casa » Archivo de Etiquetas: São Luis (página 12)

Archivo de Etiquetas: São Luis

Licitação do Transporte público foi à mesma coisa que amarrar cachorro com linguiça

COMPARTILHE

A tão sonhada licitação do transporte público em São Luís que foi divulgada em diversos veículos de comunicação, feito festas por toda capital, não passou de uma chuva no molhado. Pra quem achava que tudo iria melhorar, não vai passar de ser a mesma coisa ou ficar ainda pior. O resultado, só mostra o que todo mundo já sabia, uma ação de cartas marcadas.

Antes mesmo dos envelopes serem abertos, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) levou uma grande pressão dos empresários, onde os donos da cidade foram à Justiça para barrar o certame licitatório, que segundo Canindé prometia “modernizar” o sistema de transporte público da capital. Só que ninguém sabe como.

O resultado da licitação, ainda não foi anunciado oficialmente pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), e ninguém explica o motivo. O certo mesmo é que o certame foi vencido pelas mesmas empresas que já operam as linhas de ônibus precariamente nos bairros de São Luís, e zona rural.

As empresas Viação Primor, 1001 Expressos e Ratrans, que ingressaram na Justiça para impedir o andamento da licitação, ganharam os lotes licitados exatamente para as áreas onde já detém as linhas de ônibus na capital maranhense. Muito estranho isso!

O que parece mesmo, é que alguém tem rabo preso com as empresas. Seria o Partido Democrático Trabalhista? Tem caroço nesse angu! Antes mesmo de irem à Justiça questionar a licitação, porém, as mesmas três empresas tentaram impugnar o edital na própria Central Permanente de Licitação da Prefeitura de São Luís. As empresas apontavam oito irregularidades no edital. Leia Mais na íntegra em: Robert Lobato, Atual7 ou Diego Emir. (Texto Editado)

CEMAR: Atrapalhando sem parar…

COMPARTILHE

A Companhia Energética do Maranhão (Cemar) está indo de mal a pior. Com um slogan que não faz Jus ao que vem acontecendo no Estado, a empresa faz um merdelê atrás do outro. Uma intervenção que a Cemar vem realizando de forma incorreta ao longo da Avenida dos Africanos vai prejudicar centenas de pessoas que usam a única ciclovia da capital. Sem estudo técnico, a Cemar está fixando postes no meio da ciclovia, obstruindo a passagem dos pedestres, além de comprometer o visual paisagístico da cidade. Um verdadeiro de preguiçosos.

HONO4 HONO3

O vereador Honorato Fernandes (PT) denunciou na Tribuna da Câmara. E nas duas vezes que a denúncia foi feita, o parlamentar alertou o secretário municipal de Urbanismo, Diogo Lima para o problema, solicitando uma vistoria da secretaria na intervenção empreendida pela Cemar. Nesta terça feira o vereador esteve com o secretário ao local.

DESDOBRAMENTOS DA DENÚNCIA

No dia 16 do mês corrente, quando a denúncia foi feita pela segunda vez, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação se pronunciou, por meio de nota, esclarecendo que “primará pela observância da acessibilidade ao longo do passeio público, considerando reversível qualquer implantação de estrutura que comprometa tal baliza”. A Secretaria se comprometeu ainda em agendar uma reunião do secretário de Urbanismo, Diogo Diniz com representantes da Cemar e o vereador Honorato, que aconteceu, na última sexta-feira (20).

HONO1 HONO2

Durante a reunião, realizada no Gabinete do Secretário Municipal de Urbanismo e Habitação, técnicos da CEMAR alegaram que a linha de postes que está sendo instalada é apenas uma substituição à rede anterior. A nova linha, segundo os técnicos, foi instalada na mesma locação da anterior. No entanto, mesmo alegando a substituição, os técnicos reconheceram a instalação incorreta de alguns postes. Não satisfeito com a justificativa de substituição da rede anterior, o vereador Honorato ponderou que “já que a linha de postes é uma substituição da rede antiga, reparar os erros da instalação anterior deveria ser um ponto a se considerar no novo projeto”.

Vistoria Feitas as considerações, o secretário Diogo Lima sugeriu que uma vistoria fosse feita, a fim de constatar in loco o problema em questão. Da Secretaria, todos seguiram para a Avenida dos Africanos, onde o vereador Honorato pôde mostrar ao secretário e aos técnicos da Cemar os problemas apontados na denúncia. Ao final da vistoria, os técnicos reconheceram que os postes de algumas instalações não estavam bem posicionados e se comprometeram a apresentar, na segunda-feira (30), um novo projeto, considerando os aspectos e urbanísticos e de mobilidade.

Texto: Tarcila Mendes (Editado)

 

Zé Inácio participa de implementação da Patrulha Maria da Penha

COMPARTILHE

O Deputado Zé Inácio participou na manhã desta sexta-feira (20) da solenidade de assinatura do decreto que institui a Patrulha Maria da Penha, que vai atender mulheres vítimas de violência familiar e doméstica.

Esse projeto é mais um instrumento para ajudar a mulher a fazer sua denuncia e ser atendida com mais agilidade, além de reprimir atos de violência.”, disse Zé Inácio.

As patrulhas serão compostas por policiais militares e civis, masculinos e femininos, que receberam treinamento psicológico para lidar com as vítimas, família e o agressor, para atender exclusivamente as ocorrências envolvendo violência contra as mulheres.

Neste primeiro momento a patrulha irá atender apenas a Região Metropolitana de São Luís, dividida em quatro unidades.

Além dos acompanhamentos as vítimas, a patrulha garantirá o funcionamento das medidas protetivas, que determinam o afastamento do agressor do lar ou local de convivência com a vítima; proibição do agressor de se aproximar da vítima; proibição do agressor de contactar com a vítima, seus familiares e testemunhas por qualquer meio, entre outras medidas.

Esteve presente no ato o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares; a Procuradora Geral de Justiça, Regina Rocha; a Secretaria Adjunta da Igualdade Racial, Maria do Socorro Guterres; a Secretaria de Juventude, Tatiana Pereira; a Secretaria de Estado da Mulher, Laurinda Pinto; Secretaria de Estado Adjunta da Mulher, Susan Lucena Rodrigues; a Delegada Adjunta Geral do Estado, Adriana Amarante; a Promotora de Justiça, Sirlei Castro Aires  o Promotor de justiça Gilberto Câmara Jr; o Secretario de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro; o Delegado Enoque Lemos; o Deputado Levi Pontes e membros do Conselho Estadual da Mulher.

BLOG DO ZÉ INÁCIO

 

Relator da CPL, é Réu por fraude e pode invalidar licitação do transporte em São Luís

COMPARTILHE

A Justiça Federal do Piauí acolheu denúncia contra o membro relator da Central Permanente de Licitação do Município de São Luís (CPL), Andros Renquel Melo Graciano de Almeida em razão de supostos crimes cometidos durante as duas etapas da construção do Porto de Luís Correia, no litoral daquele estado.

Mesmo envolvido em um escândalo de fraudes em licitações no estado piauiense, conforme o processo em anexo, Andros assumiu a relatoria da CPL, órgão responsável por coordenar a licitação no setor de Transportes de São Luís.

Na ação ajuizada pelo Ministério Público Federal do Piauí, no dia 21 de maio de 2013, Andros e mais doze réus são acusados de peculato, corrupção ativa, associação criminosa e fraudes em licitações.

A situação atual do pregoeiro da CPL de São Luís coloca em xeque a lisura do processo licitatório do serviço de transporte coletivo da capital maranhense que vai selecionar os consórcios que ficarão responsáveis pelas linhas de ônibus pelos próximos 20 anos.

reu2 reu3

Andros que ainda não foi julgado pela acusação de fraude no Piauí, começou a se envolver em mais uma situação que pode acabar na justiça. Na última quinta-feira (12), durante a primeira fase do processo que credenciou oito propostas, na FIEMA, surgiram indícios de irregularidades em torno do certame, que pode caracterizar cartas marcadas.

Segundo denúncias enviadas ao BLOG DA DALVANA MENDES, a regularidade do certame passou a ser duramente questionada pela Câmara Municipal; através do presidente da Comissão de Transportes da Câmara, vereador Fábio Câmara; pelo Sindicato das Empresas de Transportes (SET), por empresários que atuam no setor que participaram do credenciamento e por usuários do serviço.

O QUE DIZ O EDITAL? 
Nesses questionamentos, foram apontados alguns vícios. Um deles é a existência de parecer favorável da CPL ao consórcio “Nova Ilha” que obteve Carta-Fiança em um banco chamado Pottencial, que, segundo dados oficiais do Banco Central, é o 109º maior banco do país.

No entanto, o Edital prevê que parte da proposta é feita através de garantia bancária de financiamento dos projetos das empresas. E se a empresa ou Consórcio fizer a garantia na forma da Carta-Fiança, o banco fiador, necessariamente, deve ser um dos 30 maiores bancos do país. A proposta do consorcio credenciado está 79 posições abaixo do limite permitido pelo edital.

IRREGULAR IDADE ACATADA 

  
Segundo o vereador Fábio Câmara (PMDB) que acompanhou, com emissários, a primeira fase da Licitação no setor, o edital sofreu alterações que não foram submetidas à análise do departamento jurídico.

O artigo 38 da Lei de Licitações prevê que “as minutas de editais de licitação, bem como as dos contratos, acordos, convênios ou ajustes, devem ser previamente examinadas e aprovadas por assessoria jurídica da administração.”

No entendimento do parlamentar, ao ignorar este “pequeno detalhe” do Edital, a CPL beneficiou o Consorcio Nova Ilha que mesmo tendo falhado na elaboração de sua proposta, acabou tendo seu credenciamento aprovado.

Apesar da suspeita de irregularidades, a Prefeitura de São Luís preferiu não se pronunciar sobre a possibilidade de cancelar a concorrência, caso seja comprovada alguma fraude no processo. Os órgãos que questionam a regularidade do processo também não informaram ao blog se pretendem acionar a justiça por conta da falha que foi ignorada para beneficiar o Consorcio Nova Ilha.

DÚVIDAS SEM RESPOSTAS 
Outro fato chamou a atenção foi a publicação no Diário Oficial do Município (DOM), do dia 23/02/16, com algumas perguntas respondidas pelo Município com relação ao processo licitatório do serviço de transporte público coletivo do município de São Luís.

Na pergunta 68, por exemplo, um dos participantes da audiência pública do sistema de transporte, realizada no dia 20 de janeiro, fez é o seguinte questionamento: Qual será previsão do valor das passagens após a licitação? A resposta da prefeitura foi que: “Esta resposta estará disponível quando da apresentação do projeto básico”.

reu4 reu5

Outra pergunta feita e não respondida na audiência: Quais as linhas que serão eliminadas e as criadas? Resposta da SISTRANS / Prefeitura: “Esta resposta estará disponível quando da apresentação do projeto básico”.

A falta de uma resposta convincente provocou vários questionamentos. Afinal, porque a Prefeitura/Sistrans alegam que as respostas para todos as dúvidas só estarão disponíveis na apresentação do projeto básico?

O fato de o relator da CPL está sendo investigado por fraude em licitação não coloca em xeque a lisura do certame que vai selecionar os consórcios que ficarão responsáveis pelas linhas de transporte pelos próximos 20 anos em São Luís?

O prefeito Edivaldo Júnior tinha conhecimento do processo que o membro relator da CPL é investigado por fraude em licitação no estado do Piauí? Se não tinha, caso o chefe do executivo venha tomar conhecimento, o que ele pretende fazer para corrigir esta falha que compromete a lisura do certame?

reu6 reu1

Esses e outros questionamentos foram encaminhados para a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos as respostas.

TÓPICOS CONTROVERSOS 

  1. O processo licitatório das linhas de São Luís está muito contaminado por falhas, por exemplo: na audiência não foi feita a ata como manda a Lei Federal 9784/99 do processo administrativo em seu art 34, ou seja, os presentes deveriam assinar e não assinaram.

1 – Foram feitas questões escritas, o que a legislação de licitação não permite, pois as perguntas não foram protocoladas e somente depois de muita confusão, apenas vinte pessoas falaram e com tempo bastante limitado, como pode não haver audiências nos bairros dos lotes licitados para um contrato de vinte anos? Onde está o Ministério Público do Consumidor?

2 – O Projeto Básico não foi apresentado completo, o que foi dito foi um breve relato do sistema atual e que apenas que haveria quatro lotes e o processo seria invertido com a proposta comercial antes da habilitação (documentos de habilitação, certidões, etc.), esta situação contraria a lei de licitações em que orienta as audiências públicas devem apresentar o projeto básico completo e ainda não se falou nada dos terminais de integração.

BANCO ENVOLVIDO EM ESCÂNDALOS   

  
Na audiência de abertura dos envelopes, as empresas Cisne Branco, Edeconsil (com nome de Edeconvias) e Menino Jesus de Praga (Gemalog) que formaram o consórcio “Nova Ilha”, apresentaram uma carta de fiança de um banco que está na posição acima de oitenta e o Edital obriga ser entre os trinta primeiros bancos. O Banco Pottencial que dá a carta de Fiança ainda está envolvido em escândalos financeiros.

 

Por Dalvana Mendes

 

Piada do Ano: Edivaldo Holanda Jr. é eleito um dos 20 melhores prefeitos do Brasil

COMPARTILHE

O prefeito Edivaldo está entre os 20 melhores gestores municipais do Brasil no que tange à adoção de práticas inovadoras e que estimulem o empreendedorismo e o desenvolvimento econômico. O reconhecimento foi divulgado na 9ª edição do Prêmio Prefeito Empreendedor, realizado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A edição nacional da premiação foi realizada esta semana em Brasília e contou com a participação de cerca de 1.800 prefeitos de todas as regiões brasileiras.

O prefeito Edivaldo participou da Premiação na categoria “Pequenos Negócios no Campo”. O projeto “Fomento aos negócios do Campo”, desenvolvido pela Prefeitura de São Luís, está inserido no contexto do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), de iniciativa do governo federal e executado em parceria com estados e municípios. Coordenado pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa), o projeto conta com articulações também junto às secretarias de Criança e Assistência Social (Semcas) e Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Planejamento e Desenvolvimento (Seplan), além da Defesa Civil, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA) no abate do plantel de frango; e do Programa “Mesa Brasil” do Sesc. Em março deste ano, o projeto foi o vencedor da etapa estadual da premiação.

Desde a sua implantação, há cerca de nove meses, a iniciativa da Prefeitura de São Luís contabiliza cerca de 300 agricultores cadastrados e mais de 30 mil pessoas beneficiadas. A partir da compra da produção de agricultores locais, o projeto beneficia pessoas em situação de insegurança alimentar com a entrega de cestas de alimentos. Assim, a Prefeitura proporciona tanto o acesso à alimentação saudável e concede dignidade e qualidade de vida para quem mais precisa; quanto aumenta a renda dos produtores do campo, estimulando o pequeno empreendedorismo e, por consequência, a geração de novos postos de trabalho no campo.

RECONHECIMENTO

São Luís é a única capital brasileira com reconhecimento do Sebrae na área dos negócios no campo. Para o prefeito Edivaldo, esse é um fator que reforça o caráter pioneiro e ousado do projeto.

“Trata-se de um projeto ousado. Em tempos marcados pela industrialização, buscamos no pequeno produtor rural um caminho de desenvolvimento da nossa cidade. Por meio deste programa, trabalhamos para levar alimento à mesa de quem mais precisa, promovendo dignidade e melhorando a vida das pessoas, tanto na zona urbana quanto no meio rural. Para nós, é motivo de grande alegria o reconhecimento do Sebrae, que nos colocou entre os vinte primeiros num universo de quase dois mil gestores municipais. É um sinal do sucesso desta iniciativa que foi implantada pela nossa gestão”, disse o prefeito Edivaldo. LEIA MAIS AQUI...

“Metropolizar não é discutir limites”, disse Chaguinhas

COMPARTILHE

O vereador Francisco Chaguinhas, líder do PP na Câmara Municipal de São Luís (CMSL), disse na tarde da última quarta-feira (04), durante audiência pública promovida pela Assembleia Legislativa do Maranhão, para discutir sobre os limites territoriais entre São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar, municípios que integram a Região Metropolitana, que a metropolização é um instrumento de gestão, mas para sua efetivação, é preciso muito trabalho.

A audiência foi o resultado de um clamor da sociedade, principalmente dos moradores que residem em comunidades limítrofes, como é o caso dos bairros Parque Vitória, Jardim Turu e localidades adjacentes, que não sabem a qual município pertencem.

Ao falar sobre o assunto, Chaguinhas disse que discutir limites não vai resolver a questão, pois o importante seria buscar mecanismo para a metropolização que, segundo ele, é um instrumento de gestão excelente, mas precisa de muito trabalho.

“Se nós ampliarmos, é muito importante, mas algumas iniciativas ficarão por fora. Metropolizar não é discutir limites. Temos que buscar o ponto de convergência política chamando o Governador do Estado e os Prefeitos dos Municípios. A metropolização tem que ser primária. O governador assume o compromisso e cria uma autarquia chamada agência metropolitana. A vida é uma batalha e tem que ser tratada com muito valor. Esse valor, todos nós estamos multiplicando pelos moradores da região metropolitana. Saber onde estamos, o que temos direito, o que nos falta. E para isso, só a metropolização resultante do ponto de convergência do Governo do Estado e dos Prefeitos”—declarou o vereador progressista.

Além do vereador de São Luís, participaram da audiência os deputados Adriano Sarney (PV), Bira do Pindaré (PSB), Junior Verde (PRB), Wellington do Curso (PP) e Zé Inácio PT).

Escola em São Luís vira Estrebaria para Jumento

COMPARTILHE

A Unidade de Ensino Básico (UEB) Pedro Marcosini Bertol, localizada no bairro Jaracaty, região central da capital maranhense, foi inaugurada na gestão do prefeito Tadeu Palácio e foi batizada na época de Escola Municipal Radialista Deny Cabral, mas a pedido da comunidade, acabou mudando de nome tempos depois.

Essa escola está abandonada pelo poder público e às crianças do bairro são obrigadas a percorrerem vários quilômetros para poderem estudar em outras escolas da capital. E por ironia do destino a mesma escola está servindo de Estrebaria para jumento se abrigar do sol e da chuva.

ESCOLA1ESCOLA2

Enquanto isso, as propagandas mostram uma capital imagética, linda e totalmente diferente da realidade atual. Tanto na educação, quanto na saúde, a situação é precária e tudo que esta sendo mostrado, é apenas um engodo, como se a população de São Luís fosse cega e não conhecesse a realidade da capital.

Se a escola foi emprestada aos jumentos, é bom a Blitz Urbana expulsar eles do local, mas é preciso levar a polícia, na porta da escola, tem o carimbo de uma facção criminosa da cidade.

Vereadora Eidimar Gomes anuncia apoio ao pré-candidato a prefeito Neto Evangelista

COMPARTILHE

A vereadora Eidimar Gomes (PSDB) é a mais nova entusiasta no projeto de Neto Evangelista rumo à prefeitura de São Luís. Por suas redes sociais, o deputado e secretário de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista (PSDB), anunciou o apoio de mais uma liderança dentro do partido à sua pré-candidatura. O tucano se declarou muito satisfeito com a manifestação.

“Com muita alegria recebi o apoio da vereadora Eidimar Gomes, companheira do PSDB, ao nosso projeto de pré-candidatura em São Luís. Valeu, Dona Eidimar!”, declarou ele em  sua página oficial da rede social Facebook.

Somado a ela, outras lideranças também acreditam no potencial de Neto Evangelista, a exemplo do pré-candidato a prefeito em São José de Ribamar, Luís Fernando Silva, que tem sido um dos maiores incentivadores do deputado nesta caminhada. Neto Evangelista tem, inclusive, aparecido muito próximo ao pré-candidato em Ribamar em vários eventos, a convite do próprio Luís Fernando.

 

Eleições 2016: Vários jornalistas e blogueiros poderão enfrentar as urnas este ano

COMPARTILHE

Por Robert Lobato

Alguns jornalistas, radialistas e blogueiros estão dispostos a enfrentar as urnas nas eleições municipais deste ano em São Luis, Paço do Lumiar, Raposa e São Jose de Ribamar.

Pela capital maranhense, comenta-se que os profissionais miranteanos Macial Lima e Roberto Fernandes planejam disputar uma vaga na Câmara Municipal. Os dois são bem conhecidos do público de São Luis pelo trabalho que os colocam diariamente através da telinha ou mesmo pelas ondas da Rádio Mirante AM.

Além desses, circula pela rádio peão de que os Radialistas José Raimundo Rodrigues, Carlos Brandão, e Helena Leite podem entrar na disputa e representar a imprensa na briga. Outro que pode colocar seu nome na disputa é o Jornalista Kim Lopes, que pretende ser candidato a prefeito de Paço do Lumiar.

A blogosfesta ludovicense poderá contar ainda com o blogueiro Luis Cardoso, que ainda não decidiu claramente se será candidato a vereador, mas não esconde de ninguém que tem vontade de enfrentar as urnas em outubro próximo.

Outro blogueiro de São Luis que já anunciou que é candidato a vereador é Marcelo Vieira. Aliás, Marcelo é um dos mais entusiasmados defensores do projeto Wellington do Curso prefeito – 11.

Lá no município de Paço do Lumiar, o blogueiro e contabilista Neto Cruz já está com o seu bloco da pré-campanha nas ruas.

Neto tentará uma cadeira no Legislativo luminense pelo Partido Progressista (PP) representando principalmente a população da sede do município e povoados como Iguaiba, Vila Romualdo, Mojó, Conjunto Habitacional Joaquim Aroso, entre outros da zona rual da cidade.

O jovem blogueiro e presidente municipal do PTdoB, Rilton Silva, ainda não decidiu se será candidato a vereador em Paço do Lumiar, mas pode ser que resolva por topar disputar a eleição para a Câmara Municipal.

Já no município de Raposa o destaque fica por conta do radialista e blogueiro Udes Cruz Filhos, que concedeu neste domingo uma boa entrevista ao Blog do Robert Lobato expondo, entre outras coisas, as razões que o levaram a disputar a vereança pela sua cidade (veja post abaixo).

Na cidade de São José de Ribamar ainda não apareceu, ao menos até agora, um nome da imprensa com disposição de ser candidato a vereador. Mas pode ser que até as convenções surja algum comunicador ribamarense para tentar a sorte no pleito da cidade balneária.

Enfim, deve haver vários candidatos a vereador e mesmo a prefeito de profissionais da imprensa pelo Maranhão afora. Aliás, sinto falta de nomes femininos nas disputas.

Ainda que a classe seja mais desunida do que aquela da galera do arco-íris, jornalistas, radialistas e blogueiros podem contribuir bastante no debate sobre suas cidades mesmo que os demais integrantes da categoria não apoiem.

Um lembrete importante: não adianta imaginar que a exposição pública por conta da profissão é suficiente para garantir os voto e eleger. Não é assim.

É preciso trabalhar com afinco no projeto e principalmente com inteligência.

Do Blog do Robert Lobato 

Gestores precisam respeitar professores ou a cobra vai fumar no Maranhão

COMPARTILHE

Os professores da Rede Municipal de ensino de São Luís podem entrar em greve por tempo indeterminado na capital maranhense. A iniciativa de paralisar as atividades nas escolas, é uma forma de chamar a atenção do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que insiste não respeitar os educadores desde seu primeiro ano de gestão.

Os professores querem um reajuste de 13,68%, o que dificilmente isso irá acontecer. O prefeito Edvaldo Holanda tem hoje um bom interlocutor para dialogar com os educadores, o Secretário Moacir Feitosa, mas não será tarefa fácil. Mas, vai precisar muito mais do que isso para evitar a greve. Moacir necessita de um esforço imenso para apresentar um plano que possa recuperar a educação municipal e pelo menos, devolvê-la ao patamar em que se encontrava em 2008.

Para isso, é fundamental a retomada da valorização dos professores, devolvendo-lhes a autoestima. E isso, passa por uma discussão franca e aberta das reivindicações econômicas da categoria.
A crise política e econômica do país só vem agravando a saúde financeira do município. Isto é fato. Mas a educação, na situação em que se encontra , exige um esforço e uma demonstração de boa vontade. Infelizmente poucos gestores investem em educação no país, o que implica ainda mais na crise de conhecimento.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free