casa » 2016 » fevereiro (página 3)

Arquivos Mensais: fevereiro 2016

Vereador Amando Costa participa da Mobilização Contra o Mosquito Aedes Aegypti

COMPARTILHE

O vereador Amando Costa (PSDC), o Vereador Comunitário, participou na manhã deste sábado (13), da Mobilização Contra o Mosquito Aedes Aegypti. O evento é nacional e é realizado pelos Ministérios da Saúde e da Defesa com o objetivo de combater o principal transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus. Em São Luís, a mobilização foi realizada no bairro São Francisco. Também participaram do ato, o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner; o governador do Estado; o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT); deputados federais e estaduais; secretários de Estado; vereadores, entre outras autoridades e membros da sociedade civil.

Para Amando Costa, essa mobilização nacional é o ponto de partida para a vitória da guerra contra Aedes Aegypti. Segundo ele, a população de São Luís já vestiu a camisa na luta contra a proliferação do mosquito.

No Maranhão, a mobilização é liderada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), juntamente com as Forças Armadas, Secretaria Municipal de Saúde de São Luís (Semus), Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e demais instituições que integram o Comitê Interinstitucional de Combate ao mosquito no Estado.

Os moradores do São Francisco receberam durante toda a manhã de hoje (13), orientação sobre como proceder para manter o local livre dos criadouros do Aedes Aegypti. De acordo com Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti (LIRA), o São Francisco é considerado de alto risco de infestação do mosquito

“Essa localidade, assim como toda ilha de São Luís, faz parte da nossa área de atuação. Com o empenho dos moradores vamos diminuir número de criadouros e consequentemente reduzir os casos de Dengue, Chikungunya e Zika Vírus no nosso estado”, destacou o Vereador Comunitário.

Vale ressaltar, que o vereador Armando Costa é autor do Projeto de Lei nº 237/2011, recentemente adotado pelo Executivo Estadual, que objetiva sanar uma epidemia das doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti. Trata-se do “Disque Dengue”, um serviço de denúncias feitas por telefone, no qual a população pode informar quando houver situações que levem aos riscos de contaminação.

TEXTO: Tarcísio Brandão

Reitora da UFMA, Nair Portela, anuncia curso de História para Alcântara

COMPARTILHE

#MATÉRIA DE ASSESSORIA#

A reitora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Professora Doutora Nair Portela, anunciou a implantação do curso de História Bacharelado na cidade de Alcântara. O anúncio foi feito na última quinta-feira (11), em ato público comandado pelo prefeito Domingos Araken (PT), realizado na sede do Campus Alcântara do Instituto Federal do Maranhão (IFMA). A implantação da UFMA em Alcântara é mais um compromisso de trabalho consolidado pelo prefeito à população alcantarense.

Durante a solenidade, prestigiada por lideranças comunitárias, universitários, vereadores, secretários municipais e dirigentes da equipe da UFMA e Prefeitura, a reitora recebeu do prefeito o termo de doação de dois prédios públicos para a instalação da Unidade Avançada da UFMA em Alcântara, que ficará interligada ao Campus de Pinheiro. A doação dos prédios foi aprovada pela Câmara de Vereadores.

“O professor Natalino Salgado buscou esse momento e trabalhou bastante para que acontecesse e a gente agora está fechando esse pacto com Alcântara, recebendo a doação de dois prédios”, disse a reitora. Segundo Nair Portela, a UFMA desenvolverá várias ações da formação e capacitação, formando as pessoas da cidade e do entorno para que possam estar preparadas para enfrentar o mercado de trabalho. “Vai ser um trabalho com grandes resultados”, garantiu a reitora.

A reitora destacou ainda a determinação do prefeito em realizar o sonho antigo dos alcantarenses. “O prefeito trabalhou para que firmássemos esse compromisso histórico, construído nesses dois anos. Agora temos que fechar essa proposta da abertura do Curso de História, que é extremamente importante por ser uma cidade histórica e os cursos também de capacitação e trabalhos de pesquisa”, disse Nair.

Domingos Araken agradeceu à reitora pela continuidade do trabalho iniciado pelo ex-reitor Natalino Salgado e o empenho dos professores Ricley Marques, Ítalo Santirocchi e docentes do Campus de Pinheiro. “Com a implantação da UFMA, Alcântara ganha uma instituição nacional de referência. Temos uma inteligência muito grande em nosso município que precisa ser aproveitada. Não pode ser desperdiçada e a UFMA mais próxima da gente facilita isso”, disse o prefeito.

Alcântara tem 182 comunidades quilombolas. É a terceira maior concentração do Brasil. “Há uma divida social grande com essas comunidades e a UFMA chega também para dar a sua contribuição ao desenvolvimento dessas comunidades”, observou Araken. “Estamos satisfeito em sermos um elo dessa corrente que traz a UFMA à população de Alcântara e aos estudantes de todo o Brasil que virão estudar aqui. Vai gerar emprego e renda local, de forma direta e indireta”, informou Araken.

A Prefeitura doou dois prédios, sendo um na Ladeira do Jacaré, reformado pelo Projeto Monumenta, e o outro que é o maior da cidade, conhecido como ‘Cavalo de Troia’, que está em bom estado, mas precisará de reformas localizadas. “Com esses dois prédios a prefeitura cria a oportunidade para a UFMA ser implantada na cidade. Vamos trabalhar para que outros cursos cheguem aqui. Em definitivo, a UFMA agora está presente em Alcântara. O povo alcantarense está de parabéns”, enfatiza Araken.

Ricley Marques destacou o dia histórico para a UFMA e Alcântara. Segundo ele, Alcântara tem contribuído muito com o Maranhão e o Brasil. “Chegou a hora da UFMA também vir aqui dar a sua contribuição. Temos muita confiança no trabalho dos professores de Ciências Humanas que abraçaram o curso de História Bacharelado em Alcântara. É muito importante pra UFMA e ao povo alcantarense”, observou Marques.

Para Ítalo Domingos, a região de Alcântara é muito rica em arqueologia indígena e histórica do período colonial e imperial. “Estamos começando a resgatar esse material. Tem muita documentação escrita. Alcântara é um grande museu de arqueologia a céu aberto”, disse o professor. As comunidades quilombolas também serão beneficiadas com a oportunidade de fazerem o registro da sua história, desenvolverem a sua cultura e se formarem para construírem o seu próprio futuro.

Show da Alegria faz a festa da criançada no Carnaval de Bequimão

COMPARTILHE

A criançada também teve espaço garantido na programação do Carnaval “Abre Alas” de Bequimão 2016. Na segunda-feira (15), os palhaços Patati Patatá cover comandaram o Show da Alegria, no Vesperal das Crianças, que aconteceu na Praça Dois de Novembro. A atração foi promovida pela Prefeitura Municipal de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Promoção da Igualdade Racial.

Embaladas por músicas famosas entre os pequeninos, as personagens fizeram coreografias, brincadeiras, concursos de dança e até desceram do palco para um trenzinho. Tudo com muita alegria e descontração. O show empolgou inclusive os adultos que acompanhavam as crianças.

A praça ficou lotada para ver Patati Patatá, Gammy Bear, Peppa Pig, Mickey, Minnie, Elsa e Olaf (Frozen). O prefeito Zé Martins participou da festa da criançada. “Nos carnavais que organizamos, sempre fica reservada uma tarde para atrações voltadas às crianças. É uma maneira de também envolvê-las nessa festa bonita que estamos promovendo em Bequimão. Para muitas, é uma chance ímpar de ficar bem perto das personagens que só conseguem ver na televisão”, destacou o prefeito.

O sorriso nos rostinhos foi a confirmação de que o Show da Alegria agradou!

TRIBUNA DE BEQUIMÃO (Veja as Fotos)

Bequimãoense colecionador de vinil tem acervo com mais de cinco mil peças

COMPARTILHE

SÃO LUÍS – O funcionário público e produtor cultural Joaquim Zion, 52 anos, tornou-se um dos maiores colecionadores de vinil de São Luís. Apaixonado pela música e nascido em berço cercado por cultura, ele possui em seu acervo pessoal mais de cinco mil bolachões, com uma mistura de ritmos que vai do reggae a música clássica.

Natural do município de Bequimão, desde pequeno Joaquim aprendeu com seu pai a apreciar a boa música. Gilberto Gil, Fagner, Milton Nascimento foram alguns dos artistas que fizeram a trilha sonora de sua infância e juventude. “O meu pai ouvia muita música, nós acordávamos e ele já estava ouvindo rádio. A gente tinha uma vitrola e, a partir daí, eu comecei a pegar esses discos e ouvir. Com o tempo, fui querendo comprar meus discos e, naquela época, passavam ambulantes na rua vendendo. Meu pai comprava os dele e perguntava se eu queria escolher, também”. Relembra.

Desde então, Joaquim começou a comprar e guardar com muito carinho os vinis. Os primeiros discos que obteve foram de cantores da Música Popular Brasileira (MPB), como Alceu Valença, Djavan (do qual possui uma coleção completa) e Belchior, este último que foi muito importante na sua vida. “Eu comprei o primeiro disco de sucesso do Belchior, Alucinação, que foi fundamental para mim, pois a partir dele eu me interessei mais por música nacional”, disse.

Entretanto, as canções não são os únicos atrativos que chamam a atenção dele. Estética, conteúdo do encarte e detalhes das composições deixam os vinis mais especiais.

Zion possui uma vasta coleção de disco, contendo reggae, funk americano, soul musicjazz, blues, MPB, grandes disco de samba. E, mesmo com o grande acervo, ele continua comprando. Entretanto, relata que obter os discos não é uma tarefa fácil.

“Em um determinado momento houve um rompimento disso aqui (venda de vinil) no Brasil, não houve mais produções de vinil no país. Mas os discos continuaram lá fora, os cantores continuaram lançando seus vinis no exterior. Por isso eu compro em sites internacionais. Mas, eu achei um site brasileiro que, além de vender de outros artistas, produz o produto”, afirma.

Para ele, a cultura do vinil está bem aquecida no Brasil, e que os artistas atuais estão em busca de reproduzirem suas canções em bolachões. Com isso, as empresas estão voltando a investir neste tipo de setor da indústria musical.

“Está vindo uma nova fábrica para o país. Estão montando em São Paulo, devido à demanda que o único produtor não está conseguindo atender. Muitos artistas nacionais estão procurando. No início da era vinil, era mais para cantores alternativos. Hoje, não. A coisa está tão forte que até os cantores estão reprensando em bolachões seus álbuns, a exemplo de Chitãozinho e Xororó, que lançaram o disco novo. Luan Santana, o Naldo lançou recentemente um LP, pois eles perceberam que existe um nicho e que as pessoas querem esse tipo de produto”, destaca.

Com a mudança para era digital, ele acredita que a música ficou banalizada. “A música digital é muito fria. O vinil é diferente, é mais estético, dá para ver quem gravou; o compositor da canção. No digital, o máximo que se vê é a capa do disco. Isso, de certa forma, banalizou a música, ela ficou descartável”, lamenta.

IMIRANTE.COM

 

Irmã de jornalista está desaparecida há mais de 24h

COMPARTILHE

A irmã do jornalista Tarcísio Brandão, a adolescente Pietra Mendes Pires, de 14 anos de idade, saiu de sua residência no bairro Cidade Operária em São Luís por volta das 21h desta quinta-feira (11), e até o momento não retornou para casa.

Antes de desaparecer a adolescente deixou um bilhete, não levou celular, documentos pessoais, dinheiro ou carteira de estudante com passe estudantil. A jovem não entrou em contato ou deu qualquer informação sobre seu paradeiro. Parentes acionaram colegas, amigos e conhecidos em busca de informações e nada conseguiram, desesperados resolveram procurar a polícia e registrar Boletim de Ocorrência.

Se você viu esta jovem ou tem qualquer informação que possa levar a sua localização informe a polícia através do 190 ou entre em contato com os familiares através dos telefones:

(98) 98840-2525

(98) 98201-5011

(98) 3223-5800

TEXTO: Abimael Costa

Baile de Máscaras da Melhor Idade relembra antigos carnavais de salão

COMPARTILHE

O Baile de Máscaras da Melhor Idade, que aconteceu no sábado de carnaval (06), lembrou os antigos bailes de salão. Realizado pela Associação da Melhor Idade de Bequimão (AMIB), o evento já é organizado há cinco anos e, nesta edição, entrou para o circuito do Carnaval “Abre Alas” promovido pela Prefeitura Municipal de Bequimão.

Com máscaras e fantasias, os idosos e as idosas deram um show de alegria, dançando ao som dos Metais de Sapo Boi, que tocaram marchinhas eternizadas nos carnavais de todo o Brasil. O pátio do Colégio os Batutinhas foi enfeitado com tecidos que remetiam às vestimentas do fofão, personagem característico do carnaval maranhense.

Dona Noca Martins, uma das mais animadas da noite, foi corada Rainha do Baile de Máscaras da Melhor Idade. Ela desfilou pelo salão e recebeu a faixa das mãos de Maria de Lourdes Martins (Dona Dilú), também uma das folionas que mais extravasou alegria pelo salão. O prefeito Zé Martins entregou a coroa.

“Eu gostei muito do baile. Foi o melhor de todas as edições que já fizemos. Esperamos ter sempre espaços assim, para que as pessoas da melhor idade possam se divertir. É muito importante para nós”, declarou a rainha Noca Martins. O Rei Momo e a Rainha do Carnaval participaram do baile.

VEJA AS FOTOS NO TRIBUNA DE BEQUIMÃO

Fotos: Rodrigo Martins

 

Prefeito de Peri-Mirim paga salários de Janeiro dos servidores

COMPARTILHE

Com o intuito de movimentar a economia da cidade, o prefeito do município de Peri-Mirim, João Felipe (PT), mais uma vez mantem sua palavra e paga salários dos servidores referentes ao mês de janeiro. Desde que assumiu a gestão do município, João Felipe tem driblado as dificuldades e mantido o pagamento dos funcionários, e este mês pago aos professores já com o aumento nacional de 11,36%, o que vai movimentar a economia do município. O pagamento referente ao mês de Janeiro foi efetuado nesta quarta feira (10).

Em meio a uma crise sem precedentes, o Prefeito João Felipe tem mantido os serviços básicos do município em condições de funcionamento. Obras sendo realizadas com recursos próprios e em parcerias com os governos federal e estadual. O município de Peri-Mirim hoje é o único da baixada que dispõe de dois Odontomóvel, em perfeitas condições de atendimento.

CARNAVAL 2016

A cidade de Peri-Mirim é a única do Maranhão, onde se brinca carnaval duas vezes por ano. O município tem seu primeiro carnaval dia 21 de janeiro, em que a população da cidade e de outras regiões do Estado realizam a verdadeira festa do pó, onde milhares de foliões se reúnem e desfilam em blocos organizados pelas principais ruas e avenidas da cidade.

 

No período momesco, Peri-Mirim volta a realizar novo carnaval que tem o apoio exclusivo da prefeitura local. Este ano por causa da crise, o prefeito João Felipe realizou a festa momesca somente na terça feira (9), que levou centenas de foliões às ruas da cidade. O encontro aconteceu na Praça de São Sebastião, onde blocos organizados fizeram um verdadeiro arrastão. Ao contrário do que foi publicado por alguns veículos de comunicação, as imagens postadas aqui comprovam o sucesso da festa momesca em Peri-Mirim este ano.

Desfilaram os Blocos; Império do Samba de Portinho, Escola de Samba Campo de Pouso, Bloco Xixilado de Júnior de Butilho do portinho e Favela.com.

 

Ferryboat fica à deriva no meio da baía de São Marcos

COMPARTILHE

À tarde desta terça feira (9) vai ficar marcada na memória dos passageiros que faziam a travessia Cujupe/Ponta da Espera na volta do carnaval da baixada maranhense. Após sair do Porto de Cujupe às 14:30h, o Ferryboat Baía de São José teve um problema no meio da baía e ficou à deriva por mais de meia hora. Lotada a cada centímetro quadrado, a embarcação passou a funcionar apenas um motor, o que atrasou a viagem em quase duas horas.

O Ferryboat Baía de São José que fazia uma viagem extra, só conseguiu atracar na rampa da Ponta da Espera após ajuda de rebocadores. Sem forças para enfrentar a maresia, a embarcação veio a passos de tartarugas. Só para que os senhores tenham uma ideia da demora, os passageiros conseguiram sentar os pés em terra firme quase às 18h, momento em que muitos se ajoelhavam e agradeciam à Deus pela oportunidade de chegarem vivos em São Luís.

O Ferryboat que saiu meia hora depois do Baía de São José, chegou primeiro e vários passageiros que iriam se encontrar do outro lado do mar, tiveram que aguardar por horas a chegada de quem deveria já está na Ponta da Espera. O pior de tudo, é que não é a primeira vez que acontece esse problema com os Ferryboats. Uma tragédia já está anunciada e pode ser muito tarde quando for tomada uma “Providência”.

Segundo passageiros que estavam na embarcação; a lotação estava sem controle e a venda de passagem estava sendo no atacado, já que o número de viajantes era muito grande no terminal do Cujupe. O acabou perdendo o controle no momento da entrada no Ferryboat. Graças a Deus mais uma vez os passageiros foram salvos de uma tragédia. Até agora a MOB (Agência de Mobilidade Urbana) continua em silêncio e nenhuma nota foi publicada sobre o assunto.

 

Secretaria de Saúde de Alcântara nega atendimento à paciente esfaqueado

COMPARTILHE

Não é novidade mais para os alcantarenses que a saúde pública do município de Alcântara é uma verdadeira vergonha pública.  Nesta terça feira (9), um rapaz identificado como Gleidson da Silva Barbosa, que foi esfaqueado no Povoado Japeú, zona rural de Alcântara, foi levado para o Hospital Municipal Lídia Martins na cidade de Bequimão, onde recebeu os primeiros socorros e em seguida transferido para o Hospital Regional Dr. Jackson Lago na cidade de Pinheiro, onde foi rejeitado por não ter leito e teve que voltar novamente para o hospital de Bequimão.

A partir daí, Gleidson precisava ser transferido para um hospital em São Luís onde teria que ser feita uma intervenção cirúrgica com urgência, já que a facada foi profunda. Como o rapaz reside em Alcântara, a direção do Hospital Municipal Lídia Martins, entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Alcântara, mas infelizmente não deu a mínima para o caso do alcantarense, que estava entre a vida e a morte. Depois de horas internado em Bequimão e aguardando uma solução da Secretaria de Saúde de Alcântara, o prefeito Zé Martins mandou uma ambulância deixar o homem no Socorrão I em São Luís, onde foi submetido a uma cirurgia e não corre mais risco de morrer.

Enquanto isso, até o momento desta redação, nenhum representante da Secretaria de Saúde de Alcântara se manifestou sobre o caso. A direção do Hospital de Bequimão, não entendeu o motivo do Secretário de Saúde de Alcântara deixar o paciente esperando por ambulância e nunca mandou sequer uma carroça para Bequimão. Graças ao Prefeito Zé Martins, uma vida foi salva. E olha que a direção do Hospital Dr. Neto Guterres, informou que a ambulância estaria a caminho de Bequimão, mas nunca chegou.

Rádio Educadora dará início a Programação Esportiva nesta quinta (11)

COMPARTILHE

A Rádio Educadora, 560 Khz, dará início a nova programação esportiva em sua grade, nesta quinta-feira (11), às 7h30, com o Programa “Bola Rolando” destacando o noticiário atualizado dos clubes de futebol, local e nacional, o giro dos repórteres, entrevistas, comentários, além de uma ampla cobertura do esporte amador.

Para o ouvinte que vai acordar cedo, ainda vai ficar sabendo, o tempo e temperatura em São Luís, e ao vivo, a reportagem Educadora vai situar aqueles que estão em deslocamento para o trabalho, com informações do trânsito.

A resenha de esportes terá apresentação de Juraci Filho e a participação da equipe 560, comandada pelos Padres Cláudio Roberto e Guto Feitosa, com gerência de Gleydson Botelho.

O timaço Educadora está se reforçando a cada dia, mas, já conta com muitas feras da comunicação maranhense, como: os comentaristas Alvaro Luis e André Martins, o repórteres Gil Porto , Janaína e Karlos Roger. E, esta semana, à Direção da emissora da Igreja, vai anunciar mais novidades, aguarde!

À noite tem a primeira grande transmissão, para marcar o retorno da equipe da Educadora aos estádios de futebol, e um retorno especial num grande jogo: Sampaio x São José de Ribamar, a partir de 20h, com som claro e forte da rádio mais potente do Estado.

Estará em ação no estádio Castelão, um time de peso para fazer não apenas uma cobertura esportiva, mas sim, jornalismo esportivo com qualidade de som, conteúdo, sobretudo equipe (Juraci Filho, André Martins, Álvaro Luis, Gil Porto, Janaína, Karlos Roger, com a engenharia de Macarrão).

BLOG JURACI FILHO