casa » ESPORTE

ESPORTE

Abertura da I Taça Cidade de Futebol Máster de Alcântara teve chuva de gols

COMPARTILHE

No último sábado, dia 22 de abril, a bola rolou na I Taça Cidade de Futebol Máster. Duas partidas deram início a competição, que conta com seis times de veteranos. As redes balançaram e nove gols foram assinalados em duas partidas, uma média de 4,5 gols por jogo. O Cosmo bateu o time do Peru por 2×0 e o MEC foi derrotado pelo Viagra por 3×4. As partidas estão acontecendo no Campo Velho, situado no Forte de São Sebastião.

A competição é organizada pela Secretaria de Esporte e Juventude, com o apoio da Prefeitura Municipal de Alcântara, que tem trabalhado diretamente na preparação do estádio, já visando a principal competição futebolística do município, que é o Campeonato da Primeira Divisão, um dos maiores torneios da região.

Incentivador do esporte local, o prefeito Anderson Wilker (PCdoB) vai trabalhar para mudar a realidade do futebol alcantarense, que foi abandonado nas gestões anteriores, assim como o estádio que foi entregue às formigas. Com a recuperação do estádio municipal, Alcântara vai contar com uma praça esportiva de qualidade.

Para o secretário Hermison Martins, o esporte movimenta a cidade histórica. “O Campeonato de Máster é um incentivo aos atletas, onde a comunidade alcantarense se une ao esporte com a intenção de oportunizar aos talentos veteranos de nossos times, lazer, espírito competitivo, amizade, alegria e saúde ao mesmo tempo” – destacou o secretário.

Já o prefeito, destacou a importância de investir no esporte, principalmente em Alcântara, município apaixonado por futebol. “Mesmo antes de entrar na política, sempre incentivei o esporte local. Só que em nossa gestão, vamos apoiar diversas modalidades, dando oportunidades aos nossos atletas, tanto aos veteranos, quanto aos jovens e juvenis. Vamos aliar esporte e educação transformando em qualidade de vida, diversão e lazer” – destacou Anderson Wilker.

 

Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer vai realizar a I Taça Cidade de Alcântara de Futebol Máster

COMPARTILHE

A prefeitura municipal de Alcântara, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, vai realizar a I Taça Cidade de Alcântara de Futebol Máster. A competição terá 6 clubes em disputa na melhor de 3 pontos. Os 4 melhores colocados na classificação farão as semifinais e os dois classificados disputarão o título em junho.

O Secretário de Juventude, Esporte e Lazer, Hermison Martins, já trabalha na preparação do estádio municipal visando outras competições futebolísticas, como o Campeonato Alcantarense que deve contar com grande número de clubes e com premiação recorde na história do futebol alcantarense.

A I Taça Cidade de Alcântara de Futebol Máster começará no dia 22 de abril, próximo sábado e será no Campo Velho, situado no Forte de São Sebastião, já que o Estádio está em manutenção. A data de encerramento do torneio está prevista para o dia 24 de junho.

As equipes participantes da I Taça Cidade de Alcântara de Futebol Máster estão abaixo relacionadas.

  • Cosmo
  • Peru
  • Viagra
  • MEC
  • Alcântara
  • Tiradentes

Como incentivador do esporte no município, o prefeito Anderson Wilker (PCdoB), mesmo antes de ser o gestor municipal, sempre apoiou o esporte em Alcântara. Sabedor da importância do esporte para a população, Anderson vai investir em várias modalidades esportivas, em diversas categorias. O projeto é audacioso e trará bons resultados para o município.

Todo estádio municipal está sendo preparado, tanto na parte estrutural, quanto gramado, cabines de rádio, alambrados e demais setores, em que o torcedor e desportista alcantarense vai voltar a vibrar e dar o grito de felicidade ao torcer pelo cube de seu coração.

Federação de Triathlon do Maranhão realiza encontro em São Luís

COMPARTILHE

A Federação Maranhense de Triathon (FEMATRI) em parceria com o Centro Universitário do Maranhão (CEUMA) realizou na última terça-feira (04) programação para debater as implicações e desenvolvimento do Trianthlon em âmbito nacional.

O momento contou com a presença de estudantes do curso de Educação Física da universidade e profissionais da área, além do Presidente da Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri), Carlos Alberto Machado Froés e do Presidente da Fematri, Helbert Meneses.

Segundo o Presidente da Fematri, a discussão do tema é relevante, para tornar acessível a prática esportiva do Triathlon em nosso Estado, “o índice de frequentadores ainda é tímida em nossa cidade, mas a federação busca incentivar a prática desse esporte através de cursos e eventos acadêmicos como esse’’, ressaltou Meneses.

Durante a ocasião, o palestrante Carlos Froés explanou sobre a história e o legado olímpico do Triathlon, o surgimento de um novo mercado para os profissionais de Educação Física, o reconhecimento e a valorização de um esporte em constante atualização.

Para a estudante do curso de licenciatura de Educação Física, 5° período, Ludmila Maciel o evento favorece a troca de conhecimento e possibilita a discussão de um novo mercado para o profissional da área, é muito importante eventos como esse para conhecermos o que está sendo discutido em nossa área, e como nós da categoria profissional podemos reinventar o nosso mercado’’, afirmou.

A Fematri tem trabalhado com a fomentação de cursos e organização de provas da modalidade, e buscando parcerias com instituições educacionais e com profissionais pela valorização e visibilidade deste desporto.

COMO SURGIU?

O Triathlon é uma modalidade esportiva que une três esportes sequenciais, são eles, a natação, o ciclismo e a corrida. Surgiu em 1974 em San Diego, nos Estados Unidos e contou com a sua primeira competição em 1978. Foi reconhecida como modalidade olímpica em 2000, nas olimpíadas de Sidney na Austrália. No Brasil, a prática sofreu atualizações e vem sendo discutida por profissionais da área.

 

 

Zumba do Programa Viva Mais Saúde arrasta multidão no João de Deus

COMPARTILHE

Diversão, som, calorias perdidas e um ritmo frenético embalaram os moradores do bairro João de Deus no “Aulão de Zumba” do Programa Viva Mais Saúde, organizado pelo Movimento Solidariedade e Ação em parceria com a Equipe Moving na noite desta sexta-feira (24). Cerca de 200 pessoas da comunidade e bairros vizinhos participaram do evento, que tem o objetivo de levar diversão e saúde às comunidades de São Luís.

A Zumba é uma modalidade quem vem ganhando um grande espaço nos últimos anos. Para a instrutora do programa e integrante da Equipe Moving, Talita Bezerra, o evento ultrapassou todas as expectativas. “É indescritível para nós ver o trabalho surtindo efeito nas comunidades. Não tem preço olhar as pessoas cuidando da saúde e ao mesmo tempo se divertindo”, exclamou Talita.

Segundo a vereadora Fátima Araújo (PCdoB), coordenadora do Movimento Solidariedade e Ação, o Programa Viva Mais Saúde vai alcançar grande parte das comunidades da Capital com a realização desses eventos. “Além de mais lazer, as pessoas podem ter mais saúde. No começo do Programa Viva Mais Saúde, vários moradores estavam com problemas, como o sedentarismo, mas hoje estão bem por causa da grande carga de exercício que a Zumba oferece”, declarou a parlamentar.

A moradora Maria Socorro passou a viver melhor depois que começou participar das aulas do projeto. “Estava acima do peso quando iniciei, mas agora não sinto mais dores e estou mais feliz” – disse Maria.

O Programa Viva Mais Saúde possui mais de 2 mil pessoas inscritas, e leva aos moradores de comunidades carentes a oportunidade de se divertir e cuidar da saúde sem pagar nada, além de contribuir com doação de cesta básicas para famílias de São Luís e de municípios do interior do estado. Além do João de Deus, outro polo do programa foi inaugurado recentemente no bairro Pirapora.

O que faz um Secretário de Esportes em São Luís?

COMPARTILHE

Desde que Edivaldo Holanda Júnior (PDT) assumiu a prefeitura de São Luís, em janeiro de 2013, a capital maranhense ficou órfã de um administrador do esporte ludovicense. O primeiro a sentar na cadeira da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (SEMDEL), foi o advogado Raimundo Penha (PDT), um dos mais votados nas eleições de 2016 e eleito vereador de São Luís. Penha passou poucos meses e saiu para assumir outro órgão municipal.

Após saída de Penha, Weverton Rocha indicou outro pedetista, ai foi a vez de Jerry Abrantes, que também ficou poucos meses a frente da pasta, já que faleceu de um infarto fulminante. Como a pasta era um acordo do PDT com o PTC, Weverton indicou outro membro do partido e Olímpio Araújo foi o terceiro nomeado por Edivaldo Jr, para assumir a SEMDEL. Olímpio também durou pouco.

Na procura de uma 4ª peça para compor a SEMDEL, descobriram que o ex-vereador Júlio França, poderia dar conta; poderia mesmo. Após assumir a secretaria, tudo foi abandonado, como os projetos, torcedor do futuro, escolinhas, Parque do Bom Menino e Estádio Nhozinho Santos. Como massa de manobra para enganar o povo no período eleitoral, Edivaldo Jr anunciou a reforma do Nhozinho Santos, que estava fechado desde 2014, em que o último jogo oficial realizado naquela praça, foi São José X Balsas pelo campeonato maranhense.

A prefeitura mandou cortar o capim de burro, tentou matar as formigas que tomam conta do “gramado” e saiu pintando paredes, chão, capim e tudo que passasse pela frente. Mas o serviço foi tão “porco”, que a Federação Maranhense de Futebol (FMF), que é tão incompetente quanto o secretário Júlio França, fingiu assumir a possível finalização da reforma, que nada mais foi, que um tapa na cara dos desportistas ludovicenses.

A FMF tentou remendar gramado, mas não conseguiu fazer uma bermuda nova de calça velha. Torcedores andando pela parte interna do estádio, encontraram vasos sanitários sujos, pias entupidas, e um paliativo que logo vai estourar na mídia. Uma verdadeira falta de respeito com os torcedores maranhenses.

REABERTURA DO GIGANTE DA VILA PASSOS

No momento da reabertura do Nhozinho Santos, simplesmente a banda de música do 24º BIL, tocou sem as autoridades e muito menos os dois times em campo. Um total desrespeito com os torcedores presentes. Como se não bastasse, a FMF diz que vai assumir a administração do Nhozinho Santos. Se a FMF administrar bem, como faz a tabela do campeonato maranhense, os desportistas estão ferrados e mal pagos.

Mostra-se que mais uma vez, a bactéria que acabou com o Ginásio Costa Rodrigues, pode ser a mesma que está destruindo o esporte na gestão de Edivaldo Holanda Jr.

E ai vem a seguinte pergunta: Pra que serve o secretário de esportes de São Luís?

Tá na hora de Edivaldo Júnior dar Cartão Vermelho para Júlio França

COMPARTILHE

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), já deveria ter dado cartão vermelho para o secretário de Esporte do Município, Júlio França, que até agora não disse a que veio fazer na SEMDEL. França que não conhece nada de esporte abandonou todas as praças esportivas da capital maranhense.

O grande exemplo da incompetência de Júlio França à frente da pasta do esporte foram os abandonos do Parque do Menino e do estádio Nhozinho Santos, que foram entregue às formigas e ao matagal. O Parque do Bom Menino foi entregue ao vandalismo e a sujeira, desde que assumiu a SEMDEL.

O histórico estádio Nhozinho Santos não realiza uma partida oficial de futebol desde maio de 2014, em que na ocasião jogaram São José X Balsas valendo pela última rodada do segundo turno do campeonato maranhense. De lá pra cá, as formigas tomaram conta do gramado.

Foram inúmeras promessas feitas pelo prefeito e nenhuma executadas pelo secretário Júlio França, que agora mandou pintar o estádio, cortar o capim para fingir que é grama, mas não colocou as iluminarias. Resta saber se o Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e Polícia Militar vão dar o laudo positivo.

SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS

É inadmissível entender os motivos que deixaram o desportista, torcedor do Moto, incentivador do esporte, ex-atleta de futebol de salão, Rommeo Amim, fora de um projeto que trabalha o social, para colocar pessoas desqualificadas na pasta, simplesmente por indicação política. O resultado foi trágico.

A opção de Edivaldo Holanda Jr se redimir com a massa desportista da capital, seria nomear de imediato o suplente de vereador Rommeo Amim (PCdoB), que conhece cada pedaço de chão onde o esporte respira soluções na capital maranhense. Um apaixonado por esporte, trabalharia as categorias de base nos bairros e ressuscitaria as escolinhas que foram abandonadas, em que a situação caótica da SEMDEL neste momento, deixou funcionar tudo desde que Raimundo Penha saiu da pasta.

De 2013 a janeiro de 2017 já passaram pela SEMDEL, o advogado Raimundo Penha, Jerry Abrandes (Inmemória), Olímpio Araújo  e agora Júlio França. Nenhum fez 10% das expectativas. Qual será o próximo? A briga é para saber quem leva: PCdoB ou PDT? Enquanto isso, o posso sofre com as praças abandonadas.

A hora é essa. Não tem muito tempo a perde!

 

 

Prefeitura de Alcântara reúne ciclistas em mutirão para limpar o Rio da Comunidade Espera

COMPARTILHE

Em uma força tarefa, a prefeitura municipal de Alcântara através da secretaria de Esporte & Juventude, em parceria com as secretarias de Cultura & Turismo, Meio Ambiente, Infraestrutura e Serviços Públicos, e Saúde, realizou na manhã deste domingo (22), o primeiro passeio ciclístico, reunindo os amigos do pedal com objetivo de promover interação entre os participantes e assim oferecer uma manhã de lazer aos ciclistas.

Além do lazer, o grande foco estava literalmente relacionado à saúde. Os ciclistas pedalaram, mas também fizeram a limpeza das marginais do Rio da Comunidade Espera; local em que pode servir como ponto turístico e enquadrar no planejamento do prefeito Anderson Wilker, que vai investir alto no mercado do turismo, uma das maiores indústrias do mundo.

A concentração, e saída dos ciclistas aconteceu por volta das 7h da manhã da Praça da Matriz, no centro histórico da cidade com destino ao Rio da comunidade Espera para realizar a coleta do lixo que tomava conta das margens do Rio. O lixo foi ensacado para ser coletado pelo transporte de limpeza pública da cidade. Após a coleta do lixo, os ciclistas retornaram.

No final da ação, o secretário de Esporte & Juventude, Wemerson Martins, agradeceu a parceria e renovou o convite aos aventureiros do pedal para novas ações que serão realizadas em outros pontos da cidade.  O objetivo é praticar esporte com foco em saúde pública.

Já o prefeito Anderson Wilker (PCdoB), comentou os benefícios da ação dos aventureiros do pedal. “A limpeza é um dever do município, mas também é obrigação da população preservar o ambiente. Essa atitude dos ciclistas deve servir como exemplo para outros segmentos de nosso município. O bom mesmo é não jogar lixo nas ruas. Isso ocasiona sujeira nos leitos dos rios, que abastecem as torneiras de nossa cidade. A saúde começa pela limpeza” – destacou o gestor.

Escolinha de Futebol de Bequimão faz a festa de confraternização neste sábado (17)

COMPARTILHE

Com quatro anos de fundação e criado pelo professor Júnior Lopes, o Projeto Escolinha Reconstruindo o Futebol de Bequimão, já conta com 80 alunos, e tem dado bons frutos, tanto em cidadania, quanto no desenvolvimento escolar. A Escolinha tem o apoio da Prefeitura de Bequimão, que incentiva a formação de cidadãos, onde o acompanhamento dos alunos é feito pelo Treinador, trimestralmente nas escolas através da vistoria nos boletins.

A Escolinha é gerenciada por categorias. Este ano o professor Junior Lopes realizou mais um torneio que envolve 4 times nas categorias entre 8 e 10 anos, e 4 times nas categorias de 12 até 16 anos de idade. A premiação acontecerá na noite deste Sábado (17) na Escola Minas Gerais, na Avenida Bandeirantes, no centro da cidade de Bequimão. A festa de confraternização e premiação terá a presença dos pais dos atletas.

trofeu1

O torneio que é divido em 4 equipes por categoria, onde cada categoria joga dentro da mesma categoria, levando em conta a idade de cada atleta. A grande final das duas categorias acontece neste sábado (17) pela manhã no estádio Vivaldão. Este é o terceiro ano do torneio, que terá premiação apenas para os campeões.

DE OLHO NO BOLETIM

Pelas regras da Escolinha, o aluno que não desenvolver a atarefa escolar e não se empenhar em sala de aula, perde a vaga no projeto. Com isso, o professor Junior Lopes visita as escolas onde existem atletas da Escolinha e verifica o desempenho do aluno. Em caso de falta de vontade do aluno ou notas baixas, tanto a criança, quanto os pais, são chamados para uma reunião.

PRINCIPAL OBJETIVO DO PROJETO

Além do caça talentos, o projeto busca formar cidadãos e aproximar os alunos dos livros, professores, sociedade e principalmente aos pais, buscando novos horizontes, adquirindo conhecimento e traçando o caminho para o futuro. Para o professor Junior Lopes, responsável pelo projeto, a luta é grande, mas o resultado é gratificante. “Temos um trabalho grande, mas o resultado é maior ainda. Formamos cidadãos e aproximamos famílias. Nossa meta está sendo alcançada, graças a Deus” – disparou o professor Lopes, que foi categórico ao afirma que os pais também precisam fazer sua parte.

 

Time da Câmara Municipal disputa final do Campeonato de Futebol Society

COMPARTILHE

O time de futebol da Câmara Municipal de São Luís encontra-se a um passo de conquistar a taça do IV Campeonato de Futebol Society dos Servidores Municipais. A equipe do Legislativo Ludovicense entra em campo neste sábado (10), a partir das 10 horas, na Associação do IPAM, para enfrentar o time formado pelos integrantes do grupo de Salva Vidas/Guarda Municipal de São Luís.

Mantendo-se invicto no certame, tendo vencido as seis (06) partidas disputadas, o time da Câmara para mais esse confronto, está confiante em mais uma vitória, objetivando sagrar-se campeão da competição. Vale ressaltar que a equipe conta com o artilheiro Hamilton Gomes, assim também como o goleiro Aldo Carneiro, sendo o que menos vazado no campeonato.

A equipe conta com os atletas Aldo, Jordão, Lulinha, Welder, Wé, Aldinho (Ex-Sampaio), Cedral (Ex-Sampaio), Max, Júlio César, Hamilton, Yuri, Alexandre, Dedê, Maninho, Marquinhos, Zé Maria, Neto, Gramiler, Tatá e Nélio. Os treinadores responsáveis pelo sucesso do time são Marciano, Galego e Lula, além da torcedora oficial e mascote Lourdes Maria.

Tendo sido iniciado no dia 18 de outubro, o Campeonato dos Servidores Municipais marca seu encerramento neste sábado. Para um dos treinadores da equipe da Câmara, o time ta forte e tem chances de levantar o troféu “Estamos bastante confiantes em conquistarmos a vitória para nos tornarmos campeões dessa modalidade”, afirmou com entusiasmo o treinador Marciano.

 

Presidente do PAC entra em contato com o editor deste Portal e descreve sua versão sobre matéria anterior publicada aqui

COMPARTILHE

O presidente do Pinheiro Atlético Clube (PAC), e da Liga Pinheirense de Futebol, Filemon Guterres, entrou em contato com o editor deste Portal de Notícias na manhã desta segunda feira (28), para explicar sua versão com relação a matéria publicada aqui sobre a polêmica entre Santa Quitéria X Federação Maranhense de Futebol (FMF), onde o PAC juntamente com Filemon foram citados no texto.

A tese abordada para sua defesa foi sobre uma suposta oferta da Secretaria de Esportes de Pinheiro para Filemon e em troca Luciano bancaria o PAC no campeonato maranhense. “Nunca sentei com Luciano para falar sobre secretaria de esportes de Pinheiro. Houve sim, uma reunião com ele em São Luís, mas onde levei dois orçamentos do PAC: um para o time fazer boa campanha e outro para brigar por título. Isso porque não tenho condições de manter um time. Fui contra a entrada do PAC no futebol profissional, e com o seletivo perdemos os patrocinadores” – destacou Filemon.

Com relação ao texto que destacava Filemon como afilhado e único cabo eleitoral de Antônio Américo nas eleições deste ano em Pinheiro, ele foi categórico ao explicar tudo. “Não fui cabo eleitoral de Américo como foi passado para o Portal. Rompi com Antônio Américo mesmo antes das eleições, já que não concordava com algumas atitudes dele na campanha. Na FMF também estamos rompidos e cada um segue seu caminho, nossa relação é simplesmente profissional, já que sou presidente do PAC e da Liga” – finalizou.

Sobre o cargo vitalício de Filemon na Liga Pinheirense, ele foi franco em afirmar que houve equívoco por parte da fonte, mas deu sua versão. “Essa história de cargo vitalício, isso é balela. Meu mandato termina em janeiro de 2018, e ali existe um Estatuto e tem a lei que rege isso tudo. Já temo o Profute e ninguém mais pode se perpetuar em cargos de entidades. Estou ali por paixão ao futebol amador e não luto só pelo esporte de Pinheiro, meu esforço também gera luta pela baixada” – disse.

Para finalizar seus argumentos, Filemos destacou seu trabalho e compromisso com o esporte da região. “Hoje tenho 16 atletas do sub19 e só eu sei como faço para mantê-los até a Copa São Paulo de Futebol Junior. Será um mês de preparação e isso tudo é gasto. Se compro um pão pra mim, tenho que comprar mais 16 para os jogadores. Se for pra assumir alguma secretaria em Pinheiro, que seja por mérito de minha qualificação, jamais por apadrinhamento. Já fui secretário de esportes em Pinheiro e a população sabe de meu trabalho” – finalizou Filemon Guterres.

Só lembrando que esse mingau de caroços pode render muitos capítulos, já que os regulamentos das duas competições não estão sendo respeitados pela FMF e isso pode parar na justiça. Até um torcedor por acionar a FMF na justiça, baseado no Estatuto do torcedor. O certo mesmo, é que a cidade de Pinheiro toda comenta sobre a pasta da Secretaria de Esportes na gestão de Luciano. VAJA AQUI no Blog de Herasmo Leite.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free