casa » Archivo de Etiquetas: Maranhão (página 2)

Archivo de Etiquetas: Maranhão

Saldo de empregos em maio foi o melhor dos últimos 11 anos no Maranhão

COMPARTILHE

O saldo positivo de empregos no Maranhão em maio foi o maior para o mês nos últimos 11 anos. O Estado criou 2.075 vagas com carteira assinada em maio, a quinta melhor marca em todo o Brasil.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, divulgado mensalmente pelo Ministério do Trabalho. Entre os Estados do Nordeste, o Maranhão só criou menos empregos que a Bahia nesse mês.

A parceria entre o poder público e a iniciativa privada tem sido uma constante do Governo do Maranhão desde 2015, o que tem gerado grandes empreendimentos e projetos para o Estado. Isso também significa trabalho e renda para os maranhenses.

O Maranhão tem adotado incentivos para atrair e estimular empresas. Entre eles, estão a redução de alíquotas e condições favoráveis para empreendimentos, como o novo Parque Empresarial de São Luís, um local voltado exclusivamente para atrair negócios e gerar empregos.

O Governo do Maranhão também ampliou instrumentos para a geração de mais empregos com carteira assinada. Um exemplo é a abertura, no ano passado, de uma nova agência do Sine na Área Itaqui Bacanga para que moradores da área tenham oportunidades nas empresas instaladas na região.

Mais Renda

Além de incentivar o emprego com carteira assinada, o Governo do Maranhão também estimula o empreendedorismo.

O Mais Renda já está em 13 cidades e já capacitou cerca de 1.800. Foram entregues mais de 1.100 equipamentos – os chamados kits, que são os carrinhos e o material de trabalho. Os demais devem ser entregues até junho.

Os beneficiários passam por cursos e treinamentos para, no fim, receber um kit completo de trabalho. Pode ser um carrinho para a venda de alimentos ou um minissalão de beleza. Além disso, são acompanhados por técnicos durante um ano para conseguir manter o negócio lucrativo.

Bequimão vai receber serviços da Caravana Maranhão Quilombola dia 26 de junho

COMPARTILHE

O município de Bequimão no Litoral Ocidental Maranhense, vai receber no dia 26 de junho, a Caravana Maranhão Quilombola, uma parceria do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Igualdade Racial com a Prefeitura de Bequimão, através da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, com o apoio das Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social.

A reunião de alinhamento estratégico para que Bequimão receba à “Caravana Maranhão Quilombola”, foi realizada entre os secretários responsáveis e representantes do Governo do Estado. A ação vai envolver todas as Comunidades Quilombolas do município, que receberão esse importante evento de implementação de ações e serviços, voltados e focados para politicas publicas de fortalecimento à população quilombola bequimãoense.

A Comunidade de Ramal de Quindiua, que será Polo dessa Ação, será beneficiada com diversos tipos de atendimentos de saúde. Todas as comunidades da região serão beneficiadas, assim como as demais Comunidades certificadas.

  • Consultas médicas,
  • Verificação de pressão arterial
  • Testes de glicemia, testes rápidos para HIV, hepatite B e C e Sífilis
  • Distribuição de preservativos masculinos e femininos
  • Exames preventivos
  • Atividades de saúde bucal (palestras, escovação, aplicação de flúor e entrega de kit bucal)
  • Emissão de documentos (Certidão de Nascimento)
  • Busca ativa do CAD e atualização do Bolsa Família
  • Apresentação da Campanha de Autoidentificação de povos e Comunidades Tradicionais
  • Atividades educativas e recreativas para crianças e Rodas de Conversa, além de oficinas.

A ação, que faz parte do Programa Maranhão Quilombola, é um instrumento de ações articuladas de políticas públicas, destinadas às comunidades quilombolas do estado, com diretrizes orientadas a partir do Programa Brasil Quilombola. O objetivo é implantar a Saúde Integral da População Negra através do Fortalecimento das Ações de Atenção Primária e Vigilância em Saúde.

Para o prefeito Zé Martins, o programa vai melhorar ainda mais os indicadores nas comunidades quilombolas de Bequimão. “Ficamos felizes em receber mais uma ação do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Bequimão. Vamos dar todo apoio logístico, com profissionais de nossas secretarias e iremos avançar ainda mais na saúde de nosso povo quilombola, que tem sido valorizado em nossa gestão”, disse o prefeito.

ÓRGÃOS EXECUTORES DA CARAVANA

  • Secretaria de Estado Extraordinária da Igualdade Racial
  • Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular
  • Secretaria de Estado da Educação
  • Secretaria de Estado da Saúde
  • Secretaria de Estado da Mulher
  • Secretaria de Estado da Agricultura Familiar
  • Secretaria de Estado da Assistência Social

PÚBLICO A SER ATENDIDO

Famílias quilombolas, Lideranças de Matriz Africana e outras populações tradicionais.

 

Movimento Rosas Azuis realizará grande evento no próximo dia 17 de junho

COMPARTILHE
Em quase todas as cidades, capitais e estados do Brasil durante todo o mês de junho tradicional é realizada a festa junina; “Maior Manifestação Cultural do Nordeste”. Mas não só, junho também marca o mês da diversidade e luta por direitos da população LGBT. Pensando nisso, o Movimento Rosas Azuis já está se mobilizando para realizar um super bingo e uma deliciosa feijoada no próximo domingo(17), no Bar Fundo de Quintal.
A festa terá o brilho das participações das Tops Drags, Alexyan Schneider (eleita 2017) e Pennelloph Stracy (eleita 2018), e contará ainda com a apresentação do grupo de dança Tentação do Funk e com o show do cantor Rafinha Maranhão (o show mais tradicional do João de Deus), além de uma grande Roda de Tambor de Criola. O evento visa angariar fundos para realização da 2ª Parada LGBT do Bairro João de Deus. Os interessados em adquirir cartelas para o bingo ou ingressos para degustar a feijoada, podem endereçar mensagens e tirar suas dúvidas na Página Oficial do Movimento Rosas Azuis no Facebook.
A data da Parada LBGT 2018 do João de Deus ainda não foi oficialmente divulgada pela organização. A edição 2018 da Parada, será a segunda manifestação LGBT realizada no Bairro João de Deus. A primeira foi em 2017 e também teve a organização do Rosas Azuis que, nessa edição terá o apoio do Instituto ISA (Instituto Solidariedade & Ação).
Por Maxsuel Bruno

Sebrae realiza mais de 10 mil atendimentos na 10ª Semana do MEI

COMPARTILHE
Marca é considerada um recorde no Maranhão: foram 216 atendimentos por hora nos 51 municípios maranhenses onde a iniciativa aconteceu.

Pinheiro/MA – A 10ª Semana Microempreendedor Individual (MEI) foi um sucesso. Isso porque a instituição realizou 10.410 atendimentos para 5.259 pessoas, entre microempreendedores individuais, empresários de micro e pequenos negócios, potenciais empresários e potenciais empreendedores. A marca é um recorde e dobrou a marca atingida em 2016, quando cerca de 5 mil pessoas foram atendidas.

Este resultado significa que os analistas técnicos e consultores do Sebrae realizaram 216 atendimentos por hora, distribuído nos 54 pontos de atendimento montados em 51 cidades maranhenses onde a 10ª Semana do MEI aconteceu.

Na regional de Pinheiro, pelo segundo ano consecutivo, o Sebrae descentralizou as ações que englobaram a 10ª Semana do Microempreendedor Individual e a 5ª Semana de Educação Financeira na baixada e litoral ocidental maranhense.

A descentralização proporcionou, por meio de 40 ações gratuitas, capacitação para empreendedores e potenciais empreendedores, do campo e da cidade, em 12 municípios atendidos pela regional.

A estratégia foi um sucesso. Foram mais de 1.000 atendimentos realizados, dobrando a quantidade alcançada no ano passado. Quinze palestras com a participação de 400 pessoas, nove oficinas que atenderam mais de 200 participantes, além de um seminário de crédito, orientações porta a porta e capacitações nas áreas de gastronomia e maquiagem.

De acordo com a gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Graça Fernandes, a estratégia de descentralizar as ações beneficia um número maior de empreendedores e torna ainda mais efetivo o trabalho de fomento ao empreendedorismo na região.

“Quanto maior for o número de municípios onde possamos executar nossas ações, maior será o número de empresas abertas e mais forte será o ecossistema dos pequenos negócios na região. A semana do MEI é apenas um, dos muitos eventos que planejamos realizar de maneira regional e itinerante, outras ações com caráter regional também serão executadas esse ano”, garantiu Fernandes.

As oficinas com o tema “Oportunidades na gastronomia para o MEI” foram bastante concorridas. Nelas os participantes aprenderam técnicas de manipulação de chocolate e produção de artigos que podem ser comercializados durante todo o ano, tudo aliado a técnicas de gestão e finanças para um pequeno negócio do ramo da gastronomia.

“Esse curso foi uma oportunidade pra gente que já trabalha nessa área da gastronomia se aprimorar ainda mais e também entender como é importante a nossa empresa ser registrada, tudo certinho e o Sebrae tá aí para ajudar a gente nisso tudo”, disse Maria do Rosário, uma das participantes da oficina de gastronomia.

De acordo com os dados consolidados de atendimento durante o período, no estado, foram atendidos 2.162 MEIs, 546 Microempresas (ME), 11 Empresas de Pequeno Porte (EPP) e 2.540 potenciais empreendedores. No período ainda foram realizadas 75 formalizações de Microempreendedores Individuais. Além disso foram 5.946 capacitados. “Tivemos empresários e potenciais empresários que realizaram mais de uma capacitação durante a 10ª Semana do MEI”, explicou o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins.

“Este resultado mostra a pujança do Microempreendedor Individual no Maranhão, onde até o fim de abril havia mais de 82 mil registrados no estado. O evento vem despertando muito interesse principalmente no interior do estado. Não foi à toa que triplicamos nossos resultados, saltando de 3,5 mil atendimentos em 2015 para 10,2 mil atendimentos”, comentou João Martins.

SEMANA

A 10ª Semana do MEI aconteceu entre 14 e 19 de maio, em 51 cidades maranhenses. Na iniciativa ofertou mais de 370 ações, dentre cursos, oficinas, consultorias, seminários, rodadas de negócios e um encontro de startups, em São Luís.

O objetivo do Sebrae foi capacitar MEIs e potenciais empresários e orienta-los sobre como obter melhores resultados, empregando o mínimo de recursos financeiros e humanos. “Para a 10ª Semana do MEI adotamos como objetivo norteador a orientação para que o MEI faça mais com menos recursos, o que em tempos de crise fará a diferença para sucesso. Toda a programação foi voltada para a capacitação dos MEIs “, disse o diretor técnico do Sebrae, Antônio Garcês.

Para este ano, foram programadas 362 ações para a 10ª Semana do MEI, divididos em 113 oficinas, 106 palestras, 6 cursos, 16 seminários, 3 rodadas de negócios, 126 ações de atendimento, com consultoria e orientação para o MEI, e um encontro de startups – apenas no primeiro dia foram realizadas 94 ações.

Além disso foram realizadas 3.768 orientações e 696 consultorias. “Tivemos um resultado muito bom. Agora vamos avaliar o que alcançamos, identificar acertos e erros para corrigi-los e planejar para obtermos resultados ainda melhores na próxima edição”, finalizou João Martins.

10ª Semana do MEI em Números

Resultado é recorde e mostra um crescimento de 297% no volume de atendimentos

10.410 Atendimentos                                                               

5.259 Clientes Atendidos

362 Ações

3.768 Orientações Técnicas

696 Consultorias

5.946 Capacitados

Fonte: SEBRAE/MA

CCJ aprova Medida Provisória que cria o “Cheque – Minha Casa”

COMPARTILHE

Na reunião desta quarta-feira (16), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Assembleia Legislativa (CCJ) aprovou a Medida Provisória 274, de autoria do Poder Executivo, que cria o “Cheque – Minha Casa”, no “Programa Minha Casa, Meu Maranhão”.

A MP altera a Lei 10.506, de setembro de 2016, e concede incentivo fiscal de ICMS nas operações internas, com mercadorias destinadas às obras, vinculadas ao próprio programa. O relator foi o presidente da CCJ, deputado Glalbert Cutrim (PDT).

Também participaram da reunião os deputados Eduardo Braide (PMN), César Pires (PV), Carlinhos Florêncio (PCdoB), Prof. Marco Aurélio (PCdoB), Antônio Pereira (DEM), Francisca Primo (PCdoB), Rafael Leitoa (PDT) e Wellington do Curso (PSDB).

O deputado Eduardo Braide pediu vistas da MP 273/2018, de autoria do Poder Executivo, que altera a Lei Estadual 7.374, de 31 de março de 1999, que institui o Fundo de Benefícios dos Servidores do Maranhão (FUNBEN).

 O Projeto de Lei Ordinária 049/2018, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a composição, a organização, as atribuições e o funcionamento do Conselho Estadual de Saúde (CES/MA), que tem como relator o deputado Marco Aurélio, foi retirado da pauta.

O parecer à proposta de Emenda à Constituição (PEC) 03/2018, de autoria do deputado Eduardo Braide, que propõe nova redação ao Art. 51, dos Atos das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Estadual, relatada por Marco Aurélio, foi aprovado.

Outra PEC, a 004/2018, de autoria do deputado Rogério Cafeteira (DEM), que propõe nova redação ao Art. 15, da Constituição do Estado do Maranhão, no que se refere ao término do mandato do governador a vedação para alienação e cessão de bens integrantes do Patrimônio Estadual, foi aprovada. A matéria foi relatada por Glalbert Cutrim.

 

Aprovada MP que reajusta vencimentos de servidores estaduais da Educação Básica

COMPARTILHE

O Plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na sessão desta quarta-feira (16), a Medida Provisória 272/2018, que dispõe sobre reajuste dos vencimentos de servidores públicos estaduais do subgrupo Magistério da Educação Básica. A matéria segue, agora, para promulgação.

O Artigo 1º da MP fixa o vencimento-base dos servidores públicos estaduais do subgrupo Magistério da Educação Básica, em consonância com a Lei Federal 11.738, de 16 de julho de 2008, que regulamenta o Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério para o ano de 2018, com efeitos financeiros a partir de 1º de janeiro de 2018, conforme tabelas constantes no Anexo I da Medida Provisória.

Na Mensagem encaminhada à Assembleia Legislativa, o governador Flávio Dino diz que a Medida Provisória “reafirma o compromisso da atual gestão com a valorização dos servidores da educação, essenciais para a sociedade, como formadores das novas gerações, bem como para a melhoria do desempenho e da qualidade dos serviços prestados à população escolar do Estado do Maranhão”.

O chefe do Executivo acrescenta que, “de fato, a garantia de uma remuneração digna aos profissionais do Magistério, bem superiores aos padrões nacionais, resulta em serviços de qualidade para o cidadão”.

Antes da votação da proposta encaminhada pelo Governo do Estado, o Plenário rejeitou as emendas dos deputados César Pires (PV) e Eduardo Braide (PMN), que propunham que a reposição salarial de todos fosse retroativa a janeiro.

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira (DEM), disse que, apesar dos votos contrários da oposição, a base do governo “garantiu esta vitória para os professores. Com a aprovação desta Medida 272, o Magistério do Maranhão, na rede pública estadual, passa a obter uma das maiores remunerações do país. Isto é motivo de orgulho para o nosso Estado”, enfatizou Rogério Cafeteira.

Ele disse que houve uma movimentação de um grupo minoritário, no movimento sindical do magistério, que tentou inviabilizar a votação do projeto na Assembleia Legislativa.
“Houve uma tentativa nesse sentido, porque estamos em um ano eleitoral, e muitos tentam polemizar qualquer assunto que se traga a esta Casa. Mas o mais importante, neste momento, é ressaltar a vitória do Governo e, principalmente, dos professores, que são valorizados no governo Flávio Dino e passam a ter agora uma das melhores remunerações do Brasil”, frisou o líder do Governo.

Durante o encaminhamento da votação, o deputado César Pires manifestou-se contrário à MP. “É um desrespeito ao estatuto e à classe de professores que deveria ter, de forma linear, os 10.47% como preconiza o artigo 32, retroativo a 1º de janeiro”.

A Medida Provisória foi aprovada por ampla maioria. O texto e suas respectivas tabelas estão publicados no Diário da Assembleia Legislativa, edição de 5 de março de 2018.

 

Bárbara Soeiro é pré-candidata a deputada estadual pelo PSC

COMPARTILHE

A cúpula da direção estadual do Partido Social Cristão (PSC) reuniu-se na manhã desta quarta-feira (11), para o posicionamento e articulação do partido no atual visando às eleições de 2018, e no encontro desvio e importante, o cenário político maranhense. Das três vereadoras ludovicenses, Bárbara é a única que vai dar um voo mais alto.

A vereadora de São Luís, Bárbara Soeiro, marcou presença na reunião com o deputado estadual e presidente do PSC/MA, Léo Cunha, o secretário-geral, Edmílson Vaz e o presidente do PSC – Jovem Octávio Soeiro.

Na ocasião foi oficializada a pré-candidatura da vereadora a deputada estadual pelo partido, por se tratar de um forte quadro da legenda em São Luís, com atuação já expandida em outras regiões do Maranhão.

Bárbara ganhou destaque no parlamento da Câmara, com intensa e reconhecimento pela  atuação em causas sociais, de enfrentamento a violência e em defesa da Mulher, além de uma luta incansável  no combate as desigualdades em todo território nacional.

A parlamentar ludovicense tem experiência e determinação política, pois ao longo de seis mandatos, sendo quatro sob a vereança de esposo, o ex-vereador Albino Soeiro e seus dois mandatos, que apontam a vereadora expoentes, visando voos mais na politica maranhense, com ideologias sociais em favor dos menos favorecidos e do progresso de nosso estado.

Bárbara é um bom exemplo de mulher destemida, guerreira, de enfrentamento as adversidades de uma sociedade que precisa sempre, ter voz e vez. E o quê, se pode observar é que a Câmara, mesmo sendo uma augusta casa, se tornou pequena, para a amplitude de ações que o estado, como um todo, pode experimentar com a sua chegada à Assembleia Legislativa.

Por Juraci Filho

Marcial Lima tem sugestão para solucionar problema de obras inacabadas no Maranhão

COMPARTILHE

Manifestando sua preocupação com um grande número de obras inacabadas em São Luís, bem como no Estado do Maranhão, o vereador Marcial Lima (PRTB) apresentou uma sugestão que seja realizado um esforço concentrado com a bancada maranhense na Câmara Federal e no Senado.

Fazendo uso da tribuna da Câmara Municipal para explicar a sua proposta, o parlamentar do PRTB defende que os segmentos políticos maranhenses, como o Legislativo Ludovicense, Assembeia Legislativa, prefeitura da capital e governo estadual promovam um grande evento reunindo a bancada federal maranhense de maneira suprapartidária, “no sentido de promover uma ampla mobilização junto ao Governo Federal, objetivando a liberação de recursos e ações necessárias para resolver o problema”, completa ele.

Exemplificando, Marcial Lima cita a questão das vinte e cinco (25) creches que já deveriam está atendendo a população, e encontram-se inacabadas, já que a prefeitura alega não receber do governo federal os recursos necessários para conclusão dessas obras. Outro exemplo apontado pelo vereador á a praça do Vinhais Velho, paralisada desde outubro de 2017, com previsão para ser inaugurada nesse período, e o governo estadual apresenta a mesma alegação da carência da ajuda federal.

“Nós temos uma grande número de obras inacabadas em São Luís e em todo Estado, e a alegação dos gestores para que as mesmas não sejam entregues sempre é a mesma, que a falta de liberação de recursos oriundos do governo federal”, acentua Marcial Lima para finalizar: “Portanto, espero que haja uma grande mobilização de nossos segmentos políticos no Estado, no sentido de promover uma grande evento supratidário com a bancada federal maranhense, para que a mesma à sua maneira contribua para resolvermos esse problema, que vem prejudicando muito a nossa cidade, nosso Estado e a população.”

Texto: Alteré Bernardino

Governo participa de encontro de jovens da Baixada Maranhense

COMPARTILHE

A secretária de estado da Juventude, Tatiana Pereira, participa, neste sábado (7), da I Reunião Ampliada do Fórum de Políticas Públicas de Juventude da Baixada Maranhense, que acontece no município de Arari. O objetivo do encontro é discutir propostas para diminuir o avanço da violência nas cidades da região e criar um comitê de discussão permanente com diversas organizações existentes na Baixada.

O evento será realizado na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Arari e reunirá 60 líderes de várias organizações da Baixada Maranhense como fóruns de juventude, grêmios estudantis, conselhos municipais de juventude, secretarias e coordenações de Juventude, Pastoral da Juventude e movimentos evangélicos e outras organizações que trabalham com o setor em municípios da região.

De acordo com a organização do encontro, na oportunidade, os jovens baixadeiros discutirão a criação de uma agenda positiva do Fórum Regional de Juventude, através da realização de uma mesa redonda para discutir a questão da segurança pública, com a participação de diversas organizações da região e convidados.

De acordo com o presidente do Fórum de Políticas Públicas de Juventude da Baixada Maranhense, Jailson Mendes, a intenção é elencar propostas de intervenções na área de segurança nos municípios e levar até a Secretaria de Estado de Segurança Pública e organizar ações conjuntas.

O encontro está sendo organizado pelo Fórum Regional de Juventude, em parceria com a Prefeitura Municipal de Arari e com o Fórum de Juventude do município.

 

Haja aluguel adiantado na saúde do Maranhão

COMPARTILHE
 POR G1/MA – Segundo o Portal da Transparência do Governo do Estado, o Governo do Estado do Maranhão alugou um novo imóvel em um contrato de quase quatro milhões de reais. O galpão é pra abrigar um depósito de medicamentos, mesmo com a Secretaria Estadual de Saúde tendo posse de um imóvel próprio que é utilizado para o mesmo fim. O caso se parece com outros, que também foram alugados com dispensa de licitação.

O prédio novo fica em Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís, e foi inaugurado em setembro do ano passado. A agência de notícias do Governo do Estado disse que o lugar seria a primeira Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, seria um galpão com capacidade para armazenar seis mil itens diferentes, entre medicamentos e material médico hospitalar.

A agência de notícias do Governo informou que o lugar seria a primeira Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado (Foto: Reprodução/TV Mirante)

No entanto, até então já existia uma Central de Abastecimento Farmacêutico do Estado funcionando em um galpão em São Luís. Ou seja, o que antes era um imóvel próprio, agora é um local alugado. O aluguel foi feito pelo Governo com dispensa de licitação e está custando 60 mil reais por mês em um com contrato de cinco anos. O valor total chega a três milhões e seiscentos mil reais.

Aluguel de imóvel feito pelo Governo com dispensa de licitação está custando 60 mil reais por mês em contrato de cinco anos. Valor total é três milhões e seiscentos mil reais (Foto: Reprodução/TV Mirante)

ALUGUEL ADIANTADO PELOS COMUNISTAS

Segundo o Portal da Transparência do Governo do Estado, em 31 julho de 2017 foram adiantados 180 mil reais do aluguel do imóvel antes mesmo de começar a utilizar. O contrato foi firmado com a empresa M&R Barroso Locações Imobiliárias LTDA, que foi aberta dois meses antes da assinatura do contrato e do primeiro pagamento.

A nova central de medicamentos, segundo o Portal da Transparência, custou 420 mil reais aos cofres públicos, entre julho e dezembro do ano passado. Neste ano, os pagamentos não aparecem nos registros do portal. Dentro do local alugado já existem medicamentos estocados, enquanto o imóvel que pertence ao Governo está com sinais de abandono, com muito mato ao redor do prédio.

Imóvel do Governo para depósito de medicamentos está com sinais de abandono (Foto: Reprodução/TV Mirante)

OUTROS CASOS NA GESTÃO COMUNISTA

O Governo do Estado já hava assinado outros contratos de alugueis com dispensa de licitação e feito pagamento antes do uso do imóvel. Em janeiro do ano passado, o Bom Dia Brasil mostrou que desde 2015 o Governo do Maranhão pagava aluguel do prédio da FUNAC na Aurora, sendo que o local só começou a funcionar no começo de 2017.

A casa estava alugada desde 2015 sem que fosse ocupada. Foram gastos 172 mil reais em alugueis de um imóvel fechado. Só depois da denúncia o lugar começou a abrigar menores infratores, mesmo sem estrutura de segurança.

Além do aluguel adiantado, moradores da Aurora também reclamavam da instalação da FUNAC no bairro. (Foto: Reprodução/TV Mirante)

O dono do prédio é Jean Carlos oliveira – filiado ao PCdoB, partido do governador Flávio Dino. Atualmente o local funciona como uma Companhia da Polícia Militar e o aluguel, que era de 9 mil reais, foi reajustado para 12 mil reais.

Também no início do ano passado, o Governo do Estado chegou a pagar um aluguel de 45 mil reais por um imóvel na Rua das Cajazeiras, em São Luís, sem usar o prédio durante 13 meses. No local, hoje funciona uma Centro de Atendimento a Menores Infratores.

Em agosto do mesmo ano, após repercussão nacional, o Bom Dia Brasil também mostrou as explicações do Governo do Maranhão sobre uma clínica que foi alugada por R$ 90 mil reais por mês e que nunca havia funcionado. O local ficou um ano fechado, enquanto os aluguéis eram pagos.

Nesse caso específico, o Governo do Estado também bancou uma reforma que custou um milhão e meio de reais para fazer adequações no imóvel, que pertence a família de uma das chefes da assessora jurídica da Secretaria Estadual de Saúde. Atualmente, no local funciona um hospital de traumatologia.

A Secretaria de Saúde do Estado informou que o imóvel próprio não atendia às exigências sanitárias para armazenar os medicamentos e que e o primeiro pagamento só foi feito em setembro, apesar de constar no Portal da Transparência os pagamentos feitos desde junho. Segundo a secretaria, a dispensa de licitação atendeu a todos os requisitos previstos em lei. Sobre os outros aluguéis, o Governo do Estado reafirmou que não houve qualquer irregularidade.

SAIBA MAIS CLICANDO AQUI…NO (G1)

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free