casa » 2018 » fevereiro (página 4)

Arquivos Mensais: fevereiro 2018

Professora diz que levou calote da Escola Dom Quixote

COMPARTILHE

Muitas empresas aproveitaram a famigerada reforma trabalhista para pisotear funcionários. Os patrões que já tinham o prazer de humilhar ou até mesmo massacrar seus funcionários, agora estão se aproveitando de uma PEC para fazerem suas macacadas. De acordo informações obtidas de uma ex-funcionária, a Escola Dom Quixote fechou as portas em novembro de 2017, e os vencimentos foram pagos só até junho do mesmo ano. Após isso, nenhum centavo foi depositado nas contas dos funcionários.

Para a ex-funcionária que não quis se identificar, será preciso a Delegacia Regional do Trabalho (DRT) intervir para ajudar os ex-funcionários. “Rescisão, FGTS e a Carteira de Trabalho estão com pendências, deixando assim, nós, ex-funcionários, impossibilitados de trabalhar em outro estabelecimento. Deram calote na gente”, desabafou.

Cerca de 30 funcionários, dentre eles alguns que trabalhavam há mais de 15 anos, estão prejudicados com a situação. A escola tinha dois polos, com funcionamento nos bairros do Parque Vitória e Cohatrac. Hoje, segundo uma das professoras, os donos apenas queriam dar calote. “A escola novamente abriu as portas, só que com o nome de Escola Biometria (Parque Vitoria) e Milenium no Cohatrac”, disse a professora, destacando que o Sindicato das Escolas Particulares (SINTERP) está ciente da situação e não tomou, até agora, alguma providência sobre o caso.

O caso já foi denunciado em vários veículos de comunicação da cidade. Agora resta a direção da Escola Dom Quixote se manifestar sobre a situação ou até mesmo a Delegacia Regional do Trabalho.

 

Por Maxsuel Bruno

Alunos do Projeto Educar para Vencer voltam às aulas nos polos I, II e III

COMPARTILHE

Após o período de férias, o Projeto Educar para Vencer retornou nesta segunda-feira (19) e devido a programação de aulas por Polos, somente o Polo I da Vila Conceição funcionou nesta segunda-feira. Está marcado para esta terça-feira (20) o início dos Polos II – João de Deus e III – Pirapora. Única apoiadora do Projeto, a vereadora Fátima Araújo, falou a nossa reportagem sobre o retorno das aulas do Projeto.

“Após o período de férias, o Projeto está de volta a todo vapor. Hoje teve início no Polo I na Vila Conceição e manhã (20) será a vez dos Polos II e III nos bairros do João de Deus e Pirapora. Sem dúvidas, meu coração está muito feliz em ver essas lindas crianças na sala de aula sendo educadas com muito amor e carinho, e como o nome do Projeto já diz, Educadas para Vencer. Sempre foi vontade do meu coração colocar em prática essa ideia do Projeto. Era um sonho pra mim, e hoje está sendo realizado com sucesso graças a Deus”, destacou a parlamentar.

Criado com o intuito de dar uma melhor educação para as crianças das comunidades do eixo João de Deus, o Projeto além de beneficiar os alunos, também contribui economicamente para os pais dos alunos, que economizam o dinheiro que pagariam para que seus filhos tivessem aulas de reforço.

Além de ser gratuito, o Projeto também disponibiliza fardas e lanches de qualidade aos alunos. De autoria da vereadora Fátima Araújo, o Projeto teve início no dia 04 de outubro de 2017, e hoje conta com a aproximadamente 200 alunos matriculados nos 3 polos.  10 profissionais da educação são responsáveis pelas aulas nos 3 polos.

Por Maxsuel Bruno

Astro de Ogum fala em evolução, ingratidão e recebe manifestação de apoio de colegas

COMPARTILHE

“O saudoso Ulysses Guimarães destacou, em outubro de1988, ao promulgar a  atual Constituição Federal, que o benefício de hoje se transforma na ingratidão de amanhã”. Estas foram as palavras do presidente da Câmara Municipal de São Luis, Astro de Ogum (PR), durante pronunciamento feito em plenário, na manhã desta segunda-feira (19), em resposta a algumas  críticas que tem recebido.

De acordo com o vereador, dizer que a Câmara não tem evoluído durante estes três anos como presidente, seria uma declaração de cegueira. “Estamos aí com o Portal de Transparência, com pagamento dos fornecedores e dos funcionários em dia, o recadastramento em andamento e outras inovações. Portanto, não se pode desconhecer a evolução de nosso trabalho”, assinalou.

Em outro trecho de seu improvisado pronunciamento, ela afirmou: “Não cheguei aqui para me perpetuar no poder, fui eleito presidente como forma de dar minha  contribuição a este parlamento”. Completando ele pontua que “todos podem almejar esse cargo, é uma prerrogativa de todos. Não posso aceitar aqui são agressões. Jamais utilizei desse expediente ao longo dos maus mandatos, nunca agredi  nenhum colega”.

APOIO DOS COLEGAS

Logo em seguida, o vereador Ricardo Diniz (PC doB) pediu a palavra e manifestou total e irrestrito apoio ao presidente da Câmara Municipal. “Louvo aqui o trabalho do colega, do companheiro Astro de Ogum.  O presidente Astro de Ogum pode contar com o meu total apoio. Quero que vossa excelência volte a se candidatar a presidente  desta casa, porque tem meu voto, de forma incondicional”, assegurou.

Já o vereador Francisco Carvalho (PSL), lembrou que foi presidente da Câmara por seis anos consecutivos, falou sobre as agruras e, a exemplo de Ricardo Diniz, também manifestou apoio a Astro de Ogum para a presidência do parlamento municipal.

Outro que se posicionou foi o ex-presidente Pereirinha (PSL). Ele disse que muitas são a críticas também ao trabalho dele e disparou: “Vossa excelência, vereador Astro foi meu vice-presidente e aproveito aqui para lançar um desafio aos detratores, para que apontem qualquer erro, qualquer tipo de improbidade durante o período em que dirigimos a Câmara de São Luis”, frisou.

Texto: DiretCom/CMSL

 

Governo constrói a primeira escola quilombola em Guimarães

COMPARTILHE

A comunidade quilombola Damásio, no município de Guimarães, comemora os investimentos do Governo do Estado na construção da primeira escola de Ensino Médio que vai beneficiar os jovens com uma estrutura ampla e moderna, proporcionando uma educação de qualidade.

Com o investimento de R$ 1.057.916,20, o prédio foi construído em uma área de 867m², dividido em três blocos. O bloco pedagógico possui quatro salas, laboratório de informática e biblioteca. Já o bloco administrativo conta com diretoria, almoxarifado, secretaria, sala de professores e sala de arquivo. E o bloco de serviço com cozinha, dispensa, área de serviço e banheiros feminino e masculino com acessibilidade.

O pátio central atende como espaço de recreação para os alunos. Também foi feita a instalação de sistema de combate a incêndio e passarela coberta com acesso aos blocos. A escola vai atender a comunidade do Quilombo Damásio e outros 10 povoados. Cerca de 160 alunos serão beneficiados. Dona Amélia mora no quilombo desde 1947 e conta que durante todos esses anos, o povoado nunca recebeu uma escola desse porte.

“Nunca teve uma escola desse modelo. Eu espero dessa escola uma nova vida. Não serve para mim, mas serve para os meus netos e bisnetos que venham chegar. E eu desejo que meus netos sejam um doutor ou que vão trabalhar na Marinha. Eu desejo só coisas altas, eu não sei se eles vão realizar esses sonhos, mas a esperança é essa”, compartilhou Amélia Martins.

A rotina das famílias também vai mudar. Por muitas vezes os alunos iam sem almoçar e, se o transporte atrasava, eles acabavam encontrando a escola com os portões fechados e perdiam o horário de aula. Como explica o líder da comunidade, Walmir Goulart. “Essa escola é importante porque os alunos se deslocam do seu povoado para a sede com a dificuldade de transporte. Cada família dessa paga uma mensalidade para que o seu filho chegue até a escola na cidade de Guimarães”, explicou.

Agora, com a nova escola, dentro da comunidade de Damásio, a vida das famílias muda para melhor. “Com a escola dentro de Damásio, se torna mais fácil para que o aluno tenha um aprendizado melhor e os pais terão condição melhor de acompanhar os seus filhos. A comunidade de Damásio desde já agradece ao governador Flávio Dino por todo esse esforço que ele está fazendo para que essa escola seja concluída nessa comunidade, sabendo a dificuldade do estado e do país”, afirmou Walmir Goulart.

Para o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, as escolas quilombolas se constituem como exemplo da forma de trabalhar do governo Flávio Dino. “Com sensibilidade social, fazendo os investimentos, sobretudo para os que mais precisam como esta comunidade que é atendida com a construção de uma unidade escolar, desta maneira nós contribuímos para o combate à injustiça social que ao longo de décadas foi se sedimentando em nosso estado. Também estamos promovendo desenvolvimento econômico e social em todas as regiões, o que tem sido o vetor principal da gestão do governador Flávio Dino, o duplo vértice, os investimentos em educação e produção”, observou o secretário Clayton Noleto.

A obra está em fase de conclusão, com 95% dos trabalhos já realizados, faltando apenas limpeza, complemento de pinturas e ajustes de portas e basculantes. A previsão de entrega para a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) é março deste ano, quando será mobiliada e preparada para a inauguração.

Quilombos no Maranhão

O Maranhão possui a terceira maior população negra entre os Estados brasileiros, mas por muitos anos as comunidades quilombolas sofreram com a falta de investimentos de políticas públicas, principalmente na área de educação.

A Baixada Maranhense é hoje uma das regiões do Maranhão com maior número de comunidades remanescentes de quilombo, pois na segunda metade do século XIX essa área concentrou a base de consolidação de muitos povoados quilombolas.

A gestão do governador Flávio Dino vem propondo planejamentos e estratégias de execução de políticas públicas direcionadas para a população negra, com o compromisso de promover a igualdade racial e a valorização da identidade e dos direitos dessas comunidades.

 

Vereadora Fátima Araújo volta aos trabalhos legislativos nesta segunda-feira (19)

COMPARTILHE

Após recesso de carnaval, a vereadora de São Luís, Fátima Araújo (PCdoB) volta aos trabalhos legislativos na Câmara Municipal de São Luís. No último dia 5/02 foi aberto período legislativo com a solenidade, que teve presença de autoridades municipais, como o prefeito Edivaldo Holanda Jr, autoridades estaduais como o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto, além de outras autoridades.

Em seu primeiro ano de mandato a vereadora Fátima Araújo mostrou porque foi eleita representante do povo. O parlamentar mais presente nas sessões, a Pequena Guerreira aprovou inúmeros requerimento e indicações que vão beneficiar a população de São Luís e principalmente os bairros que compõem o Complexo do João de Deus.

Em 2018, a vereadora volta com mais forças e cheia de ideias novas que vão ajudar o executivo e muito mais ainda, a população de São Luís. Conhecida por suas lutas incansáveis, a Pequena Guerreira entra no seu segundo ano de mandato como um dos vereadores destaque na legislatura passada. Todo seu trabalho é voltado para o fortalecimento da cultura, melhoramento da infraestrutura, saúde, educação e esporte.

Para 2018 o planejamento é ainda melhor. Novas empreitadas serão pautadas e grandes benefícios serão levados para as comunidades. O restaurante popular será implantado no João de Deus, assim com a reforma da Praça e Quadra poliesportiva no bairro. Tudo obra do Governo do Estado e solicitação da vereadora Fátima Araújo.

 

 

Vila Lobão recebe multidão no Lava Pratos de Carnaval do Movimento Solidariedade & Ação

COMPARTILHE

Festa, folia e diversão foi aperitivo do Carnaval 2018 realizado pelo Movimento Solidariedade & Ação nos bairros Pirapora, João de Deus, João Alberto, Vila Conceição e Vila Lobão. Foram exatamente 11 dias de folia e muita diversão. Para encerrar o circuito carnavalesco com chave de ouro, a vereadora Fátima Araújo realizou o Lava Pratos neste sábado (17) na Vila Lobão. Foi mais um verdadeiro arrastão.

E para fechar em grande estilo a Pequena Guerreira levou para o palco do evento a banda Forró do PV, Banda da Vassoura e Eugênia Miranda. O Lava Pratos de Carnaval do Movimento Solidariedade & Ação teve o apoio do Governo do Estado, Prefeitura de São Luís e vereadora Fátima Araújo (PCdoB). Foi o maior evento carnavalesco já realizado por uma parlamentar no Complexo do João de Deus.

Para a vereadora Fátima Araújo, além de diversão, o Circuito Carnavalesco levou dignidade para as famílias que aproveitaram a folia para fazer suas vendas e aumentar a renda familiar. Durante toda as noite de carnaval, o vendedores informais puderam comercializar bebidas, comidas e produtos do gênero carnavalesco. Tudo sem pagar taxas de adesão de barracas. Mais uma forma da vereadora Fátima Araújo ajudar suas comunidades.

Fotos Reprodução

 

 

Polícia Federal investiga Fraude no seguro defeso do município de Raposa-MA

COMPARTILHE

A Presidente da Colônia de Pescadores de Raposa/MA Z-53, Andréa Sayre Gonçalves Coutinho, foi denunciada à Policia Federal e demais órgãos fiscalizadores por fraude ao seguro defeso.

Na denúncia, já em mãos da PF, consta que, na lista de beneficiários do Seguro Defeso de Raposa, foram detectados centenas de falsos pescadores, que vem sendo beneficiados indevidamente com a concessão do seguro, em ação que teria a anuência da Presidente denunciada.

A suspeita é de que Andréa Sayre venha cadastrando falsos pescadores com a finalidade de dividir os recursos recebidos por estes mesmos, em ação que caracteriza crime, se comprovadas as denúncias.

Em documentos constantes da denúncia é possível observar, nas cópias da lista de beneficiários da Colônia anexadas, clara discrepância entre os valores recebidos por estes falsos pescadores e os demais cadastrados junto à Instituição.

Enquanto os valores recebidos pelos cadastrados chegam em média a R$ 2.400, há casos de beneficiários presentes na lista cujos valores recebidos alcançam a soma de R$ 11.000, sem nenhuma justificativa aparente. Alguns destes, nem moradores de Raposa seriam.

Outro dado curioso apontado nos documentos entregues à PF é que entre estes super marajás da Colônia de Raposa constam servidores efetivos do município de Raposa e, pelo menos, um policial militar.

A denúncia revela, ainda, que a fraude pode se estender ao INSS, onde Andréa Sayre teria grande influência. Segundo relatos de fontes do município, a presidente cobraria cerca de R$ 8 mil reais por cada aposentadoria concretizada junto ao órgão.

Essa ação contaria com a participação de servidores de agências do INSS na capital (agências Praça Deodoro e Bom Menino) e no município de São José de Ribamar. Junto ao INSS, fontes dão conta de que a presidente da Colônia Z-53, com o apoio de parlamentares da bancada federal e estadual, seria responsável por grande número de aposentadorias e pela promoção de servidores destacados para facilitar o trâmite destes processos e as ações fraudulentas ali empreendidas. Além disso, há suspeitas de que estes aposentados estariam sendo obrigados a contrair vultosos empréstimos consignados junto aos bancos oficiais com a finalidade de honrar a dívida oriunda a da aposentadoria.

Além da vinculação com tais parlamentares, oportuno lembrar que a presidente da Z-53 marchou como aliada de Ociléia Paraíba nas eleições de 2016. A Polícia Federal deve agora investigar os fatos denunciados, que também serão encaminhados ao Ministério Público, demais órgãos de controle e ao próprio INSS.

 

Por Blog Werbeth Saraiva

Bequimão realiza II Conferência Municipal de Educação

COMPARTILHE

O fortalecimento da educação do município de Bequimão, localizado no Litoral Ocidental Maranhense, foi à base da II Conferência Municipal de Educação realizada nos nesta quinta (15) e sexta-feira (16) na Escola Municipal Domingos Bouéres.

Com o tema ‘Realidade e Desafios na Garantia de Direitos’, a conferência contou com a participação do Executivo Municipal, Câmara de Vereadores, representantes do Ministério Público do Maranhão, sociedade civil organizada, professores, pais e alunos.

No primeiro dia, o evento começou com a leitura do regimento da conferência e a palestra magna, ministrada pelo secretário de Educação do Município, Aristides França. O segundo dia foi voltado para discussão das metas e estratégias, e avaliação do Plano Municipal de Educação (PME), implantado em 2015.

Segundo o secretário Aristides França, o debater o plano melhora a política de educação do município. “Estamos na fase da avaliação dos três anos de implantação do projeto. Nesses dias, monitoramos os avanços e os pontos não alcançados, e conseguimos traçar uma nova estratégia para melhorar ainda mais a educação na cidade”, destacou o secretário.

A coordenadora do PME, Rosenilce Pereira, destacou durante o evento a importância da partição de todas as entidades na elaboração e avaliação do projeto. “O PME rege o norte da educação no município em todas as esferas desde a elaboração pedagógica à gestão dos recursos financeiros. Os debates são fundamentais para direcionarmos o plano de educação da melhor forma possível”.

De acordo com o vice-prefeito de Bequimão, Magal, a educação apresentou inúmeros avanços desde a implantação do PME em 2015. “Nos últimos anos houve a extinção das salas multiseriadas nas escolas. Conseguimos implantar o transporte escolar, melhorar a qualidade da merenda escolar e reduzimos o índice de evasão no município. Esses avanços fizeram com que a cidade subisse posições no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), pontuando a frente dos municípios da Baixada Maranhense”, relatou.

Após a aprovação da nova redação feita pela plenária, o Plano Municipal de Educação foi encaminhado para Câmara Municipal e será apreciado pelos vereadores. Segundo o vereador Professor Zeca, a tramitação do plano na casa legislativa será rápida, porque os parlamentares participaram das discussões na Conferência Municipal de Educação. Depois de aprovar a redação final do texto, a Câmara vai enviar o PME para sanção do prefeito Zé Martins.

Para o prefeito Zé Martins, o momento é de avaliar o que tem sido feito e planejar os próximos anos para a Educação de Bequimão. “Temos trabalhado bastante para melhorar a qualidade da educação de nossas crianças em Bequimão. Para se ter uma idéia, nosso IDEB é superior ao de municípios que eram referências no Estado. Temos investido fortemente na educação e os resultados são bons, mas queremos melhorar ainda mais”, destacou o prefeito.

 

Carnaval de Alcântara mostra sua força pelo segundo ano consecutivo e se consolida como um dos melhores do Maranhão

COMPARTILHE

É valorizando a cultura local que sabemos a força de nossas tradições. Desde que assumiu a gestão do município de Alcântara, o prefeito Anderson Wilker tem feito dessa forma, valorizando a prata de casa. No aniversário da cidade não foi diferente, alcantarenses cantaram para alcantarenses dançar.  Com uma crise que perturba qualquer gestão pública, o prefeito queria manter a tradição do carnaval local, resgatado por ele em 2017. A luta por parcerias foi grande, mas a vontade de lutar foi maior ainda. O prefeito Anderson conseguiu parcerias com o governo do Estado e deputado Othelino Neto, o que tornou o Carnaval 2018 viável no município.

Pelo segundo ano consecutivo o prefeito Anderson Wilker montou uma programação eclética no carnaval alcantarense. Em 2017 a festa momesca na cidade histórica quebrou todos os recordes de público, tanto no Circuito I na Praça da Matriz, no Centro da cidade, quanto no Circuito II na Praça Central, em Oitiua. Em 2018 não foi diferente, mesmo com tanta chuva que caiu na cidade e no interior, os foliões compareceram em massa e se divertiram ao som de bandas eletrizantes.

 SÁBADO 10/02 (Praça da Matriz)

  • Tricha
  • Igor Costa
  • Gasparzinho da Bahia

DOMINGO 11/02 (Praça da Matriz)

  • Aline Fernandes
  • Andinho Xavecada

SEGUNDA-FEIRA 12/02 (Praça da Matriz)

  • Karen Show
  • Willian Beckaman

CIRCUITO OITIUA (Praça Central)

  • Traíra de Óculos
  • Radiola FM Tropical

TERÇA-FEIRA 13/02 (Praça da Matriz)

  • Melodia & Banda
  • Ney Alves
  • Nana Banda

Com uma programação recheada de atrações, o Carnaval 2018 levou para os Circuitos I e II o maior público de todos os tempos no carnaval alcantarense. A promoção foi da Prefeitura de Alcântara e a realização da Secretaria Municipal de Cultura & Turismo, realização da com  apoio do Governo do Estado e deputado Othelino Neto.  Além disso os blocos alternativos e trios éticos fizeram um grande arrastão pelas ruas da cidade histórica.

Para a secretária de cultura e turismo, Marcelina Serrão, a folia de momo superou todas as expectativas da gestão. “Foi um carnaval feito com muitas dificuldades, mas nossa gestão buscou o melhor caminho para que nossa folia fosse realizada e tivesse sucesso. Graças aos nossos parceiros, o carnaval de Alcântara está crescendo à cada ano e quem ganha é o município através do turismo”, destacou.

O prefeito Anderson Wilker destacou a festa carnavalesca, mas pontuou as ações realizadas por sua gestão. “Foi um esforço muito grande para que nosso carnaval fosse realizado. A luta foi tremenda, mas graças ao governo do Estado e o deputado Othelino Neto foi possível a realização deste grande carnaval, que por sinal entra para a história do município. Nossa preocupação é com a saúde, educação, infraestrutura e demais serviços essenciais do município. Temos trabalhado bastante para reconstruir a identidade de Alcântara e isso estamos conseguindo aos poucos e com muito trabalho. Nossa meta é dar dignidade ao povo alcantarense e se Deus quiser vamos conseguir”, destacou o prefeito.

 

Mulher rouba 55 celulares no carnaval de Pinheiro e a produção foi pouca por causa da chuva

COMPARTILHE

Trabalhar honestamente não combina muito com algumas figuras. Tem cada artista, que se colocasse a cabeça para raciocinar para o bem, poderia está com uma vida bem melhor. A Polícia Militar do Maranhão descobriu um talento desse perfil. Uma mulher que mesmo com as mãos amarradas ainda sim furta celular só com o pensamento. A habilidade é tão grande, que mesmo chovendo e o povo todo pulando carnaval na praça em Pinheiro, a artista ainda conseguiu roubar 55 celulares.

Em busca desse tipo de talento, a polícia militar convidou na manhã desta quinta-feira (15) uma mulher identificada como Marta Cristina Costa Santos, de 34 anos, que estava de posse de toda produção conseguida no carnaval da cidade de Pinheiro, a 333 Km de São Luís. Após o convite, Marta foi apresentar um número desses na delegacia e deve ficar por muito tempo lá.

De acordo com o Major Cláudio André, comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar, a prisão foi realizada na residência de Marta no bairro Coroadinho, em São Luís. Dentre todos os objetos, foram encontrados com ela:

  • 55 celulares
  • 6 munições intactas calibre 38mm
  • 2 relógios
  • 2 porta cédulas
  • 1 lixadeira elétrica
  • 3 carregadores portáteis para celular

DOCUMENTOS PERDIDOS NO CARNAVAL

No caso de documentos furtados, a policia orienta que o cidadão faça uma busca no Departamento de achados e perdidos do Comando Geral da Polícia, no bairro Calhau, em São Luís. Nos últimos dias do carnaval, cerca de 1.500 documentos foram parar no departamento, sendo 380 só nos cinco dias de folia. São carteiras de identidade, carteiras de trabalho, registros de veículo e cartões de crédito.

Do total, 600 documentos já foram devolvidos. Para fazer o resgate de maneira simples o dono dos documentos tem prazo de até seis meses, período em que os documentos ficam no departamento. Segundo o tenente-coronel Cláudio Farias, basta ir até lá levando o boletim de ocorrência.

“Rapidamente a gente verifica se esse documento já se encontra aqui. Caso se encontre, a pessoa deve se deslocar até o Comando Geral em posse do boletim de ocorrência para que assine um termo de responsabilidade e o documento seja devolvido”, afirmou.

O mesmo serviço de achados e perdidos é oferecido no interior do estado, de forma regionalizada. Nesse caso, a pessoa que perde a documentação deve procurar a sede do batalhão ou da companhia independente mais próxima de sua residência. São 22 unidades espalhadas pelo Maranhão.

O boletim de ocorrência é exigido na devolução e também respalda em caso de fraude. Mas, de acordo com o tenente-coronel Cláudio, ao sair de casa existem ainda outras orientações para evitar a preocupação das informações pessoais caírem em mãos erradas ou de gastar tempo e dinheiro tirando segunda via.

 “Leve somente o mínimo necessário para a sua identificação em caso de acidente. O ideal é que a pessoa, ao ir a um grande evento, por exemplo, identifique o tipo sanguíneo, o telefone de contato caso sofra algum tipo de sinistro. Mas a carteira de identidade é muito importante ter, mas também ter o cuidado de não perder para evitar o transtorno de ter que tira uma segunda via ou registrar ocorrência em delegacia”, declarou.

O telefone para consultar se o documento perdido está no Comando Geral da Polícia Militar é o (98) 3268-3066.

Por MA10