casa » 2018 » Fevereiro

Arquivos Mensais: Fevereiro 2018

Vereadora Fátima Araújo lançará neste domingo o projeto “Sonhos na Ponta dos Pés”

COMPARTILHE

No próximo domingo, dia 04 de março, a vereadora Fátima Araújo (PCdoB) lançará mais um de seus grandes projetos. Dessa vez, o novo projeto será a arte da dança, que sem dúvidas será um marco na história da cultura local, já que será inaugurada a primeira escola de Ballet, gratuita na comunidade do João de Deus.

O projeto inédito na região terá início já estão com as matrículas sendo realizadas das 8h às 12h e das 14h às 18h na Rua Coração de Jesus, Nº 17 – bairro Vila Conceição/João de Deus – mesmo local onde acontecerão as aulas. Apesar do projeto ser um diferencial, as aulas seguirão o mesmo padrão dos demais projetos, ou seja, não terá custo para os alunos.

Para Regina Alves, mãe de uma das alunas matriculadas, o projeto veio na hora certa. “Minha filha Luíza (10 anos) sempre teve o sonho de ter aulas de Ballet, mas nossas condições nunca foram favoráveis. Entretanto, agora, através desse canal de bênçãos que é através da Dona Fátima, minha filha poderá ter aulas de Ballet. Eu agradeço muito a Deus, por ter constituído essa mulher para nos representar na Câmara”, destacou.

Já a vereadora do PCdoB, destacou a importância da Escola de Ballet em nossa comunidade. “O Ballet é uma arte milenar, que desde o século XV tem tido reconhecimento no mundo inteiro.  Aqui na capital – São Luís – existem várias Escolas de Ballet com suas mais diferentes técnicas de coreografias. Mas, o Projeto Sonhos na Ponta dos Pés, será um marco pra nós, que não tivemos tanto acesso a essa dança. Além disso, os pais terão mais uma opção de educação para seus filhos. Nosso bairro necessitava de um projeto como esse”, destacou a Pequena Guerreira.

Vale ressaltar que as inscrições estão disponíveis até esta sexta-feira, dia 02 de março, das 8h às 12h e das 14h às 18h na Rua Coração de Jesus, Nº 17 – Vila Conceição. Os pais das crianças que se interessarem, terão apenas que apresentar xérox dos documentos pessoais da criança, além do número de telefone para contato e endereço no ato da inscrição.

Por Maxsuel Bruno

Contadores se reúnem para indicar um nome da classe como pré-candidato a deputado estadual e o contador e ex-prefeito de Peri-Mirim, João Felipe é o nome mais cotado

COMPARTILHE

Os profissionais e empresários de contabilidade do Maranhão se reuniram nesta terça-feira (27) no Grand São Luís Hotel. Desta vez o encontro não foi para discutir assuntos trabalhistas, contábeis ou sindicais, mas para decidir o possível nome que representará a classe nas eleições desse ano.

 

Durante o evento, os profissionais e empresários da área tiveram a oportunidade de opinar, se lançar como pretenso candidato ou escolher um nome. João Felipe está preparado para concorrer uma cadeira na Assembleia.

Além de empresário da contabilidade, João Felipe que é contador por formação, já foi prefeito de Peri-Mirim, cidade localizada na Região da Baixada Maranhense. Para ele, um representante no Legislativo irá melhorar as condições da classe.

“Ter alguém para lutar pelos direitos é indispensável em todas as classes. A nossa categoria nunca teve uma representação política. Essa é hora de conquistar esse objetivo para melhorar as condições de trabalho da área contábil”, destacou.

Segundo o contador Felipe Arnon, a escolha de João Felipe para disputar uma vaga na Assembleia abre a possibilidade da classe ter um gabinete para discutir as demandas e buscar soluções para problemas existentes.

 “Este é um momento impar, temos a oportunidade de levantar um nome para representar a nossa categoria. Os contadores de todo o estado estão reunido no objetivo de transformar o João Felipe em nosso representante no Legislativo”, relatou.

De acordo com o ex-presidente do Sindicato dos Contabilistas do Maranhão, José Maria da Silva, João Felipe vai elevar a categoria contábil, além de defender a todos na Assembleia. “Conheço o João há mais de vinte anos e sei que ele será um excelente representante no Legislativo, não só para nossa classe, mas também para todos os maranhenses”, enfatizou.

No final do evento, após ser decido pela classe contábil, o lançamento de um pré-candidato da categoria, João Felipe tornou público o interesse de disputar as eleições majoritárias deste ano.

Após agradecer a todos que compareceram ao momento ímpar para a classe contábil, encontro de contadores que tratou das questões pertinentes à categoria, sobretudo da viabilidade de construir o projeto de ter um candidato a deputado estadual nas eleições de 2018, João Felipe é o nome mais cotado para ser o pré-candidato.

 

Texto: Tarcísio Brandão

Adriano recorre à bancada federal em defesa do Refis para a microempresa

COMPARTILHE

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) teve aprovado na Assembleia Legislativa o Requerimento nº 047/2018, de sua autoria, que convoca a bancada maranhense na Câmara dos Deputados e no Senado a rejeitar o veto presidencial ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (PERT).
 
“Esse programa estabelece condições especiais para o pagamento de dívidas tributárias de micro e pequenas empresas, reflexo da grave crise econômica que assolou o país nos últimos anos. Por isso é muito importante que seja rejeitado o veto presidencial, em Brasília (DF)”, declara Adriano, que é idealizador e presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa (FMPE), uma de suas bandeiras de luta na Assembleia Legislativa.

De acordo com o parlamentar, conforme o seu Requerimento, as micro e pequenas empresas são responsáveis por 27% do PIB brasileiro e 57% dos empregos formais no país, por isso é essencial evitar que 600 mil pequenas e micro empresas sejam excluídas do Simples Nacional, o que implicaria, no mínimo, em dois milhões de empregos a menos. A ideia é criar para as empresas do Simples condições similares às estabelecidas pelo REFIS das grandes empresas, sancionado em outubro passado, garantindo também a isonomia de tratamento prevista na Constituição.

 

Jornalista Juraci Filho na tela da TV Assembleia

COMPARTILHE

A TV Assembleia iniciou a semana com novidades em sua programação. Nesta segunda-feira (26), estreou um quadro de entrevistas ao vivo dentro do telejornal “Portal da Assembleia”, que será levado ao ar às segundas e sextas-feiras, tendo o jornalista Juraci Filho como apresentador. A ideia é abordar discussões sobre política, cidadania e outros temas de interesse público no principal noticiário do veículo.

A diretora adjunta de Comunicação, jornalista Sílvia Tereza, foi a primeira entrevistada da “Sala de Entrevistas” desta nova fase do telejornal e explicou que está em andamento um projeto de reformulação dos veículos do Complexo de Comunicação, abrangendo a TV, a Rádio Web e a Agência Assembleia (site). Além de programas novos na grade da televisão, haverá mudanças também na programação da rádio e no site de notícias da Alema.

Sílvia Tereza informou que, na grade da programação da TV Assembleia, serão incorporados mais dois novos programas, nos próximos dias, frutos de parcerias com o Ministério Público e com o Poder Judiciário do Estado. O objetivo é diversificar o conteúdo de interesse público, levando informações diferenciadas aos telespectadores e internautas, além de reforçar as relações institucionais da Assembleia e a harmonia entre os poderes.

Segundo a diretora adjunta de Comunicação, a emissora tem interesse em firmar outras parcerias com outras instituições públicas. “Vamos abrir espaço para que essas instituições possam também prestar contas do seu trabalho para a sociedade maranhense, além de ampliar a nossa programação com mais informação e conteúdo jornalístico de interesse da população”, frisou.

Outras novidades

Segundo Sílvia Tereza, algumas outras novidades já estão no ar, desde a semana passada, como o telejornal das 18h “Assembleia Notícias”, que veio com novo formato e tem na apresentação a jornalista Juliana Sipaúba, substituindo o antigo Notícias do Dia. O programa Endereço do Samba também está no ar com novas entrevistas e o Programa Atitude voltou para mostrar as iniciativas sociais que vêm dando certo em São Luís.

A Rádio Assembleia On Line vai estrear novos programas em sua grade também. Entre eles: Maranhão Positivo, Inspiração, Endereço do Samba, Seus Direitos, Hora Cultural e Atenas Brasileira.

A subdiretora de TV e Rádio, jornalista Jacqueline Heluy, afirmou que a emissora inaugura uma fase mais arrojada, incorporando novas ferramentas e tendo a seu favor o trabalho mais agregado de toda a equipe. “A ideia é mostrar para o telespectador e seguidores das redes sociais da TV Assembleia que a TV está sempre inovando para levar informações de qualidade sobre o Parlamento e sobre a sociedade, além de entretenimento para o público”, frisou.

A TV Assembleia está situada no Complexo de Comunicação, em um prédio de três andares, com uma das mais modernas estruturas de televisão do Nordeste e tecnologia de ponta. Está no ar 24h, de segunda a domingo, e tem uma grade de programação composta de 20 programas com conteúdos referentes à política, cidadania, esporte, entretenimento, cultura e literatura.

 

Othelino recebe visita de dirigentes da Federação das Indústrias do Maranhão

COMPARTILHE

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu, na manhã desta segunda-feira (26), a visita do presidente da Federação das Indústrias do Maranhão, Edilson Baldez, e de dirigentes de sindicatos filiados à Fiema.

Othelino Neto enfatizou a importância da manutenção do diálogo permanente da classe empresarial com o Poder Legislativo. “Para nós é um prazer receber aqui a visita da diretoria da Fiema, liderada por Edilson Baldez. Tivemos uma conversa agradável sobre o cenário econômico do país, mais especialmente sobre a conjuntura de nosso Estado, de modo que pudemos trocar informações sobre problemas e desafios do Maranhão, em face das mudanças que estão ocorrendo na vida econômica do Brasil”, afirmou Othelino.

O parlamentar acrescentou que é importante que haja um diálogo permanente entre a classe empresarial e o Poder Legislativo do Maranhão: “É da maior relevância que os projetos que afetam diretamente o setor produtivo sejam discutidos e analisados nesta Casa mediante essa interlocução com a Fiema e seus sindicatos. E quem ganha com isso é o Maranhão”, ressaltou Othelino.

O presidente Edilson Baldez destacou a parceria entre Fiema e Legislativo Estadual. “Foi muito importante esta visita de cortesia, porque tivemos a oportunidade de reafirmar o nosso interesse em manter o diálogo com a Assembleia Legislativa de nosso Estado e dizer da nossa disposição em contribuir para a discussão e o debate dos temas de interesse maior do setor produtivo do Maranhão”, afirmou Edilson Baldez.

Ele destacou que o empresariado, mesmo com todas as dificuldades, busca sempre avançar na luta por melhores indicadores econômicos, que se refletem, também, na melhoria dos indicadores sociais. “Os empresários dedicam-se na implementação de seus negócios, que são iniciativas que promovem a geração de mais renda e mais emprego para a nossa população. Daí o empenho para que possamos diminuir o nível de importação em nosso Estado. A nossa luta é para que os nossos produtos sejam cada vez mais competitivos e o Maranhão, cada vez mais, possa importar menos e exportar mais”, frisou o presidente da Fiema.

Presenças

Além de Edilson Baldez, também participaram da visita o empresário Luiz Fernando Renner, membro do Conselho Consultivo da Fiema; os presidentes do Sindicato das Indústrias de Ferro Gusa do Maranhão, Cláudio Donizete Azevedo; do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria de São Luís, Pedro Robson Holanda da Costa; e do Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Óleos Vegetais e de Produtos Químicos e Farmacêuticos do Maranhão, Raimundo Nonato Pinheiro Gaspar. A visita contou também com a presença do diretor de Relações Institucionais da Fiema, Roberto Bastos.

 

Flávio Dino e prefeita Rosinha discutem novos investimentos para Cururupu

COMPARTILHE

O governador Flávio Dino recebeu nesta terça-feira (27), no Palácio dos Leões, a prefeita Rosinha de Cururupu, para discutir investimentos na cidade. A situação do município é tão complicado que a prefeita teve que pedir socorro ao governador.

O município tem recebido diversas ações do Estado desde 2015. E continuará sendo destino de mais entregas, como vem acontecendo em várias as cidades maranhenses. “Cada vez que venho aqui, aprendo muita coisa; e o município ganha”, disse a prefeita. Ela listou parte do que já foi feito pelo Governo do Maranhão em Cururupu: “Já recebemos muitas coisas, como transporte escolar, reforma de escola de ensino médio, tivemos um investimento muito grande na Santa Casa, além de uma ambulância”.

“Também recebemos o Mais Asfalto numa quantidade muito boa, patrulha mecanizada, ajuda na cultura, como no Carnaval e no São João. Além disso, tivemos a oportunidade de sediar a última edição Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia (Agritec) em 2017, que foi um grande evento. Tivemos, ainda, 15 kits de irrigação”, acrescentou Rosinha.

“Foram muitas coisas. Graças a Deus o governador tem esse olhar carinhoso com os municípios”, afirmou a prefeita.

Você sabe por que o bairro João de Deus recebeu esse nome?

COMPARTILHE

Um dos bairros mais populosos de São Luís, João de Deus está prestes a completar 37 anos de fundação. O aniversário é comemorado em 21 de abril, já que sua fundação aconteceu em 1981. O bairro João de Deus é formado por um Complexo de aproximadamente 30 comunidades, possui um centro comercial bastante desenvolvido, é rico em diversidade cultural e esportivo, além de ter um povo humilde e hospitaleiro. A população do bairro e adjacências se uniu e elegeu Fátima Araújo, uma líder comunitária que lutou dia e noite pelo seu povo e foi reconhecida nas urnas em 2016.

Mas você sabe por que o bairro recebeu esse nome? – Segundo João Inácio, morador da rua São Pedro, tudo começou com uma invasão a um terreno particular onde funcionava uma pedreira em abril de 1981. Ao longo dos anos os moradores se organizaram resistiram as pressões e com apoio do poder público transformaram a antiga invasão em um bairro aprazível e muito bom de morar. De acordo com o morador, no João de Deus a população tem tudo que precisa (do material de construção a padaria). Um bairro completo, que habita gente de todas as classes sociais.

Segundo relato de moradores antigos, o nome João de Deus foi uma homenagem ao papa João Paulo ll que naquela época visitou o Brasil, e como os moradores tiveram o apoio da Igreja católica f no inicio da invasão, a homenagem foi muito justa, já que até hoje a Igreja ajuda muito o bairro.

Mas em 2018 quando o bairro completará seus 37 anos, a festa será por conta de uma moradora ilustre da comunidade, a vereadora Fátima Araújo, que reside na Vila Conceição, que faz parte do João de Deus. Em sua rede social Facebook, a Pequena Guerreira destacou que está preparando toda programação que vai contar com distribuição de prêmios e cestas básicas para as famílias do bairro. Vamos aguardar a programação completa!

Prefeitura convoca apicultores e meliponicultores para cadastro em Bequimão-MA

COMPARTILHE

A prefeitura de Bequimão, através da Secretaria Municipal de Agricultura, em parceria com a Sala do Empreendedor estará cadastrando criadores de abelhas e produtores de mel do município. O cadastro será realizado a partir desta quarta-feira (28) na Sala do Empreendedor, localizada na Avenida Antônio Dino, em frente à Praça do Cemitério, no Centro da cidade, no horário das 8h às 13h, de segunda à sexta-feira.

O objetivo do cadastro é identificar os criadores para fortalecer a cadeia produtiva do mel, através de capacitações e orientações técnicas com viés produtivo e sustentável da atividade apícola aumentando consequentemente a renda dos apicultores e produtores rurais. Após o cadastro a prefeitura irá dar todo apoio para o melhoramento da produção.

O cadastro tem como público alvo os criadores que trabalham com abelhas e produtores rurais que não trabalham diretamente com abelhas, mas que desejam investir no ramo. Os cadastros podem ser feitos na Sala do Empreendedor  (centro) ou na sede da Secretaria de Agricultura (próxima ao estádio Vivaldão).  Mais Informações, Ligue: (98) 99607-2134/ 98153-7932/ 98224-4753.

 

 

Por Rodrigo Martins

 

Vereadora Fátima Araújo promete fazer a maior festa de aniversário do bairro João de Deus este ano

COMPARTILHE

Este ano, a vereadora Fátima Araújo promete fechar parcerias com os empresários locais, governo do estado, prefeitura de São Luís, deputados Weverton Rocha (federal) e Othelino Neto (estadual) e o secretário de estado, Márcio Jerry para que o aniversário do bairro João de Deus seja inesquecível.

Em sua página na rede social, Facebook, a Pequena Guerreira já disparou um torpedo a seu estilo, mostrando que, quando o assunto é trabalho, ela está sempre do lado do povo. “Já tem gente preocupada com o aniversário do bairro João de Deus porque todos sabem que vou fazer um evento à altura da comunidade, com muitas cestas básicas e vários eletrônicos e um bolo de 10 metros como o João de Deus merece. São 37 anos. Prepara João de Deus para receber o que você merece, uma comemoração em grande estilo”, disparou a Pequena Guerreira.

Toda programação do aniversário, atrações e local da festa será divulgada em março para que a população possa agenda mais uma grande festa realizada pela vereadora Fátima Araújo, com apoio de seus parceiros. Aguarde!

 

Antonio Lopes e Raimundo Lopes: luminares da Baixada Maranhense

COMPARTILHE

Antonio Lopes da Cunha e Raimundo Lopes da Cunha eram irmãos, naturais do município de Viana, baixadeiros de boa cepa e se notabilizaram no Maranhão e no Brasil no campo das letras e das ciências. Eram filhos do ex-governador e desembargador Manoel Lopes da Cunha.

Antonio Lopes nasceu no dia 25 de maio de 1889 e faleceu, em São Luís, em 29 de novembro de 1950. Graduou-se em Ciências Jurídicas na Faculdade de Direito de Recife, em 1911. Ao regressar a São Luís, o ilustre vianense logo conquistou destaque no universo cultural da cidade, tornando-se um dos fundadores da Faculdade de Direito, em 1918, ao lado de Fran Paxeco, Henrique Couto, Domingos Perdigão e outros, na qual lecionou filosofia do direito. No Liceu Maranhense exerceu a cátedra de literatura, geografia, sociologia, filosofia e francês.

Na vida pública ocupou, ainda, os cargos de intendente de São Luís, juiz de direito, sócio-fundador do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão e membro da Academia Maranhense de Letras. Foi um dos fundadores da Associação Maranhense de Imprensa e seu presidente. Jornalista consagrado na imprensa maranhense, trabalhou em vários jornais de São Luís. Dentre as suas diversas obras destacam-se: Presença do romanceiro; História da imprensa no Maranhão e Alcântara – subsídios para a história da cidade.

Raimundo Lopes da Cunha

De sua vez, Raimundo Lopes da Cunha nasceu no dia 28 de setembro de 1894 e faleceu no Rio de Janeiro em 8 de setembro de 1941, próximo de completar 47 anos de idade. Era bacharel em Letras. Chegou a cursar até o quarto ano de Direito, mas optou por dedicar-se à pesquisa científica, sobretudo à etnografia, etnologia, arqueologia, história e sociologia. No Liceu Maranhense, lecionava Geografia e História do Brasil. Foi membro da Academia Maranhense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão e da Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro.

As primeiras pesquisas arqueológicas e antropológicas sobre as estearias (espécie de palafitas) do lago Cajari foram desenvolvidas por esse eminente cientista vianense, que descobriu, ali, as ruínas de uma cidade lacustre e os vestígios de uma antiga civilização que habitava esse lago.

Com apenas 17 anos escreveu a sua obra-prima: “O torrão maranhense”, brilhante ensaio de geografia humana, que no futuro o consagraria como renomado cientista. Dentre os seus inúmeros trabalhos publicados, merecem destaque: As regiões brasileiras; Entre a Amazônia e o Sertão; O Homem em Face da Natureza; Ensaio Etnológico sobre o Povo Brasileiro; Pesquisa Etnológica sobre a Pesca Brasileira no Maranhão e Antropogeografia.

Fontes de pesquisa: site da Academia Vianense de Letras, “História de um menino pobre”, de Sálvio Mendonça e “Minha vida, minha Luta”, de Travassos Furtado.

Por Flávio Braga