebeu as bênçãos do padre Robério, do casal de padrinhos Jacques Aranha e Juliana Silveira para apresentar sua nova indumentária para a temporada deste ano.
Sob o comando de Leila Naiva, o Boi de Axixa, que tem agenda de apresentações concorrida, é formado por 120 brincantes, entre índias, vaqueiros campeadores, vaqueiros de fita e orquestra.
“Foi um momento lindo, o nosso batizado. Estou muito feliz com o colorido e a alegria que trouxemos para os arraiais do Maranhão. O nosso público merece sempre o melhor. Já estamos ansiosos para a tradição que mantemos de receber, no dia 23 de junho, em Axixá, as bênçãos de Deus por intermédio de Nossa Senhora da Saúde, homenageada pelos nossos vaqueiros de forma muito especial. Vamos fazer uma temporada cheia de energia para alegrar os maranhenses”, concluiu Leila Naiva.

Prefeito Anderson Wilker divulga em sua página na rede social Facebook mensagem no Dia Mundial contra o Trabalho Infantil

COMPARTILHE
Todos os anos, o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, nos lembra quantas vítimas inocentes continuam a ser exploradas para ganhos financeiros. Este ano, em 12 de Junho, queremos dar voz a estas crianças invisíveis e esquecidas.
São mais de 168 milhões de crianças em todo o mundo, vítimas de exploração, que trabalham em minas, fábricas, todos os dias. Muitas vezes desnutridas, cansadas e tristes, são, sobretudo escravas do mundo contemporâneo.
Os números são alarmantes: 78 milhões na Ásia e no Pacífico, 59 milhões na África Subsaariana, 13 milhões na América Latina e no Caribe, mais de 9,2 milhões no Oriente Médio e no Norte da África. A maioria delas trabalha nos campos, mas muitas outras em fábricas e minas, como nas de ouro, mais de 85 milhões fazem trabalhos perigosos que as levam frequentemente à incapacidade ou à morte.
Na verdade, existem mais de 22 milhões de pessoas que morrem no local de trabalho. Suas vozes, seus apelos a uma infância normal são ignorados, apesar das numerosas organização humanitárias e de luta pelos seus direitos fundamentais.
Através da ActionAid, que ajuda comunidades pobres e marginalizadas do mundo para melhorar as condições de vida de milhares de pessoas, além das famosas UNICEF e Save the Children,  ajudar essas crianças é possível, aderindo a um dos muitos projetos promovidos por essas organizações ou iniciando uma adoção à distância.
Os dados mundiais
O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil é uma oportunidade para dar vozes às muitas das histórias sobre este grave problema social dos dias de hoje. Aqui algumas delas, mas, infelizmente, existem muitas, muitas outras para contar.

São Luís-MA: A senhora de 404 anos abandonada pelo seu gestor

COMPARTILHE

Prestes a completar 405 anos, a cidade de São Luís chora por seu abandono. Jogada no asilo da maldade, a capital do Maranhão escolheu um pai adotivo que maltrata, abandona e ainda coloca a culpa em seus antecessores. Sem a mínima condições de abrigar uma idosa que um dia foi chamada de Ilha do Amor, Cidade dos Azulejos e Patrimônio da Humanidade, o atual prefeito de São Luís se perdeu na Ilha juntamente com grande maioria de seus secretários.

Na infraestrutura, a cidade está de mal a pior, um descaso maquiado por milhões de reais, como se o dinheiro fosse uma descoberta de garimpo. As ruas estão dentro das crateras, ao contrário que muitos poderiam imaginar. O correto seriam as crateras nas ruas, mas Edivaldo Holanda Júnior conseguiu essa proeza, colocar a cidade dentro dos buracos.

A saúde não tem remédio, até os hospitais estão doentes. Os profissionais sem salários estão sendo uma espécie de voluntários, trabalhando á base do amor a profissão e ao povo de São Luís. Não tem materiais básicos, remédios, e respeito ao povo ludovicense. Até os telefones estão com as linhas cortadas por falta de pagamento. As filas de pacientes são ainda maiores, o que não mexe com o prefeito, que mesmo sendo evangélico, ainda vive de promessas, ato abominável pela bíblia.

A educação, é algo que não tem sequer nas escolas e muito menos por quem faz parte da pasta. São escolas abandonadas, telhados quebrados, falta de merenda escolar, transportes, e professores desrespeitados pela gestão, que nunca valorizou os profissionais. Uma pergunta não pode deixar de ser feita: Onde estão os mais de 285 mil eleitores que votaram em Edivaldo? É um fenômeno que vai durar 48 meses e muitos arrependimentos.

Se os Holandeses que colonizaram a cidade voltassem, tenho certeza que São Luís seria restaurada…Mas uma coisa é certeza, Edivaldo não seria o gestor, nem que o PDT implorasse aos Portugueses e Holandeses…

Os outros setores da gestão já estão desaparecendo, mas as secretarias aumentam e os cargos também. A cada mês o prefeito cria cargos com nomes diferentes, mas com função igual às que já existem. O segredo para transformar a prefeitura em um cabide de empregos para aliados.

Vereador Pavão Filho solicita reforma das Praças Marechal Rondon e Coheb

COMPARTILHE

Através de requerimento aprovado pela Câmara Municipal de São Luís, o vereador Pavão Filho (PDT) está solicitando ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) a reforma das praças Marechal Rondon (Outeiro da Cruz) e Coheb (Sacavém) com implantação de equipamentos de academia ao ar livre e playgroud para as crianças.

Segundo Pavão Filho, a reforma desses espaços, que estão em condições precárias, significa transformar esses locais subutilizados em espaços para práticas esportivas e de lazer, para eventos culturais, religiosos e ações sociais.

“É importante mencionar que a reforma das referidas praças contribuirá para o embelezamento dos bairros e preservação do meio ambiente, através da arborização e jardinamento”, acrescenta o vereador.

Pavão observa ainda que a revitalização dessas duas praças para usufruto coletivo acontecerá em consonância com as próprias necessidades e anseios da comunidade do Sacavém e bairros adjacentes.

Texto: Jorge Vieira

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free