casa » Archivo de Etiquetas: PDT

Archivo de Etiquetas: PDT

Deputado Fábio Macedo deve sair do PDT pela mesma porta que Ricardo Rios entrou

COMPARTILHE

Como bom articulador, o deputado federal Weverton Rocha, tenta fortalecer sua legenda visando as eleições deste ano, já que precisa de no mínimo 1 milhão de votos para se eleger senador da república. Ao mesmo tempo que Weverton copta uma liderança, perde outra.

Na noite desta segunda feira (5), o deputado estadual Ricardo Rios, que em menos de três anos como parlamentar já havia passado por vários partidos, assinou a ficha de filiação no PDT. O presidente estadual do partido, deputado federal Weverton Rocha abonou a ficha.

Para Weverton que luta por uma vaga ao senado, a chegada de Rios é importante para a legenda. “O jovem parlamentar é uma revelação da nossa política estadual e, sem dúvida, veio em um momento importante, de fortalecimento do nosso campo político do partido, do nosso projeto de reeleição governador Flávio Dino e da entrada do PDT na chapa majoritária, disputando a pré-campanha no Senado Federal”, afirmou Weverton.

O presidente da Assembleia, Othelino Neto, prestigiou o ato, assim como os deputados da bancada pedetista Rafael Leitoa e Glaubert Cutrim. O partido tem a segunda maior bancada da casa, atrás apenas do PCdoB.

Mas pela mesma porta que Ricardo Rios entrou, a ex-secretária adjunta de saúde, Rosângela Curado e e o deputado estadual Fábio Macedo devem sair. Nos bastidores, é dado como certa a saída do deputado Fábio Macedo do partido, e que estaria desembarcando no DEM. Já Rosângela Curado ainda não definiu sua nova legenda.

 

PDT anuncia apoio a Dilma e indica que pode punir dissidentes

COMPARTILHE

O líder da bancada do PDT na Câmara, deputado federal Weverton Rocha (PDT-MA), anunciou nesta quarta-feira (13) no salão verde da Câmara que o partido fechou questão e orienta o voto contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. “Não é agora, nesse momento, que nós vamos estar pulando do barco, como se fôssemos ratos”, disse Rocha.

Segundo o parlamentar, nova decisão, que ratificou uma anterior idêntica de janeiro, foi tomada após uma reunião que começou na noite desta terça-feira (12) e acabou à 1h30 da madrugada, na sua residência, com a presença de 19 dos 20 deputados da bancada, do ministro das Comunicações, André Figueiredo (PDT-CE), e do presidente nacional da sigla, o ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi (RJ).

O deputado ausente foi Mario Heringer (PDT-MG), que no final de 2015 deu indicações de que seria favorável ao impeachment de Dilma Rousseff.

Indagado pelos jornalistas se haverá punições a eventuais dissidentes, Rocha afirmou que, em maio, o diretório nacional estará reunido e poderá analisar as consequências.

“Se você faz parte de uma agremiação, a instância máxima, que é o diretório nacional, se reuniu, e se você não acompanha, óbvio que você está sendo submetido a qualquer tipo de sanção”, disse Rocha.

A oposição conta com um apoio mais amplo do PDT ao afastamento da presidente, considerando no máximo 12 votos a favor de Dilma, na bancada formada por 20 deputados.

O parlamentar, porém, negou haver um “racha” na bancada. “A nossa reunião foi tranquila, com opiniões divergentes, como é característico de toda agremiação partidária. Cada um tem a sua tese, e é óbvio que você ouve a tese de cada um. Mas a ampla maioria acatou a decisão do partido e vamos todos de forma unânime acompanhar o PDT”, disse o líder da bancada.

Segundo Rocha, o deputado Heringer “é um dos críticos” no partido, mas iria ter uma conversa com ele nesta tarde. “Tenho certeza de que vai acompanhar também o partido.”

BLOG DO GILBERTO LIMA

 

PDT tem maior bancada na Câmara Municipal de São Luís

COMPARTILHE

Na reta final do prazo para filiações partidárias, ao menos sete dos 31 vereadores de São Luís negociam ou negociaram a troca de legenda para a eleição do ano que vem. Eles têm até o próximo dia 2 de outubro – um ano antes do pleito – para confirmar à Justiça Eleitoral a mudança de sigla.  De olho no calendário, os vereadores avaliam os riscos, negociam apoios e se preparam para a troca de legenda.

Não há uma lista oficial informando as mudanças porque os vereadores não são obrigados a comunicar à mesa diretora da Câmara, apenas ao juiz eleitoral. Mas são pelo menos sete parlamentares que trocaram de partido, inclusive o presidente da Casa, vereador Astro de Ogum, que saiu do PMN para ingressar no PR. Ao todo, cinco parlamentares trocaram de legenda até o momento. Outros dois também devem comunicar a mudança de partido, mas ainda não há registro oficial.

O vereador Osmar Filho, líder do governo,  deixou o PSB e se filiou ao PDT. Este já é o terceiro partido do parlamentar nesta legislatura. Ele se elegeu pelo PMDB e depois mudou para o PSB. Com a nova adesão, o PDT passa a ter a maior bancada da Câmara com quatro vereadores: Além de Osmar, Pavão Filho, Barbosa Lages e Ivaldo Rodrigues.

Entre os que também mudaram de partido na Câmara mais de uma vez está à vereadora Rose Sales, que foi eleita pelo PCdoB, mas havia trocado a pelo Partido Progressista (PP) e agora está sem filiação. O vereador Francisco Chaguinhas saiu do PRP e ingressou no PSB, assim como Estevão Aragão, que largou o PPS para aderir ao SD. Nos bastidores, a informação é que os dois parlamentares não disputem à reeleição pelos seus atuais partidos.

AINDA ESTÃO SEM PARTIDO

A cerca de oito dias do prazo final da Justiça Eleitoral para as filiações partidárias, três vereadores da capital não têm legenda. Antônio Marcos, o Marquinhos Silva, ex-PRB, enfrenta dificuldades para obter espaço em outra sigla; Ricardo Diniz, ex-PHS, estuda duas opções.

No caso da vereadora Rose Sales, a expectativa é que ela vá para uma das duas legendas criadas recentemente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE): Rede Sustentabilidade e Partido Novo.

O final de setembro vai marcar o encerramento do prazo para que aqueles que desejam disputar cargo eletivo no pleito de 2016 estejam devidamente inscritos em uma agremiação partidária e, assim, credenciados perante a Justiça Eleitoral para disputar um cargo eletivo.

A regra eleitoral vale também para os detentores de mandato que desejam trocar de partido para a sucessão do próximo ano, embora a mudança seja permitida apenas nos casos onde comprovadamente exista a justa causa para a troca partidária.

 

Texto: Isaias Rocha

 

Ivaldo Rodrigues fala sobre as novas filiações no PDT

COMPARTILHE

Aconteceu hoje (28) o ato de filiação do PDT no Maranhão que, segundo as lideranças da legenda, recebeu aproximadamente 15 prefeitos de municípios maranhenses, incluindo Caxias, São José de Ribamar, Viana e São Luís, além de vereadores. O ato contou com a presença do presidente nacional do partido, Carlos Lupi, e de outras lideranças nacionais e do governador do estado, Flávio Dino (PCdoB). A reportagem de O Imparcial conversou com o vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), que falou, entre outros assuntos, sobre a preparação do partido para as eleições do próximo ano. Ivaldo garantiu que o partido, que tem mais de 2 mil filiados em todo o estado, fará a maior aliança da história das eleições ludovicenses, em prol da candidatura de Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Essa aliança, segundo ele, poderá contar, inclusive, com a presença do PSDB, que, atualmente, tem projeto de candidatura própria.

O Imparcial – Qual o objetivo do PDT em realizar essa filiação em massa de tantos prefeitos?

Ivaldo Rodrigues – O PDT sempre foi um partido muito forte no estado, queremos apenas retomar o nosso legado, temos uma formação partidária que nos permite isso. Isso é muito importante para nós, no momento em que o governo do estado é um governo popular e democrático. Vivemos um novo momento no estado. Queremos ser protagonistas nesse momento. Em 2018, nas eleições para o Senado, o PDT seguramente deverá concorrer com uma vaga. Em 2016, teremos candidatos em cidades grandes, como é o caso de Imperatriz, com a Rosângela Curado. As principais cidades do estado serão comandadas pelo PDT.

O Imparcial – O PDT tem um projeto de poder em médio prazo?

Ivaldo Rodrigues – Nós temos uma aliança com o PCdoB e com o governador Flávio Dino, mas, como temos eleição para o Senado, em nível de Senado nós temos pretensões, para isso que estamos nos fortalecendo.

O Imparcial – Sobre a questão do Ministério do Trabalho, o deputado Weverton Rocha já negou que irá assumir a pasta. Mas como realmente está essa questão?

Ivaldo Rodrigues – O partido é da base aliada da presidenta Dilma, no entanto, temos uma bancada bastante independente. Eu acredito que o Weverton seria um grande ministro porque é um deputado muito articulado, a nível nacional, não é um deputado regional, vai assumir o comando do partido amanhã, será o novo presidente, tem uma influência grande no diretório nacional do partido. Tem uma força muito grande com a presidenta Dilma, tanto que é um dos vice-líderes do governo na Câmara. Eu acredito que Weverton teria condições plenas de ser ministro. Mas é uma decisão nacional.

O Imparcial – Em Ribamar, o PDT vai com Luís Fernando?

 Ivaldo Rodrigues – Essa é uma decisão que ainda estamos estudando, até porque o presidente Gil Cutrim, com o comando do partido em Ribamar, deverá montar as suas articulações.

O Imparcial – Como o PDT articulou a vinda de Edivaldo Holanda Júnior?

Ivaldo Rodrigues – Lançamos o convite, que foi feito oficialmente por mim, no Congresso da Juventude do Partido. O prefeito já tinha pensado nisso, mas a liberação dele dependia da direção nacional do PTC, por questões burocráticas.

O Imparcial – Como o PDT está pensando o cenário eleitoral em São Luís para 2016, vai chamar os partidos para conversarem?

Ivaldo Rodrigues – Nós temos hoje como trazer, inclusive, o PSDB, temos uma aliança ampla e irrestrita. Vamos conversar com todos os partidos para apoiarem o Edivaldo. O PDT tem uma vanguarda histórica de alianças em São Luís. Na última eleição de Jackson Lago, construímos uma aliança de mais de 17 partidos, construímos a maior coligação política já existente em São Luís e nós vamos repetir essa aliança.

O ato contou com a presença do presidente nacional do partido, Carlos Lupi, e de outras lideranças nacionais e do governador do estado, Flávio Dino (PCdoB).

TEXTO:Glaucione Pedrozo

PDT realiza amanhã (25) Congresso da Juventude Socialista de SLZ

COMPARTILHE

PDT

A Juventude Socialista do Partido Democrático Trabalhista (PDT) realiza neste sábado (25), das 8h às 16hs, no Ginásio Tião Viana, no Parque do Bom Menino, o Congresso da Juventude de São Luís. Em pauta, temas importantes como as políticas públicas voltadas para os jovens, à reforma política e a proposta de redução da maioridade penal. Lideranças comunitárias e partidárias já confirmaram presença no encontro, que encerra uma série já realizada pela JSPDT em outros municípios do Maranhão.

O deputado federal Weverton Rocha é uma das lideranças do PDT que participarão do Congresso da Juventude Socialista na capital maranhense. Ele debaterá com os congressistas em painel sobre a reforma política que está em discussão na Câmara Federal. E contará com a presença do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC).

Depois dos debates sobre reforma política e a proposta de redução da maioridade penal, serão formados grupos de trabalhos sobre “Políticas públicas de juventude”, “Movimento estudantil secundarista e universitário”.

A programação do encontro inclui ainda a apresentação dos grupos Hip Hop, Grafite e Evangelho, e contará com a participação do elenco do filme “Muleque, té doido!”

“Nosso objetivo é incluir a juventude do nosso partido na discussão de temas que estão em evidência no Maranhão e no Brasil, além de tratarmos das políticas públicas de interesso dos jovens e da importância da participação deles nas questões políticas e partidárias”, ressalta Raimundo Penha, presidente estadual da Juventude Socialista do PDT.

Ao final do encontro também serão eleitos os delegados de São Luís para a Conferência Estadual da Juventude, programada para o mês de maio. E este, por sua vez, elegerá os representantes ao Congresso Nacional da Juventude do PDT previsto para ocorrer no mês de junho em Brasília.

Pedetista teve dois projetos de lei aprovados esta semana na Câmara

COMPARTILHE

sBT

O vereador de São Luís, Ivaldo Rodrigues (PDT), começou o período legislativo de 2015 com força total. Logo na primeira semana, o parlamentar teve dois projetos de lei e um requerimento aprovados por unanimidade na câmara municipal de São Luís.

O primeiro projeto a ser aprovado por todos os vereadores presentes ao plenário nesta semana, foi o de Nº 017/2011, que irá criar “CALÇADAS ECOLÓGICAS” no município de São Luís. Já o segundo projeto de lei aprovado no legislativo Ludovicense esta semana, é o de Nº 020/2014, que institui a “SEMANA MUNICIPAL DE CONSCIENTIZAÇÃO E INCENTIVO AO COMBATE AOS MAUS TRATOS AOS ANIMAIS DOMÉSTICOS NO MUNICÍPIO DE SÃO LUÍS”.

Para encerrar com chave de ouro a primeira semana de trabalho no Legislativo Ludovicense, Ivaldo Rodrigues teve o requerimento de Nº 032/2015 aprovado, que solicita do prefeito de São Luís, Edivaldo Junior e da SEMOSP, serviços de terraplanagem e asfaltamento das Ruas: Siqueira Campos e Santo Antônio, no bairro Vila Luizão.

Em 2014, o vereador pedetista ficou entre os parlamentares que tiveram projetos aprovados na câmara municipal de São Luís. Já em seu terceiro mandato na câmara, Ivaldo vem desempenhado um trabalho magnífico e isso lhe credencia como forte nome ao quarto mandato.

PDT realiza Convenção Municipal

COMPARTILHE

PDT

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) de São Luís realizou, na tarde desta sexta-feira (28), a sua Convenção Municipal para a eleição do Diretório Municipal, que conduzirá a sigla na capital maranhense pelos próximos dois anos, e para debater sobre a intensa participação do partido durante as eleições deste ano.

O deputado federal Weverton Rocha, reeleito como presidente do diretório, destacou a importante participação do partido durante o pleito de 2014, que obteve êxito tanto no âmbito estadual – com a eleição de Flávio Dino -, como no âmbito nacional – com a reeleição da presidente Dilma Rousseff. “O nosso partido vem dia após dia se reinventando e se fortalecendo, e temos demonstrado, tanto a nível nacional, como estadual, a sua importância. Aqui em nosso estado, chegamos neste momento com a sensação de missão cumprida”, declarou Weverton.

O presidente estadual da sigla, Julião Amim, relembrou com orgulho o papel do PDT no estado e destacou a felicidade do partido em contribuir com o próximo governo. “Fomos o primeiro partido a declarar apoio ao Flávio e estou muito feliz por ter participado dessa vitória histórica”, disse.

O momento contou com a participação do governador eleito, Flávio Dino, que prestigiou o evento e destacou o importante trabalho desenvolvido pelo PDT durante as eleições que culminaram em sua eleição. “É uma alegria muito grande partilhar deste momento com todos os companheiros do PDT que muito contribuíram para a nossa vitória no estado. A minha vitória representa a vitória de Neiva Moreira e de Jackson Lago, porque neste ano derrotamos para sempre a oligarquia. Agradeço muito ao PDT pela sua maturidade política e confio muito em sua força, pela sua história e por ser uma força presente que será capaz de nos ajudar a mudar a vida de sete milhões de maranhenses”, falou.

Dino destacou ainda o seu critério em escolher os nomes que irão compor a sua equipe de governo a partir do próximo ano e ressaltou o perfil técnico dos pedetistas que contribuirão de maneira direta com sua administração. “Na formação da minha equipe, eu levei em conta critérios técnicos e políticos, e cada nome foi escolhido com muito cuidado, para que de fato possamos levar para as pessoas aquilo que elas tanto almejam: a mudança”.

Durante o evento, inúmeros nomes do partido, como o vereador de São Luís Pavão Filho, e os deputados estaduais eleitos, Rafael Leitoa e Fábio Macedo, falaram do protagonismo de luta do partido dentro do estado e ressaltaram a disposição de seus mandatos. “No Maranhão é necessário mudar o modelo político que é exercido, e nosso partido sempre foi protagonista nesta luta. E todos arregaçaram as mangas em favor deste momento histórico que vivenciamos”, enfatizou Pavão Filho.

O momento contou, ainda, com a participação do deputado federal Pinto da Itamaraty (PSDB), representantes e militantes de diversos movimentos do partido, além de simpatizantes.

Após a convenção foi feita, ainda, a abertura do Retiro da Juventude Socialista do PDT, que ocorrerá até o próximo domingo (30) e contará com a participação de cerca de 100 jovens de 20 municípios maranhenses. O encontro tem como principal objetivo a formação política dos jovens.

Novo Diretório Municipal do PDT São Luís – Weverton Rocha (presidente), Raimundo Penha (vice-presidente), Pavão Filho (2º vice), Luzimar (tesoureira) Júlio França (secretário), Conceição Maia (1ª vogal).

Aécio leva taca nas urnas do maranhão

COMPARTILHE

PT

Se no primeiro turno a surra foi grande, no segundo turno a taca foi ainda maior. A disputa entre Dilma & Aécio pela presidência da república mostrou o quanto o nordeste é forte e o Maranhão representa para o Brasil. Com 78,76% dos votos válidos, Dilma faturou 2.475.762 votos, contra 667.517 de Aécio Neves no Maranhão. Em 217 municípios maranhenses, Aécio venceu só em São Pedro dos Crentes, com uma diferença de apenas 5 votos.

A oportunidade de fazer um mandato diferente e bem melhor que o primeiro, levou Dilma à vitória ontem (26) no segundo turno com mais de 3 milhões de votos à frente de Aécio Neves. Em uma disputa acirrada, talvez a mais disputada dos últimos 20 anos, Dilma só viu a vitória após os acréscimos. Mesmo assim, o Brasil fez a festa e principalmente as regiões norte e nordeste.

Mas não foi só nas regiões taxadas como pobres, que Dilma foi bem votada. No sudeste Dilma bateu Aécio no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, terra do tucano. No norte, apenas no Acre o tucano venceu a petista. Já no Centro-Oeste Aécio fez a festa. Agora fica a grande pergunta: Porque Aécio perdeu até em seu estado? Cadê os 92% de aprovação do governo Aécio? Se um filho não serve bem sua terra, vai servir a nação?

A grande questão que tomou conta do Brasil logo após a vitória de Dilma foi o ódio e a xenofobia. Sulistas escrachando como os nordestinos e até os tucanos do norte e nordeste falando e escrevendo horrores nas redes sociais. Isso é a prova da violência no país. O que mostra são os interesses individuais e não coletivos.

Durante a campanha vi pessoas com alta capacidade de conhecimento, falando coisas inexistentes e esquecendo a história do Brasil. Muitos mostraram que não conhecem seus Estados e muito menos seu país. Pessoas falando de economia, inflação, emprego, educação, saúde, transporte e até aumento na conta de luz da Cemar. Foram os verdadeiros papagaios ensaiados.

Até em nossa brilhante imprensa, vi colegas profissionais falando coisas absurdas. Esses perderam as aulas de Jornalismo social. O Brasil não pode voltar a miséria, o povo pobre também sente fome e sede. O pobre merece respeito. Estaremos de olho nos próximos 50 meses.

O partido democrático trabalhista (PDT) foi o que mais vestiu a camisa petista no segundo turno. Representado por Weverton Rocha, Julião Amim & Ivaldo Rodrigues, o PDT promoveu uma campanha 24h e não saiu das ruas nenhum segundo. Os pedetistas mobilizaram o Maranhão inteiro, principalmente São Luís.

 

Câmara faz homenagem à Brizola

COMPARTILHE

AAAbrizola

O eterno governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola (PDT), e único político do Brasil em desafiar a o Sistema Globo de Comunicação teve seu nome lembrado em homenagem da Câmara Federal, em memória do grande líder Pedetista após dez anos de sua morte. Considerado pelos cariocas como o percussor da escola integral no estado, quando criou o famoso Brizolão, onde as crianças tinham educação e lazer ao mesmo tempo, Brizola foi batizado como o rei da educação. Hoje, em seção solene, o único político a governar dois grandes Estados, foi lembrado pela bancada do PDT.

Weverton

Está confirmado: Ivaldo é oficialmente candidato a deputado estadual

COMPARTILHE

IV1

O que todo mundo esperava foi confirmado hoje (29) em convenção realizada no centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, no bairro Cohafuma em São Luís. Com milhares de militantes, o Partido Democrático Trabalhista, PDT, realizou sua convenção hoje e lançou a candidatura do Vereador de três mandatos, Ivaldo Rodrigues, a deputado estadual.

Na chegada de Ivaldo ao local da convenção, dezenas de lideranças de todo estado do Maranhão, o receberam com abraços e muito carinho. Ivaldo por alguns minutos se tornou o garoto propaganda do PDT. Foram centenas de flashes de vários fotógrafos que o esperavam na subida da escadaria. Sempre muito querido pelo público, Ivaldo Rodrigues com toda sua gentileza ouvia seu nome sendo cantado por milhares de pessoas que vieram de várias partes do Maranhão.

IV2IV3

Durante o evento que reuniu milhares de militantes, Ivaldo recebia o carinho de todos os cantos e ao mesmo tempo dava atenção a cada um que o abraçava. “É maravilhoso receber o carinho desse povo que veio de todos os lados. Isso é o fruto de um grande trabalho feito durante meus mandatos de vereador. Por esse motivo fui eleito três vezes para a câmara municipal, e agora esse mesmo povo que reconhece minhas lutas, vai me levar para a Assembleia- disse o candidato a deputado estadual, muito emocionado”.

IV4IV5

Antes da convenção, Ivaldo Rodrigues passeou por todos os setores no local do evento. Como de rotina, Ivaldo chegou bem cedo, para sentir o calor de cada pessoa que chegava. Mesmo sendo do PDT, Ivaldo foi abraçado por amigos do PT, PPS e tantos outros partidos. O certo mesmo, é que Ivaldo tem um grande público em todo Maranhão e não será surpresa se ele for o rei das urnas em outubro.

IV6IV7

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free