casa » Archivo de Etiquetas: Capacitação

Archivo de Etiquetas: Capacitação

Gestores recebem primeira capacitação do Pacto pela Aprendizagem em Bequimão

COMPARTILHE

A Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou, na segunda (30/09) e terça (01/10), o primeiro ciclo do Pacto pela Aprendizagem no município. A formação teve como tema a “Avaliação da Aprendizagem” e foi destinada a gestores escolares, coordenadores pedagógicos, supervisores escolares e técnicos da Semed. Também participaram o secretário de Educação, Aristides Amorim; o professor Luís Cesar Belo, representante do Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Bequimão (Sismubeq); e a representante do Conselho Municipal de Educação, Miramys Araújo.

O Pacto pela Aprendizagem tem como propósito garantir que todos os estudantes do município estejam alfabetizados em Língua Portuguesa e em Matemática, na idade certa; corrigir a distorção idade-série na Educação Básica; elevar ainda mais o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); e contribuir para o aperfeiçoamento profissional dos educadores municipais. Nos dois dias, cerca de 50 profissionais da educação ocuparam o Salão Paroquial de Bequimão, onde aconteceu a capacitação.

Para não prejudicar o calendário escolar, a Semed orientou os gestores participantes a repassarem, posteriormente, os conhecimentos adquiridos a todo o corpo docente das escolas que integram a Rede Municipal de Ensino.

O vereador Professor Zeca, um dos articuladores do Pacto pela Aprendizagem em Bequimão, destacou a importância de municipalizar o programa. “A formação do Pacto pela Aprendizagem é de extrema relevância para todos nós que fazemos a educação de Bequimão, uma vez que nos concede a oportunidade de discutirmos sobre os desafios do processo de aprendizagem em nossas escolas. É por meio de discussões como essas que nós, educadores, vamos alcançar as melhores estratégias para fortalecer o ensino e melhorar ainda mais os índices educacionais do nosso município”, frisou o articulador.

A última avaliação do Ideb, divulgada em 2017, mostrou que Bequimão alcançou o melhor índice dos últimos 13 anos, com 4,8 pontos, superando São Luís, que pontuou 4,7. A média faz parte de uma sequência histórica de crescimento, segundo a plataforma QEdu. O cálculo da nota do Ideb considera o nível de aprendizado do aluno em Português e Matemática e o fluxo escolar. Para Zé Martins, o Pacto pela Aprendizagem estimula ainda mais esse crescimento. “Desde o nosso primeiro mandato, o Ideb do município cresceu 0,7 pontos, considerando as avaliações de 2013 e 2015, com 4,1 e 4,5 pontos, respectivamente. O programa vem reforçar avanços como este, que já conseguimos alcançar na educação do nosso município”, afirmou o prefeito.

Ao todo, 3.483 alunos matriculados em 32 escolas municipais serão diretamente beneficiados pela formação continuada oferecida aos professores de Bequimão, segundo estimativa do Censo Escolar.

O Pacto pela Aprendizagem é uma estratégia colaborativa entre o município e o Governo do Estado, para a melhoria das condições educacionais e redução da evasão escolar. O acordo de cooperação técnica foi assinado pelo prefeito Zé Martins no dia 30 de agosto.

Prefeitura de Bequimão promove capacitação sobre qualidade da merenda escolar

COMPARTILHE

A Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria de Educação (Semed), realizou, no último sábado (14), uma capacitação sobre noções básicas de higiene, armazenamento de alimentos e preparo da merenda escolar. A atividade aconteceu na Unidade Integrada Codozinho e teve como público alvo auxiliares das escolas municipais. Na primeira ação, foram contemplados profissionais do Codozinho, Pontal, Marinho e Centrinho da Buritizeira. A qualificação segue determinação do prefeito Zé Martins e reforça o compromisso da gestão municipal com a segurança alimentar de crianças e adolescentes matriculados na Rede Municipal de Ensino.

O nutricionista Eduardo Almeida, do setor de merenda escolar da Semed, explicou que as boas práticas envolvem diversas etapas da produção de alimentos. “Conversamos sobre a contaminação dos alimentos em suas mais variadas formas. Se ela é física, química ou biológica. Ou seja, como esse alimento pode ser contaminado e quais são os tipos de microrganismos responsáveis. Tratamos também da segurança do alimento, o que envolve a questão de temperatura, os cuidados com a higiene pessoal e também a restrição ao uso de acessórios, como pulseiras e anéis, potenciais hospedeiros de microorganismos, como bactérias, fungos e vírus”, explicou Eduardo.

A capacitação também tratou do fornecimento dos alimentos. A coordenadora do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Cleonilde Bitencourt, explicou como se dá o processo e avaliou a situação das escolas do setor. Atualmente, 30% dos alimentos usados no preparo da merenda escolar são provenientes da produção agrícola local. O percentual está em conformidade com a Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, que determina o valor repassado pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) a ser investido na compra direta de produtos da agricultura familiar. A medida estimula o desenvolvimento econômico e sustentável das comunidades, segundo preconiza o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

As escolas que participaram dessa primeira formação têm cerca de 400 estudantes matriculados. Segundo Eduardo, as auxiliares foram extremamente receptivas e comprometidas com as instruções que tratam das boas práticas. Nas inspeções, a equipe de merenda escolar da Semed constatou o alto grau de higiene nas unidades de ensino do setor. “Não tenho dúvidas de que as nossas auxiliares saíram dessa capacitação ainda mais preparadas para continuarem desempenhando esse grande trabalho. O PNAE vem se desenvolvendo no nosso município e o objetivo é oferecer, cada vez mais, uma alimentação nutritiva, garantindo o crescimento saudável das nossas crianças e adolescentes. Esta meta é um dos encaminhamentos da segunda Conferência Municipal de Segurança Alimentar e já estamos trabalhando para cumpri-la”, reforçou o nutricionista.

UNICEF realiza capacitação em Bequimão

COMPARTILHE

Na tarde desta segunda-feira (12), o fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF Brasil) promoveu uma capacitação para a nova equipe do Selo Unicef – Município Aprovado, edição 2017 – 2020. Também foi ministrada a oficina Meninas Quilombolas, para adolescentes da Comunidade Povoado de Rio Grande. A equipe atendeu ao convite feito pelo prefeito de Bequimão, Zé Martins.

A capacitação foi conduzida pela diretora do escritório do Unicef no Maranhão, Ofélia Ferreira da Silva, e pela professora Claudete Ribeiro. Elas apresentaram a situação de Bequimão na Plataforma Crescendo Juntos, sistema que avalia as ações do município na promoção dos direitos da criança e do adolescente.

Participaram da capacitação o vice-prefeito Sidney Nogueira (Magal), a articuladora do Selo Unicef, Rose Pinheiro, o mobilizador de adolescentes, Wanderson Farias, o secretário de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, Rodrigo Martins, o secretário de Assistência Social, Josmael Castro, o Vereador Zeca, o coordenador das comunidades quilombolas, Pinininho, além de adolescentes do JUVA.

O evento ocorreu na Sala do Selo Unicef, instalada no novo prédio do CREAS.

Bequimão envia representantes para Capacitação do Selo UNICEF na cidade de Pinheiro-MA

COMPARTILHE

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em parceria com o Governo do Estado e o Instituto Peabiru, realizou dias 04 e 05 de junho, em Pinheiro (MA), a segunda turma do 4º Ciclo de Capacitação do Selo UNICEF. O município de Bequimão participou sendo representado pelos secretários Dinha Pinheiro (Cultura e Igualdade Racial) e Josmael Castro (Assistência Social), além de integrantes do Conselho Tutelar e a articuladora do Selo UNICEF e presidente do Conselhos de Direito de Crianças e Adolescentes (CMDCA).

Além de Bequimão, aproximadamente 150 representantes municipais, tais como, secretários municipais de Assistência Social, articuladores locais do Selo UNICEF, representantes de Conselhos de Direito de Crianças e Adolescentes e dos Conselhos Tutelares de 45 municípios das regiões de Pinheiro, Viana, Santa Inês e Zé Doca, compareceram no auditório central da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Campus Pinheiro.

A metodologia usada incluiu trabalhos em grupo, palestras e exercícios práticos sobre estratégias para o enfrentamento e prevenção ao trabalho infantil, violência sexual, racismo, homicídios e implementação de medidas sócio-educativas em meio aberto.

Proteção no Selo UNICEF

Com uma metodologia que tem se mostrado exitosa em ampliar exponencialmente o conhecimento e a capacidade de pequenos municípios sobre os direitos da infância, foi nesta edição, de 2017 a 2020, que o Selo UNICEF incluiu os temas ligados à proteção de crianças e adolescentes, assegurados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Nas capacitações nos quatro polos do Maranhão, são abordados os temas da oferta de serviços integrados às crianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência, notificação de situações de violência e trabalho infantil, serviços de atendimento socioeducativo em meio aberto, estratégias de proteção ao direito à vida de adolescentes e contra a violência, e estratégias de promoção da igualdade racial.

Atenção especial aos mais vulneráveis 

A vulnerabilidade social de meninos e meninas está presente em diferentes formas no território nacional. Por conta da intensificação de sua gravidade, o tema se tornou prioridade para ser trabalhado pelo Selo UNICEF em todos os municípios engajados na iniciativa. No trabalho infantil, 2,5 milhões crianças e adolescentes no Brasil vivem essa realidade, segundo estudo lançado pelo UNICEF em 2018, sobre os impactos da pobreza na infância.

Selo UNICEF

O Selo UNICEF é realizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com o Instituto Peabiru, contando com o apoio do Governo do Estado do Maranhão, e a parceria estratégica com Cemar, Celtins, Energisa, Neve, Amil e RGE. A certificação internacional reconhece avanços reais e positivos para a vida de crianças e adolescentes. Receber o Selo UNICEF significa que os municípios realizaram esforços, por meio de políticas públicas, para promover, proteger e garantir direitos de meninos e meninas.

Prefeitura de Alcântara realiza curso de Formação de Professores

COMPARTILHE

A prefeitura de Alcântara, através da Secretaria Municipal de Educação, por intermédio da coordenadora da Educação Infantil, Marcia Regina Souza e da formadora do município, Dediolene Diniz, promoveu nos dias 24 e 25 de maio, sexta e sábado, a I Formação Continuada de Professores da Educação Infantil.

A capacitação foi realizada com base no Documento Curricular do Território Maranhense (DCTM) e teve como objetivo principal a qualificação de professores, alinhada a proposta da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), além de caminhar rumo a uma educação integral onde os direitos de aprendizagem das crianças sejam respeitados e cumpridos pelo município e professores.

O Prefeito Anderson Wilker, preocupado com a qualidade da educação no município de Alcântara, tem proporcionado muitos momentos aos educadores, valorização profissional e esta capacitação é mais uma das formas de valorizar os profissionais da educação do município de Alcântara-MA.

Quando um município propõe formação continuada durante o ano especificamente para uma modalidade, significa que o professor estará alicerçado naquilo que ele põe em prática em sala de aula e que os professores tem sempre que estarem se atualizando, pois as crianças de hoje não são as mesmas de ontem.

Prefeitura de Alcântara realiza capacitação de merendeiras

COMPARTILHE

A prefeitura de Alcântara, através da Secretaria Municipal de Educação, realizou nesta sexta-feira (24), curso de capacitação com as merendeiras da rede municipal de ensino. Durante a capacitação as profissionais receberam avaliação nutricional, fizeram testes rápidos com a equipe da saúde que se encontrava presente na capacitação.

Além da capacitação, as merendeiras  assistiram uma palestra com a psicóloga da educação, Dayane Fernandes Cruz. O presidente do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) acompanhado dos membros do CAE esteve presente e destacou a importância da capacitação.

A secretária de Educação, Rowsyklea Araújo Chaves esteve presente durante todo o evento, dando suporte na qualificação das merendeiras. A capacitação foi realizada pelas nutricionistas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), Loyane Coutinho de Santana e Mércia Teresa Pereira Matos.

As merendeiras receberam informações de boas práticas de manipulação dos alimentos, noções de higiene e armazenamento. Durante a capacitação as profissionais tiveram aula sobre a importância da alimentação escolar e da merendeira, a responsabilidade da merendeira, noções sobre alimentação e nutrição, conhecimentos sobre o PNA, avaliação de aprendizado, noções de higiene e preservação da saúde, reaproveitamento dos alimentos e sobre contaminação.

Na segunda parte da capacitação, a merendeira aprenderam sobre os perigos biológicos, perigos químicos e perigos físicos, doenças veiculadas por alimentos, controle de qualidade, armazenamento dos gêneros alimentícios, medidas para prevenção de acidentes de trabalho e sobre relações interpessoais.

As merendeiras do município de Alcântara receberam um kit contendo avental, touca e ao final da capacitação todas receberam um certificado e brinde, houve sorteio de prêmios para as merendeiras participantes da qualificação.

Para as nutricionistas, trabalhar com profilaxia e saber como manipular o alimento que vai para o prato dos estudantes, ajuda na prevenção de doenças. “A merendeira escolar tem um papel fundamental na qualidade da alimentação escolar que será oferecida aos alunos. Além de ser responsável por oferecer refeições bem preparadas e sem riscos para a saúde”, enfatizaram.

Por  G7

Oficina de Capacitação sobre o Selo Unicef em Bequimão

COMPARTILHE

Aconteceu durante os dias 13, 20 e 27 de Julho, a Capacitação de Treinamento das Habilidades Sociais e Emocionais para os adolescentes do Núcleo de Cidadania do Selo Unicef. A Oficina foi realizada pela Prefeitura de Bequimão, através das Secretarias de Assistência Social, Cultura e Promoção da Igualdade Racial.

As atividades foram desenvolvidas com apoio do Centro de Referência Especializada da Assistência Social (CREAS) e facilitação do Psicólogo Wanderson Farias Privado, que é Coordenador Municipal do JUVA (Jovens Unidos Pela Vida na Amazônia).

A oficina foi divida em três módulos:

1 – A Inteligência Emocional;

2 – Excelência no Atendimento;

3 – Cerimonial e Protocolo;

O objetivo é promover o Desenvolvimento de Habilidades e Competências para o exercício da cidadania. Além de conhecer a oportunidade de mudanças e transformações sociais.

As habilidades sociais e emocionais são oferecidas nas escolas de vários países do mundo como projeto pedagógico e estratégia de redução da violência e promoção de um mundo consciente, baseado no respeito e na solidariedade com compromisso social.

O Selo UNICEF é uma iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF voltada à redução das desigualdades e à garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Realizado em parceria com os municípios do Semiárido e da Amazônia Legal Brasileira, o Selo UNICEF busca contribuir com o fortalecimento das políticas públicas direcionadas à infância e à adolescência, com o desenvolvimento das capacidades dos gestores municipais e com o estímulo à mobilização social e à participação dos adolescentes.

Por Wanderson Farias Privado

Mais de 1.400 atendimentos em capacitação em Bequimão-MA

COMPARTILHE

O empreendedor bequimãoense Jorge Protásio da Costa já foi dono do seu próprio negócio. Com a crise, sua empresa veio à falência e ele passou a trabalhar como empregado em outro empreendimento. Ao participar da oficina “Como Desenvolver uma empresa de Sucesso”, realizada pelo Sebrae no município de Bequimão, na última semana, Jorge encontrou a motivação que precisava para voltar a ser empresário.

“Ver a sua empresa chegar ao fim, um sonho que você construiu ao longo de tantos anos, não é fácil! Depois disso foram quatro anos trabalhando como funcionário com carteira assinada, buscando a motivação e principalmente a inspiração que eu precisava para voltar a empreender e aqui eu encontrei aquilo que precisava para voltar a ser um empreendedor e, dessa vez, de sucesso”, ponderou Costa.

Obstinado, Jorge mostrou o seu potencial, e foi o vencedor, ao lado do amigo Gilvan, do desafio “Meu Negócio” que faz parte da metodologia da oficina do Sebrae, propondo aos participantes a criação de novos negócios que precisam ser gerenciados durante a capacitação. Ao final, os resultados de faturamento de cada empresa – ainda fictícia, são apresentados e os ganhadores anunciados. Como prêmio a dupla irá participar da próxima turma do Empretec gratuitamente.

Nos cinco dias da oficina, a estratégia de atendimento empresarial em massa serviu para estimular nos empreendedores e potenciais empreendedores do município, habilidades, comportamentos positivos, competências e a capacidade de resolução de problemas. A metodologia é desenvolvida através de cinco temas que vão desde o planejamento do negócio, passando pela gestão propriamente dita da empresa, até técnicas de marketing que podem ser utilizadas para alavancar as vendas.

“O Sebrae é um grande parceiro dos mais de 180 pequenos negócios existentes no Maranhão e trabalha arduamente para manter essa linha direta com eles. Em Bequimão, tem sido uma constante apoiarmos a manutenção das empresas locais e incentivarmos a criação de novos negócios. Queremos continuar prosseguindo na nossa missão institucional em favor das micro e pequenas empresas, microempreendedores individuais e empreendedores rurais por entendermos que esta é uma excelente estratégia para dividir riqueza e renda, gerar empregos e melhorar a qualidade de vida para os maranhenses” disse João Martins, diretor superintendente do Sebrae estadual.

A realização do evento foi uma parceria entre o Sebrae, por meio de sua regional em Pinheiro, e a Prefeitura de Bequimão por meio da Sala do Empreendedor do município e capacitou 350 pessoas, dentre empreendedores e potenciais empreendedores locais. Esta foi a 27ª edição estadual da oficina de empreendedorismo do Sebrae “Como Desenvolver uma Empresa de Sucesso”, totalizando sete mil capacitações e mais de 37 mil atendimentos.

Os números da oficina

No balanço do evento, foram realizados 1.495 atendimentos, distribuídos entre 10 cursos, 14 palestras motivacionais abertas ao público e direcionadas para empresários e funcionários públicos (que contou com 667 participantes), além de 86 consultorias nas empresas de participantes.

Durante a realização do desafio “Meu Negócio”, que na pratica estimula a criação de novos empreendimentos, foram criadas 51 empresas, gerando juntas um faturamento de R$ 3.745,60 nos três dias dessa atividade.

Para o prefeito de Bequimão, Zé Martins, o Sebrae é muito mais que um parceiro do poder público municipal, mas um parceiro da população de Bequimão. “Graças a Deus aqui em Bequimão o Sebrae vai muito além do que todos esperam e já deixou de ser apenas um parceiro na nossa gestão, passando a ser um parceiro de todos aqueles que alimentam dentro de si o espírito empreendedor aqui no nosso município. Por isso, todas as vezes que o Sebrae solicita a parceria do município de Bequimão, estamos sempre prontos a atender”, sinalizou.

A gerente regional do Sebrae em Pinheiro, Graça Fernandes, aproveitou para destacar a importância das parcerias e agradecer a confiança da população de Bequimão. “Realizar uma oficina deste porte em qualquer município envolve um investimento considerável. Por isso, é tão importante a parceria com a Prefeitura de Bequimão e, principalmente, a participação da população local nos eventos. Só temos a agradecer pela confiança e pela credibilidade depositadas à nossa instituição”, agradeceu.

O Sebrae incluirá as empresas que participaram da oficina, e aquelas que por ventura venham a surgir após a capacitação, em um planejamento para que sejam acompanhadas nos próximos meses com ações que englobam treinamentos da instituição, fundamentados nas metodologias SEI e Começar Bem.

Próximas ações

Mais uma edição da Oficina “Como Desenvolver uma Empresa de Sucesso” teve início na noite da última segunda-feira (23), em São Mateus a capacitação acontecerá até esta sexta-feira, 27, no Ginásio Poliesportivo José Ovídio da Silva Dias, na sede do município, e reunirá 240 empresários e potenciais empreendedores locais.

O evento teve o apoio total da Prefeitura de Bequimão, que é parceira do Sebrae-Maranhão, desde 2013, e já qualificou centenas de Empresários, Microempresários e potenciais empreendedores do município.

 

Município de Bequimão participa da 2ª Capacitação do Selo Unicef realizada em São Luís

COMPARTILHE

Com o objetivo de melhorar ainda mais os indicadores da população de Bequimão, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial, representada por Dinha Pinheiro e um auxiliar, participou da 2ª Capacitação do Selo Unicef, que aconteceu no Convento das Mercês, em São Luís. O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em parceria com o Governo do Estado, realizou o 2° Ciclo de Capacitação do Selo Unicef (edição 2017-2020).

Durante todo o dia, os 209 articuladores municipais do Selo conheceram a metodologia e simularam a realização dos Fóruns Comunitários, etapa obrigatória na realização do Selo, a ser cumprida até o mês de junho nas cidades participantes.

O Fórum tem como objetivo realizar a escuta qualificada da população e suas diferentes representações quanto as necessidades e prioridades em políticas públicas destinadas a crianças e adolescentes. A partir disso, o município de Bequimão desenvolverá um Plano de Ação, voltado para identificar os principais desafios e definir as prioridades para o enfrentamento das desigualdades na realização dos direitos de crianças e adolescentes.

“O Fórum Comunitário é um momento muito emblemático do Selo, porque os gestores garantem a participação da comunidade para resolverem os principais desafios que tenham relação com a garantia dos direitos da criança e do adolescente”, esclareceu Anyoli Sanabria, coordenadora do Território Amazônico do Unicef.

Para a secretária de Cultura e Igualdade Racial, Dinha Pinheiro, o município de Bequimão está empenhado em melhorar os indicadores e enfrentar os principais problemas que afetam crianças e adolescentes, nas áreas de saúde, educação, proteção e participação social. “A gente tem trabalhado muito a fim de melhorar os índices de nossa cidade e com a chegada do Selo Unicef todos nós do poder público juntamente com a população, estamos melhorando ainda mais os indicadores de Bequimão. Desde que o prefeito Zé Martins assumiu a gestão em 2013, a realidade de Bequimão é bem melhor do que recebemos. Temos a Semana do Bebê Quilombola e isso tem mudado a realidade no município”, destacou.

No Maranhão, 209 municípios aderiram a esta edição do selo. O estado é parceiro do Unicef e aproveita a metodologia utilizada por ele, para causar impacto nos indicadores relacionados a proteção integral à criança e ao adolescente. “A ideia é usar esse exercício que o Unicef faz com os municípios que é bastante simples, de aproximação entre a realidade que precisa mudar e a capacidade de monitorar esses indicadores e aplicar isso de maneira democrática e muito bem capilarizada no Maranhão”, afirmou o secretário de Políticas Públicas e Articulador Estadual do Selo Unicef, Marcos Pacheco.

Após o primeiro ciclo de capacitação, que ocorreu em novembro do ano passado, os municípios desenvolveram inúmeras atividades, entre elas, diagnóstico participativo da situação da infância e adolescência, adesão à Campanha “Fora da Escola Não Pode”, de busca ativa escolar e de criação de núcleos de adolescentes para engajamento e mobilização destes públicos para o debate de seus direitos.

 

Guardas Municipais de Bequimão participam de curso de capacitação para Agentes de Trânsito

COMPARTILHE

Melhorar a qualidade do trânsito, conscientizar os motoristas e educar o pedestre na cidade de Bequimão é uma das metas do prefeito Zé Martins. Com a construção da ponte que vai ligar a cidade de Bequimão a mais 9 municípios do Litoral Ocidental Maranhense, a gestão municipal já começa a se preparar para o aumento de veículos na cidade.

Durante dois dias, os guardas municipais passaram por um curso de capacitação que qualifica para atuar como Agente de Trânsito na cidade. Na tarde desta sexta-feira (02), aconteceu o encerramento do curso no auditório do Sismubeq no centro da cidade de Bequimão-MA.

O curso foi realizado pela equipe de Coordenação de Educação do Trânsito, através de Rafael Coutinho do Detran-Ma e pela equipe do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPRv), representado pelo Coronel Magalhães, tenente Roque, Soldado P. Mendes e pela soldada Vanessa.

A ação faz parte de um convênio entre a Prefeitura de Bequimão e o Detran/MA, que vai possibilitar a municipalização do trânsito em Bequimão. Isso significa que o município vai passar a ter responsabilidade sobre o trânsito da cidade, podendo, inclusive, criar órgãos executivos municipais específicos para essa área.

A cerimônia de encerramento contou com a presença do Secretário Municipal de Administração,José Orlando Ferreira, representando o prefeito Zé Martins, servidores da Secretaria Municipal de Segurança. O trabalho é resultado de esforços do Comandante da Guarda Municipal, Carlos Lopes, do Secretário Municipal de Segurança, Otoniel Gusmão e apoio do prefeito Zé Martins que não tem medido esforços em buscar melhorias a classe.

“Mais do que tudo não é possível conseguir sem o apoio em primeiro lugar a Deus que nos dar a força, a administração na pessoa do secretário José Orlando Ferreira Martins e do prefeito Zé Martins que nos tem dado o suporte para buscarmos melhorias à instituição Guarda Municipal, sem deixar de fora a confiança que cada profissional tem depositado em mim e na minha fiel escudeira a Guarda Municipal Carliane que sempre está do nosso lado juntamente com o secretário Otoniel Gusmão e a diretora de trânsito inspetora Rosinalva”, disse Carlos Lopes.

A capacitação vai preencher os autos de infração e melhorar a abordagem aos cidadão no trânsito. Para entrar na área de notificação seria preciso o curso de capacitação para preparar os Agentes de Trânsito para estarem nas ruas da cidade de Bequimão.

Por Jefferson Cantanhede

 

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free