casa » 2017 » outubro

Arquivos Mensais: outubro 2017

Prefeitura de São Luís implantará Farmácia Viva

COMPARTILHE

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), firmou parceria com o Governo do Estado, via Secretaria de Estado da Saúde (SES), para a implantação da Farmácia Viva em unidades de saúde do município. A Farmácia Viva é uma estratégia de promoção do acesso da população à medicamentos de origem vegetal, obedecendo aos padrões técnico-científicos de qualidade e segurança.

O convênio foi assinado nesta segunda-feira (23), pelo secretário municipal de Saúde, Lula Fylho e o adjunto de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa. A parceria prevê a implantação de hortas de plantas medicinais em unidades de saúde para distribuição à população usuária do Sistema Único de Saúde (SUS), com a orientação quanto à correta preparação e uso dos chamados “remédios caseiros”.

O secretário Lula Fylho informou que em São Luís a Farmácia Viva começará a ser implantada no Centro de Saúde Turu e estendida para todas as Unidades Básicas de Saúde da rede municipal. “Há muito tempo é comprovado que plantas medicinais têm eficiência terapêutica e podem ser utilizadas pela população nas suas necessidades básicas de saúde, e a Farmácia Viva se insere no contexto das práticas integrativas de saúde que complementam a assistência já oferecida aos usuários. É importante ressaltar que tudo será feito com a supervisão dos profissionais, explica.

“A Farmácia Viva é um programa de grande adesão popular, e São Luís, como maior município do estado, tem muitas unidades com espaços que podem se transformar em hortas medicinais para disponibilizar à população medicamentos fitoterápicos e plantas”, disse o secretário Marcelo Rosa.

Foto: Divulgação

Fonte: Zeca Soares

Afonso Diniz lança blogue! Novo estilo de fazer jornalismo esportivo no Maranhão!

COMPARTILHE

Uma das revelações do rádio esportivo maranhense, o repórter Afonso Diniz lançará nesta terça-feira (23) uma nova plataforma de notícias e opiniões. Abordando os bastidores do esporte e inquietações sociais, o radialista trará em uma linguagem intimista, assuntos que em um cenário comum, não se tornam pautas nos grandes centros jornalísticos.

Por ter ligação forte com o esporte, e faro de jornalismo, o editor do Blog do Afonso Diniz terá em sua predominância assuntos desse cunho, mas apostando em uma linguagem mais coloquial e destacando o futebol fora dos gamados. No entanto, Diniz adiantou que outras temáticas também serão uma aposta.

“Coloco em prática uma ideia que vinha amadurecendo alguns dias. Lógico que por ser repórter esportivo vou ter um foco maior no desporto. Mas tenho minha veia cultural, gosto de conversar sobre nossas manifestações e quem me conhece sabe que debato sobre todas as nossas inquietações sociais. O blog vai ser minha sala de estar. Vamos sentar no sofá e bater papo”, afirmou Afonso Diniz.

Ludovicense, Afonso Diniz foi nascido e criado no bairro da maior efervescia cultural da capital maranhense: a Madre Deus. Desde a infância, Diniz sempre esteve ligado as manifestações culturais do Maranhão. Participando ativamente como instrumentista de blocos organizados, escolas de samba e bumba-meu-boi.

Afonso Diniz é bacharel em Comunicação Social formado pela Universidade Federal do Maranhão. Como radialista começou sua carreira na Rádio Timbira AM e há seis anos se transferiu para Mirante AM, onde trabalha como setorista do Sampaio Corrêa. Além do circuito radiofônico, Afonso Diniz é redator no GloboEsporte.com e G1 Maranhão.

Do Blog Siga João Ricardo (Edição)

Alunas do IEMA da cidade de Bequimão confeccionam bolsas para a Semana de Ciência e Tecnologia do Maranhão

COMPARTILHE

O Iema Vocacional da cidade de Bequimão tem dado bons frutos desde sua inauguração. Inúmeros bequimãoenses já foram qualificados com cursos profissionalizantes que aumentam a mão de obra qualificada no município de Bequimão, além de facilitar a criação de emprego e renda. Agora as alunas da primeira turma do curso de corte e costura estão além de aperfeiçoando suas habilidades técnicas, confeccionando bolsas para a Semana de Ciência e Tecnologia do Maranhão.

A Semana de Ciência e Tecnologia do Maranhão vai acontecer de 25 a 28 de outubro, na cidade de Timon-MA. O Coordenador do curso, professor Emerson Pereira, recebeu o convite da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia e prontamente aceitou o desafio, já que seria uma grande oportunidade para as alunas realizarem o primeiro trabalho remunerado após a capacitação.

A ideia Central dessa ação foi Justamente possibilitar e mostrar aos alunos que eles têm  grande mercado consumidor a ser suprido em nosso município, nossa região e estado no seguimento vinculado ao curso, além de dispertá-los para o empreendedorismo e cooperativismo local. Após o desafio foi aceito pela equipe do IEMA, o coordenador Emerson, Gisele e a professora Martinha (também conhecida em Bequimão por Doquinha de Hemetério do Balandro) começaram a mobilização dos alunos, que também abraçaram a ideia.

 

Fonte: Blog Jefferson Cantanhede

 

Hipertenso, Paulo Marinho pode ser mais um em “bater as botas” no presídio do Maranhão

COMPARTILHE

Qual o perigo que o ex-deputado federal Paulo Marinho, preso na última sexta-feira (20) na cidade de Caxias, no sertão maranhense, oferece a sociedade caxiense para ser transferido para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas? Se o acusado não oferece perigo à sociedade e sua prisão não há rixa ou adversários que possam colocar a vida de Marinho em risco, por que transferi-lo para um presídio comandado por facções criminosas do estado?

Por ser taxado de Sarneysista, Paulo Marinho deve ser mais um daqueles que vai comer o pão que o capeta amassou no presídio, assim como outros políticos que já foram presos e caíram na arapuca do satanás, por pertencer ao grupo Sarney. Após Paulo Marinho ser preso, o prefeito de Caxias, que tem como vice, o filho de Paulo Marinho, deu um passo para trás e pulou o muro dos Leões em busca do governador. O que mostra, que Gentil sabe de algum segredo.

Se na cidade de Caxias tem local que abrigam outros presos, ninguém entendeu sua transferência, inclusive os advogados. Na princesa do sertão a Secretaria de Segurança do Estado disponibiliza de uma Unidade Prisional de Ressocialização, que foi construída para abrigar presos da cidade e região. O caso chamou atenção da imprensa e pode ser mais um caso de perseguição, como aconteceu com o ex-prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves.

A dívida de pensão alimentícia de Paulo Marinho já ultrapassa o valor de R$ 1,2 milhão, segundo a justiça. Por causa da inadimplência, Marinho já havia sido preso outras duas vezes em 2015 e 2016, quando segundo a polícia, ele tentou fugir do cerco policial no seu escritório, mas acabou atolando o carro em uma estrada vicinal do município. Mesmo assim, sua transferência para Pedrinhas.

Na política do jogo do Empurra-Empurra quem perde é o povo maranhense

COMPARTILHE

Se não bastasse a lástima do Congresso Nacional e a patifaria na Câmara dos Deputados que atingem o Brasil, no Maranhão a política virou um jogo de interesses e uma briga entre dois meninos do “Buchão”.  São trocas de farpas nas redes sociais, nos blogues alinhados aos dois grupos, um culpando o outro e uma tentativa de fazer a população acreditar que um é melhor que o outro. Mas na prova dos nove, a diferença está apenas no RG & CPF.

Atitudes idênticas, posturas diferentes. Se um é perseguidor, o outro é alinhador. Se um se mostra trabalhador, o outro perseguidor. E é nesse jogo de poder, que o Maranhão não ganha nada e permanece na lanterna entre os 26 estados da federação. Há menos de um ano para as eleições, o Estado foi entregue aos futuros candidatos, que brigarão por uma vaga ao poder, muito com o intuito de se imunizar contra a Polícia Federal, outros para mostrar forças dentro de seus próprios grupos.

Quem é oposição hoje, encontra mil defeitos na gestão do atual governo, que comete os mesmos erros da gestão anterior. A situação hoje era oposição na gestão passada, mas defende com unhas e dentes sua base aliada. O povo não consegue entende nada. Os críticos de hoje podem ser os bajuladores de amanhã, assim como os bajuladores de hoje podem ser os críticos de amanhã. Ai me vem uma frase muito falada pelo poeta bequimãoense Raimundo Castro. “Falar é fôlego e quem tem boca fala o que quer, ao menos que seja mudo”.

No Jornal, Blogue, Facebook, Twitter, Rádio e TV, o assunto é sempre o mesmo, um colocando a culpa no outro e sempre pelo mesmo erro cometido. A frase “herança maldita” nuca foi extinta por quem assume o comando de uma gestão. O palanque não se desarma, justamente já pensando na reeleição. Já o povo permanece jogado para escanteio e só volta a ser lembrado um ano antes das próximas eleições, amansado com uma ração chamada asfalto. Tem até veículo de comunicação que criou seu próprio seguimento noticioso.

A moda agora é o mercado de troca-troca. Quem era oposição ao atual governo e fazia parte do grupo Sarney era batizado de sarneysista e ajudou a atrasar o Maranhão. Após pular o muro dos Leões não será mais sarneysista e passar a ser mais uma cabeça pensante para reconstruir o Estado. É justamente aí, que volto a citar uma frase conhecida do poeta Raimundo Castro (grande compositor de toadas de bumba-meu-boi). “mudam-se os atores, mas o espetáculo é o mesmo”.

Lembro-me de uma propaganda em 2014 com a frase de um personagem que usava e abusava falando “Uma estrada brilhozinha”, se referindo ao asfaltamento de rodovias no interior do Maranhão, serviu de chacota no Maranhão. Três anos depois só mudou o personagem e a produtora de vídeo, o tema é o mesmo: Asfalto, Asfalto e Asfalto. Se o Google processasse político mentiroso, talvez muita gente já não escreveria mais nada nas redes sociais. Independente de grupo político, o povo precisa ser respeitado, honrado e valorizado. O que não pode é ficarem brigando e esquecendo quem mais precisa de uma boa gestão; o povo.

 

Sete vereadores de São Luís devem disputar as eleições proporcionais de 2018

COMPARTILHE
Já declararam ser pré-candidatos Honorato Fernandes, Marquinhos Silva, Beto Castro e Ricardo Diniz.

O primeiro a declarar a intenção de disputar a eleição do próximo ano foi Marquinhos Silva. Ele declarou que quer ser candidato a senador e, para isso, tentará viabilizar a candidatura no DEM, mas se não for possível, garantiu que buscará outra legenda.

Outro vereador que já se manifestou sobre candidatura para o próximo ano foi o petista Honorato Fernandes. O parlamentar quer ser candidato a deputado estadual. Único petista a garantir uma reeleição como vereador da capital, Honorato vem forte na briga por uma vaga na Assembleia que hoje conta com apenas um deputado.

“A decisão da minha pré-candidatura à deputado estadual se deu por meio de um acordo coletivo dos membros do grupo, do qual eu faço parte no PT, o ‘Articulação PT MA’. Um novo desafio que será encarado com determinação e, sobretudo, com o mesmo comprometimento social que me levou a estar hoje vereador”, disse Honorato.

Outros vereadores que se declararam pré-candidatos a Assembleia Legislativa foram Ricardo Diniz e Beto Castro.

Os que não declararam ainda foram Astro de Ogum e Marcial Lima. Os parlamentares ainda trabalham nos bastidores para tentar se viabilizar suas candidaturas.

Outro membro da Câmara de São Luís que também deverá ser candidato em 2018 é o vereador licenciado e presidente da Agência Metropolitana, Pedro Lucas Fernandes (PTB). Esse deverá buscar uma vaga como deputado federal.

Por O ESTADOMA

 

Zé Inácio participa de entrega de motoniveladoras para Paraibano e Itinga

COMPARTILHE

O Deputado Zé Inácio (PT) destacou  nesta quarta-feira (19)na sessão plenária da Assembleia Legislativa do Maranhão a entrega de motoniveladoras (patrol) para os municípios de Paraibano e Itinga. A entrega foi realizada pelo Governador Flávio Dino, durante sessão solene no Palácio Henrique de La Rocque.

Durante o discurso o parlamentar destacou que os equipamentos foram concedidos por meio de aprovação da Assembleia, o que possibilitou o empréstimo de cerca de 10 milhões para aquisição de crédito junto à Caixa Econômica.

E ainda relembrou os investimentos realizados durante o governo dos ex-presidentes Lula e Dilma. “Foram entregues quase 5 mil máquinas para os Estados por meio do programa federal PAC II, entre motoniveladoras, retroescavadeiras, caçamba e caminhão pipa, para municípios de até 50 mil habitantes. E este programa agora vem sendo realizado pelo Governador Flávio Dino, apesar de ter sido extinto pelo governo Temer”, ressaltou.

A ação faz parte do programa Caminhos da Produção, e irá beneficiar municípios como o de Paraibano, no sertão maranhense, para recuperar e facilitar o acesso a estradas rurais do município. “Os municípios que estão sendo contemplados agora terão um maquinário que irá melhorar as condições de tráfego e acessibilidade, principalmente nas regiões de difícil acesso facilitando assim, tanto o deslocamento da população e da produção, como também para que novos recursos e investimentos cheguem a esses lugares, principalmente a zona rural”, disse o deputado.

Na oportunidade, Zé Inácio citou ainda que enquanto era Superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) foi realizado no município de Itinga 120 km de estradas, mas que infelizmente agora estão abandonadas. “Talvez fosse pela falta de equipamentos, mas agora com a entrega da patrol pelo governo essa situação deve melhorar”, disse.

Os equipamentos irão auxiliar na infraestrutura dos municípios, ao todo foram entregues 18 equipamentos. Dentre os contemplados estão Paraibano, Formosa da Serra Negra, Pio XII, Santa Luzia do Paruá, Coroatá, Balsas, Buriti, Bom Jardim, Itinga do Maranhão, Presidente Sarney, Itapecuru Mirim, Bernardo do Mearim, Presidente Médici, Brejo de Areia, Palmeirândia, Pastos Bons, São Bento e Chapadinha.

 

Sem outra opção, Edivaldo Holanda Jr reafirma apoio a Flávio Dino

COMPARTILHE

O PCdoB, partido do governador Flávio Dino, realizou na noite de sexta-feira (21) a Conferência Estadual. O evento comandado pelo próprio Dino, contou com a presença de lideranças políticas, entre elas o prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PDT).

Apesar de ter deixado transparecer que não poderia compor a chapa de Flávio Dino em 2018, caso fosse convidado, Edivaldo fez questão de, mais uma vez, mostrar lealdade a quem também lhe foi leal, o governador Flávio Dino.

Edivaldo, também nas redes sociais, deixou claro que estará com Flávio Dino em 2018, assim como esteve em 2014.

“Estamos juntos no projeto de construção de um estado melhor e mais digno para o nosso povo”, afirmou Edivaldo.

 

Por Jorge Aragão

Após três décadas, Câmara volta a julgar contas de ex-prefeitos de São Luís

COMPARTILHE
Balanço de Gardênia Gonçalves, Conceição Andrade e Jackson Lago vão passar pelo crivo dos parlamentares. Os pareces do TCE citam aprovações com ressalvas e abstenções.
O prazo para a Câmara Municipal de São Luís (CMSL) analisar as contas de um prefeito, logo após o envio do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), é de um mês. Porém a avaliação dos cálculos das gestões de três ex-prefeitos — Gardênia Ribeiro Gonçalves, Conceição de Maria Carvalho de Andrade e Jackson Kepler Lago (já falecido) — estão atrasadas. Para zerar o julgamento das contas pendentes, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado pelo presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR), junto com o Ministério Público Estadual (MP) e o Tribunal de Justiça, através da Vara de Interesses Difusos e Coletivo da capital.
O acordo possibilitou a apreciação do balanço financeiro dos ex-gestores da capital que há 30 anos não passava pelo crivo dos parlamentares. Para zerar os documentos pendentes, o Plenário Simão Estácio da Silveira começa a discutir alguns destes pareceres enviados pelo TCE-MA. Os primeiros julgamentos já estão na pauta da ordem do dia desta segunda-feira (23).
Dos 31 relatórios referentes aos anos compreendidos entre 1986 e 2017, foram identificados 13 relatórios com conclusão relativos às contas de 1988, de responsabilidades de Gardênia Gonçalves, aprovado com ressalvas; 1989, 1990, 1991 e 1992, de responsabilidades de Jackson Lago, também aprovadas com ressalvas; 1993, 1994, 1995 e 1996, de responsabilidades de Conceição Andrade, que teve parecer prévio com abstenção; e 1997, 1998, 1999 e 2000, também de responsabilidades de Jackson Lago, aprovadas com ressalvas.
A votação dos 31 vereadores vai determinar o futuro político de dois dos três ex-prefeitos – Gardênia Gonçalves e Conceição Andrade – porque caso os resultados forem desfavoráveis a elas, poderão ficar inelegíveis politicamente por oito anos e consideradas “fichas sujas”. Dos ex-prefeitos que ainda poderão ser julgados até o fim do ano, apenas dois já faleceram: Jackson Lago, que administrou a cidade, de 1989 a 1992 e de 1997 a 2000; e João Castelo, de 2009 a 2012.
MAIS TRÊS
Apesar do longo tempo desde que as contas deixaram de ser julgadas — o último registro no TCE é de 1987 —, só este ano, com a assinatura do TAC, foi que o assunto voltou a ser debatido no Palácio Pedro Neiva de Santa, sede do Poder Legislativo de São Luís. Além das contas de Gardênia, Conceição e Jackson, também devem passar pelo crivo dos vereadores até o final do ano o balanço de outros três prefeitos: Tadeu Palácio, de 2002 a 2004 e 2005 a 2008; João Castelo, de 2009 a 2012; e o atual prefeito Edivaldo Júnior, de 2013 a 2016.

TRAMITAÇÃO

Pela legislação, o TCE dá um parecer prévio a respeito dos números, mas cabe ao Legislativo dar a palavra final sobre eles. A partir do momento em que esse parecer prévio do TCE chega à Câmara Municipal, a Comissão Orçamento, Finanças, Planejamento e Patrimônio Municipal passa a deliberar tanto a respeito do parecer quanto das contas do Executivo. Nesse processo, o colegiado pode ou rejeitá-los ou aprová-los ou, ainda, aprová-los com ressalvas. A decisão da comissão ganha forma de um Projeto de Resolução, que será submetido à análise do Plenário da Câmara.

Após a aprovação pelo Plenário da Câmara, o Projeto de Resolução é encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça, Legislação, Administração e Assuntos Municipais para a elaboração e a votação da proposta de redação final. Terminado este processo, a Resolução é promulgada pela Câmara, que informa ao TCE a decisão do Plenário a respeito do parecer prévio e das contas do Executivo.
PRERROGATIVA
Segundo os artigos 58 e 59 da Lei Complementar Federal 101/2000, é obrigação privativa das Casas Legislativas realizarem a análise das contas do Poder Executivo após o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
Por Isaías Rocha

Câmara aprova pedido do Vereador Cézar Bombeiro para audiência pública sobre Escolas Comunitárias

COMPARTILHE

O vereador Cézar Bombeiro (PSD) vai levar para debate em audiência pública no plenário da Câmara Municipal de São Luís, problemas sérios e angustiantes relacionados as escolas comunitárias. Elas são referências da primeira escola de milhares de crianças e mais precisamente nas comunidades mais pobres e até mesmo excluídas. A data de audiência pública ainda não está definida.

Em inúmeros bairros, as escolas comunitárias acabam também absorvendo creches e acabam não conseguindo atender nenhuma das duas demandas, diz o vereador Cézar Bombeiro, pela sua larga experiência comunitária em dezenas de bairros de São Luís. A minha preocupação como vereador e muito mais como cidadão é que necessário se torna a oferta digna de escolas para a infância, se pensando em construir crianças, jovens, adolescentes e adultos em cidadãos de bem pela educação, daí é que eu acredito em transformação social a partir da infância, diz o vereador.

Sei que existem boas escolas comunitárias e que precisam de apoio e até mesmo parceria com o poder público para que possam oferecer ensino de qualidade a crianças e adolescentes. Tem muitas propostas boas e muita gente se disponibilizando para contribuir com as escolas comunitárias, o que com certeza deve ser objeto de discussão na audiência pública, fala Cézar Bombeiro.

Se conseguirmos melhorar consideravelmente as escolas comunitárias com o acompanhamento do poder público e de outras instituições para evitar clientelismo, e que elas não se transformem em instrumento de interesses de pessoas, sem qualquer compromisso com as crianças quanto a educação. É possível, daí que um debate será bem importante, afirma o vereador do PSD.

Texto: Da Assessoria do Vereador