casa » Archivo de Etiquetas: saúde

Archivo de Etiquetas: saúde

Pesquisadores da UFMA avaliam condições de vida e saúde de idosos quilombolas de Bequimão-MA

COMPARTILHE

As condições de vida e saúde de 208 idosos das comunidades quilombolas de Bequimão estão sendo estudadas por pesquisadores da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) – Campus Pinheiro. Na primeira fase da pesquisa, realizada em 2018, foram levantadas informações a partir de questionários aplicados aos moradores com mais de 60 anos de idade. Na última quarta (14) e quinta-feira (15), a equipe formada por investigadores dos cursos de Medicina e Enfermagem voltou às comunidades, desta vez para coleta de sangue e urina, que serão analisados em laboratório. A Prefeitura de Bequimão, parceira do projeto, pretende usar os dados gerados pela pesquisa para melhorar o planejamento das políticas de saúde voltadas a essa população.

Os agentes comunitários de saúde, que acompanham periodicamente as famílias do município, ajudaram a fazer o primeiro levantamento, identificando as pessoas idosas. Depois, os pesquisadores foram de casa em casa, nas comunidades de Ariquipá, Suassuí, Sibéria, Pericumã, Juraraitá, Mafra, Santa Rita, Conceição, Ramal do Quidiua, Rio Grande e Marajá. Eles procuravam saber as condições socioeconômicas, demográficas, sanitárias, os comportamentos de saúde e as doenças que mais afetam os idosos de comunidades quilombolas.

A hipertensão arterial apareceu como a doença com maior incidência entre as pessoas com mais de 60 anos. Do total de idosos entrevistados, 57,2% sofrem de pressão alta. As outras enfermidades mais relatadas foram os problemas de coluna, glaucoma/catarata e diabetes, principalmente entre as mulheres. As entrevistas ocorreram entre os meses de junho e setembro do ano passado. Além desses dados, a equipe de pesquisa estava interessada em entender fatores sociais e econômicos que influenciam na dinâmica de vida nos remanescentes de quilombos.

“Observamos que as desigualdades no envelhecimento populacional refletem características do processo histórico, social, regional e cultural. Quando pensamos na situação da população negra, percebemos um acúmulo de desvantagens ao longo de cada ciclo de vida e gerações até a fase idosa. A situação de vida, saúde e doença dessas pessoas revela as marcas históricas dos níveis sociais”, destacou o coordenador da pesquisa, Bruno de Oliveira, que é professor do Curso de Medicina e doutor em Saúde Coletiva, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Essas informações servirão de base para a etapa iniciada na segunda semana de agosto. Desde o início, a equipe recebeu apoio técnico e logístico da Secretaria de Estado de Articulação das Políticas Públicas do Maranhão, Secretaria Municipal de Assistência Social de Bequimão, Secretaria de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Secretaria Municipal de Saúde, equipes da Estratégia de Saúde da Família e das lideranças comunitárias locais. Conta também com financiamento público da FAPEMA e do CNPq.

Nova fase de coletas

Os pesquisadores da UFMA retornaram às comunidades para um novo encontro com os idosos e as idosas que haviam participado da primeira etapa do estudo. Agora, eles coletaram amostras de sangue e de urina, que serão examinados em laboratório. Para conhecer melhor a saúde dos quilombolas a partir dos 60 anos, serão avaliados o hemograma completo, glicemia de jejum, lipidograma completo, PSA (somente homens) ácido úrico, ureia, creatinina, TGO, TGP, EAS (sumário de urina). Depois de seis meses, a coleta será repetida. “Com as informações obtidas, o projeto tem o compromisso de dá um retorno à comunidade, com ações que proporcionem uma transformação social, política e de saúde”, garantiu o professor Bruno.

As coletas dessa nova fase foram acompanhadas pelo secretário municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Rodrigo Martins, que ressaltou o conjunto de ações desenvolvidas pela administração municipal, desde 2013, para melhorar as condições de vida dos moradores das 11 comunidades quilombolas de Bequimão. “Sabemos o quanto a população negra foi negligenciada, historicamente. Por isso, nosso esforço é para criar projetos que efetivamente transformem a vida dos quilombolas do nosso município, com cuidados que vão desde a primeira infância até a velhice”, enfatizou o secretário.

Remanescentes de quilombos

Os quilombos surgiram como territórios de resistência à escravidão no Brasil. Ao longo da história do país, muitas dessas comunidades permaneceram no mesmo lugar de luta dos ancestrais. O Maranhão é o estado do país com a segunda maior concentração das chamadas comunidades remanescentes de quilombos, com 27,7%, ficando atrás apenas da Bahia, que registra 30%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no censo de 2010.

Em Bequimão, a estimativa é que 1.286 famílias vivam nas 11 comunidades já reconhecidas pela Fundação Cultural Palmares e pelo Ministério da Cultura.

 

Prefeitura de Bequimão vai realizar nesta quarta-feira (31), a VI Conferência Municipal de Saúde

COMPARTILHE

A prefeitura de Bequimão, através da Secretaria Municipal de Saúde, realizará nesta quarta-feira (31), a VI Conferência Municipal de Saúde, que terá como tema: Democracia e Saúde. A programação vai traçar a elaboração de propostas que favoreçam a reorganização da atenção básica na saúde do município para os próximos 10 anos.

 O evento acontecerá no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, e reunirá gestores municipais, profissionais da saúde, representantes de classe e usuários dos serviços de saúde. O evento acontecerá das 8h às 13h.

Para o secretário de Saúde de Bequimão, Sidney Bouéres, a VI Conferência vai ampliar ainda mais o bom trabalho já realizado na Atenção Básica em Bequimão. “Sem dúvidas essa conferência vai ampliar nosso trabalho que hoje já é referência no Maranhão. Por isso estamos convocando os bequimãoenses que precisam participar deste evento. Ouvindo o povo, fica mais fácil,de traçar as metas para os próximos 10 anos”, disse o secretário.

Prefeitura de Bequimão inicia Campanha de Vacinação Antirrábica

COMPARTILHE

A Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizará a partir desta desta-feira (22) a campanha de vacinação antirrábica nas zonas rural e urbana do município. Serão, no total, aproximadamente 80  comunidades. As equipes de técnicos da saúde passarão pelas residências buscando animais para vacinar. Serão 10 dias da campanha.

Cães e gatos saudáveis, com mais de três meses, devem tomar a dose contra a doença, que não tem cura e pode ser transmitida a humanos. A imunização é importante para manter a doença sob controle. O município tem mantido a campanha antirrábica em dia.

O dia “D” da vacinação será dia 27 de outubro, na Praça 2 de novembro (Praça do Cemitério), durante o dia todo, das 8h às 17h. O secretário de Saúde, Sidney Bouéres, pede que os bequimãoenses colaborem, abrindo suas casas aos profissionais credenciados pela Prefeitura de Bequimão.

“Queremos chamar a atenção da população para a importância de receberem nossos técnicos em suas residências, pois essa campanha possibilita a prevenção da doença no animal, evitando a transmissão às pessoas”, alertou o secretário.

Ainda falando da importância da vacinação, Sidney Bouéres destaca o compromisso da Secretaria de Saúde de Bequimão para combater a doença. “Essa campanha é de extrema importância para população, sabemos que a saúde do animal reflete diretamente na saúde humana, uma vez que são potenciais transmissores . Dessa forma, vamos intensificar bastante durante esses 10 dias de campanha, destacando também a sensibilidade do prefeito Zé Martins que sempre prioriza e apoia nossas ações”, disse o secretário.

A RAIVA
A raiva afeta o sistema nervoso e é transmitida pela saliva. Animais domésticos podem ser contaminados ao caçar um morcego, por exemplo, ou ao ter contato com outro mamífero doente, como gato ou sagui. Mordidas, arranhões ou lambeduras podem transmitir a doença ao ser humano. Em qualquer uma dessas situações, a pessoa deve procurar atendimento médico, caso o animal não seja conhecido ou não esteja vacinado.

Vacina antirrábica
A vacina contra a raiva é uma vacina usada para prevenir a raiva. Há uma série de vacinas disponíveis que são seguras e eficazes e podem ser usadas para prevenir a raiva antes e durante um período de tempo após a exposição ao vírus, como, por exemplo, pela mordida de um cão ou morcego.

Genival Alves reúne sua equipe para receber carreta da Saúde

COMPARTILHE

Planejar é o principal segredo para início do sucesso. Pensando assim, o vereador Genival Alves trabalhou juntamente com sua equipe o planejamento, que visa o alinhamento de suas ações. Assim pode ser definida a reunião do vereador com sua equipe, realizada na manhã do ultimo sábado (23), em seu escritório no Edifício Vinicius de Moraes, no bairro Calhau. O encontro proposto pelo parlamentar serviu para alinhar a chegada da carreta do projeto Saúde na Comunidade.

O novo equipamento entrará em operação no segundo semestre com capacidade para atender 50 usuários/dia. A unidade foi adquirida com recursos do vereador para garantir ainda mais atendimentos à população ludovicense, por meio da unidade móvel que vai percorrer vários bairros da capital. Ela será mantida com as verbas de gabinete do parlamentar podendo realizar parcerias com o setor público ou privado.

Durante o encontro, Genival exigiu compromisso, bom trato com os cidadãos, honestidade, competência e muito trabalho de sua equipe na realização desta nova etapa do projeto Saúde na Comunidade. O parlamentar também avaliou de forma bastante positiva a reunião com sua assessoria. Dono de um mandato autêntico, Genival está entre os melhores parlamentares da Câmara Municipal de São Luís.

“Manter o diálogo constante com a equipe é a forma correta para planejarmos ações futuras e promovermos a integração no trabalho desenvolvido pelo nosso gabinete. A organização nos garante eficiência no desempenho do nosso mandato”, disse o vereador, que é pré-candidato a deputado estadual.

A carreta realizará ações todos os finais de semana divididos em quatro sábados e oferecerá consulta com clínico geral, pediatra, ginecologista e odontólogo. Além disso, contará com distribuição de medicamentos gratuitos e outros profissionais da saúde, que devem proferir palestras educativas voltadas para a saúde da mulher, saúde do homem, saúde bucal, doenças sexualmente transmissíveis, dentre outras.

Para Genival Alves, esse é um momento de muita emoção, pois, segundo ele, quando se trata de saúde, se coloca sempre no lugar do povo, para sentir sua dor.

“Sentir a dor desse povo sofrido que não tem recursos suficientes para realizar qualquer tipo de tratamento nos hospitais da rede pública, é mostrar nosso compromisso com a população. Por tanto, enquanto eu puder fazer o bem para o povo, eu farei. Não vivo de política, eu tenho vocação para a política e faço tudo por amor, não por sobrevivência. E o que é melhor, com apenas 17 meses de mandato pude levar esse sonho para dentro das comunidades”, frisou.

A Carreta da Saúde será entregue no dia 14 de julho, na Praça do Viva do Anjo da Guarda, a partir das 17h, em clima de muita festa e descontração para todos os presentes. Será uma ação de grandeza, jamais vista na política do Maranhão.

SAÚDE NA COMUNIDADE

O projeto “Saúde na Comunidade”, que transforma escolas municipais em hospital por um dia, levando saúde para aquelas comunidades onde o olhar do poder executivo não chega. Lançada por Genival Alves, a iniciativa foi pensada mesmo antes de ser vereador da capital maranhense, e teve início ainda no ano passado, durante o primeiro ano de mandato. Em 2018, a ação teve inicio no mês de abril. Em 2017, foram realizadas nove ações, este ano, a ideia é promover um número ainda maior.

BAIRROS ATENDIDOS

Lançado em fevereiro do ano passado, o ‘Saúde na Comunidade’ já atendeu vários bairros de São Luís, entre eles: Mato Grosso, Cajuparí, Cidade Olímpica, Turu, Santa Rosa, Anjo da Guarda, Gapara, Vila Maranhão, Vila Esperança, Tibiri e Túnel do Sacavém. Foram mais de 10 mil famílias e aproximadamente 30 mil atendimentos.

Por Aniele Raína

Do Portal G7MA.COM

Bequimão vai receber serviços da Caravana Maranhão Quilombola dia 26 de junho

COMPARTILHE

O município de Bequimão no Litoral Ocidental Maranhense, vai receber no dia 26 de junho, a Caravana Maranhão Quilombola, uma parceria do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Igualdade Racial com a Prefeitura de Bequimão, através da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, com o apoio das Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social.

A reunião de alinhamento estratégico para que Bequimão receba à “Caravana Maranhão Quilombola”, foi realizada entre os secretários responsáveis e representantes do Governo do Estado. A ação vai envolver todas as Comunidades Quilombolas do município, que receberão esse importante evento de implementação de ações e serviços, voltados e focados para politicas publicas de fortalecimento à população quilombola bequimãoense.

A Comunidade de Ramal de Quindiua, que será Polo dessa Ação, será beneficiada com diversos tipos de atendimentos de saúde. Todas as comunidades da região serão beneficiadas, assim como as demais Comunidades certificadas.

  • Consultas médicas,
  • Verificação de pressão arterial
  • Testes de glicemia, testes rápidos para HIV, hepatite B e C e Sífilis
  • Distribuição de preservativos masculinos e femininos
  • Exames preventivos
  • Atividades de saúde bucal (palestras, escovação, aplicação de flúor e entrega de kit bucal)
  • Emissão de documentos (Certidão de Nascimento)
  • Busca ativa do CAD e atualização do Bolsa Família
  • Apresentação da Campanha de Autoidentificação de povos e Comunidades Tradicionais
  • Atividades educativas e recreativas para crianças e Rodas de Conversa, além de oficinas.

A ação, que faz parte do Programa Maranhão Quilombola, é um instrumento de ações articuladas de políticas públicas, destinadas às comunidades quilombolas do estado, com diretrizes orientadas a partir do Programa Brasil Quilombola. O objetivo é implantar a Saúde Integral da População Negra através do Fortalecimento das Ações de Atenção Primária e Vigilância em Saúde.

Para o prefeito Zé Martins, o programa vai melhorar ainda mais os indicadores nas comunidades quilombolas de Bequimão. “Ficamos felizes em receber mais uma ação do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Bequimão. Vamos dar todo apoio logístico, com profissionais de nossas secretarias e iremos avançar ainda mais na saúde de nosso povo quilombola, que tem sido valorizado em nossa gestão”, disse o prefeito.

ÓRGÃOS EXECUTORES DA CARAVANA

  • Secretaria de Estado Extraordinária da Igualdade Racial
  • Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular
  • Secretaria de Estado da Educação
  • Secretaria de Estado da Saúde
  • Secretaria de Estado da Mulher
  • Secretaria de Estado da Agricultura Familiar
  • Secretaria de Estado da Assistência Social

PÚBLICO A SER ATENDIDO

Famílias quilombolas, Lideranças de Matriz Africana e outras populações tradicionais.

 

Prefeito Zé Martins participa da Oficina de Saúde aos quilombolas bequimãoenses

COMPARTILHE

Investir na saúde dos moradores das Comunidades Quilombolas em Bequimão, tem sido uma meta na gestão do prefeito Zé Martins desde que assumiu o comando da administração do município em 2013. Foram inúmeras ações que beneficial diretamente os quilombolas, incluindo crianças, jovens, adultos e idosos. A primeira medida foi criar através de um projeto de lei, a Semana do Bebê Quilombola, que leva ações em saúde, educação e políticas públicas para todas as comunidades remanescentes.

Um projeto de pesquisa denominado “Vulnerabilidade às DST/AIDS e hepatites virais em comunidades de remanescente de quilombo na Macrorregião de saúde de Pinheiro – MA”, com iniciativa conjunta do NuRuni/UFMA e a FAPEMA, busca compreender os diferentes fatores de vulnerabilidade às DST/AIDS e hepatites virais a que estão expostos aos jovens das comunidades remanescentes de quilombo da regional de saúde de Pinheiro –MA.

A oficina realizada em parceria com o MOQUIBOM/MOQBEQ nos dias 02 e 03 de junho no município de Bequimão– MA, combinou momentos lúdicos para o encontro, reconhecimento, confraternização e socialização com gestores e operadores dos serviços de saúde, e militantes de movimentos quilombolas sobre Políticas de Saúde no Brasil, além de debater temas como Racismo e seus impactos na Saúde da População negra, Política Nacional de Saúde Integral da População Negra, vulnerabilidades e riscos às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e hepatites  virais em comunidades quilombolas, e também o cuidado à saúde nas comunidades (As artes de cuidar e de curar de matrizes africana e indígena, O trabalho das parteiras leigas e das benzedeiras).

A Secretaria Municipal de Saúde, deu sua contribuição com sua equipe de profissionais que realizou testes de glicemia, sífilis e vacinação anti-gripe. O prefeito Zé Martins compareceu ao evento e abraçou a ideia do projeto, se colocando a inteira disposição dos organizadores.

COLABORADORES NO PROJETO

  • Claudean Serra Reis – Enfermeiro do HUUFMA e discente do Programa de Pós Graduação em Saúde e Ambiente da Universidade Federal do Maranhão.
  • István van Deursen Varga – médico e antropólogo. Doutor (pós-doutorado) em Saúde Pública (Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo). Coordenador geral do NuRuNi/PPGSA/UFMA.
  • Raimundo Luís Silva Cardoso – Mestre em Saúde e Ambiente (Universidade Federal do Maranhão/Programa de Pós-Graduação em Saúde e Ambiente). Coordenador do campo de saúde do NuRuNi/PPGSA/UFMA
  • Antônio Henrique França Costa – pedagogo. Mestre em Cartografia Social e Política da Amazônia, pela Universidade Estadual do Maranhão. Coordenador do campo de educação do NuRuni/UFMA.
  • Ana Luísa e Sônia – técnicas do departamento IST/AIDS e hepatites virais da SES-MA.
  • Paulo Cesar – coordenador da RENAFRO – MA. Pesquisador do NuRuNi/PPGSA/UFMA.

Foto/Reprodução

Mutirão do Glaucoma atende 149 pessoas em Bequimão

COMPARTILHE

O segundo Mutirão de Glaucoma realizado no município de Bequimão em 2018, com o apoio da prefeitura e parceria dos governos federal e estadual, contou com 149 atendimentos, incluindo moradores das zona rural e urbana. Os paciente que foram diagnosticados com a doença receberam gratuitamente o colírio para ser usado por 90 dias, até a próxima consulta, que deverá acontecer em setembro deste ano.

Para o Secretário de Saúde de Bequimão, Sidney Bouéres, essas ações de combate ao glaucoma tem sido importantes para a população. “Mais um mutirão feito em parceria com a prefeitura de Bequimão, onde disponibilizamos à nossa população uma oportunidade de fazer seu diagnóstico e tratamento da doença. Dessa forma nós da secretaria de saúde estamos sempre focados e avançando na politica e prevenção em nosso município. Isso é uma determinação do prefeito Zé Martins que de forma objetiva e eficiente luta para manter um padrão de qualidade na Saúde dos bequimãoenses”, destacou o secretário.

Foram 149 pacientes atendidos na última sexta-feira (01), sendo 61 sem o glaucoma e 88 com a doença.  O atendimento aconteceu no Centro de Saúde Santo Antônio, no Centro da cidade. O secretário Sidney Bouéres esteve presente na ação e conversou com os pacientes, explicando que a prefeitura vai dar todo apoio em caso do diagnóstico do Glaucoma.

Fotos: Reprodução

 

Vereadora Fátima Araújo traz o Programa Mais Saúde para o bairro João de Deus neste sábado (7) e domingo (8)

COMPARTILHE

Uma reunião entre a vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB) e representantes das Secretarias de Saúde da capital maranhense e do estado, decidiu que neste sábado (7) e domingo (8) haverá uma grande ação em saúde no bairro João de Deus e vai beneficiar moradores de bairros adjacentes. A população dos bairros João de Deus, São Cristóvão, Santo Antônio, Pirapora, Vila Lobão, São Bernardo, Vila Conceição, Jardim Conceição e Residencial João Alberto podem aproveitar os benefícios.

A reunião com as Lideranças dos bairros João de Deus, Vila Conceição, Pirapora , Residencial João Alberto, Vila Lobão , Santo Antônio, São Bernardo e Adjacências com a Vereadora Fátima Araújo e a secretaria de Saúde do Estado, serviu para divulgar a Ação Social que será realizada nos dias 07 e 08 de abril na UEB Maria José Vaz dos Santos, próximo ao Centro de Saúde do João de Deus.

SERVIÇOS OFERECIDOS

  • Clínico Geral
  • Farmácia Básica
  • Vacinação
  • Dermatologia
  • Pediatria
  • Ginecologia
  • Exames Preventivos
  • Viva Cidadão
  • Emissão de Cartão do SUS

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Sábado: 8h às 17h

Domingo: 8h às 12h

Haja aluguel adiantado na saúde do Maranhão

COMPARTILHE
 POR G1/MA – Segundo o Portal da Transparência do Governo do Estado, o Governo do Estado do Maranhão alugou um novo imóvel em um contrato de quase quatro milhões de reais. O galpão é pra abrigar um depósito de medicamentos, mesmo com a Secretaria Estadual de Saúde tendo posse de um imóvel próprio que é utilizado para o mesmo fim. O caso se parece com outros, que também foram alugados com dispensa de licitação.

O prédio novo fica em Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís, e foi inaugurado em setembro do ano passado. A agência de notícias do Governo do Estado disse que o lugar seria a primeira Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, seria um galpão com capacidade para armazenar seis mil itens diferentes, entre medicamentos e material médico hospitalar.

A agência de notícias do Governo informou que o lugar seria a primeira Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado (Foto: Reprodução/TV Mirante)

No entanto, até então já existia uma Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado funcionando em um galpão em São Luís. Ou seja, o que antes era um imóvel próprio, agora é um local alugado. O aluguel foi feito pelo Governo com dispensa de licitação e está custando 60 mil reais por mês em um com contrato de cinco anos. O valor total chega a três milhões e seiscentos mil reais.

Aluguel de imóvel feito pelo Governo com dispensa de licitação está custando 60 mil reais por mês em contrato de cinco anos. Valor total é três milhões e seiscentos mil reais (Foto: Reprodução/TV Mirante)

ALUGUEL ADIANTADO PELOS COMUNISTAS

Segundo o Portal da Transparência do Governo do Estado, em 31 julho de 2017 foram adiantados 180 mil reais do aluguel do imóvel antes mesmo de começar a utilizar. O contrato foi firmado com a empresa M&R Barroso Locações Imobiliárias LTDA, que foi aberta dois meses antes da assinatura do contrato e do primeiro pagamento.

A nova central de medicamentos, segundo o Portal da Transparência, custou 420 mil reais aos cofres públicos, entre julho e dezembro do ano passado. Neste ano, os pagamentos não aparecem nos registros do portal. Dentro do local alugado já existem medicamentos estocados, enquanto o imóvel que pertence ao Governo está com sinais de abandono, com muito mato ao redor do prédio.

Imóvel do Governo para depósito de medicamentos está com sinais de abandono (Foto: Reprodução/TV Mirante)

OUTROS CASOS NA GESTÃO COMUNISTA

O Governo do Estado já hava assinado outros contratos de alugueis com dispensa de licitação e feito pagamento antes do uso do imóvel. Em janeiro do ano passado, o Bom Dia Brasil mostrou que desde 2015 o Governo do Maranhão pagava aluguel do prédio da FUNAC na Aurora, sendo que o local só começou a funcionar no começo de 2017.

A casa estava alugada desde 2015 sem que fosse ocupada. Foram gastos 172 mil reais em alugueis de um imóvel fechado. Só depois da denúncia o lugar começou a abrigar menores infratores, mesmo sem estrutura de segurança.

Além do aluguel adiantado, moradores da Aurora também reclamavam da instalação da FUNAC no bairro. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

O dono do prédio é Jean Carlos oliveira – filiado ao PCdoB, partido do governador Flávio Dino. Atualmente o local funciona como uma Companhia da Polícia Militar e o aluguel, que era de 9 mil reais, foi reajustado para 12 mil reais.

Também no início do ano passado, o Governo do Estado chegou a pagar um aluguel de 45 mil reais por um imóvel na Rua das Cajazeiras, em São Luís, sem usar o prédio durante 13 meses. No local, hoje funciona uma Centro de Atendimento a Menores Infratores.

Em agosto do mesmo ano, após repercussão nacional, o Bom Dia Brasil também mostrou as explicações do Governo do Maranhão sobre uma clínica que foi alugada por R$ 90 mil reais por mês e que nunca havia funcionado. O local ficou um ano fechado, enquanto os aluguéis eram pagos.

Nesse caso específico, o Governo do Estado também bancou uma reforma que custou um milhão e meio de reais para fazer adequações no imóvel, que pertence a família de uma das chefes da assessora jurídica da Secretaria Estadual de Saúde. Atualmente, no local funciona um hospital de traumatologia.

A Secretaria de Saúde do Estado informou que o imóvel próprio não atendia às exigências sanitárias para armazenar os medicamentos e que e o primeiro pagamento só foi feito em setembro, apesar de constar no Portal da Transparência os pagamentos feitos desde junho. Segundo a secretaria, a dispensa de licitação atendeu a todos os requisitos previstos em lei. Sobre os outros aluguéis, o Governo do Estado reafirmou que não houve qualquer irregularidade.

SAIBA MAIS CLICANDO AQUI…NO (G1)

Gedema e Diretoria de Saúde promovem programação especial em homenagem às mulheres

COMPARTILHE

O Grupo de Esposa de Deputados do Estado do Maranhão (Gedema) e a Diretoria de Saúde e Medicina Ocupacional da Assembleia Legislativa promovem, de 13 a 20 de março, uma programação especial voltada para as servidoras da Casa. Ações de saúde, palestras educativas e sorteios de brindes integram a programação, ainda como parte das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher.

No dia 13, a partir das 8h30, será oferecida uma oficina de maquiagem na sede do Gedema. Já no período da tarde, a partir das 16h30, o psicólogo Júlio César Maciel ministrará a palestra  Aprendendo a gostar de você, acabando com a baixa autoestima, no Auditório Neiva Moreira, no Complexo de Comunicação da AL. Também haverá palestra com a esteticista Maria Liliane Belo. Além disso, serão sorteados brindes e oferecido um coffee break para as servidoras.

Já nos dias 14, 15 e 16, a Carreta da Mulher também fará parte da programação, com realização de consultas, exames laboratoriais e preventivos, exame clínico da mama e ultrassonografia. Os atendimentos acontecerão das 8h às 18h.

No dia 20 será ministrada outra palestra, também no Auditório Neiva Moreira, desta vez com um tema voltado para a preparação para a Páscoa. Ao final, haverá sorteios de brindes e coffee break.

PROGRAMAÇÃO

DIA 13

8h30 às 15h – Oficina de automaquiagem

Local: Sede de Gedema

16h30 – Palestra educativa, sorteios de brindes e coffee break

Local: Auditório Neiva Moreira (Complexo de Comunicação)

DIA 14

8h às 18h – Carreta da Mulher

Realização de exames preventivos e laboratoriais, ultrassonografia (transvaginal e pélvica), exame clínico da mama e consulta com ginecologista (Dra. Abigail e Dr. Cateb)

DIA 15

8h às 18h – Carreta da Mulher

Realização de exames preventivos e laboratoriais, ultrassonografia (transvaginal e pélvica), exame clínico da mama e consulta com ginecologista (Dr. Abigail e Dr. Elouff)

DIA 16

8h às 18h – Carreta da Mulher

Realização de exames preventivos e laboratoriais, ultrassonografia (transvaginal e pélvica), exame clínico da mama e consulta com ginecologista (Dra. Cateb e Dr. Elouff)

DIA 20

16h30 – Palestra educativa, sorteios de brindes e coffee break

Local: Auditório Neiva Moreira (Complexo de Comunicação)

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free