casa » ESPORTE (página 18)

ESPORTE

Preso desde 2010, ex-goleiro Bruno faz apelo: ‘Me deixem jogar’

COMPARTILHE
Goleiro Bruno, ex-Flamengo

Goleiro Bruno, ex-Flamengo

O ex-goleiro Bruno voltou aos holofotes. Preso desde 7 de julho de 2010, pela morte da sua ex-namorada Elisa Samúdio, o arqueiro assinou um contrato com o time do Montes Claros, da segunda divisão do Campeonato Mineiro, e tenta a liberdade para voltar aos gramados. Na capa da revista “Placar”, o ex-jogador pede: “Me deixem jogar”. O ex-goleiro também falou sobre as dificuldades da vida na cadeia.

“Muita gente acha que, por ter sido jogador de futebol, eu tenho regalias aqui. E não é. Pago um preço alto pela fama. Já costurei bola aqui dentro. Tem muito jogador que gosta de colocar a culpa na bola. Mas agora eu conheço cada ponto da bola. Sei quando o cara está dando migué. A bola aqui do presídio não é ruim, não”, disse, em entrevista à revista “Placar”.

O ex-jogador de futebol também falou sobre a tentativa de tirar a própria vida. Na ocasião, Bruno chegou a enrolar uma corda no pescoço e se jogou de uma certa altura.

“Tentei o suicídio. Amarrei o lençol na ventana, que é alta, coloquei no pescoço e saltei. Mas a corda arrebentou e eu caí no chão. Olhei para o lado e vi que tinha caído com a cabeça em cima de uma bíblia, que um policial tinha me dado ainda no Rio de Janeiro. Foi Deus que não permitiu que eu me matasse”, afirmou.

O ex-jogador do Flamengo já sente as consequências de estar preso há quatro anos. Ele afirmou que não será possível levar uma vida confortável quando sair da prisão.

“Não estou acabado. Mas sobrou muito pouco do meu dinheiro, longe de poder levar uma vida confortável quando sair daqui”, concluiu. 

Polícia prende torcedor Motense no banheiro e leva pra conhecer a Reffesa

COMPARTILHE

TO MOTOA Polícia Militar, através do Major Jessé, tenta organizar os jogos do campeonato maranhense, da melhor maneira possível, mas alguns torcedores não colaboram. Na maioria das vezes, quem paga o preço alto é o próprio clube, que sempre é penalizado com perda de mando de campo.

No ano passado, alguns torcedores do Moto, quebraram cadeiras no estádio castelão, no jogo em que o papão perdeu para o Sampaio por 3×1. Além de perder o jogo, o moto ainda teve que pagar multa de R$ 1.000,00 (mil reais).

Este ano, o Rubronegro já foi julgado duas vezes por mau comportamento de torcedores, e condenado a pagar multas. A torcida sabe das dificuldades que o Moto vem enfrentando pra pagar seus funcionários e ainda tem que pagar multas, por causa de alguns torcedores irresponsáveis.

Ontem (23) no Superclássico realizado no estádio castelão, onde o Moto venceu por 1×0, a polícia que exagera sempre, prendeu um torcedor do Moto, identificado como Francisco Alberto Vieira de Oliveira, de 34 anos, que é vigilante e foi acusado de jogar uma garrafa para dentro do estádio.

Segundo a polícia, o acusado reagiu à prisão e desferiu socos aos policias que trabalhavam no momento. O caso foi registrado no Plantão Central da Reffesa, na Avenida Beira Mar, no centro da capital maranhense. Veja o B.O

BO

O ministério da saúde adverte: Jogar de salto alto contra o Moto, pode ser fatal

COMPARTILHE
Técnico Edson Porto no trabalho

Técnico Edson Porto no trabalho

E foi justamente o que aconteceu hoje (23) no estádio castelão, onde o Moto venceu o Sampaio Corrêa por 1×0. Muitos comentários durante a semana apimentaram o Superclássico de número 590. Atletas que mesmo jogando a quarta rodada do segundo turno, contra o Araioses, já faziam planos para eliminar o Papão do Norte. Agora fica a pergunta: quem estava com medo da partida. O Moto ou Sampaio? O Moto tinha suas necessidades e precisava de uma vitória para continuar vivo no estadual e na temporada. Mas o Sampaio que ainda não venceu um clássico nesta temporada, precisava provar porque está na série B do campeonato Brasileiro.

O certo mesmo, é que o Moto não tem medo de cara feia e precisava presentear seu treinador, Edson Porto, que justamente hoje (23) completaria mil jogos como técnico de futebol profissional. E foi justamente contra o Sampaio, que Edson Porto no seu melhor estilo, comemorou sua marca histórica e aumentou para 792 vitórias em sua brilhante carreira.

No meio de semana, o técnico do Sampaio, Flávio Araújo, que já protagonizou duas matérias neste blog, como o treinador mais arrogante do campeonato maranhense, deu um drible na imprensa ao marcar o treino da Bolívia para o CT José Carlos Macieira e o time acabou treinando no estádio municipal Nhozinho Santos. Porque Flávio fez isso? Estava com medo do papão do norte?

Já o técnico do Moto, Edson Porto, treinou a semana inteira na Toca do Papão e não escondeu a escalação de seu time para o jogo contra o Sampaio. Não sei se Flávio Araújo lembrou-se do desafio feito por Edson, logo após a partida entre Sampaio x Moto, quando ficou empatada por 2×2 no final do primeiro turno.

“O Sampaio conquistou o título do primeiro turno e as vagas na copa do Brasil e copa do nordeste. Eles tinham a vantagem do empate, mas o campeonato não acabou e no final é que vamos ver quem tem mais garrafas pra encher” – disse o técnico Edson Porto.

Hoje o moto escreveu a vitória de número 194, contra 175 do Sampaio Corrêa. No total, 221 empates e 1399 gols na história do Superclássico. O Moto já marcou 717 gols em cima da Bolívia e sofreu 681 gols.

Pra quem declarou que o Moto estava entalado na garganta, vai ter que procurar um Otorrinolaringologista para fazer um exame com urgência. “Vitor” e “Henrique” foram os nomes da “Malária” boliviana e  perseguem o tricolor em todos os jogos. Já são dois gols de Vitor contra o Sampaio e desta vez, foi o gol que deu a vitória motorizada.

Estudioso, educado e organizado, o Catarinense, Edson Porto vem mostrando que só com muito trabalho, os resultados aparecem. Pra quem desembarcou em São Luís no mês de janeiro, para trabalhar em um clube que tinha apenas o nome, hoje já pode ver a diferença, tanto no time, quanto na torcida. É claro que por várias vezes o técnico foi criticado pela torcida, mas foi firme e objetivo, sempre cumprindo suas metas. E agora professor Edson Porto? Nas contas da torcida Motense, o papão só precisa eliminar a raposa, pra conquistar três vagas importantes e voltar ao cenário nacional. ” A diretoria do Moto merece todo esse sangue dos jogadores”.

Mais um técnico de futebol no Estado do Maranhão, mostra sua “Educação”

COMPARTILHE
Arnaldo Lira no desespero

Arnaldo Lira no desespero

Quem imaginou que o técnico Flávio Araújo, hoje no comando do Sampaio Corrêa, fosse o treinador de futebol mais arrogante no Estado do Maranhão, se enganou.  No último dia 06, ele foi ríspido e prepotente, com um repórter esportivo, após o jogo no estádio castelão.

Seria seu jeito, ou sua cultura? Nada a julgar. É claro que vivemos em um país democrático, mas nada justifica um cara que se diz profissional, ser tão mal educado com outro profissional, principalmente quando o repórter é super educado. Dizem que os maus exemplos influenciam muito no comportamento de muita gente. Agora fica uma dúvida. De quem Flávio Araújo é fã? Em qual treinador de futebol ele se inspira? Não dar pra fazer uma avaliação e nem comparar.

São tantos técnicos arrogantes, que precisaria de uma semana para descrever cada um deles. Mas, vamos apontar alguns considerados medalhões do esporte. O primeiro a entrar na lista, chama-se Luís Felipe Scolari, hoje na seleção brasileira. E na lista ainda entram Wanderley Luxemburgo, Muricy Ramalho, Renato Gaúcho, Dunga, PC Gusmão, Abel Braga, Adilson Batista, Jair Picerni, Mano Meneses, Zagalo, e Antônio Lopes. Uffa… esses são apenas alguns dos prepotentes, considerados pela imprensa e pelo torcedor brasileiro.

Aqui no Maranhão, só este ano (2014), o estadual teve o prazer de receber, além é claro de Flávio Araújo que já estava desde 2012, mais dois técnicos arrogantes; Gilberto Gaúcho e Arnaldo Lira, que chegaram pra comandar o Maranhão Atlético Clube. O primeiro, que nunca havia treinado um time grande em sua carreira, acabou dando ataque de estrelismo e deixou o MAC na pior posição de sua história. Gilberto era ríspido com a imprensa esportiva e só falava quando queria. Já Arnaldo Lira, que é mais experiente e carrega um rebaixamento em sua bagagem, também tem a fama de arrogante e mal educado. Ontem (21) em entrevista ao repórter Edmilson Costa, da rádio Difusora AM 680, Arnaldo deu ataque de estrelismo e não quis falar sobre o possível rebaixamento do MAC e seu segundo só em 2014.

Com status de salvador da pátria, Arnaldo lira não teve êxito nesta temporada. No campeonato cearense, o treinador foi rebaixado com o Ferroviário. Deixou o time cearense e veio tentar salvar o MAC, e até agora não soube o sabor da vitória no campeonato maranhense. O certo mesmo, é que a guilhotina está armada e Arnaldo pode vir mansinho de Barra do Corda, no final de semana.

“O Blog do João Filho, se solidariza com o repórter Edmilson Costa e repudia o comportamento de técnicos dessa natureza”

Técnico do Sampaio Corrêa trata imprensa com rispidez e arrogância

COMPARTILHE
O arrogante técnico Flávio Araújo

O arrogante técnico Flávio Araújo

O técnico do Sampaio, Flávio Araújo, mostrou mais uma vez que é arrogante e prepotente. Ontem à noite (6) ao ser entrevistado após a vitória de seu clube, Sampaio Corrêa, em cima do Cordino por 3×0, no estádio castelão, o técnico do Sampaio Flavio Araújo foi questionado por um repórter sobre o jogo de estréia na Copa do Brasil contra o Interporto do estado do Tocantins, e deu uma resposta de um ser arrogante e prepotente.

Ao ouvir aquela grosseria de uma profissional que trabalha com pessoas, o repórter que fez a pergunta muito inteligente, e que é um profissional muito educado e estudioso, ficou sem jeito diante de seu público que o ouvia naquele momento. Taxado pela crônica esportiva por onde trabalhou, como um técnico arrogante, Flávio se acha o dono do pedaço e acaba agredindo os profissionais da imprensa, que fazem a mídia do esporte e colocam os jogadores e treinadores na vitrine nacional.

Ao presenciar aquela atitude pífia de Flávio Araújo, o radialista Juracy Filho, da rádio Timbira AM 1290, foi muito feliz quando questionou no Ar, se o técnico do Sampaio estava se achando um Vanderley Luxemburgo, um Muricy Ramalho, um Abel Braga, um Felipe Scolary,  ou tantos outros vitoriosos treinadores do futebol brasileiro.

O que o técnico Sampaio Corrêa, Flávio Araújo, precisa saber, é que ele não é nada a mais que um técnico de futebol e que mostrou não ter educação e muito menos respeito por outro profissional. Nenhum repórter sai de sua casa pra passear no estádio, ou se esconder de sua família, depois de ter trabalhado o dia todo.

Agora ficam as perguntas para o Sr. Flávio Araújo.

1ª  Algum repórter interferiu no resultado do jogo, ou você não gosta de imprensa esportiva?

2ª  Flávio Araújo, você se acha o cara, o melhor treinador do Brasil e por que não foi campeão no estado do Pará, quando deixou o Sampaio e foi comandar o Clube do Remo?

Ah, meu querido Flávio Araújo, você só precisa de uma coisa: ser mais humilde e respeitar os outros profissionais, independentemente da função que exercem. Uma coisa é certa, se você não estudou ou não gosta de quem estuda, respeite aqueles que valorizam a educação.

Faço das palavras do narrador, Juracy Filho; as minhas, mas complemento o comentário. O Flávio Araújo foi campeão com o Sampaio, todo mundo sabe. Mas é o único time grande no currículo dele. O herói do Sampaio é o presidente Sérgio Frota e não um treinador que se acha dono do conhecimento futebolístico. A grande verdade é que o Sampaio sem Sérgio Frota, não seria o mesmo;  mas sem Flávio Araújo, seria grande do mesmo jeito. “Ninguém é insubstituível”.

Radialista escreve declaração de amor ao Moto Club de São Luís

COMPARTILHE

Por uma paixão!

De Roberto Fernandes

Kayk & Lucas

Kayk & Lucas

Porque nasce uma paixão? Não sei. E duvido que alguém tenha uma resposta pronta. Mal sabemos quando tudo começou: foi um olhar, um sorriso ou duas simples cores. O certo é que santificamos aquele instante.  É o momento em que passamos a compreender aquela chama que dilacera o nosso peito ou tira os nossos sentidos. 

Por vezes, esse despertar é nada poético. Ele vem com a dor, como uma lança cravando o coração. Foi assim, em 97, quando o Moto deixava a segunda divisão do brasileiro.  Só encontrei resposta para esse estranho amor, em um pensamento de Chiara Lubich: “É na dor que encontramos o verdadeiro amor.”

O danado é que essa dor parecia incessante. Ausente das melhores disputas nos exige mais. Parece querer colocar a prova os nossos sentimentos. Por duas oportunidades sangra nossa fé, com o vergonhoso rebaixamento. Quanta provação! De tanta angústia meu coração andava meio acabrunhado e divorciado da alegria. Uma agonia que se arrastou pelo tempo, me dando a nítida impressão de ser ela, infinita.  Mas, um amor assim não se renuncia. Compreendi La Rochefoucauld: ”A ausência apaga as pequenas paixões e fortalece as grandes.”

E no último domingo, final de turno. O adversário melhor não podia existir para convencer meu coração, que já não estávamos tão frágeis.  Não vencemos é verdade. O título escapou de nossas mãos. Mas não liguei pra isso. O mais importante é que a alegria voltou. A confiança foi restabelecida e a paixão fez meu coração pulsar no peito, como uma criança que acaba de ganhar a vida.

Sabe de uma coisa. Essa tristeza não era só nossa. Eu vi. Até quem nos olha pelo canto dos olhos, andava perambulando pelas ruas da cidade, como uma alma errante a procura de sua metade.

O passado de desilusões é apenas um rabisco em papel amassado, jogado num cesto qualquer no canto da sala.

 

O PAPÃO VOLTOU!

 

Sampaio conhece seus adversários para o Brasileirão 2014

COMPARTILHE
Sampaio rumo à elite/ (Foto: Biaman Prado/Jornal O Estado)

Sampaio rumo à elite. (Foto: Biaman Prado- O Estado)

O Sampaio Corrêa vai estrear no dia 19 de abril pelo Campeonato Brasileiro da Série B. O primeiro encontro do torcedor maranhense com o Sampaio no Estádio Castelão pela competição nacional será contra o Paraná Clube (PR). A tabela foi divulgada hoje (07) pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Antes da paralisação para a disputa da Copa do Mundo serão realizadas dez rodadas do Brasileirão 2014. Neste período, o Sampaio jogará em casa seis vezes e receberá o Paraná (PR), Oeste (SP), Avaí (SC), Luverdense (MT), Ceará (CE) e América (RN).

Após a Copa do Mundo, o Sampaio terá pela frente logo duas partidas longe de seu torcedor: uma contra o Náutico (PE) no estádio dos aflitos e outra contra o Bragantino (SP) na arena Nabi Abi Chedid.

Envolvida na polêmica da última edição do Campeonato Brasileiro da Série A, a Portuguesa foi confirmada na Segunda Divisão de 2014. A Lusa do Canindé, como é conhecida, enfrentará o Sampaio no dia 27 de maio, em São Paulo, e no dia 4 de outubro, em São Luís.

Um jogo que deverá levar um grande público ao Castelão certamente será o duelo entre Vasco & Sampaio. Na capital maranhense, o jogo ocorrerá somente no segundo turno da Série B, mais precisamente no dia 23 de setembro. A partida do turno ocorrerá na sexta rodada da competição, no dia 20 de maio no Rio de Janeiro.

A tabela da Série B 2014 também mostra que o Sampaio Corrêa irá jogar fora de casa na última rodada da competição nacional. O adversário do tricolor maranhense na 38ª rodada será o América (MG), jogo a ser realizado em Belo Horizonte, capital mineira.

Confira os jogos do Sampaio:

1° Turno.

19/04 – Sampaio-MA x Paraná-PR
26/04 – Icasa-CE x Sampaio-MA
03/05 – Sampaio-MA x Oeste-SP
10/05 – Sampaio-MA x Avaí-SC
17/05 – ABC-RN x Sampaio-MA
20/05 – Vasco-RJ x Sampaio-MA
24/05 – Sampaio-MA x Luverdense-MT
27/05 – Portuguesa-SP x Sampaio-MA
31/05 – Sampaio-MA x Ceará-CE
03/06 – Sampaio-MA x América-RN
15/07 – Náutico-PE x Sampaio-MA
19/07 – Bragantino-SP x Sampaio-MA
26/07 – Sampaio-MA x Vila Nova-GO
02/08 – Sampaio-MA x Ponte Preta-SP
09/08 – Joinville-SC x Sampaio-MA
16/08 – Boa Esporte-MG x Sampaio-MA
19/08 – Sampaio-MA x Santa Cruz-PE
23/08 – Atlético-GO X Sampaio-MA
30/08 – Sampaio-MA x América-MG

 

Returno.

06/09 – Paraná-PR x Sampaio-MA
09/09 – Sampaio-MA x Icasa-CE
13/09 – Oeste-SP x Sampaio-MA
16/09 – Avaí-SC x Sampaio-MA
20/09 – Sampaio-MA x ABC-RN
23/09 – Sampaio-MA x Vasco-RJ
27/09 – Luverdense-MT x Sampaio-MA
04/10 – Sampaio-MA x Portuguesa-SP
07/10 – Ceará-CE x Sampaio-MA
11/10 – América-RN X Sampaio-MA
18/10 – Sampaio-MA x Náutico-PE
21/10 – Sampaio-MA x Bragantino-SP
25/10 – Vila Nova-GO x Sampaio-MA
1º/11 – Ponte Preta-SP x Sampaio-MA
08/11 – Sampaio-MA x Joinville-SC
15/11 – Sampaio-MA x Boa Esporte-MG
18/11 – Santa Cruz-PE x Sampaio-MA
22/11 – Sampaio-MA x Atlético-GO
29/11 – América-MG x Sampaio-MA

José Carlos Araújo estreia na Transamérica Fm do Rio de Janeiro

COMPARTILHE
José Carlos Araújo no Maracanã

José Carlos Araújo no Maracanã

O locutor esportivo José Carlos Araújo, o “Garotinho”, é a mais nova contratação da rádio Transamérica Fm do Rio de Janeiro. Considerado o principal narrador esportivo da capital fluminense e um dos mais tradicionais do país, o profissional estreiou ontem, dia 02 de fevereiro, na transmissão do clássico entre Vasco x Botafogo, pelo campeonato carioca.

Para integrar a equipe esportiva, o locutor conta ainda com dois importantes reforços: O ex-jogador Gérson, “O Canhotinha de ouro” e Gilson Ricardo. “Estou muito feliz pela confiança depositada em meu trabalho. Vou continuar fazendo uma transmissão com muito humor e brincadeira, mas sem deixar a credibilidade do jornalismo de lado”, afirma Garotinho.
Além do novo desafio profissional, o ano de 2014 começou com grandes comemorações para José Carlos Araújo. O narrador vai completar 50 anos de carreira em abril e acaba de ganhar o “Prêmio Rádio Rio 2013”, como melhor locutor esportivo carioca. A cerimônia de premiação, conhecida como a festa do rádio carioca, aconteceu na última segunda-feira, dia 27 de janeiro, em Copacabana, zona sul da capital maravilhosa.

A Transamérica do Rio de Janeiro vai transmitir os principais campeonatos regionais, nacionais e internacionais como a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro séries A e B, o Campeonato Carioca, a Copa Sul-Americana e a Taça Libertadores da América.

Sobre a Rede Transamérica de Comunicação:

Gilson, Gerson & José Carlos Araújo

Gilson, Gerson & José Carlos Araújo

A Transamérica é a maior rede de rádios FM do país e a única que possui três formatos diferentes de programação (POP, HITS E LIGHT). A POP é dirigida ao público jovem, das classes socioeconômicas A, B e C, de 20 a 34 anos, e está presente nas principais cidades brasileiras.

A HITS, com uma programação eclética, é voltada ao segmento popular, atingindo uma faixa etária (dos 15 aos 39) mais abrangente.

Já a programação da LIGHT é dirigida ao público adulto qualificado, com mais de 30 anos, das classes socioeconômicas A e B. Outro destaque da Rede Transamérica de Comunicação é a programação esportiva com o comando de Eder Luiz, disponível nas três redes (POP/HITS/LIGHT). Com emissoras nas principais cidades do Brasil e também do Japão, a audiência da Transamérica passa dos oito milhões de ouvintes/mês.

Além das emissoras de Rádio, a Rede Transamérica de Comunicação conta com outros produtos, como os portais de Internet Transhopping (www.transhopping.com.br): comparativo de preços de produtos entre lojas Mercado da Música (www.mercadodamusica.com.br): o maior e mais variado catálogo de músicas para download e Transmobile: produtos e promoções interativas para celulares e Site oficial: Transanet (www.transanet.com.br).

 

Moto faz feijoada e cadastra 60 rubro-negros no programa sócio-torcedor

COMPARTILHE
Presença de torcedores na Toca do Papão

Presença de torcedores na Toca do Papão

O domingo (19) foi especial para Moto e principalmente para sua fiel torcida. Dezenas de torcedores compareceram ao CT Pereira dos Santos (Toca do Papão) para acompanhar de perto o novo time do Moto que disputará o Campeonato Maranhense, e aproveitaram para participar de uma feijoada de confraternização que arrecadou dinheiro para ajudar nas despesas do CT. 
Na ocasião, a equipe de marketing fez a adesão de 60 novos integrantes do projeto sócio-torcedor do Papão do Norte. A ideia da feijoada foi construída pelo rubro-negro, Lima, que respira Moto Club 24 horas por dia.

No período da tarde, o Moto apresentou o atacante Victor, de 26 anos, e o lateral-esquerdo Danilo Lins, de 22 anos, que irão reforçar o Papão no Campeonato Maranhense de 2014. A dupla faz parte do pacote de reforços que o rubro-negro acertou para o estadual, dentre os quais, o goleiro Sidnei e o volante Pierre, que já se apresentaram e treinaram com restante do grupo.

O atacante Victor disputou a Copa Cidade de São Luís, pelo Bacabal e marcou dois gols pelo Leão do Mearim. O jogador chegou a ser anunciado como contratação para 2014 na equipe Bacabalense, mas acabou viajando para o interior paulista, onde recebeu a proposta do Moto e decidiu retornar ao futebol maranhense.

Já o lateral-esquerdo Danilo Lins, também retorna ao futebol maranhense, após defender o Nacional da cidade de Santa Inês, em 2010. Após a passagem pela equipe do Centro Oeste do estado, o jogador defendeu clubes do interior paulista, como José Bonifácio e Tupã, além de uma passagem pelo futebol cearense, onde vestiu a camisa do Horizonte.

O goleiro do Moto ao lado do torcedor Kayk Bruno

O goleiro do Moto ao lado do torcedor Kayk Bruno

Nesta segunda feira (20) o Moto apresentou o atacante Gilson de 31 anos, que estava defendendo o URT do estado de Minas Gerais. Outros três jogadores ainda devem ser apresentados no rubro-negro até a noite desta segunda-feira, entre os quais estão o goleiro Ruan, que estava no Gurupi -TO, um zagueiro e um meia ofensivo. O Moto estreia no Campeonato Maranhense no dia 27 de janeiro, às 20:30h no estádio municipal Nhozinho Santos, contra o Imperatriz.

Mesmo com uma semana de treinamentos, o Moto segue o ritmo de preparação em dois períodos para tentar equilibrar o tempo perdido. As únicas baixas na equipe são as ausência do atacante Henrique que está com problemas estomacais e do veterano Kleber pereira que está resolvendo assuntos pessoais.

Filho de Alemão, o goleiro do Moto tem 33 anos, 1,93m de altura; é natural do Rio Grande do Sul. Sidney como gosta de ser chamado, vai para seu 15° clube na carreira profissional. Segundo o arqueiro do Papão, a história da torcida do Moto é muito comentada no sul do pais.

 

 

Filho de maranhense faz Sucesso como técnico de Futebol

COMPARTILHE
Heron Ferreira, no comando do ASA-AL

Heron Ferreira, no comando do ASA-AL

Nascido em 28 de janeiro de 1958 no bairro do Grajaú, na zona norte do Rio de Janeiro (RJ), Heron Ricardo Ferreira, hoje com 55 anos, construiu a vida profissional em torno de sua grande paixão pelo esporte. Filho do maranhense Raimundo José Ribamar Ferreira, e primo de NECO, ex-jogador de Moto & MAC, Heron tem parentes na cidade de Bequimão, na baixada maranhense.

 Formado em Educação Física pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e pós–graduado em futebol e voleibol, Heron iniciou sua carreira profissional como preparador físico das categorias juvenil e júnior de futebol do Vasco da Gama. Ainda no Vasco, assumiu como treinador da equipe juvenil em 1984. No ano seguinte, foi contratado pelo Flamengo para dirigir a equipe infantil e conquistou seu primeiro titulo: a Taça São Paulo de Futebol Infantil.

Apesar da felicidade em trabalhar com a formação de atletas, o alvo de Heron Ricardo, como era conhecido na época de jovem, era trabalhar com as equipes profissionais. Até que em 1988, após trabalhar em todas as categorias de base, Ferreira assumiu a equipe profissional do Olaria Atlético Clube durante a série B do Campeonato Carioca. Mesmo tendo chegado durante a competição, Heron foi Campeão e levou sua equipe à primeira divisão do estadual do Rio de Janeiro.

Curiosamente, na época Heron tinha apenas 30 anos de idade e muitos de seus comandados eram mais velhos do que ele. Mesmo assim, Heron conseguiu seu grande objetivo profissional, conquistar um título como técnico profissional.

Com o Título conquistado, Heron Ferreira começou a ter notoriedade no mercado de futebol. Em 1989, a pedido do Presidente do clube, Heron foi contratado pelo Bragantino de São Paulo. Na equipe do interior paulista conheceu o técnico Vanderlei Luxemburgo e, como seu Assistente Técnico, deram ao Bragantino os Títulos de Campeão Paulista e Campeão Brasileiro da Série B, em 1989, e Campeão Carioca pelo Flamengo em 1990.

 

Técnico Heron, filho de Maranhense

Técnico Heron, filho de Maranhense

Em 1992 Heron resolve retornar sua carreira de treinador e mais uma vez assume o comando do Olaria na zona norte do Rio de Janeiro. O clube havia retornado à segunda divisão do Carioca e mais uma vez Heron o levou de volta à elite do futebol do estado do Rio de Janeiro ao ser Vice-Campeão da Série A2.

Em busca de novos desafios e alçar voos mais altos, em 1994 Heron aterrissa em Caxias do Sul para dirigir a equipe do Juventude/Parmalat, no Gaúchão. Nos dois anos em que Heron esteve no comando, o Juventude foi Campeão da Copa Internacional Parmalat, Vice-Campeão Gaúcho e Campeão Brasileiro da Série B. Por este trabalho, Ferreira recebeu da Federação Gaúcha de Futebol o prêmio de Melhor Treinador da temporada.

Após dirigir outros clubes como Santa Cruz-PE, Figueirense-SC, União São João-SP, Ituano-SP, Náutico-PE, Paysandu-PA e Coritiba-PR; e conquistar Títulos como Vice Campeão Paranaense, Campeão Paulista e Vice Campeão Pernambucano, Heron mais uma vez resolve dar uma virada em sua carreira e sai para dirigir equipes no exterior.

Após passar pelo Guarany e ser Vice-Campeão do Torneio Apertura do Paraguai, Heron foi para a África e conquistou imenso destaque ao ser Tricampeão do Sudão pelo Al Hilal e Vice-Campeão do Egito pelo Ismaily Club.

Além da América do Sul e da África, Ferreira também se aventurou pelo mundo árabe, onde foi Vice-Campeão da Copa do Rei pelo Al Hilal da Arábia Saudita.

Considerado nos clubes onde passou como disciplinador e agregador, além do português; Heron é também fluente em inglês e espanhol. Profundo estudioso das técnicas e táticas de futebol, Ferreira é um treinador moderno, atualizado e com visão voltada para o desenvolvimento do esporte competitivo e de alta performance. Atualmente Heron comanda o ASA de Arapiraca, no estado de Alagoas, time em que seu primo, o craque “NECO”, vestiu a camisa no final da década de 80.

OUTRAS PARTICIPAÇÕES DE HERON EM CAMPEONATOS INTERNACIONAIS:


-CHAMPIONS LEAGUE DA AFRICA 2005/2006 2006/2007 (3 LUGAR)
-COPA ARABE 2005/2006 (3 LUGAR) 2007/2008
-COPA SUL AMERICANA 2003
-COPA MERCOSUL 2001
-COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA 1990

TROFÉUS:
-MELHOR TREINADOR DO SUDAO NA TEMPORADA 2007
-MELHOR TREINADOR DO SUDAO NA TEMPORADA 2006
-MELHOR TREINADOR DO SUDAO NA TEMPORADA 2005
-MELHOR TREINADOR- PARANA- 1996- TROFEU CHUTEIRA DE OURO
-MELHOR TREINADOR PARANA-1996- TROFEU SELEÇÃO QUALIDADE
-MELHOR TREINADOR RIO GRANDE DO SUL – 1994

 

CONTATOS:

Email: heronferreira@hotmail.com

Cel: 0xx21-97979-9348 / 0xx22-98843-8446

 

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free