casa » 2018 » março (página 3)

Arquivos Mensais: março 2018

Vereadora Fátima Araújo participa da inauguração do 10º Ecoponto de São Luís

COMPARTILHE

A vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB) acompanhou o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) na inauguração de mais um Ecoponto na capital maranhense na manhã desta segunda-feira (26). O 10° Eco Ponto foi inaugurado no bairro do Anil. A Solenidade contou com a presença de alunos da escola Divina Pastora, que fica nas proximidades do novo ponto de coleta, além de várias autoridades municipais. Moradora do bairro Vila Conceição/João de Deus, acompanharam a vereadora Fátima Araújo que prestigiou a inauguração do mais novo Eco Ponto da cidade. Assim como todas as autoridades presentes, a Pequena Guerreira teve a oportunidade de falar sobre a importância da política de gestão da limpeza pública, que garante à população um espaço para a coleta seletiva e destinação adequada de materiais recicláveis ou de grande porte.

“Eu quero em primeiro lugar agradecer a Deus, e o nosso prefeito Edivaldo Holanda Júnior, Caroline Estrela (Presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana de São Luís) e o deputado Weverton Rocha por estarem abençoando a nossa comunidade com esse Eco Ponto. Em minha opinião, esse ponto é extremamente importante. Como eu moro aqui ao lado, eu sei como o lixão que aqui existia incomodava muito. Hoje para honra e glória do Senhor Jesus, o nosso prefeito que sempre está pensando em melhorar a qualidade vida do povo de nossa cidade, no bem-estar social, nas pessoas que necessitam desse ponto para colocar seus resíduos. Meus parabéns, senhor prefeito”, disse Fátima Araújo.

De acordo com o prefeito, está prevista a construção de 20 Ecopontos a serem distribuídos estrategicamente pela cidade, com o objetivo principal de acabar com pontos de descarte irregular de resíduos sólidos, os populares lixões. Mais de 300 mil moradores são beneficiados diretamente, pois além da área em que está localizado, cada Ecoponto atende também aos bairros em um raio de dois quilômetros do seu entorno. O Ecoponto Anil foi o décimo entregue, e com ele, a prefeitura chega à metade da meta estabelecida pelo prefeito Edivaldo, que são 20 Ecopontos.

Por Maxsuel Bruno

Sebrae em parceria com o governo municipal capacita secretários de Cururupu

COMPARTILHE
A ação surgiu de um alinhamento institucional, envolvendo a diretoria executiva do Sebrae Maranhão, por meio do diretor superintendente João Martins e a prefeita de Cururupu, Professora Rosinha.

Cururupu – Quarenta e três servidores públicos municipais ligados à prefeitura de Cururupu, participaram na última terça-feira (20), da oficina Planejamento Estratégico, que teve foco em resultados. Secretários municipais, diretores, coordenadores e assessores puderam construir estratégias de atuação voltadas para o olhar da sociedade em relação ao poder público municipal, podendo assim desenvolver ações com maior impacto positivo junto aos munícipes.

A ação só foi possível graças a um alinhamento institucional que envolveu o diretor superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, a gerente regional em Pinheiro, Graça Fernandes e a prefeita de Cururupu, Professora Rosinha que solicitou a oficina.

“A necessidade de que os gestores municipais e seus secretários entendam a importância de um planejamento estratégico focado em resultados se tornou urgente. Não se pode mais pensar em gestão pública de qualidade sem planejamento, felizmente, inúmeros prefeitos em todo o estado já entenderam essa necessidade e estão buscando junto ao Sebrae apoio para capacitar suas equipes de governo e nós, enquanto Sebrae, encaramos essa estratégia de política pública com muita determinação e seriedade, nos colocando a disposição de todos os gestores públicos que desejarem realizar esse planejamento”, garantiu Martins.

A necessidade de um planejamento estratégico para uma atuação mais eficaz das secretarias municipais em Cururupu foi observada pela prefeita Professora Rosinha, que demandou o Sebrae para realizar um trabalho minucioso que contemplasse todas as pastas.

“Este curso é resultado de um pedido meu junto ao superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, que nos oportunizou esta capacitação. O trabalho é fruto de uma aproximação institucional e do fortalecimento das parcerias, principalmente junto ao Sebrae, que tem beneficiado muito o nosso município. Temos tudo para avançar, mas precisamos planejar melhor nossas ações”, afirmou Rosinha.

De acordo com a prefeita o estabelecimento de metas e o monitoramento dos prazos com vista nos resultados é uma busca incessante da sua administração e o Sebrae tem ajuda muito o município nesse sentido.

A ação que já foi realizada nos municípios de Alcântara e agora Cururupu, estará sendo executada em breve também nos municípios de Bequimão e Morros na região do Munim.

Contaminado pela bactéria do rancor, ódio e birra, Hans Nina tenta vingança contra o Moto

COMPARTILHE

O ex-presidente do Moto Club, Hans Nina e atual diretor técnico da Federação Maranhense de Futebol, parece que foi infectado pelo vírus que atingiu Antônio Henrique por vários anos dentro da FMF. Desde que assumiu Hans tem se preocupado em atrapalhar ainda mais a vida do Moto e de seu torcedores. Primeiro elaborou uma tabela simplesmente para prejudicar o Papão do Norte. Depois começou tirar o Moto dos jogos de final de semana e colocar as quinta-feiras quase meia noite. Toda tabela e regulamento foram elaborados por ele que literalmente acabou com o campeonato, sendo o pior dos últimos 20 anos. E para completar a dose ele como “dono” do campeonato colocou o jogo de Moto x Imperatriz para as 23h59 de quinta-feira, dia 5 de abril e ainda se acha no direito de criticar a imprensa.

Diz um provérbio antigo, que todo homem birrento é burro. E o remédio é desmanchar a burrice. E isso está prestes a acontecer, já que o Imperatriz não gostou muito dessa ideia de jumento. O Moto também deve recorrer e a data provavelmente deve sair do dia 5 para dia primeiro, coincidência ou não, dia da mentira, em homenagem aos integrantes da FMF que disseram mil vezes que não havia datas para o campeonato e pouco usaram o domingo para prática do futebol na capital maranhense. Hans quer comparar jogo pago pela TV com jogo explorado pela TV e FMF, onde os clubes jogam para sustentar as duas entidades. Quem paga tem direito de mudar o horário do jogo, mas quem recebe mais, de forma ilícita, pode ficar apenas calado por causa da Polícia Federal. Seu Hans questionava essa babaquice quando era presidente do Moto, mas agora, que virou manda chuva “cartola” da FMF não comenta mais nada. Por isso nunca se elegeu vereador e se duvidar deve morrer com esse sonho.

Percebe-se que aquela doença que impediu a permanência de Hans no comando o Moto foi justamente ódio, rancor e mágoas por não ter sido eleito vereador de São Luís. Eu muito elogiei esse cidadão pela sua postura, mas agora mostra que tem bancado papel de “Marionete” e feito justamente a vontade de Antônio Américo, mesma função de Antônio Henrique. A trama pode cair por terra se no Moto ainda tiver homem de sangue no olhos. É preciso mostrar que essa campeonato ta enriquecendo muita gente ilícita e ninguém fala. O certo mesmo é a torcida mostrar que seu grito de guerra não é só para as arquibancadas.

 

 

Câmara de Vereadores aprova projeto de lei que amplia o Perímetro Urbano da cidade de Bequimão

COMPARTILHE

A Câmara Municipal de Vereadores de Bequimão aprovou por unanimidade em sessão ordinária na manhã desta sexta-feira (23), o Projeto de Lei Nº 01/2018 de autoria do poder executivo, que “Dispõe sobre a Ampliação do Perímetro Urbano da sede do Município de Bequimão, cria a Matrícula Geral de Imóveis (MGI), autoriza o desmembramento desta matrícula para Fins de Regularização Fundiária, e dá outras providências”.

A propriedade urbana cumpre sua função quando atende as exigências fundamentais de ordenação da cidade expressas no plano diretor, assegurando o atendimento das necessidades dos cidadãos quanto à qualidade de vida, à justiça social e ao desenvolvimento das atividades econômicas (Lei 10.257/2001, artigo 39 – Estatutos das Cidades)”. Todo município deve possuir a sua própria lei do perímetro urbano. Esta lei promove a divisão do município em zonas rurais e urbanas, de forma a auxiliar o direcionamento das políticas públicas.

Com a nova lei aprovada, o município de Bequimão amplia sua zona urbana aumentando a aproximação de povoados que passam a ser considerados bairros pela ligação com sede do município. A área localizada dentro do perímetro urbano delimitado no Art. 2º (Memorial Descritivo), e nos Anexos 1 e 2, desta Lei; será chamada de zona urbana. Já a área externa ao perímetro da zona urbana, e limitada pelo perímetro do Município é chamada de zona rural.

Fotos: Rodiney Luciano

 

Audiência pública de autoria da vereadora Fátima Araújo discutiu “Os Direitos Limitados da Mulher” na sociedade

COMPARTILHE

Com o tema: “Os Direitos Limitados da Mulher”, a vereadora Fátima Araújo (PCdoB) usou a palavra na abertura da sessão para lembrar a luta da mulher na sociedade. Para iniciar sua fala, a vereadora enumerou as conquistas, e a partir de quando a mulher começou ganhar seu espaço. Em seu pronunciamento a Pequena Guerreira falou do voto da mulher, das oportunidades na política, do mercado de trabalho e destacou o poder de força do sexo feminino, visto por muitos como frágil.

Para dar mais ênfase no debate, Fátima Araújo destacou a violência contra as mulheres no Brasil, principalmente no Maranhão e citou nomes como da vereadora carioca Mariele Franco, morta na semana passada no centro do Rio de Janeiro, da publicitária Mariana Costa, violentada e morta pelo cunhado dentro da própria casa, da menina Alanna Ludimilla, violentada e morta pelo padrasto no município de Paço do Lumiar, além de outros casos até chegar ao nome da Maria da Penha, que originou a lei Nº 11.340/2006.

A Secretária de Estado da Mulher, Terezinha Fernandes, também esteve presente e destacou os avanços da mulher na gestão do governador Flávio Dino, mas se mostrou indignada com a violência que assola as mulheres no mundo. “Nós estamos avançando sobremaneira. Nesses últimos 50 anos a gente foi para rua dizer que não queremos mais ser tratadas como ser inferior. Nós temos diferenças, mas isso não significa dizer que somos inferiores. Mas isso não nos torna inferiores ou frágeis como falam. O Brasil é o 5º país do mundo que pior trata suas mulheres, e o Maranhão infelizmente está no topo como o pior estado. Em 2017 foi entregue a Casa da Mulher Brasileira, com plantão de uma delegacia especializada funcionando 24h. Isso nos mostra o quanto a violência é grande no Maranhão. Estamos atendendo em média 600 mulheres por mês”, destacou a secretária.

Para a Maria de Jesus Castro Reis, Membro da Comissão da Mulher na OAB-MA, destacou a importância da Lei Maria da Penha para combater a violência no Brasil. “Estou lutando há tempo para aprovar um projeto de lei e peço ajuda da vereadora Fátima Araújo para ela possa tentar essa aprovação junto aos seus pares na Câmara Municipal, desse projeto, que vai obrigar a Lei Maria da Penha, entrar na grade curricular das escolas municipais e estaduais, como disciplina escolar. Essa lei é uma dedicação a uma mulher que foi violentada pelo marido e escapou da morte duas vezes. Sabemos que algum dia alguém já foi violento, mas isso só será possível evitar através da educação, do conhecimento e do respeito. As pessoas precisam ser educadas, e com a lei Maria da Penha nas escolas, isso mais melhorar a cultura da violência contra mulheres”, disse Jesus, que deixou o número do Disque Assédio (99109-2449).

Para finalizar o Sargento Wagner Santos, Comandante da Patrulha Maria da Pena, destacou o trabalho realizado desde 2016 em São Luís e Imperatriz. “Temos projetos para levar a Patrulha Maria da Penha para outros municípios. A Patrulha funciona sempre com várias policiais femininas para dar mais tranquilidade à vítima. Para a mulher ter acesso ao serviço da Patrulha da Maria da Pena, ela precisa se cadastrar na Casa da Mulher Brasileira. Após o registro, nossa equipe vai até a residência da vítima imediatamente. Em um ano de trabalho já colocamos aproximadamente 30 agressores para o Presídio de Pedrinhas. Com a Patrulha, a vítima tem nosso acompanhamento para qualquer lugar”, destacou o Sargento que fez referência a Mariele Franco e Anderson Gomes mortos no Rio de Janeiro.

Estiveram presentes os vereadores Francisco Carvalho (que presidiu a audiência) e Cezar Bombeiro, Loudes Leitão (Conselheira do Fórum Maranhense de Mulheres, Vânia Marta de Albuquerque de Oliveira (Coordenadora Municipal de Mulher de São Luís), Secretária Municipal Sônia Barros (primeira coordenadora da mulher em São Luís), lideranças comunitárias, representantes de classes e comunidade em geral.

Fotos: Edilson Gomes

 

Colombiano e Mototáxi são executados à bala na MA034 no município de Duque Bacelar no Maranhão

COMPARTILHE

Um duplo homicídio ocorrido nesta quinta-feira (22) na MA-034, já em terras da cidade de Duque Bacelar, pode ter motivações de execução ou até mesmo latrocínio. Um mototáxi identificado por Gilvan dos Santos Souza, de 33 anos, transportava um colombiano para a cidade de Brejo, quando foi abordado na estada e morto a bala juntamente com passageiro. O colombiano ainda não foi identificado.

A polícia esteve no local e constatou que a dupla foi morta com disparo a queima roupa na cabeça e os corpos estão foram levados para perícia mais detalhada no Instituto Médico Legal da cidade de Timon. A execução aconteceu entre Duque Bacelar e o município de Buriti.
A motocicleta estava normal com a chave no contato, o que mostra que pode ter sido execução. Alguns cartões de empréstimos foram encontrados no local. Informações repassadas por populares mostram que as vítimas estariam fazendo cobrança na região.

A polícia civil vai apurar as versões de homicídio e latrocínio, visto que o dinheiro e celulares foram levados. Serão ouvidos familiares e eventual testemunha presencial, apesar do local ser de pouco movimento de pessoas. Quem tiver qualquer informação pode levar a Delegacia de Coelho Neto que a identidade será preservada.

“Muito possível que o crime possa estar relacionado com a atividade de empréstimo (agiotagem) e cobranças que é perigosa por envolver grandes quantias em dinheiro transportada sem a devida segurança. Essa será uma das linhas de investigação. Apesar de sermos Delegado de Coelho Neto deve haver nomeação para investigar este caso de Duque Bacelar. Bom frisar que respondemos por casos de lá, mesmo com toda demanda de Coelho Neto, destacou o delegado.

 

Prefeito de Pinheiro com ideia de jumento tenta fechar emissora de televisão

COMPARTILHE

As vezes quando achamos que já conhecemos a fazenda toda, aparece um animal esquisito com ideia de jumento. Em Pinheiro foi na fazenda de Zé Genésio que apareceu um jumento vestido de anta com a ideia de fechar uma emissora de televisão, simplesmente por não ler na cartilha de Lú Chapinha. A Nova TV Difusora canal 3 na cidade de Pinheiro tem mostrado as mazelas do município desde que inicio a gestão do garoto fast, irmão do agressor de mulher, Lúcio André. As matérias tem incomodado o prefeito, que foi orientado a fechar a emissora, exigindo Alvará de funcionamento. A ideia de jegue pegou tão mal que acabou sendo destaque nesta quinta-feira (22) no Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), usou a tribuna, na manhã desta quinta-feira (22), para denunciar grave tentativa de agressão à democracia e à liberdade de imprensa, no município de Pinheiro. Segundo o parlamentar, servidores da prefeitura, sob determinação do prefeito da cidade, Luciano Genésio, tentaram fechar uma emissora de televisão, pelo simples fato de o proprietário da empresa assumir posição de adversário político do prefeito.

“Há anos, não se via algo parecido acontecer e isso relembra tristes épocas do regime militar. E o fato ocorre justamente naquela cidade de Pinheiro, onde a política é quente e onde, em muitos momentos, os ânimos se exaltam, mas nunca tinha acontecido um episódio como esse, na história recente”, declarou Othelino.

O deputado informou que uma outra emissora também já foi notificada em Pinheiro, sob pretexto de falta de alvará de funcionamento, mas com claros indícios de se tratar de uma forma de pressão, pelo fato de o veículo não se alinhar politicamente com o prefeito do município.

“De forma lamentável, as emissoras que ousam dizer e noticiar aquilo que está acontecendo na cidade estão sob o risco de terem as suas portas fechadas”, afirmou Othelino. Ele lembrou que, recentemente, o prefeito de Pinheiro determinou, também, o fechamento de uma área onde diversos vendedores ambulantes trabalhavam no centro da cidade. E determinou, ainda, a demolição do prédio da feira pública, sob a alegação de que iria construir outra.

“A obra está parada. Infelizmente, o prefeito se especializou em fechar: fechar os equipamentos públicos que serviam à população. E as TVs que apenas noticiam os desmandos que ocorrem naquela cidade estão agora sob ameaça de terem as atividades suspensas”, assinalou o deputado.

Em seu discurso, Othelino frisou que a população demonstra estar decepcionada com o prefeito, por conta de desmandos ocorridos na cidade, como o episódio em que uma criança faleceu na porta de um hospital porque era oriunda de outro município e havia ordem para que pacientes nessas condições não fossem atendidos.

“O fato é que a bela cidade de Pinheiro, infelizmente, está jogada às traças. As únicas intervenções que há naquele município são do Governo do Estado, que já tem 20 km de asfalto implantado no município de Pinheiro, sem contar com o Hospital Jackson Lago. Portanto, faço um apelo para que o prefeito repense a sua postura e passe a tratar com respeito a população”, ressaltou o deputado Othelino Neto, ao encerrar o seu pronunciamento na tribuna.

 

Prefeito Zé Martins anuncia distribuição de peixes na Semana Santa para famílias de baixa renda em Bequimão

COMPARTILHE

Uma tradição que já vai para o 6º ano consecutivo na gestão do prefeito Zé Martins. Iniciado em 2013, o Programa Peixe para Todos, criado por Zé Martins, distribui toneladas de peixes para famílias de baixa renda no município de Bequimão. Pensando no aumento do preço do pescado na Semana Santa, Zé Martins realiza essa ação social que beneficia milhares de pessoas em todo município.

Este ano, a distribuição das senhas e do peixe acontecerão no dia 29 de março (quinta-feira), no Mercado Municipal, na Orla Marítima da cidade, iniciando às 5h da manhã. Só poderão receber senhas pessoas com idade acima de 12 anos. Vale lembrar, que a fila será única e terá fiscalização da Guarda Municipal.

A reunião para o planejamento da distribuição aconteceu na manhã desta quinta-feira (15) e contou com representantes das Secretarias que estarão envolvidas diretamente na Ação da distribuição do pescado. Participaram da reunião Dinha Pinheiro (Igualdade Racial), Kell Pereira (Esporte e Juventude), Creuber Gusmão (Agricultura), Cesar Paixão (Assessor da Assistência Social), Aristides França (Educação), Nivá (Limpeza Pública), Carlos Bouéres (Comandante da Guarda Municipal), e demais representantes de outras secretarias.

 

Presidente Othelino Neto recebe visita de cúpula da Polícia Civil

COMPARTILHE

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu, na tarde desta quarta-feira (21), a visita do secretário de Segurança Pública do Estado, Jefferson Portela, delegados e outros representantes da Polícia Civil do Maranhão, para discutir o projeto de Lei n. 365/2017, de autoria do Poder Executivo, que altera a organização administrativa da Polícia Civil maranhense. Foi a terceira reunião de trabalho. A casa já ouviu também representantes de entidades de classe.

Os deputados Rafael Leitoa, Marco Aurélio, Bira do Pindaré e Glalbert Cutrim participaram do encontro com a cúpula da Polícia Civil do Maranhão. De acordo com o presidente Othelino Neto, o projeto deve ser votado na sessão ordinária de amanhã (22).

“Foi mais uma reunião de trabalho. Como é um projeto de lei relativamente polêmico, nós tivemos mais uma reunião de trabalho  com a Secretaria de Segurança. Aprofundamos alguns temas e isso faz parte das nossas atribuições: ouvimos os representantes de classe e, amanhã, no plenário, os deputados vão apreciar  e vai prevalecer a maioria dos deputados, como assim deve ser  no regime democrático de direito”, disse Othelino Neto.
Argumentos

“Vim acompanhado dos delegados da Polícia Civil para demonstrar ao grupo de deputados os nossos argumentos e interpretações sobre o projeto 365/2017,  que tramita na Assembleia e trata da reorganização da Polícia Civil”, disse o secretário, acrescentando que a matéria contempla quatro aspectos que, na sua opinião, são fundamentais para a Polícia Civil.

Dentre os destaques, contam:  o que cria a Capelania para a Polícia Civil; cinco regionais  da Civil para descentralizar os serviços, a exemplo de Zé Doca que será dividida em duas;  e a questão do tempo para  ser delegado geral. “Os deputados notaram que é importante  ter uma previsão de tempo legal  de ingresso na carreira para ocupar o  maior posto, ou seja, o cargo de delegado geral”, acentuou Jefferson Portela, destacando ainda a questão da correção quanto a estrutura administrativa da Polícia Civil  que, na sua organização interna, prevê  o Conselho da Polícia Civil.

“Não é uma representação classista, ele é uma estrutura orgânica do Sistema de Segurança  da Polícia Civil  e a sugestão  no projeto  é que os gestores – ou seja, o delegado geral,  o delegado adjunto e todos os  superintendentes – componhem o Conselho de Polícia Civil. A representação classista tem a sua autonomia para se manifestar, assim como a administração tem a sua. Nós não vamos interferir na  autonomia classista, na assembleia geral, mas  a independência e a autonomia  do Conselho da Polícia Civil têm que ser garantidas com a presença da Superintendência da Policia Civil”, enfatizou o secretário Jefferson Portela.

 

A Feirinha Linda da Praça Benedito Leite e os feirões sujos de São Luís

COMPARTILHE

Esta semana o professor universitário Ed Wilson Araújo abordou um tema em seu Blogue que precisa ser visto por autoridades federais, estaduais e principalmente pelas autoridades municipais, principais responsáveis pelo caos que já toma conta na capital maranhense e prejudica a saúde pública de São Luís. O assunto a famosa Feirinha da Praça Benedito Leite, que se tornou uma princesa linda, rica, educada e muito solidária, mas que tem irmãs pobres, doentes e abandonadas. Não se pode deixar de lembrar que o PDT já comanda a prefeitura da capital há 29 anos, tempo suficiente para reformar ou construir novas feiras.

Desde que surgiu a “Onda da Feirinha”, que tem música ao vivo, valoriza a cultura popular e só reúne consumidores do mais alto poder aquisitivo, algo me chamou atenção. As inúmeras feiras abandonadas em bairros da capital, estão sujas, cheias de ratos, baratas e sem estrutura, com telhado quebrado e falta de higiene total, foram abandonadas pela prefeitura. Hoje a Semapa tem um secretário competente, mas trabalha com as mãos atadas.

Texto de Ed Wilson na íntegra abaixo

Já escrevi mais de uma vez de forma elogiosa sobre a iniciativa da Prefeitura de São Luís quando criou a feirinha da praça Benedito Leite.

É um equipamento que dá vida ao Centro Histórico aos domingos, proporciona ambiente de encontro entre as pessoas e constitui importante espaço para a geração de renda aos pequenos negócios que se instalam no local, além de ser um atrativo turístico da maior importância.

A feira, no entanto, chega a ser um acinte diante da situação de todos os mercados da cidade, que se mantêm aos trancos e barrancos, ameaçando desabar sobre os comerciantes e consumidores.

As feiras de São Luís, no geral, não cumprem as regras mínimas de higiene. São ambientes sujos, degradados e colocam em risco a segurança dos frequentadores.

O exemplo mais gritante é o Mercado Central (imagem acima), no coração da cidade, transformado em um monstrengo que ameaça cair em pedaços a qualquer momento.

Neste ano de 2018, na metade do segundo mandato do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), o grupo que controla o cofre da Prefeitura de São Luís completa 29 anos de domínio na máquina administrativa da capital do Maranhão.

Já que não conserta nem os buracos da cidade, a Prefeitura deveria, pelo menos, colocar umas escoras na marquise do Mercado Central, que pode desabar ainda neste inverno.

Por Ed Wilson Araújo

Fotos: TV Mirante