casa » 2015 » julho (página 2)

Arquivos Mensais: julho 2015

“A educação deve ser a prioridade”

COMPARTILHE

O deputado estadual Wellington do Curso (PPS) participou, na manhã deste sábado (25), do 1°Ciclo de Debates sobre os Desafios das Grandes Cidades Brasileiras, que discutiu sobre a “Assistência Social na Redução da Violência”. A palestra foi ministrada pelo prefeito de Vitória (ES), Luciano Rezende (PPS).

O evento aconteceu na Assembleia Legislativa e contou com a presença da deputada federal Eliziane Gama (PPS); da presidente da Associação dos Defensores Públicos do Maranhão, Clarisse Binda; do secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro; do subcomandante da Polícia Militar, Coronel Sá, do presidente do Democratas (DEM), Ricardo Guterres; do presidente do PRTB, João Câncio, do secretário geral do Partido Progressista (PP), Hamilton Ferreira; do vice-presidente da FIEMA, Cláudio Azevedo, além do deputado estadual Cabo Campos (PP) e membros da sociedade civil.

Na ocasião, o deputado Wellington debateu sobre a redução da violência e aproveitou para discutir sobre os “métodos” que o palestrante e prefeito Luciano Rezende utilizou em Vitória (ES) para atenuar a violência na capital. O parlamentar destacou, ainda, que o evento permite a troca de experiências e debates sobre os projetos que foram bem sucedidos em outras regiões.

“A sociedade enfrenta inúmeras problemáticas, entre elas os altos índices de violência. Hoje, os pais de família, os estudantes e os trabalhadores saem de casa e não mais sabem se voltarão. Estando ciente disso, apresentei e continuarei apresentando inúmeras proposições em defesa da Segurança Pública. Ressalto que para que a Segurança torne-se a regra, faz-se necessário priorizar a educação. São medidas concomitantes. É preciso investir em educação, e como consequência, teremos uma sociedade com menos violência e crueldade. Ratifico a educação como o instrumento mais eficaz na transformação de realidades e, assim, a arma mais poderosa no combate à violência”, declarou o deputado professor.

 

Bequimãoenses participam de seminário na capital

COMPARTILHE

As questões sanitárias são apontadas como um dos principais entraves para a comercialização de produtos dos pequenos agricultores. Pensando nisso, o Governo do Estado realizou o Seminário de Inspeção Sanitária e Políticas de Comercialização na Agricultura Familiar, nos dias 23 e 24 de julho, em São Luís/MA.

Representantes do município de Bequimão participaram do evento. Eles puderam conhecer melhor algumas ações institucionais que podem tornar a comercialização de produtos da agricultura familiar mais adequada, segundo o que prevê a legislação. Isso pode garantir mais segurança, em termos de saúde pública, bem como maior renda e qualidade de vida aos produtores e consumidores.

“Por desconhecimento, às vezes o agricultor não se prepara para ter uma estrutura de beneficiamento. As frutas, por exemplo, para se extrair a polpa, tem toda uma legislação que deve ser seguida. Nosso objetivo é que todas as partes estejam cientes de suas responsabilidades quanto às questões sanitárias”, afirmou a coordenadora estadual do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Antônia Malheiros.

A qualidade dos alimentos é atestada por selos, que são dados pelos serviços de inspeção municipal, estadual e federal. No âmbito federal, o órgão responsável é o Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA); na esfera estadual, no Maranhão, cumpre esse papel a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Maranhão (Aged); e nos municípios a vigilância sanitária local.

Na equipe do município de Bequimão que participou do evento, estavam o secretário municipal de Agricultura, Creuber Pereira; a secretária adjunta, Crenilde Pereira; o coordenador de Obras, Tonho Martins; o agente de desenvolvimento Rodrigo Martins; e o assessor Edmilson Pinheiro.

TRIBUNA DE BEQUIMÂO

 

Após o “Xirizal”, outro lixão é fechado em São Luís

COMPARTILHE

A capital maranhense começa a ganhar formato de cidade organizada. Ano passado, o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PTC), deu fim ao “xirizal”, ponto de prostituição e tráfico de drogas em São Luís. No início foram várias chiadeiras, mas logo tudo passou. Os queixosos foram os usuários e principalmente quem se beneficiava com aquelas mazelas, que já se tornavam corriqueiras no centro histórico da capital.

Após o esquecimento da derrubada do inferninho, como era conhecido o “xirizal”, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior, tomou outra iniciativa louvável e deu fim ao lixão da Ribeira, que por décadas foco de doenças na região. Além disso, os urubus que procuravam alimentos no aterro, por várias vezes prejudicaram voos no aeroporto Hugo da Cunha Machado, em São Luís. O perigo era iminente, que várias operadoras haviam diminuído os voos durante o dia.

A partir deste sábado (25), com o fechamento do Aterro da Ribeira, São Luís passa a ser uma das poucas capitais brasileiras a cumprir a Política Nacional de Resíduos Sólidos. O fechamento do aterro, que funcionava há mais de 15 anos, é resultado de um intenso trabalho realizado pela Prefeitura de São Luís no sentido de garantir um descarte adequado do lixo produzido na capital, uma vez que os lixões a céu aberto foram reconhecidos como uma grande ameaça para a saúde pública e para o meio ambiente.

“Este é um momento histórico porque estamos desabilitando o aterro que não estava mais próprio para o recebimento destes resíduos e esta ação faz parte das políticas públicas municipais na área do meio ambiente e de saúde pública, contribuindo para o desenvolvimento sustentável de nossa cidade”, disse o prefeito Edivaldo.

Por determinação do prefeito Edivaldo, o Comitê de Limpeza Urbana da Prefeitura vem trabalhando em uma política de gestão correta e adequada de resíduos, que está sendo colocada em prática; o que representa um marco histórico para São Luís. O fechamento é uma conquista da Prefeitura que passa a profissionalizar a destinação dos resíduos sólidos.

“Com esta destinação correta dos resíduos se favorece o meio ambiente para profissionalização da gestão desse resíduo, para compreensão do lixo de uma forma diferente, mais humanizada”, destaca a gestora do Comitê de Limpeza Urbana da Prefeitura, Carolina Estrela.

A partir de agora o descarte de resíduos será feito em uma Central de Tratamento de Resíduos (CTR), um aterro construído com uma engenharia sofisticada, sendo o único aterro licenciado no Estado. “A Prefeitura se planejou para este momento, não estamos só cumprindo uma decisão judicial, nos planejamos para que esse momento de fechamento acontecesse”, contou Carolina.

O prazo para os municípios atenderem aos preceitos da Lei Nº 12.305/10, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) vai até o ano de 2018, mas a Prefeitura de São Luís já está cumprindo a determinação e deve avançar ainda mais. Entre as medidas estão à realização de campanhas de educação ambiental nas comunidades e em escolas públicas e implantação de galpão de apoio e triagem as cooperativas de catadores.

“Estamos alinhados à política nacional de resíduos sólidos e priorizamos o remanejamento de resíduos, tendo em vista o prejuízo ambiental que o uso à longo prazo pudesse acarretar”, detalhou o prefeito Edivaldo.

A Central de Tratamento de Resíduos (CTR) está instalada no povoado Buenos Aires, município de Rosário, a 60 quilômetros de São Luís. No Aterro da Ribeira, eram descartadas cerca de mil toneladas por dia de resíduos sólidos.

 

 

 

 

Leonardo Sá ficando mais forte

COMPARTILHE

Com o apoio do deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), o vereador de Pinheiro e pré-candidato a prefeito, Leonardo Sá (PDT), está fazendo grandes alianças visando 2016. A mais nova sigla a fechar alianças com o pedetista foi o PTB (Partido Trabalhista do Brasil), comandado pelo deputado federal, Pedro Fernandes. O acordo foi fechado para uma forte aliança com o PDT nas eleições de 2016, que lançará o médico e vereador Leonardo Sá como candidato a prefeito de Pinheiro.

Além do PTB, Leonardo já garantiu, também, o apoio do PR (Partido Republicano), em encontro com o deputado estadual Josimar de Maranhãozinho, presidente estadual da legenda.

Com os dois partidos na sua base, o candidato do PDT deve contar com importante tempo no horário eleitoral gratuito na eleição do ano que vem, além de fortalecer o arco de alianças que podem levá-lo a construir uma das maiores coligação na eleição de Pinheiro.

Além do PTB e do PR, fazem parte da coalizão pedetista; PSB, PCdoB, PHS e PTC. Outras siglas ainda podem se juntar ao médico, que em 2014 disputou uma cadeira na Câmara Federal e ficou na suplência, o que lhe rendeu o projeto para prefeito de Pinheiro.

TEXTO: VANDOVAL

Prefeitos do Maranhão vão encarar os Leões

COMPARTILHE

Se a união é quem faz a força, em setembro todos os prefeitos do Maranhão se reunir na porta do Palácio dos Leões. A pauta de reivindicações que será apresentada e discutida com o governador contém assuntos de total interesse dos municípios e que, de acordo com os gestores, necessitam de solução imediata.

Figuram como principais assuntos, solução para o imbróglio relacionado aos convênios firmados no ano passado, entre Estado e Prefeituras; custeio do transporte escolar; manutenção dos hospitais estaduais; e custeio do setor da segurança pública nas cidades.

“Hoje, estes são os assuntos que mais preocupam os prefeitos e que necessitam de uma resolução urgente por parte do Governo. Essa será a nossa pauta principal com o governador”, afirmou Gil Cutrim.

Prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes avaliou como crítica a situação financeira dos municípios maranhenses e defendeu um posicionamento duro e enérgico por parte dos gestores.

“Os municípios estão sem dinheiro, praticamente falidos, principalmente devido a queda do FPM e ao subfinanciamento dos programas federais. E a sociedade, o cidadão, precisa conhecer essa dura realidade. Nós, prefeitos e prefeitas, temos que nos unir, cobrar os Governos [Estadual e Federal]”, disse.

MARCHA – A I Marcha dos Prefeitos (a) do Maranhão, conforme ficou definido no encontro, será realizada em setembro e reunirá todos os 217 gestores municipais do Estado.

A ideia é que o evento municipalista ocorra durante dois dias. No primeiro, será promovida programação com palestras e oficinas abordando temas de interesse das cidades. O segundo será destinado para a realização de um grande encontro envolvendo todos os segmentos da classe política maranhense.

“Precisamos reivindicar melhorias para as cidades aqui, em nosso estado, junto a nossa classe política. A Marcha será um grande encontro no qual iremos abordar a crítica situação financeira dos municípios, unir forças e buscar soluções para modificar esse cenário”, explicou o presidente da FAMEM.

 

Assalto à mão armada em hotéis do Maranhão

COMPARTILHE

Os donos de hotéis no Maranhão estão achando que os turistas estão defecando grana três vezes por dia. As diárias no estado estão mais caras que na zona sul do Rio de Janeiro. Por esses e outros motivos, o turismo do Maranhão é uma lástima. O Procon concluiu pesquisa de preço nos hotéis das principais cidades turísticas do Maranhão. Foram listados os valores cobrados por diárias de quartos duplos e triplos em São Luís, Alcântara, Barreirinhas e Carolina. O objetivo da pesquisa é informar aos consumidores sobre a variação de preço e garantir que a escolha da estadia seja feita de forma consciente, bem como incentivar o turismo local.

Em Barreirinhas, cidade que dá acesso aos Lençóis Maranhenses, a variação de preço chega a ultrapassar os 300%. O índice de variação é o maior do estado. Por lá, o valor médio da diária custa R$ 210,25 para duas pessoas e R$ 296,29 para três. O valor é superior ao preço médio de São Luís, que é de R$ 210,75 e R$ 257, respectivamente, com variação de 71%.

A menor variação apresentada na pesquisa é na cidade de Carolina, no sul do Maranhão. O preço médio, para casal, é R$ 165, com variação de 20%. Para três, a média é R$ 220, apresentando 31,57% de variação.

Com o menor média de preço, Alcântara é a cidade mais barata para se hospedar entre os destinos pesquisados. Para um casal, a média do valor cobrado por uma noite é R$ 127,50, enquanto para três pessoas, a média é R$ 200.

De acordo com o diretor geral do Procon, Duarte Júnior, o valor das diárias não é tabelado, sendo, por isso, comum a variação de preços. “É comum, especialmente no período das férias, quando a procura é maior, que haja a variação e até aumento dos preços nos hotéis e demais serviços de turismo. Por isso mesmo, é importante apresentar os valores para os consumidores, para que eles possam planejar sua viagem de forma consciente, além de nos permitir uma análise criteriosa dos valores para fins de configuração ou não de abusividade nas cobranças”, disse

Os valores constados na pesquisa dizem respeito à alta temporada, a exemplo das férias e de feriados prolongados. A tabela está disponível nas redes sociais do Procon e no portal do consumidor. Acesse o site do Procon.

 

 

Restaurantes Populares vão liberar almoço & janta

COMPARTILHE

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Sedes), acaba de lançar o serviço de jantar nos Restaurantes Populares. A partir desta semana, todas as seis unidades mantidas pela gestão estadual passarão a ofertar duas refeições diárias, atendendo aos anseios das comunidades onde os equipamentos estão localizados. O anúncio oficial foi feito pelo secretário de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, em cerimônia realizada para os usuários do Restaurante Popular do bairro Coaroado, na segunda-feira (20).

A inclusão de mais uma refeição ao cardápio dos restaurantes tem como objetivo minimizar o quadro de insegurança alimentar da população maranhense, além de incentivar os usuários ao consumo de alimentos saudáveis, com alto valor nutricional e a preço acessível, de forma a garantir a dignidade no direito ao acesso à alimentação, principalmente para a população em situação de vulnerabilidade social. O jantar será servido de segunda a sexta-feira, das 17h30 às 19h30.

Os Restaurantes Populares fazem parte da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, enquanto equipamentos sociais que têm como princípios fundamentais a produção e a comercialização de refeições saudáveis, em condições higiênico-sanitárias adequadas, servidas em locais apropriados e confortáveis. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, órgão executor da política de Segurança Alimentar e Nutricional no Maranhão, é também responsável pela administração dos seis restaurantes populares e de uma cozinha comunitária.

NETO2 NETO3

De acordo com o secretário Neto Evangelista, a partir da iniciativa de ampliar a oferta de refeições nos restaurantes populares, a preocupação do governo Flávio Dino é garantir a melhoria contínua da qualidade de acesso à alimentação pela população maranhense. “Fico feliz em anunciar o lançamento do serviço de jantar em nossas unidades de alimentação, ato que comprova a preocupação do Governo do Estado em executar ações que possam melhorar, de fato, a qualidade de vida dos maranhenses, sobretudo, diante de dados do IBGE que apontam que o Maranhão tem a pior situação de insegurança alimentar do país, o que atinge 60,9% da população”, ressaltou o secretário.

Neto Evangelista revelou, também, que ainda este ano o Governo do Estado vai iniciar a instalação de mais cinco restaurantes populares no Maranhão, sendo mais dois em São Luís e três no interior do Maranhão, além de 30 cozinhas comunitárias nos municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), onde serão ofertados, além da alimentação, serviços complementares, como capacitação e atendimento nutricional e psicológico.

“Os equipamentos têm o propósito de fortalecer a Política de Segurança Alimentar e Nutricional não só aqui na capital, mas em todos os municípios do Maranhão, porque o nosso foco são as pessoas. Dessa maneira, vamos conseguir construir um estado mais justo e digno”, concluiu Neto.

Para a aposentada Laura Mendes, moradora do bairro Coroado, onde foi lançado nesta segunda-feira o serviço de jantar, ela almoça todos os dias com os dois filhos e o neto, de nove anos, o que significa melhoria nas condições alimentares de toda a família e, também, na possibilidade de economia de gastos. “Depois que eu comecei a almoçar aqui, a quantidade de alimento que compro pra casa diminuiu bastante. Hoje em dia, eu e minha família nos alimentamos melhor, porque aqui tem mais variedade, e eu só faço almoço aos finais de semana e feriados, que são os dias que o restaurante popular não abre”, disse a aposentada.

O evento de lançamento do jantar no Restaurante Popular do Coroado contou com a participação da secretária-adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional, Lourvidia Caldas, do presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar, Eurico Fernandes, e ainda do vereador Gutemberg Araújo. O lançamento acontecerá em todas as unidades do Restaurante Populares, como forma de prestigiar a comunidade que frequenta os restaurantes. A cerimônia acontecerá sempre às 18h, nas unidades da Liberdade (terça, 21), Sol e Mar (quarta, 22), Anjo da Guarda (quinta, 23) e Cidade Olímpica (sexta, 24).

 

Fonte: Sedes

Texto:  Karlliane Colins

Fotos/Honório Moreira e Nael Reis

Piloto maranhense entra na disputa do “Sertões” 2015

COMPARTILHE

Faltando menos de uma semana para a largada do 23º Rally dos Sertões, o maranhense Fábio Cadasso entra na disputa e participa da maior competição Off Road do Brasil. A prova considerada a segunda maior do mundo, acontece de 1 a 8 de agosto, com largada em Goiânia e chegada em Foz do Iguaçu (PR).

O experiente piloto explica que a decisão só foi possível após definição de patrocínio por parte do Governo do Estado e da Companhia Enérgica do Maranhão, CEMAR, que sinalizaram patrocínio por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. “Estamos vencendo a primeira de uma grande batalha que é correr representando o nosso Estado. Conseguir apoio e incentivadores ainda é uma tarefa bastante difícil, mas não desistimos e estamos no páreo e se Deus quiser vamos representar bem o nosso Maranhão”, detalhou o piloto que por falta de incentivo deixou de participar de várias competições nacionais no ano de 2014.

Nesta edição dos Sertões, Cadasso que já correu categorias como Carro e Caminhões, volta a apostar no Carro na categoria Production T2/TR4, pela equipe Mitsubishi.

“Estou ansioso e bastante feliz porque volto a pilotar uma TR4 que me rendeu bons resultados em 2013. Temos muita confiança que vamos buscar o melhor resultado representando o Maranhão na final”, explicou o piloto que tem como navegador o experiente João Afro que disputa seu segundo Sertões.

A dupla maranhense também está no páreo para a disputa de três etapas do Brasileiro de Cross Country que será realizada nos primeiros dias do Sertões 2015, competição que já rendeu primeiro lugar no pódio para o maranhense.

RALLY DOS SERTÕES

Pelo segundo ano consecutivo, o Sertões ocorrerá em prólogo mais sete etapas com total de 183 participantes. No total, serão 2.917 quilômetros de percurso, sendo 1.487 de trechos cronometrados.

O Autódromo Internacional de Goiânia será a base do Rally dos Sertões na cidade. As atividades começam a partir de 29 de julho, quarta-feira, com a abertura da área de box.

PROGRAMAÇÃO DO RALLY SERTÕES 2015

29/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
10h30 – Abertura da área de box

30/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
10h30 às 18h30 – Vistorias técnicas e administrativas

31/07 – Autódromo Internacional de Goiânia
A partir das 10h30 – Secretaria de prova
10h30 às 15h00 – Vistorias técnicas e administrativas
12h00 às 13h00 – Coletiva de imprensa oficial
16h00 às 19h00 – Briefings

01/08 – Autódromo Internacional de Goiânia
9h00 às 10h30 – Posicionamento dos veículos no Parque Fechado
11h30 às 14h00 – Prólogo
17h15 – Largada Promocional

02/08 – Etapa 1
Goiânia (GO) – Rio Verde (GO)
Deslocamento inicial: 50 km
Trecho cronometrado: 205 km
Deslocamento final: 101 km
Total do dia: 357 km

03/08 – Etapa 2
Rio Verde (GO) – Itumbiara (GO)
Deslocamento inicial: 20 km
Trecho cronometrado: 156 km
Deslocamento final: 150 km
Total: 326 km

04/08 – Etapa 3
Itumbiara (GO) – São Simão (GO)
Deslocamento inicial: 143 km
Trecho cronometrado: 294 km
Deslocamento final: 65 km
Total do dia: 503 km

05/08 – Etapa 4
São Simão (GO) – Três Lagoas (MS)
Deslocamento inicial: 154 km
Trecho cronometrado: 232 km
Deslocamento final: 40 km
Total do dia: 427 km

06/08 – Etapa 5 (Maratona)
Três Lagoas (MS) – Euclides da Cunha Paulista (SP)
Deslocamento inicial: 142 km
Trecho cronometrado: 290 km
Deslocamento final: 154 km
Total do dia: 587 km

07/08 – Etapa 6
Euclides da Cunha Paulista (SP) – Umuarama (PR)
Deslocamento inicial: 27 km
Trecho cronometrado: 199 km
Deslocamento final: 90 km
Total do dia: 316 km

08/08 – Etapa 7
Umuarama (PR) – Foz do Iguaçu (PR)
Deslocamento inicial: 199 km
Trecho cronometrado: 111 km
Deslocamento final: 30 km
Total do dia: 340 km

 

Pavimentação asfáltica chega ao São Bernardo

COMPARTILHE

Um requerimento do vereador e vice-líder do governo municipal, na câmara, Ivaldo Rodrigues (PDT), solicitando ao prefeito Edivaldo Holanda Junior (PTC) que determinasse à SEMOSP (Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos) a pavimentação asfáltica no bairro São Bernardo, foi atendido pelo executivo e acaba de virar realidade.

O pleito do vereador pedetista foi contemplado pelo Programa Interbairros, onde a população só tem a agradecer por essa providência tomada pela prefeitura. Os moradores aguardavam com expectativa o anuncio das obras, que vão beneficiar centenas de famílias no bairro.

Durante a ação onde o Prefeito Edivaldo Holanda Junior (PTC) anunciou a pavimentação do São Bernardo, Ivaldo falou com orgulho de mais uma conquista de seu mandato. “É de extrema importância uma pavimentação nas ruas deste bairro, que sempre me acolhe e onde tenho uma grande votação. É uma obra de infraestrutura de suma importância para o bairro e também uma questão de saúde pública”, finalizou o pedetista. (Veja o Vídeo)

 

Para o vereador Ivaldo Rodrigues, essa é uma conquista de todos os Ludovicense. “A comunidade do São Bernardo ganha; o poder público ganha, e a gente também ganha em dá uma grande resposta ao povo após ter essa solicitação atendida, que vem contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população, bem como proporcionar uma melhor condição sanitária para aquela região”, disparou o vice-líder do governo municipal.

Durante o recesso da câmara, o vereador Ivaldo Rodrigues tem participado de todas as ações, tanto do executivo municipal, quanto estadual. São audiências e reuniões, que buscam melhorias ao povo de São Luís. A regularização fundiária pode ser a próxima ação a virar realidade na capital.

    

Esta matéria foi excluída por ordem Judicial

COMPARTILHE

PROCESSO400-07.2016.8.10.0064 (4032016)