casa » Archivo de Etiquetas: Cobrança

Archivo de Etiquetas: Cobrança

“Canindé Barros está brincando com o povo do João de Deus e Vila Conceição”, dispara Fátima Araújo

COMPARTILHE

Em sessão realizada na última segunda-feira (13) no Plenário Simão Estácio da Silveira, na Câmara Municipal de São Luís, a vereadora Fátima Araújo (PCdoB), subiu a Tribuna da Câmara para fazer cobranças ao secretário Canindé Barros sobre suas promessas falsas ao povo dos bairros João de Deus e Vila Conceição. Fátima Araújo pediu explicações ao comandante da SMTT que já prometeu inúmeras vezes colocar a linha de ônibus para o João de Deus e não cumpre com a palavra.

“Secretário Canindé Barros está brincando com o povo do João de Deus e Vila Conceição. Em 2017 Canindé colocou uma linha de ônibus para os bairros João de Deus e Vila Conceição e depois retirou alegando a quantidade de buracos nas vias e por isso teria tirado a linha. Antônio Araújo recuperou as ruas e Canindé deu prazo de 3 meses para voltar a circular a linha do ônibus e mais uma vez não voltou. Ele tirou a linha de ônibus do São Cristóvão que beneficiava milhares de estudantes e trabalhadores e alegou falta de passageiros. Como que era falta de passageiros se o ônibus só saia superlotado? Qual é o passageiro que vai esperar horas para pegar um ônibus na comunidade? Eu já faço um apelo não para o Canindé, mas para o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, já que as comunidades do Complexo de bairros do João de Deus abraçaram o prefeito em 2016. Gostaria de fazer um apelo ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior que chame o secretário Canindé Barros, já que ele está brincando com o povo dos bairros João de Deus e Vila Conceição, está brincando com os alunos e com os trabalhadores que precisam de transporte coletivo. O ônibus que passa pelo João de Deus é o coletivo do São Bernardo e quando chega ao bairro é lotado”, disparou Fátima Araújo.

Fátima Araújo ainda destacou que os moradores do João de Deus e Vila Conceição percorrem 3 quilômetros para conseguir pegar um ônibus coletivo e ainda correm risco de assalto, já que as opções são nas avenidas Guajajara e Santos Dumont. A vereadora Fátima ainda disse que Canindé não recebe mais ela em seu gabinete  na SMTT por causa das cobranças sobre o transporte público. Segundo a parlamentar, Canindé fica fazendo promessas e não cumpre.

“Senhor Canindé eu não acredito mais em sua palavra. Eu não acredito mais em suas histórias. Te admiro como profissional, mas o senhor está querendo fazer política em cima do sofrimento do povo das comunidades e o povo não merece esse tipo de comportamento”, finalizou.

Nos últimos meses o secretário Canindé Barros tem se mostrado um gestor de várias palavras. Um hora promete e na outra não cumpre. A linha do ônibus para o bairro João de Deus já foi destaque em vários veículos de comunicação, onde o comandante da SMTT prometia colocar em funcionamento. Até o Ministério Público já cobrou e mesmo assim, nada foi resolvido.

Fátima Araújo cobra da gestão municipal pagamento das emendas destinadas às secretarias

COMPARTILHE

Cobrar, fiscalizar e legislar, são preceitos que norteiam as funções de um vereador dentro da Câmara Municipal. Por está mais próximo do povo, o parlamentar acaba sendo o único elo entre a comunidade e poder público. Na manhã desta terça-feira (5), a vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB), subiu a tribuna da Câmara Municipal para cobrar do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, pagamento das emendas destinadas por ela para alguns órgãos e instituições públicas da capital maranhense.

Como o tema bastante discutido no plenário foi a saúde pública da capital maranhense e o fechamento da Maternidade Maria do Amparo, no bairro Anil, Fátima Araújo disse que havia destinado R$ 200 mil reais para investir na maternidade, mas até o presente momento o prefeito de São Luís sequer fez o pagamento da emenda. Para a Pequena Guerreira, o valor ajudaria bastante na manutenção da Casa de Saúde, que está fechando por falta de verba.

“Em dezembro de 2018, quando eu tomei conhecimento da real situação da Maternidade Maria do Amparo, de imediato destinei uma emenda de R$ 200 mil reais para aquela Casa de Saúde através da Secretaria Municipal de Saúde. E essa não foi a única que destinei para a Secretaria de Saúde. Já havia destinado R$ 100 mil para a reforma do Posto de Saúde do Anil, além de R$ 100 mil para a Central de Marcação de consultas do João de Deus. Na educação eu já destinei R$ 100 mil reais para a reforma da Escola Thomaz de Aquino, no bairro Vila Lobão e uma emenda de R$ 300 mil reais para a construção de uma Creche na Vila Conceição. Já no esporte, destinei uma emenda de R$ 230 mil reais para a reforma da Quadra Esportiva do bairro João de Deus. Foi mais de R$ 1 milhão de reais em emendas e nenhuma foi paga pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Em seu pronunciamento, Fátima Araújo deixou claro que sua parte está sendo feita, resta agora o gestor municipal fazer a sua. Para a Pequena Guerreira, o dinheiro é do povo e precisa ser investido para o povo. “Tenho me preocupado com a segurança pública, saúde, educação, cultura, esporte, infraestrutura e assistência social, mas nem tudo depende de mim, e por isso peço o apoio de nosso presidente Osmar Filho e dos demais vereadores para que a gente possa cobrar e que essas emendas sejam revertida em serviços para a população ludovicense”, destacou Fátima Araújo.

Cemar aperta o bolso de usuários

COMPARTILHE

LOGO cemar

A companhia energética do Maranhão (Cemar) ultrapassou os limites da paciência e está apelando para o se “colar colou”. A nova tecnologia que a companhia adotou para calcular os valores das faturas, só reconhece a geometria quando aumenta a conta dos clientes.

Talvez por falta de conhecimento ou até mesmo por não lê sua fatura mensal, muitos clientes da Cemar, podem está pagando além do consumo ou até mesmo sem consumir. Parece brincadeira, mas a situação é tão verídica, que a partir de agora vou relatar um caso de tantos que irão aparecer após esta reportagem.

Este Blog recebeu uma denuncia muito grave de uma moradora do bairro Vila Embratel, em São Luís, que não vai ter o nome revelado, mas ela diz está sendo cobrada uma conta de energia sem usar. De acordo com a moradora que reside na Avenida Sarney Filho, Nº 25B, seu registro está desligado a mais de 40 dias e mesmo assim, chegou uma fatura de cobrança. Os documentos abaixo mostram a total falta de respeito com o usuário.

energia cemar 2LUZ1

O curioso nessa história, é que a leitura anterior é a mesma atual e a diferença ao invés de zerar, somou-se 30 de consumo. A outra questão que a cliente não conseguiu entender foi à cobrança de juros por atraso, se a conta anterior foi paga antes da data de vencimento.

Não só a cliente que está sendo desrespeitada pela Cemar, mas toda comunidade maranhense, precisa de uma explicação convincente do Executivo de Imprensa da Cemar, Sr. Luís Carlos, que me parece mais preocupado com o time de Voleibol, do que com os clientes.

Nos últimos meses, a Cemar vem gastando muita grana com publicidade e propaganda e esquecendo sua principal obrigação; respeitar o usuário. São dezenas de reclamações e nenhuma solução.

A única solução é procurar a delegacia do consumidor e registrar uma ocorrência. Cobrança indevida é crime e baseado no código do consumidor, pode até dar indenização. Acorda Luís Carlos, a barca está afundando.

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free