casa » 2017 » março (página 3)

Arquivos Mensais: março 2017

UFMA de Pinheiro divulga nota sobre adiamento de aulas

COMPARTILHE

Prezados professores e alunos, segue abaixo nota emitida pelo Centro de Pinheiro sobre o adiamento das aulas.

 

NOTA SOBRE ADIAMENTO DO INÍCIO DAS AULAS.

 

Em reunião extraordinária ocorrida no dia 14 de março de 2017 com início às 13h25min, na presença de todos os Conselheiros do Centro e representantes de todas as categorias Acadêmicas do Centro de Pinheiro, foi discutida a pauta de apreciação e aprovação das reivindicações de melhoria do Centro para o início do Semestre 2017.1.

A reunião foi conduzida de modo que garantisse a participação de quem quisesse deliberar sobre o fato, podendo chegar ao consenso da decisão mais acertada para o momento.

Após a explanação, foram apontados muitos problemas estruturais e administrativos, como falta de iluminação na área externa, e isto, somado à falta de vigilantes e de um policiamento efetivo, contribui para a vulnerabilidade das pessoas que transitam no Centro, principalmente as que necessitam utilizar os espaços da Universidade no período noturno. Também foram mencionadas as obras paralisadas, como a da quadra poliesportiva, a do prédio usado pelo curso de Engenharia de Pesca e a do prédio da Saúde. Ainda, a biblioteca foi pontuada por não possuir uma estrutura física que atenda à demanda do Centro, bem como por apresentar uma carência na quantidade de profissional bibliotecário: no momento apenas um faz o atendimento, portanto o quantitativo não é condizente com a realidade, tendo em vista o funcionamento dos cursos nos turnos matutino, vespertino e noturno.

Vale ressaltar que a Prefeitura de Campus esteve no Centro de Pinheiro nessa mesma data, antes da reunião, e garantiu que em 15 dias entrega o prédio da saúde concluído, bem como a iluminação externa.

Diante de tantos problemas apresentados, o Conselho de Centro votou por adiar o início das aulas até que algumas questões estruturais sejam solucionadas. Por fim, foi decidido que nenhum servidor público poderá se ausentar do Centro, pois o adiamento do início das aulas não se caracteriza como Greve ou Paralisação, mas como um movimento em defesa do Centro de Pinheiro e de melhores condições de trabalho, garantindo uma qualidade do ensino e do serviço público prestado.

Atenciosamente;

Prof. Dr. Rickley Leandro Marques

Diretor do CCHNST- UFMA Pinheiro

   Portaria GR nº 301/2016 – GR

     Matricula SIAPE 1525392

Polícia Civil prende fugitivo da delegacia de Peri-Mirim na cidade de Bequimão

COMPARTILHE

A polícia civil da cidade de Bequimão com o apoio dos policiais militares prendeu na manhã desta quarta feira (22), um individuo identificado por Haleilton Lopes Ferreira, de 21 anos que estava dormindo na casa de sua avó, no bairro Cidade Nova, próximo ao centro da cidade.

Haleilton, que segundo a polícia, havia sido preso no dia 09 de janeiro de 2017, em cumprimento ao mandado de prisão da Comarca de Bequimão, já que ele havia cometido um homicídio contra um homem conhecido por Francines Rodrigues Soares, que foi morto a pauladas no final do ano passado.

O acusado quando preso pela primeira vez, foi levado para a delegacia de Peri-Mirim, onde ficaria preso a disposição da justiça, porém na manhã do dia 10 de janeiro, Haleilton conseguiu abrir um buraco na parede de sua cela  e fugiu. Os policiais tinham informações de que Haleilton dormia em diversas casas em Bequimão com o intuito de dificultar a sua prisão.

Após a confirmação de que o acusado estava dormindo na casa de sua avó conhecida no bairro por Dona Maria, os policiais saíram imediatamente para o local e fizeram o cerco na residência, logrando êxito na busca. Haleilton não resistiu à prisão e foi levado para a delegacia da cidade para que fossem feitos os procedimentos cabíveis e posteriormente foi encaminhado para a Delegacia Regional de Pinheiro onde ficará a disposição da justiça.

Site de Viagem classifica Alcântara como Roma Brasileira – Cidade de Praias, Quilombos e Patrimônios

COMPARTILHE

Matéria feita pelo Site Qual Viagem, sobre Alcântara e suas Belezas naturais.

POR QUAL VIAGEM – A cidade de Alcântara pode ser considerada a “Roma Brasileira”, pois reúne os principais monumentos artísticos e históricos do estado do Maranhão. A antiga cidade está localizada em plena Amazônia Legal, cercada por uma das maiores áreas de mangue do mundo e onde se descortinam praias desertas e preservadas e ilhas repletas de histórias e lendas. Reconhecida como Patrimônio Nacional pelo IPHAN, o estilo colonial de seu importante conjunto arquitetônico reflete uma história de opulência e riqueza, quando foi habitada por ricos barões.

Suas principais atrações devem ser visitadas a pé, em caminhadas por ruas calçadas de pedra do seu centro histórico. O roteiro pode ter início na Praça da Matriz, onde se encontra a Casa da Câmara e Cadeia, o Museu Histórico e Artístico de Alcântara, as igrejas coloniais e a Casa do Divino. Alcântara tem na festa do Divino a sua maior celebração religiosa. Esse ano a festa irá acontecer de 24 de maio a 4 de junho. Centenas de turistas e festeiros invadem as ruas do centro histórico para acompanhar os cortejos ao Divino.

 PRAIAS, ILHAS E QUILOMBO

Saindo da parte histórica, o visitante pode realizar passeios de barco por igarapés amazônicos e visitar a ilha do Livramento. Lá vive dona Mocinha e seu fiel escudeiro, Ribamar, apelidado carinhosamente de Punk. Eles vivem numa casinha de palha e são os verdadeiros guardiões da ilha e os responsáveis pelo atendimento aos turistas que desejam acampar ou passar o dia por lá.

Depois de explorar a ilha numa deliciosa caminhada,  chega-se ao final da praia de quase três quilômetros de extensão, onde correm das falésias avermelhadas, uma água doce e geladinha para tirar o sal do corpo num banho relaxante e natural.  O roteiro continua de barco, percorrendo as águas fortes dessa bela Bahia onde se navega por uns 30 minutos para observar um espetáculo único, o voo dos guarás, aves de plumagem vermelha, encontradas com frequência na região. São balés intrigantes que rasgam os céus num espetáculo digno da abundante fauna da região.

Outro local indispensável é passear na comunidade Quilombola de Itamatatiua, onde cerca de 165 famílias resistem, e mantém suas tradições. Uma das atrações é conferir o trabalho das artesãs negras que criam peças de barros em estilo único. Jarros, pratos, louças e bonecas trabalhadas manualmente por elas.

Aproveite para visitar a capela de Santa Thereza que se transformou na protetora das casas. Uma das coordenadoras da comunidade é a Srª Neide de Jesus, de 67 anos. Ela afirma que cerca de 20 artesãos trabalham na confecção das peças de artesanato em argila. A comunidade completará em junho próximo 309 anos e é uma resistência a todo o processo de desocupação realizado no interior e distritos de Alcântara, principalmente nas últimas cinco décadas, onde a região se tornou área de segurança nacional em função da base de lançamento de foguetes.

Aprofundar-se nas entranhas ainda mais remotas de Alcântara é surpreender-se com a praia de Mamuna; na zona rural. Num encontro do rio com o mar, seus cinco quilômetros de praia virgem, contrastam com arrecifes e falésias avermelhadas. Do alto deles fique atento, pois na maré alta, dá pra ver o balé delicado dos botos, que brindam os turistas com malabarismos e mergulhos únicos. Essa praia tem pouquíssima estrutura. Pra completar, contrate a dona miúda, uma Moça que prepara sob encomenda um cardápio regional. Peixada, arroz de cuxá, galinha e peixe frito num sabor pra lá de natural. A comida sai a R$ 25,00 por pessoa com direito a saladinha e suco natural.

COMO CHEGAR?

 A maneira mais fácil para se chegar a Alcântara a partir de São Luis, é por meio da travessia da Baía de São Marcos, que separa a capital e a cidade histórica de Alcântara. A travessia é feita por lanchas e catamarãs, que, de acordo com a tábua das marés, partem diariamente do terminal hidroviário da Praia Grande, que fica no Centro Histórico. Para quem pretende explorar mais a região, pode tomar o Ferry boat que tem partidas a cada hora e meia.

Outra opção é contratar os serviços da Caravelas Turismocaravelasturismo.com.br, uma das pioneiras no receptivo em São Luis e especializada em Alcântara. Procure contratar o guia Naílton Lobato. Natural da cidade a sua família é uma das mais tradicionais de Alcântara. Todos os conhecem por lá. Muitas das lendas, ele aprendeu com seu avô.

ONDE COMER?

Localizado bem ao lado de uma capela, no alto de uma falésia, o Restaurante Cantaria, possui a mais privilegiada vista da Ilha do Livramento. O prato imperdível é a fritada de camarão – com certeza, o melhor de todo Maranhão. Experimente também o vatapá, e os deliciosos peixes locais, além do indispensável arroz de cuxá. Beba o suco natural de Bacuri, De sobremesa mouses de frutas regionais, e o famoso e exclusivo Doce de Espécie, tipicamente de Alcântara. Por R$ 200,00 se come fartamente até cinco pessoas.

ONDE FICAR?

Para se hospedar arrisque a Pousada Bela Vista, um pouco longe do centro histórico, mas com uma vista incrível. A Pousada dos Guarás fica colada ao imenso manguezal e possui quartos bem equipados com TV a cabo e frigobar. Um lugar especial para quem precisa descansar e curtir as mais belas imagens naturais.

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE:

 

Texto: Cláudio Lacerda Oliva

Fotos: Adilson Zavarize

 

 

Marcial Lima defende rodoviários contra empresários na Câmara Municipal

COMPARTILHE

Em razão de denúncias que dão conta que os trabalhadores do Sistema Integrado de Transporte, estão sendo prejudicados pela direção do órgão para pagarem reposição de peças danificadas dos veículos envolvidos em acidentes, o vereador Marcial Lima (PEN) está apresentando proposição na Câmara Municipal de São Luís, visando coibir o que considera abuso.

A denúncia chegou ao parlamentar pelo Sindicato dos Rodoviários, por meio do presidente da entidade, Isaias Castelo Branco. Segundo ele, as empresas permissionárias do serviço de transporte público estariam descontando nos contracheques dos cobrando a reposição de peças danificadas nos veículos envolvidos em acidentes. Acrescenta ele que os profissionais também são cobrados para ressarcir os assaltos praticados por criminosos dentro os ônibus

Marcial Lima considerou os assuntos bastante graves, e que tal procedimento é condenável. “Isso é grave, e não pode acontecer. Algumas empresas têm judiado psicologicamente dos rodoviários, do profissional que já trabalha com dificuldade por causa dos assaltos, e que às vezes o próprio assalto também dele é cobrado. O rodoviário não pode ser penalizado por uma peça de ônibus que quebra no trajeto, no serviço”, afirmou o vereador do PEN.

O vereador garantiu que esta semana levará o conhecimento da denúncia ao Ministério Público. “E espero que medidas sejam adotadas pelo poder público para que essas denúncias sejam apuradas e, de acordo com a necessidade, sejam tomadas providências que os casos requerem”, afirmou Marcial Lima, finalizando que a situação já foi comunicada ao secretário Municipal de trânsito e Transportes, Canindé Barros.

Texto: Alteré Bernardino

Secretaria de Esporte e Juventude de Alcântara realiza o II Passeio Ciclístico Sustentável

COMPARTILHE

A Secretaria de Esporte e Juventude de Alcântara, por meio do secretário Hermison Martins, com o apoio da prefeitura municipal, Grupo amigos do pedal e Secretaria de Governo, realizou neste domingo (19), o II Passeio Ciclístico Sustentável, com o objetivo de trabalhar o condicionamento físico dos participantes, mas principalmente conscientizar a população alcantarense quanto à importância de preservação ambiental.

O ponto de partida aconteceu na Praça da Matriz, no centro da cidade e saiu pela rua grande, passando pela MA-106, até chegar ao Rio Pepital, onde foi realizado um mutirão de limpeza, para revitalizar o afluente, que abastece as casas de Alcântara com água de qualidade.

Além de ciclistas, simpatizantes e equipe de apoio, o passeio contou a participação de autoridades municipais, como Hermison Martins (esporte e juventude), Rowsyklea Araújo (administração), Maurício (diretor de Juventude), Priscila Ferraz (diretora de cultura) e Karina Valesca (representando o museu Casa Histórica). O lixo recolhido no Rio Pepital, abasteceu 6 sacos grandes.

Para o secretário de esporte e juventude o passeio ciclístico sustentável melhora a qualidade de vida dos que participam e também dos que ficam em casa.  “A prática esportiva é uma forma de melhorar a qualidade de vida das pessoas, através de atividade física, como os alongamentos ensinados pelos alunos do curso de educação física, o ciclismo, e o slackline (é uma modalidade esportiva na qual o objetivo é a manutenção do equilíbrio sobre a fita de diversas formas. O slackline teve origem de uma mistura de alpinismo e arte circense – corda bamba e cabo de aço – que tanto usavam para treinar e aperfeiçoar suas capacidades na escalada, como para realizar performances e espetáculos circenses. A palavra slackline vem da língua inglesa, e significa linha (fita) bamba (frouxa), em razão da semelhança com uma linha)” – destacou Hermison.

Segundo, o secretário de esporte, os participantes também desfrutaram de um momento de lazer, onde os mesmos tomaram banho nas margens do Rio Pepital. De acordo dom Hermison, através da coleta do lixo houve a conscientização dos participantes em preservar e promover a difusão da conservação do leito do rio que abastece a cidade.

O que faz um Secretário de Esportes em São Luís?

COMPARTILHE

Desde que Edivaldo Holanda Júnior (PDT) assumiu a prefeitura de São Luís, em janeiro de 2013, a capital maranhense ficou órfã de um administrador do esporte ludovicense. O primeiro a sentar na cadeira da Secretaria Municipal de Desporto e Lazer (SEMDEL), foi o advogado Raimundo Penha (PDT), um dos mais votados nas eleições de 2016 e eleito vereador de São Luís. Penha passou poucos meses e saiu para assumir outro órgão municipal.

Após saída de Penha, Weverton Rocha indicou outro pedetista, ai foi a vez de Jerry Abrantes, que também ficou poucos meses a frente da pasta, já que faleceu de um infarto fulminante. Como a pasta era um acordo do PDT com o PTC, Weverton indicou outro membro do partido e Olímpio Araújo foi o terceiro nomeado por Edivaldo Jr, para assumir a SEMDEL. Olímpio também durou pouco.

Na procura de uma 4ª peça para compor a SEMDEL, descobriram que o ex-vereador Júlio França, poderia dar conta; poderia mesmo. Após assumir a secretaria, tudo foi abandonado, como os projetos, torcedor do futuro, escolinhas, Parque do Bom Menino e Estádio Nhozinho Santos. Como massa de manobra para enganar o povo no período eleitoral, Edivaldo Jr anunciou a reforma do Nhozinho Santos, que estava fechado desde 2014, em que o último jogo oficial realizado naquela praça, foi São José X Balsas pelo campeonato maranhense.

A prefeitura mandou cortar o capim de burro, tentou matar as formigas que tomam conta do “gramado” e saiu pintando paredes, chão, capim e tudo que passasse pela frente. Mas o serviço foi tão “porco”, que a Federação Maranhense de Futebol (FMF), que é tão incompetente quanto o secretário Júlio França, fingiu assumir a possível finalização da reforma, que nada mais foi, que um tapa na cara dos desportistas ludovicenses.

A FMF tentou remendar gramado, mas não conseguiu fazer uma bermuda nova de calça velha. Torcedores andando pela parte interna do estádio, encontraram vasos sanitários sujos, pias entupidas, e um paliativo que logo vai estourar na mídia. Uma verdadeira falta de respeito com os torcedores maranhenses.

REABERTURA DO GIGANTE DA VILA PASSOS

No momento da reabertura do Nhozinho Santos, simplesmente a banda de música do 24º BIL, tocou sem as autoridades e muito menos os dois times em campo. Um total desrespeito com os torcedores presentes. Como se não bastasse, a FMF diz que vai assumir a administração do Nhozinho Santos. Se a FMF administrar bem, como faz a tabela do campeonato maranhense, os desportistas estão ferrados e mal pagos.

Mostra-se que mais uma vez, a bactéria que acabou com o Ginásio Costa Rodrigues, pode ser a mesma que está destruindo o esporte na gestão de Edivaldo Holanda Jr.

E ai vem a seguinte pergunta: Pra que serve o secretário de esportes de São Luís?

Projeto de lei de autoria de Osmar Filho dará direito à troca de produtos vencidos sem custo ao consumidor

COMPARTILHE

Em celebração ao Dia do Consumidor, 15 de março, o vereador Osmar Filho (PDT) protocolou junto à Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, um Projeto de Lei que dispõe sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos comerciais (mercadinhos, supermercados e afins) da capital maranhense a darem gratuitamente ao consumidor o produto ofertado quando verificada divergência de preço ou fora do prazo de validade.

De acordo com o parlamentar, que é vice-presidente da Câmara, sua medida visa resguardar o consumidor, pois o consumo de produto estragado pode afetar, inclusive, a saúde do comprador ou de seus familiares.

“É dever de todo estabelecimento comercial zelar pela validade dos produtos vendidos”, declarou Osmar Filho, em entrevista ao ‘Câmara News’, informativo que vai ao ar todas as sextas-feiras pela Rádio Difusora AM.

O projeto estabelece que a entrega gratuita dos dois produtos, em substituição ao encontrado fora de validade nas prateleiras, deverá ser feita no momento em que o consumidor estiver nos caixas do estabelecimento.

UM NA PRATELEIRA E OUTRO NO CAIXA

Além de garantir a substituição de produto vencido por outro de graça, a proposta apresentada por Osmar Filho visa acabar com uma queixa que é comum nos supermercados  da capital maranhense: a divergência dos preços das mercadorias, com um valor na prateleira e outro no caixa.

Em sua proposição, Osmar Filho explicou que em caso de preços diferentes, o consumidor ludovicense terá direito a receber gratuitamente esse produto.

“A questão da validade envolve risco à saúde, e a de divergências de preços prejudica a parte financeira. Por isso, em minha proposta que protocolei hoje, fiz constar que em caso de preços diferentes, o consumidor ludovicense terá direito a receber gratuitamente esse produto”, disse.

A proposta que protocolada iniciou a sua tramitação nas comissões permanentes da Casa e deverá entrar em pauta em breve.

DESTACANDO ATUAÇÃO DO PROCON

Ao fazer uso da tribuna da Câmara para anunciar sua proposta, Osmar Filho aproveitou para destacar a atuação do advogado Duarte Júnior, no comando da Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/Maranhão).

“Hoje, 15 de março, em que celebramos o Dia do Consumidor, não poderia deixar de destacar a atuação do advogado Duarte Júnior à frente do Procon Maranhão, órgão responsável por promover e executar a Política das Relações de Consumo no Estado do Maranhão, promover a defesa do consumidor no âmbito estadual. Graças à atuação brilhante de Duarte Júnior o Procon tem conseguido orientar, receber e analisar reclamações, consultas e denúncias dos consumidores, a fim de fiscalizar e valorizar o respeito de seus direito”, concluiu.

Texto: Isaias Rocha

 

Usuário de Ferryboat denuncia que área do Porto da Espera vai virar estacionamento privativo

COMPARTILHE

A ideia de viajar para a baixada maranhense, deixando seu veículo estacionado no Porto da Espera ou ir à São Luís e deixar o veículo no Cujupe sem pagar nada pode está com os dias contados. Uma denúncia na rede social Facebook, feita por um usuário de Ferryboat, mostra que a grande área que pertence a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), e serve como estacionamento de veículos e para organizar fila de carros para viagem, pode virar um grande estacionamento privativo. Se isso acontecer mesmo, vai sair mais barato atravessar o carro via Ferryboat.

Segundo o denunciante, se já não bastasse o aumento do ICMS, agora querem cobrar estacionamento no Porto da Espera. “Eu fiquei impressionado ao retornar á São Luís, e ao sair do Ferryboat fui em direção ao meu veículo, e chegando lá no estacionamento meu carro já estava dentro de um cercado. Perguntei ao porteiro do Cercado e ele me falou que ali vai ser feito um estacionamento privado” – desabafou o cliente do Ferryboat.

A redação do Portal de Notícias buscou mais informações sobre o caso, mas poucas coisas foram apuradas. Segundo alguns informantes, que trabalham tanto no Porto da Espera, quanto no Porto de Cujupe, o projeto de reforma anunciado pela EMAP, esta incluída a construção de dois estacionamentos (Cujupe e Porto da Espera), que serão administrados por empresas terceirizadas. Entramos em contato com a EMAP pelos telefones 3216-6000 e 3222-4807, mas não obtivemos êxitos nas ligações, que simplesmente não foram atendidas.

Mesmo assim, o espaço aqui neste veículo de comunicação fica aberto para qualquer explicação aos usuários de Ferryboat sobre o suposto estacionamento privado. A denúncia foi feita na última quarta feira (15), após chegar à capital maranhense.

 

Secretaria de Desenvolvimento Social de Alcântara faz entrega do Cartão Bolsa Escola

COMPARTILHE

Criado pelo governo do estado, o Programa Cartão Bolsa Escola, vai beneficiar 157 famílias no município de Alcântara este ano. Com isso, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Igualdade Racial realizou a entrega dos cartões de novos beneficiários do Programa na última segunda feira (13).

A Secretaria catalogou e mobilizou os beneficiários da sede, onde realizou a entrega dos cartões. Na oportunidade foram convidados às empresas cadastradas pelo sistema do Programa, que estão habilitadas a vender os materiais.

Para o secretário Rogério Fernandes, a oportunidade é de fortalecer a educação e desenvolver o social. “Serão quase duzentas famílias beneficiadas, isso mostra o compromisso do governador com nossas crianças e acima de tudo, o desempenho de nosso prefeito em resgatar a autoestima de nosso povo” – destacou Fernandes.

Além do secretário, estiveram presentes no ato de entrega, funcionários das equipes do CRAS, CREAS e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (Psicólogos, a Secretária Adjunta e Coordenadores dos Programas Sociais).

ENTENDA O PROGRAMA CARTÃO BOLSA ESCOLA

O Bolsa Escola (Mais Bolsa Família) é um programa do Governo do Estado do Maranhão, executado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, que consiste na complementação de renda às famílias maranhenses, com o objetivo de garantir às crianças e adolescentes, de 4 a 17 anos, condições mais adequadas de frequentar a escola. Anualmente, as famílias receberão o recurso, nos meses de janeiro, com a finalidade exclusiva da compra de materiais de uso escolar. Com a melhoria nas condições de frequentar a escola, o Programa Bolsa Escola (Mais Bolsa Família)  vai garantir, também, a permanência dos alunos em sala de aula, reduzindo os índices de abandono e evasão escolar. É mais dignidade e garantia de direitos aos alunos de todo o Maranhão.

QUEM TEM DIREITO NO CARTÃO BOLSA ESCOLA

Para participar, as crianças e adolescentes precisam:

  • Estar inscritas no Cadastro Único;
  • Ter renda, por pessoa da família, de até R$ 170,00;
  • Estar matriculados em escola pública;

Com o Cartão do Bolsa Escola, o material escolar poderá ser adquirido em estabelecimentos comerciais no próprio município. Para isso, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social vai cadastrar empresas dos municípios maranhenses que já vendam material escolar. Podem ser comprados todos os tipos de material escolar: desde lápis, cadernos e mochilas até os itens de uniforme, como, calçados, calças e camisas.
ONDE COMPRAR OS MATERIAIS

Filadélfia Presentes (Material Escolar), Alcântara Center (Material Escolar) e Sacada Divina (Fardamento). Todos estes estabelecimentos estão localizados na sede do município.

FOTOS: Lindoso

Prefeito Zé Martins identifica intervenções necessárias para acesso à nova ponte do Balandro

COMPARTILHE

O prefeito de Bequimão Zé Martins (PMDB) e a equipe de engenharia da Prefeitura Municipal fizeram uma visita técnica à obra da Ponte do Balandro, na orla marítima da cidade. A proposta era identificar como pode ser aperfeiçoado o acesso, já que os recursos do BNDES contemplam somente a construção da ponte.

De acordo com os engenheiros, será preciso fazer uma amplitude do nivelamento da barragem e um aterro nas proximidades do manguezal. A construção da ponte ficou a cargo do Governo do Estado, com financiamento do BNDES, no valor de R$ 2.369.531,81. Como contrapartida, a Prefeitura de Bequimão construirá as cabeças da ponte, que darão acesso ao Centro e ao bairro do Balandro.

“Esse acabamento se juntará ao que estamos chamando de primeira etapa de urbanização do Cais. É um antigo sonho dos bequimãoenses que, a cada dia, fica mais próximo de se realizar”, destacou o prefeito Zé Martins.

A ponte terá 62 metros de comprimento, 12m de largura, com duas faixas e passarelas. Quando entregue à população de Bequimão, a obra terá um impacto direto em 19 localidades do município.