casa » Archivo de Etiquetas: Agosto 2017

Archivo de Etiquetas: Agosto 2017

Festejo tradicional do glorioso São Benedito começa nesta sexta-feira dia 25 de Agosto em Alcântara

COMPARTILHE

Com o apoio da Prefeitura Municipal de Alcântara, através da Secretaria de Cultura e Turismo, Governo do Estado e Deputado Estadual Othelino Neto, o tradicional Festejo do Glorioso São Benedito começa nesta sexta-feira, dia 25 de Agosto na cidade de Alcântara, na região metropolitana de São Luís. Serão 4 dias de tradição e devoção.

O Festejo é organizado pela Comunidade de Alcântara e será realizado na Praça do Rosário, na cidade histórica. Na programação os devotos e visitantes vão poder participar de várias manifestações culturais e religiosas de 25 a 28 de Agosto, que são tradições no festejo.

CONFIRA ABAIXO A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Dia 25 (Sexta-Feira)

  • Tambor de Crioula
  • Ladainha na Igreja de Nossa Senhora dos Pretos (20h)
  • Fogos e Orquestra até às 23h

Dia 26 (Sábado)

  • Alvorada e Salva de Foguetes (5h)
  • Tambor de Crioula (20h às 21h)

Dia 27 (Domingo)

  • Alvorada (5h)
  • Missa e Tradicional distribuição de Pães e Farinha (9h)
  • Procissão (17h)
  • Ladainha e Tambor de Crioula (21h até ao amanhecer)

Dia 28 (Segunda-Feira)

  • Ladainha (20h), Largo com Orquestra, Fogos e Tambor de Crioula.

Acidente grave deixa aproximadamente 3 pessoas feridas e uma morta na MA 106

COMPARTILHE

Um acidente grave na noite deste sábado (19) na MA 106 que liga o Porto de Cujupe ao município de Bequimão, deixou aproximadamente três pessoas feridas e uma morta. Segundo informações extras oficiais, o acidente aconteceu na altura do Ramal de Itamatatiua, zona rural do município de Alcântara, sentido Pinheiro.

De acordo com populares, um carro de passeio com quatro ocupantes estava em alta velocidade e acabou entrando na traseira de um ônibus que estava parado na pista. Segundo pessoas que passavam pelo local, o acidente foi tão grave, que o carro com os ocupantes levantou a traseira do ônibus que ficou suspenso do chão. As primeiras informações dão conta de três pessoas feridas e uma mulher morta.

Segundo populares, as pessoas que estavam no carro, são da comunidade Mocajituba e estariam de férias no povoado, já que moram em Brasilía-DF e poderiam está embriagados, e seguiam para uma festa. Mas são informações não oficiais chegadas na redação do Portal. Os feridos foram socorridos e encaminhados para o Hospital Lídia Martins, em Bequimão, o pronto socorro mais próximo do acidente. Todos foram encaminhados para o Hospital Regional de Pinheiro. A mulher foi retirada das ferragens pelos Bombeiros.

Outras informações que forem chegando vamos atualizando a todo momento….

 

Cidade Histórica vai receber o I Alcântara Fashion Week dia 26 de agosto

COMPARTILHE

Com o apoio da Prefeitura de Alcântara, através do prefeito Anderson Wilker (PCdoB), o I Fashion Week realizado na cidade histórica será no dia 26 de Agosto (sábado). O evento vai contar com várias atrações e irá mostrar o que a de mais belo na cidade de Alcântara, envolvendo moda, arte e cultura. De acordo com os organizadores, o evento vai trabalhar toda performace que envolve o brilho do artesão local.

Localizada na microrregião da baixada ocidental, hoje pertencente a Região Metropolitana da capital, no extremo norte do estado do Maranhão, a 22 quilômetros de São Luís (via marítima), a cidade de Alcântara possui uma área de 1.483 km² e população de aproximadamente 22 mil habitantes, onde sua grande maioria vive na Zona Rural, formada por 217 comunidades.

MANIFESTAÇÕES CULTURAIS

Alcântara sempre foi um berço cultural, que dialoga entre o passado, presente e futuro, e com esse entendimento, que está sendo realizado o 1º Alcântara Fashion Week, e tem como objetivo valorizar e divulgar mulheres artesãs que trabalham com a arte da costura, tradicionalmente mantida por mulheres alcantarenses.

Em modo geral, a cultura alcantarense é conservada, e demonstra em seus trabalhos além da arte, um modo de vida, e geração de renda e sustentação de suas famílias.

Para os organizadores do evento, o 1º Alcântara Fashion Week vai mostrar as belezas e riquezas do município traduzidas em artes. “Tornar público a beleza e a leveza cultural dessas mulheres artesãs, nos remete a um outro histórico de belezas naturais existente em nossa cidade, o surgimento da juventude que encanta com o perfil próprio e único da mulher e do homem alcantarense. É com esse entendimento que realizaremos o 1º Alcântara Fashion Week , que terá como tema “Entre rendas e retalhos Alcântara e seus encantos”. A cultura, a força e a beleza das mulheres alcantarenses escondidas por centenas de anos, nos retalhos e no passear das linhas coloridas e dos belos traços dos casarões que refletem a nossa história, vão está na passarela dia 26 de agosto” – disse uma das organizadoras.

VISÃO DO ALCÂNATAR FASHION WEEK

Conhecer o trabalho de cada uma das costureiras (os), como funciona o procedimento de criação de cada figurino, cada roupa, e cada vestido, o evento terá a possibilidade de divulgar um meio tradicional de negócio e forma de trabalho de cada uma desses profissionais, mesmo de forma tradicional, sendo possível ainda, manter a originalidade da costura, que vem sendo desvalorizado com o avanço da tecnologia.

O projeto envolverá mulheres artesãs costureiras, jovens modelos e voluntários que estarão envolvidos diretamente na organização do evento. Além de atrações locais, um DJ que fará a animação e as trilhas sonoras do desfile, fotógrafos e uma blogueira especializada em moda.

Serão várias modelos que representarão as belezas alcantarenses na passarela do I Alcântara Fashion Week, dia 26 de agosto. Além disso, o evento contará com a presença da imprensa, destaque para profissionais da linha de moda.

CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DE ALCÂNTARA

Somente em 1.648, a aldeia cabeça da capitânia é elevada a categoria de Vila, com o nome de Alcântara, sob a proteção do Apóstolo São Matias. Neste período, já havia a construção de uma pequena Igreja e os engenhos de cana-de-açúcar começavam a se desenvolver na região. Com uma população de 300 moradores a Vila já sentia a necessidade de um transporte que facilitasse o escoamento da produção e a melhoria da comunicação, chegando a meados do Século XVIII no auge da economia alcantarense, sofrendo grande impacto com a reforma pombalina.

PRIMEIROS HABITANTES

Habitada inicialmente pelos indígenas do povo Tupinambá, Alcântara teve sua produção organizada pela mão de obra indígena e africana, sua produção era baseada na monocultura de cana-de-açúcar e algodão, explorada mediante ao trabalho escravo e essencialmente voltada para o mercado externo.

Inúmeras crises, determinadas por problemas externos, afetaram a produção alcantarense e geraram um processo de decadência do sistema monocultor, obrigando, já no século XVIII e posteriormente no século XIX, o abandono pelos grandes proprietários de suas terras. Muitas áreas foram abandonadas, outras foram doadas ou entregues para os ex-escravos, que passaram desde então a constituir um segmento social específico, atualmente reconhecido legalmente como moradores das áreas remanescentes de quilombos.

LOCALIZAÇÃO DA CIDADE HISTÓRICA

Alcântara faz parte da Área de proteção ambiental das Reentrâncias Maranhenses e está nos limites da Amazônia Legal, uma região rica em biodiversidade e recursos naturais. Compunha no século XVII uma das duas principais Capitânias mais importantes da época Maranhão e Grão-Pará, sendo uma Capitânia Secundaria designada de Capitania de Cumã. Limitavam-se os rios Mearim, Pindaré, Turiaçu e a Costa Norte maranhense (VIVEIROS, p. 23). Era uma vasta e rica região onde hoje se localiza mais de vinte municípios da baixada ocidental maranhense.

Mais uma vez as terras alcantarenses foram abandonadas e esquecidas, ficando para traz os ex-escravos que permaneceram nas terras e começavam assim a formar as pequenas vilas, as famílias foram se constituindo e os grupos se formando em diversas partes do território de Alcântara, principalmente nas aéreas próximas ao litoral e regiões das grandes fazendas.

MAIOR TERRITÓRIO QUILOMBOLA DO BRASIL

Atualmente, Alcântara é reconhecida como um grande território étnico, identidade esta que o identifica e o coloca no patamar de um dos maiores territórios étnicos no país. A visão estabelecida através da utilização dos recursos sociais e culturais é considerada pelas comunidades tradicionais como o seu principal bem, em seguida os recursos que podem ser encontrados nos território, a exemplos dos recursos naturais, sociais, e religiosos que juntos tornam-se um complexo cultural, onde a identidade de um povo é determinada pelas suas diferenças existentes, sendo vista pelos visitantes como algo diferenciado do que está acostumado, sendo o mesmo colocado pela comunidade, não como um produto a ser consumido, mais sim por um atrativo social e cultural existente a centenas de anos, onde expressa a identidade do local, a familiaridade da organização e o jeito diferenciado de trabalhar um produto.

 

Prefeito Anderson Wilker divulga mensagem no Facebook aos pais alcantarenses

COMPARTILHE

Prefeito de Alcântara, Anderson Wilker usa sua página na rede social, Facebook para homenagear os pais alcantarenses nesta data especial. Em sua postagem, o prefeito parabeniza todos os pais do município de Alcântara pelo Dia dos Pais. “Feliz Dia dos Pais! Em especial a todos os pais alcantarenses. Deus nos abençoe”.

 

Flávio Dino empossa novos auxiliares na Caema, Secti e IEMA

COMPARTILHE

O governador Flávio Dino empossou, em solenidade no Palácio dos Leões na tarde desta terça-feira (08), novos auxiliares no comando da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), na Secretaria de Ciência e Tecnologia (Secti) e o reitor do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IEMA). Com as mudanças, Davi Telles tomou posse como novo secretário da Secti, no lugar de Jhonatan Almada, que ficará exclusivamente à frente do IEMA. Para o lugar de Telles na Caema assume o engenheiro Carlos Rogério.

De acordo com o governador Flávio Dino, os ajustes de equipe são naturais para obter ainda maior eficiência administrativa e fixação de novas metas para cada um deles. “À vista de tantos desafios é normal que o Governo faça mudanças na equipe visando a garantia e a continuidade do dinamismo e da concretização das metas”, pontuou o governador.

Para o governador, esses remanejamentos são normais, “tendo em vista que nós precisamos otimizar os nossos recursos materiais e humanos”, e por isso mesmo cabe a quem tem essa atribuição fazer essas mudanças táticas, mantida a mesma orientação, o mesmo programa e propostas, “visando a que nesse período de um ano e meio deste mandato de Governo a gente consiga colher resultados ainda mais expressivos”.

Segundo Flávio Dino, no caso da Caema os desafios são as entregas das obras já em andamento – em São Luís, Imperatriz, e em outras dezenas de cidades do Maranhão. Para ele, uma administração dedicada ao grande projeto de ensino em tempo integral e de formação profissional também é muito importante. “Reforçamos o sistema de ciência e tecnologia na medida em que o IEMA vem sendo um grande sucesso expandindo as suas unidades. É preciso que haja dedicação na administração dessas unidades. Nós já chegamos a 22 unidades se nós somarmos as unidades plenas e as vocacionais”, realçou.

Ao mesmo tempo, a secretaria de Ciência e Tecnologia recebe também mudanças tendo em visto a ampliação das suas responsabilidades. “Dobramos o número de bolsas de pós-graduação. Criamos uma universidade nova, que é a UemaSul”, exemplificou o governador.

Com vasta experiência na área de abastecimento e saneamento, o engenheiro e funcionário de carreira da Caema, Carlos Rogério, assume a presidência da Companhia para dar prosseguimento a dezenas de obras que estão em curso em todas as regiões do estado. “Me senti honrado. Nós vamos prometer muita dedicação e empenho para que nós possamos fazer as entregas que o Governo está anunciando para a população. E o governador está dando muito apoio para que o Maranhão possa ter um abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto dignos”, ressaltou.

Davi Telles foi empossado na Secti após 31 meses à frente da Caema, e classificou o momento como de grande felicidade e honra, pois “jogar no time do governo Flávio Dino em qualquer posição é de fato uma grande satisfação”. Para ele, esse momento de mudanças está sendo consolidado no Maranhão. Com sentimento de dever cumprido, ele ressaltou que “desatamos nós bastante importantes. Passamos a companhia muito mais governável para um grande amigo, engenheiro muito competente. Foi diretor de operações na minha gestão. E que certamente terá plenas condições de efetivar as nossas políticas de água e esgoto em todas as cidades do nosso estado”.

Sobre o desafio à frente da Secti, Telles disse que “brilha nos olhos, que desperta muito desejo de contribuir com o governador Flávio Dino”, com programas que já são muito bem sucedidos e outras importantes ações. “É a ciência como forma de desenvolvimento e redução da desigualdade social, isto é, trabalhar com o conhecimento humano e fazer do ser algo para transformar a sociedade e população do Maranhão. É um enorme desafio”, afirmou.

Jhonatan Almada elencou dezenas de programas que foram implementados durante a sua gestão e, com o crescimento, fortalecimento e sucesso do IEMA ao longo desses dois últimos anos, a devoção será a mesma em busca de resultados que qualifiquem a educação do Maranhão. “Nós aceitamos com muita serenidade a missão dada pelo governador e tenho certeza que vamos colocar a mesma energia, a mesma dedicação no trabalho à frente do IEMA”, destacou Almada.

Por John Cutrim

Responsive WordPress Theme Freetheme wordpress magazine responsive freetheme wordpress news responsive freeWORDPRESS PLUGIN PREMIUM FREEDownload theme free