casa » Archivo de Etiquetas: Crime

Archivo de Etiquetas: Crime

Mais um homicídio misterioso no município de Bequimão-MA

COMPARTILHE

Se as peças publicitárias do governo do Estado mostrassem a verdade, talvez os crimes pudessem ser desvendados, ao invés de escondidos. Na manhã desta terça-feira (8) mais um homicídio misterioso foi cometido no município de Bequimão, no Litoral Ocidental Maranhense, mostrando que a segurança do Estado é apenas um filme de ficção aos olhos do governador Flávio Dino.

Desta vez a vítima foi João Pedro Pereira Lobato, conhecido na cidade por (Hominho), de 29 anos, morador do povoado Baixo Escuro, na zona rural de Bequimão. O crime aconteceu por volta das 9h30 nas proximidades do Parque Expocapril, na MA106, na comunidade Frederico. De acordo com populares, Hominho estaria em uma motocicleta viajando no sentido centro da cidade.

De acordo com testemunhas, Hominho teria sido surpreendido por dois elementos que estavam em outra moto e dispararam vários tiros na vítima na cabeça. A vítima perdeu o controle da moto e caiu em uma pequena ribanceira. Hominho estava em companhia da esposa, que teve pequenas escoriações pelo corpo.

Policiais civis e militares estiveram no local do crime, e acionaram a equipe de saúde do Hospital Lídia Martins, que fez a remoção do cadáver e prestou socorro a esposa da vítima. As investigações vão tentar desvendar os motivos que levaram a morte de Hominho, já que a vítima era acusada de ter assassinado um rapaz identificado por Sílvio Dênis Cantanhede, de 34 anos, conhecido por Deninho de Curió, morto com dois tiros em 12 de junho de 2015, no bairro cidade nova em Bequimão.

A linha de investigação Polícia Civil deve tratar como vingança, acerto de contas, já que a vítima tinha inimigos na cidade.

OUTRO HOMICÍDIO MISTERIOSO EM BEQUIMÃO

No último dia 3 de março, na localidade Barroso, zona rural de Bequimão, um comerciante de aproximadamente 72 anos foi brutalmente assassinado dentro de sua roça, quando tirava ração para seus animais. A vítima identificada por Vicente França, morador da Comunidade Floresta, foi encontrada morta e até hoje nenhuma solução foi tomada por parte da Polícia Civil. Seria bom o publicitário do governo do Estado conhecer esses números, além assaltos a qualquer hora do dia, tanto na zona rural, quanto na zona urbana.

Talvez o secretário de Segurança Pública não conheça o município de Bequimão, mas um dos auxiliares do governador Flávio Dino, o Radialista Robson Paz, que é bequimãoense, possa dar todas as informações, já que um parente seu foi vítima de assalto há pouco menos de um mês na MA 106, mesmo local do crime desta terça-feira, onde a vítima de hoje morava em uma comunidade vizinha da família do ex-secretário de comunicação do Estado. Poderia ser uma solução, evitando tantos crimes, ou catalogando e mandando para Jefferson Portela.

 

 

Ministro Gilmar Mendes diz que criar “Fakes” pode ser enquadrado no crime contra a honra

COMPARTILHE

Ele, que também integra o STF (Supremo Tribunal Federal), deixa a presidência do TSE em fevereiro e vai ser substituído pelo colega Luiz Fux. A próxima gestão, disse Fux, vai focar em medidas preventivas contra as “fake news” que incluem “medidas de constrição de bens, medidas de restrição de eventual liberdade daqueles que estiverem em flagrante delito, preparando para cometer esse tipo de estratégias deletérias.

“Uma preocupação efetiva em nosso escopo, nosso objetivo, é atuar preventivamente. Então, tão logo nós saibamos que há empresas já preparando essas estratégias nocivas, vamos atuar através de medidas cautelares cabíveis”, destacou Fux. Ele já disse que pretende deixar sua marca no combate a “fake”.

COMITÊ

Gilmar defendeu a manutenção de um comitê permanente para prevenir a proliferação dessas informações. O TSE já montou um comitê para estudar o caso. O grupo conta com dez membros, incluindo integrantes do próprio tribunal, dos ministérios da Justiça e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, além de representantes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), do Exército, da Fundação Getúlio Vargas e do Safernet.

O tribunal, no entanto, ainda não estruturou como poderá fazer a checagem das informações que forem denunciadas. Ele destacou que um dos integrantes do comitê trabalha com identificação de robôs para maximização de notícias.

“Agora muitas das reclamações virão certamente das forças políticas, elas vão apresentar indicações sugerindo que está havendo algum tipo de manipulação”, afirmou.

“O modelo que a gente tradicionalmente adota é o dos três juízes de propaganda, eles são quem tomam decisões. Talvez a gente tenha que sofisticar esse sistema, tentar fazer isso de maneira mais antecipada, prévia para que possamos inibir ou ser muito efetivo na questão do funcionamento do sistema”, disse Gilmar.

Por Folha de São Paulo

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free