casa » ALCÂNTARA

ALCÂNTARA

Alunos do Pólo Arenhengaua no município de Alcântara comemoram o dia do Folclore

COMPARTILHE

A educação aliada à cultura forma uma mistura chamada conhecimento. É assim, que a direção do Pólo Arenhengaua visa o desenvolvimento dos estudantes das três escolas que formam o Complexo Educacional. Com o objetivo de conhecer e valorizar o folclore maranhense, a direção criou várias atividades que foram desenvolvidas pelos alunos do Infantil à Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

As atividades aconteceram de 14 a 22 de agosto, data em que é comemorado o dia do Folclore. Todos os professores das escolas que compõem o Pólo estiveram envolvidos no Projeto. O resultado foi a satisfação do aprendizado sobre a cultura que envolve cada cidadão alcantarense.

O projeto trabalhou os alunos em sala de aula e mostrou a importância do Folclore, cada turma ficou responsável por trabalhar um tema. Na Culminância do projeto foram apresentadas Fábulas Infantis. Lendas, História do Bumba-Meu-Boi, do pai Francisco e Catirina, além do Tradicional Tambor de Crioula.

Os alunos também trabalharam as comidas típicas que são vendidas no período das festas folclóricas no Maranhão. O projeto envolveu alunos, professores, servidores, pais de alunos e comunidade em geral.

A Escola Municipal D. Pedro II é fisicamente Pólo das unidades como Rosita Cerveira Marques, Inácio Raposo e Coração de Jesus, que estiveram envolvidas no projeto.

DIA DO FOLCLORE

Em 1846, o folclorista britânico Willian John Thoms (1803-1885) utiliza pela primeira vez o termo folclore, que do inglês folk significa “povo” e lore, “conhecimento”. Na época, o termo foi considerado um neologismo para designar os costumes de um povo.

No Brasil por meio do Decreto nº 56.747, de 17 de agosto de 1965, o Congresso Nacional estabeleceu que a partir do dia 22 de agosto daquele ano seria comemorado o dia do folclore.

No Brasil, os principais folcloristas e estudiosos sobre o tema foram Renato Almeida (1895-1981), Mário de Andrade, (1893-1945) e Luís da Câmara Cascudo (1898-1986).

Estudantes da rede municipal de ensino de Alcântara visitam pontos turísticos e o CLA

COMPARTILHE

Uma parceria entre as Secretarias de Educação, Juventude, Cultura e Turismo de Alcântara, resultou na visita de estudantes da rede municipal de ensino em pontos turísticos da cidade, incluindo o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) na base aérea espacial.

A ação aconteceu na última sexta-feira (18) e teve como condutores do passeio educativo, os diretores Alim Pereira (Turismo) e Maurício Pereira (Juventude). A iniciativa do Projeto Turismo na Escola foi abraçada pelos dois diretores, que foram aplaudidos de público pelo vice-prefeito Sargento Leitão.

Os alunos que participaram do passeio são estudantes do Polo São João de Cortes, que engloba as escolas dos povoados Santa Maria e Ponta de Areia. Foram 31 estudantes do 9º ano.

O passeio começou no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), onde os estudantes acompanhados dos professores Dagna Cristina Souza, da Escola Dr. Facury, da comunidade Santa Maria, Dalila Ferreira Ribeiro, da Escola Cidade de Alcântara, localizada em São João de Cortes e Gelcilene Ferreira Campos, da Escola José Sarney, localizada na comunidade Ponta de Areia. O passeio partiu da Praça do Galo, e teve presença das secretárias Rowsyklea Araújo Chaves (Educação) e Marcelina Serrão (Cultura e Turismo).

Após conhecerem o CLA, os alunos tiveram um almoço especial por conta da prefeitura de Alcântara, e a tarde visitaram os acervos patrimonial e arquitetônico da cidade histórica, como o Museu da Casa Histórica, a trilha da beirada de Alcântara, que teve acompanhamento do professor de biologia Reginaldo Corvelo Filho, que falou sobre a fauna, flora e manguezais, Sitio Escola na praia do barco, da jornalista Marilda Mascarenhas e outros pontos turísticos de grande importância em Alcântara.

O objetivo do passeio é mostrar a realidade fora da escola aos estudantes, além de oferecer oportunidades de pensar no futuro, já que Alcântara tem um celeiro promissor para carreiras profissionais, que podem mudar a vida de qualquer jovem alcantarense, sem que ele deixe sua terra para estudar e trabalhar. Além disso, os estudantes conheceram um pouco da história e belezas de Alcântara.

No CLA os alunos tiveram uma palestra com o soldado Rodrigo, que explicou sobre a carreira militar, os avanços tecnológicos implantados no Centro de Lançamento, sua importância para o município de Alcântara e Brasil, além dos benefícios de ingressar nas Forças Armadas. Explicou sobre a história do CLA e como ingressar na Força Aérea Brasileira.

Participaram do passeio o vice-prefeito Sargento Leitão, seu assessor Ricardo Castro, o secretário de Juventude, Esporte e Lazer, Hermison Martins, professores, alunos, diretores das secretarias, e a Assessoria de Comunicação responsável por registrar todo passeio.

Fotos: José Lindoso

Festejo tradicional do glorioso São Benedito começa nesta sexta-feira dia 25 de Agosto em Alcântara

COMPARTILHE

Com o apoio da Prefeitura Municipal de Alcântara, através da Secretaria de Cultura e Turismo, Governo do Estado e Deputado Estadual Othelino Neto, o tradicional Festejo do Glorioso São Benedito começa nesta sexta-feira, dia 25 de Agosto na cidade de Alcântara, na região metropolitana de São Luís. Serão 4 dias de tradição e devoção.

O Festejo é organizado pela Comunidade de Alcântara e será realizado na Praça do Rosário, na cidade histórica. Na programação os devotos e visitantes vão poder participar de várias manifestações culturais e religiosas de 25 a 28 de Agosto, que são tradições no festejo.

CONFIRA ABAIXO A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Dia 25 (Sexta-Feira)

  • Tambor de Crioula
  • Ladainha na Igreja de Nossa Senhora dos Pretos (20h)
  • Fogos e Orquestra até às 23h

Dia 26 (Sábado)

  • Alvorada e Salva de Foguetes (5h)
  • Tambor de Crioula (20h às 21h)

Dia 27 (Domingo)

  • Alvorada (5h)
  • Missa e Tradicional distribuição de Pães e Farinha (9h)
  • Procissão (17h)
  • Ladainha e Tambor de Crioula (21h até ao amanhecer)

Dia 28 (Segunda-Feira)

  • Ladainha (20h), Largo com Orquestra, Fogos e Tambor de Crioula.

Acidente grave deixa aproximadamente 3 pessoas feridas e uma morta na MA 106

COMPARTILHE

Um acidente grave na noite deste sábado (19) na MA 106 que liga o Porto de Cujupe ao município de Bequimão, deixou aproximadamente três pessoas feridas e uma morta. Segundo informações extras oficiais, o acidente aconteceu na altura do Ramal de Itamatatiua, zona rural do município de Alcântara, sentido Pinheiro.

De acordo com populares, um carro de passeio com quatro ocupantes estava em alta velocidade e acabou entrando na traseira de um ônibus que estava parado na pista. Segundo pessoas que passavam pelo local, o acidente foi tão grave, que o carro com os ocupantes levantou a traseira do ônibus que ficou suspenso do chão. As primeiras informações dão conta de três pessoas feridas e uma mulher morta.

Segundo populares, as pessoas que estavam no carro, são da comunidade Mocajituba e estariam de férias no povoado, já que moram em Brasilía-DF e poderiam está embriagados, e seguiam para uma festa. Mas são informações não oficiais chegadas na redação do Portal. Os feridos foram socorridos e encaminhados para o Hospital Lídia Martins, em Bequimão, o pronto socorro mais próximo do acidente. Todos foram encaminhados para o Hospital Regional de Pinheiro. A mulher foi retirada das ferragens pelos Bombeiros.

Outras informações que forem chegando vamos atualizando a todo momento….

 

Prefeito de Alcântara divulga nota de pesar pelo falecimento de Juca Martins

COMPARTILHE

O prefeito de Alcântara, Anderson Wilker (PCdoB) divulgou nota de pesar pelo falecimento de Juca Martins, ex-prefeito de Bequimão, nesta sexta-feira (18), em São Luís. Na nota, o prefeito lembra que Juca era um dos mais antigos e importantes políticos do município de Bequimão.

 

O corpo de Juca está sendo velado na Pax-União, localizada na Rua Osvaldo Cruz, no bairro Diamante em São Luís e será transladado para Bequimão, sua cidade natal, na madrugada deste sábado (19). Juca Martins tinha 79 anos anos e deixa esposa, dona Maria Lênora, quatro filhos: João Martins (superintendente do Sebrae/MA), Antônio José Martins (atual prefeito de Bequimão), Liana Martins e Cirlanda Martins, além de sete netos.

Em sua página na rede social Facebook, Anderson se mostrou triste pela morte de Juca Martins. “É com bastante pesar que recebo a triste notícia do falecimento do ex-prefeito do município vizinho Bequimão, Juca Martins. Nesse momento de dor, deixo minhas condolências e solidariedade aos familiares e amigos pela perda”.

Prefeitura de Alcântara realiza aula inaugural de três cursos profissionalizantes pelo IEMA

COMPARTILHE

A prefeitura de Alcântara, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, com apoio da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, e Casa Histórica, em parceria com o Instituto Estadual de Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) realizou na tarde desta terça-feira (15) no Museu Casa Histórica, a aula inaugural dos cursos de Condutor de Turismo, Agricultura Orgânica e Inglês Intermediário.

O objetivo do curso é promover e oferecer aos jovens alcantarenses melhor capacitação para o mercado de trabalho, criando oportunidades e ampliando ainda mais o conhecimento sobre profissões que existem no município, mas falta mão de obra qualificada.

Serão quatro turmas montadas, entre elas, duas de Agronomia Orgânica, uma na sede do município e outra na comunidade Cajueiro I, uma das Agrovilas mais próximas da cidade histórica. As outras turmas será uma de inglês intermediário e outra de condutor de turismo. Cada turma vai compor 40 alunos, significa que, serão aproximadamente 160 jovens se qualificando para o mercado de trabalho.

Para a Secretária de Cultura, que representou o prefeito Anderson Wilker no evento, a iniciativa da prefeitura fortalece o plano de governo e cria novas oportunidades. “É uma parceria que vai acrescentar bastante ao município e principalmente aos jovens, que ganharão conhecimento e abrirão novas oportunidades no mercado de trabalho local” – disse Marcelina Serrão.

Estiveram presentes os secretários municipais, Hermison Martins (Esporte e Juventude), Benedito Barbosa (Agricultura) e Marcelina Serrão (Cultura e Turismo), a diretora do Museu Casa Histórica de Alcântara, Karina Valeska, a representante do IEMA, Vanderluce Almeida, além de alunos que participaram da aula inaugural, servidores da prefeitura e sociedade em geral.

FOTOS: José Lindoso

 

Cidade Histórica vai receber o I Alcântara Fashion Week dia 26 de agosto

COMPARTILHE

Com o apoio da Prefeitura de Alcântara, através do prefeito Anderson Wilker (PCdoB), o I Fashion Week realizado na cidade histórica será no dia 26 de Agosto (sábado). O evento vai contar com várias atrações e irá mostrar o que a de mais belo na cidade de Alcântara, envolvendo moda, arte e cultura. De acordo com os organizadores, o evento vai trabalhar toda performace que envolve o brilho do artesão local.

Localizada na microrregião da baixada ocidental, hoje pertencente a Região Metropolitana da capital, no extremo norte do estado do Maranhão, a 22 quilômetros de São Luís (via marítima), a cidade de Alcântara possui uma área de 1.483 km² e população de aproximadamente 22 mil habitantes, onde sua grande maioria vive na Zona Rural, formada por 217 comunidades.

MANIFESTAÇÕES CULTURAIS

Alcântara sempre foi um berço cultural, que dialoga entre o passado, presente e futuro, e com esse entendimento, que está sendo realizado o 1º Alcântara Fashion Week, e tem como objetivo valorizar e divulgar mulheres artesãs que trabalham com a arte da costura, tradicionalmente mantida por mulheres alcantarenses.

Em modo geral, a cultura alcantarense é conservada, e demonstra em seus trabalhos além da arte, um modo de vida, e geração de renda e sustentação de suas famílias.

Para os organizadores do evento, o 1º Alcântara Fashion Week vai mostrar as belezas e riquezas do município traduzidas em artes. “Tornar público a beleza e a leveza cultural dessas mulheres artesãs, nos remete a um outro histórico de belezas naturais existente em nossa cidade, o surgimento da juventude que encanta com o perfil próprio e único da mulher e do homem alcantarense. É com esse entendimento que realizaremos o 1º Alcântara Fashion Week , que terá como tema “Entre rendas e retalhos Alcântara e seus encantos”. A cultura, a força e a beleza das mulheres alcantarenses escondidas por centenas de anos, nos retalhos e no passear das linhas coloridas e dos belos traços dos casarões que refletem a nossa história, vão está na passarela dia 26 de agosto” – disse uma das organizadoras.

VISÃO DO ALCÂNATAR FASHION WEEK

Conhecer o trabalho de cada uma das costureiras (os), como funciona o procedimento de criação de cada figurino, cada roupa, e cada vestido, o evento terá a possibilidade de divulgar um meio tradicional de negócio e forma de trabalho de cada uma desses profissionais, mesmo de forma tradicional, sendo possível ainda, manter a originalidade da costura, que vem sendo desvalorizado com o avanço da tecnologia.

O projeto envolverá mulheres artesãs costureiras, jovens modelos e voluntários que estarão envolvidos diretamente na organização do evento. Além de atrações locais, um DJ que fará a animação e as trilhas sonoras do desfile, fotógrafos e uma blogueira especializada em moda.

Serão várias modelos que representarão as belezas alcantarenses na passarela do I Alcântara Fashion Week, dia 26 de agosto. Além disso, o evento contará com a presença da imprensa, destaque para profissionais da linha de moda.

CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DE ALCÂNTARA

Somente em 1.648, a aldeia cabeça da capitânia é elevada a categoria de Vila, com o nome de Alcântara, sob a proteção do Apóstolo São Matias. Neste período, já havia a construção de uma pequena Igreja e os engenhos de cana-de-açúcar começavam a se desenvolver na região. Com uma população de 300 moradores a Vila já sentia a necessidade de um transporte que facilitasse o escoamento da produção e a melhoria da comunicação, chegando a meados do Século XVIII no auge da economia alcantarense, sofrendo grande impacto com a reforma pombalina.

PRIMEIROS HABITANTES

Habitada inicialmente pelos indígenas do povo Tupinambá, Alcântara teve sua produção organizada pela mão de obra indígena e africana, sua produção era baseada na monocultura de cana-de-açúcar e algodão, explorada mediante ao trabalho escravo e essencialmente voltada para o mercado externo.

Inúmeras crises, determinadas por problemas externos, afetaram a produção alcantarense e geraram um processo de decadência do sistema monocultor, obrigando, já no século XVIII e posteriormente no século XIX, o abandono pelos grandes proprietários de suas terras. Muitas áreas foram abandonadas, outras foram doadas ou entregues para os ex-escravos, que passaram desde então a constituir um segmento social específico, atualmente reconhecido legalmente como moradores das áreas remanescentes de quilombos.

LOCALIZAÇÃO DA CIDADE HISTÓRICA

Alcântara faz parte da Área de proteção ambiental das Reentrâncias Maranhenses e está nos limites da Amazônia Legal, uma região rica em biodiversidade e recursos naturais. Compunha no século XVII uma das duas principais Capitânias mais importantes da época Maranhão e Grão-Pará, sendo uma Capitânia Secundaria designada de Capitania de Cumã. Limitavam-se os rios Mearim, Pindaré, Turiaçu e a Costa Norte maranhense (VIVEIROS, p. 23). Era uma vasta e rica região onde hoje se localiza mais de vinte municípios da baixada ocidental maranhense.

Mais uma vez as terras alcantarenses foram abandonadas e esquecidas, ficando para traz os ex-escravos que permaneceram nas terras e começavam assim a formar as pequenas vilas, as famílias foram se constituindo e os grupos se formando em diversas partes do território de Alcântara, principalmente nas aéreas próximas ao litoral e regiões das grandes fazendas.

MAIOR TERRITÓRIO QUILOMBOLA DO BRASIL

Atualmente, Alcântara é reconhecida como um grande território étnico, identidade esta que o identifica e o coloca no patamar de um dos maiores territórios étnicos no país. A visão estabelecida através da utilização dos recursos sociais e culturais é considerada pelas comunidades tradicionais como o seu principal bem, em seguida os recursos que podem ser encontrados nos território, a exemplos dos recursos naturais, sociais, e religiosos que juntos tornam-se um complexo cultural, onde a identidade de um povo é determinada pelas suas diferenças existentes, sendo vista pelos visitantes como algo diferenciado do que está acostumado, sendo o mesmo colocado pela comunidade, não como um produto a ser consumido, mais sim por um atrativo social e cultural existente a centenas de anos, onde expressa a identidade do local, a familiaridade da organização e o jeito diferenciado de trabalhar um produto.

 

Prefeito Anderson Wilker divulga mensagem no Facebook aos pais alcantarenses

COMPARTILHE

Prefeito de Alcântara, Anderson Wilker usa sua página na rede social, Facebook para homenagear os pais alcantarenses nesta data especial. Em sua postagem, o prefeito parabeniza todos os pais do município de Alcântara pelo Dia dos Pais. “Feliz Dia dos Pais! Em especial a todos os pais alcantarenses. Deus nos abençoe”.

 

Saúde em Alcântara avança consideravelmente em sete meses de gestão

COMPARTILHE

Os resultados mostram a diferença entre o passado e o presente. Desde janeiro quando o prefeito Anderson Wilker (PCdoB) assumiu a gestão do município de Alcântara, as primeiras medidas tomadas, foram a reestruturação da saúde pública, que agonizou por vários anos nas mãos de ex-gestores. De imediato o prefeito contratou médicos, montou uma equipe técnica altamente capacitada e comprou medicamentos que abastecem a farmácia do Hospital Dr. Neto Guterres.

A Estratégia Saúde da Família (ESF) conta com nove equipes de saúde distribuídas em todas as 217 comunidades e sede do município. Além disso, são cinco consultórios odontológicos e um Odontomóvel.  As equipes são compostas por nove médicos, nove enfermeiros, nove técnicos de enfermagem, cinco dentistas, cinco auxiliares de odontologia e 72 Agentes Comunitários de Saúde, que fazem o mapeamento nos povoados.

A prefeitura, através da Secretaria de Saúde do Município, já implantou o Programa saúde na escola (PSE), onde a gestão conta com uma coordenadora da saúde, uma coordenadora da educação e um técnico de enfermagem. O trabalho é realizado em parceria com as equipes da ESF, em que as ações são voltadas para os estudantes, de acordo com o calendário sugestivo da Secretaria de Estado da Saúde.

Até o mês de julho (sete meses de gestão) já foram realizados pela Secretaria Municipal de Saúde, 3.462 atendimentos com alunos da sede e zona rural pelo Programa Saúde na Escola. O objetivo é ofertar os serviços em todas as escolas do município até o encerramento do ano letivo.

A secretaria implantou no município também, a vigilância em saúde; onde os profissionais trabalham com a vigilância epidemiológica e sanitária. Além disso, já foram implantados vários programas, dentre eles o de combate à hanseníase e tuberculose, onde a população conta com o atendimento de um enfermeiro tanto para acompanhamento, quanto para notificação dos casos, assim como para entrega dos medicamentos, até evoluir para alta medicamentosa com a cura dos pacientes.

Os pacientes com hanseníase ou tuberculose podem ser tratados no próprio município de Alcântara, já que o prefeito está dando todas as condições e investindo na saúde pública. A prefeitura conta ainda, com mais de 30 pacientes cadastrados no programa de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) que recebem ajuda financeira mensalmente, para realizar atendimentos que ainda não são disponibilizados no município de Alcântara.

Quando o problema do paciente é complicado e necessita de atendimento em hospital de alta complexidade, o prefeito Anderson Wilker disponibiliza um transporte para levar o paciente até a cidade de Pinheiro para realizar as consultas especializadas e exames como tomografia, já que o Hospital Macro Regional foi construído com essa finalidade.

O hospital Dr. Neto Guterres disponibiliza de médicos 24 horas (plantão), medicamentos e uma equipe de profissionais altamente qualificada, além três ambulâncias que circulam dia e noite em todo município. Além disso, a secretaria de saúde de Alcântara, em parceria com o governo do estado, tem realizado mutirões de glaucoma, catarata e pterígio, beneficiando centenas de pacientes.

Os números mostram os avanços e cuidados que a gestão do prefeito Anderson Wilker tem com seu povo. Foram 8.640 atendimentos médico, 17.280 atendimentos de enfermagem, 4.794 hiperdia, sendo  656 gestantes e 1.824 crianças  atendidos.

Pacientes encaminhados pela gestão para outras especialidades como cirurgião geral, 51 atendimentos, Ortopedia (46), Pediatria (12), RaioX (97), Tomografia (97), Mamografia (39), Mastologista (9), Endoscopia Digestiva Alta (19), Gastroenterologista (22), Cardiologista (36), Neurologista (6), Ultrassonografia (54), Nefrologista (8), Otorrinolaringologista (20), Urologista (15) e Cirurgias (16).

Para a secretária Ramone Araújo, a saúde de Alcântara começa ganhar forma depois de muito trabalho. “Recebemos apenas o prédio, servidores e mais nada. Tudo estava parado, nada funcionava, não tínhamos médicos e remédio nem se falava. As equipes da ESF não funcionavam há anos. Planejamos tudo, organizamos e colocamos para funcionar, os números mostram a comparação entre passado e presente. Nossa meta é melhorar ainda mais, trazendo mais especialistas para compor nossa equipe. O prefeito está dando todas as condições de trabalho e os resultados estão aparecendo” – disse.

Já o prefeito de Alcântara destacou o trabalho feito e o empenho de toda equipe da secretaria e da gestão. “Nossa meta é trabalhar, e por isso fomos eleitos pela grande maioria da população para isso, trabalhar pelo povo de Alcântara. Hoje investimos dez vezes mais que a verba destinada para a saúde de Alcântara. Mesmo com as dificuldades, estamos colocando a saúde para funcionar; já entregamos uma ambulância, a farmácia está cheia com medicamentos, médicos 24 horas e em breve entregaremos mais uma ambulância ao povo desta cidade. Nosso próximo passo será reformar o hospital e equipá-lo, reabrindo o centro cirúrgico, que foi abandonado pela gestão anterior” – enfatizou.

1º Festival Cultural de Alcântara movimenta economia local através do turismo e da gastronomia

COMPARTILHE

O primeiro Festival Cultural de Alcântara, realizado pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, em parceria com as secretarias de Juventude, Esporte e Lazer, Departamento da Infância e Serviço de Convivência, com apoio da secretaria de Infraestrutura, movimentou o turismo, valorizando a gastronomia e manifestações culturais e religiosas da cidade histórica no último final de semana (04 e 05/08) na Praça da Matriz.

A programação do I Festival Cultural que envolveu atividades lúdicas, físicas e esportivas, exposições de obras de artistas locais, shows com bandas locais e regionais, apresentações culturais e religiosas teve como objetivo promover atividades que venham proporcionar momentos de socialização, descontração e interação do público alvo que envolve crianças, jovens e adultos. Durante os dois dias de Festival, a cidade histórica recebeu turistas de vários locais do mundo, que apreciaram as atrações na Praça da Matriz.

O Primeiro Festival Cultural reuniu criatividades, empresários da gastronomia local, desportistas, influenciadores culturais e religiosos, artistas plásticos locais, além de valorizar as manifestações locais como (Tambor de crioula e cantores da terra).

Para o casal Francês Bernard e Izabele, que visitaram Alcântara pela primeira vez, valorizar a cultura local é respeitar a história de seus nativos. Nous adorons ce mouvement devrait se produire chaque mois et qui plaît touristes, qui, en plus de voir le patrimoine architectural, ont besoin de connaître les événements culturels de la ville, qui est la plus grande richesse de cette ville, car elle implique directement son peuple». (Estamos adorando este movimento, deveria acontecer todos os meses e isso agrada o turista, que além de ver o acervo arquitetônico, precisa conhecer as manifestações culturais do município, que é a maior riqueza desta cidade, porque envolve diretamente seu povo). – destacou.

Para a Secretaria de Cultura e Turismo de Alcântara, o evento superou as expectativas da organização. “É claro que o primeiro sempre tem falhas, mas o resultado foi surpreendente. Trouxemos a população local para a Praça, entre crianças e adultos, movimentamos a economia local e criamos momentos de lazer e descontração para nosso povo e turistas. Tivemos o envolvimento das manifestações culturais e religiosas do município, além de artistas locais e regionais que proporcionaram um verdadeiro show para dançar e pensar, através de letras musicais educativas e de consciência. O próximo Festival já está sendo planejado” – destacou Marcelina Serrão.

O prefeito Anderson Wilker (PCdoB), destacou o trabalho de valorização da cultura local e resgate do turista que havia desaparecido da cidade histórica. “Nosso compromisso é melhorar a vida do povo de Alcântara, valorizando as manifestações culturais e religiosas, apoiando o empresário local, tanto da gastronomia, quanto os donos de pousadas e demais seguimentos, qualificando e preparando para receber o turista e consequentemente aquecendo a economia local, gerando emprego e renda. Vamos está realizando sempre eventos dessa natureza em parceria com os artistas locais e influenciadores culturais e religiosos” – disse o prefeito.

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free