casa » 2017 » agosto (página 5)

Arquivos Mensais: agosto 2017

Cidade Histórica vai receber o I Alcântara Fashion Week dia 26 de agosto

COMPARTILHE

Com o apoio da Prefeitura de Alcântara, através do prefeito Anderson Wilker (PCdoB), o I Fashion Week realizado na cidade histórica será no dia 26 de Agosto (sábado). O evento vai contar com várias atrações e irá mostrar o que a de mais belo na cidade de Alcântara, envolvendo moda, arte e cultura. De acordo com os organizadores, o evento vai trabalhar toda performace que envolve o brilho do artesão local.

Localizada na microrregião da baixada ocidental, hoje pertencente a Região Metropolitana da capital, no extremo norte do estado do Maranhão, a 22 quilômetros de São Luís (via marítima), a cidade de Alcântara possui uma área de 1.483 km² e população de aproximadamente 22 mil habitantes, onde sua grande maioria vive na Zona Rural, formada por 217 comunidades.

MANIFESTAÇÕES CULTURAIS

Alcântara sempre foi um berço cultural, que dialoga entre o passado, presente e futuro, e com esse entendimento, que está sendo realizado o 1º Alcântara Fashion Week, e tem como objetivo valorizar e divulgar mulheres artesãs que trabalham com a arte da costura, tradicionalmente mantida por mulheres alcantarenses.

Em modo geral, a cultura alcantarense é conservada, e demonstra em seus trabalhos além da arte, um modo de vida, e geração de renda e sustentação de suas famílias.

Para os organizadores do evento, o 1º Alcântara Fashion Week vai mostrar as belezas e riquezas do município traduzidas em artes. “Tornar público a beleza e a leveza cultural dessas mulheres artesãs, nos remete a um outro histórico de belezas naturais existente em nossa cidade, o surgimento da juventude que encanta com o perfil próprio e único da mulher e do homem alcantarense. É com esse entendimento que realizaremos o 1º Alcântara Fashion Week , que terá como tema “Entre rendas e retalhos Alcântara e seus encantos”. A cultura, a força e a beleza das mulheres alcantarenses escondidas por centenas de anos, nos retalhos e no passear das linhas coloridas e dos belos traços dos casarões que refletem a nossa história, vão está na passarela dia 26 de agosto” – disse uma das organizadoras.

VISÃO DO ALCÂNATAR FASHION WEEK

Conhecer o trabalho de cada uma das costureiras (os), como funciona o procedimento de criação de cada figurino, cada roupa, e cada vestido, o evento terá a possibilidade de divulgar um meio tradicional de negócio e forma de trabalho de cada uma desses profissionais, mesmo de forma tradicional, sendo possível ainda, manter a originalidade da costura, que vem sendo desvalorizado com o avanço da tecnologia.

O projeto envolverá mulheres artesãs costureiras, jovens modelos e voluntários que estarão envolvidos diretamente na organização do evento. Além de atrações locais, um DJ que fará a animação e as trilhas sonoras do desfile, fotógrafos e uma blogueira especializada em moda.

Serão várias modelos que representarão as belezas alcantarenses na passarela do I Alcântara Fashion Week, dia 26 de agosto. Além disso, o evento contará com a presença da imprensa, destaque para profissionais da linha de moda.

CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DE ALCÂNTARA

Somente em 1.648, a aldeia cabeça da capitânia é elevada a categoria de Vila, com o nome de Alcântara, sob a proteção do Apóstolo São Matias. Neste período, já havia a construção de uma pequena Igreja e os engenhos de cana-de-açúcar começavam a se desenvolver na região. Com uma população de 300 moradores a Vila já sentia a necessidade de um transporte que facilitasse o escoamento da produção e a melhoria da comunicação, chegando a meados do Século XVIII no auge da economia alcantarense, sofrendo grande impacto com a reforma pombalina.

PRIMEIROS HABITANTES

Habitada inicialmente pelos indígenas do povo Tupinambá, Alcântara teve sua produção organizada pela mão de obra indígena e africana, sua produção era baseada na monocultura de cana-de-açúcar e algodão, explorada mediante ao trabalho escravo e essencialmente voltada para o mercado externo.

Inúmeras crises, determinadas por problemas externos, afetaram a produção alcantarense e geraram um processo de decadência do sistema monocultor, obrigando, já no século XVIII e posteriormente no século XIX, o abandono pelos grandes proprietários de suas terras. Muitas áreas foram abandonadas, outras foram doadas ou entregues para os ex-escravos, que passaram desde então a constituir um segmento social específico, atualmente reconhecido legalmente como moradores das áreas remanescentes de quilombos.

LOCALIZAÇÃO DA CIDADE HISTÓRICA

Alcântara faz parte da Área de proteção ambiental das Reentrâncias Maranhenses e está nos limites da Amazônia Legal, uma região rica em biodiversidade e recursos naturais. Compunha no século XVII uma das duas principais Capitânias mais importantes da época Maranhão e Grão-Pará, sendo uma Capitânia Secundaria designada de Capitania de Cumã. Limitavam-se os rios Mearim, Pindaré, Turiaçu e a Costa Norte maranhense (VIVEIROS, p. 23). Era uma vasta e rica região onde hoje se localiza mais de vinte municípios da baixada ocidental maranhense.

Mais uma vez as terras alcantarenses foram abandonadas e esquecidas, ficando para traz os ex-escravos que permaneceram nas terras e começavam assim a formar as pequenas vilas, as famílias foram se constituindo e os grupos se formando em diversas partes do território de Alcântara, principalmente nas aéreas próximas ao litoral e regiões das grandes fazendas.

MAIOR TERRITÓRIO QUILOMBOLA DO BRASIL

Atualmente, Alcântara é reconhecida como um grande território étnico, identidade esta que o identifica e o coloca no patamar de um dos maiores territórios étnicos no país. A visão estabelecida através da utilização dos recursos sociais e culturais é considerada pelas comunidades tradicionais como o seu principal bem, em seguida os recursos que podem ser encontrados nos território, a exemplos dos recursos naturais, sociais, e religiosos que juntos tornam-se um complexo cultural, onde a identidade de um povo é determinada pelas suas diferenças existentes, sendo vista pelos visitantes como algo diferenciado do que está acostumado, sendo o mesmo colocado pela comunidade, não como um produto a ser consumido, mais sim por um atrativo social e cultural existente a centenas de anos, onde expressa a identidade do local, a familiaridade da organização e o jeito diferenciado de trabalhar um produto.

 

Prefeitura de Alcântara recupera pontes na zona rural do município

COMPARTILHE

A prefeitura de Alcântara, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, está trabalhando a todo vapor na zona rural para recuperar pontes de madeira. Pensando na mobilidade rural da população e melhorar o tráfego na escoação da produção, o prefeito Anderson Wilker (PCdoB) começou recuperar as pontes de madeira que ligam comunidades à sede do município.

A prefeitura já recuperou duas pontes na comunidade Canelatiua, uma ponte no povoado Cujupe, uma ponte em Cajiba e uma em Itapuaua. Com as intervenções da secretaria de Infraestrutura, centenas de famílias foram beneficiadas, principalmente a comunidade estudantil e classe dos produtores.

 

Para o prefeito de Alcântara, aos poucos e com muito trabalho a gestão vai colocando o município nos eixos. “Já conseguimos dar uma nova cara na sede do município e agora estamos para a zona rural, trabalhando na recuperação de pontes de madeira estavam praticamente intrafegáveis. Estamos reformando as pontes, vamos recuperar as estadas e colocar iluminação pública nos povoados. Com a recuperação das pontes a trafegabilidade melhora, facilita o transporte escolar e de passageiros, além de facilitar o escoamento da produção local” – destacou Anderson Wilker.

Em sua página na rede social Facebook, o vereador Antônio Rosa reconheceu e parabenizou o trabalho do prefeito Anderson Wilker. “Quero parabenizar o prefeito Anderson Wilker pela iluminação da via de acesso ao Porto do Cujupe, com uma iluminação moderna (Led). Não estamos em busca de méritos, o que fazemos tanto os vereadores quanto o prefeito é trabalhar para o povo que nos honrou com o seu voto” – disse.

Além da sede do município o prefeito Anderson autorizou os serviços de infraestrutura (recuperação de pontes e estradas vicinais) e iluminação pública nas comunidades alcantarenses. O trabalho está em andamento, e vai chegar à todas as comunidades.

# As fotos são meramente montadas e ilustrativas, mas com imagens reais feitas in loco.

Série C de 2018 pode ter quatro times que nunca disputaram a terceira divisão brasileira

COMPARTILHE

Se for confirmado nesta segunda-feira (14) o favoritismo do Operário do Paraná que venceu o Maranhão Atlético Clube na primeira partida por 3×1 no Castelão, a Série C do ano que vem poderá ter quatro clubes marinheiros de primeira viagem. Os clubes que mantiveram a vantagem para o segundo jogo, confirmaram o acesso a terceira divisão do próximo ano.

O primeiro a garantir vaga inédita a Série C de 2018 foi o time do Globo da cidade de Ceará Mirim, interior do Rio Grande do Norte, que eliminou a equipe do URT de Minas Gerais. Outro que confirmou sua vaga histórica foi a Juazeirense da cidade de Juazeiro na Bahia, que eliminou o tradicional América de Natal. Já o Atlético do Acre que bateu na trave em 2016, garantiu vaga ao eliminar o São José da cidade de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Outra façanha que pode acontecer este ano no Campeonato Brasileiro da Série D, é que se confirmar os classificados novatos, a edição de 2017 pode ter um campeão desconhecido, como aconteceu na primeira edição de 2009, quando o São Raimundo de Santarém no Pará conquistou o título em cima do Macaé do Rio de Janeiro.

O certo mesmo, é que o único a quebrar esse dilema é o MAC, mas para isso vai precisar vencer o Operário do Paraná, no mínimo de 3×1 e levar o jogo para os penaltis. Em caso de eliminação do time maranhense, vamos ter que aguentar duas semifinais e um final de estádios vazios. Uma outra curiosidade futebolística é que podemos ter todos os classificados das regiões norte e nordeste. Se caso o Operário avance, será o único da região sul.

 

 

 

Vereadora Fátima Araújo realiza Mega Ação Social no Aniversário do Residencial João Alberto

COMPARTILHE

A vereadora Fátima Araújo (PCdoB), carinhosamente chamada pelos moradores de São Luís, como Pequena Guerreira, realizou neste sábado (12), uma mega Ação Social no Residencial Senador João Alberto, localizado na região do bairro Santo Antônio, que fez aniversário de 14 anos de fundação. A Ação contou com a presença da Unidade Móvel do Procon e profissionais da saúde que atenderam dezenas de moradores.

A vereadora Fátima Araújo em parceria com o Movimento Solidariedade & Ação, preparou uma grande programação, que começou às 8h da manhã na Rua 14 de Agosto, em frente à Igreja Católica, com uma Mega Ação Social para emissão de CPF e RG, totalmente gratuitos para comunidade. Na área da Saúde, foram disponibilizados profissionais especialistas em Ginecologia, Oftalmologia, Clínica Geral, Teste de Glicemia, Aferição da Pressão Arterial, vacinação para adultos e crianças, além de apresentação do Projeto Social Brigadista Mirim.

No período da tarde, a programação continuou com apresentação do Grupo de Capoeira, e pra finalizar o dia, uma super aula de Zumba, com os professores do projeto Viva Mais Saúde.

A noite foi realizado um grande Culto Ecumênico, em que a palavra de Deus ecoou nos quatro cantos do residencial.  E após o culto foram sorteadas 50 cestas básicas para comunidade.

Estiveram presentes ao evento, além da vereadora Fátima Araújo, que estava acompanhada de sua assessoria, o presidente do Procon-Maranhão, Duarte Júnior, lideranças religiosas, empresários e moradores da região.

Prefeito Zé Martins divulga mensagem aos pais bequimãoenses

COMPARTILHE

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, divulgou mensagem homenageando os pais do município. No cartão, ele ressalta o amor pelo seu pai Juca Martins e pelo seu filho, que nascerá nos próximos meses. O prefeito também deseja respeito, admiração e amor aos pais bequimãoenses.

 

Secretarias de Saúde e Educação iniciaram prevenção a doenças em escolas de Bequimão

COMPARTILHE

A Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, deu início nesta segunda-feira (7) às atividades do Programa Saúde na Escola (PSE). A primeira escola beneficiada foi a Unidade Integrada Pontal, localizada no povoado de mesmo nome.

O PSE é uma ferramenta vista como fundamental para a eficácia da política de saúde preventiva. De acordo com o secretário Sidney Bouéres, a comunidade escolar vai poder ter acompanhamento diretamente com os profissionais da saúde, que irão a cada escola do município.

Durante todo mês de agosto a Secretaria de Saúde cumprirá uma agenda articulada com a secretaria de Educação. A meta será atualizar a carteira de vacinação de todos os estudantes.

“Estamos recebendo completo apoio da Prefeitura de Bequimão. O prefeito Zé Martins compreende a importância desse trabalho e nos dá todo suporte”, ressaltou Sidney Bouéres. O secretário de Educação, Aristides França, também participou do lançamento do programa.

CONFIRA O CRONOGRAMA DAS AÇÕES NO MÊS DE AGOSTO
14/08/2017 – Unidade Integrada Barroso
16/08/2017 – Unidade Integrada Centrinho/Santana
21/08/2017 – Unidade Integrada Paricatíua
22/08/2017 – Escola Municipal Estado de Minas Gerais
23/08/2017 – Unidade Integrada Sumaúma
28/08/2017 – Unidade Integrada Jacioca
30/08/2017 – Unidade Integrada de Santana
31/08/2017 – Escola Municipal Ana Araújo Martins

Prefeito Anderson Wilker divulga mensagem no Facebook aos pais alcantarenses

COMPARTILHE

Prefeito de Alcântara, Anderson Wilker usa sua página na rede social, Facebook para homenagear os pais alcantarenses nesta data especial. Em sua postagem, o prefeito parabeniza todos os pais do município de Alcântara pelo Dia dos Pais. “Feliz Dia dos Pais! Em especial a todos os pais alcantarenses. Deus nos abençoe”.

 

Saúde em Alcântara avança consideravelmente em sete meses de gestão

COMPARTILHE

Os resultados mostram a diferença entre o passado e o presente. Desde janeiro quando o prefeito Anderson Wilker (PCdoB) assumiu a gestão do município de Alcântara, as primeiras medidas tomadas, foram a reestruturação da saúde pública, que agonizou por vários anos nas mãos de ex-gestores. De imediato o prefeito contratou médicos, montou uma equipe técnica altamente capacitada e comprou medicamentos que abastecem a farmácia do Hospital Dr. Neto Guterres.

A Estratégia Saúde da Família (ESF) conta com nove equipes de saúde distribuídas em todas as 217 comunidades e sede do município. Além disso, são cinco consultórios odontológicos e um Odontomóvel.  As equipes são compostas por nove médicos, nove enfermeiros, nove técnicos de enfermagem, cinco dentistas, cinco auxiliares de odontologia e 72 Agentes Comunitários de Saúde, que fazem o mapeamento nos povoados.

A prefeitura, através da Secretaria de Saúde do Município, já implantou o Programa saúde na escola (PSE), onde a gestão conta com uma coordenadora da saúde, uma coordenadora da educação e um técnico de enfermagem. O trabalho é realizado em parceria com as equipes da ESF, em que as ações são voltadas para os estudantes, de acordo com o calendário sugestivo da Secretaria de Estado da Saúde.

Até o mês de julho (sete meses de gestão) já foram realizados pela Secretaria Municipal de Saúde, 3.462 atendimentos com alunos da sede e zona rural pelo Programa Saúde na Escola. O objetivo é ofertar os serviços em todas as escolas do município até o encerramento do ano letivo.

A secretaria implantou no município também, a vigilância em saúde; onde os profissionais trabalham com a vigilância epidemiológica e sanitária. Além disso, já foram implantados vários programas, dentre eles o de combate à hanseníase e tuberculose, onde a população conta com o atendimento de um enfermeiro tanto para acompanhamento, quanto para notificação dos casos, assim como para entrega dos medicamentos, até evoluir para alta medicamentosa com a cura dos pacientes.

Os pacientes com hanseníase ou tuberculose podem ser tratados no próprio município de Alcântara, já que o prefeito está dando todas as condições e investindo na saúde pública. A prefeitura conta ainda, com mais de 30 pacientes cadastrados no programa de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) que recebem ajuda financeira mensalmente, para realizar atendimentos que ainda não são disponibilizados no município de Alcântara.

Quando o problema do paciente é complicado e necessita de atendimento em hospital de alta complexidade, o prefeito Anderson Wilker disponibiliza um transporte para levar o paciente até a cidade de Pinheiro para realizar as consultas especializadas e exames como tomografia, já que o Hospital Macro Regional foi construído com essa finalidade.

O hospital Dr. Neto Guterres disponibiliza de médicos 24 horas (plantão), medicamentos e uma equipe de profissionais altamente qualificada, além três ambulâncias que circulam dia e noite em todo município. Além disso, a secretaria de saúde de Alcântara, em parceria com o governo do estado, tem realizado mutirões de glaucoma, catarata e pterígio, beneficiando centenas de pacientes.

Os números mostram os avanços e cuidados que a gestão do prefeito Anderson Wilker tem com seu povo. Foram 8.640 atendimentos médico, 17.280 atendimentos de enfermagem, 4.794 hiperdia, sendo  656 gestantes e 1.824 crianças  atendidos.

Pacientes encaminhados pela gestão para outras especialidades como cirurgião geral, 51 atendimentos, Ortopedia (46), Pediatria (12), RaioX (97), Tomografia (97), Mamografia (39), Mastologista (9), Endoscopia Digestiva Alta (19), Gastroenterologista (22), Cardiologista (36), Neurologista (6), Ultrassonografia (54), Nefrologista (8), Otorrinolaringologista (20), Urologista (15) e Cirurgias (16).

Para a secretária Ramone Araújo, a saúde de Alcântara começa ganhar forma depois de muito trabalho. “Recebemos apenas o prédio, servidores e mais nada. Tudo estava parado, nada funcionava, não tínhamos médicos e remédio nem se falava. As equipes da ESF não funcionavam há anos. Planejamos tudo, organizamos e colocamos para funcionar, os números mostram a comparação entre passado e presente. Nossa meta é melhorar ainda mais, trazendo mais especialistas para compor nossa equipe. O prefeito está dando todas as condições de trabalho e os resultados estão aparecendo” – disse.

Já o prefeito de Alcântara destacou o trabalho feito e o empenho de toda equipe da secretaria e da gestão. “Nossa meta é trabalhar, e por isso fomos eleitos pela grande maioria da população para isso, trabalhar pelo povo de Alcântara. Hoje investimos dez vezes mais que a verba destinada para a saúde de Alcântara. Mesmo com as dificuldades, estamos colocando a saúde para funcionar; já entregamos uma ambulância, a farmácia está cheia com medicamentos, médicos 24 horas e em breve entregaremos mais uma ambulância ao povo desta cidade. Nosso próximo passo será reformar o hospital e equipá-lo, reabrindo o centro cirúrgico, que foi abandonado pela gestão anterior” – enfatizou.

Othelino Neto denuncia estado de abandono do município de Monção

COMPARTILHE

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) denunciou, na sessão desta quarta-feira (08), a triste situação de abandono do município de Monção, onde a prefeita Cláudia Silva, que foi eleita em uma perspectiva de promover mudanças para melhor na cidade, não tem conseguido cumprir com as suas obrigações. Segundo o parlamentar, é lamentável saber, pelas redes sociais, que a cidade, no que diz respeito às atribuições da Prefeitura, parece abandonada, ruas esburacadas, algumas delas quase intransitáveis, salários de uma parte dos servidores dos contratados da administração e da saúde em atraso, etc.

Othelino disse, na tribuna, que esse atraso salarial já está gerando muito incômodo para esses servidores que trabalham e não recebem. Segundo ele, há reclamações quanto à merenda escolar de baixa qualidade e de reduzida quantidade, embora o recurso para isso seja carimbado e pago, todos os meses, nas contas da Prefeitura. Ele citou ainda a falta de qualidade do Sistema Municipal de Educação. “Enfim, os mais diversos problemas vêm sendo enfrentados pela população de Monção, graças à inércia e à falta de competência da administração municipal”, frisou.

O deputado citou ainda, na tribuna, um contrato de seis meses, no valor de R$ 320 mil, para aquisição de caixões. “Fazendo-se uma conta rápida aqui – se um caixão custar R$ 500,00, terão que morrer, e espero que isso não aconteça – mas terão que morrer 640 pessoas, nesse intervalo, para que possam ser utilizadas todas essas urnas adquiridas pela Prefeitura de Monção. Teriam mais de 100 mortes por mês”, comentou.

Othelino disse esperar que seja apurada a regularidade da contratação desses caixões por ser, de fato, muito estranha. “E depois espero que a previsão da prefeitura não se confirme, que os amigos de Monção tenham saúde, continuem vivos e que nem de longe precisem utilizar essa quantidade de caixões que foi adquirida pela prefeita”, afirmou.

Na tribuna, o deputado lamentou a forma, o descaso com que a administração de Monção vem tratando a cidade e o sofrimento daquelas pessoas que merecem de mais atenção. “E não é por falta de recursos, entendo até que as prefeituras estão enfrentando muita carência – que não resolvessem todos os problemas, afinal não daria tempo, são pouco mais de sete meses de gestão – mas é inadmissível este estado de abandono em que a cidade se encontra”, disse.

Segundo Othelino Neto, mesmo com toda compreensão de que são apenas sete meses, não se justifica a Prefeitura não fazer absolutamente nada e deixar a população abandonada. “Enfim, fica este registro. Espero que a prefeita cumpra com o seu dever, cuide melhor da cidade para que as pessoas se sintam respeitadas e bem tratadas por quem, por maioria, foi eleita para cuidar dos destinos de Monção”, afirmou.

O deputado registrou a presença do presidente do PCdoB no município de Monção, Jeziel Araújo, que se fazia presente na galeria do plenário da Assembleia Legislativa.

Fátima Araújo entrega Título de Cidadão ludovicense a três personalidades de sucesso em São Luís

COMPARTILHE

A vereadora da capital maranhense, Fátima Araújo (PCdoB), entregou na tarde desta quarta-feira (9), no Plenário Simão Estácio da Silveira, da Câmara Municipal de São Luís, três títulos de cidadão ludovicense para três homens que fizeram de São Luís, um instrumento para conquistar o sucesso.

 

A vereadora presidiu a sessão solene, com o apoio do cerimonial, e contou a presença da imprensa, convidados dos homenageados e amigos da parlamentar, que estiveram em grande número na Câmara Municipal.

Um dos homenageados foi o empresário Jovanilton Serra Pereira, 47 anos, carinhosamente conhecido no bairro onde mora e trabalha, como Alemão. Alemão é natural da comunidade Pindoval, localizada no município de Miranda do Norte. O homenageado é empresário do ramo de comércio e materiais de construção, e morador da Vila Conceição/João de Deus há mais de 20 anos. Como empresário sempre ajudou a vereadora em suas ações sociais.

O outro homenageado foi o Jornalista e Radialista Sérgio Murilo de Aguiar, apresentador do programa Balanço Geral da TV Cidade, canal 6, filiada a rede Record de televisão. Sergio Murilo é Capixaba, natural da cidade de Vila Velha, no Estado do Espírito Santo, região sudeste do Brasil. O jornalista começou sua carreira profissional aos 16 anos de idade e escolheu a capital maranhense para viver.

Entre os homenageados está Domingos Oliveira Mendes, de 60 anos, natural da cidade de Anajatuba, região da baixada. Domingos é empresário do ramo de materiais de construção e motéis. Ele é morador do bairro João de Deus há mais 30 anos e escolheu São Luís para viver e conquistar o sucesso através do trabalho.

Durante a sessão solene que homenageou as três personalidades, a vereadora falou da importância de entregar título de cidadão para pessoas que são exemplos de trabalho, respeito e honestidade. “Era um sonho homenagear esses três companheiros. Agora é uma realidade, e estou muito feliz por poder da o título de cidadão de São Luís a esses amigos e companheiros” – destacou Fátima Araújo.

Fotos: Edilson Gomes