casa » Archivo de Etiquetas: Campeão

Archivo de Etiquetas: Campeão

Alcântara é campeão alcantarense 2019 no futebol feminino

COMPARTILHE

Em jogo bastante disputado e cheio de emoções, o Alcântara venceu o Itamatatiua por 2 a 1 na tarde deste sábado (13) no estádio Facurão, em partida válida pela decisão do primeiro Campeonato Alcantarense de Futebol Feminino realizado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Esporte e Juventude. A grande destaque da partida foi a jogadora Hyasmin, que deixou sua marca e assinalou os 2 gols da vitória do time do Alcântara.

No primeiro tempo os dois times fizeram pouco, abaixo do esperado pela torcida. Mas no segundo tempo, as duas equipes mostraram porque chegaram à final do campeonato. O Alcântara abriu o marcador e Itamatatiua empatou 2 minutos depois em 1 a 1. O placar parecia que o título seria decidido nos pênaltis, mas apareceu Hyasmin, autora do primeiro gol do Alcântara, descendo pela esquerda e bateu cruzado, a bola foi morrer no fundo do gol, fazendo 2 a 1 para o verdão. O Itamatatiua ainda tentou buscar o empate, mas não havia mais tempo e o Alcântara sagrou-se campeão feminino 2019.

O prefeito Anderson Wilker esteve presente na decisão e assistiu a partida das arquibancadas no meio da torcida. Após o jogo foi entregue a premiação aos finalistas. Foram entregues 20 medalhas para cada time finalista, premiação para a artilheira  e para a destaque da competição, além da premiação de R$ 2.500,00 para o campeão, R$ 1.250,00 para o vice-campeão, R$ 600,00 para o 3º colocado e R$ 400,00 para o 4º colocado da competição.

“É inédita esta competição aqui em Alcântara, e tai o sucesso de público, arquibancadas lotadas e o ingresso é pago. Isso mostra que nosso povo gosta de futebol e por isso estamos valorizando as modalidades, a prova são os Jogos Escolares Alcantarenses, que reuniram 12 escolas polos e com incentivo conseguimos o bi-campeonato no JEMS 2019 no futsal feminino infantil. Estamos fazendo o que está ao nosso alcance. No futebol principal, máster e cinquentão, agora no feminino e em agosto vamos iniciar o sub-17, onde vamos revelar muitas promessas que vão servir nossa seleção e quem sabe, vestir a camisa de um time grande do futebol maranhense no futuro”, destacou o prefeito Anderson Wilker.

No início da competição, o prefeito entregou aos 8 clubes participantes, 11 pares de chuteiras para cada time, totalizando 88 pares de chuteiras, além da logística para deslocamento, que a Prefeitura se comprometeu e cumpriu mais uma vez com os presidentes de clubes.

O jogo da decisão foi transmitida pela Rádio Timbira AM 1.290 KHZ direto do Estádio Municipal Facurão. A narração foi de Laércio Júnior, reportagem de Jauber Pereira e na técnica Welington. O diretor da Rádio Timbira, Robson Paz também esteve presente ao Facurão.

Fotos: Mauro Garcia

Escola Duque de Caxias de Alcântara é Bi-Campeã no JEMs 2019 Etapa Metropolitana

COMPARTILHE

Em decisão cheia de emoções e recheada de talentos, a Escola Duque de Caxias, do povoado Oitiua, zona rural de Alcântara, sagrou-se bi-campeã nos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs), Etapa Metropolitana, no futsal infantil feminino, jogo contra o Colégio Bom Pastor, realizado na tarde deste sábado (29), no Ginásio Costa Rodrigues, no Centro da capital maranhense. As alcantarenses venceram as ludovicenses por 2 a 1, em decisão acirrada tanto no primeiro, quanto no segundo período. Destaque para jogadora Rayssa, que comandou o meio campo da Escola Duque de Caxias, as vezes que esteve em quadra.

Na categoria Futsal Infanto Feminino as alunas do IFMA Campus Alcântara não tiveram a mesma sorte das estudantes de Oitiua e acabaram sofrendo uma goleada para o Colégio Bom Pastor pelo placar de 11 a 0. Com a derrota para as ludovicenses, as alcantarenses ficam o vice-campeonato da modalidade no JEMs 2019 e estão garantidas na Etapa Estadual dos Jogos Escolares Maranhenses.

Meninas do IFMA Campus Alcântara ficam com o vice-campeonato no futsal, categoria infanto juvenil (Fotos: Mauro Garcia)

Em sua página na rede social Facebook, o diretor da Escola Duque de Caxias e treinador das atletas, professor Heliody Pereira, destacou o talento e a garra das estudantes de Oitiua. “Agradeço a Deus por mais essa conquista, ao prefeito Anderson Wilker pelo apoio ao esporte, a SEMED em nome da ex-secretaria de Educação Rowsyklea Araújo Chaves, a psicóloga Dayane Fernandes Cruz, a coordenadora Lili, e a nutricionista Mércia, ao diretor Roger Mello, aos diretores de Esportes Hermison Santos e Alim Pereira e a todos os professores, em especial a professora de educação física Aurilene, vigias, operacionais, merendeiras e a diretora adjunta Eulália, e claro, em especial aos pais das atletas que confiaram que suas filhas fossem conosco para São Luís disputar os jogos, e mais que especial as nossas 9 atletas que deram o máximo de si para conquistar mais esse título para a nossa cidade de Alcântara. A todos meu muito obrigado”, descreveu.

Para o prefeito Anderson Wilker, os resultados são frutos da valorização do esporte em sua gestão, mostrando que educação e esporte precisam andar juntos. “Participar dos Jogos Escolares Maranhenses é importante, mas conquistar títulos não tem preço. Nossas alunas da Escola Duque de Caxias vencem a Etapa Metropolitana no futsal infantil feminino pelo segundo ano consecutivo. Quero lembrar que estamos participando do JEMs pela segunda vez. Não posso deixar de parabenizar as estudantes do IFMA Campus Alcântara que chegaram na final e conseguiram um vice-campeonato importante para nossa cidade, assim como quero parabenizar os meninos que representaram nosso município no JEMs. Ano que vem vamos buscar mais títulos e se Deus quiser, na Etapa Estadual ainda vamos dar mais alegrias com o futsal feminino”, destacou o prefeito.

É válido lembrar que o município de Alcântara participou dos Jogos Escolares Maranhenses em 2018 pela primeira vez, após o prefeito Anderson Wilker criar os Jogos Escolares Alcantarenses (JEAS), que abre oportunidades para que os estudantes alcantarenses disputem o JEMs.

Fotos: Mauro Garcia

Ramal de Quindiua vence Santa Rita por 2 a 1 no Vivaldão e conquista a II Copa Quilombola

COMPARTILHE

Com grande público na tarde deste domingo (03) no estádio municipal Vivaldão na cidade de Bequimão, o time da comunidade de Ramal de Quindiua venceu Santa Rita de virada por 2 a 1 e conquistou o título da II Copa Quilombola de Futebol, realizada pelo Instituto Solis em parceria com a prefeitura de Bequimão e apoio da Cemar Equatorial através da lei de incentivo ao esporte do Governo do Estado.

Com o título de campeão, Ramal de Quindiua irá representar o município de Bequimão na etapa estadual e se juntar aos 15 municípios que se classificaram para a etapa final. Mesmo sendo considerado um clássico da região, o jogo Ramal de Quindiua 2 a 1 Santa Rita, transcorreu tranquilamente do início ao final. O time campeão recebeu uma equipagem completa, assim como o vice, além de uma premiação em dinheiro para os dois finalistas.

Para o prefeito Zé Martins, o momento mostra o quanto a gestão tem visto para as comunidades quilombolas do município de Bequimão. “É a segunda Copa Quilombola que a gente realiza com o Instituto Solis por meio do Governo do Estado e apoio da Cemar. Nossa gestão é voltada para os que mais precisam e as comunidades quilombolas sempre são lembradas com ações de esporte, educação, saúde e infraestrutura. A próxima Copa Quilombola será melhor ainda, já com o estádio Vivaldão reformado, se Deus quiser”, destacou o prefeito.

Estiveram presentes o vice-prefeito Magal, os secretários Sidney Bouéres (Saúde), Dinha Pinheiro (Cultura e Promoção da Igualdade Racial), Kell Pereira (Esporte e Juventude), Otoniel Gusmão (Segurança), além lideranças políticas e quilombolas.

Seleção de Bequimão joga bem, mas perde jogo e título da Copa Conguarás

COMPARTILHE

A seleção de Bequimão jogou na tarde deste domingo (15) no Estádio Municipal Osvaldão, na cidade de Bacuri, no litoral maranhense contra a seleção local e perdeu por 2×1. Mesmo jogando bem, o time bequimãoense não conseguiu assegurar a pressão dos donos da casa, que chegaram a fazer 2×0 no placar, mas Bequimão diminuiu no final do jogo, quando não havia mais tempo para empatar a partida.

Com um estádio lotado de torcedores, o time da casa esteve bem melhor no jogo deste a primeira etapa, que fechou empatado em 0x0. No segundo tempo a seleção de Bacuri voltou mais afoita e conseguiu fazer 1×0, o que desequilibrou psicologicamente os jogadores de Bequimão. O técnico Beato Lopes ainda fez algumas mexidas para dar mais gás ao time e conseguiu, mas Bacuri estava melhor no jogo. Final de jogo, Bacuri 2×1 Bequimão, Bacuri é o primeiro campeão da Copa Conguarás de Futebol.

Para a seleção de Bequimão restou apenas o vice-campeonato e a certeza de um trabalho feito com responsabilidade e apoio do prefeito Zé Martins, que tem incentivado bastante e resgata de vez o futebol bequimãoense.

Para o jogador Zequinha, que deixou o gramado bastante emocionado, o trabalho precisa continuar. “Vontade e empenho não faltaram aos jogadores. Nos doamos durante os 90 minutos, mas infelizmente não conseguimos a vitória”- desabafou o jogador que pediu desculpas ao povo bequimãoense e à torcida.

O jogador Real também deixou o gramado bastante emocionado, mas destacou a garra da equipe dentro de campo. “Infelizmente apenas uma seleção tinha que vencer. A gente perdeu o jogo, mas entramos para a história do futebol de Bequimão. Há 20 anos nossa seleção não chegava em uma final de campeonato. Agora é levantar a cabeça e dar continuidade ao trabalho. Temos agora o Campeonato Intermunicipal, e se Deus quiser vamos buscar o título” – disse o atleta que também pediu desculpas aos torcedores bequimãoenses pela derrota.

É bom lembrar que o trabalho está sendo feito pelo técnico Beato Lopes há 4 meses e com atletas genuinamente bequimãoense. Desde que chegou em terras bequimãoenses, Beato foi categórico ao dizer que queria trabalhar apenas com jogadores da terra para resgatar o futebol local e que seu planejamento seria formar uma base para futuramente disputar títulos. O resultado foi imediato e a grande final entre Bequimão X Bacuri mostra que santo de casa faz milagres.

O prefeito Zé Martins deve investir ainda mais no esporte bequimãoense, principalmente com a chegada a final, que colocou Bequimão na vitrine do esporte maranhense. Desde que assumiu, Zé Martins tem investido forte no esporte local e o resultado tem sido satisfatório ao gestor.

PRÊMIO DA COPA

A premiação da I Copa Conguarás aparentemente era bastante atraente, mas neste domingo (15) se transformou em decepção aos participantes e principalmente ao campeão do torneio. No final do Jogo apareceram uns troféus e umas medalhas ralés doadas pela Secretaria de Esporte e Lazer do Estado (Sedel). Segundo a imprensa que fazia a cobertura da partida, os troféus são de péssima qualidade, o que seria uma falta de respeito com os municípios participantes. Além disso a I Copa Conguarás foi mal organizada e por pessoas sem conhecimento da arte.

 

Com apoio da vereadora Fátima Araújo, Maranhão é o Campeão da Liga Nordestina de Futebol para Surdos

COMPARTILHE

A Associação de Surdos do Maranhão (ASMA), que representou o estado com o apoio da vereadora Fátima Araújo (PCdoB), viajou para Natal, capital do Rio Grande do Norte, onde disputou a Liga Nordestina de Futebol para Surdos e conquistou o título de campeão após 10 anos.

O time maranhense em sua primeira partida venceu o Rio Grande do Norte por 2×1. Na segunda partida o ASMA bateu o Sergipe por 1×0. Já na decisão o time maranhense João Pessoa por 1×0 e levantou a taça de campeão.

É a segunda vez que o Estado do Maranhão levanta a taça da Liga Nordestina de Futebol para Surdos em Natal. Além do bi campeonato, o Maranhão Thiago como artilheiro da competição com três gols e o melhor goleiro do torneio.

Como incentivadora da Cultura, Esporte e Lazer, Fátima Araújo mostrou pé quente ao visitar a equipe no dia da viagem para Natal. Desde que a vereadora conheceu o trabalho realizado na ASMA, Fátima tem sido uma parceira da Instituição.

 

Maranhense é campeão mundial de Jiu Jitsu

COMPARTILHE

O maranhense Felipe Costa, de 16 anos, conquistou a medalha de ouro no Mundial Juvenil de Jiu Jitsu, que aconteceu no último final de semana em São Paulo.

Felipe é Faixa Azul e disputou o campeonato na categoria leve. Para o jovem a lutador, a conquista serve para coroar a dedicação, muitas horas de treino e própria dificuldade financeira. O atleta não pensa em parar com a conquista do mundial juvenil e já sonha com medalha de ouro no mundial adulto.

“Estou muito feliz com essa conquista e em sinto orgulhoso de representar o Maranhão e o meu país nesta competição. Essa vitória é um gás a mais para eu continuar lutando”, disse o campeão.

Uma grande festa está sendo preparada para receber Felipe quando retornar para capital maranhense.

TEXTO: Tarcísio Brandão

 

Bequimão levanta a Taça de Master

COMPARTILHE

hhhhh

A Seleção de Bequimão conquistou o título da Copa da Baixada Super Máster. Na grande decisão disputada no último sábado (11) no estádio Costa Rodrigues na cidade de Pinheiro, a seleção de Bequimão empatou no tempo normal com a Seleção de Cururupu em 0x0 e nas disputas de pênaltis, Bequimão levou a melhor e venceu pelo placar de 4×2. Com isso, os coroas conquistaram o segundo título da competição.

A Copa Super Máster contou com a participação das Seleções de Mirinzal, Pinheiro, Palmeirândia, Bequimão, São Bento e Cururupu. Em disputa, Bequimão chegou a final e levantou o caneco.

A competição contou com o apoio do presidente da Federação Maranhense de Futebol (FMF), Antonio Américo, que ofertou o troféu para o campeão do torneio. Além do troféu, os jogadores foram premiados com medalhas.

Jeniparana levanta a Taça da Elite

COMPARTILHE

GP

O Guarani do povoado Jeniparana foi o grande campeão do Campeonato Masculino de Futebol de Campo de Bequimão da primeira divisão. Na final, realizada no dia 14 de dezembro, no Estádio Vivaldão, o time enfrentou o Corinthians de Quindíua e ganhou por 1 x 0. O terceiro lugar ficou com o Guarani do bairro Estiva.

GP1 GP2

O campeonato masculino é organizado pela Liga Bequimõense de Desportos, com apoio da Prefeitura Municipal de Bequimão. Na disputa iniciada no dia 07 de julho, 13 times brigaram pela taça logo após a Copa Mundo no Brasil. “O campeonato movimentou a cidade, mas teve grandes surpresas, como a não classificação para as partidas decisivas de times tradicionais como o Atlético e o Palmeiras”, avaliou o presidente da Liga, João César Gusmão.

GP3 GP4GP5GP6

O prefeito Zé Martins acompanhou a final e participou da entrega da premiação. Também estiveram por lá o secretário de Esportes do município, Kell Pereira, e o vereador Robson Cheira.

Cinquentão

No próximo sábado (27), o futebol de Bequimão será representado pelo time dos cinquentões, no campeonato promovido em Pinheiro. A seleção bequimõense vai buscar o tricampeonato intermunicipal.

Josué Teixeira conquista seu 2º título em 2014

COMPARTILHE

JT

O técnico Josué Teixeira conquistou seu segundo “Caneco” na temporada. A Série C do Brasileiro, agora é carioca e conheceu o campeão de 2014 na tarde deste sábado (22). Jogando em um Mangueirão lotado para mais de 38 mil pessoas, o Macaé ignorou a pressão da torcida, empatou em 3 a 3 com o Paysandu e sagrou-se campeão da Terceirona. É a terceira vez que o Macaé não tomou conhecimento de Arena lotada e eliminou seus adversários. O primeiro a provar do Veneno de Josué, foi o Fortaleza. O segundo foi o CRB de Alagoas e hoje o Paysandu dançou o Carimbó em pleno Mangueirão. O gol do título foi marcado por Diego Corrêa, por debaixo das pernas do goleiro Paulo Rafael.

A conquista do título só veio pelo critério dos gols marcados fora de casa. Como o primeiro jogo da final, em Macaé, no Rio de Janeiro, terminou empatado em 1 a 1, o Alvianil praiano levantou a taça por ter marcado mais gols na casa do adversário. Este é o primeiro título nacional do Macaé, que já havia conquistado o vice da Série D de 2009, justamente contra um time paraense, o São Raimundo de Marabá.

TUDO IGUAL

A partida, que já era marcada pelo nervosismo por se tratar de uma decisão, criou ainda mais contornos de tensão devido ao atraso da delegação do Macaé, que começou pressionado. Jogando a decisão em casa, em um Mangueirão lotado para mais de 38 mil pessoas, o Papão foi quem tomou a iniciativa primeiro.

A primeira chance de perigo veio aos nove minutos, quando o atacante João Carlos quase marcou um belo gol depois de girar em cima de dois marcadores, mas bater mal. Aos poucos, o Alvianil praiano foi se soltando e equilibrando a partida, mas aos 16 veio o balde de água fria.

O lateral Airton cruzou na cabeça de Zé Antônio, que, completamente livre, voou pra estufar a rede e abrir o placar para o Paysandu. Daí até mais da metade da primeira etapa, o jogo perdeu em emoção e qualidade, principalmente pelo festival de passes errados dos dois times. Apesar de mais organizado, a primeira chance de perigo criada pelo Macaé só veio aos 35, quando Diego cobrou falta com violência e a bola acertou a trave de Paulo Rafael.

No fim do primeiro tempo, a emoção voltou. O time carioca empatou também com uma cabeçada. João Carlos subiu mais que toda a zaga do Papão e mandou um tiro de cabeça, deixando tudo igual. Na sequência, o atacante só não marcou outro de cabeça, pela boa intervenção do goleiro Paulo Rafael. Aos 47, quase outro do Papão. Yago Pikachu fez fila e quase marcou um golaço de esquerda.

FESTIVAL DE GOLS E EMOÇÃO ATÉ O FINAL

A segunda etapa reservou ainda mais emoção para os torcedores dos dois finalistas e também para quem aprecia um futebol bem jogado. O jogo foi aberto do início ao fim da etapa complementar, com os dois times buscando o gol a todo o momento. Ele veio antes a favor do Paysandu, logo aos sete minutos, quando Ruan chutou de primeira no canto esquerdo de Milton Raphael para delírio total da apaixonada torcida do Papão.

Mas a felicidade paraense não durou muito. Aos 14, brilhou a estrela de João Carlos mais uma vez. Como um típico centroavante, ele se antecipou à marcação para desviar com a ponta do pé, a bola encobriu o goleiro e ainda bateu no travessão antes de entrar. Pouco tempo depois, aos 23, um golaço à altura desta decisão emocionante. Esperto, o lateral Pikachu roubou a bola e cruzou rasteiro para Rômulo, que fez um lindo gol de letra para recolocar o Papão na frente.

Enganou-se quem pensou que, jogando em casa, o time de Belém fosse conseguir segurar o resultado. Muito corajoso, o time carioca saiu pro jogo e insistiu até conseguir o empate, que veio com uma falha do goleiro Paulo Rafael. O autor do gol do título foi Diego Corrêa. Ele tabelou com João Carlos e, de dentro da área, bateu de esquerda. A bola passou caprichosamente por baixo das pernas do goleiro do Papão.

Na base do “abafa”, o Paysandu lutava bravamente e ainda insistia em busca do quarto gol, principalmente com as bolas alçadas na área. Mas em todas as bolas levantadas, o goleiro Milton Raphael foi seguro e conseguiu se sobressair sobre o ataque do Papão. Com o Papão lançado ao ataque, o Macaé ainda desperdiçou algumas boas chances em contra-ataques. Mas não fez falta, pois o time carioca conseguiu suportar a pressão final e sagrou-se campeão da Série C de 2014. Lembrando, que o técnico do Macaé, é o experiente Josué Teixeira, que este ano foi campeão Piauiense pelo River.

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free