casa » EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO

Prêmio Estácio de Jornalismo distribui R$ 125 mil reais

COMPARTILHE

Inscrições vão até 5 de julho

Ainda há tempo para jornalistas de todo o Brasil inscreverem seus trabalhos na edição 2018 do Prêmio Estácio de Jornalismo. O evento tem o objetivo de fomentar a produção, na imprensa, de matérias jornalísticas que abordem o Ensino Superior no país. O concurso é, atualmente, o mais importante e tradicional dedicado exclusivamente à temática e contemplará reportagens inéditas, que tenham sido publicadas ou veiculadas entre os dias 11 de junho de 2017 e 2 de julho de 2018.

A cada edição, o prêmio atrai um número cada vez maior de inscrições de reportagens com qualidade e diversidade dos temas propostos. Os materiais que chegam à coordenação do concurso estão mais elaborados e estruturados, demonstrando que os jornalistas acreditam no Prêmio e na seriedade da instituição, daí o esforço na produção de trabalhos cada vez mais consistentes.

O processo de inscrição é prático, seguro, rápido e pode ser feito até o próximo dia 5 de julho, exclusivamente, na plataforma online, acessada por meio do site oficial do concurso (www.premioestaciodejornalismo.com.br). Cada candidato pode participar com o envio de até cinco matérias.

Premiação

Ao todo, a Estácio distribuirá R$125 mil em prêmios, em duas modalidades diferentes, além da premiação principal, que é de R$25 mil. Podem ser inscritos trabalhos publicados em mídia Impressa (jornais e revistas), em TV, em Rádio e na Internet.

São, portanto, quatro categorias na modalidade nacional, com prêmio de R$15 mil cada; e quatro na modalidade regional, com premiação de R$10 mil para cada vencedor.

Julgamento

A apreciação das reportagens será realizada em três etapas. Na primeira, uma comissão da Estácio ficará encarregada de fazer a pré-seleção dos trabalhos. Nessa etapa, os especialistas vão verificar se os trabalhos inscritos obedecem aos critérios estabelecidos pelo regulamento.

As reportagens pré-selecionadas serão encaminhadas para a Comissão de Seleção, composta por professores universitários de Jornalismo da Estácio, com atuação no mercado de trabalho em várias partes do país. São eles que indicarão os três finalistas de cada categoria, nas duas modalidades.

Na terceira e última etapa, a Comissão de Premiação, composta por formadores de opinião de projeção nacional, vai eleger os vencedores do Prêmio Estácio de Jornalismo – edição 2018 – em cada categoria e, também, o vencedor do prêmio principal, o Grande Prêmio Estácio de Jornalismo. Os nomes dos membros da Comissão de Premiação serão conhecidos e divulgados ao longo do processo.

Resultados

Os finalistas terão seus nomes divulgados em setembro e o anúncio dos vencedores será feito durante solenidade, em lugar e data a serem divulgados oportunamente. Todos os vencedores receberão certificado e troféu alusivos à premiação.

Texto: Andréa Brito

Curso do seu Sonho na Faculdade Estácio São Luís

COMPARTILHE

Um sonho cada vez mais real e possível. É assim que o acesso ao ensino superior é visto por muitos brasileiros, e o Maranhão não foge à realidade nacional. Se antes a conquista da vaga em um sonhado curso era dificultada por fatores como a distância e até a falta de oferta, agora, graças ao advento do EaD – Ensino à Distância, em especial, essa realização pessoal e profissional tem mudado vidas e transformado sociedades.

Pensando em chegar ainda mais perto dos maranhenses que almejam a formação profissional de qualidade, a Estácio traz ao Maranhão, pela primeira vez, o projeto “No Curso do seu Sonho”. Entre os próximos dias 13 (quarta-feira) e 16 de junho (sábado), moradores da região de Santa Rita, além da própria capital do estado, São Luís, poderão visitar o caminhão itinerante da Estácio, que percorrerá cerca de 500 quilômetros em estradas maranhenses.

No caminhão, que é uma verdadeira unidade móvel da Estácio, as pessoas interessadas em se graduar no ensino superior poderão fazer as inscrições gratuitamente e, ali mesmo, passar pelo exame do vestibular, com as provas que são aplicadas a fim de selecionar os candidatos. Além do vestibular, os candidatos poderão tirar dúvidas sobre os cursos oferecidos e matrículas, por exemplo.

Serviços gratuitos

O caminhão itinerante do projeto “No Curso do seu Sonho” é todo estruturado para oferecer, com conforto e segurança, vários outros serviços gratuitos à população. Enquanto estiver no Maranhão, e cada parada, serão oferecidos serviços de saúde, como a aferição da pressão arterial, medição de glicemia e cálculo do IMC – Índice de Massa Corporal.

Além disso, haverá consultoria com alunos e professores dos diversos cursos da instituição, como o de Direito, por meio do NPJ – Núcleo de Práticas Jurídicas.

Nos dias 13 e 14, o Caminhão do projeto estará na cidade de Santa Rita; o primeiro dia, 13, quarta-feira, será destinado às atividades. Já nos dias 15 e 16, a ação se concentrará em São Luís, onde as dinâmicas e serviços programados ocorrerão na sexta-feira, 15. O vestibular e a consultoria sobre a vida acadêmica na Estácio serão realizados durante os quatro dias de ação.

Texto: Dalva Rêgo

Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Maranhão divulga nota sobre a suspensão das aulas durante greve dos caminhoneiros

COMPARTILHE

O Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Maranhão (SINEPE/MA) comunica que a decisão sobre a suspensão ou não das atividades letivas, em decorrência da paralisação dos caminhoneiros, é exclusivamente de responsabilidade da diretoria de cada instituição, que deve avaliar suas condições e particularidades. Em vários estabelecimentos as aulas foram suspensas, em outros não.

 

Aprovada MP que reajusta vencimentos de servidores estaduais da Educação Básica

COMPARTILHE

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na sessão desta quarta-feira (16), a Medida Provisória 272/2018, que dispõe sobre reajuste dos vencimentos de servidores públicos estaduais do subgrupo Magistério da Educação Básica. A matéria segue, agora, para promulgação.

O Artigo 1º da MP fixa o vencimento-base dos servidores públicos estaduais do subgrupo Magistério da Educação Básica, em consonância com a Lei Federal 11.738, de 16 de julho de 2008, que regulamenta o Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério para o ano de 2018, com efeitos financeiros a partir de 1º de janeiro de 2018, conforme tabelas constantes no Anexo I da Medida Provisória.

Na Mensagem encaminhada à Assembleia Legislativa, o governador Flávio Dino diz que a Medida Provisória “reafirma o compromisso da atual gestão com a valorização dos servidores da educação, essenciais para a sociedade, como formadores das novas gerações, bem como para a melhoria do desempenho e da qualidade dos serviços prestados à população escolar do Estado do Maranhão”.

O chefe do Executivo acrescenta que, “de fato, a garantia de uma remuneração digna aos profissionais do Magistério, bem superiores aos padrões nacionais, resulta em serviços de qualidade para o cidadão”.

Antes da votação da proposta encaminhada pelo Governo do Estado, o Plenário rejeitou as emendas dos deputados César Pires (PV) e Eduardo Braide (PMN), que propunham que a reposição salarial de todos fosse retroativa a janeiro.

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (DEM), disse que, apesar dos votos contrários da oposição, a base do governo “garantiu esta vitória para os professores. Com a aprovação desta Medida 272, o Magistério do Maranhão, na rede pública estadual, passa a obter uma das maiores remunerações do país. Isto é motivo de orgulho para o nosso Estado”, enfatizou Rogério Cafeteira.

Ele disse que houve uma movimentação de um grupo minoritário, no movimento sindical do magistério, que tentou inviabilizar a votação do projeto na Assembleia Legislativa.
“Houve uma tentativa nesse sentido, porque estamos em um ano eleitoral, e muitos tentam polemizar qualquer assunto que se traga a esta Casa. Mas o mais importante, neste momento, é ressaltar a vitória do Governo e, principalmente, dos professores, que são valorizados no governo Flávio Dino e passam a ter agora uma das melhores remunerações do Brasil”, frisou o líder do Governo.

Durante o encaminhamento da votação, o deputado César Pires manifestou-se contrário à MP. “É um desrespeito ao estatuto e à classe de professores que deveria ter, de forma linear, os 10.47% como preconiza o artigo 32, retroativo a 1º de janeiro”.

A Medida Provisória foi aprovada por ampla maioria. O texto e suas respectivas tabelas estão publicados no Diário da Assembleia Legislativa, edição de 5 de março de 2018.

 

Educação: Única arma capaz de vencer a desigualdade

COMPARTILHE

Vivemos num país em que a educação está em primeiro lugar em tudo, menos na prática. Nos discursos dos palanques da vida, a educação é sempre a primeira a ser lembrada. Nas catástrofes que atingem a família brasileira, a educação também é lembrada. Nos centros de recuperação de menores, a educação é lembrada. Nas palestras, seminários, entrevistas e até na igreja, a educação está sempre em primeiro parágrafo do discurso. Na prática, não funciona assim. Temos um povo semianalfabeto, ignorante, desmotivado e preparado para ingressar na criminalidade. Por outro lado temos políticos que tratam a educação como gasto desnecessário e não como investimento. Poucos políticos se salvam quando o assunto é educação.

O livro como arma é pouco usado nas escolas públicas. O jovem como soldado da sabedoria, pouco é explorado educacionalmente falando. O professor como comandante do conhecimento é muito utilizado e pouco valorizado. Os quartéis do conhecimento estão abandonados pelo poder público e em alguns lugares nem existem, uma das fragilidades para enfrentar uma guerra social que assola milhões de brasileiros.

No Maranhão parece que a realidade começa a mudar gradativamente após a implantação do programa Escola Digna, que segundo o governo Flávio Dino, já somam mais de 300 em todo Maranhão. Pelo que ouço ou vejo os professores não tem do que reclamar, são bem remunerados e estão entre os mais bem pagos do país. Não é muita coisa, mas para quem estava paralítico, 300 escolas é um número alto em um país que a única lição é sobre corrupção.

Além disso o governo Flávio Dino criou os famosos IEMAS que capacitam jovens para o mercado de trabalho. Só que educação não se refere apenas a saber ler e escrever. Educação é um conjunto de ideias que formam um arquivo chamado conhecimento, uma estrada chamada ética e um campo chamado respeito. São com esses itens que o futuro soldado da educação pode está armado para enfrentar uma guerra social criada por políticos incompetentes e corruptos que pouco se importam com a educação do país.

Ir à escola não significa estudar, responder o dever de casa, não representa um aluno dedicado, e achar que as oportunidades são apenas para os ricos, pode ser a principal arma para o início de um fracasso. As escolas precisam ter bibliotecas (convencionais ou virtuais), mas o principal item dever ser a força de vontade, aliada ao incentivo à leitura, munição que é usada em apenas uma arma, o caráter.

Hoje (29/01/2018) as escolas do Estado iniciaram suas aulas, mas o ano letivo não pode ser apenas como forma de agradar aos pais ou simplesmente para não ficar em casa, agradando sua preguiça. Na parte pedagógica não pode ser apenas um faz de conta. A vida é uma atleta que precisa está competindo 24h, e um bom competidor não gosta de perder. Na educação o pódio é seriado ou seja, o estudante será eternamente estudante, mesmo que se torne um professor, já que a educação é a única arma capaz de vencer a desigualdade sem agressão.

No nível superior, não tem desculpas. São inúmeros programas que podem colocar qualquer estudante de qualquer classe social em qualquer curso para ingressar em uma faculdade, seja ela pública ou privada, basta tirar uma boa nota na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), vestibular brasileiro. Mas para isso, o melhor caminho é aproveitar bem o ensino médio, um bom treinamento para ser sempre o primeiro.

Por João Filho (Radialista e Jornalista)

 

 

Facema: A Melhor Faculdade Privada do Interior do Maranhão

COMPARTILHE

Nesta segunda-feira, dia 27 de novembro, os alunos e colaboradores da Facema escreveram mais um capítulo de sua gloriosa história: a Instituição se tornou a melhor faculdade privada de todo o interior do Maranhão, segundo o Índice Geral de Cursos (IGC) do Inep/MEC. O município de Caxias e toda a região do Leste Maranhense passaram a estar sob os holofotes de um projeto educacional de excelência que, com apenas oito anos de existência, já desponta como uma referência estadual.

Confira o ranking abaixo, disponível  no site do Inep: http://portal.inep.gov.br/indice-geral-de-cursos-igc-

Além da coroação coletiva da Facema, enquanto faculdade, quatro dos nossos cursos foram avaliados no último ano. Dentre esses, tivemos a alegria de classificar três cursos como os melhores dentre todas as faculdades privadas de todo o estado do Maranhão (incluindo a capital). Foram eles, os cursos de Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição.  Já o curso de Serviço Social, foi apontado como o melhor curso de todas as faculdades privadas do Leste Maranhense. Deste modo, a Facema reforça sua Missão e caminha em passos largos para ser uma referência nacional, na medida em que seus cursos já se colocam em posição de destaque em relação aos melhores cursos da capital do Maranhão.  Parabéns a todos que fazem da Facema, a melhor faculdade do interior do Maranhão!

Prefeitura de Alcântara entrega Certificados para alunos da primeira turma do EEJA

COMPARTILHE

Pensando melhorar os índices da educação de Alcântara, e recuperar o tempo perdido de estudantes que não concluíram o ensino médio, a Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Educação e com empenho do vice-prefeito Sargento Leitão e do então Secretário de Educação, Denílson Campelo, firmou uma parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEDUC), para a realização do primeiro Exame de Educação de Jovens e Adultos (EEJA) no município de Alcântara.

O resultado do empenho de todos os envolvidos na realização do EEJA foi à certificação dos estudantes na noite desta segunda-feira (17). A cerimonia de entrega dos certificados aconteceu no Colégio John Kennedy no Centro da cidade histórica, onde o aluno Wallyn Diniz Brito, sendo o orador da turma emocionou a plateia com seu discurso e foi ovacionado pelo público presente.

A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) conseguiu através da SEDUC, garantir 30 (trinta) inscrições para o primeiro EEJA em Alcântara. Mas para que a prova fosse aplicada na Cidade Histórica, foi feito um trabalho de divulgação nas comunidades da zona rural e sede do município. Foram mais de 200 inscrições realizadas e a prova foi aplicada nos dias 22 e 23 de Abril.

Com o objetivo de promover a oportunidade de conclusão do Ensino Médio para os alcantarenses, a secretaria de educação contou com professores gabaritados como (Elizabeth Leitão, Roger Melo, João Carlos Ribeiro e Abiel Pedraza) que colaboraram voluntariamente com aulas que antecederam o Exame, mostrando que a educação é o principal caminho para o sucesso e cidadania.

De acordo com a SEMED, dos 176 candidatos que fizeram a prova, 12 foram aprovados. Os demais estudantes ficaram com pendências em algumas disciplinas, tendo a oportunidade de realizar as provas em outro momento.

O vice-prefeito falou sobre a importância da educação na vida das pessoas. “Muitos perdem oportunidades todos os dias devido a falta de conclusão do ensino médio. Me empenhei e busquei parcerias para concretizar esse projeto, porque acredito que a Educação é a chave para o desenvolvimento da comunidade. Agradeço o empenho de todos, principalmente pela disponibilidade dos professores que se doaram sacrificando seus fins de semana para contribuir com o projeto” destacou Sargento Leitão.

Compareceram ao ato solene de entrega de certificados, o vice-prefeito João Francisco Leitão (Sargento Leitão), os secretários Rowsykléa Araújo Chaves (Educação), Dediolene Diniz Cantanhede (Adjunta de Educação), Marcelina das Graças Serrão Silva (Cultura e Turismo), Eraldo Ribeiro Campelo (Meio Ambiente), Hermison Santos Martins (Juventude, Esporte e Lazer), Maria do Nascimento França Pinho (Adjunta de Desenvolvimento Social), o vereador Guterres Filho, além de técnicos da SEMED, gestores de escolas, professores, diretores de departamentos e familiares dos concludentes.

 

FOTOS: José Lindoso

Fátima Araújo e Edivaldo Holanda Jr entregam escola reformada no João de Deus

COMPARTILHE

A Unidade de Educação Básica (U.E.B) Maria José Vaz, localizada no bairro João de Deus, ganhou estrutura, materiais e equipamentos adequados e melhores condições de acolhimento e aprendizado para os alunos. A escola é mais uma unidade da rede municipal de ensino que foi entregue totalmente reformada pelo prefeito Edivaldo neste sábado na manhã deste (15).

A escola, agora equipada com ar-condicionado em todas as salas de aula, é uma das mais tradicionais da cidade e as obras eram muito esperadas por alunos e professores. A reforma da escola integra o programa municipal ‘Educar Mais’ que, entre outras ações, tem como um dos pilares, a reforma e reestruturação da rede física escolar.

Acompanhado da primeira dama Camila Holanda, da vereadora Fátima Araújo (PCdoB), autora do requerimento que pedia a reforma desde 2014, do vice-prefeito Júlio Pinheiro, do secretário de Comunicação e Assuntos Políticos do Governo do Estado, Márcio Jerry, o prefeito Edivaldo foi recebido com festa pela comunidade escolar e pela população. Ao fazer a entrega oficial do novo prédio à comunidade estudantil, Edivaldo avaliou os resultados do conjunto de serviços. “A entrega desta escola faz parte do programa Educar Mais que lançamos em junho para melhorarmos nosso Ideb cada vez mais e consequentemente elevar o nível do ensino oferecido na rede municipal. É mais uma escola que estamos entregando totalmente reformada. Até o início de agosto, vamos entregar mais seis escolas neste padrão”, afirmou o prefeito.

Para o secretário municipal de Educação (Semed), Moacir Feitosa, a revitalização da unidade consolida mais uma vez o compromisso do prefeito Edivaldo com a educação.  “Estamos acompanhado de perto os serviços de reforma e manutenção feitos nas escolas da rede, requerendo sempre do setor de engenharia o cumprimento dos prazos já determinados no planejamento, seguindo recomendações do prefeito Edivaldo, que também tem acompanhado de perto este trabalho, fazendo vistorias rotineiras no canteiro de obras”, destaca o secretário municipal de Educação, Moacir Feitosa.

Para a vereadora Fátima Araújo, a luta sempre vale apena, quando se persiste e nunca desiste. “Primeiramente quero agradecer a Deus e a população presente na ação, que sabe reconhecer quando recebe uma obra tão importante como a Escola Maria José Vaz dos Santos. Uma escola toda reformada, com 11 salas climatizadas, refeitório, biblioteca, sala de professores, diretoria, secretaria, banheiros e quadra para esporte de areia. Uma escola preparada para melhorar a educação de 650 alunos. Estamos todos de parabéns. Não só o João de Deus ganhou, mas os bairros vizinhos, os pais, e principalmente, as crianças, que são o futuro da nossa cidade. Muito obrigada! Aqui tem luta de 3 anos da vereadora Fátima Araújo para conseguir esta reforma” – destacou a Pequena Guerreira.

MELHORIAS NA UNIDADE DE ENSINO

A UEB Maria José Vaz recebeu uma série de serviços em sua estrutura física e também foi contemplada com equipamentos novos. O conjunto de madeiramento estrutural do telhado foi todo substituído, assim como todo forro do prédio. Foi refeito todo o cabeamento da rede elétrica (luminárias, lâmpadas e ventiladores). Houve a troca de todo piso deteriorado por novo piso industrial. As lousas deterioradas foram substituídas por quadros laminados e toda rede hidrossanitária (vasos e assentos sanitários, cubas e torneiras), além de portas foram trocadas.

Todos os ambientes da estrutura física receberam nova pintura – interna e externamente. Novas grades foram confeccionadas e instaladas; e foi instalado ainda ar-condicionado em todas as salas de aula, um compromisso de campanha do prefeito Edivaldo com os alunos da rede municipal. No inicio do ano a Escola Casa Agricultura Familiar Rural, também recebeu os equipamentos. Outras unidades de ensino também em obras devem receber os equipamentos.

A cozinha foi ampliada e ganhou um refeitório. A quadra da escola recebeu areia para pratica de vôlei. Na lista de serviços em área externa houve ainda a ampliação de uma passagem coberta com acesso do refeitório para a escola. Limpeza geral em todo o entorno da escola; construção de base em concreto armado para caixa d’água; e nova cisterna. O cronograma de serviços contou ainda com calçamento nas laterais e frente; revitalização de toda a pintura do muro; confecção e instalação do novo portão da entrada.

Somente este ano 56 unidades de ensino já foram reformadas. 43 estão com intervenção em curso e mais de 40 aguardam para receber serviços. Além disso, a gestão municipal está com a construção de três creches e 3 escolas de 12 salas.

CONVERSANDO COM O POVO

Uma das primeiras moradoras do João de Deus, Francisca Nunes de Sousa, marcou presença na entrega da escola acompanhada da neta Andrezza Raissa de Sousa. “Estou adorando tudo. Era o que esperava há anos. Esta escola estava derrubada. Agora está linda”, exaltou.

A estudante Emily Rodrigues, 11 anos, moradora do João de Deus, aprovou a reforma. “Achei a reforma muito boa. Espero que os alunos venham conservar mais nossa escola. Agradeço os trabalhadores que fizeram essa obra bonita e bem acabada. É muito bom ter uma escola boa”, comemorou Emily.

“A reforma foi maravilhosa. Está perfeita. Todos os instrumentos que uma escola precisa estão, agora disponíveis para professores e alunos” – pontuou a diretora da unidade, Luciana Braga Gama.

 

ASCOM/VEREADORA

 

Curso para Radialistas Comunitários começou neste sábado (29/04)

COMPARTILHE

A aula inaugural do projeto de extensão “Capacitação para Radialistas Comunitários”, realizado pela Faculdade Estácio, em parceria com a Associação Brasileira de Rádios Comunitárias no Maranhão (Abraço-MA) foi proferida neste sábado (29), às 9 horas da manhã.

O curso tem o objetivo de aperfeiçoar o conhecimento teórico e prático dos radialistas que atuam nas emissoras comunitárias.

As aulas serão realizadas todos os sábados, das 9h às 12h, na Faculdade Estácio, localizada próximo ao Canto da Fabril, em São Luís, em frente à Igreja Universal do Reino de Deus.

O projeto da Faculdade Estácio foi bem recebido pela Abraço-MA, que parabenizou a iniciativa da instituição ao desenvolver um trabalho de extensão voltado para o segmento da comunicação comunitária, gerando oportunidade para dezenas de radialistas.

O curso é gratuito, tem carga horária de 30 horas/aula, aos sábados, no total de 10 encontros. Ao final, os participantes recebem certificado.

CONTEÚDO

As disciplinas serão ministradas por Paulo Pellegrini, mestre em Cultura e Sociedade pela UFMA) e professor de Jornalismo da Faculdade Estácio São Luís e coordenador de núcleos da Rádio Universidade FM.

Ao longo do curso haverá tópicos sobre história do rádio; noções de como funciona o rádio; modulações; tipos de rádio; legislação radiofônica; funções e atribuições da rádio comunitária; técnicas de texto radiofônico; técnicas de locução; técnicas de entrada ao vivo; organização de uma emissora; organização de cobertura radiofônica; radiojornalismo; produção de boletins e matérias; produção de entrevista e postura do entrevistador; produção de campanhas para rádio; produtos radiofônicos.

POR Ed Wilson

Artigo – Maranhão Digno (Por Flávio Dino)

COMPARTILHE

POR FLÁVIO DINO (PCdoB) – Estive esta semana em 3 municípios que recebem ações do Plano Mais IDH, nosso programa voltado para as 30 cidades maranhenses de menor Índice de Desenvolvimento Humano. Pude ver com meus próprios olhos e no olhar de cada pessoa a mudança que está ocorrendo em Arame, Jenipapo dos Vieiras, e Itaipava do Grajaú. E como é recompensador ver que o esforço diário de nossa equipe está se convertendo em condições melhores para quem mais precisa.

Nas 3 cidades, encontrei com profissionais da Força Estadual de Saúde, nossa equipe de 120 profissionais da saúde que atendem essas 30 cidades. Em um ano de trabalho, eles já fizeram mais de 500.000 atendimentos, a maioria domiciliares, em povoados nunca antes alcançados dessa forma. É uma nova maneira de pensar e fazer ações de saúde, focando a prevenção e a busca ativa de pessoas que nunca tinham passado por uma consulta médica.

Nesses três municípios e nos demais, estamos dando início a obras de abastecimento d’água, no âmbito do nosso programa Água para Todos. Em Jenipapo, assinei Ordem de Serviço para obras no valor de R$ 879 mil que irão atender uma população de mais de 15 mil pessoas. Em Itaipava, assinei ordem de serviço para perfurar dois poços; implantar 8 mil metros de rede de distribuição e instalação de mais de 6 mil ligações domiciliares. Em Arame, estamos construindo 70 cisternas, além de sistemas em povoados, de um total de 4.000 cisternas que conseguimos em parceria com o Governo Federal.

Outro investimento em obras que geram dignidade foi a entrega dos 70 quilômetros de asfalto da MA-329, que liga a sede de Itaipava ao Entroncamento na BR-226. Parte dos 2 mil quilômetros do Programa Mais Asfalto, essas obras são fundamentais para garantia de direitos como acesso à saúde e outros serviços públicos, além de melhorarem a atividade econômica das cidades beneficiadas.

Comecei por essas cidades a entrega dos 700.000 fardamentos para nossos alunos da rede estadual de ensino. Essa ação tem um duplo benefício: é um incentivo para as empresas maranhenses que foram contratadas para confeccionar os uniformes e é um direito a mais para nossas crianças e jovens, sem onerar as famílias em momento de crise.

Dignidade também é a palavra que define a nova escola que entregamos em Jenipapo dos Vieiras, o Centro de Ensino Prof. Galeno Edgar Brandes. Construída com investimento de R$ 843 mil, a unidade de ensino conta com biblioteca, laboratório de informática e seis salas de aula para atender aos estudantes.

E é dignidade o que trabalhamos para garantir, ao realizar em Arame e outras 10 cidades neste final de semana a Caravana Governo de Todos. Em sua 3ª edição, a Caravana levou serviços do Viva, de saúde, Carreta da Mulher e atividades culturais. E seguiremos com a Caravana ao longo de todo este ano. Ontem estive em Bacabal e vi o grande sucesso da Caravana, aumentando o acesso a direitos fundamentais.

Nosso Governo não é de gabinete ou das recepções com champanhe e lagostas pagos com dinheiro público. Nosso governo é feito nas ruas, nos interiores, nos povoados. Indo onde o povo está para construir um Maranhão melhor para todos, oferecendo serviços para a população e colhendo demandas para que possamos construir nosso futuro.

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free