casa » Archivo de Etiquetas: Eleição

Archivo de Etiquetas: Eleição

Osmar Filho é o novo presidente da Câmara Municipal de São Luís para o biênio 2019-2020

COMPARTILHE

Uma eleição bastante disputada, mesmo sendo chapa única. Houve um período de turbulência, e até ações judiciais de primeiro e segundo graus, aconteceram, tudo por causa da cadeira grande. Mas foi no diálogo que a Câmara Municipal de São Luís voltou ao  clima de tranquilidade, e na manhã desta quarta-feira (9), o vereador Osmar Filho (PDT), foi aclamado presidente do legislativo ludovicense para o biênio 2019/2020. Ele foi eleito com a esmagadora maioria, não sendo unanimidade por conta do voto contrário do vereador Estevão Aragão (PSDB) e da ausência de Honorato Fernandes, que está em Brasília. Osmar conquistou 29 votos dos 31 vereadores.

Antes do pleito, a Câmara Municipal realizou um café da manhã com a imprensa, na Sala Vip daquele Parlamento. Após anúncio oficial de eleição garantida, o vereador Osmar Filho fez um breve pronunciamento, onde destacou que sua identificação com a Câmara Municipal, que segundo ele, acontece desde 1993, quanto tinha apenas 5 anos de idade e seu pai era o chefe de gabinete do então presidente da casa, saudoso João Evangelista, que depois seria presidente da Assembleia Legislativa.

Visivelmente emocionado, Osmar Filho, mostrou que mesmo sendo jovem, com apenas 31 anos de idade, está preparado para os desafios, e tomará posse no dia primeiro de janeiro de 2019.  “Esse é um momento único na minha vida. Com apenas 31 anos de idade, vou dirigir os destinos da Câmara Municipal a partir de 2019, pelo período de dois anos. Garanto a vocês que estou preparado para essa missão e digo a vocês que não irei decepcionar, até mesmo porque não posso decepcionar uma geração”, salientou.

Mais na frente, Osmar Filho citou os nomes dos filhos Osmar Neto  e João Pedro, enfatizando que pedia desculpas a eles e à esposa, pela falta de tempo à família, mas justificando a ausência por conta da atividade política, que requer muito tempo a quem a ela se dedica.

“Quero também agradecer ao presidente Astro de Ogum, um político e um gestor talentoso, que estabeleceu vários avanços nesta Câmara. Destaco aqui as transmissões ao vivo das sessões via rádio AM, ação, dentre outras, que daremos continuidade”, assinalou o presidente eleito do Legislativo de São Luis.

Osmar Filho citou também os colegas, assegurando que todos terão participação em sua administração. Ele disse que sua gestão será compartilhada e destacou ainda que os servidores serão priorizados em sua administração.

AS EXPLICAÇÕES QUE LEVARAM OSMAR FILHO À PRESIDÊNCIA

Foi uma eleição tranquila, e durante a sessão pública, os parlamentares tiveram a oportunidade votar e justiçar o voto. O vereador Estevão Aragão (PSDB) foi no único que votou contra a chapa, mas justificou o motivo, já que havia afirmado apoio ao candidato Osmar Filho, há poucas semanas atrás.

Segundo Estevão, o vereador Osmar Filho era o nome mais rejeitado para ser presidente da Câmara, mas com o passar dos dias ele soube articular e formar um grupo forte. “Estive com Osmar no início, mas não fui consultado nem sequer para sugerir alguém para compor a Mesa Diretora. Fiquei de fora durante todo o processo, fui rejeitado e hoje o vereador não precisa mais de mim. Por esse motivo, não confio mais no Osmar Filho e não será fácil reconquistar a minha confiança”, relatou.

O vereador Aldir Júnior (PR) usou o tempo da votação para votar a favor do novo presidente, mas declarou  que há um esquema de corrupção na casa legislativa. Segundo ele, existem três milhões de reais que estão flutuando sem ter uma destinação correta. “Precisamos de legitimidade para combater a corrupção. Espero que o próximo presidente tenha coragem para investigar e combater os erros desta casa. Existem manobras políticas aqui dentro e elas precisam ser apuradas”, exclamou o jovem parlamentar.

Para o vereador Marquinhos (DEM), o voto de esperança venceu o medo e Osmar fará um excelente mandato. “Acredito no vereador Osmar Filho, espero que ele não vire ‘dono’ da Câmara Municipal. Peço que o novo presidente não nos negocie com a Prefeitura de São Luís, na intenção de ter benefícios próprios atendidos”, disse.

A vereadora Bárbara Soeiro (PSC) lamentou a falta de uma chapa à presidência encabeçada por mulheres, mas declarou voto favorável a Osmar Filho. “É necessário que as mulheres sejam cada vez mais valorizadas nesta casa, não só nós vereadoras, mas todas as funcionárias que fazem parte deste parlamento. O novo presidente deve continuar a política do empoderamento feminino, dando oportunidades e fazendo com que as mulheres cresçam”, destacou.

O novo presidente foi eleito com vinte e nove votos a favor e um voto contrário. O vereador Honorato Fernandes (PT) não votou, porque não estava presente na sessão.

QUEM É OSMAR FILHO?

Osmar Gomes dos Santos Filhos, politicamente conhecido como Osmar Filho, nascido em 25 de novembro de 1986, completará 32 anos ainda este ano. É ludovicense e está no seu terceiro mandato de vereador. Casado, tem dois filhos, é advogado e se mostra preparado para encarar o comando de uma das Câmaras mais antigas do Brasil. Tímido, Osmar Filho tem um discurso coeso e fala firme. Desde 2008 na política, quando foi eleito pela primeira vez vereador de São Luís, com 6.923 votos, Osmar tem mostrado ação e em 2012 voltou a ser bem votado com 6.825 votos, mas ficou na suplência, assumindo a cadeira de Helena Duailibe, que saiu para ser secretária de saúde. Mas em 2016, não teve desculpa, Osmar Filho foi o mais votado e conquistou nas urnas 9.809 votos, o que lhe deu força para lutar pela cadeira grande e hoje veio a conquista.

CHAPA

A chapa, denominada “Vereador Edmilson Jansen”, ficou assim composta:

Presidente – Osmar Filho (PDT)

1º Vice –Presidente – Astro de Ogum (PP)

2º Vice-Presidente – Nato Júnior   (  PP  )

3º Vice-presidente – Josué Pinheiro (PSDB)

1º  Secretário – Francisco Carvalho (PSL)

2º  Secretário – Chaguinhas  (PP)

3º Secretário – Beto Castro  (Pros)

4º Secretário – Concita Pinto (Patriota)

5º Secretário – Afonso Manoel (MDB)

 Texto: Tarcísio Brandão

Eleição na Câmara de São Luís está marcada para o dia 9 de maio

COMPARTILHE
O vereador e presidente da Câmara Municipal de São Luís, Astro de Ogum (PR), deve fazer um pronunciamento no plenário na sessão desta quarta-feira (25), a respeito da eleição no legislativo municipal. Como Astro já havia adiantado na manhã desta terça-feira (24), o tema será resolvido da melhor forma possível.
A expectativa é grande para o pronunciamento do presidente do parlamento ludovicense. Um documento assinado pelo presidente Astro confirma a eleição para o dia 9 de maio deste ano.
A princípio, Astro de Ogum havia documentado que o pleito para composição da Mesa Diretora da Câmara de São Luís, ocorreria somente em agosto.
Ainda nesta quarta-feira (25), o pleno do Tribunal de Justiça, deve votar um processo relacionado ao andamento da eleição na Câmara Municipal de São Luís.
A disputa no legislativo municipal está polarizada entre um grupo encabeçado pelo PSL, liderado pelo vereador Francisco Carvalho, e do outro lado, Osmar Filho (PDT), atual vice-presidente da Câmara e que pretende assumir a presidência em janeiro de 2019. Osmar Filho já contaria com o apoio de 18 vereadores, restando apenas 13 para a outra chapa.
Astro de Ogum tem mandato a frente da presidência da Câmara até dezembro deste ano.
Blog Eduardo Ericeira

Desembargador cassa liminar do PSL, mas não estabelece data para eleição da Câmara

COMPARTILHE

O desembargador Jamil Gedeon Neto cassou nesta segunda-feira, 16, a liminar do colega José Jorge Figueiredo dos Anjos, que suspendia o processo de eleição da Câmara Municipal de São Luís. Diferente da outra vez, quando havia negado o mesmo pedido, confirmando que a eleição deveria mesmo ocorrer no último domingo (15), desta vez, porém, o magistrado não informou o dia em que deveria ocorrer o processo que envolve a eleição para a Mesa Diretora da Casa.

E assim segue a guerra de liminares na justiça. Cada dia, um grupo com interesse no processo, comemora uma vitória parcial. Por enquanto, apenas nos tribunais. Depois será no voto, que é a que vale. Quem vencerá essa batalha?

No despacho de hoje, Gedeon concordou com os argumentos do PTB, de que o caso não poderia ser apreciado no plantão.

Baixe Aqui a íntegra da decisão.

Por Isaías Rocha

Justiça suspende eleição da Câmara e declara nula emenda que veda reeleição

COMPARTILHE

O desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos concedeu, neste domingo (15), pedido de tutela cautelar formulado pelo Diretório do PSL no Maranhão, comandado pelo vereador Chico Carvalho, para suspender a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, biênio 2019/20, que deveria ocorrer hoje.

Confira a decisão na íntegra

O partido interpôs recurso de Agravo de Instrumento no Plantão Judiciário de 2º grau, com pedido de efeito suspensivo para modificar sentença proferida pelo desembargador Jamil Gedeon que manteve a realização do pleito para este domingo e a proibição da reeleição dos atuais membros do colegiado.

PRECEDENTE NO TRIBUNAL

Em sua decisão, o magistrado afirmou que já existe um precedente no próprio tribunal reforçando seu entendimento sobre a “emenda que não cumpre o interstício ela é inconstitucional”. Ou seja, o próprio TJ-MA já entende isso, mas esse é um assunto para a próxima matéria.

 

SINDSEP/MA tem novo presidente até 2019

COMPARTILHE

O Sindsep/MA através da Comissão Coordenadora Eleitoral encerrou no início da tarde de sábado, 05, a apuração dos votos para as eleições da nova Direção e Conselho Fiscal do Sindsep/MA para o triênio 2016/2019.

Após contagem de 3.286 votos dos servidores que foram às urnas, a Chapa 10 encabeçada por Raimundo Pereira de Souza (Funasa), foi a grande vitoriosa com 2.825 (85,97% dos votos) contra 353 votos (10,74%) da Chapa 11.

O resultado nas urnas é fruto de um grande trabalho realizado pela Comissão Coordenadora Eleitoral, que trabalhou incansavelmente nesses últimos meses para que as Eleições do Sindsep/MA transcorressem com transparência e sem maiores percalços.

“Trabalhamos com amor e responsabilidade nesses últimos meses para fazermos um processo transparente, que tivesse condizente com a grandiosidade do Sindsep/MA. Aproveito para agradecer todos que nos ajudaram a realizar mais esta etapa dentro do processo eleitoral da nossa entidade. A nossa tarefa ainda continua, e a satisfação pela lisura do processo dá-nos a sensação de termos realizado um grande trabalho”, declarou Eunice Lopes, presidenta da Comissão Coordenadora Eleitoral.

Para Raimundo Pereira de Souza, presidente eleito para a gestão 2016/2019, o resultado foi fruto de um trabalho construído ao longo dos anos. Segundo ele, a vitória de hoje não pode ser vista apenas por esse processo eleitoral, mas sim, através da perspectiva que foi criada e trabalhada dentro do Sindsep/MA ao longo dos anos, que acabou colocando a entidade como um dos sindicatos mais atuantes e importantes do sindicalismo nacional.

“Trabalhamos duro para alcançarmos esta vitória, e somos sabedores de que a confiabilidade do nosso filiado não nasceu apenas neste processo eleitoral. Esse resultado nas urnas é fruto do que construímos ao longo dos anos, edificando e transformando o Sindsep/MA em uma entidade combativa, que assumiu, através das suas atividades, o status de um dos maiores sindicatos classistas do Brasil. Não ganhamos as eleições, obtivemos mais uma vez à confiança dos servidores que acreditam em nosso trabalho, e em nossas mãos confiam a condição de lutadores pelos direitos de toda uma categoria” – afirmou.

 

SITE SINDSEP/MA

 

Bequimõenses elegem os novos conselheiros tutelares

COMPARTILHE

Os eleitores de Bequimão, na baixada ocidental maranhense, elegeram neste domingo (04), em eleição realizada com 10 seções distribuídas nas Escolas Aniceto Cantanhede e Manoel Beckman, localizadas no centro da cidade, os novos integrantes para o Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente do município de Bequimão. A referida eleição teve início às 8hs e seguiu até às 17hs, e contou com 11 candidatos que disputaram de cinco vagas. O pleito ocorreu na maior tranquilidade.

Os novos conselheiros terão um mandato de quatro anos, podendo se candidatar a um segundo pleito na eleição seguinte. No exercício de suas atividades, devem contribuir para o enfrentamento às violações dos direitos das crianças e adolescentes atuando, por exemplo, no combate a situações de negligência, exploração sexual e violência física e psicológica. Também exercem um papel estratégico na proteção jurídica e social dos direitos da criança e do adolescente.

Nesta quarta feira (7), a Secretaria Municipal de Assistência Social de Bequimão, através da secretária Maria Neide Rodrigues, enviará toda documentação da eleição e dos eleitos ao Ministério Público do Estado (MPE). Os novos conselheiros serão empossados no dia 10 de janeiro de 2016 e ficarão no cargo por um período de 4 anos.

Para a secretária Maria Neide, o pleito ocorreu na maior normalidade possível. “Foi uma eleição tranquila onde as pessoas foram votar conscientes. A apuração também foi tranquila e contou com a presença do procurador do município de Bequimão e o Conselho”, destacou a Secretária de Assistência Social.

CONFIRA ABAIXO OS NOVOS CONSELHEIROS ELEITOS:

TITULARES:

Matheus

Maria de Fátima

Ana Tereza

Deuzinete

Vandeilton

 

SUPLENTES:

Josué

José Raimundo

Valdelice

Diego

Lucenyr

Leidiane

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)

TSE pode barrar candidaturas no Maranhão

COMPARTILHE

ministra

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pode barrar candidatura a deputado estadual no Maranhão. O motivo seria o descumprimento da cota feminina que seria de 30%. Em Goiás, os registros de 51 candidatos foram negados na primeira instância do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado de Goiás e pelo descumprimento da lei da cota que assegura 30% das vagas para candidatas mulheres em partidos ou coligações.

Mas, recentemente, a ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), referendou a decisão do TRE de Goiás. Há outro caso de indeferimento em Brasília.

No Maranhão, as candidaturas da coligação proporcional “Pra Frente Maranhão 2″, que tem oito partidos e 22 pessoas disputando vaga na Assembleia Legislativa, teve os registros deferidos pelo Tribunal Regional Eleitora (TER). Neste caso, o Partido dos Trabalhadores (PT) que ficou fora do chapão do PMDB, pode escapar da punição e o candidato Zé Inácio deve ficar fora desse episódio.

Para cumprir a cota dos 30% na coligação, usaram três mulheres como laranjas. Joana Marques (assessora especial da Casa Civil), Camila Rodrigues Sampaio Nunes (assessora especial do Cerimonial do Governo do Estado) e Conceição Domingas Costa dos Santos (chefe de gabinete do Governo) foram registradas como candidatas a deputada estadual.

Elas, porém, não se desincompatibilizaram dos cargos que exercem, continuam recebendo salários e portanto podem comprometer toda a coligação, levando o TSE a não permitir a expedição dos diplomas dos candidatos caso eleitos. Isto porque, a coligação assim que for comprovada a irregularidade, não cumpriu a cota exigida.

A coligação “Pra Frente Maranhão 2″ é composta dos seguintes partidos PMDB, PV, DEM, PTB, PTdoB, PSC, PR e PRTB e caminha para fazer o maior número de deputados eleitos.

Em março deste ano, o ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio Mello, cobrou punições a partidos políticos que descumprirem a cota de 30% de mulheres candidatas nas eleições.

Veja no vídeo aqui, um breve relato sobre a cota de 30% para mulheres e a ministra Luciana Lóssio fala sobre a irregularidade.

Do Blog do Luís Cardoso

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free