casa » EDUCAÇÃO (página 15)

EDUCAÇÃO

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Prefeito de Santa Helena odeia estudantes

COMPARTILHE

LObato1

O desprezo pela Educação em Santa Helena na Baixada Ocidental Maranhense revolta a comunidade e os pais de alunos da localidade Boi de Carro, na zona rural do município. A situação é um reflexo do descaso da administração do prefeito João Jorge Weba Lobato (PPS) o “Doutorzão”.

Moradores da comunidade indignados denunciaram à reportagem da TV Turiaçu que a escola construída na gestão da ex-prefeita Helena Pavão, foi abandonada pelo prefeito e alunos estudam em um barracão coberto de palha e com aspecto de chiqueiro.

De acordo com os moradores, para não reformar a Escola Ivan Silva Weba, o prefeito alugou a Igreja da comunidade prometendo um repasse mensal, uma ajuda financeira que reforçaria o caixa na realização das festividades do padroeiro do povoado e outros gastos. Só que essa ajuda financeira nunca chegou causando ainda mais indignação na comunidade que pediu a desocupação do templo sagrado.

Lobato 2 LObato1Dr.-Lobato.jpg 4

Como educação está longe de ser umas das prioridades da administração do prefeito Lobato, que já e considerada a pior desde a emancipação policia de Santa Helena, o prefeito tratou de mandar os alunos para um barracão coberto de palha, um local que nem de longe pode ser chamado de escola.

A vereadora Nelba (PP) presidente da câmara de Santa Helena, usou a tribuna da casa e classificou como falta de compromisso com a educação a situação que se encontram os alunos do povoado Boi de Carro.

A vereadora disse que 17 alunos frequentavam o barracão sendo 7 pela manhã e 10 pela tarde, e que os pais dos alunos entraram num consenso  e seus filhos deixarão de frequentar o local, e só retomarão o ano letivo com um local digno de um bom aprendizado.

Blog do Vandoval 

 

 

 

IBECEC forma primeira turma de Jornalistas em Pinheiro

COMPARTILHE

E1

Na noite de sexta-feira (24), foi realizada a festa de formatura da primeira turma de Comunicação Social – Jornalismo Nível Médio, na cidade de Pinheiro. O Curso foi ministrado pelo Instituto Brasileiro de Estatística, Cultura, Educação e Comunicação – IBECEC.

Dezoito alunos concluíram com êxito e agora estão com seus diplomas nas mãos e registro do Ministério do Trabalho e Emprego, tronando-se profissionais aptos para atuarem nos meios de comunicação em qualquer lugar do país. O jornalista Élbio Carvalho diretor do instituto, foi o responsável pela chegada do curso na cidade de Pinheiro proporcionando oportunidades a todos, e facilitando o acesso ao registro profissional para aqueles que já atuam nos variados meios de comunicação, e também para aqueles que ainda não atuam.

E2 E3 E4

A cerimônia que teve início as 19:30h aconteceu na sede da Academia Pinheirense de Letras Ates e Ciências – APLAC, e contou com a participação de viárias autoridades municipais como os vereadores, Enézio Vitorino, Concita, Selma Durans, Beto de Ribão e Leonardo Sá;  Major Brandão representando o Comando do 10º BPM, Wanderley presidente da CDL, Pr. Edson presidente da Associação de pastores de Pinheiro e membro da Academia de Letras, além de dezenas de convidados e familiares dos formandos.

E5 E6 E7

Dos dezoito concludentes do curso, apenas sete participaram da cerimônia de diplomação que teve como paraninfo o vereador Dr. Leonardo Sá, que deu total apoio a realização da cerimônia e recepção dos convidados no restaurante predileto no Bairro São Francisco. A turma teve como orador da cerimônia o formando Joselilson Pavão, e o juramentista  José das Graças Melo Moreira.

O diretor do IBECEC, Jornalista Elbio Carvalho, agradeceu a todos que contribuíram para que o instituto formasse mais uma turma de jornalistas no interior do estado, e afirmou que a formação da turma, trata-se de um salto importante na qualidade do jornalismo local.

E8 E9 E10

É com muita satisfação que recebi e prontamente aceitei o convite para ser paraninfo desta competente turma que hoje completa sua jornada no curso de Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo. Congratulo-vos pela conquista. Um dia especial para todos que aqui se encontram na celebração de uma vitória, a conclusão de uma etapa importante na jornada profissional e pessoal de cada um. Parabéns a todos estes profissionais da comunicação que tem sobre si a responsabilidade de levar a informação a todos os cidadãos”disse Dr. Leonardo Sá.

Do Blog do Vandoval

Autoridades prestigiam aula inaugural do Projeto Bombeiro Mirim em Bacabeira

COMPARTILHE

1

Na manhã deste domingo (19), várias autoridades, entre elas, o secretário de Segurança do Estado, Jefferson Mulher Portela, o deputado estadual Cabo Campos (PP) e o comandante geral do CBMMA, coronel Célio Roberto de Araújo Pinto, estiveram prestigiando a aula inaugural do “Projeto Bombeiro Mirim Força Jovem” de Bacabeira, coordenado pelo capitão da Reserva Remunerada do CBMMA, Lucas de Jesus Gomes Lindoso.

Além das autoridades acima mencionadas, o coronel Joabe Pereira, chefe da Diretoria de Apoio Logístico, os tenentes coronéis Rocha Silva e Marcos Veras(Chefe de Gabinete),  e o major Cláudio Bezerra, diretor do Colégio do Bombeiro Militar 2 de Julho – estiveram compondo a mesa de abertura do evento, que ocorreu na Unidade Integrada Osvaldino José de Sousa, localizada em Perizes de Baixo, naquela cidade.

Em um discurso bastante empolgado, pela grandiosidade do projeto, o secretário Jeferson Portela evidenciou a importância do trabalho direcionado para o público nessa faixa etária. “Precisamos dispensar uma atenção especial a esses jovens, pois do contrário, certamente, iremos perdê-los para o mundo das drogas, por isso a nossa intenção à frente da SSP, é prestar apoio, incondicional, as brigadas instaladas nos quatro cantos do Estado”, enfatizou Portela.

O deputado cabo Campos parabenizou a iniciativa do Corpo de Bombeiros do Maranhão, e ratificou a relevância do Bombeiro Mirim, razão essa que o fez elaborar um projeto, já aprovado pela Assembleia Legislativa, aguardando o recebimento de emendas, que dispõe sobre a criação do Programa  nas unidades do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão.

2 3 1

“Ao dar uma ocupação sadia aos adolescentes e jovens, instruindo-os sobre valores essenciais, evita-se que fiquem nas ruas e caminhem para a marginalidade”, frisou Cabo Campos. De acordo com a proposta aprovada na AL, o programa será desenvolvido mediante a celebração de convênios com as prefeituras municipais interessadas, parcerias com organizações não governamentais e empresas.

Já o comandante geral do CBMMA – coronel Roberto, também parabenizou a iniciativa, mas ressaltou a importância do disciplinamento para abertura de novos grupos. “Com o apoio do Governo do Estado, por intermédio da SSP, a nossa intenção é instalar brigadas nos 217 municípios maranhenses, mas, para isso, alguns critérios precisarão ser atendidos, haja vista que o nome da nossa Corporação chancela o projeto”, disse o coronel Roberto.

Segundo o coordenado do “Programa Força Jovem de Bacabeira”, capitão RR – Lucas, além do ponta pé inicial das atividades no ano de 2015, o evento teve como objetivo reivindicar uma atenção maior, no tocante a segurança pública, para aquele município. “Diariamente, travamos aqui em Bacabeira uma luta do bem contra o mal, pois enquanto tentamos orientar, proteger e capacitar as nossas crianças e adolescentes, os bandidos tentam capta-los para o mundo do crime”, enfatizou o capitão RR – Lucas.

Em Bacabeira, os alunos participam de aulas práticas e teóricas, tendo acesso, ainda, aulas de reforço escolar, orientação sexual, orientação para o trânsito, salvamento terrestre, aquático, em altura, preservação do meio ambiente, entre outros.

Assim como o Golfinho e Melhor Idade, o Bombeiro Mirim do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coordenado pelo tenente coronel Isaac Muniz Matos, é um programa de cunho social implementado na instituição desde 2005, e que atualmente atende 5200 jovens com idades entre 10 e 16 anos, em 54 municípios maranhenses, preferencialmente, em situação de vulnerabilidade social.

“O objetivo central deste programa é reduzir o índice de evasão escolar, evitar o envolvimento de menores carentes com maiores infratores e, assim, reduzir os índices de criminalidade, situação cada vez mais frequente, devido ao crescimento urbano acelerado e desordenado”, finalizou o TenCel. Izac.

Texto: Itamargarethe Corrêa Lima

 

Direção Geral do Cintra abre as portas para o exército

COMPARTILHE

CC1

A escola Cintra foi escolhida pelo 24º Batalhão de Infantaria Leve para a solenidade de abertura da Semana do Exército, que acontece de segunda-feira (13) até sexta-feira (17). Na solenidade, que contou ainda com a presença do Gestor da Unidade Regional de Educação de São Luís, professor José Arimatéa da Conceição e do comandante do 24º Batalhão de Infantaria Leve, coronel Azevedo, houve apresentação da Banda de Música do Exército.

No repertório, clássicos da Música Popular Brasileira como Asa Branca (Luís Gonzaga), Eu Só Quero Um Xodó (Gilberto Gil), Coronel Antônio Bento (João do Vale) e, também, clássicos da música maranhense como Bela Mocidade (Mestre Donato Silva) e Ilha Bela (Carlinhos Veloz). Em algumas canções, a banda teve a companhia de alunos e professores, que formaram um coral de centenas de vozes.

C1 C2 C3

“Este momento foi de extrema importância, porque ele inaugura uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e o 24º Batalhão de Infantaria, referente ao projeto Banda na Escola. Esse projeto traz dois eixos que são fundamentais para a educação. Primeiro é o civismo e toda a simbologia que a educação não pode perder. Segundo, as músicas populares brasileiras e maranhenses. A música é muito importante na vida de todos nós. E estes dois eixos se encontram porque hoje, no currículo da educação básica, a música é componente obrigatório da matriz curricular. Então, nós temos que fortalecer essa parceria e estender para todas as escolas da rede estadual”, enfatizou a secretária Áurea Prazeres.

C4 C5 C6

A secretária Áurea Prazeres lembrou ainda que a diretriz do governo Flávio Dino é no sentido de levar aos estudantes maranhenses todas as experiências possíveis no sentido de estimular e potencializar o aprendizado. Exatamente por isso, segundo Áurea Prazeres foi estabelecida a parceira com 24º Batalhão de Infantaria Leve.

“Nós trazemos música de todos os tons, de todos os gostos, porque música integra as pessoas, independente de quem esteja ouvindo. O que nós trabalhamos nessa parceria é o fortalecimento do civismo, envolvendo a família, a escola e a sociedade como um todo”, destacou o coronel Carlos Frederico de Azevedo Pires, comandante do 24º Batalhão de Infantaria Leve.

C7 C8 C9

Para a Gestora da Escola, Terezinha Bogéa, “essa parceria com o Exército significa um resgate para o fortalecimento de valores, que é o nosso objetivo maior para um futuro mais seguro para estes alunos. Este foi um momento áureo da nossa escola. E as crianças e nossos adolescentes estão abertos a inovações que possam levá-los a um crescimento como pessoas, como cidadãos”, disse a gestora. Durante toda a Semana do Exército, outras escolas das redes estadual, municipal e particular receberão a Banda do 24º Batalhão de Infantaria.

Do Blog do Davi Max

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

 

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

 

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

Sebrae capacita empreendedores da Baixada maranhense

COMPARTILHE

SEB

A identificação dos aspectos que contribuem para a satisfação do cliente e a reflexão crítica sobre as ações e procedimentos de atendimento nas empresas são objeto do curso “Atendimento ao Cliente – Obtendo resultados com satisfação”, realizado pelo Sebrae, no período de 23 a 27 de março, nos municípios de São Bento e Olinda Nova do Maranhão, na Baixada Maranhense.

Voltado para gestores de pequenos negócios, estudantes e colaboradores de empresas locais, o curso reuniu 30 participantes em São Bento e outros 30 em Olinda Nova do Maranhão, oferecendo também a dinâmica de planejamento de ações que garantam a satisfação dos clientes e possam gerar um impacto positivo nos resultados das atividades das empresas participantes.

Em São Bento, o curso foi realizado em parceria com a Prefeitura Municipal, que enviou colaboradores das secretarias de Educação, Assistência Social e Agricultura para participar das atividades, a fim de qualificar o atendimento público concedido nos principais órgãos da administração pública local.

De acordo com o analista do Sebrae, Leonardo Oliveira, responsável pela ação,  as atividades do curso buscam capacitar pessoas que possam dar qualidade no atendimento das empresas, transformando a região em referência nesta prática. Ele informa ainda que o curso voltará a ser realizado em Pinheiro, no período de 13 a 17 de abril, totalizando 90 profissionais qualificados em dois meses.

Os interessados em participar da turma a ser oferecida em Pinheiro, as inscrições poderão ser feitas pelos telefones (98) 3381 2711 e 3381 3843, ou na sede da unidade regional do Sebrae em Pinheiro, situado à Av. Getúlio Vargas, 770 – Centro.

Texto e Foto: Vanda Pereira

Escola de tempo integral é solicitada ao governador

COMPARTILHE

PV

O vereador Pavão Filho (PDT) apresentou uma indicação encaminhada ao governador Flávio Dino (PCdoB) solicitando que seja construída uma escola de tempo integral no Monte Castelo. O bairro foi escolhido por lá ter o prédio do antigo Horto Mercado, que foi desativado há cerca de uma década.

De acordo o vereador, as escolas em tempo integral funcionam como uma solução para retirar das ruas crianças e adolescentes. “A implantação dessa escola é a melhor solução para a educação de nossa juventude, pois tal medida promove a retirada de adolescentes e crianças da ruas, e também modifica a cultura familiar de hoje, tendo em vista que os pais podem deixar seus filhos na escola pela manhã e buscá-los no final da tarde, permitindo assim que os pais trabalhem” – afirmou o pedetista.

Além de retirar as crianças das ruas, a escola em tempo integral favorece ainda aos estudantes oportunidades de formação diferenciada da tradicional ensinada nas escolas de meio período. São estudos de artes, música e outras áreas.

“Por meio desse modelo de ensino é esperado que cada estudante tenha uma formação mais completa possível, formação essa que vá além dos conhecimentos tradicionalmente veiculados a escola que possa abranger as dimensões intelectual, artística, fisio-corporal e tecnológica” – disse.

 

Alteré Bernardino

DIRETCOM/CMSL

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free