casa » Archivo de Etiquetas: Despedida

Archivo de Etiquetas: Despedida

Juca Martins: O gigante da política bequimãoense

COMPARTILHE

POR CÉSAR PAIXÃO –  Não acho razoável que se entenda que o legado de uma vida – todo o esforço humano para se deixar algo para outras gerações – seja o produto de uma luta em vão, sem méritos e sem memória, como acham alguns pessimistas. Se assim fosse, não lembrávamos de Einstein, Garcia Márquez, Miró, Gaudí e Drumond, apenas para citar alguns mestres das ciências e das artes. Mas as artes têm as suas funções: entreter, comover, emocionar. A ciência também: está em sintonia com o progresso. Não é como a política, muita vez confundida com “politicalha” (ou política canalha) nas palavras de um outro mestre, Rui Barbosa, que segundo ele, essa é a política que agride, repulsa e exclui.
Há quem faça da política uma arma mortífera. Há quem faça da política uma arte. Há aqueles que agregam a força de uma população em função de uma causa. Essa semana Bequimão foi impactada com a morte de um gigante da política local, que surgiu para ela aos 20 anos de idade e sucumbiu aos 79, em decorrência de uma enfermidade. Mas que agregou em torno de si multidões, de gerações diferentes, por seu caráter amigável, parceiro, e sempre disposto a resolver questões de variadas procedências em favor de seus munícipes.

Dr. Juca era assim, um engenheiro da política, um poeta do diálogo. Tratava seu povo com carinho, e, às vezes, de forma impetuosa, quando necessário. Mas nunca com desrespeito. Como na política “não se pode agradar a todos”, à base desse chavão, compreenda-se a razão por que muitos o odiassem, mas em número bem maior os que o amavam.
Dr. Juca deixa, portanto, um legado ao povo de Bequimão, não só como homem de caráter ilibado, mas com seu jeito próprio de fazer política: posicionamento único, incansável, que parecia estar sempre preocupado em fazer algo em prol de sua cidade. Homem que nunca se curvou diante das adversidades; que teve fôlego para aos 60 anos sentar-se em uma carteira de universidade. Que desafiou a morte, quando teve seu ultimato anunciado. Que dizia “não ser o grito um inimigo capaz de render-lhe, mas que antes ouvia de onde vinha o grito”. Que acumulou algumas derrotas políticas, mas que como a “Fênix” da mitologia ressurgia das cinzas para vencer mais um pleito dos seus adversários. Um forte que só sucumbiu diante da morte! Que tu, mestre da política e da bravura, descanse em paz e tenha seu exemplo como legado, perpetuado por outras gerações desta Terra que foste tu o pioneiro.

HANS NINA: MEUS AGRADECIMENTOS

COMPARTILHE

As decisões que tomamos na vida nem sempre são agradáveis. Ponho nas mãos de Deus aquilo que Ele entender melhor. Em junho de 2015 assumi a presidência do Moto Club de São Luís. Naquele momento, cercado de desconfiança pela falta de recursos, e de surpresa por parte dos amigos. “Estás louco?”, foi a pergunta que mais ouvi.

Com muito trabalho, esforço, dedicação, apoio familiar, dos patrocinadores e torcida; conseguimos alcançar cinco grandes objetivos em campo: o título de Campeão Maranhense, uma das quatro vagas de acesso da série D para a série C do Campeonato Brasileiro, vaga para Copa do Nordeste, vaga para Copa do Brasil e a revelação de grandes promessas para o futebol maranhense.

Fora de campo, iniciamos a organização administrativa do clube; adesão ao Programa de Recuperação Fiscal, com o parcelamento de débitos; fechamento e cumprimento de acordo trabalhistas; pagamento em dia de salários; pagamento de premiações; melhorias no CT com o apoio do MOTIM; reforma do estatuto; venda direta de produtos licenciados; quitação de parcelamento de conta de energia do CT etc.

Muito ainda precisa ser feito pelo Moto Club. Muito mesmo!!! Meu projeto pessoal era levá-lo à Série A em 2020. Infelizmente, neste momento, a saúde não permite, a mim, a dedicação que o clube precisa.

Em fevereiro deste ano, ainda no início do Estadual, sofri um infarto, então com 39 anos. A partir dali, passei a empregar um sofrimento à minha família. Dentre contratações, pagamentos e providências tomadas ainda na uti do hospital, falei que ficaria na presidência até o fim do Estadual. Fomos campeões! Veio o Brasileiro! Como sair assim?

Depois de muita conversa, falei que ficaria até o fim do Brasileiro. Conquistamos o acesso! Aí vem a Série C!

O conflito familiar instalou-se. Alguns dos meus sonhos, ser presidente do clube, ser campeão, subir de divisões do Brasileiro…não poderia largar.

Relutei. Argumentei. Enfim, cedi. Os sonhos e conquistas só valem a pena se partilhados com felicidade por aqueles que amamos. E minha família não estava feliz.

Por outro lado, não poderia ser ingrato com o Moto. “A alegria que esse clube me proporcionou nos últimos meses, preciso retribuir”. E a melhor forma de fazer isso é permitir que outro motense dê continuidade a essa belíssima história que o Moto construiu ao longo de décadas.

Um clube de futebol exige de qualquer presidente dedicação integral. 24 horas por dia. 7 dias da semana. Com 4 competições ao longo de 10 meses, nem se cogita outra conduta. E isso, nesse momento, minha saúde não permite. Não posso insistir e prejudicar o clube e essa maravilhosa e apaixonada torcida. Tentar ficar e sair durante uma competição não é justo.

Há 17 meses ninguém imaginava que estaríamos nesse cenário tão positivo. Quem chegar encontrará parte de cota da Copa do Brasil e a cota da Copa do Nordeste a receber; débitos parcelados; negociações iniciadas; 2 meses para contratar; 1 mês para treinar antes do Estadual e o interesse de vários jogadores em virem para o Papão.

Meu agradecimento eterno por todo apoio recebido ao longo desse período: ao Governo do Estado do Maranhão, na pessoa do governador Flávio Dino; à Secretaria de Esportes do Estado, na pessoa do secretárioMarcio JardimJoslea RodriguesLeonardo CordeiroJefferson BarbosaMaxwell Guerra e todos que apoiaram o Moto Club; à Secretaria de Fazenda do Estado, na pessoa do secretário Marcellus; à Cemar, nas pessoas de Hubert, Luiz Carlos e Jeane Pires; ao Supermercado Mateus; Hospital Aldenora Belo; Hotel Bristol, Planotopo, JeováBarbosa Engenharia, na pessoa de Neto Oliveira; Superclínica, Safemed e clínica DOM, nas pessoas de Henrique Almeida, Gustavo Almeida, Gustavo Vinhas ; Gelo da Ilha, na pessoa de Jorge Mesquita; Água You Happy; D+ Academia, na pessoa de Luciana ArguellesLuart Malharia e Eggos Malharia São Francisco; a DataClick, na pessoa de Mauro Pereira; ao deputado Glalbert Cutrim; à Federação Maranhense de Futebol e toda sua equipe; à SuperBolla; DCTR Eirele; Dani E Antônio Marão; Edson Araújo; Luiz Carlos e Adriana Vieira, contadores; Neto Dragões e toda família Hely Carlos Cláudio; equipe da UFMA, nas pessoas dos professores Mário Sevilio Junior e Emerson Silami.

Também terei gratidão eterna por quem ombreou conosco nessa luta, Waldemir RosaJose Alexandre RochaAdolfo Testi, Dra Julia AminGilberto CamaraCelio Sergio, Anderson Lima, Flávia Bitencourt Jose Rui Aires Jr.Epifanio Souza, Cláudio, Ithamar Sousa Ferreira, Seu Dico. A quem me fez ingressar na diretoria, Edmar Cutrim, Roberto Júnior e Roberto Fernandes.

A todos que trabalharam direta e indiretamente, funcionários e quem honrou a camisa rubro negra.

Ao MOTIM: (Wender SilvaIsabela CastroVitor PfluegerElyson ViníciusEvandro Cleane Figueiredo) que apoiou inclusive financeiramente no momento que precisamos. A todos os torcedores que incentivaram e apoiaram, nas vitórias e derrotas (somente 4). À imprensa que trabalha de forma séria e comprometida com a verdade.

Aos clubes e dirigentes adversários pela dedicação ao futebol; em especial ao Sérgio Frota, que deixou a rivalidade de lado, colaborando com empréstimo de atleta no campeonato Brasileiro.

E, principalmente, quem permitiu que eu chegasse até aqui: Deus, sem Ele nada acontece; minha mãe Socorro e minha esposa Patricia Rocha.

Enfim, se me esqueci de algum nome por puro lapso, deixo meu muito obrigado!

A unanimidade nunca vai existir. Tive falhas. Muitas. Sempre querendo acertar. Quem virá, certeza que logrará mais êxitos. Estarei torcendo e colaborando da forma que for possível.

Qualquer situação dita, além disso, não passa de devaneio.

Com lágrimas e tristeza escrevo essas palavras. Em breve, as transformarei em alegria pelas conquistas que o Moto continuará alcançando pela próxima gestão.

Até breve!

Hans Nina

 

Laércio Jr: Diferente por natureza

COMPARTILHE

guará

A TV Guará, canal 23, afiliada a Record News, será a nova casa do Radialista, Laércio Junior. O Pinheirense que esteve no Sistema Difusora de Comunicação até hoje (16), se despediu e mostrou gratidão aos diretores e coordenadores da emissora da Camboa. Locutor esportivo e apresentador do programa Difusora em debate na 680 AM com duração de 3h, Laércio Jr mostrou capacidade e compromisso ao comandar programas de gêneros diferentes. Com o sangue de radialista na veia, já que seu pai, o veterano Laércio Costa, também é radialista e um dos maiores narradores esportivos do Maranhão, Laércio Jr ainda comandou o programa Show de bola da TV difusora canal 4.

Com pouco mais de 30 anos, Laércio Jr tem experiência de sobra e isso lhe rendeu um convite para trabalhar na TV mais jovem da Ilha. Com uma carreira promissora, o Pinheirense sonha alto e busca sempre o melhor para seu futuro profissional. Conhecido como polêmico, Laércio ganhou seu espaço no rádio e na TV do Maranhão. O jovem começou sua carreira na rádio Educadora Am 560, ainda muito menino, mas já com responsabilidade e status de um grande repórter. Setorista do MAC, Junior se destacou e logo começou a narrar, e foi a revelação do ano 2000.

LA1 LA2 LA3

Apaixonado pelo rádio, Laércio ainda tentou continuar na 680 Am, mas as conversas não se concretizaram e narrador da geração 2000 teve que deixar a equipe de esportes da difusora. Ao se despedir hoje (16) a tarde de seus ouvintes, Laércio foi objetivo e disse: Gente, pra não ter que chorar, thau, thau.

Em sua rede social Facebook e também em seu blog, Laércio Jr escreveu algumas frases, mas sem deixar pistas para onde irá seguir. O portal foi atrás das informações e uma fonte contou toda essa história já escrita acima. Vejam agora o que Laércio Junior escreveu:

É HORA DE ENCARAR NOVOS DESAFIOS!

MOMENTOS MARCANTES, APRENDIZADO, REALIZAÇÃO PROFISSIONAL EM MUITOS MOMENTOS! ASSIM RESUMO MEUS ÚLTIMOS ANOS NA RÁDIO E TV DIFUSORA, UMA EXPERIÊNCIA INESQUECÍVEL, UM SONHO REALIZADO, TRABALHAR EM UMA DAS MAIS ANTIGAS E MAIORES EMISSORAS DESTE PAÍS PRA MIM NÃO TEM PREÇO QUE PAGA ESSA SATISFAÇÃO. NA RÁDIO ENTÃO NEM SE FALA, CONSOLIDAÇÃO DA MINHA CARREIRA COMO LOCUTOR ESPORTIVO, E UMA MISSÃO ENCARADA COMO GRANDE DESAFIO APRESENTAR UM PROGRAMA DE JORNALISMO COM 3 HORAS DE DURAÇÃO EM UM ESTADO REPLETO DE POLÊMICAS E OPINIÕES DIFERENTES, PRINCIPALMENTE QUANDO O ASSUNTO É POLÍTICA! 
O GOL INESQUECÍVEL DO PAULO SÉRGIO, EM FORTALEZA, O ÚLTIMO GOL DO KLÉBER PEREIRA COMO PROFISSIONAL, O VOO DE ULTRA LEVE POR SÃO LUIS, A POSSE DO NOVO GOVERNADOR, A TRANSMISSÃO DO CAMPEONATO MARANHENSE PELA TV.
UMA FRASE RESUME TUDO ISSO:
MUITO OBRIGADO SISTEMA DIFUSORA, VOU SEGUIR MEU CAMINHO GRATO E COM A CERTEZA DO DEVER CUMPRIDO!
É HORA DE NOVOS DESAFIOS!

O Portal joaofilho.com, coloca sua torcida em favor do jovem radialista, Laércio Junior!

 

 

 

Robson Paz se despede da Secom da Prefeitura

COMPARTILHE

PAZ 1

O agora ex-secretário de comunicação da prefeitura de São Luís e futuro secretário de Estado, se despediu ontem (30) dos amigos de trabalho e de seu chefe maior, o prefeito Edivaldo Holanda Junior. Após dois anos a frente da Secom municipal, Robson Paz esteve 16 meses como adjunto, mas com a saída do titular, Márcio Jerry, que foi coordenar a campanha de Flávio Dino, Edivaldo Holanda Junior, fez o convite ao Bequimoense, que assumiu e fez um grande trabalho durante 8 meses como titular. Antes, Robson já havia mostrado seu valor e por isso assumiu a titularidade da pasta.

O tempo foi suficiente para Robson Paz fosse visto como um grande gestor e foi prontamente convidado pelo governador eleito, Flávio Dino, para assumir a secretaria estadual de comunicação. Convite feito e desafio aceito por um dos Bequimoenses mais ilustres do jornalismo do Estado.

A partir de amanhã (1º) de janeiro de 2015, Robson Paz terá um grande desafio, já que a comunicação do Estado vinha sendo monopolizada pelo governo que se despede hoje (31) de uma forma melancólica. Com um bom histórico familiar, Robson vai mais uma vez honrar seu nome e elevar o jornalismo do Maranhão.

Confira abaixo o discurso de Robson Paz em sua despedida da prefeitura de São Luís.

PAZ

PAZ1

 

A hora do Adeus, ou até 2017?

COMPARTILHE

FATIMA

Os suplentes de vereadores que conseguiram ficar no exercício do mandato durante o período eleitoral começam a deixar a Câmara Municipal de São Luís. Dos sete que estavam no cargo, quatro já saíram, um sai esta semana e outros dois ficam até dezembro.

A vereadora Fátima Araújo (PRP) chegou a chorar por conta da falta de quórum e ter seus projetos não aprovados pela Casa. Nesta segunda-feira (3), com quórum, ela teve seus projetos aprovados em seu último dia no mandato. Nesta terça-feira (4), o titular, Nato (PRP), retorna a casa legislativa.

Ela agradeceu pela oportunidade em sua despedida. “Agradeço a oportunidade e a experiência adquirida. Muitas vezes eu fui prejudicada pela falta de quórum. Porque eu sabia que tinha um tempo determinado aqui e cada sessão era importante. Fico feliz pelo que pude fazer e desejo que os que ficam façam o que eu não tive tempo” – disse Fátima Araújo.

Já deixaram o parlamento os suplentes Alencar Gomes (PDT) e Anderson Martins (PRB). Retornaram Ivaldo Rodrigues (PDT) e Bispo Paulo Luiz (PRB). Os dois titulares eram candidatos e não conseguiram a eleição.

Eidimar Gomes (PSDB) também já deixou o mandato. Porém, ela retornará em definitivo a partir de 2015. O titular Sérgio Frota voltou nesta segunda-feira (3), mas foi eleito deputado estadual e deixará a vaga para a suplente.

Rômulo Franco (PRB) deixa o mandato nesta terça-feira (4). Na quarta-feira (5), Marquinhos (PRB) volta a casa legislativa municipal.

Batista Matos (PPS) e Dr. Damasceno (PSL) permanecem por mais tempo. Batista fica até 10 de dezembro no lugar de Estevão Aragão (SD). Dr. Damasceno fica no mandato até 31 de dezembro caso não haja nenhuma mudança nesse período. O titular, Chico Carvalho (PSL), está em tratamento de saúde.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free