casa » Archivo de Etiquetas: Maranhense

Archivo de Etiquetas: Maranhense

Elbrus na Ásia

COMPARTILHE

O staff e o corpo técnico do Complexo Fabril de Ar-Condicionado Elbrus – marca genuinamente maranhense, comercializada no país pelo Grupo Nordeste Refrigeração – estão na Alemanha, em reunião com indústrias europeias. Da Europa prosseguirão para a China, onde vão participar da maior feira do setor e ficarão 20 dias em negociações internacionais para firmar novas parcerias com os Tigres Asiáticos. O grupo, a convite, visitará ainda importantes indústrias chinesas do setor. O país é um dos principais fabricantes mundial de ar-condicionado.

Composto por Domingos Genival (CEO), engenheiro mecânico Rodrigo Pereira, Roberto Matheus (TI), administrador Clayton Melo e pelo agente internacional Francisco Robério, o grupo fortalecerá parcerias existentes e ampliará a linha Elbrus, com aquisição de avançadas tecnologias para produção de ar-condicionado e dos novos equipamentos que serão produzidos no Complexo Fabril Elbrus, em fase de implantação na área industrial de São Luís/MA. Com investimento em equipamentos superior a R$ 17 milhões, o Complexo tem previsão de gerar mais de 300 empregos.

Saiba mais:

Desde sua criação, em 2010, a Elbrus propôs ser referência em ar-condicionado. Sua linha de produtos é moderníssima, com design inovador, construída com a melhor e mais alta tecnologia mundial. Elbrus é uma marca comprometida com o conforto das pessoas e o meio-ambiente. Seus aparelhos são inteligentes e econômicos, com vistas ao bem-estar e à qualidade de vida. Os condicionadores de ar Elbrus, além de possuírem uma linha exclusiva de produtos que funciona com gás ecológico, são detentores do Selo Procel, o que garante o menor consumo de energia elétrica.

 

Guerra entre Sarney x Flávio Dino atinge 7 milhões de maranhenses

COMPARTILHE

Uma briga que nunca terá fim. É uma verdadeira guerra civil, onde a maior vítima é o maranhense. Dizem que vidro não briga com pedra, mas no Maranhão até a política supera a química, onde água e óleo formam uma mistura homogênea. Desde 2014, o que deveria ser rivalidade acabou se tornando uma guerra entre dois poderes. Digamos que Flávio Dino seja a Coreia do Sul e José Sarney a Coreia do Norte. Não há paz e o povo é quem paga o pato. A guerra é bruta, e muita gente pode morrer. Nem os Estados Unidos conseguem resolver o problema. Mesmo com todo arsenal nas mãos Flávio Dino não consegue enfrentar Sarney de frente. Aí vem a velha máxima, dono da bola e da equipagem, mas não sabe jogar.

O campo mais usado para os embates são as redes sociais, principalmente Facebook e Twitter. Taxado como oligarca, Sarney não deixa barato as intenções de Flávio Dino. E entre os Leões e a Raposa velha, quase sempre o comunista perde. A falta de experiência política e jogo de cintura, mostram que sempre Sarney com apenas um chute incomoda o Palácio dos Leões. A preocupação com Sarney faz com que Dino esqueça o principal aliado, o povo.

Nessa guerra de puxa e empurra, o mais prejudicado é o povo maranhense. Uma briga que confunde legenda partidária com benefícios à população. Se Flávio Dino busca algum benefício ao povo maranhense e não acontece, a culpa é de Sarney. Quando algum deputado estadual envia emenda para um município e o prefeito é aliado de Sarney, Flávio Dino veta. Uma doença que precisa ser tratada antes mesmo de contaminar nosso povo que não tem nada haver com essa briga de comadres.

São ideologias que mudam a cada minuto, opiniões que caem por terra a cada acontecimento político e uma briga que não passa de um espetáculo. O que mais se ouve nos bastidores são os possíveis desvios feitos pelos governadores anteriores, que segundo os anti sarneysistas atrasou o Maranhão. Agora uma pergunta não quer calar; Sarney estava sozinho nesse grupo que afundou” o Estado? Claro que não. Alguns que faziam parte do time de Sarney, hoje tomam água no mesmo copo de Flávio Dino. Os escândalos continuam sendo noticiados nos principais meios de comunicação do Estado. Sarney não está mais no comando do Maranhão.

Nenhum laboratório conseguiu criar um remédio para curar o câncer, mas no Maranhão já foi criado uma ampola que cura contra o sarneysismo. Todos que faziam parte do grupo Sarney e que agora estão com aliança no Palácio dos Leões não são mais oligarcas e muito menos sarneysistas. Um exemplo recente foi a ida do deputado federal Pedro Fernandes, um dos principais aliados do grupo Sarney, o ex-deputado federal Gastão Vieira, o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando, os deputados federais Kléber Verde, Jucelino Filho e Júnior Marreca, além do vereador de São Luís, Astro de Ogum – um Roseanista declarado, mas com postura diferente de muitos políticos. Todos estão curados e não fazem mais parte do grupo oligarca. Zé Reinado é a prova de um sarneysista fiel e hoje mentor do governo comunista. Tantos outros também foram curados simplesmente para enfraquecer o grupo Sarney, que mesmo fora do poder, tem atrapalhado a gestão do comunista e principalmente a vida dos maranhenses.

Não vejo razão para tanta briga, onde o povo é quem sofre com a falta de verbas que deixam de ser investidas na saúde, educação, saneamento básico, segurança pública, infraestrutura e políticas públicas. Tudo para oferecer em troca de apoios, segundo a rádio peão. O poder é a joia principal em disputa, o povo pouco importa, e no final de tudo, quem era adversário vira aliado e na maioria das vezes os aliados viram adversários por não cumprirem com os acordos da madrugada. O maior exemplo hoje na política do Maranhão é o senador Roberto Rocha, que de protagonista acabou se tornado um vilão.

Sarney é a prova viva de que política se faz com diálogo e não com perseguições, segundo comenta-se nos bastidores. Se o Estado possui 217 municípios, lógico que temos 217 prefeitos. Mas na planilha atual não funciona assim. Como ter moral para falar ou questionar sobre o comportamento do velho Sarney, que de política tem mais de meio século? É do tipo daquele que mal entrou no ônibus já quer sentar na janela e ainda dar aula ao motorista.

Para que essa guerra acabe de uma vez por todas, basta Flávio Dino esquecer Sarney, focar no seu objetivo, parar de copiar o autor de Saraminda, deixar de achar que ainda é juiz e passar a ouvir mais o clamor do povo. A contradição tem prejudicado bastante e aumentado o descrédito do atual governador por não confirmar sentado o que sempre fala em pé. Um exemplo para encerrar o texto: Flávio Dino chama o Sistema Mirante de Comunicação, de propriedade de Sarney, de “Sistema Mentira”. Mas onde o governador anuncia suas ações? Na mirante. Então é verdade ou mentira suas ações? O povo não é mais besta. Tá na hora de pensar o que falar e parar de achar que o povo é surdo, mudo e cego. Sarney só ainda respira na política porque toda hora alguém que se diz adversário assopra nas narinas dele e a mídia joga no AR.

 

 

 

Timon vence Pinheiro e garante vaga na final da Série B Maranhense 2017

COMPARTILHE

O Timon Esporte Clube é a primeira equipe finalista do Campeonato Maranhense da Série B do Campeonato Maranhense 2017. Em partida realizada neste sábado (28) no Estádio Miguel Lima na cidade de Timon, a equipe da casa conseguiu sua classificação com uma vitória por 3×0  diante do Pinheiro Atlético Clube.

Os gols da partida foram marcados por Rogerinho aos 14 minutos do primeiro tempo, Diogo aos 5 minutos do segundo tempo e Alessandro aos 44 minutos do segundo tempo. Com a vitória o Timon aguarda o classificado entre Bacabal X Expressinho que se enfrentarão amanhã no Nhozinho Santos, em São Luís.

“Graças aDeus tive a felicidade de marcar o terceiro gol, que garantiu a classificação da nossa equipe para a decisão da competição. Agora é aguardar para saber quem será nosso adversário na decisão “. Declarou Alessandro.

Na final da competição, o Timon Esporte Clube enfrentará o vencedor do confronto Expressinho e Bacabal, que precisa vencer neste domingo (29) às 15h45 se quiser jogar a final por dois empates. O primeiro jogo no Correão o BEC bateu o Furacão da Cohab por 3×0.

Por www.maranhaoesportes.com

Urgente: Maranhense em estado grave precisa de ajuda para voltar a São Luís. Vamos ajudar!

COMPARTILHE

“Amigos e amigas, estamos iniciando uma campanha para trazer um maranhense de volta para sua terra. Estamos falando de Janilson Eduardo Aragão Diniz (meu irmão), de 34 anos, e que teve, em abril deste ano, que se submeter a uma cirurgia intracraniana para a retirada de um tumor cerebral em São Paulo.

Apesar da cirurgia ter sido bem sucedida, ele teve complicações pós cirúrgicas e pela gravidade do caso, Janilson segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Beneficência Portuguesa, na capital paulista, necessitando de suporte médico avançado e, infelizmente, sem prazo de alta hospitalar.

A família de Janilson, por questões clínicas, humanitárias e financeiras, está tentando sua transferência para São Luís. Só que infelizmente o plano de saúde (Sul América), negou a transferência por via aérea, assegurando apenas a transferência por via terrestre, o que seria uma temeridade devido à gravidade do paciente. Além disso, a própria equipe médica que lhe acompanha em São Paulo, já assegurou que só liberará o paciente em uma eventual transferência aérea.

Por conta desse impasse, a família de Janilson resolveu iniciar uma campanha nas redes sociais para tentar arrecadar o valor de R$ 67 mil, que seria o custo de uma UTI móvel para efetivar a transferência do paciente de São Paulo a São Luís.

Quem puder e quiser ajudar, pode entrar em contato com Janaina Aragao (98-987332474 ou 98- 982695701 e/ou depositar nas contas bancárias ( #Bco do Brasil: Agência 2953-X, Conta Poupança: 28.747-4, Variação: 51 ou #Caixa Econômica Federal: Agência: 1739, Operação: 013, Conta Poupança:000.333.78-9). Obrigado a todos p atenção e qualquer quantia é válida. #vamosajudarjanilson #Janilsondevoltapcasa”.

Por John Cutrim

Maranhense Série B: PAC empata e BEC vence na segundinha

COMPARTILHE

Começou na tarde desta quinta-feira (12), as disputas do Campeonato Maranhense da Série B 2017, competição promovida pela Federação Maranhense de Futebol ( FMF), e que garante ao campeão, uma vaga na Primeira Divisão em 2018. O torneio tem 4 participantes e será disputado em jogos de ida e volta, com dois grupos de 2 times cada.

No estádio Costa Rodrigues na cidade de Pinheiro, na baixada maranhense, a equipe do Pinheiro Atlético clube (PAC), empatou com o Expressinho em 1×1. Os gols da partida foram marcados por Mateus Vieira aos 5 minutos do segundo tempo para a equipe do PAC, enquanto Anderson empatou para o Expressinho aos 39 minutos do segundo tempo.  No outro jogo da rodada, o Bacabal Esporte Clube (BEC) jogando no estádio Correão, derrotou o Timon pelo placar de 2×1. Os gols do Leão do Mearim foram marcados por Bruno e Elton, enquanto Ailton marcou para o Timon.

As partidas de volta acontecerão no próximo domingo (15). Em São Luís às 15h45 no estádio Nhozinho Santos, o Expressinho enfrentará o Pinheiro Atlético Clube, enquanto no estádio Miguel Lima, o Timon enfrentará a equipe do Bacabal.

Por MaranhãoEsportes

Bandido perigoso do Maranhão é preso no Rio de Janeiro pelo Bope

COMPARTILHE

G1/RJ – Apontado como um dos líderes da maior e mais violenta rebelião já registrada no sistema penitenciário do Maranhão, Nilson da Silva Sousa, o Diferente, foi preso por policiais militares nesta sexta-feira (4), no conjunto de favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio. Ele estava foragido desde maio deste ano.

A operação para prender o criminoso, realizada na manhã desta sexta, contou com 60 homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e outros 30 do Batalhão de Ações com Cães (BAC) e foi desencadeada com base em informações da Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública sobre a localização do foragido.

Ao chegarem à comunidade, os policiais do Bope foram recebidos a tiros por criminosos locais, mas não houve feridos.

Diferente, que fugiu do Presídio São Luís em 23 de abril deste ano, foi um dos líderes da rebelião ocorrida no complexo prisional de Pedrinhas, na capital maranhense, em novembro de 2010. A violência da rebelião, que deixou 18 mortos, sendo três por decapitação, ganhou destaque nacional.

O criminoso já havia fugido da penitenciária em fevereiro, junto com mais dois detentos, mas foi recapturado após cometer um assalto a uma agência dos Correios na cidade de Imperatriz (MA).

Ao ser capturado, Nilson apresentou um documento de identidade falso, com o nome de Elivelton Souza Rocha, mas foi reconhecido pelas tatuagens e características físicas. Levado à Central de Garantias, ele teve a identidade confirmada.

Maranhense é campeão mundial de Jiu Jitsu

COMPARTILHE

O maranhense Felipe Costa, de 16 anos, conquistou a medalha de ouro no Mundial Juvenil de Jiu Jitsu, que aconteceu no último final de semana em São Paulo.

Felipe é Faixa Azul e disputou o campeonato na categoria leve. Para o jovem a lutador, a conquista serve para coroar a dedicação, muitas horas de treino e própria dificuldade financeira. O atleta não pensa em parar com a conquista do mundial juvenil e já sonha com medalha de ouro no mundial adulto.

“Estou muito feliz com essa conquista e em sinto orgulhoso de representar o Maranhão e o meu país nesta competição. Essa vitória é um gás a mais para eu continuar lutando”, disse o campeão.

Uma grande festa está sendo preparada para receber Felipe quando retornar para capital maranhense.

TEXTO: Tarcísio Brandão

 

Piloto maranhense entra na disputa do “Sertões” 2015

COMPARTILHE

Faltando menos de uma semana para a largada do 23º Rally dos Sertões, o maranhense Fábio Cadasso entra na disputa e participa da maior competição Off Road do Brasil. A prova considerada a segunda maior do mundo, acontece de 1 a 8 de agosto, com largada em Goiânia e chegada em Foz do Iguaçu (PR).

O experiente piloto explica que a decisão só foi possível após definição de patrocínio por parte do Governo do Estado e da Companhia Enérgica do Maranhão, CEMAR, que sinalizaram patrocínio por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. “Estamos vencendo a primeira de uma grande batalha que é correr representando o nosso Estado. Conseguir apoio e incentivadores ainda é uma tarefa bastante difícil, mas não desistimos e estamos no páreo e se Deus quiser vamos representar bem o nosso Maranhão”, detalhou o piloto que por falta de incentivo deixou de participar de várias competições nacionais no ano de 2014.

Nesta edição dos Sertões, Cadasso que já correu categorias como Carro e Caminhões, volta a apostar no Carro na categoria Production T2/TR4, pela equipe Mitsubishi.

“Estou ansioso e bastante feliz porque volto a pilotar uma TR4 que me rendeu bons resultados em 2013. Temos muita confiança que vamos buscar o melhor resultado representando o Maranhão na final”, explicou o piloto que tem como navegador o experiente João Afro que disputa seu segundo Sertões.

A dupla maranhense também está no páreo para a disputa de três etapas do Brasileiro de Cross Country que será realizada nos primeiros dias do Sertões 2015, competição que já rendeu primeiro lugar no pódio para o maranhense.

RALLY DOS SERTÕES

Pelo segundo ano consecutivo, o Sertões ocorrerá em prólogo mais sete etapas com total de 183 participantes. No total, serão 2.917 quilômetros de percurso, sendo 1.487 de trechos cronometrados.

O Autódromo Internacional de Goiânia será a base do Rally dos Sertões na cidade. As atividades começam a partir de 29 de julho, quarta-feira, com a abertura da área de box.

PROGRAMAÇÃO DO RALLY SERTÕES 2015

29/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
10h30 – Abertura da área de box

30/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
10h30 às 18h30 – Vistorias técnicas e administrativas

31/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
A partir das 10h30 – Secretaria de prova
10h30 às 15h00 – Vistorias técnicas e administrativas
12h00 às 13h00 – Coletiva de imprensa oficial
16h00 às 19h00 – Briefings

01/08 – Autódromo Internacional de Goiânia
9h00 às 10h30 – Posicionamento dos veículos no Parque Fechado
11h30 às 14h00 – Prólogo
17h15 – Largada Promocional

02/08 – Etapa 1
Goiânia (GO) – Rio Verde (GO)
Deslocamento inicial: 50 km
Trecho cronometrado: 205 km
Deslocamento final: 101 km
Total do dia: 357 km

03/08 – Etapa 2
Rio Verde (GO) – Itumbiara (GO)
Deslocamento inicial: 20 km
Trecho cronometrado: 156 km
Deslocamento final: 150 km
Total: 326 km

04/08 – Etapa 3
Itumbiara (GO) – São Simão (GO)
Deslocamento inicial: 143 km
Trecho cronometrado: 294 km
Deslocamento final: 65 km
Total do dia: 503 km

05/08 – Etapa 4
São Simão (GO) – Três Lagoas (MS)
Deslocamento inicial: 154 km
Trecho cronometrado: 232 km
Deslocamento final: 40 km
Total do dia: 427 km

06/08 – Etapa 5 (Maratona)
Três Lagoas (MS) – Euclides da Cunha Paulista (SP)
Deslocamento inicial: 142 km
Trecho cronometrado: 290 km
Deslocamento final: 154 km
Total do dia: 587 km

07/08 – Etapa 6
Euclides da Cunha Paulista (SP) – Umuarama (PR)
Deslocamento inicial: 27 km
Trecho cronometrado: 199 km
Deslocamento final: 90 km
Total do dia: 316 km

08/08 – Etapa 7
Umuarama (PR) – Foz do Iguaçu (PR)
Deslocamento inicial: 199 km
Trecho cronometrado: 111 km
Deslocamento final: 30 km
Total do dia: 340 km

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free